A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> GEOGRAPHY (Total: 493 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Revista Brasileira de Educação em Geografia
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2236-3904
Published by Universidade Estadual de Campinas Homepage  [27 journals]
  • Editorial

    • Authors: Comissão Editorial
      Pages: 01 - 04
      PubDate: 2022-03-30
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • O uso de tecnologias virtuais como estratégia para a inserção da
           educação ambiental no ensino de Geografia na Educação Básica

    • Authors: Vânia Karla Dantas Ricardo, João Correia Saraiva Júnior
      Pages: 05 - 29
      Abstract: O presente trabalho discute a utilização das tecnologias virtuais como estratégia para analisar as reflexões sobre a Educação Ambiental (EA) no ensino de Geografia na Educação Básica, por meio do uso de recursos como o Google Forms e o VideoScribe. Para tanto, a investigação ocorreu durante o ano de 2020 na Escola Municipal Francisco Soares da Costa no município de Ipanguaçu/RN. Assim, foi utilizada a pesquisa exploratória e participante, vistas a investigar os caminhos e possibilidades da EA no Ensino Fundamental. Os resultados apontam que ainda há enfrentamentos, quanto à problematização de conteúdos na disciplina de Geografia que discutam a consolidação da EA, enquanto processo de formação dos indivíduos comprometidos com a conservação e a preservação dos recursos naturais. Palavras-chave Educação ambiental, Tecnologias virtuais, Ensino e aprendizagem. The use of virtual technologies as strategy for the insertion of environmental education in the teaching of Geography in Basic Education Abstract This paper discusses the use of virtual technologies as a strategy to analyze reflections on Environmental Education (EE) in teaching Geography in Basic Education, through the use of technologies and software such as Google Forms and VideoScribe. Therefore, the investigation took place during 2020 at the Francisco Soares da Costa Municipal School in the municipality of Ipanguaçu/RN. Thus, we used exploratory and participatory research, aimed at investigating the paths and possibilities of EE in Elementary School. The results show that there are still confrontations regarding the problematization of contents in the Geography discipline that discusses the promotion of EE, as a process of training individuals committed to the conservation and preservation of natural resources. Keywords Environmental education, Virtual technologies, Teaching and learning.
      PubDate: 2022-11-18
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1100
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Implantação da BNCC no Ensino Fundamental de Geografia:

    • Authors: Gerusa de Figueiredo Leit e Silva, Eva Teixeira dos Santos
      Pages: 05 - 31
      Abstract: Desde a Constituição Federal de 1988, reforçada pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB) em 1996, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) já era mencionada para ser implantada no Brasil, cuja versão final foi homologada em 2017. Neste contexto, o presente estudo trata da análise da implementação da BNCC e do Currículo Referência de Mato Grosso Sul nos anos finais do Ensino Fundamental, na área de Geografia, a partir da percepção dos professores e gestores das escolas estaduais de Aquidauana/MS. Para tanto, foram realizados levantamento bibliográfico e aplicação de um questionário disponibilizado de forma on-line aos professores e gestores escolares. Como resultados, pode-se destacar a cansativa rotina dos profissionais, o pouco tempo para o estudo da BNCC e do Currículo. Outro problema identificado foi o aparecimento e a expansão da pandemia da Covid-19 que acabou interferindo no processo de ensino-aprendizagem e na rotina escolar, devido às dificuldades de acesso ou falta de recurso para a realização das atividades no ensino remoto emergencial. Assim, infere-se que a aplicação das propostas trazidas pela BNCC e do novo Currículo levarão tempo e trabalho árduo por toda a equipe escolar e necessitarão de um suporte estrutural e humano para que se alcancem as metas pretendidas. Palavras-chave Ensino de Geografia, Currículo referência, Interdisciplinaridade, Pandemia, Base Nacional. Implementation of BNCC (Common Nacional Curriculum Base) in the elementary school: challenges and perspectives from the perception on teachers and directors of the public schools’ State System in Aquidauana/Brazil Abstract Since the Federal Constitution of 1988, reinforced by the Law of Guidelines and Basis (LDB, in portuguese) in 1996, the Common National Curriculum Base (BNCC) was already mentioned to be implemented in Brazil and was approved in 2017. In this connection, this study deals with the analysis of the implementation of the BNCC and the Reference Curriculum of Mato Grosso Sul in the final years of elementary school, in the area of ​​Geography, from the perception of teachers and Principals of Public State schools in Aquidauana/MS. Therefore, it was carried out a bibliographical research and application of a questionnaire, which was made available online to teachers and school managers. As a result, it is worth to highlight the tiring routine of professionals, the short time for studying the BNCC and the Curriculum. Another problem identified was the appearance and expansion of the Covid-19 pandemic, which ended up interfering in the teaching-learning process and in the school routine, because of the difficulties in accessing or lack of resources to carry out activities in emergency remote education. Accordingly, it is inferred that the application of the proposals brought by the BNCC and the new Curriculum will take time and hard work by the entire school team and will need structural and human support to reach the intended goals. Keywords Geography Teaching, Reference Curriculum, Interdisciplinarity, Pandemic, National Base.
      PubDate: 2022-11-14
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1095
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Geotecnologia e ensino de Geografia:

    • Authors: Alexsandra Bezerra de Sousa, André Leone Leone Facundo, Tânia Cristina Meira Garcia, Marianna Fernandes Moreira
      Pages: 05 - 24
      Abstract: O presente trabalho trata-se de um estudo de caso acerca da proposta didática realizada no componente curricular de geografia, em uma escola pública de Ensino Médio, na qual se fez uso da geotecnologia Google My Maps como ferramenta didática para estudar a microbacia hidrográfica do Riacho dos Macacos e das Timbaúbas, localizada em Juazeiro do Norte, Ceará. Para o aprofundamento desta discussão, baseamo-nos nas contribuições teóricas de Rosa (2005), Pontuschka, Paganelli e Cacete (2007), Fitz (2008), Seemann e Carvalho (2017), Cavalcanti (2019), Júnior, Martins e Frozza (2020) e Marinho (2021). A proposta didática foi realizada em três etapas: a. abordagem ao tema Recursos Hídricos; b. conhecendo a ferramenta Google My Maps para a análise da microbacia hidrográfica; c. socialização da experiência anterior e identificação, análise e registro no Google My Maps de aspectos explorados durante as aulas, dando origem ao mapa colaborativo da microbacia estudada. A partir dessas etapas, observou-se maior interação dos alunos com a ferramenta usada, maior envolvimento durante a aula com as atividades propostas e maior assimilação das questões estudas com o espaço de vivido. Em suma, a proposta didática utilizando o Google My Maps nas aulas de Geografia se mostrou exitosa, fazendo dela recomendável ao ensino. Palavras-chave Geotecnologias, Ensino de Geografia, Proposta Didática, Google My Maps. Geotechnology and teaching Geographty: a proposal to study the hydrographic basin using Google My Maps in High School Abstract The present work is a case study about the didactic proposal carried out in the curricular component of Geography, in a public high school, in which Google My Maps geotechnology was used as a didactic tool to study watershed of Riacho dos Macacos and Timbaúbas, located in Juazeiro do Norte, Ceará. To deepen this discussion, we rely on the theoretical contributions of Rosa (2005), Pontuschka, Paganelli and Cacete (2007), Fitz (2008), Seemann and Carvalho (2017), Cavalcanti (2019), Júnior, Martins and Frozza (2020) and Marino (2021). The didactic proposal was carried out in three stages: a. approach to the topic of Water Resources; b. knowing the Google My Maps tool for the analysis of the watershed; c. socialization of previous experience and identification, analysis and registration in Google My Maps of aspects explored during the classes, giving rise to the collaborative map of the studied microbasin. From these stages, there was greater interaction of students with the tool used, greater involvement during the class with the proposed activities and greater assimilation of the issues studied with the living space. In short, the didactic proposal using Google My Maps in Geography classes proved to be successful, making it recommendable for teaching. Keywords Geotechnologies, Teaching of Geography, Didactic Proposal, Google My Maps.
      PubDate: 2022-11-10
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1150
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Educação ambiental no contexto do semiárido:

