A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> MILITARY (Total: 106 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
EsSEX : Revista Científica
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1983-845X
Published by Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Homepage  [9 journals]
  • Editorial

    • Authors: Otavio Augusto Brioschi Soares
      Pages: 5 - 5
      Abstract: Prezados leitores, Muitas novidades acercam a saúde militar nestes dias. A ida da Escola de Saúde do Exército para a guarnição de Salvador e sua fusão para a criação da Escola de Saúde e Formação Complementar do Exército é uma delas. A passagem da gerência acadêmica dos cursos de especialização e de residência médica do PROCAP/Sau para o Hospital Central do Exército é outra, que, com certeza, trará novos desafios e, para isso, algumas ideias, como a de criação de um instituto de saúde, estão sendo aventadas e estudadas. Para este número trazemos o que de melhor produziu a Escola de Saúde no ano de 2021, tanto no curso de especialização quanto no de aperfeiçoamento, e se destacam os artigos de odontologia, parte tão importante da saúde militar, tanto em contextos assistenciais como operacionais. Tempos de mudança trazem consigo algo de insegurança, mas também trazem boas oportunidades de melhoria e inovação. A EsSEx: Revista Científica passará por mudanças no início de 2022, mas esperamos que renasça com todo o vigor e com melhorias que estão sendo buscadas continuamente desde sua reativação em 2019. E que venha 2022! Saúde! Brasil!
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Levantamento epidemiológico de condições bucais em oficiais de saúde
           nas Forças Armadas

    • Authors: Guilherme Fernandes Loures, Mariano Craveiro de Oliveira
      Pages: 7 - 14
      Abstract: Apesar dos avanços técnico-científicos da terapia reabilitadora na Odontologia, a educação em saúde e medidas preventivas ainda são as ferramentas mais valiosas no controle da doença periodontal e cárie dentária. O reconhecimento da saúde coletiva de um determinado grupo, que seja alvo de algum plano assistencial ou medida preventiva, demonstra a previsão dos gastos futuros com tratamentos terapêuticos deste e a eficácia daquele, elucidando a importância dos levantamentos epidemiológicos.  O presente trabalho objetivou analisar, através de perfil epidemiológico coletivo dos alunos do Curso de Formação de Oficiais da Escola de Saúde do Exército do ano de 2021, demandas terapêuticas e medidas de prevenção para evitar afastamentos do ambiente de trabalho desses novos militares. Para isso, foi realizado uma pesquisa aplicada qualitativa estruturada descritiva através de um questionário on line na plataforma google forms. Após o período estabelecido para resposta do questionário, constatou-se que o maior efetivo é de médicos (80,2%) e o menor de médicos veterinários (2,5%). A maioria encontra-se com 31 (17,3%) e 30 anos (16,0%). Os estados do Rio de Janeiro com 23,5% e Minas Gerais com 22,2% lideram entre as naturalidades dos alunos. A odontologia preventiva é a maior necessidade relatada pelos militares, com 55,6% das respostas em relação à autopercepção de necessidade de tratamento odontológico, e principal orientação prévia recebida por profissional da área (42,0%). Diante dessa análise, pode-se concluir que as diversas demandas dos militares serão supridas pelo plano assistencial do Exército, 75,3% dos entrevistados tem interesse no atendimento pelo FUSEX e, provavelmente no próximo ano, seja na modalidade terapêutica ou atividade educacional. Consequentemente, trará custos e afastamento temporário de alguns militares em específico.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Tecnologia para a assistência à saúde odontológica no
           Exército Brasileiro

    • Authors: Felipe Guimarães Neves, Lívia Silva Nucci, Ariany Antunes Freitas Martins
      Pages: 15 - 23
      Abstract: O serviço de saúde do Exército promove anualmente mais de 5 milhões de atendimentos tendo em vista o seu grande contingente de beneficiários. Por se tratar de uma Instituição de caráter permanente e regular, o Exército possui valores essenciais, como o aprimoramento técnico-profissional de seu corpo clínico e tem como principal objetivo a atualização profissional e, consequentemente, a manutenção de um atendimento de excelência à família militar e a população brasileira em geral nas mais diversas regiões do País. Em um contexto contemporâneo em que a evolução digital ocasiona uma diversidade de novas tecnologias, técnicas e materiais, principalmente na área odontológica, suas vantagens prometem verdadeiras revoluções no atendimento clínico tanto para o cirurgião-dentista quanto para o paciente. Evidencia-se dentre os principais recursos tecnológicos, atualmente, o uso da tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC), da microscopia eletrônica, do ultrassom e da instrumentação mecanizada. Assim, no presente trabalho, destacam- se os inúmeros benefícios do investimento nessas novas tecnologias para a Odontologia no serviço de saúde do Exército Brasileiro, o que reflete diretamente na gestão do sistema como um todo.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • O desdobramento de uma unidade móvel odontológica

