A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  First | 1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> ARCHITECTURE (Total: 219 journals)
Showing 201 - 264 of 264 Journals sorted alphabetically
tecYt     Open Access  
Terrain.org : A Journal of the Built & Natural Environments     Free   (Followers: 3)
The Journal of Architecture     Hybrid Journal   (Followers: 15)
The Journal of Integrated Security and Safety Science (JISSS)     Open Access   (Followers: 14)
Thresholds     Hybrid Journal  
Town and Regional Planning     Open Access   (Followers: 10)
Undagi : Jurnal Ilmiah Arsitektur     Open Access  
UOU Scientific Journal     Open Access   (Followers: 6)
URBAN DESIGN International     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Urban Research & Practice     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Vernacular Architecture     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Vitruvian     Open Access  
VITRUVIO : International Journal of Architectural Technology and Sustainability     Open Access  
Vivienda y Ciudad     Open Access  
VLC arquitectura. Research Journal     Open Access  
Winterthur Portfolio     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
ZARCH : Journal of Interdisciplinary Studies in Architecture and Urbanism     Open Access  

  First | 1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Journal Cover
Revista Amazônia Moderna
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2594-7494
Published by Universidade Federal do Tocantins Homepage  [13 journals]
  • O Parque Anauá sob uma análise multifuncional no contexto urbano
           de Boa Vista

    • Authors: Angélica Pereira Triani, Cibele C. A. Paz, Paulina O. Ramalho, Kelly C. R. Oliveira, Kelly C. R. Oliveira
      Pages: 120 - 136
      Abstract: O artigo tem por finalidade destacar as relações que as obras arquitetônicas e o paisagismo do Parque Anauá exercem no contexto atual da capital de Roraima, levando-se em conta as alterações de sua proposta inicial, datada de 1980, que influenciaram em sua presente utilização. Considerado como maior parque urbano da região Norte, o mesmo se sobressai no contexto urbano de Boa Vista por seu conjunto arquitetônico representativo da Arquitetura Moderna roraimense, composto por antigos e novos edifícios de evidente plasticidade, resultantes da integração entre materiais típicos da região, como a madeira acariquara, com o posterior uso do concreto e aço. Ademais, a ênfase e a compreensão dessas obras arrojadas se fazem necessárias para ilustrar o elo que as mesmas formam com a natureza do local, visando revelar sua intrínseca significância na correlação entre os âmbitos sociais, paisagísticos e arquitetônicos. O estudo foi realizado por meio de revisão bibliográfica, registros fotográficos e entrevistas que apontam a expressiva potencialidade do parque para a população boa-vistense. Desse modo, a relevância desse trabalho se faz pelo levantamento de análises sob diversos parâmetros de um dos mais importantes espaços públicos de Roraima.
      PubDate: 2020-02-25
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2020)
       
  • Pela proteção do Museu Integrado de Roraima – MIRR

    • Authors: Editores _
      Pages: 137 - 144
      PubDate: 2020-02-25
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2020)
       
  • AMAZÔNIA MODERNA 4

    • Authors: EDITORES
      Pages: 1 - 140
      Abstract: A REVISTA AMAZÔNIA MODERNA é uma publicação semestral, com a finalidade de divulgar e difundir artigos científicos inéditos e relevantes com pesquisadores de variadas origens sobre a arquitetura na Amazônia. A pretensão da revista é estimular o debate sobre a produção arquitetônica na região por meio de artigos, sem pregar uma corrente regionalista.  O recorte temporal para submissão de publicações é definido pelo término da Belle Époque, período pouco estudado e publicado da arquitetura na Amazônia, mas imperioso na cultura urbana brasileira e latino-americana e com maior expressão da arquitetura brasileira. A revista é realizada pelo Núcleo AMA, formado por vários Grupos de Pesquisa e Laboratórios da Universidades Públicas da Amazônia Legal, que promove o SAMA – Seminário de Arquitetura  Moderna na Amazônia. O acesso à revista é livre e gratuito.
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Expediente