    • Authors: Raiany Priscila Paiva Medeiro Nonato, Anna Paula Lima Costa
      Pages: 05 - 23
      Abstract: No presente artigo, apresenta-se uma proposta de Sequência Didática (SD) para abordagem da Educação Ambiental (EA) no contexto do semiárido, a partir do ensino de Geografia. No que se refere ao percurso metodológico, a pesquisa caracteriza-se como uma abordagem qualitativa, do tipo bibliográfica. Para a construção da proposta apresentada, tomou-se por base o Livro Didático de Geografia Expedições Geográficas, de autoria de Melhem Adas e Sergio Adas, da Editora Moderna (2018), juntamente com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), tendo como público-alvo turmas de 7º ano do Ensino Fundamental. A SD desenvolvida enfatiza o processo de contextualização, problematização e sistematização dos conhecimentos, que visam motivar olhares sobre um semiárido diverso, rico em biodiversidade, em potencialidades econômicas, paisagísticas, sociais e culturais, mas que também precisa ser repensado sob a óptica dos impactos ambientais, decorrentes da intensificação das atividades antrópicas na região. Espera-se, com esta proposição, ampliar as possibilidades de construção de conhecimentos sobre o semiárido, a partir de uma EA contextualizada, em uma perspectiva crítica e emancipatória que permita ao sujeito inserido nesse contexto construir compreensões e reflexões sobre as questões ambientais do seu entorno. Palavras-chave Ensino de Geografia, Educação ambiental, Semiárido, Biodiversidade, Impactos ambientais. The environmental education in the semi arid context: a proposal of didactic sequence for Geography teaching Abstract In this article, a proposal a of a Didact Teaching for teaching is presented to approach environmental education in Brazilian semiarid context from the teaching of Geography. With regard to the methodologic part, this research is characterized as a qualitative and with a bibliographic approach. For the construction of the presented proposal, the textbook Geography textbook entitled Expedições Geográficas, by Melhem Adas and Sergio Adas from Modern Publisher (2018) and the Brazialian Common National Curriculum Base were taken as a base with Seventh grade classes of an elementary school as a target audience. The Didact Teaching emphasizes the process of contextualization, problematization and systematization of knowledge that aim to motivate views about a diverse semiarid region that is rich in biodiversity, with economic potentials, landscape, socials and cultural, but it also needs to be rethought from the perspective of environmental impacts resulting from the intensification of anthropogenic activities in the region. It is expected with this proposition to expand the possibilities of knowledge construction about the semiarid, from the contextualized Environmental Education in a critical and emancipatory perspective that allows the subject who is inserted in this context to understand and do reflections on social and environmental issues in surroundings. Keywords Teaching Geography, Environmental education, Semiarid, Biodiversity, Environmental impacts.
      PubDate: 2022-11-10
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1104
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Movimentos ambientalistas/ecológicos em destaque no livro
           didático de Geografia:

    • Authors: Iago Gabriel Araújo Santos, Glauber Barros Alves Costa, Fabíola Lima Castro
      Pages: 05 - 28
      Abstract: Neste artigo discute-se a desproporcionalidade em termos quantitativos e qualitativos das representações dos movimentos ambientalistas em comparação aos demais movimentos socioespaciais em uma coleção didática para o Ensino Médio. O trabalho é parte constante do subprojeto “O livro didático de Geografia e as representações dos movimentos sociais”, que integra uma pesquisa do Programa de Iniciação Científica da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) denominada “Políticas Públicas: as políticas públicas educacionais e suas representações e materializações na escola básica”. A coleção pesquisada foi submetida à análise de conteúdo e nela observou-se que os movimentos ambientalistas foram majoritariamente representados em detrimento dos demais movimentos abordados, sendo que, alguns destes são muito caros à Geografia pelos temas que tratam, como os movimentos sociais no campo, os movimentos sociais por moradia e o movimento dos atingidos por barragens. Ao compará-los, percebe-se a discrepância que houve na representação entre estes e os movimentos ambientalistas, o nível de aprofundamento nas discussões e a distribuição pela coleção evidencia uma condição de sub-representação dos movimentos socioterritoriais e um destaque aos movimentos ambientalistas/ecológicos, sobretudo, os estrangeiros. Alguns condicionantes podem explicar essa disparidade, como o fato de que a determinação do que é veiculado nos materiais didáticos parte de esferas outras que não aquelas representadas por tais movimentos. Palavras-chave Movimentos socioespaciais, Movimentos ambientalistas, Livro didático de Geografia. Environmental/ecological movements featured in the Geography textbook: representations and contradictions Abstract This research discusses the disproportionality in quantitative and qualitative terms of the representations of environmental movements compared to other socio-spatial movements in a textbook collection for high school. This paper is a part of the subproject "The Geography textbook and the representations os social movements" this research is a part the big research by the scientific Initiation Program of the Universidade do Estado da Bahia (UNEB) called “Public Policies: public educational policies and their representations and materializations in basic schools”. The researched textbook collection was subjected to content analysis and it was observed that the environmental movements were mostly represented at the expense of the other movements addressed, and some of these are very important to Geography because of the themes they deal with, such as social movements in the countryside, the social movements for housing and the movement of those affected by dams. When comparing them, one can see the discrepancy in the representation between these and the environmental movements, the level of depth in the discussions and distribution across the collection shows a condition of under-representation of socio-territorial movements and an emphasis on environmental/ecological movements , above all, foreigners. Some conditions may explain this disparity, such as the fact that the some representations in the teaching materials comes from outside the Geography curriculum. Keywords Socio-spatial movements, Environmental movements, Geography textbook.
      PubDate: 2022-11-08
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1141
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Desenvolvimento de sequência didática interdisciplinar sobre migrações
           internacionais no Brasil

