A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  First | 1 2 3        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> GEOGRAPHY (Total: 493 journals)
Showing 401 - 277 of 277 Journals sorted alphabetically
Revista de Geografia (Recife)     Open Access  
Revista de Geografia e Ordenamento do Território     Open Access  
Revista de Geografía Norte Grande     Open Access   (Followers: 1)
Revista de la Asociacion Geologica Argentina     Open Access  
Revista de Teledetección     Open Access  
Revista del Museo de La Plata     Open Access  
Revista do Instituto de Estudos Brasileiros     Open Access  
Revista Eletrônica : Tempo - Técnica - Território / Eletronic Magazine : Time - Technique - Territory     Open Access  
Revista Espinhaço     Open Access  
Revista Estudios Hemisféricos y Polares     Open Access  
Revista Geama     Open Access  
Revista Geoaraguaia     Open Access  
Revista Geográfica de América Central     Open Access  
Revista Geonorte     Open Access  
Revista Interamericana de Ambiente y Turismo     Open Access  
Revista Intercontinental de Gestão Desportiva     Open Access  
Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana     Open Access  
Revista Latinoamericana de Antropología del Trabajo     Open Access  
Revista Tamoios     Open Access  
Revista Tocantinense de Geografia     Open Access  
Revista Universitaria de Geografía     Open Access  
Revista Uruguaya de Antropología y Etnografía     Open Access  
Revue archéologique du Centre de la France     Open Access   (Followers: 1)
Revue de géographie historique     Open Access   (Followers: 1)
RIEM : Revista Internacional de Estudios Migratorios     Open Access  
Rocznik Toruński     Open Access  
Rural & Urbano     Open Access  
San Francisco Estuary and Watershed Science     Open Access  
Sasdaya : Gadjah Mada Journal of Humanities     Open Access  
Saúde e Meio Ambiente : Revista Interdisciplinar     Open Access  
Scandinavistica Vilnensis     Open Access  
Scientific Annals of Stefan cel Mare University of Suceava. Geography Series     Open Access  
Scottish Geographical Journal     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Scripta Nova : Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales     Open Access  
Sémata : Ciencias Sociais e Humanidades     Full-text available via subscription  
Seoul Journal of Korean Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Singapore Journal of Tropical Geography     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Social Dynamics: A journal of African studies     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Social Geography Discussions (SGD)     Open Access   (Followers: 7)
Sociedade & Natureza     Open Access  
South African Geographical Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
South African Journal of Geomatics     Open Access   (Followers: 2)
South Asian Diaspora     Hybrid Journal   (Followers: 3)
South Australian Geographical Journal     Open Access  
Southeastern Europe     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Southeastern Geographer     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Southern African Journal of Environmental Education     Open Access  
Sport i Turystyka : Środkowoeuropejskie Czasopismo Naukowe     Open Access  
Sriwijaya Journal of Environment     Open Access  
Standort - Zeitschrift für angewandte Geographie     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Studia Universitatis Babes-Bolyai, Geologia     Open Access  
Studies in African Languages and Cultures     Open Access   (Followers: 1)
Technology and Technique of Typography     Open Access  
Tectonics     Full-text available via subscription   (Followers: 15)
Terra     Open Access  
Terra Brasilis     Open Access  
Terrae Incognitae     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Territoire en Mouvement     Open Access  
The Canadian Geographer/le Geographe Canadien     Hybrid Journal   (Followers: 8)
The Geographic Base     Open Access   (Followers: 9)
The Geographical Journal     Hybrid Journal   (Followers: 17)
The South Asianist     Open Access   (Followers: 2)
Third Pole: Journal of Geography Education     Open Access  
Tidsskrift for Kortlægning og Arealforvaltning     Open Access  
Tiempo y Espacio     Open Access  
TRaNS : Trans-Regional-and-National Studies of Southeast Asia     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Transactions of the Institute of British Geographers     Hybrid Journal   (Followers: 28)
Transmodernity : Journal of Peripheral Cultural Production of the Luso-Hispanic World     Open Access   (Followers: 4)
Treballs de la Societat Catalana de Geografia     Open Access  
TRIM. Tordesillas : Revista de investigación multidisciplinar     Open Access  
Turystyka Kulturowa     Open Access  
UD y la Geomática     Open Access  
UNM Geographic Journal     Open Access   (Followers: 1)
Urban Climate     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Urban Geography     Hybrid Journal   (Followers: 36)
Urban History Review / Revue d'histoire urbaine     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Urban Research & Practice     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Vegueta : Anuario de la Facultad de Geografía e Historia     Open Access  
Visión Antataura     Open Access   (Followers: 6)
Water International     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Watershed Ecology and the Environment     Open Access  
Wellbeing, Space & Society     Open Access   (Followers: 3)
Yearbook of the Association of Pacific Coast Geographers     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Załącznik Kulturoznawczy / Cultural Studies Appendix     Open Access  

