A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> ANTHROPOLOGY (Total: 398 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
  • EDITORIAL

    • Authors: Sibeli Aparecida Viana
      Pages: 157 - 158
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.12188
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • INTRODUÇÃO AO DOSSIÊ TEMÁTICO SOBRE A ARQUEOLOGIA DA
           GUERRA E DA VIOLÊNCIA

    • Authors: Fernanda Neubauer, Nam C. Kim
      Pages: 159 - 162
      Abstract: Título em inglês: INTRODUCTION TO THE VOLUME ON THE ARCHAEOLOGY OF VIOLENCE AND WARFARE
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.12174
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • ‘AS FLORES DO MAL’: ARQUEOLOGIA DAS ESTRUTURAS DA VIOLÊNCIA POLÍTICA
           DA DITADURA, O CASO DO DOPS/MG

    • Authors: Caroline Murta Lemos, Denise Neves Batista Costa, Andrés Zarankin
      Pages: 163 - 188
      Abstract: Nas últimas décadas começaram a se consolidar linhas de pesquisa associadas ao que pode ser entendido como Arqueologia Contemporânea. Entre essas, talvez uma das que mais visibilidade e impacto tiveram foi a chamada Arqueologia da Repressão e da Resistência, campo de pesquisa que ainda possui barreiras político-acadêmicas para ultrapassar. Uma delas foi superada ano passado, quando, pela primeira vez, foram implementadas intervenções arqueológicas em um centro de detenção da ditadura civil-militar brasileira com o objetivo de estudar suas materialidades e as experiências cotidianas a elas relacionadas. Essa pesquisa arqueológica teve um caráter diagnóstico e foi realizada no DOPS/MG para subsidiar a futura criação do Memorial de Direitos Humanos no local. Nesse texto serão apresentadas as atividades desenvolvidas durante esse trabalho que, além de pioneiro, tem como objeto de estudo um importante órgão repressivo da ditadura civil-militar em Minas Gerais.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9252
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • TUPINAMBÁ PRACTICES OF VIOLENCE, WARFARE, AND CANNIBALISM IN SIXTEENTH
           CENTURY BRAZIL THROUGH ETHNOHISTORY AND ARCHAEOLOGY

    • Authors: Fernanda Neubauer, Nam C. Kim
      Pages: 189 - 213
      Abstract: The Tupinambá were sedentary agriculturalists inhabiting the Eastern Coast of Brazil. Sixteenth-century European explorer accounts offer rich details of Tupinambá life and warfare practices, suggesting the presence of a highly organized violence and warfare system embedded in their daily practices, animistic and cosmological beliefs, celebrations, cannibalism, and in their ideals of honor, prestige, and revenge. Building on ethnohistoric information, this article discusses the potential to further understanding of Tupinambá warfare practices through study of material culture signatures. Because archaeological studies on Tupinambá warfare are sparse, we attempt to correlate the ethnohistoric information with the types of objects and features archaeologists could reasonably expect to recover, should the accounts be accurate and the materials preserved. We argue that by using such analogies as a starting point, future researchers will be able to better test their hypotheses against the archaeological record in efforts to augment knowledge about Tupinambá lifeways.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9092
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • ATRÁS DAS CORTINAS: O FORTE PRÍNCIPE DA BEIRA E O SISTEMA ECONÔMICO DO
           SECRETO PLANO DE COMÉRCIO NA AMAZÔNIA

    • Authors: Louise Cardoso de Mello
      Pages: 214 - 238
      Abstract: Este artigo apresenta um estudo sobre o registro arqueológico do Forte Príncipe da Beira, uma fortificação do último quartel do século XVIII situada às margens do rio Guaporé na atual região fronteiriça entre a Amazônia brasileira e boliviana (em Rondônia). Ao se concentrar nas décadas iniciais da fortificação, período definido pela historiografia como de ‘paz armada’, o presente artigo enfoca na origem e importância comercial do Forte Príncipe da Beira enquanto feitoria, e em seu processo de construção a partir do trabalho de africanos escravizados na(s) canteira(s). Parte de uma pesquisa de doutorado em andamento, este estudo propõe um novo entendimento da distribuição interna dos edifícios da fortaleza referentes aos armazéns e produz insumos para compreender sua conexão com o sítio denominado Labirinto, não só contribuindo ao avanço do conhecimento sobre a fortificação, mas também atestando o protagonismo comunitário dos quilombolas do Forte Príncipe da Beira para sua produção.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.12092
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • VIOLÊNCIA, MORTE E PRIMITIVISMO: CONCEITOS E INTERPRETAÇÕES DA
           ARQUEOLOGIA NO SÉCULO XIX

    • Authors: Daniel Carvalho
      Pages: 239 - 254
      Abstract: Este artigo procura trabalhar três ideias distintas da Arqueologia no século XIX que se cruzam entre si: a violência, a morte e o primitivismo. Se os conceitos em Arqueologia se transformam e moldam-se de acordo com fatores externos à disciplina, é através de uma análise a estas ideias num período basilar de formação da Arqueologia como Ciência que é possível construir uma narrativa mais concreta sobre estes conceitos. Através de um caso de estudo concreto, pretende-se explorar este fenómeno, visando alargar estas abordagens para outros conceitos e ideias, reforçando a perspetiva da importância de debater o modo de como os arqueólogos pensam e trabalham, no tempo, contexto e sociedade em que se inserem.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9117
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • A HERANÇA DE MARTE: NOVAS ABORDAGENS METODOLÓGICAS ACERCA DA ARQUEOLOGIA
           DA GUERRA EM PERNAMBUCO-BRASIL

