A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> CONSERVATION (Total: 128 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Interações (Campo Grande)
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1518-7012 - ISSN (Online) 1984-042X
Published by SciELO Homepage  [688 journals]
  • Editorial

    • Authors: Equipe Editorial
      Pages: 613 - 616
      PubDate: 2022-10-25
       
  • Educação Ambiental e museus: janelas epistemológicas do
           passado, presente e futuro

    • Authors: Dirceu Mauricio Van Lonkhuijzen, Icléia Albuquerque de Vargas, Angela Maria Zanon, Suzete Rosana de Castro Wiziack
      Pages: 617 - 634
      Abstract: Neste artigo buscamos entender o museu, considerando-o um espaço informal, em alguns casos, não formal de educação, como lugar propício à promoção de uma abordagem crítica e transformadora de Educação Ambiental, sobre as questões epistemológicas que envolvem a produção de saberes ambientais, assim como da museologia social. Para isso, foi utilizada a metodologia de pesquisa qualitativa, tendo como fundamentação teórica a pesquisa bibliográfica em autores da museologia, do ensino de ciências, da educação não formal e educação ambiental crítica, em que apresentamos uma breve reflexão epistemológica sobre a crise ambiental na atualidade, como também um breve histórico acerca das transformações que as instituições museais vêm passando ao longo do tempo. Os museus vêm deixando de ser espaços elitizados e excludentes, ao serem conduzidos pelo movimento conhecido por “Nova Museologia”, voltado à transformação social de comunidades locais, que os coloca como espaços educadores acessíveis a toda sociedade, o que vai ao encontro das ideias de sociedade sustentável, pautada em valores fundamentados na Educação Ambiental Crítica e Transformadora, portanto, popular e acessível à sociedade. Traz como resultados considerações sobre os desafios de educadores museais, reconhecendo as dificuldades em realizar uma Educação Ambiental que seja Crítica Transformadora em museus que atuam junto à escola, na formação de cidadãos conscientes, capazes de pensamento crítico e construtivo na atualidade brasileira.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3435
       
  • Culinária típica da fronteira Brasil-Paraguai: o reconhecimento da chipa
           como patrimônio alimentar

    • Authors: Beatriz Dutra dos Santos, Dores Cristina Grechi, Luciana Ferreira da Silva
      Pages: 635 - 652
      Abstract: O objetivo do artigo é compreender aspectos teóricos e culturais relacionados à culinária típica da fronteira Brasil-Paraguai a partir da análise da chipa como elemento alternativo à geração de renda e como potencial para indicação geográfica, no fortalecimento do turismo local. A metodologia avaliou uma amostra por adesão de 4 (quatro) Ñas tradicionais da região, vendedoras e produtoras das chipas artesanais, mapeadas a partir das observações de campo e do conhecimento tácito das pesquisadoras. Para a análise, foram consideradas as teorias econômicas, indicação geográfica e patrimônio alimentar. Os resultados evidenciaram que o nível de diferenciação e os canais de comercialização utilizados são fatores que interferem na criação e distribuição do valor agregado do produto no processo artesanal da produção da chipa. Foi possível concluir que a tipicidade da culinária regional, quando preservada e valorizada pela população local, é um elemento importante para a geração de renda, a partir do que orientam as referências sobre indicação geográfica e patrimônio cultural.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3695
       
  • Do fumo ao fluxo turístico − construções rurais como signo da oferta
           turística no Sul do Brasil

    • Authors: Shyarra Roberta Robl Becker, Aloisio José Dalri, Diva de Mello Rossini
      Pages: 653 - 668
      Abstract: O meio rural está passando por grandes mudanças, uma delas seria o abandono da fumicultura como parte do processo sócio-histórico-econômico de regiões catarinenses. Áreas menores ou periféricas foram tragadas pela modernidade e urbanização, contribuindo, neste processo, com seus melhores ativos: terras, recursos naturais e humanos. A fumicultura vem diminuindo, com a busca pela qualidade de vida moderna, o que gerou modificação no mercado e o encerramento de fábricas de cigarros. Em Santa Catarina, muitos resquícios dessa história vêm sendo reconvertidos para uso turístico, caso das estufas utilizadas para a secagem das folhas do tabaco, edificadas em tijolos maciços e com uma arquitetura peculiar. Esse patrimônio industrial remanescente é o foco da pesquisa, que, a partir do mapeamento e das incursões em campo, com entrevistas diretas, identificou exemplares revitalizados para o uso turístico, dando nova vida e novo fluxo aos espaços onde outrora a planta era cultivada. A pesquisa exploratória, de caráter qualitativo, baseou-se em análise bibliográfica, pesquisa de campo e emprego de entrevistas, e tais métodos se revelaram aptos à validação do seguinte pressuposto: externalidades territoriais, como as estufas de fumo, representam novas possibilidades para um espaço rural redescoberto, como se ressurgissem das cinzas. As respostas foram analisadas a partir da análise de conteúdo, gerando categorias que apresentaram novas possibilidades para o uso de edificações que estão sendo − ou possam vir a ser − revitalizadas para finalidades turísticas, contando a história dos tempos áureos da fumicultura catarinense.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3541
       
