A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> GEOGRAPHY (Total: 493 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
  • APRESENTAÇÃO, FICHA CATALOGRÁFICA, CONSELHO EDITORIAL E
           CONSELHO CIENTÍFICO

    • Authors: José Leandro Conceicao
      PubDate: 2021-06-04
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E DO BRASIL AFRICANO NO LIVRO
           DIDÁTICO DE GEOGRAFIA “EXPEDIÇÕES GEOGRÁFICAS 7º ANO”

    • Authors: Ramon Silva R Almeida
      Abstract: Este trabalho se propõe a analisar o livro Expedições Geográficas, destinado a estudantes do 7º ano do Ensino Fundamental. É importante levar em conta que os livros didáticos são instrumentos de papel relevante no processo de ensino-aprendizagem e, portanto, carecem de atenção, cuidado e criticidade em sua formulação. Independente da didática e ensinagem dos professores, o livro didático é um importante aliado e pode direcionar a condução dos conteúdos trabalhados e das reflexões colocadas em discussão nas salas de aula e podem ser as únicas fontes de consulta, leitura e estudo dos estudantes.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38354
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DO LIVRO EXPEDIÇÕES GEOGRÁFICAS DO 8ºANO: A AUSÊNCIA E
           SUPERFICIALIDADE DAS REPRESENTAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS DA RELAÇÃO
           ÁFRICA-BRASIL

    • Authors: Bruna Alves Lorena Silva
      Abstract: Os livros didáticos são um dos instrumentos pedagógicos essenciais no cenário escolar, auxiliam na prática docente e exercem influência no conteúdo a ser transmitido aos alunos. Nele é possível obter informações e conceitos essenciais que conduzem o processo de ensino e aprendizagem para a construção de novos conhecimentos dos alunos para com a realidade à sua volta. O artigo objetiva analisar o livro “Expedições Geográficas” do 8° ano, enfocando na ausência e superficialidade das representações étnico-raciais das relações África-Brasil. No contexto do ensino da geografia, as possibilidades da ciência em ampliar o olhar espacial é de suma importância para interpretar as formações existentes da representação étnico-racial das relações África-Brasil. Os conteúdos foram analisados a partir da investigação da eficiência da Lei 10639/03 que estabelece diretrizes e bases da educação nacional acerca da "História e Cultura Afro-Brasileira" e a aplicabilidade em conjunto do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Os resultados obtidos revelam a falta de detalhamento e explicações dos conteúdos que tratam das relações do Brasil Africano Contemporâneo, o que dificulta a visão e compreensão dos complexos sobre a dimensão espacial dele.  A análise do livro demonstra um conteúdo destinado ao continente africano exposto de maneira meramente descritiva, o que minimiza a realidade aos estereótipos, aumentando o imaginário negativo sobre seu território, cultura, economia e suas relações com o Brasil. A normalidade em se ter um ensino hegemônico eurocêntrico e colonial camufla processos complexos para compreender com profundidade a Geografia Brasileira, sendo percetível que tais conteúdos retroalimentam racismos, discriminações e mais preconceitos.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38355
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DA ABORDAGEM DIDÁTICA DA CULTURA AFRICANA E AFROBRASILEIRA NO
           LIVRO GEOGRAFIA ESPAÇO E VIVÊNCIA - 8º ANO

    • Authors: William José Carvalho Filho
      Abstract: Um país com uma matriz étnico-cultural tão rica quanto a do Brasil é difícil de se encontrar. Seja pela heterogeneidade de sua formação, tanto em suas origens quanto no intervalo de tempo compreendido, a cultura e identidade brasileiras são resultado de uma fermentação e amadurecimentos de inúmeras etnias africanas, culturas indígenas e costumes europeus. Sendo assim, este artigo propõe a realização de análise crítica de um livro didático, destinado a estudantes do 8º ano do Ensino Fundamental, a partir das presenças ou ausências do conteúdo de Geografia e cultura afro-brasileiras. Para tal, é necessário que se analise qualitativamente o material didático ao qual o sistema de ensino está sendo submetido, verificando se ele cumpre tanto a lei 10.639/2003 quanto se instrumentaliza o estudante para o desenvolvimento das habilidades estabelecidas na BNCC. Como o volume traz uma abordagem em escala global, não necessariamente foca nos aspectos constitucionais da população e território brasileiros, embora tal discussão seja levantada em atividades a serem desenvolvidas.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38356
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DAS QUESTÕES ÉTNICO-RACIAIS DO LIVRO DIDÁTICO “GEOGRAFIA
           GERAL E DO BRASIL: ESPAÇO GEOGRÁFICO E GLOBALIZAÇÃO”