  First | 1 2 3        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Journal Cover
Rural & Urbano
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2525-6092
Published by Universidade Federal Rural de Pernambuco Homepage  [9 journals]
  • A luta pela terra e a questão agrária: notas a partir do assentamento
           Fidel Castro em Alagoas/Brasil

    • Authors: Paul Clívilan Santos Firmino
      Pages: 1 - 18
      Abstract: Alagoas possui economia sustentada pela cana-de-açúcar e forte concentração de terras. Paralelamente a essa realidade existem atividades relacionadas com a pequena/média propriedade, dando suporte a agricultura familiar e economia de subsistência, auxiliando na produção de alimentos que contribuem para sobrevivência, empregabilidade e fixação da população no rural. Os(as) assentados(as) da reforma agrária, população que produz de forma diversificada e saudável, têm desempenhado papel significativo. Nesse sentido, o Assentamento Fidel Castro no município de Joaquim Gomes/Alagoas, como recorte espacial, é de suma importância na investigação. Destarte, objetiva-se analisar a pequena/média propriedade no desenvolvimento da atividade econômica diversificada, fixação da população rural e alternativa à canavicultura. As ideias acerca da temática, desenvolvidas por autoras(es) da Geografia e áreas afins, bem como dados e informações do trabalho de campo e pesquisas em sites específicos, foram essenciais na escrita do artigo. A pequena/média propriedade e a agricultura familiar contribuem para a geração de emprego e renda, fixação da população no rural e atraem aquelas que migraram em determinado momento, onde políticas de valorização e incentivos as atividades no/do rural, mediante distribuição e uso diversificado da terra, diminuindo a desigualdade social, aparece como caminho a ser trilhado.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255474
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Das plantations canavieiras aos assentamentos: reforma agrária no
           Brejo Paraibano

    • Authors: Caterine Soffiati Cabral, Patrícia Alves Ramiro
      Pages: 19 - 30
      Abstract: O presente artigo descreve os impactos na estrutura fundiária, nos regimes de propriedades e na produção de lavouras antes e depois da reforma agrária na região do Brejo paraibano, a qual, no início dos anos noventa passou por grandes transformações sociais em decorrência da falência da Usina Santa Maria. Proprietária de cerca de cinco mil hectares, os quais, através da luta pela reforma agrária foram reconvertidos em dez assentamentos rurais. Para tanto, nos baseamos em diversas fontes de pesquisa que se complementam, em especial, em depoimentos coletados via pesquisa de campo na região e em certidões de propriedades adquiridas e/ou arrendadas que se encontram sob a guarda do Acervo Documental da Usina Santa Maria no arquivo central da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Os resultados evidenciam que a transformação da área da plantation canavieira (terra de negócio) em assentamentos (terra de trabalho) gerou impactos desde a estrutura fundiária dos municípios como nas condições alimentares da população.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255773
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Joaquim Nabuco e o saber geográfico: uma leitura a partir de Manuel
           Correia de Andrade