  • Novas formas de fazer turismo: desde a prática às políticas públicas
           na construção do Plano de Turismo Criativo do Recife (Pernambuco-Brasil)
           

    • Authors: Isabela Andrade de Lima Morais, Erick Matheus Dyonizio Mendonça, Ewerton Felipe dos Santos
      Pages: 669 - 684
      Abstract: O crescente número de turistas vem destacando a atividade turística como uma das áreas de maior ascensão nos últimos tempos. A busca por experiências, atrativos e novos elementos nos destinos tem levado os atores envolvidos a discutir como produzir novas ofertas e garantir o desenvolvimento local. É nesse contexto que o turismo criativo surge como elemento para o desenvolvimento de novas formas de produção e consumo. A disseminação do turismo criativo levou a Prefeitura da cidade do Recife (Pernambuco-Brasil) à construção do Plano de Turismo Criativo, sendo a terceira cidade do país a trabalhar no segmento. Dessa forma, o presente trabalho se deu com o objetivo de descrever quais as estratégias utilizadas para o desenvolvimento do plano. Foi adotada como metodologia uma abordagem qualitativa e natureza descritiva, empregando em sua operacionalização a pesquisa bibliográfica, documental e de campo, que contou com o acompanhamento de todas as etapas da confecção do plano. Como resultado, é possível destacar os esforços dos gestores públicos e do grupo de trabalho em tornar o processo horizontal, com a participação de vários setores, os produtos criativos utilizados, o uso da criatividade e da cocriação como elementos-chave e a criação de uma instância responsável pelo monitoramento e pela revisão das ações do plano.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3503
       
  • Análise estatística multivariada para estudo da percepção
           socioambiental em um núcleo metropolitano

    • Authors: Jocimar Coutinho Rodrigues Júnior, Ester Milena dos Santos, Daniella Rocha
      Pages: 685 - 702
      Abstract: Dentre as diversas necessidades das áreas urbanas, tem-se o acesso ao saneamento básico, que deveria ser uma das prioridades no que se refere ao planejamento urbano. Os impactos ambientais ocasionados em decorrência das deficiências de saneamento colocam em risco diversas pessoas em uma determinada localidade. O Grande Rosa Elze consiste no maior núcleo urbano do município de São Cristóvão e constitui-se como uma área que enfrenta problemas em serviços de saneamento básico em razão do desenvolvimento inadequado relacionado com a irregular prestação desses serviços. Diante dessa situação, este trabalho tem como objetivo analisar a percepção dos moradores do Grande Rosa Elze, a fim de constatar as relações das ações envolvendo os serviços de saneamento com os possíveis impactos ocasionados na área. O método utilizado para explicar esta relação consiste na ferramenta de estatística multivariada, análise de agrupamentos, que realiza a hierarquização das problemáticas apontadas. Os resultados mostraram que a falta de acesso à rede de esgotamento sanitário influencia diversos problemas na concepção da população, principalmente, problemas de alagamentos em períodos chuvosos. Diante deste estudo, é possível perceber que é de significativa importância a aplicação de mitigações que melhorem o acesso aos serviços de saneamento básico, bem como a correção prioritária de ações que ocasionam as problemáticas apontadas.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3516
       