    • Authors: EDITORES
      Pages: 2 - 5
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Sumário

    • Authors: Editores _
      Pages: 6 - 7
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Editorial

    • Pages: 8 - 11
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Requalificação da Orla do Rio Branco, Boa Vista - Roraima

    • Authors: Jefferson Eduardo da Silva Morales, Georgia Patricia da Silva Ferko, Graciete Guerra da Costa
      Pages: 16 - 35
      Abstract: As requalificações dos antigos núcleos urbanos são promulgadas pelo rótulo de promoção de melhorias para as novas utilizações dos elementos existentes, quase sempre direcionadas à indústria do turismo. Na região amazônica, alguns embriões urbanos formaram-se a partir do beira-rio e as requalificações no espaço estão sendo viabilizadas pela gestão pública sob o discurso da preservação da memória e identidade. Objetiva-se compreender o processo de requalificação da orla do Rio Branco a partir da inserção e reutilização dos elementos no espaço e atuação da gestão pública. Parte-se de abordagem crítica. Os procedimentos metodológicos caracterizaram-se pela pesquisa qualitativa exploratória com a observação participante, levantamento documental e bibliográfico. Foram evidenciadas algumas utilizações da orla do Rio Branco a partir da fundação da Fazenda Boa Vista (1830) como porta de acesso para povoamento do assentamento. Identificadas edificações como a Igreja Nossa Senhora do Carmo e Prédio da Intendência, construídas no entorno imediato da margem do rio (1830-1943). Percebe-se que durante a implantação do plano urbanístico, em 1944, o porto fluvial foi denominado pela população de Porto do Cimento, o qual teve grande importância para o desenvolvimento da cidade e região. Com o declínio do Porto, em função da adoção de outros modais, o poder público negligenciou patrimônios históricos que representavam a memória e a identidade locais. As intervenções, tal como a construção do Monumento Orla Taumanan sob a égide da requalificação do núcleo urbano e as estratégias de “modernização” da cidade, impactaram diretamente em “velhos” e “novos” problemas sociais.
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • O Lugar do Centro de Boa Vista

    • Authors: Ayana Dantas de Medeiros, Graciete Guerra da Costa
      Pages: 36 - 53
      Abstract: O centro de Boa Vista abriga história e origens arquitetônicas, sociais e culturais do meio urbano e pas-sou de luxo a lixo com o espraiamento da mancha urbana, a chegada de shoppings centers e o crescimento que tirou de si a virtude que carrega no nome: sua centralidade. Nas grandes cidades os centros vêm man-tendo, muitas vezes, apenas sua função econômica. São marcados por processos de degradação e exclusão social, suas terras perdem valor e tornam-se obsoletos. Porém, na contramão do processo de ocupação do espaço urbano movido pelo interesse próprio e na necessidade de revitalizar espaços que, como o centro, dispõem de boa infraestrutura urbana e localização estratégica, ganham força projetos de revitalização e requalificação em áreas urbanas centrais. Esse artigo trata da proposta de estudar a condição de centro em Boa Vista, tendo em vista a evolução urbana da cidade, que é constantemente transformada pela dinâmica do capital que modifica o espaço e que, com o abandono das autoridades, gera desprezo quanto á sua função social, histórica e cultural. Nesses termos, este trabalho oferece o embasamento teórico que busca proporcionar melhores condições de entendimento do Centro de Boa Vista, capital do estado de Roraima.
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Arquitetos pioneiros na construção do estado de Roraima:
           décadas de 1980 e 1990