    • Authors: André Luiz da Conceição
      Pages: 05 - 15
      Abstract: O objetivo desse artigo consiste em mostrar o desenvolvimento de uma sequência didática interdisciplinar sobre migrações internacionais, representativa do ensino de Geografia, integrado com outros conteúdos e disciplinas escolares. Ela foi colocada em prática no primeiro semestre de 2019, para alunos da segunda série do Ensino Técnico Integrado ao Médio em Agropecuária da Escola Técnica Estadual Benedito Storani, situada no município de Jundiaí-SP. Sua realização ocorreu durante sete semanas de duas aulas de 50 minutos cada, onde os alunos foram desafiados, individual e/ou coletivamente, a produzir textos, mapas ordenados e vídeos curtos com o depoimento de imigrantes internacionais vivendo atualmente no Brasil. Ao final, foi possível ter um panorama mais amplo sobre o processo de ensino e aprendizagem sobre o assunto em questão, incluindo a identificação das principais dificuldades enfrentadas pelos estudantes, bem como os principais ganhos pedagógicos provenientes do desenvolvimento da sequência didática interdisciplinar. Palavras-chave Sequência didática, Interdisciplinaridade, Migrações internacionais. The development of na interdisciplinary teaching sequence about internacional migrations in Brazil Abstract The aim of this article consists of showing the development of an interdisciplinary sequence about international migrations, a representative point in the geography teaching; integrated with Other school contents and subjects. It was practiced in the first semester in 2019 by the second grade students of the Technical Integrated and the Agricultural Middle school students from Benedito Storani State School, in Jundiaí, SP. It took the students seven weeks, with two classes of 50 minutes each, Where the students were challenged individually or in groups to write texts, to make ordered maps and to film short vídeos with international migrants’ comments, people who live in Brazil at present. In the end, it was possible to have a better idea about the teaching process of this topic, including the identification of the main difficulties faced by the students, as well as the main pedagogical success, originated from the development of this interdisciplinary teaching sequence. Keywords Teaching sequence, Interdisciplinarity, International migrations.
      PubDate: 2022-10-28
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1096
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • As intervenções da arte de rua no centro de
           Goiânia/Goiás:

    • Authors: Mariângela Oliveira de Azevedo, Adriana Olívia Alves
      Pages: 05 - 19
      Abstract: O espaço geográfico, como construção social, se manifesta na diversidade de linguagens que revelam e/ou omitem fenômenos. Mas, que linguagens podem ser relevantes para pensar o lugar/mundo a partir do pensamento geográfico' A Cartografia configurou-se, historicamente, como a linguagem privilegiada da Geografia, contudo, nesse percurso, a forma de construção dos mapas se reafirmou eurocentrista e euclidiana, descartando elementos de referência cultural, suprimindo a função social da Cartografia que é dar visibilidade às experiências humanas nos lugares, contemplando o espaço nas múltiplas formas em que ele pode ser experienciado. Neste artigo, buscamos apresentar uma discussão acerca de uma representação cartográfica social que se configure como dimensão de resistência política e cultural. Consideramos que é possível representar os lugares por meio de diferentes linguagens, já que o espaço é múltiplo e dinâmico e não apenas métrico e estático. Intentamos problematizar a relação entre Arte Urbana, Geografia e representação cartográfica, pensando no espaço do Centro de Goiânia, em que realizamos uma atividade de campo para posterior elaboração de um mapa, apresentado ao final do texto. Por meio desta proposta objetivamos provocar possíveis trajetórias pedagógicas a serem vivenciadas na Geografia Escolar, com vistas a um ensino mais crítico, criativo e transformador da realidade. Palavras-chave Cartografia social, Lugar, Arte de rua, Resistência. The street art interventions in the center of Goiânia/Goiás: the map representing the social resistances of the place Abstract The Geographical space, as a social construction, is manifested in the diversity of languages ​​that reveal and/or omit phenomena. But which languages ​​can be relevant to think about the place/world based on geographic thinking' Cartography has been historically configured as the privileged language of Geography, however, along this path, the form of maps construction reaffirmed Eurocentrist and Euclidean. It discards cultural reference elements, suppressing the cartography's social function, which is to give visibility to human experiences in places, contemplating space in the multiple ways in which it can be experienced. In this article, we seek to present a discussion about a social cartographic representation that configures itself as a dimension of political and cultural resistance. We consider that it is possible to represent space using different languages since space is multiple and dynamic and not just metric and static. We intend to problematize the relationship between urban art, geography, and cartographic representation, thinking about the space in Goiânia's downtown, in which we carry out a field activity for the subsequent elaboration of a map, presented at the end of the text. Through this proposal, we aim to provoke possible pedagogical trajectories to be experienced in school geography, to teach more critical, creative, and transforming reality, via spatiality. Keywords Social cartography, Place, Street art, Resistance.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1109
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • As disciplinas escolares e os livros didáticos como expressões
           da cultura escolar:

    • Authors: Bruno Falararo de Mello, João Pedro Pezzato, Chrstiane Fernanda da Costa
      Pages: 05 - 21
      Abstract: Os livros didáticos estão intrinsecamente ligados à escola, pois são, eles próprios, expressões da cultura escolar. Neste artigo, apresentam-se algumas considerações acerca da constituição das disciplinas escolares, em uma perspectiva histórica, a partir do advento da escola dita moderna, tomando-se como exemplo a Geografia escolar. As disciplinas escolares são analisadas como criações originais e espontâneas da escola, detentoras de uma finalidade que vai além da mera transmissão de conteúdos acadêmicos. Elas são vistas no papel de produtoras de conhecimentos próprios e originais da cultura escolar, que intercambiam com os saberes produzidos pelas ciências de referência, mas que não se confundem com eles em seus objetivos. Os livros didáticos são tomados em seu papel de materializadores da cultura escolar. Os manuais registram o patrimônio cultural que identifica as histórias e elementos de determinadas comunidades. Eles têm servido para padronizar conteúdos e métodos de ensino, formalizar currículos, apontar normas de conduta desejadas e orientar os trabalhos dos docentes. Além dos aspectos ligados às práticas de ensino, eles se prestam, primordialmente, ao assentamento e à estabilidade das próprias disciplinas escolares. Palavras-chave Cultura escolar, Currículo, Disciplinas escolares, Livros didáticos. School subjects and textbooks as expressions of school culture: some theoretical considerations Abstract School subjects and textbooks are intrinsically linked to school, as they are themselves school culture expressions. In this article, we presente some considerations about the school subjects constitution, in a historical perspective, from the advent of the so-called modern school, taking as na example school geography. School subjects are analyzed as original and spontaneous school creations, holding a purpose that goes beyond just transmission of academic content. They are seen in the role of producers of own and original knowledge of the school culture, which interchange with the knowledge produced by the reference sciences, but which are not confused with them in their objectives. Textbooks are taken in their role as materializers of school culture. They have been used to standardize content, formalize curricula, point out desired standards of conduct and guide the work of teachers. In addition to the aspects linked to teaching practices, they are primarily used for the settlement and stability of the school subjects themselves. Keywords School culture, Curriculum, School subjects, Didatic books.
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1132
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Análise das narrativas e experiências construídas sobre estágio
           curricular supervisionado nos anais do 14º Encontro Nacional de Prática
           de Ensino em Geografia (ENPEG)