  • Território e políticas públicas: um percurso de
           Educação Permanente

    • Authors: Jhonny William Candiotto Uttida, Allan Henrique Gomes, Ana Paula Salvatori
      Pages: 703 - 719
      Abstract: O território tem sido um conceito cada vez mais valorizado nas políticas públicas, especialmente no campo da proteção social. O presente trabalho tem como objetivo analisar os sentidos do território para profissionais da média complexidade do Sistema Único de Assistência Social da cidade de Joinville, SC. A proposta de investigação, orientada pela pesquisa-intervenção, deu-se por meio de um percurso formativo mediado por oficinas estéticas, cuja característica é o desenvolvimento de atividades criadoras seguidas de grupo de discussão. Foram realizados cinco encontros, com duração de três horas cada um, e, no final do percurso, um grupo focal com os participantes. Tendo como conceitos norteadores as dimensões do território, nas atividades propostas para cada encontro, utilizamos o mapa do município em questão como um recurso metodológico, o qual se mostrou um instrumento potente para pensar sobre o território e suas especificidades. As informações produzidas pelo percurso foram analisadas a partir do método de análise de conteúdo, que gerou as seguintes categorias: sentidos do território e percurso da pesquisa-intervenção; encontro entre perspectivas conceituais e experiência com o território; e território e cidade: percepções (des)construídas na prática socioassistencial. A pesquisa tornou-se espaço de significação, pois o percurso possibilitou a produção de uma reflexão nos participantes a partir daquilo que emergiu entre esses sujeitos e a discussão sobre território, compreendendo-o como um dos conceitos fundamentais nas políticas públicas. Portanto encontro de pesquisa configurou-se como um ato significativo.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3029
       
  • Reterritorialização em pequenas cidades universitárias no Nordeste
           brasileiro: reflexões a partir da Praça do Obelisco em Redenção,
           Ceará

    • Authors: Nathalia Oliveira, Eduardo Machado
      Pages: 721 - 740
      Abstract: Os primeiros 15 anos do século XX presenciaram uma intensa expansão das instituições de educação superior no Brasil, particularmente no interior do país, com pequenas cidades passando a sediar, especialmente, universidades e institutos federais. Esse movimento tem gerado amplas repercussões urbanas, impactando as estruturas, o cotidiano e as dinâmicas de produção social do espaço urbano, com a presença de juventudes estudantis, atingindo particularmente os espaços públicos urbanos. No interior do estado do Ceará, no Nordeste brasileiro, a presença de uma universidade federal pública interiorizada e internacionalizada, com mais de cinco mil estudantes de graduação, sendo aproximadamente 25% migrantes internacionais, impacta duas pequenas cidades – Redenção e Acarape. Nesse sentido, este artigo analisa as dinâmicas territoriais na cidade de Redenção, com foco na Praça do Obelisco, envolvendo juventudes universitárias emergentes e a população local já anteriormente residente, entre o segundo semestre de 2017 e fevereiro de 2020. Metodologicamente, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa de caráter etnográfico, acionando também a busca por dados secundários, entrevistas com duas moradoras originárias e estudantes universitárias da UNILAB. A análise revela novas dinâmicas territoriais, por meio das ocupações criativas realizadas pelas juventudes universitárias, e, mais do que isso, a emergência dessas juventudes enquanto agentes políticos e urbanos significativos. Além do mais, os micro, nanoconflitos e lutas que atravessam a praça, assumindo formas urbanas e adquirindo caráter político, evidenciam desigualdades, segregações e estruturas potencialmente normalizadas e invisibilizadas, que estão a ser contestadas socialmente por esses agentes emergentes.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3509
       
  • Feira da produção familiar: perfil do consumidor do Empório Lago Oeste
           no Distrito Federal

    • Authors: Jailton César Padilha, Maria Júlia Pantoja, João Paulo Guimarães Soares, Joelma Melo da Silva
      Pages: 741 - 757
      Abstract: Buscou-se caracterizar o perfil do consumidor do Empório Lago Oeste no Distrito Federal, Brasil, espaço destinado à comercialização da produção familiar. Trata-se de uma pesquisa exploratória quantitativa e qualitativa. Para o estudo de campo, foram realizadas entrevistas por meio de questionário semiestruturado, com perguntas fechadas e abertas, numa amostra de 20 consumidores de um universo médio de 534 visitantes diários da feira, delimitados em observação não participante. O estudo revelou a diversificação socioeconômica e a pluriatividade dos agentes consumidores, entre os quais, 55% eram mulheres e 45% homens, tinham alto grau de escolaridade, visitavam semanalmente o Empório há pelo menos três anos, buscavam por facilidades como comidas prontas e lanches, usavam bastante a tecnologia, possuíam alta renda e estavam dispostas a pagar mais por melhores produtos. As principais motivações para os participantes comprarem no Empório eram a possível ausência de agrotóxicos, bom atendimento, boa localização, qualidade dos produtos, os relacionamentos sociais e a consciência ecológica. Os participantes contestaram o uso de embalagens de plástico e sugeriram melhorar a publicidade. Os resultados quantitativos e qualitativos se complementaram. Por tudo, afirma-se que o objetivo de caracterizar o perfil do consumidor do Empório Lago Oeste foi alcançado.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3604
       