    • Authors: Angélica Pereira Triani, Ohana P. Silva, Paulina O. Ramalho
      Pages: 54 - 77
      Abstract: Este artigo tem por objetivo evidenciar a importância dos arquitetos pioneiros de Roraima, que foram responsáveis pela consolidação da estrutura dos órgãos técnicos no surgimento do estado e que contribuíram para a imagem da arquitetura local, entre o final da década de 1980 e ao longo da década de 1990. Inseridos num segundo momento de influxo desenvolvimentista, estes arquitetos se destacaram pela coordenação e autoria de obras modernas que serviram de alicerce infraestrutural e arranque para o desenvolvimento socioeconômico roraimense, especialmente na década de 1990, com destaque às obras arquitetônicas dos edifícios institucionais, que constituiram um conjunto arquitetônico simbólico para a capital. A necessidade desse registro deve-se à escassez de documentação histórica desse período importante, sendo necessário o registro dessas contribuições, cujas fontes foram pesquisas bibliográficas e análises documentais, como entrevistas com os profissionais da época e registros fotográficos. Desse modo, o trabalho visa destacar como se deu o processo da Arquitetura Moderna tardia em Roraima nesse período, assim como o papel dos arquitetos dos órgãos públicos de infraestrutura como precursores na construção e consolidação do, então, novo estado brasileiro.
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Arquitetura Moderna em Roraima: Obras de Severiano Mário Porto

    • Authors: Rayele Silva da Rocha Silva da Rocha, Claudia Helena Campos Nascimento, Neiliany Beatriz Neubert de Melo
      Pages: 78 - 101
      Abstract: A atualização de informações é uma prática necessária ao processo de produção científica e a busca de dados sobre a arquitetura moderna na Amazônia é um universo que ainda está em consolidação. Desta maneira, tem sido promovida a análise de acervos fotográficos e documentais, pesquisas de campo e material bibliográfico disponível, buscando a construção de uma base referencial de informações sobre os registros arquitetônicos do arquiteto Severiano Mário Porto no Estado de Roraima, em especial na sua capital, Boa Vista. A relevância do tema se faz por apresentar a contribuição desse que é denominado o “Arquiteto da Floresta,” e sua inserção no cenário roraimense através de edifícios institucionais, conjuntos habitacionais e um reservatório d’água, cuja implantação estratégica consolida a estrutura governamental no antigo Território. O presente trabalho visa não apenas atualizar dados, mas apresentar grupamentos de projetos, a partir de suas características, materiais e tipologias, identificando a assinatura e o traço da produção de seu escritório, cujas características se inserem na concepção daquela que foi denominada arquitetura bioclimática, na qual a identificação aporta importante elemento documental para a história e geopolítica administrativa no contexto do desenvolvimento da Amazônia e ocupação das fronteiras brasileiras. 
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
  • Projetos para o Parque Anauá, Boa Vista

    • Authors: Claudia Helena Campos Nascimento, Suellen Cristina da Silva Almeida, Cibele Campos Aragão da Paz, Rafaela Cristina Sander, Suellen Cristina da Silva Almeida, Rayresson Rayresson
      Pages: 102 - 119
      Abstract: O Parque Anauá, na cidade de Boa Vista, capital do Estado de Roraima, é estudado a partir das duas propostas apresentadas no Primeiro Concurso Público de Anteprojeto promovido pelo então Governo do Território de Roraima, durante a primeira gestão do governador Ottomar de Sousa Pinto. O anteprojeto vencedor foi assinado pelo arquiteto cearense Otacílio Teixeira Lima Neto, e o segundo lugar pelo escritório de arquitetura DPJ Arquitetos Associados de Belém, sob a responsabilidade dos arquitetos Jorge Derenji, Paulo Cunha Lima e José Freire. Elaborado através de revisão bibliográfica e documental, entrevistas e registros fotográficos, o artigo busca a construção histórica da área do Parque, a comparação das duas propostas através do redesenho e descrição dos projetos e a implantação do projeto vencedor. Este estudo volta-se para a preservação da história de Boa Vista pelo reconhecimento desse espaço, considerado o maior parque urbano da região norte do país, que vem sofrendo pelo seu abandono, além de diversas interferências que comprometem a qualidade arquitetônica do projeto original.
      PubDate: 2019-09-30
      Issue No: Vol. 2, No. 2 (2019)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.201.97.26
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-