    • Authors: Joyce Cristina Chevi da Rocha, Mariano Craveiro de Oliveira
      Pages: 24 - 31
      Abstract: Unidades móveis odontológicas são consultórios odontológicos estruturados em veículos adaptados e equipados para o desenvolvimento de ações de atenção bucal, ofertando serviços odontológicos para populações de locais que apresentam maior dificuldade de acesso aos serviços de saúde. Para que a complexidade exigida de alguns procedimentos seja atendida e para que seja aumentado o número de atendimentos, a aquisição de uma Unidade móvel odontológica pelo Exército Brasileiro seria de muito valia, pois além de aumentar o número de atendimentos odontológicos em exercícios de campanha e dar condições de realizar procedimentos complexos, o atendimento seria menos oneroso à União e com maior capacidade operacional. Sendo assim, o objetivo deste trabalho visa identificar e descrever os procedimentos realizados dentro da Unidade móvel odontológica, criar uma lista destes procedimentos e apontar os atendimentos mais comuns. Foi realizada uma revisão de literatura de artigos, portarias que regulamentam os exercícios de campanha e dados estatísticos fornecidos pela Diretoria de Saúde da Aeronáutica. Foi possível concluir que as Unidades móveis odontológicas são instrumentos de grande valia para o atendimento em áreas remotas, possibilitando levar tratamento e prevenção.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Abuso sexual contra mulheres militares: revisão de literatura

    • Authors: Camila Pereira da Silva Queiroz, Miriam Kemper
      Pages: 32 - 41
      Abstract: O presente trabalho aborda o abuso sexual contra mulheres militares, a partir da inserção do segmento feminino na carreira militar. As mulheres integram crescente e importante parcela nas Forças Armadas Brasileiras, o que reflete um processo de transformação mundial da condição feminina ocorrida a partir do século XX. No Brasil, a incorporação de mulheres ainda é historicamente muito recente, o que faz com que a literatura nacional não demonstre dados oficiais sobre o cenário abordado. A grande maioria das produções científicas que analisa a participação feminina no meio militar é estrangeira, destacando-se a literatura americana, tendo-se em vista que o engajamento feminino nos Estados Unidos é maior e mais antigo. Os estudos ressaltam que crimes contra a dignidade sexual são experiências comuns vividas pelo segmento feminino, embora as taxas variem de acordo com a metodologia empregada, sendo a prevalência média de 34,8% entre mulheres militares. A literatura identifica características consideradas fatores de risco para a ocorrência da violência sexual, destacando-se: idade de incorporação muito jovem, histórico de abuso sexual na infância e uso abusivo de álcool. As pesquisas também apontam as consequências para a saúde mental e física, tais como: o desenvolvimento de estresse pós-traumático, depressão, suicídio, dor pélvica crônica, queixas osteomusculares, obesidade e aumento do risco cardiovascular. Assim, diante das informações apresentadas, o presente trabalho ressalta a importância da criação de medidas preventivas e educacionais entre militares, identificando fatores de risco e tratando as consequências, a fim de evitar um problema que já se tornou endêmico em outros países.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Auditoria de processos como ferramenta de aprimoramento dos serviços de
           auditoria em saúde do Exército

