A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> GEOGRAPHY (Total: 493 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Revista Espinhaço
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2317-0611
Published by Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Homepage  [1 journal]
  • Resenha: Estradas e bandeiras: a conquista do Brasil pelo futebol.
           Mascarenhas, Gilmar. Ed.UERJ, 2014

    • Authors: Pedro Henrique de Oliveira Silva, Thiago Felipe de Melo, Matheus Siman Andrade, Ismael Soares de Oliveira, Vanessa Carla Neves
      Abstract: No Brasil, o futebol não é um jogo qualquer, sendo capaz de proporcionar uma série de transformações espaciais e socioculturais marcadas nas paisagens urbanas, na economia e na linguagem do povo. O esporte corre na história e se propaga no espaço, merecendo a atenção de estudiosos dos mais variados campos do conhecimento, podendo ser explorado, também, sob a ótica da Geografia. O livro “Estradas e bandeiras: a conquista do Brasil pelo futebol”, escrito pelo geógrafo, professor e futebolista fanático Gilmar Mascarenhas (UERJ), explora, numa perspectiva interdisciplinar, as dimensões espaciais do esporte entre o final do século XIX e o ano de 2014, quando ocorreu a Copa do Mundo no Brasil. A partir de um olhar atento às questões da geografia, o livro traz uma crítica consistente sobre os aspectos políticos e culturais desse esporte que moldou e continua moldando a nossa sociedade.
      PubDate: 2022-01-19
      DOI: 10.5281/zenodo.5878830
       
  • Avaliação Ecológica Rápida de qualidade de água
           no rio das Velhas

    • Authors: Marcos Callisto, Diego R. Macedo, Carlos B. M. Alves, André B. Golgher, Janaina U. Agra, Silvia Magalhães, Isabela S. Costa
      Abstract: A bacia do Rio das Velhas vem sendo intensivamente estudada com bioindicadores de qualidade de água nas últimas duas décadas. O objetivo foi avaliar a qualidade ecológica no alto Rio das Velhas (São Bartolomeu, Ouro Preto, MG), utilizando abordagem de Avaliação Ecológica Rápida. Buscamos responder: (i) A qualidade das águas do rio das Velhas é alterada por lançamento de efluentes urbanos no Distrito de São Bartolomeu' (ii) Houve perda de qualidade de água ao longo do tempo, comparando o biomonitoramento histórico com as condições atuais' Avaliamos três sítios amostrais: P1 (referência), P2 (dentro do distrito), P3 (jusante efluentes da Estação de Tratamento). Utilizamos um Protocolo de Avaliação Rápida de Diversidade de Hábitats e Integridade de Zonas Ripárias, mensuramos parâmetros físicos, químicos e bacteriológicos na coluna d’água e calculamos o Índice de Qualidade de Água. Foram amostrados macroinvertebrados bentônicos e peixes como bioindicadores. Em comparação à média histórica, houve aumento das concentrações de N-total e P-total e redução de sólidos totais dissolvidos, turbidez e condutividade elétrica. Os bioindicadores evidenciaram perda de qualidade ambiental, redução do índice de diversidade em P2 e P3, menor percentual de sensíveis e tolerantes, maior abundância de organismos resistentes à poluição. Observamos aumento de vinte vezes nas concentrações de bactérias Escherichia coli em P2 e P3, evidenciando risco sanitário às populações ribeirinhas. Recomendamos que seja aprimorada a eficiência da Estação de Tratamento e que não sejam lançados esgotos domésticos no Rio das Velhas. Reforçamos a importância da conservação do leito natural, conservando a diversidade de habitats e mata ripária. Sugerimos a intensificação de campanhas de sensibilização ambiental, a implementação de campanhas de reflorestamento da mata ripária e a realização de um Programa de Biomonitoramento de longo prazo com atividades de Educação Ambiental e ciência cidadã com moradores, turistas, professores, jovens e crianças em fase escolar.
      PubDate: 2021-11-23
      DOI: 10.5281/zenodo.5722097
       