    • Authors: Noême Martins de Araújo, Hugo Arruda de Morais, Alyne Karollayne Melquiades Souza da Silva
      Pages: 31 - 59
      Abstract: O geógrafo Manuel Correia de Andrade foi um profundo conhecedor da Geografia científica e prestigiado em várias áreas das ciências sociais em todo o território nacional. Segundo esse autor, há enorme contribuição nas concepções de Joaquim Nabuco, principalmente na obra O Abolicionismo, a qual – revestida de denúncias da realidade socioeconômica e territorial do país no período oitocentista –, tem potencial para ser enquadrada como saber geográfico. Nesse sentido, o presente artigo teve como objetivo, refletir a atualidade sociogeográfica do pensamento de Nabuco (2019 [1883]), a partir de pressupostos apontados por Andrade (1977; 1988; 1991; 1999; 2007; 2008). Os procedimentos metodológicos pautaram-se em pesquisa bibliográfica e documental. Também se empregou a hermenêutica como recurso à investigação dos textos que tratam do tema, o que permitiu a compreensão e interpretação do conteúdo central. Os principais resultados obtidos demonstraram que Joaquim Nabuco apresentou um conjunto de obras de grande relevância para os estudos históricos, sociológicos e geográficos do Brasil, principalmente ao discorrer sobre as bases do processo de construção da sociedade brasileira, enquanto uma nação inacabada, situando os escravizados como os protagonistas dessa feitura. Outrossim, os problemas apontados por Nabuco, naquele período, são ainda recorrentes na contemporaneidade, corroborando a hipótese levantada por Manuel Correia acerca da atualidade desse intérprete brasileiro.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255499
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • La renuncia del socialismo a la reforma agraria en el sur de Europa:
           aproximación al caso andaluz

    • Authors: José Díaz-Diego
      Pages: 60 - 77
      Abstract: En plena transición a la democracia, las principales fuerzas políticas andaluzas decidieron incorporar en el primer Estatuto de Autonomía de Andalucía la obligación de la Comunidad Autónoma de acometer una reforma agraria que permitiera, entre otros avances, la corrección de la desequilibrada estructura agraria y el pleno empleo en el campo. Dado el mandato estatutario, el Partido Socialista Obrero Español - PSOE, vencedor de las primeras elecciones autonómicas celebradas en 1982, presentó al Parlamento andaluz un proyecto de ley de reforma agraria, que saldría adelante en 1984 con los votos a favor solo de sus impulsores. La primera y última Ley de Reforma Agraria andaluza contemplaría tanto el apoyo a la mejora productiva de las explotaciones que lo requirieran cuanto la expropiación y/o compra de tierras para su reparto entre los jornaleros. Sin embargo, la ejecución de la reforma pivotaría pronto hacia la primera medida, convirtiendo en testimonial la segunda, especialmente a partir de 1991, evidenciando la renuncia del socialismo andaluz a la reforma agraria como instrumento transformador de las áreas rurales.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255386
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Mapas e docilidade dos corpos-territórios: redesenhando o espaço
           agrário do Cariri cearense

    • Authors: Cassio Expedito Galdino Pereira
      Pages: 78 - 100
      Abstract: Este artigo analisa o imaginário espacial construído pelos mapas históricos que configuram os territórios do Cariri cearense no processo da modernidade-colonialidade imposta pela classe dominante, tendo impacto direto aos sujeitos subalternizados, influenciando no seu modo de vida, seus saberes e fazeres. A partir de levantamentos bibliográfico, documental e cartográfico, mostra-se que este processo se articula com os grandes projetos que vem sendo desenvolvido desde a colonização nessa região para a agroindústria do sistema capitalista, criando uma violência nos corpos-territórios para dominação e docilidade. Nesse sentido, há um redesenho do espaço agrário caririense que se desloca dos povos originários e tradicionais para as lógicas hegemônicas da classe dominante.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255794
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Meandros da produção segregada da cidade: análise de paisagens nos
           espaços periurbanos de Garanhuns-PE

    • Authors: João Paulo Gomes de Vasconcelos Aragão
      Pages: 101 - 124
      Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar as principais dinâmicas urbanas que influenciam na produção da segregação socioespacial na cidade de Garanhuns-PE/Brasil, destacadamente, em seus espaços periurbanos. A reprodução dos centros urbanos em regiões marcadas pelo subdesenvolvimento, como a América Latina, também é caracterizada pela segregação socioespacial que dispõe às áreas susceptíveis a desastres, as moradias ocupadas pelas camadas mais pobres da população. Em países, como o Brasil, este processo é revigorado pela forma como historicamente as cidades são originadas e/ou expandidas, afetando inclusive cidades intermediárias distantes dos tradicionais centros metropolitanos. Destarte, questionou-se que dinâmicas relacionadas ao processo de reprodução do urbano implicam na segregação socioespacial em áreas periurbanas da cidade de Garanhuns. A metodologia foi baseada na abordagem sistêmica e na aplicação de técnicas como levantamento teórico, manuseio de imagens de satélites e análises empíricas apoiadas nas observações de campo. Constatou-se uma intensa atividade imobiliária e do Estado, combinando infraestruturas próximas a empreendimentos residenciais de alto padrão, valorizados e localizados distantes do centro. Paralelamente, apresenta-se necessária a revisão das ações conduzidas pelo poder público nos espaços periurbanos, principalmente, em setores mais carentes, nos quais concentram-se contingentes demográficos precariamente atendidos por políticas públicas, até recursos naturais impactados negativamente pelo crescimento urbano.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255692
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Polarização e cidades médias: reflexões sobre o desenvolvimento
           industrial no Nordeste brasileiro