    • Authors: Ingrid Souza Reis Santos, Claudio Russio de Oliveira
      Pages: 43 - 52
      Abstract: A auditoria de processos atualmente é um tema de relevância crescente na literatura. Nos serviços de auditoria em saúde do Exército Brasileiro (EB) a auditoria é uma atividade da Organização Militar de Saúde (OMS) que, tem por objetivo, dentre outros, otimizar os recursos financeiros, aumentar o desempenho dos serviços, melhorar os processos operacionais do hospital e principalmente aumentar o nível de satisfação do cliente. Sendo, por conseguinte, útil a possibilidade de aprimoramento dos serviços para maior eficiência. Desta forma, visando aprimorar os serviços e práticas em saúde, são necessários estudos que aliem a auditoria de processos aos serviços de saúde. Este trabalho tem como finalidade apresentar a aplicação e benefícios da auditoria de processos nas organizações/empresas, e analisar sua aplicabilidade e benefícios nos serviços de auditoria em saúde em Organizações Militares (OM). Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica, tendo por fonte consulta de livros, artigos e publicações eletrônicas sobre o assunto analisado, limitando-se às publicações no período de 2006-2021. A auditoria de processos é um tipo de auditoria de qualidade e se constrói a partir de uma análise sistemática e independente das atividades que compõem os processos de trabalho. Dividida em três etapas, planejamento, execução e acompanhamento, é uma colaboradora contínua da melhoria dos processos e consequentemente da qualidade, não sendo apenas uma ferramenta de detecção de falhas, mas também, quando executada em sua perfeita conformidade, vai além de uma metodologia reativa. Com vistas a evolução e melhoria da gestão, o Exército Brasileiro, nos últimos anos têm se esforçado para modernização do setor de auditoria em saúde e fiscalização. A implantação da auditoria de processos no sistema de auditoria de saúde do exército pode acarretar em diversos benefícios ao sistema. Como uma importante ferramenta de aprimoramento para algo já existente, a auditoria de processos agrega valor ao que já é auditado por meio da identificação das características do processo, exigindo o rigoroso seguimento do que é previsto e proporcionando desta forma mais qualidade ao produto final. Evitando a continuidade das falhas e inibindo o surgimento de outros erros que afetem o produto final que chega ao usuário, favorece uma maior qualidade na assistência prestada, com menos custos e maior produtividade tanto no setor de auditoria quanto nos setores auditados a partir do processo.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Gestão de medicamentos utilizados no processo de intubação durante a
           pandemia de COVID-19 no Hospital Central do Exército (HCE-RJ)

    • Authors: Laura Bedin Denardi, Eduardo Nascimento de Azevedo
      Pages: 53 - 63
      Abstract: Durante a pandemia do COVID-19 os hospitais começaram a ser utilizados além da capacidade. Da mesma forma, os serviços de farmácia foram muito mais requisitados, com períodos de muita instabilidade e modificações de protocolos clínicos, frequentemente. Assim, o controle e a aquisição de medicamentos se tornaram um desafio muito grande nas farmácias hospitalares, havendo a necessidade de um gerenciamento muito mais rigoroso a fim de garantir a disponibilidade dos medicamentos necessários ao tratamento da COVID-19. Neste contexto, esse trabalho objetivou analisar as aquisições de medicamentos utilizados no processo de intubação endotraqueal pela farmácia hospitalar do Hospital Central do Exército (HCE-RJ) no ano de 2019 (antes da pandemia) e durante/pós pandemia da COVID-19 realizando um comparativo nas aquisições entre esses períodos e buscando contextualizar os dados encontrados com a situação da pandemia. De forma geral foi possível observar que muitos medicamentos utilizados como anestésicos, analgésicos e sedativos tiveram um aumento significativo de intenção de compra em 2020/2021 comparado ao ano anterior (2019). Alguns medicamentos que foram pedidos em pregões não foram de fato adquiridos na quantidade solicitada, sugerindo que a sua falta no mercado provavelmente levou a essa situação. Concluiu-se com essa pesquisa que a pandemia fez com que a farmácia do HCE concentrasse seus esforços na aquisição de medicamentos utilizados nos pacientes que necessitaram de intubação, realizando mudanças no gerenciamento e tendo que se adaptar a essa situação extraordinária de forma rápida e eficaz para garantir o tratamento adequado aos seus pacientes.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Inaptidão sorológica dos doadores de sangue do Instituto de
           Biologia do Exército