  • Alterações no regime de vazão e precipitação em trecho da Bacia do
           Rio Araçuaí, Minas Gerais: caminhamos para a escassez hídrica'

    • Authors: Pedro Henrique França Oliveira, Fabianna Resende Vieira, Cristiano Christofaro, Wellington Willian Rocha, Alexandre Christofaro Silva
      Abstract: A análise de séries históricas de precipitação e vazão permite a obtenção de informações sobre tendências de aumento ou diminuição ao longo do tempo dessas variáveis. A caracterização da relação entre essas variáveis pode contribuir para previsões de situações escassez dos recursos hídricos em bacias hidrográficas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência de tendências temporais de precipitação e vazão entre 1995 e 2011 no trecho alto da Bacia do Rio Araçuaí-MG, bem como caracterizar a relação entre os regimes de vazão e de precipitação. A relação entre a vazão e a chuva mensais foi caracterizada por meio de modelo linear. Testes de tendência temporal (Mann-Kendall) foram aplicados nas séries temporais de precipitação (P) e vazão (Q). Os resultados demonstraram uma forte correlação (r = 0,8) entre a vazão e a precipitação mensais, ambas apresentando tendência de redução ao longo do período avaliado. A variabilidade interanual e análise de tendência do coeficiente Q/P indica que a intensidade de redução da vazão apresenta-se maior do que a da precipitação, indicando que o uso e ocupação da terra também podem estar afetando a redução da vazão na região. Os resultados podem contribuir para o planejamento do uso dos recursos hídricos na região.
      PubDate: 2021-10-11
      DOI: 10.5281/zenodo.5502194
       
  • Prática de ensino não formal: exposição cultural como
           espaço formativo

    • Authors: Jussiara Dias dos Santos , Leomar Moreira Rodrigues , Evandro Luiz Mendonça Machado, Marcelino Santos de Morais , Anne Priscila Dias Gonzaga , Danielle Piuzana Mucida
      Abstract: Este trabalho apresenta a exposição (Re)visitando a Paisagem Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço (RBSE) com Martius e Spix (1818-2018), realizada em Diamantina entre 2018/2019, como uma prática de ensino em ambiente não formal. A exposição consistiu em banners com informações das paisagens descritas pelos naturalistas Spix e Martius pela RBSE e em práticas sensoriais imergiram os visitantes ao século XIX. Temas abordados como conservação da natureza, degradação ambiental, geodiversidade e biodiversidade regional estão previstos na Base Nacional Comum Curricular nas áreas de Geografia, Ciências, História (ensino fundamental) e Ciências Humanas (ensino médio). Cerca de 2.300 pessoas visitaram a exposição, sendo 450 estudantes da educação básica e 180 do ensino superior. Desenvolvemos práticas como pinturas, dobraduras em papel e o plantio de sementes de espécies nativas do Cerrado descritas na obra Flora Brasiliensis aos finais das visitas. Essas atividades lúdicas desenvolveram-se com entusiasmo por professores e estudantes visitantes.  
      PubDate: 2021-10-11
      DOI: 10.5281/zenodo.5127634
       
  • Raridade e endemismo da flora em campo rupestre (OCBIL) na Reserva da
           Biosfera da Serra do Espinhaço

