A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> CONSERVATION (Total: 128 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Revista Memorare
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2358-0593
Published by Universidade do Sul de Santa Catarina Homepage  [2 journals]
  • Editorial

    • Authors: Heloísa Juncklaus Preis Moraes, Mário Abel Bressan Júnior
      Pages: 1 - 3
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e220211-3
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • O cinema e a moral: nostalgias em dilema na autobiografia de David Cardoso

    • Authors: Roberto Abib
      Pages: 4 - 21
      Abstract: Neste trabalho procuro discutir as sensações nostálgicas como práticas que envolvem as produções midiáticas, como uma emoção intensificada e amenizada nas subjetividades contemporâneas em relações com a mídia. Parte-se do pressuposto que o fascínio pelas autobiografias, biografias e memórias são manifestações de impulsos nostálgicos, e por isso, a análise empírica tem com objeto a autobiografia, as entrevistas destacadas no livro autobiográfico e entrevistas recentes concedidas pelo produtor, ator e cineasta David Cardoso. O caminho metodológico para este estudo compreende a nostalgia enquanto conceito e emoção numa perspectiva histórica e a narrativa biográfica é tomada por um ponto de vista comunicacional. A partir dos dilemas das nostalgias de uma biografia é possível pensar sobre as memórias do passado como política do presente.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e220214-21
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Deus salve a rainha!: o laço social televisivo e a memória coletiva na
           série The Crown

    • Authors: Valdemir Soares Dos Santos Neto, Mario Abel Bressan Júnior
      Pages: 22 - 38
      Abstract: O estudo tem como objetivo propor uma reflexão no que se refere à constituição da memória coletiva e o papel da televisão neste processo. O argumento reside na ancoragem das narrativas midiáticas em memórias de caráter coletivo. Acredita-se que, ao recuperar esses elementos do passado, a televisão aciona a memória do telespectador e, através do laço social televiso (WOLTON, 1990), as comunidades de telespectadores passam a criar e/ou atualizar as lembranças desse grupo que, posteriormente, serão compreendidas como a memória coletiva. Assim, partimos da concepção de Memória Coletiva defendida por Halbwachs (1990). Como enquadramento metodológico, o presente estudo parte de uma perspectiva teórica e discute os pressupostos teóricos à luz da série The Crown (Netflix-presente). O estudo aponta que ficções seriadas baseadas em fatos reais podem alimentar e reatualizar memórias coletivas, como também propiciar o desencadeamento de memórias colaborativas ao recuperar lembranças e constituir novos laços sociais através da televisão
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e2202122-38
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Morte vs. vida eterna: o esquecimento e a fama no imaginário
           pós-moderno, observando o filme “Viva! A vida é uma festa”

    • Authors: Emanuelle Querino Alves de Aviz
      Pages: 39 - 55
      Abstract: Com base no roteiro do filme “Viva! A vida é uma festa”, este artigo analisa as imagens de morte e de vida eterna, em relação ao esquecimento e a lembrança no imaginário pós-moderno. O objetivo é refletir sobre a formação de imagens simbólicas e discutir como o uso das ferramentas digitais fomenta os processos de eternização e esquecimento na pós-modernidade, para compreender como, no filme, a realização pessoal e a conquista da fama estão relacionadas ao registro de memórias afetivas. A bibliografia é composta, principalmente, pelos autores Gilbert Durand (1998, 2001) e Michel Maffesoli (2000). Conclui-se que o medo da morte, ou o combate às faces imaginárias do tempo, influencia na formação das imagens simbólicas em vida
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e2202139-55
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Os regimes de imagem no conto The Black Cat, de Edgar Allan Poe