    • Authors: Izabela Pereira de Lima, Lucas Alves da Rocha, Henry Sócrates Lavalle Sullasi, Carolina Pereira da Silva, Clara Diana Figueirôa Santos
      Pages: 255 - 275
      Abstract: A cada ano, mais e mais pesquisadores vêm se interessando pela guerra no contexto arqueológico, principalmente dentro do Brasil, partindo de estudos ligados a pinturas rupestres até naufrágios e pontos estratégicos da segunda guerra mundial no litoral brasileiro. Porém, a proposta deste trabalho é trazer com base nas pesquisas realizadas em especial em Pernambuco, um panorama acerca dos estudos da arqueologia da guerra no Nordeste do Brasil, com enfoque em sítios arqueológicos dos séculos XVI ao XVIII. Não só será apontado os estudos, como novas metodologias, reflexões acerca do tema como novos horizontes para os interessados no estudo no Brasil e até mesmo fora dele.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9119
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • ARQUEOLOGIA DO PEABIRU: ENTRELAÇANDO CAMINHOS E CONFLITOS

    • Authors: Cláudia Ines Parellada
      Pages: 276 - 301
      Abstract: No sul da América do Sul foram descritos, desde o século XVI, vários caminhos originários, como o Peabiru, que promoveram redes de sociabilidades e conflitos entre povos indígenas e conquistadores de outros continentes, abrangendo diferentes tempos e etnicidades. Possibilitaram alianças e guerras, entrelaçando pessoas, espaços sagrados e profanos, oceanos, rios, aldeias, roças, vilas, missões religiosas, onde as relações podiam se expressar com muita violência. Conhecer as principais rotas e trilhas através das populações nativas configurou-se em elemento estratégico, ampliando o saque, a destruição, a cobiça de novos territórios e de riquezas minerais. No sistema de caminhos do Peabiru, no Guairá, nos séculos XVI e XVII, na área do atual Paraná, sul do Brasil, aconteceram vários conflitos, e a atual implementação de turismo e ações de educação patrimonial associadas a trilhas pode tornar esses locais como pontes de ressignificação do passado colonial, e de valorização dos povos indígenas e comunidades tradicionais.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9178
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • WARFARE ARCHAEOLOGY IN BRAZILIAN PREHISTORY: AN OVERVIEW

    • Authors: Jaisson Teixeira Lino, Jaciara Andrade Silva, Elaine Alves de Santana, Pedro Paulo Abreu Funari, Elisana Reis da Silva
      Pages: 302 - 326
      Abstract: O artigo propõe apresentar e discutir alguns aspectos envolvendo evidências materiais de guerras e conflitos na pré-história do Brasil. O objetivo é apresentar um quadro, mesmo que parcial, de como atos de violência podem ser observados na cultura material, realizando-se um estado da arte do tema, e propondo perspectivas para o tema e o período propostos. Se optou por realizar-se uma metodologia transdisciplinar, onde, além da arqueologia, dados históricos e antropológicos contribuem para se refletir sobre o passado pré-colonial brasileiro e as marcas de conflitos deixadas nos registros do passado dos povos indígenas.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.9120
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • A REVIEW OF MY BOOKS ON HIGH ALTITUDE ARCHAEOLOGY: RETHINKING RITUAL
           VIOLENCE AND SACRIFICES IN THE ANDES

    • Authors: Maria Constanza Ceruti
      Pages: 327 - 343
      Abstract: Como a primeira mulher arqueóloga de grandes altitudes, fiz contribuições pioneiras ao estudo da violência dos rituais nos antigos Andes. Explorei cem picos e realizei escavações codirigidas no local mais alto do mundo. A descoberta inesperada de múmias congeladas no monte Llullaillaco (6.739 m) me confrontou com a necessidade de estudar o sacrifício de crianças antigas a partir de uma perspectiva interdisciplinar. O papel da violência (ritual e simbólica) desempenha um papel significativo na compreensão da civilização Inca, uma vez que sacrifícios humanos eram executados no topo de montanhas sagradas para a população local como uma estratégia para legitimar o controle dos territórios das comunidades andinas. Neste artigo, apresento uma visão geral dos numerosos livros que escrevi sobre arqueologia de altitude, estudos de múmias e antropologia da peregrinação nos altos Andes, e reflito sobre a importância da arqueologia no estudo da violência do passado e do presente.
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.12145
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
  • DO « CONCEITO LEVALLOIS » AO « EQUILÍBRIO LEVALLOIS », E ALÉM.
           Resenha e comentários sobre o livro « Le phénomène technique en
           Préhistoire. Une réflexion épistémologique à partir et autour du
           Levallois » por E. Boëda

    • Authors: Antonio Pérez-Balarezo
      Pages: 344 - 347
      PubDate: 2022-03-04
      DOI: 10.18224/hab.v19i2.12075
      Issue No: Vol. 19, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 100.24.118.144
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-