    • Authors: Leonardo Alves Leite dos Santos, Lucas André Penha dos Santos
      Pages: 125 - 142
      Abstract: Este trabalho discute a questão da reestruturação produtiva do setor secundário para as cidades médias, focalizando as cidades médias do Nordeste brasileiro. Buscou-se trazer contribuições da obra e pensamento de Manuel Correia de Andrade para as reflexões postas quanto à problemática da polarização e como este fenômeno vem se desenvolvendo nas cidades médias ao ponto que as mesmas são focos de atração da reestruturação produtiva do setor industrial. Utilizamos de revisão bibliográfica e da busca de dados empíricos secundários para consolidação da discussão. Concluiu-se que a reestruturação está se dando de forma a desconcentrar as atividades, mas centralizando o comando organizacional na região Sudeste, e que eixos e núcleos de relevada produtividade industrial se formaram sobre essas cidades.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255768
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Por uma Geografia para a vida: o trabalho com projetos como caminho para a
           autonomia de estudantes na escola básica

    • Authors: Maria Ana Paula Freire da Silva, Gilvaneide Ferreira de Oliveira
      Pages: 143 - 160
      Abstract: O mundo atual está marcado por intensas transformações caracterizadas pelos novos contextos tecnológicos, científicos e pela informação rápida e atualizada. Neste mesmo contexto se encontra a educação formal, buscando caminhos que possam garantir aprendizagem significativa e formação integral dos sujeitos. Entretanto, as escolas ainda divergem desses novos tempos. O objetivo deste artigo é refletir sobre a importância do trabalho com projetos contextualizados nas aulas de Geografia para o desenvolvimento crítico e a construção da autonomia dos/as estudantes na escola básica, neste caso, trabalhos com metodologia científica. Considera-se aqui a reflexão sobre a prática docente da autora enquanto professora e orientadora de tais projetos. A educação não pode se isolar dos acontecimentos cotidianos, ela faz parte deles. As aulas de Geografia não podem perpetuar-se nos relatos enfadonhos e sem coerência dos(as) estudantes, ao contrário, precisam fazer sentido para suas vidas. A vida real não pode ficar do lado de fora das salas de aula, pois estão pulsando nos corpos e mentes dos que adentram estes espaços. O trabalho com projetos no contexto escolar demanda envolvimento, comportamento dialógico, autonomia e parceria entre professores(as) e estudantes. Apesar de lentos, esses caminhos precisam ser construídos e trilhados.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255073
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • O PISF e os impactos ambientais, econômicos e sociais no Sertão do
           Moxotó pernambucano

    • Authors: João Henrique Lúcio de Souza, Edmaylsonn Jóia Leandro
      Pages: 161 - 176
      Abstract: Esse trabalho pretende analisar os impactos causados pelo PISF no Sertão do Moxotó Pernambucano é dividido em quatro partes. Na primeira faremos um pequeno resumo reflorestamento de áreas que sofreram desmatamento para a execução do PISF e o plantio de espécies vegetais no meio urbano. Na Delimitação do Problema  focaremos o processo de gestão das áreas verdes no ambiente natural deve seguir normas técnicas e preponderadas para evitar o plantio de espécies indevidas ou dificultar o reflorestamento. Em seguida, através de uma conversa com diversos autores, dialogamos sobre o cenário nacional de ocupação urbana vem crescendo a cada dia com mais pessoas desejando moradia nos centros urbanos. Este crescimento traz consigo problemas para as cidades brasileiras como grandes ocupações habitacionais de forma irregular. Por fim, apresentamos através da pesquisa bibliográfica a cerca da gestão de áreas verdes no ambiente urbano e rural, prática que consiste no plantio de vegetais, de um modo abrangente para obter informações de como elaborar técnicas e orientações para esta prática. Com o material estudado, delimitou-se a área coberta pelo Sertão do Moxotó pernambucano para que sejam realizados neste uma análise dos impactos sociais, econômicos e nas áreas verdes do bioma caatinga gerados pelo PISF.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.256069
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • A Região Nordeste em livros didáticos de Geografia do 7º
           ano: alguns apontamentos.