    • Authors: Renata Barrocas
      Pages: 05 - 26
      Abstract: O principal objetivo deste artigo é considerar o estágio supervisionado na licenciatura de Geografia como um componente basilar da formação de professores/as. A pesquisa, de abordagem qualitativa e de cunho bibliográfico documental, tem como aporte as produções publicadas sobre estágio supervisionado no 14º Encontro Nacional de Prática de Ensino de Geografia (ENPEG), ocorrido em 2019. A seleção desses trabalhos efetuou-se pela presença, no título, do descritor estágio supervisionado. Foram priorizadas, na leitura das publicações, quatro categorias de análise: os aspectos teórico-metodológicos que embasaram as pesquisas, os resultados alcançados, os focos de análise e as tendências que as produções examinadas parecem sugerir. Do total de 485 trabalhos partilhados nos Anais, foram identificadas dezoito publicações sobre estágio supervisionado, distribuídas por todas as regiões brasileiras. Segundo os dados quantitativos desta edição, apenas 3,71% discutiram estágio conforme o descritor escolhido, evidenciando a carência na produção e consequente avaliação sobre o assunto. A metodologia utilizada trouxe resultados que mostram pouca produção em atividades voltadas para inclusão e ensino de jovens e Adultos (EJA). Fica evidente a necessidade de desenvolvimento de pesquisas sobre as estratégias de estágio supervisionado nas universidades do país. Palavras-chave Formação docente, Licenciatura, Estágio supervisionado, Geografia, Ensino. Análisis de narrativas y experiencias elaboradas sobre las prácticas supervisadas en Geografía en el Actas del 14º Encuentro Nacional de Práctica de Enseñanza de Geografía (ENPEG) Resumen El principal objetivo de este artículo es considerar las prácticas supervisadas en la licenciatura de Geografía como un componente básico de la formación de profesores/as. La investigación con enfoque cualitativo y carácter bibliográfico documental, tiene como aporte las producciones publicadas sobre las prácticas supervisadas en el 14º Encuentro Nacional de Práctica de Enseñanza de Geografía (ENPEG) llevado a cabo en 2019. La selección de estos trabajos se dio por la presencia, en el título, del descriptor de prácticas supervisadas. Se priorizaron en la lectura de las publicaciones cuatro categorías de análisis: los aspectos teórico-metodológicos que fundamentaron la investigación, los resultados alcanzados, los enfoques de análisis y las tendencias que las producciones examinadas parecen que sugieren. Del total de 485 trabajos distribuidos en los Anales fueron identificadas dieciocho publicaciones sobre prácticas supervisadas distribuidas por todas las regiones brasileñas. Según los datos cuantitativos de esta edición apenas el 3,71% discutieron prácticas conforme el descriptor escogido, destacando la falta de producción y consecuente evaluación del tema. La metodología trajo resultados que mostraron poca producción en actividades dirigidas a la inclusión y enseñanza de jóvenes y Adultos (EJA). Es evidente la necesidad de desarrollo de investigaciones sobre las estrategias de prácticas supervisadas en las universidades del país. Palabras clave Docente, Licenciatura, Prácticas supervisadas, Geografía, Enseñanza
      PubDate: 2022-10-25
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1135
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • A linguagem cinematográfica e o ensino de Geografia:

    • Authors: Luis Henrique Dias Rocha
      Pages: 05 - 20
      Abstract: O presente trabalho teve como motivador a Lei 13006/2014, que dispôs sobre obrigatoriedade da exibição de filmes de produção nacional, por no mínimo duas horas mensais, nas escolas de ensino fundamental e médio. A referida lei foi inserida na ficha de avaliação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2018), tornando como requisito obrigatório, que os livros deveriam contemplar a mesma. Das quatorze coleções aprovadas no PNLD/2018, foi possível conseguir, para análise, sete coleções completas e quatro volumes avulsos. Parte desse material foi encontrado no formato digital, disponibilizado pelas próprias editoras na Internet, e outra parte foi adquirida no formato físico, encontrada em algumas escolas da rede estadual de ensino de Mato Grosso do Sul. Após análise, identificamos que os filmes comparecem nas coleções nos boxes que ficam nas laterais das páginas, seja no canto superior ou inferior. Verificamos que existe uma correspondência entre o filme sugerido e o tema/conteúdo abordado na página, capítulo ou unidade temática do livro. Foi possível identificar também que os gêneros de filmes mais sugeridos nas coleções são o documentário e o drama. A partir desses elementos, podemos inferir que existiria um tipo de filme “certo” para estar em sala de aula: o filme documentário, que apresenta a realidade com verossimilhança, e o filme drama, que aborda questões que se aproximam de temas da Geografia. Palavras-chave Linguagem cinematográfica, Ensino de Geografia, Cinema nacional, Livro didático. Lenguaje cinematográfico y la enseñanza de la Geografía: consideraciones del libro de texto Resumen Este trabajo fue motivado por la Ley 13006/2014, que preveía la proyección obligatoria de películas de producción nacional durante al menos dos horas al mes en las escuelas primarias y secundarias. A partir de esa ley, se insertó en el formulario de evaluación del Programa Nacional de Libros de Texto (PNLD / 2018) como uno de los requisitos obligatorios, que los libros deben incluir el mismo. De las catorce colecciones aprobadas en el PNLD / 2018, fue posible obtener para análisis siete colecciones completas y dos volúmenes separados. Parte de este material se encontró en el formato digital puesto a disposición por los propios editores en Internet y la otra parte se adquirió en el formato físico que se encuentra en algunas escuelas públicas de (Omitido para revisión)Luego del análisis identificamos que las películas aparecen en las colecciones en los recuadros que están a los lados de las páginas, ya sea en las esquinas superior o inferior. Verificamos que existe correspondencia entre la película sugerida y el tema / contenido tratado en la página, capítulo o unidad temática del libro. También se pudo identificar que los géneros cinematográficos más sugeridos en las colecciones son el documental y el drama. A partir de estos elementos, podemos inferir que habría un tipo de película “adecuada” para ser utilizada en el aula: la película documental que presenta la realidad con verosimilitud y la película dramática que aborda temas que abordan temas de geografía. Palabras clave Lenguaje cinematográfico, Enseñanza de la geografía, Cine nacional, Libro de texto.
      PubDate: 2022-10-24
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1126
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Tecnologias geocolaborativas na educação geográfica:

    • Authors: Lucas Halaszen, Marquiana de Freitas Vilas Boas Gomes
      Pages: 05 - 20
      Abstract: O presente artigo é resultado de uma pesquisa de mestrado realizada no ano de 2020, cuja problemática de estudo compreende tecnologias geocolaborativas no ensino de geografia, com vistas à formação do pensamento espacial e geográfico. Elas são definidas como um conjunto de tecnologias que integram linguagens (textos, imagens e sons) no tratamento de informações espaciais, sobretudo com informatização, metodologia dialógica e o protagonismo dos estudantes. Na investigação, por meio do Projeto Nós Propomos! Guarapuava: Juventude educando-se na/com a cidade, buscou-se construir uma metodologia para aplicação de diferentes tecnologias em uma perspectiva colaborativa. Realizou-se a pesquisa-ação por meio de uma parceria com o Colégio Estadual Dulce Maschio, com estudantes do 3° ano do Ensino Médio noturno. Em seu desenvolvimento, aplicativos como o Google Forms, Google My Maps e equipamentos como drone, câmeras digitais e celulares foram utilizados. Todo o processo foi registrado em diário de campo e fotografias. O uso das tecnologias geocolaborativas contribuiu para a produção do conhecimento sobre o território, combinando imagens, textos e sons dos fenômenos geográficos, além de potencializar a aprendizagem por meio da visualização de processos espaciais. Em suma, a produção de conhecimento sobre o próprio território, realizada colaborativamente, favoreceu a construção de relações de pertencimento e comprometimento com os problemas locais. Palavras-chave Pensamento geográfico, Metodologias ativas, Nós Propomos! Geocolaborative technologies in geographic education: a search for citizen education Abstract This paper is a clip from a master’s degree research, carried out in 2020, in which the problematic studied is geocollaborative technologies in geography teaching, focusing on the formation of spatial and geographic thinking. They are established as a set of technologies that incorporate languages (text, image and sound) in the spatial information treatment, predominately with computerization, dialogical methodology and students as protagonists. In this study, through the Projeto Nós Propomos! Guarapuava: Juventude educando-se na/com a cidade, we searched for building a new methodology to apply different technologies in a collaborative perspective. The action research was performed through an agreement with Colégio Estadual Dulce Maschio, with High School 3rd students night-time. In its development, applications such as Google Forms, Google My Maps and equipment such as drones, digital cameras and cell phones were used. The whole process was recorded in a field diary and photographs. Geocollaborative technologies usage contributed for production of knowledge about territory, combining images, texts, and sounds of the geographic phenomena, Further to potentiate learning through spatial process visualization. To sum up, knowledge production on territory in a collaborative way, strengthen building relationship of belonging and commitment with local issues. Keywords Geographical thinking, active methodologies, We Propose!
      PubDate: 2022-10-18
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1102
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • As escolas de ensino profissionalizantes do Estado do Ceará compreendidas
           por meio das práticas espaciais

    • Authors: Róbinson Souza, Maria Nilvane Fernandes, Emerson Ribeiro
      Pages: 05 - 23
      Abstract: O presente artigo é resultado da necessidade de ampliar a análise teórica e conceitual sobre a dinâmica das Escolas Estaduais de Ensino Profissional — EEEPs do Estado do Ceará que, desde 2008, assumem um duplo papel fundamental no ensino e na formação de jovens adolescentes para atividades econômicas específicas. Nossa abordagem objetiva compreender os processos, estruturas, funções e formas que essas instituições materializaram, bem como entender as consequências sociais e econômicas no território cearense. Como critério teórico-metodológico, utilizaremos o conceito de práticas espaciais, formulada a princípio pelo filósofo francês Henri Lefebvre na década de 1970, e difundida no Brasil principalmente pelos geógrafos Roberto Lobato Corrêa e Marcelo Lopes de Souza, que a partir da década de 1990 adequaram tal conceito dentro das configurações socioespaciais do território brasileiro. Por ser uma modalidade escolar oriunda das orientações de organizações internacionais globalizadas, como o Fundo Monetário Internacional — FMI e o Banco Mundial — BM e por ter forte interferência de grandes empresas nacionais e internacionais do ramo da produção e dos serviços, entendemos que as EEEPs objetivam, de forma pensada ou planejada, uma lógica educacional que valoriza o mercado em detrimento de formação integral. Palavras-chave
      Organismos internacionais, Escolas de ensino profissional; Práticas espaciais. The professional schools of the State of Ceará understood through spatial practices Abstract The present article is a result of the need to broaden the theoretical and conceptual analysis about the dynamics of the State Schools for Professional Education (SSPE) of Ceará State that, since 2008, assume a fundamental dual role in teaching and training young adolescents for specific economic activities. Our approach aims to understand the processes, structures, functions, and forms that these institutions materialized, as well as understand the social and economic consequences in the territory of Ceará. As a theoretical and methodological criterion, we will use the concept of spatial practices, formulated at first by the French philosopher Henri Lefebvre in the 1970s, and disseminated in Brazil mainly by the geographers Roberto Lobato Corrêa and Marcelo Lopes de Souza, that, as of the 1990s, adapted this concept to the socio-spatial configurations of the Brazilian territory. Because it is a school modality originating from the orientations of international organizations such as the International Monetary Fund (IMF) and the World Bank (WB) and for having strong interference from large national companies and international manufacturing and service industries, we understand that the SSPE's aim to, in a thoughtful or planned way, an educational logic that values the market over integral formation. Keywords International organizations, Professional schools, Spatial Practices.
      PubDate: 2022-10-02
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1110
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Mapas mentais e StoryMaps:

    • Authors: Hortência de Jesus Rodrigues Alves, Antonio Bernardes, Regina Célia Frigério
      Pages: 05 - 26
      Abstract: Este artigo tem como objetivo contribuir com novas práticas no ensino de Geografia. Exploramos, por meio de mapas mentais e StoryMaps os modos como alunos interpretam e representam lugares. Como suporte teórico-metodológico, recorremos à pesquisa com o cotidiano e à Geografia Humanista de base fenomenológica. A partir dessa união, concluímos que, quando as experiências de lugar são narradas pelos alunos elas contestam os conceitos científicos estáticos e pré-estabelecidos. Isto, pois, as narrativas dos alunos demonstram sentidos particulares, possibilitados pela experiência vivida cotidianamente. Palavras-chave Experiências, Narrativa, Geografia Humanista. Mental Maps and StoryMaps: learning from Geographies lived Abstract This article aims to contribute to new practices in the teaching of Geography. We explore, through mind maps and StoryMaps, the ways in which students interpret and represent places. As theoretical-methodological support, we resorted to research with everyday life and phenomenologically-based Humanist Geography. From this union, we conclude that, when the experiences of place are narrated by the students, they contest the static and pre-established scientific concepts. This, because the students' narratives demonstrate particular meanings, made possible by the experience lived daily. Keywords Experiences, Narrative, Humanist Geography.
      PubDate: 2022-09-27
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1113
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • O ensino de Geografia na formação dos estudantes de Pedagogia