  • O uso do QR Code para uma gestão inclusiva na arborização
           urbana de Bagé, RS

    • Authors: Ketleen Grala, Vanessa Rosseto, Rennata Oliveira Rodrigues, Marcio Marques Martins, Norton Victor Sampaio, Tanira Maria Gimenez Sampaio
      Pages: 759 - 775
      Abstract: O Programa Arborização Urbana: Um Exercício de Cidadania e Sustentabilidade Socioambiental, da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), na cidade de Bagé, RS, desenvolveu um projeto voltado para o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e acessibilidade, que agregou o contexto de inclusão social ao trabalho de identificação de árvores de praças da cidade. A base para este trabalho foi o Inventário Arbóreo das Principais Ruas e Praças da Cidade de Bagé, RS, realizado no período de 2014 a 2016, de forma voluntária por instituições de ensino e voluntários da comunidade. Dada a relevância do tema da inclusão social, foram desenvolvidas ferramentas voltadas ao atendimento das necessidades especiais, objetivando a interação de grupos com deficiência auditiva e visual com as informações levantadas no inventário arbóreo, sobre as espécies ocorrentes na Praça do Coreto, localizada na região central da cidade. Foram utilizando placas contendo QR Codes que direcionam o leitor a vídeos na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), para o acesso de deficientes auditivos, e placa central, com recursos em Braile, para o acesso de deficientes visuais, visando popularizar os dados científicos do inventário arbóreo e ampliar o alcance do trabalho de Educação Ambiental para outros grupos da sociedade sem oportunidade de acessar informações sobre a arborização urbana.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3527
       
  • Empreendedorismo e desenvolvimento endógeno: um estudo
           bibliométrico

    • Authors: Péricles Luiz Brustolin, Gilberto Pinzetta, Hilka Pelizza Vier Machado
      Pages: 777 - 799
      Abstract: O caráter endógeno do desenvolvimento constitui-se em importante instrumento para construção de um ambiente capaz de transformar determinado espaço geográfico. Nesse sentido, os atores locais constituem-se em forças vivas capazes de criar situações propícias ao surgimento do empreendedorismo. Esta pesquisa teve como objetivo caracterizar a produção científica sobre o empreendedorismo e sua relação com o desenvolvimento endógeno. Para atingir esse objetivo, realizou-se uma pesquisa bibliométrica nas bases Scopus, EBSCO e Web of Science, compreendendo período aberto até 2019, resultando em 131 artigos. A pesquisa caracterizou-se também pela abordagem qualitativa de natureza exploratória, tendo por objetivo a análise das discussões e possíveis relações entre empreendedorismo e desenvolvimento endógeno, utilizando-se como técnica de pesquisa a análise de conteúdo dos 20 artigos mais citados. A base da pesquisa utilizou princípios quantitativos com característica descritiva. Os achados da pesquisa não confirmaram a Lei de Lotka, ou seja, não há indícios de elitismo de autores. Do ponto de vista das contribuições, verifica-se a confirmação das teses iniciais da pesquisa, em que o desenvolvimento endógeno apresenta relação com o empreendedorismo. Os achados mostram que o empreendedorismo se configura como importante instrumento de desenvolvimento de uma região.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3249
       
  • Desempenho no fogo em edificações: insights acadêmicos e
           análise de perspectivas