    • Authors: Luciano De Souza Santos, Geam Karlo-Gomes
      Pages: 56 - 70
      Abstract: A literatura pode expressar as múltiplas formas pelas quais o homem se relaciona com o mundo, pois é um terreno fértil para as investigações sobre como se manifesta o imaginário humano. Este texto objetiva desvendar os regimes de imagens responsáveis por construir o medo da morte e os artifícios que suscitam o mistério e o macabro na narrativa The black cat, de Edgar Allan Poe, publicada em 1843. Realizou-se pesquisa bibliográfica, com base em arcabouço teórico da Antropologia do Imaginário. Neste estudo, nota-se que no conto The black cat, o imaginário é constituído por um processo no qual convergem os Regimes Diurno e Noturno, responsáveis pela construção fantástica do medo e da morte em meio às angústias das personagens.Os regimes de imagem no conto The Black Cat, de Edgar Allan Poe
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e2202156-70
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Cultura, turismo e imaginário: os símbolos da culinária talian como
           atrativo turístico

    • Authors: Kênia Zanella
      Pages: 71 - 83
      Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo refletir sobre a relação entre cultura, turismo cultural, imaginário e turismo gastronômico, destacando pratos típicos da cultura talian, em específico a polenta e a fortaia como atrativos turísticos e sua contribuição para a valorização da identidade cultural e desenvolvimento turístico de determinada região. Trata-se de um estudo exploratório, tendo como procedimento técnico a pesquisa teórica em artigos nacionais e internacionais e documentos primários da FEIBEMO (Federação de Entidades e Mestres Talian do Meio Oeste e Planalto Catarinense). Como resultado, destaca-se que a utilização de pratos típicos em restaurantes ou casas familiares que recebem visitantes, torna-se uma mola propulsora para o desenvolvimento ou fortalecimento do turismo, contribuindo, em contrapartida, para manutenção, proteção e disseminação das raízes culturais dos imigrantes italianos e seus descendentes, envolvendo seus mais diversos símbolos, como a ideia de sobrevivência, superação, prazer, intimidade, união e fé, relacionado ao mito da mesa farta.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e2202171-83
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • O Sagrado Feminino, a Jornada da Heroína e as diversas mitologias
           presentes na obra fílmica El Laberinto del Fauno

    • Authors: Yls Rabelo Câmara
      Pages: 84 - 110
      Abstract: El labirinto del fauno condensa elementos que representam símbolos mitológicos diversos, o Sagrado Feminino e a trajetória da heroína na forma de viagem iniciática da personagem Princesa Moana/Ofelia, a protagonista. Por ser uma obra despretensiosa, mas que alcançou êxito imediato, chamou-nos a atenção o quão bem essas características se mesclam de maneira uniforme na obra fílmica e lhe emprestam uma aura de credibilidade que nos inspirou a estudar essa triangulação. Para tanto, contamos, neste artigo – um levantamento bibliográfico fruto de uma pesquisa de abordagem qualitativa, de natureza básica e de objetivo exploratório – com o aporte teórico de estudiosos como Becker (1999), De Biasi (2011) e Santos (2014) – apenas para citar alguns. Concluímos que o filme em questão não é, como seu título pode nos levar a supor a princípio, um conto de fadas infantil, mas uma obra fílmica para adultos, cujo cerne, profundamente bem-elaborado, orbita em torno do Realismo Fantástico, das mitologias diversas, do Sagrado Feminino e dos símbolos que envolvem a personagem principal em sua viagem iniciática rumo à Jornada da Heroína
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e2202184-110
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • O transbordamento dos arquivos de telejornalismo em meios digitais

    • Authors: José Jullian Gomes De Souza
      Pages: 111 - 123
      Abstract: Esse estudo se configura como uma proposta teórica-conceitual em compreender a presença dos arquivos de telejornais em ambientes digitais, a partir da ideia de transbordamento. Desse modo, busca-se apresentar um histórico sobre as plataformas digitais para a expansão desse conteúdo telejornalístico na internet, bem como uma linha do tempo acerca do usos dessas plataformas pelas emissoras de televisão brasileiras. O quadro metodológico é composto por uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório e bibliográfico, na qual debruçou-se sobre o arcabouço teórico-reflexivo sobre o transbordamento desses arquivos em meios digitais, mediante a discussões presentes em pesquisas de Renault (2014; 2015a) e apontamentos iniciais sobre a importância da salvaguarda desses em Brasil e Frazão (2012), Porcello, Ihitz e Peixoto (2015) e Silva (2018; 2020). Identificou-se o uso de três principais plataformas digitais para o transbordamento: sites, redes sociais e serviços de streaming. O uso dessas plataforma estabelece novas formas de armazenamento, dispersão e o desenvolvimento de um sistema de memória audiovisual digital, bem como o desenvolvimento de novas interações entre audiência e telejornal na internet. Além, de uma (re)configuração no acesso e uso dessas imagens
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021111-123
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Memória, arquivos e o impresso como audiovisual
           político-biográfico