    • Authors: Anderson Santos de Santana
      Pages: 05 - 30
      Abstract: A pesquisa exposta neste texto, tem o intuito de apresentar como tem-se dado à formação geográfica dos alunos que cursam a Licenciatura em Pedagogia na UFPB, nos possibilitando encontrar respostas que nos permitiram ter uma compreensão sobre o Ensino de Geografia. O interesse de analisar as práticas pedagógicas do componente curricular Ensino de Geografia se deu porque esse curso é a base para a formação inicial de docentes que irão atuar na educação básica, eles serão os responsáveis pela formação espacial de crianças, jovens e adultos. São esses licenciandos em Pedagogia que estão adquirindo as bases de diversos conhecimentos, dentre esses, os geográficos, que irão introduzir na escola os primeiros saberes sistematizados pela Geografia. A escolha desta universidade para a pesquisa se deu, porque ela é responsável por formar o maior número de pedagogos do estado da Paraíba. A graduação ocorre em modo presencial e em regime seriado semestral, com carga horária de 3.000 horas-aula e com duração mínima de 04 anos e 06 meses no turno diurno e 05 anos e 06 meses no noturno. O Curso de Pedagogia conta atualmente com 1.202 alunos e 112 professores lotados no Centro de Educação. Palavras-chave Educação, Pedagogos, Professor, Saber. La enseñanza de la Geografía en la formación de los estudiantes de Pedagogía Resumen La investigación expuesta en este texto tiene la intención de presentar como se ha dado la formación geográfica de los estudiantes que cursan la Licenciatura en Pedagogía en la UFPB. La investigación proporcionó respuestas que nos permitieron tener una comprensión sobre la Enseñanza de la Geografía en la Licenciatura en Pedagogía. El interés por analizar las prácticas pedagógicas del componente curricular Enseñanza de la Geografía se hizo porque este curso es la base para la formación de muchos profesores que trabajarán en la educación y serán responsables del aprendizaje de un número importante de niños y jóvenes. Son estos estudiantes de grado en Pedagogía los que están adquiriendo las bases de diversos conocimientos, y entre estos los geográficos que iniciarán en la escuela los primeros conocimientos vinculados a la enseñanza de la geografía. La universidad fue elegida porque es la responsable de graduar el mayor número de Pedagogos en el Estado de Paraíba, el curso funciona en la modalidad semestral, con carga lectiva de 3.000 horas y duración mínima de cuatro años y medio en turno de día, y cinco años y medio por la noche. El curso tiene 1.202 alumnos y 112 profesores asignados al Centro de Educación. Palabras-clave Educación, Pedagogos, Profesor, Conocimiento.
      PubDate: 2022-08-23
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1111
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • O desenvolvimento do pensamento geográfico e o ensino por
           investigação:

    • Authors: Geisa Fideles, Luciana Sedano
      Pages: 05 - 28
      Abstract: Este artigo tem como objetivo discutir a relação entre o desenvolvimento do pensamento geográfico e a abordagem didática do ensino por investigação, bem como sua possível contribuição para o ensino de Geografia. Entendemos que esta abordagem traz no seu bojo elementos propulsores para um ensino de forma contextualizada e enriquecedora, o que pode possibilitar o desenvolvimento do pensamento geográfico do aluno. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo bibliográfica. Os dados foram obtidos por meio de pesquisa em bancos de dados brasileiros, como o Periódico CAPES, SciELO, Catálogo de Teses e Dissertações – CAPES e Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), e em um banco de dados internacional - ERIC - Educational Resources Information Centre. Os resultados da pesquisa mostram que existe uma carência de trabalhos que discutam a relação entre o ensino de Geografia e a abordagem didática do ensino por investigação. Esperamos que este trabalho contribua para a melhoria do Ensino e da Aprendizagem em Geografia, tendo em vista a promoção de um ensino de Geografia investigativo, a fim de que o aluno adquira maiores condições de realizar análises de fatos e fenômenos, que ocorrem no espaço geográfico e, assim, seja possível pensar por meio da Geografia. Palavras-chave Geografia, Ensino por investigação, Pensar pela Geografia. The development of Geographic thinking and teaching through investigation: process of (re)signification in Geography teaching Abstract This paper aims to discuss the relationship between the development of geographic thinking and the didactic approach to teaching by investigation, and its possible contribution to Geography teaching. We understand that this approach has driving elements for teaching in a contextualized and enriching way, enabling the development of students’ geographic thinking. This is qualitative bibliographic research. Data were obtained through searches in Brazilian databases, such as CAPES periodicals, SciELO, Thesis and Dissertations Catalog - CAPES, Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations - BDTD, and an international database, such as Education Resources Information Center - ERIC. The research results show that there is a lack of papers that discuss the relationship between the geography teaching and the didactic approach to teaching by investigation. We expect that this work will contribute to the improvement of Geography teaching-learning process, an investigative teaching of Geography, in a way that students have better conditions to carry out analysis of facts and phenomena that occur in geographic space and, thus, be able to think by Geography. Keywords Geography, Teaching through investigation, Thinking through Geography.
      PubDate: 2022-08-17
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1145
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Práticas e discursos espaciais da paisagem em Porto União da
           Vitória (SC/PR):

    • Authors: Thiago Luiz Calandro, Gabriela Sena da Silva
      Pages: 05 - 26
      Abstract: O texto investigativo que apresentamos tem o objetivo de desenvolver uma reflexão teórica e metodológica a partir de uma situação-problema identificada em momentos anteriores do projeto de pesquisa intitulado “Práticas espaciais e a transformação da paisagem em Porto União da Vitória (SC/PR) no período do Contestado: espaço-tempo e ensino de Geografia”. O problema identificado está relacionado a como o Santo de Bronze do Monge João Maria pode distorcer a identidade narrativa da população cabocla, tornando-a ainda mais excluída dos espaços e práticas de representação espacial. A partir da articulação desse contexto com reflexões teóricas e metodológicas sobre o currículo narrativo e com o pensamento e raciocínio geográfico, foi possível desenvolver uma proposta de ensino de Geografia que possa, minimamente, fazer com que os alunos, sobretudo os descendentes de caboclos, possam entender os impactos da problemática em suas vidas imediatas, bem como auxiliar no processo de desenvolvimento de práticas que os tornem protagonistas no processo de construção de espaços de representação da sua cultura. Palavras-chave Ensino de Geografia, Práticas espaciais, Representação espacial. Prácticas y discursos espaciales del paisaje en Porto União da Vitória (SC/PR): reflexiones teóricas y metodológicas sobre la enseñanza de la Geografía Resumen El texto que presentamos tiene como objetivo desarrollar una reflexión teórica y metodológica a partir de una situación-problema identificada en momentos previos del proyecto de investigación titulado “Prácticas espaciales y la transformación del paisaje en Porto União da Vitória (SC/PR) durante el período del Contestado: espacio-tiempo y enseñanza de la Geografía”. El problema identificado está relacionado con cómo el Santo de Bronce del Monge João Maria puede distorsionar la identidad narrativa de la población cabocla, haciéndola aún más excluida de los espacios y prácticas de representación espacial. A partir de la articulación de este contexto con reflexiones teóricas y metodológicas sobre el currículum narrativo y con el pensamiento y razonamiento geográfico, fue posible desarrollar una propuesta de enseñanza de la Geografía que puede, mínimamente, hacer posible a los estudiantes, especialmente a los descendientes de caboclos, comprender los impactos del problema en sus vidas inmediatas, así como apoyar en el proceso de desarrollo de prácticas que los hagan protagonistas en el proceso de construcción de espacios para representar su cultura. Palabras clave Enseñanza de la Geografía, Prácticas espaciales, Representación espacial.
      PubDate: 2022-08-16
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1134
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Ensinar Geografia é uma questão de concepção de
           método