    • Authors: Betania Amim Rubim, Claudia de Andrade Medeiros
      Pages: 64 - 77
      Abstract: Introdução: A transfusão de sangue salva milhares de vidas no mundo inteiro. Entretanto, para adquirir uma bolsa de sangue é necessário que o candidato à doação seja submetido a um questionário, a triagem clínica e hematológica, para posterior coleta da unidade de sangue. Nesta coleta são extraídas amostras de sangue visando realização de testes sorológicos para HIV, HBV, HCV, HTLV, sífilis e doença de Chagas. Objetivos: Identificar o perfil epidemiológico dos doadores de sangue do Instituto de Biologia do Exército (IBEx).  Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo e com abordagem quantitativa, sendo utilizado para coleta de dados o sistema HEMOVIDA. Foram avaliadas 14.732 bolsas coletadas no IBEx, no período de 2015 a 2020. Para a análise dos dados, elaborou tabelas e gráficos com valores absolutos e percentuais. Resultados: Verificou-se 92,96% doadores aptos na triagem sorológica e 7,03% inaptos, sendo a reatividade para sífilis representando 50,04% de inaptidão sorológica, 25,16% para o Anti-HBc, 8% para doença de Chagas, 7,13% para HIV, 4,33% para HTLV, 2,98% para HbsAg e 2,31% para Anti-HCV. Os dados encontrados foram comparados com os obtidos pela Hemorrede Estadual do Estado do Rio de Janeiro. Observando o perfil epidemiológico dos doadores de sangue do IBEx é fundamental implantar campanhas contínuas de educação sexual com o intuito de melhorar a qualidade do sangue oferecido à família militar, bem como, minimizar o descarte do sangue. Conclusão: O presente estudo demonstrou um índice alto de inaptidão sorológica sendo necessário a conscientização para o ato de doação de sangue baseada em campanhas que estimulem os indivíduos a respeito das condições indispensáveis, promovendo desta forma, a diminuição da inaptidão de doadores.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • Prevenção de complicações infecciosas em lesões traumáticas
           relacionadas ao campo de batalha

    • Authors: Rodrigo Fernandes de Freitas, Flávio Roberto Campos Maia
      Pages: 78 - 90
      Abstract: As lesões traumáticas relacionadas ao campo de batalha encontram-se presentes desde os primórdios dos conflitos de guerra. Entretanto, o avanço tecnológico e, sobretudo a melhora da qualidade dos serviços de saúde prestados no teatro de operações, permitiram que os ferimentos outrora fatais, pudessem ser conduzidos de forma a manter o paciente estável até a evacuação às Unidades de Saúde presentes na retaguarda. Diante da complexidade e extensão dos ferimentos traumáticos relacionados ao campo de batalha, muitas vezes associados à grande perda de tecidos e exposição óssea, as complicações infecciosas acabam por tornar-se uma das complicações de maior prevalência. Este trabalho visa revisar as principais recomendações presentes na literatura, de forma a criar diretrizes que permitam o manejo adequado destas complicações infecciosas, desde o atendimento local, ainda na zona de guerra, até sua evacuação para as unidades terciárias de saúde. 
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • A Missão Médica Militar na Primeira Guerra Mundial

    • Authors: Gabriel Ferreira Cid, Gabriel Lobo Ferreira
      Pages: 91 - 103
      Abstract: Durante os anos de 1914 e 1918, ocorreu o conflito global conhecido como Grande Guerra ou Primeira Guerra Mundial. Em virtude do bloqueio naval, da campanha submarina contra as nações neutras e o posterior ataque aos navios brasileiros pelo governo alemão, o Brasil declarou guerra aos Impérios Centrais, sendo o único país sul-americano a fazer parte do confronto. A entrada do país se deu em 1918, com ênfase para a participação através do envio à França, de uma missão médica. A Missão Médica Militar talvez tenha sido a maior contribuição do Brasil no conflito, possuindo como principais finalidades a fundação e a mobilização de um hospital na cidade de Paris. O Hospital Franco-Brasileiro foi de fundamental importância, uma vez que prestou apoio aos serviços de saúde aliados, atuando com grande destaque na assistência aos feridos no combate e aos pacientes acometidos pela epidemia de gripe espanhola.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
  • O Serviço de Saúde no contexto da Segunda Guerra Mundial

    • Authors: Daniele Corrêa de Freitas Zernow, Fernanda Vieira Costa Orlandini, Otavio Augusto Brioschi Soares
      Pages: 104 - 115
      Abstract: O presente trabalho objetivou compreender a atuação do serviço de saúde militar durante a Segunda Guerra Mundial, realizando uma reflexão histórica inicial da formação do serviço de saúde militar no Brasil e seu desenvolvimento até a estruturação do Batalhão de Saúde da Força Expedicionária Brasileira. Além disso, busca descrever a atuação do serviço de saúde durante o conflito no teatro de operações do mediterrâneo, sucedendo ao final uma reflexão sobre os aprendizados que o serviço de saúde, em especial dos avanços da medicina no pós Segunda Guerra Mundial. Para tanto foi utilizado o método da pesquisa bibliográfica, através do referencial histórico acerca das duas grandes guerras mundiais. Assim, por meio do presente trabalho espera-se contribuir para o registro e entendimento dos aspectos do serviço de saúde, ressaltando sua importância como corpo auxiliar nas atividades operacionais do Exército Brasileiro.
      PubDate: 2022-03-25
      Issue No: Vol. 4, No. 7 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.200.137.63
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-