    • Authors: Álvaro Nunes Larangeira
      Pages: 124 - 134
      Abstract: Arquivos são cerzimentos teciduais dos planos, projeções e experiências da vida ao alcance da perseverança e vontade. Quando encontrados, proporcionam variadas experiências sensoriais. O presente ensaio reporta o encontro do pesquisador com sua própria história ao investigar a documentação da ditadura militar no Arquivo Nacional e como um arquivo pode se tornar audiovisual político-biográfico e revival existencial únicos.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021124-134
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • A festa natalina e a sua relação com a dinamização dos
           ritos

    • Authors: Rafaela Bertuzzo, Juliana Tonin
      Pages: 135 - 146
      Abstract: Este estudo, oriundo de reflexões presentes na dissertação em desenvolvimento, com título provisório: “XXX”, tem o objetivo de discorrer sobre os procedimentos rituais presentes na celebração do Natal e relacioná-los com o processo de dinamização dos ritos. A partir de pesquisas bibliográficas, foi possível ter maior entendimento sobre os ritos, tanto sagrados quanto profanos, que permeiam a festa natalina, dos primórdios até os dias de hoje. Além disso, percebeu-se a importância da festividade não somente em termos rituais, mas também em processos culturais, econômicos, sociais e materiais.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021135-146
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Representação e imaginário da escola na série
           “Anne com E”

    • Authors: Claudia Nandi Formentin
      Pages: 147 - 160
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo analisar como a escola transformadora é representada na série ‘Anne with an E’. Para isso, pretende-se identificar as características do professor transformador na série, bem como mapear as características da escola transformadora. Tal proposta está fundamentada nas ideias sobre representação de Hall (2016) e de imaginário com Maffesoli (2001). Pretende-se desenvolver um artigo de viés qualitativo que analise os episódios 9 e 10 da segunda temporada da referida série. Compreende-se ser importante este trabalho pois a série é baseada em uma obra produzida no início do século XX, tendo discussões importantes ainda no século XXI quanto a diversos temas incluindo a escola. Nestes dois episódios, especificamente, há uma mudança de professor que coloca a comunidade em alerta. Verifica-se que há uma mudança na condução do processo de ensino e aprendizagem. Tal mudança afeta tanto os alunos como as famílias, indicando que uma das características de uma escola transformadora é estar para além dos muros escolares.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021147-160
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • A violência de gênero na perspectiva da metodologia do imaginário:
           análise experimental a partir de relatos de mulheres vítimas de
           violência

    • Authors: Suelen Gotardo
      Pages: 161 - 175
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo analisar a violência de gênero na perspectiva metodológica da Análise Discursiva de Imaginários (SILVA, 2019) e das Tecnologias do Imaginário (SILVA, 2006), utilizando como objeto empírico cinco relatos de mulheres vítimas de violência dispostos no site da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Rio Grande do Sul. Experimenta-se com isso transitar por universos imaginais e refletir sobre diferentes instrumentos que promovem o debate sobre a violência de gênero. Para refletir sobre as questões do imaginário, foi utilizado o aporte teórico de Juremir Machado da Silva. Para as contextualizações acerca da violência de gênero, contou-se com as contribuições de Heleieth Saffioti e Sueli Carneiro. A metodologia do imaginário abre caminhos alternativos e, algumas vezes, velados, mas que neste trabalho apontaram encontros possíveis para falar sobre as expressões da violência, pela ótica da comunicação e do imaginário.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021161-175
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • A memória como coisa ou suporte de experiências quotidianas
           sobre a memória