    • Authors: Rejane Martins Viegas, João Paulo Lima, Michele Tereza Carvalho, Caio Frederico e Silva
      Pages: 801 - 816
      Abstract: Com o acelerado crescimento da urbanização e consequente aumento do número de edificações, houve acréscimo de projetos e construções céleres, sem critérios mínimos que possibilitem o bom desempenho do edifício e como se comporta durante episódios de incêndios. Nesse cenário, este trabalho tem como objetivo analisar tendências em pesquisa e o status quo de desempenho no fogo de edificações nos últimos cinco anos, avaliando perspectivas para pesquisa na área e propostas de direcionamento futuro, por meio de uma abordagem de Revisão Sistemática da Literatura (RSL) associada a uma análise bibliométrica. A análise foi realizada com base no banco de dados Web of Science, sob parâmetros como: autores, países e regiões, periódicos, áreas de pesquisa e palavras-chave. Para cada critério, dentre todos os resultados recuperados, avaliaram-se aqueles que mais se destacaram no período estipulado. Verificou-se que pesquisas voltadas ao desempenho no fogo em projetos são crescentes, apresentando um total de 402 trabalhos publicados. Na análise por Revisão Sistemática da Literatura, verificou-se uma tendência de pesquisa em relação aos materiais e sistemas estruturais, avaliando desempenho, comportamento, resistência e segurança das edificações em condição de incêndio. Além disso, os resultados apontaram uma possibilidade de evolução da tendência em pesquisa de metodologias e sistemas inteligentes de controle aplicados ao gerenciamento de emergências de incêndio.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3661
       
  • Limitações no processo de desenvolvimento e manutenção de cooperativas
           rurais do Vale do Arinos, Mato Grosso

    • Authors: Vanderleia Saleti Mantovani, Ademir Kleber Morbeck de Oliveira, José Antônio Maior Bono
      Pages: 817 - 833
      Abstract: As cooperativas são constituídas por associações de pessoas, com trabalho coletivo, gestão democrática, conhecimento do processo produtivo e relações socioeconômicas. Objetivou-se, com este trabalho, conhecer quais os principais entraves a serem superados para que as cooperativas rurais do norte de Mato Grosso se mantenham e se desenvolvam no mercado. O estudo de múltiplos casos foi utilizado como método de pesquisa, e questionários semiestruturados foram aplicados com a técnica metodológica snowball sampling (amostragem em bola de neve), ou “cadeia de informantes”, em duas cooperativas: a Cooperativa de Trabalho de Profissionais Autônomos e a Cooperativa Agropecuária Mista e Aquícola do Vale do Rio Arinos. Os resultados indicam que os administradores têm falta de conhecimento das técnicas de gestão da cooperativa, além não saberem das exigências para abertura e obtenção de licenças ambientais; os membros do conselho fiscal também desconhecem técnicas de controle financeiro; existe um excesso de burocracia e falta de clareza nas normas aplicadas pelos órgãos públicos regulatórios; e ocorre a falta de políticas públicas que facilitem acesso ao crédito para os cooperados e as cooperativas. Estas dificuldades ameaçam a existência e provocam os principais problemas para que as cooperativas possam se estabelecer e se desenvolver no mercado. Como consequência, as cooperativas estudadas se encontram em inatividade, trazendo prejuízos aos cooperados e às comunidades.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3049
       
  • Nutricionistas na Atenção Primária à Saúde e o cuidado nutricional à
           população adulta no município de São Paulo, SP, Brasil

    • Authors: Lucivaldo Freitas dos Santos, José Anael Neves, Maria Angélica Tavares de Medeiros
      Pages: 835 - 848
      Abstract: Analisou-se comparativamente a organização da Atenção Nutricional (AN) à população adulta na Atenção Primária à Saúde (APS), em 27 serviços com e sem nutricionistas, do município de São Paulo. A presença do nutricionista mostrou-se estratégica, favorecendo a parceria entre instituições de ensino superior e serviços, agendamento de consultas por critério de vulnerabilidade, elaboração de Projetos Terapêuticos Singulares, acompanhamento em grupos, planejamento, divulgação e avaliação de ações coletivas.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3311
       