    • Authors: Anderson Felipe Leite dos Santos, Rafaella Larissa Gomes da Silva, Marcos Antonio Vieira Dias, Húrbio Rodrigues de Oliveira Costa
      Pages: 177 - 203
      Abstract: O presente trabalho objetiva analisar como a Região Nordeste aparece em livros didáticos de Geografia. Para tanto, realizou-se a análise de dois livros didáticos do 7º ano, aprovados no Programa Nacional do Livro Didático – PNLD de 2018, sendo eles: “Geografia: território e sociedade”, da Editora Saraiva, e “Geração Alpha Geografia”, da Editora SM. A metodologia adotada é a qualitativa, do tipo estudo de caso. A partir dos resultados obtidos, constatou-se que alguns estados nordestinos, como Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Maranhão, Piauí e Paraíba, aparecem muito pouco nos livros didáticos, ou até alguns desses, como Sergipe, não chega a ter nenhuma representação. Ademais, por outro lado, o professor de Geografia precisa pensar em possibilidades para trabalhar os conteúdos na Educação Básica, entre eles o Nordeste, considerando o vivido pelos estudantes, pois o educador que apenas se detém ao livro didático como única estratégia para desenvolver o processo de aprendizagem dos discentes tende a tornar a disciplina desestimulante para os alunos.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255747
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Relação campo-cidade: uma análise socioeconômica da região Imediata
           de Três Corações

    • Authors: Deilson Alves Dias, Flamarion Dutra Alves
      Pages: 204 - 229
      Abstract: Em meio às transformações nas dinâmicas territoriais, as discussões acerca das relações entre o campo e as cidades devem ser postas em pauta nos estudos da ciência geográfica. A região localiza-se no Sul de Minas, região que em seus primórdios teve forte ligação com a “fazenda”, fator que pode ter sido fundamental na configuração espacial atual da região. Onde constata-se a ausência de cidades grandes, presença de algumas cidades de porte médio, que se configuram como polos regionais, e a existência de muitas cidades de pequeno porte que têm sua cultura e paisagens fortemente ligados às dinâmicas do campo. Mas sabidas as mudanças na dinâmica econômica nos últimos séculos, nos propomos a fazer uma análise e descrição socioeconômica dos municípios da Região Geográfica Imediata de Três Corações, abordando a relação campo-cidade presente. Além de investigar os fatores que contribuem para que Três Corações desempenhe um papel de centralidade nesta região. Quanto à abordagem teórico-metodológica, o trabalho foi desenvolvido seguindo uma abordagem quantitativa e qualitativa, elaborada através de pesquisas bibliográficas acerca de conceitos chaves e coleta de dados, para tal, utilizamos a plataforma SIDRA-IBGE e IMRS (FJP).
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255762
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Sobre a iminência das cidades inteligentes: algumas reflexões

    • Authors: Lucas André Penha dos Santos, Leonardo Alves Leite dos Santos
      Pages: 231 - 243
      Abstract: O presente artigo versa sobre as principais possibilidades, desafios e vinculações que permeiam o debate a respeito das cidades inteligentes, abordadas numa perspectiva geográfica. De forma inicial, foi realizada uma discussão que aproximou os conteúdos capitais das smart cities a temas cruciais na problemática urbana atual, como a sustentabilidade. Posteriormente, a análise da relação smart cities-produção do espaço teve por base temas como o direito à cidade e a reterritorialização. Constatou-se que a constituição de uma sociedade crítica, participativa, integrada e tecnologicamente consciente; bem como a reformulação do aparelho governamental do Estado a partir da democratização do serviço público, são vitais – e emergenciais – para o estabelecimento e consolidação de uma cidade inteligente justa e acessível a todos.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255765
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • A contribuição da obra de Manuel Correia de Andrade para o entendimento
           das regiões de desenvolvimento do estado de Pernambuco