    • Authors: Tayara Barreto De Souza Celestino
      Pages: 176 - 200
      Abstract: O presente artigo pretende abordar a memória como coisa no sentido heideggeriano, ou seja, a memória como um suporte para nossas experiências quotidianas, assim como a verdade examinada por Heidegger. Embora o texto “Que é uma coisa'” (Die frage nach dem Ding, publicado em 1962 com base em um seminário ministrado em 1935-36 na universidade de Freiburg) não expresse, em nenhum momento, qualquer reflexão direta sobre o tema da memória, mas seus questionamentos em torno da “coisa em si” presente na teoria do conhecimento de Kant a partir da Crítica da Razão Pura com impactos nos territórios que antecedem o quotidiano, a verdade e a ciência, nos permite adensar tal reflexão para a discussão do tema da memória, aqui entendida também como “coisa”, isto é, como “um suporte subsistente de diversas propriedades, que nela subsistem e se modificam” (HEIDEGGER, 2002, p. 41). Tal definição possibilita uma resposta sobre porque podemos constatar, em nossas experiências quotidianas, uma diversidade de memórias divergentes acerca de um mesmo fenômeno, impondo limites ao que foi chamado posteriormente de enquadramento da memória por parte de uma tradição francesa sobre a teoria da memória.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021176-200
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • As fotografias da moda praia na revista ilustrada O Cruzeiro entre 1928 e
           1943

    • Authors: Ana Paula Dessupoio Chaves, Theresa Christina Barbosa De Medeiros, Talita Souza Magnolo
      Pages: 201 - 220
      Abstract: O presente artigo analisa o conteúdo de moda na praia veiculado na revista O Cruzeiro, produzida no Rio de Janeiro, que circulou em território nacional no período de 1928 a 1985. Observa-se a importância da revista O Cruzeiro como instrumento de memória e propagadora da moda, através das fotografias tiradas nas praias cariocas, averiguando o que aquelas banhistas usavam, como posavam para as fotos e quais acessórios precisavam para usufruir da praia. Nosso discurso teórico conceitual estará pautado na historiografia da mídia impressa, apresentando, portanto, a história da revista O Cruzeiro, e no entendimento do contexto social e questões culturais.
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021201-220
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
  • Reflexões sobre o imaginário na arte literária de José Saramago: uma
           leitura interdisciplinar de A jangada de pedra

    • Authors: Maria Auxiliadora Fontana Baseio, Maria Zilda da Cunha
      Pages: 221 - 232
      Abstract: Se, de acordo com Gilbert Durand (1997, p. 14), o imaginário pode ser compreendido como um “conjunto das imagens e relações de imagens que constitui o capital pensado do homo sapiens”, o estudo dessa complexa rede semântica permite capturar o que se delineia nos pensamentos e sentimentos humanos em qualquer tempo e lugar. É objetivo deste trabalho perscrutar a constelação de imagens que se manifesta na arte literária de José Saramago. O corpus que serve de análise será e A jangada de pedra. Pretendemos investigar a matéria imaginária que organiza esta reconhecida obra a partir dos Estudos do Imaginário na perspectiva interdisciplinar da hermenêutica simbólica, sinalizando configurações de imagens e suas relações com o contexto sóciohistórico e cultural em que se engendram. Distintas marcas históricas singularizam as formas artísticas, as várias releituras e reinvenções de imagens na formulação de apreensões estéticas. Os espaços textuais, ao se retecerem em fluxos operativos, convocam a participação do leitor para compor o diagrama de significações sugerido pelo autor. As reflexões sobre o imaginário assumem abrangência interdisciplinar, possibilitando analisar fenômenos culturais e artísticos de maneira transversalReflexões sobre o imaginário na arte literária de José Saramago: uma leitura interdisciplinar de A jangada de pedra
      PubDate: 2021-11-30
      DOI: 10.19177/memorare.v8e22021221-232
      Issue No: Vol. 8, No. 2 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.236.107.249
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-