    • Authors: Manuela Castro Costa Netto
      Abstract: O objetivo deste trabalho é analisar criticamente  o livro didático Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização, 5ª edição, publicado em 2012, por Eustáquio de Sene e João Carlos Moreira, a fim de pensar de qual forma a população afro-brasileira é retratada no material, e sobre as consequências da falta de conteúdo sobre as matrizes de origem africana no ensino sobre o Brasil contemporâneo, mesmo com todo o impacto que essas têm na formação da cultura e da sociedade brasileira. Tendo em perspectiva a Lei no 10.639, de 2003, que estabelece a obrigatoriedade de incluir no currículo oficial da rede de ensino a temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”, questionamos a forma que a história do país é contada sem explicar a relação entre a história escravista do nosso continente com a situação atual de desigualdade econômica, social e política da população negra brasileira.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38357
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • GEOGRAFIA AFRICANA E AFROBRASILEIRA ANÁLISE DE LIVRO DIDÁTICO GEOGRAFIA
           GERAL E DO BRASIL: VOLUME ÚNICO

    • Authors: Agnes Cardoso Magalhães
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo propor uma análise a materiais didáticos utilizados em escolas públicas e privadas, especificamente o livro “Geografia Geral e do Brasil: Volume Único”, de Eustáquio de Sene e João Carlos Moreira, e definir sua completude ou carência no que diz respeito à abordagem das matrizes afro-brasileiras, e, por consequência, os limites de sua adequação à Lei 10.639/2003, que torna obrigatório o ensino de cultura e história africana e afro-brasileira no currículo educacional brasileiro.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38358
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DA ABORDAGEM AFROBRASILEIRA NO LIVRO DIDÁTICO “GEOGRAFIA: O
           MUNDO EM TRANSIÇÃO”

    • Authors: Ana Beatriz Heinzelmann Machado
      Abstract: As questões geográficas afro-brasileiras demandam à atenção da sociedade perante a ressignificação de determinados estereótipos e discriminações. Os preconceitos são oriundos de uma estrutura racista dominante que assola os mais diversos âmbitos sociais e que persiste em tornar invisível um Brasil formado em grande parte pelas referências africanas. O racismo como uma ideologia em um sistema de dominantes estimula que as diferenças e as diversidades, as quais deveriam ser consideradas riquezas, sejam interpretadas pejorativamente, dando base a argumentos de dominação e estigmas de superioridade. Nesse contexto, o papel da educação, mais uma vez, faz-se necessário. A partir da análise de um livro didático destinado ao Ensino Médio, foram observados alguns pormenores que dizem respeito à maneira que o grupo afrodescendente é abordado, às contextualizações que são realizadas e à permanência de estigmas e visões deturpadas, ou puramente incompletas, acerca das matrizes africanas no ambiente escolar, bem como os aspectos que, mediante tal fato, devem ser repensados.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38359
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
  • ANÁLISE DAS ABORDAGENS EM RELAÇÃO À CULTURA E HISTÓRIA AFRICANA E
           AFROBRASILEIRA EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO MÉDIO

    • Authors: Marcelo Luiz Rodrigues Lucas Souza
      Abstract: Quatro livros foram analisados, sendo 3 deles da mesma franquia e então, muitas vezes durante o artigo, eles foram tratados com um só. Os livros didáticos costumam utilizar diversos conceitos geográficos, às vezes de origens distintas, mas que se assemelham em algum ponto, também costumam utilizar diversas correntes geográficas pois os autores acham que a variabilidade complementa o aprendizado. Conforme a análise, foi possível chegar à conclusão que talvez os livros precisem de uma certa uniformização da linhagem de pensamento e de mudança em alguns pontos, principalmente quando se trata de assuntos relacionados à África e à realidade afro-brasileira. A sugestão inicial é seguir o pensamento do geógrafo Raffestin pois julgo que sua forma de pensar território tira o poder da mão das elites brancas e do Estado racista e coloca ele nas mãos de todos.
      PubDate: 2021-06-04
      DOI: 10.26512/ciga.v11i2.38360
      Issue No: Vol. 11, No. 2 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.210.77.106
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-