    • Authors: Vanice Schossler Sbardelotto, Mafalda Nesi Francischett
      Pages: 05 - 23
      Abstract: O artigo se propõe a problematizar a questão do ensino de Geografia, em particular nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Discute que o ensino de Geografia, assim como o desenvolvimento da própria ciência, depende da concepção de método do professor ou cientista, que ancora sua prática que pode contribuir para explicitar ou mascarar as condições sociais de produção do espaço. Problematiza o ensino de Geografia decorrente das concepções de método, da ciência geográfica e pedagógicas. A análise resulta de pesquisa bibliográfica realizada a partir de Chistofoletti (1982), Tonini (2006), Moraes (2007), Vlach (2010), Lacoste (2012), Santos (2012, 2014) ao longo da pesquisa sobre a formação de pedagogos para o ensino de Geografia nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Indica a Geografia Crítica como perspectiva que permite conhecer a realidade e, portanto, orienta um ensino voltado a esse fim. Implicando na práxis pedagógica e na formação para a cidadania. Palavras-chave Ensino de Geografia, Anos iniciais do Ensino Fundamental, Geografia crítica, Cidadania. Teaching Geography is a matter of method of conception Abstract The article proposes to problematize the matter of teaching Geography, in particular in the first years of Elementary School. It discuss that the teaching of Geography, as well as the development of science itself, depends on the teacher’s or scientist’s method of conception, who anchors their practice that can contribute to make explicit or to hide the social conditions of space production. It problematizes the teaching of Geography that results from the conceptions of method, from the geographical and pedagogical science. The analysis results from the bibliographic research done by Chistofoletti (1982), Tonini (2006), Moraes (2007), Vlach (2010), Lacoste (2012), Santos (2012, 2014) throughout the research about the formation of pedagogues to the teaching of Geography in the first years of Elementary School. It indicates Critical Geography as a perspective that allows knowing the reality and, therefore, guides a teaching aimed at this purpose. Implying in the pedagogical praxis and the formation for citizenship. Keywords Teaching of Geography, First years of Elementary School, Critical Geography, Citizenship.
      PubDate: 2022-08-09
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1131
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Como as mudanças nas políticas educacionais em Xangai têm influenciado
           as trajetórias dos professores na construção do currículo'

    • Authors: Xin Miao
      Pages: 05 - 28
      Abstract: O artigo explora o envolvimento dos professores de Xangai com o currículo de Geografia no contexto das mudanças políticas do exame Gaokao. O estudo é parte de uma pesquisa de doutorado em andamento, que integra estruturas curriculares existentes (LAMBERT, 2015; PRIESTLEY et al, 2021). Neste texto será considerado, em primeiro lugar, como a reforma Gaokao afeta o status da Geografia escolar, os professores de Geografia e estudantes em Xangai.  Por meio de entrevistas semiestruturadas, os participantes construíram junto com a pesquisadora diagramas sobre suas práticas curriculares (curriculum making). Esses diagramas serão apresentados na forma de dois coortes: professores do pré e pós-reforma. Por fim, o artigo propõe um potencial comunicativo da prática curricular transcultural. O processo de elaboração do diagrama oferece um recurso para professores e formadores de professores no sentido de imaginar uma forma diferente na interpretação dos papéis dos docentes em sala de aula em seus trabalhos. Palavras-chave Currículo, Professores de Geografia, Práticas curriculares, Reforma Gaokao, China.   How have the changing policies in Shanghai influenced Geography teachers' stories of curriculum making' Abstract The paper explores Shanghai teachers’ engagement with the geography curriculum within the changing Gaokao policies. The study is part of an ongoing doctorate project which creatively integrates existing curriculum making frameworks. In this paper, how the Gaokao reform affects geography’s status among schools, teachers and students in Shanghai will first be considered. This research further develops two curriculum making frameworks to design the empirical study. Through semi-structured interviews, the participants and the researcher co-constructed curriculum making diagrams. These diagrams will be presented in two cohorts: pre-Reform and post-Reform teachers. In the end, the paper proposes a cross-cultural communicative potential for curriculum making. The diagram making process provides a tool for teachers and teacher educators to imagine different interpretations of classroom teachers’ roles in their work.  Keywords Curriculum, Geography teachers, Curriculum making, Gaokao, China.
      PubDate: 2022-08-08
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1219
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Geografia socioambiental no Ensino Fundamental:

    • Authors: Diego Andrade de Jesus Lelis, Daniele Saheb Pedroso, Daniela Gureski Rodrigues
      Pages: 05 - 33
      Abstract: Este artigo, amparado em uma pesquisa do tipo estado da arte, tem por objetivo analisar a relação entre o ensino de Geografia no Ensino Fundamental e o meio ambiente, a partir de resumos extraídos da Biblioteca Brasileira Digital de Teses e Dissertações (BDTD), desde o primeiro documento disponível nessa base (1967) até 2019. A categorização das temáticas foi realizada a partir das áreas do conhecimento – geografia e educação – definidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), com o auxílio do software de análise de dados ATLAS.ti. Os resultados apontam para o desenvolvimento de temáticas socioambientais no campo da geografia, amparadas, sobretudo, na corrente humanista do pensamento geográfico. As pesquisas são oriundas predominantemente das regiões Sudeste e Sul do país e apresentam temáticas que buscam elucidar como o ensino pode auxiliar na compreensão da relação entre o ser humano e o meio ambiente. Palavras-chave Ensino, Geografia Socioambiental, Ensino Fundamental Geografía socioambiental en la educación primária: un estudio de revisión en tesis y disertaciones brasileñas Resumen Este artículo, respaldado por una investigación del tipo estado del arte, tiene como objetivo analizar la relación entre la enseñanza de Geografía, en Educación Primaria y el medio ambiente, a partir de los resúmenes extraídos de la Biblioteca Brasileira Digital de Teses e Dissertações (BDTD), desde el primer documento disponible en esta biblioteca (1967) hasta 2019. Los temas se clasificaron en función de las áreas de conocimiento – geografía y educación – definidas por la Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Los resultados apuntan al desarrollo de temas socioambientales en el campo de la geografía, apoyados principalmente por la corriente humanista del pensamiento geográfico. Las investigaciones se originan principalmente en las regiones sureste y sur del país y presentan temas que buscan dilucidar cómo la enseñanza puede ayudar a comprender la relación entre los seres humanos y el medio ambiente. Palabras clave Enseñanza, Geografía Socioambiental, Educación Primaria.
      PubDate: 2022-07-25
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1005
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Intersecções de uma corrida orientada na (re)construção dos
           conhecimentos cartográficos