  • Participação e dialogicidade na casa familiar rural de
           Cametá, Pará

    • Authors: Sandro Luis Gaia Pamplona, Rose Martins Tavares, Mário Vasconcellos, Mauro Margalho
      Pages: 849 - 865
      Abstract: Este artigo analisa a participação e a dialogicidade na gestão de organizações privadas, sem fins lucrativos e com objetivos socioeducacionais na área rural. De forma específica, examina a gestão da organização Casa Familiar Rural (CFR), localizada no município de Cametá (PA). Esta organização tem em seus princípios a gestão participativa de todos aqueles que a compõem, em particular a comunidade envolvida, seguindo a proposta da Pedagogia da Alternância. Teoricamente, a discussão está alicerçada no campo da gestão social. Metodologicamente, trata-se de um estudo qualitativo que levantou dados por via de análise documental, entrevistas semiestruturadas e grupos focais com membros da Casa. O artigo demonstra que a participação e o diálogo na gestão de casas familiares rurais ocorrem sob diferentes tipologias e formas. No caso específico da CFR de Cametá, constatou-se que a dialogicidade se vincula às tipologias ativa, passiva ou interativa de participação, que, por sua vez, interagem com diferentes formas, a depender de qual categoria o ator está envolvido e de que período histórico se está falando. Ao longo de sua histórica, a CFR Cametá tem participação conquistada, voluntária ou espontânea, por ganhos individuais, instrumental e afetiva.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3502
       
  • Análise da expansão urbana de Marília, São Paulo: um olhar sobre os
           remanescentes florestais ciliares periurbanos

    • Authors: Eduardo Campanhã Ribas, Daniela Biondi, Iran Jorge Corrêa Lopes, Allan Rodrigo Nunho dos Reis, Thiago Gomes de Sousa Oliveira
      Pages: 867 - 878
      Abstract: Devido à sua localização, a cidade de Marília, SP, encontra-se em uma região importante para o abastecimento hídrico do oeste paulista, e sua área urbana avança sobre as nascentes, sendo necessário preservar as florestas ciliares já degradadas e fragmentadas. Assim, o objetivo foi analisar temporalmente a paisagem nas regiões de interesse hídrico, com vistas a avaliar o potencial de conservação dos fragmentos florestais responsáveis por este recurso. Foi realizada uma análise temporal nos anos 1989, 1999, 2009 e 2019, a partir de imagens dos satélites Landsat 5, 7 e 8, com 30 m de resolução espacial. No programa ArcMap 10.3, o uso do solo foi agrupado em seis classes: formação florestal, plantio florestal, formação natural não florestal, agricultura, áreas não vegetadas e água. Para todo o município, foram calculadas as métricas de paisagem CA (cobertura da terra) e PLAND (proporção de cobertura da terra) para as seis classes de uso do solo. Foi realizada uma análise da cobertura florestal a partir de um buffer de 5 km no entorno da área urbana, sendo calculadas mais cinco métricas de área, borda e forma. O software Patch Analyst versão 5.2.0.16 foi utilizado para o cálculo das métricas de paisagem. As classes que mais se destacaram em tamanho de área foram agricultura (93.962,07 ha; 80,27%), formação florestal (15.682,97 ha; 13,40%) e áreas não vegetadas (5.220,63 ha; 4,46%). Os maiores aumentos proporcionais foram de plantio florestal (0,11 para 1,27 ha), água (0,02 para 0,05 ha) e áreas não vegetadas (2,17 para 4,45 ha), enquanto a agricultura perdeu área (85,73 para 80,27 ha). Houve aumento das áreas florestadas nos últimos 30 anos a partir do surgimento de fragmentos pequenos e morfologicamente frágeis; além disso, com o aumento da área urbana, aumentam-se os conflitos com os remanescentes florestais mais próximos.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3525
       
  • Dinâmica de circulação de pedestres como indicativo de locais
           prioritários para arborizar em uma via comercial de centro urbano

    • Authors: Mariane Jiménez Franco, Aline da Conceição Gomes, Juliana de Mendonça Casadei, Dolores Pereira Ribeiro Coutinho
      Pages: 879 - 892
      Abstract: Este trabalho objetivou determinar a dinâmica de circulação de pedestres em uma rua comercial, em área central urbana, em razão da insolação, e descobrir se a arborização pode influenciar no traçado desejado e na intensidade do fluxo de pessoas. A pressão do uso do território urbano sobre o ambiente natural tem sido associada às mudanças do microclima, sendo que a arborização tem efeitos benéficos para o restabelecimento de uma condição de equilíbrio ambiental. Neste sentido, as ruas são importantes espaços públicos nas cidades, responsáveis por toda dinâmica social, econômica e ambiental, podendo ser consideradas como áreas prioritárias para a arborização das cidades. Sendo assim, realizou-se uma pesquisa exploratória, bibliográfica e documental, tendo como estudo de caso as obras de requalificação urbana da região central de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, que compõem as intervenções de um programa de desenvolvimento integrado em andamento. Pelos resultados desta pesquisa, foi possível demonstrar que, em dias de temperatura elevada, o maior fluxo de pedestres ocorreu no lado sombreado, sendo que os passeios arborizados propiciam maior conforto térmico e qualidade ambiental para os usuários do espaço público da via urbana. Portanto, conclui-se que o espaço público planejado contemplando a arborização configura-se em condição para garantia de cidades sustentáveis.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3530
       