    • Authors: Jéssica Pereira Freire, Thaís Ribeiro Costa, Pablo Lopes Alves, Evandro Luiz Mendonça Machado, Anne Priscila Dias Gonzaga
      Abstract: As espécies raras e endêmicas são particularmente importantes do ponto de vista da conservação, ecologia e biologia evolutiva. O objetivo do estudo foi avaliar a raridade e endemismo de espécies amostradas em uma área de campo rupestre. Coletaram-se dados em março do ano de 2019 com término no mês de junho do mesmo ano. O método empregado na amostragem foi o qualitativo de caminhamento aleatório. Foi utilizada a metodologia Rabinowitz para segregar as espécies em raras ou comuns, considerando três variáveis: distribuição geográfica, especificidade por habitat e tamanho populacional. Das 100 espécies, 71% apresentaram raridade e 29% foram comuns. Classificou-se 78% das espécies como endêmicas e 22% não endêmicas. Das espécies, 25% foram exclusivas de campos rupestres e 75% ocorreram em outras fitofisionomias. Esta análise colaborou para a compreensão da raridade das espécies da região estudada e pode contribuir para ações de conservação em regiões de Ocbil.
      PubDate: 2021-10-11
      DOI: 10.5281/zenodo.5508171
       
  • Avaliação da estrutura trófica da avifauna em áreas de savana tropical
           (cerrado) no Espinhaço Meridional

    • Authors: Lelis Vaz Leite de Oliveira , Lemuel Olívio Leite, Leonardo Guimarães , André Rinaldo Senna Garraffoni , Thaís Ribeiro Costa, Cristiane Coelho de Moura, Anne Priscila Dias Gonzaga , Evandro Luiz Mendonça Machado
      Abstract: Impactos ambientais podem ser captados por meio da riqueza e da estrutura trófica da avifauna. Foram amostradas três áreas em diferentes estados de conservação no Espinhaço Meridional, sendo registrado: as aves, com sua respectiva guilda alimentar e mensurado o status de degradação e a estrutural da paisagem. Foram realizadas 15 visitas, sete amostragens na estação seca (abril a outubro) e oito na estação chuvosa (novembro a março), totalizando 360 horas de esforço amostral. Os principais resultados indicam: um perfil faunístico com predominância de insetívoros, frugívoros e onívoros nas áreas e nas estações e elevada similaridade. Podemos concluir que a avifauna indica uma tendência a apresentar maior plasticidade e amplitude ambiental em ambientes savanicos.
      PubDate: 2021-10-11
      DOI: 10.5281/zenodo.5130631
       
  • Envolvimento das mulheres nas decisões dentro do domicílio na produção
           agrícola: quais fatores importam'

    • Authors: Adekemi A. Obisesan, Michael O. Akinola
      Abstract: Para compreender a tomada de decisão intrafamiliar, o estudo considera a participação individual na tomada de decisão sobre o cultivo do arroz. Neste estudo, empregamos dados obtidos a partir de uma entrevista por questionário presencial a famílias de agricultores. Os dados foram coletados entre julho e setembro, safra 2019. O questionário continha dados socioeconômicos / demográficos e tomada de decisão na produção de arroz; vendas e finanças dentro das famílias. O procedimento de amostragem em múltiplos estágios foi utilizado na seleção dos respondentes da área de estudo. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, teste T e modelo de regressão Tobit. Os resultados empíricos revelaram que as mulheres agricultoras estão em desvantagem no acesso aos recursos econômicos. Há uma diferença estatisticamente significativa na tomada de decisão entre agricultores e agricultoras. Foi descoberto que os agricultores do sexo masculino são os únicos que tomam a maioria das decisões sobre a produção e a receita do arroz, enquanto as agricultoras tendem a ter mais controle sobre a comercialização da produção. A idade do agricultor, a participação em atividades não agrícolas, a propriedade da terra e o acesso ao crédito aumentaram significativamente o poder de decisão das agricultoras. O acesso a recursos econômicos, especialmente facilidades de crédito, terra e informações, são as principais restrições que as mulheres agricultoras enfrentam no desenvolvimento de suas capacidades como agricultoras. O estudo sugere que a intervenção no mercado irá melhorar a posição e o desempenho das mulheres no setor agrícola. Eliminar a lacuna de gênero na tomada de decisões aumentará a criação de um ambiente econômico favorável no setor de arroz nigeriano.
      PubDate: 2021-10-11
      DOI: 10.5281/zenodo.5562354
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.210.77.106
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-