    • Authors: Pablo Ferraz Leandro, Gevson Silva Andrade
      Pages: 244 - 259
      Abstract: A contribuição do professor Manuel Correia de Andrade a compreensão espacial e do ordenamento territorial regional para o desenvolvimento de Pernambuco, é importante no entendimento atual do Estado. O trabalho tem como objetivo analisar a contribuição do pensamento e da obra de Manuel Correia no desenvolvimento socioeconômico a partir da regionalização do Estado de Pernambuco. Como método cientifico foi utilizada a Revisão Sistemática da Literatura, no procedimento metodológico, o conjunto de possibilidade de leituras propostos por Salvador, divido em 5 momentos. Os principais resultados da pesquisa foram que o intercâmbio na França influenciou nas concepções regionais do professor, o conhecimento acerca do Nordeste e sua criticidade foi importante para aplicabilidade dos seus conceitos e adaptações a realidade pernambucana. Concluindo, assim, que o entendimento sobre as obras do autor é fundamental para analise espacial do Estado, pois, esse foi regionalizado pelo professor duas vezes, com o objetivo de organizar espaço, afim de melhorar a compreensão e potencializar as políticas públicas nessas regiões.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255483
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • Leitura das paisagens em unidades de conservação através de visitas de
           campo: trilhas para o conhecimento ecossocial

    • Authors: Solange Fernandes Soares Coutinho, Edenida Rabelo Cavalcanti, Juvenita Lucena de Albuquerque, Tarcísio dos Santos Quinamo
      Pages: 260 - 276
      Abstract: A existência de Unidades de Conservação não é recente, mas desde a instituição da primeira que seus objetivos são estabelecidos para atender diferenciados interesses de proteção do meio ambiente. Mais recentemente, já com as devidas comprovações científicas de mudanças climáticas e consequentes extinções de espécies em função de perdas de habitats, as áreas protegidas estão se mostrando cada vez mais presentes em debates diversos, incluindo pertinência de revisões conceituais e de formas de uso. Derivado de pesquisa sobre Unidades de Conservação como Lugares Educadores, o trabalho a seguir traz o recorte da leitura de paisagens em visitas de campo, buscando ultrapassar formas consolidadas de suas realizações ao centrar o protagonismo da ação no público que participa da atividade, partilhando com educadores formais e leigos metodologias ativas embasadas em processos ecossociais, visando inserir os visitantes, quer da população local ou não, na proteção da vida no Planeta através da educação. A experiência demonstrou a importância da ampliação coletiva do saber e através dela a contribuição para a manutenção ou restauração dos serviços ecossistêmicos que os mais variados elementos naturais prestam nos sistemas ecológicos que a espécie humana faz parte.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255900
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
  • O urbano e o rural em Campina Grande - PB: relações e contradições
           entre o campo e a cidade

    • Authors: Gabriel Madureira Attem, Davidson Matheus Félix Pereira, Natan Barboza de Oliveira
      Pages: 277 - 301
      Abstract: Este trabalho busca compreender a relação contraditória entre o campo e a cidade em Campina Grande – PB. Do ponto de vista teórico-metodológico, o trabalho apresenta duas dimensões: uma conceitual e outra empírica. Na perspectiva teórica, pesquisas bibliográficas foram essenciais para compreender os conceitos trabalhados nesta pesquisa, dentre os quais destaca-se o par dialético urbano e rural, comumente, campo e cidade. Sob a ótica da materialidade, concentram-se as operacionalizações no espaço urbano de Campina Grande, sobretudo, um olhar a partir da Zona Leste da cidade. Em tal recorte espacial, encontra-se a ZEIS Jardim Europa e obras de reestruturação urbana, tais como, a construção da Nova Alça Leste e de um Centro de Convenções. Como procedimentos metodológicos, utilizou-se a pesquisa de campo para coleta de dados por meio de entrevistas e questionários com moradores locais. Imagens de satélite representam a metamorfose do espaço urbano de Campina Grande.
      PubDate: 2022-12-16
      DOI: 10.51359/2525-6092.2022.255744
      Issue No: Vol. 7, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.213.63.130
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-