  • Das ruas para a mesa: espécies vegetais alimentícias utilizadas na
           arborização urbana de Mato Grosso do Sul, Brasil

    • Authors: Antonio Castor Rodrigues, Camila Aoki
      Pages: 893 - 906
      Abstract: As cidades podem incluir uma grande riqueza de plantas, e essa biodiversidade assegura vários serviços ecossistêmicos de provisão, regulação, suporte e culturais. Um dos serviços essenciais é a produção de alimento, que vai ao encontro de algumas das metas nacionais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O objetivo deste estudo é apresentar um diagnóstico sobre as espécies alimentícias ou com potencial de uso alimentício por humanos que são utilizadas na arborização urbana de municípios de Mato Grosso do Sul. Compilamos e atualizamos uma lista de 102 espécies utilizadas na arborização urbana de onze municípios e classificamos as espécies quanto ao seu uso ou potencial de uso alimentício. A capital Campo Grande apresentou a maior riqueza de espécies alimentícias (67 espécies), e Coxim apresentou o maior percentual de espécies alimentícias na arborização (65%). As espécies alimentícias estão distribuídas em 36 famílias, com destaque para Fabaceae (13 espécies), Arecaceae (9), Anacardiaceae (8) e Myrtaceae (8). O oiti (Moquilea tomentosa), a munguba (Pachira aquatica) e a mangueira (Mangifera indica) foram as espécies alimentícias mais frequentemente utilizadas na arborização viária. As partes mais utilizadas na alimentação são os frutos (77 espécies), seguida de sementes (37) e flores (21). Nossa sugestão é que gestores e tomadores de decisão incluam entre os critérios para seleção de espécies para plantio em área urbana a presença de partes alimentícias ou com potencial alimentício na dieta humana, assegurados todos os demais critérios técnicos indicados para essa escolha.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3544
       
  • Inteligência geográfica na construção de políticas públicas: rumo à
           plataforma de monitoramento de áreas verdes urbanas do Estado de São
           Paulo

    • Authors: Marcel Fantin, Julio Cesar Pedrassoli, Breno Malheiros de Melo, Gustavo Paixão Menezes, Marcos Roberto Martines
      Pages: 907 - 922
      Abstract: Este artigo apresenta o estado da arte de uma plataforma de monitoramento de áreas verdes urbanas − UrbVerde − para municípios do Estado de São Paulo. Sua construção se baseia em Cloud Computing e sensoriamento remoto orbital. Objetiva-se prover métricas de monitoramento das desigualdades socioambientais a partir das escalas municipal e intraurbana, incluindo indicadores de vegetação, temperatura de superfície e sistemas de espaços livres (parques e praças), relacionando-os com dados populacionais agrupados por setores censitários. Constitui-se, assim, uma base de informações acompanháveis e de livre acesso com potencial de aplicação para a construção de políticas públicas, a exemplo do programa Município VerdeAzul. Por meio das ferramentas interativas de análise e correlação de dados, destaca-se o aspecto inter-relacional das variáveis geográficas envolvidas, representando um ganho de inteligência de governança. Além disso, a abordagem utilizada fornece novos olhares sobre a distribuição e a acessibilidade das infraestruturas verdes nos municípios, promovendo a sensibilização dos gestores e uma maior inclusão da população nos processos de tomada de decisão. Deste modo, espera-se, com o apoio de uma tecnologia disruptiva, estimular conjuntamente o processo de suporte à decisão para a retomada verde na Década da Restauração de Ecossistemas (2021-2030), viabilizando o processo de transformação dos municípios em cidades inteligentes e sustentáveis.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.20435/inter.v23i3.3533
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 35.172.224.102
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-