    • Authors: Vitor Marques, Cléa Cardoso da Rocha, Marcelo Oliveira Faria
      Pages: 05 - 21
      Abstract: Este artigo buscou analisar a Corrida Orientada e suas intersecções didáticas para auxiliar na interpretação e compreensão da linguagem cartográfica dos estudantes da escola básica. Desviando de binarismos impostos à Cartografia Escolar, marcada por uma espacialidade cartesiana, que entende o mapa como “representação da realidade”, optamos por uma abordagem pós-estrutural, notadamente pós-representacional que procura situar as experiências de estudantes (mapeadores) do ensino médio de uma escola parceira do subprojeto de Geografia do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), como parte do processo de mapeamento, e o mapa como uma dimensão aberta, produto da compreensão e interpretação das experiências espaciais e sua interação semiótica, observados a partir dos acontecimentos forjados por negociações e intencionalidades espaciais diversas, expressos na dinâmica relacional de cada mapeador e seus pensamentos e imaginações espaciais. Palavras-chave Ensino de Geografia, Cartografia, Corrida orientada. INTERSECTIONS OF AN ORIENTED RACE IN THE (RE)CONSTRUCTION OF CARTOGRAPHIC KNOWLEDGE Abstract This article sought to analyze the Oriented Run and its didactic intersections to help in the interpretation and understanding of the cartographic language of two elementary school students. Deviating from the imposed binarisms of School Cartography, marked by a Cartesian spatiality, which understands the map as "representation of reality", we opted for a post-structural approach, markedly post-representational, that seeks to situate the experiences of students (mappers) of middle school of a partner school of the Geography subproject of the Institutional Program of Teaching Initiation Exchanges (PIBID) of the State University of Feira de Santana (UEFS), as part of the mapping process, and the map as an open dimension, product of understanding and interpretation the spatial experiences and their semiotic interaction, observed from two events forged by negotiations and diverse spatial intentions, expressed in the relational dynamics of each mapper and their spatial thoughts and imaginations. Keywords Geography teaching, Cartography, Orienteering race.
      PubDate: 2022-07-18
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1159
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • As temáticas físico-naturais nas provas do ENADE dos cursos de
           licenciatura em Geografia

    • Authors: Lygia de Oliveira Ribeiro, Jully Gabriela Retzlaf de Oliveira
      Pages: 05 - 28
      Abstract: A Geografia é uma ciência voltada ao estudo da produção do espaço a partir da interação entre sociedade e natureza. Em específico, a Geografia Física volta-se para o estudo das dinâmicas da natureza na paisagem em conjunto com as condições antropológicas. Contudo, as temáticas físico-naturais na Geografia são corriqueiramente abordadas de maneira estanque, sem inserir a sociedade em suas análises. Diante desse contexto, este trabalho tem por objetivo analisar a abordagem dos temas físico-naturais nas provas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) aplicadas aos cursos de Licenciatura em Geografia. Para tanto, procedeu-se à pesquisa bibliográfica relacionada ao ensino dos componentes físico-naturais na Geografia Escolar; elaboração de uma ficha de avaliação para as provas do ENADE; levantamento das questões do componente específico das provas aplicadas aos cursos de Licenciatura em Geografia; e, por fim, análise da abordagem das questões relacionadas aos temas físico-naturais da Geografia nas provas em questão. Em síntese, verificou-se que a maior parte das questões analisadas do ENADE apresentam abordagem contemporânea da Geografia Física, pois, além das dinâmicas naturais, destacam a ação antrópica como modificadora dos elementos naturais e geradora de impactos socioambientais. Palavras-chave
      Avaliação externa, ENADE, Geografia Física, Questão ambiental The physical-natural themes in the ENADE exams Geography degree courses Abstract Geography is a science targeted to the study of production of space from the interaction between the society and the nature. In a specific way, the Physical Geography focuses on the study of nature’s dynamics in the landscape with the anthropological condictions. However, the physical-natural themes in Geography are usually approached in a watertight manner, not including the society in its analyses. Within this context, this work aims to analyse the physical-natural themes approaching in the tests of the Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) directed to Geography degree courses. For this purpose, a bibliographic research related to the teaching of physical-natural componentes in School Geography have been done; elaboration of evaluation file for the tests of ENADE; survey of the questions about the specific component applied to Geography degree courses and finally, the approaching analyse about the questions related to the physical-natural themes of Geography in the mentioned tests. In summary, it was found that the majority of the analised questions of ENADE present contemporary approach of Physical Geography, because in addition to the natural dynamics, the anthropic action is highlighted as a modifier of natural elements and a generator of socio-environmental impacts. Keywords External evatualiton, ENADE, Physical Geography, Environmental issue
      PubDate: 2022-07-07
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1008
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • A Geografia e a BNCC do Ensino Médio:

    • Authors: Victor Régio da Silva Bento, Lucilene Ferreira de Almeida
      Pages: 05 - 26
      Abstract: Reformas curriculares são importantes para entender os rumos da educação e a configuração dos sistemas de ensino. A implantação de uma nova estrutura curricular é um momento significativo para entender a relevância das diversas disciplinas na aprendizagem dos alunos. Consequentemente, os conteúdos disciplinares tornam-se suscetíveis às decisões impostas pelas Secretarias de Educação. Baseado nessas reflexões, o artigo em questão busca entender o papel da Geografia como disciplina escolar no contexto da implantação da BNCC do Ensino Médio, com enfoque nas decisões tomadas pela Secretaria Estadual de Educação do estado do Acre – SEE-Acre. Como recurso metodológico foram analisadas as Rotas de Aprofundamento e os itinerários formativos do novo currículo. Essa proposta de reformulação foi disponibilizada para consulta preliminar entre julho e agosto de 2020. Como conclusão verificou-se que a Geografia está perdendo espaço nos conteúdos que são de sua incumbência e necessita de uma maior interação com as disciplinas dos demais Arranjos Curriculares. Palavras-chave Geografia, Reformas curriculares, BNCC, Acre. The Geography and the BNCC of High School: an analysis of the formative itineraries of SEE-Acre Abstract Curricular reforms are important to understand the direction of education and the configuration of education systems. The implementation of a new curricular structure is a significant moment to understand the relevance of different disciplines in students learning. Consequently, disciplinary contents become susceptible to decisions imposed by the Education Departments. Based on these reflections, this article seeks to understand the role of Geography as a school discipline in the context of the implementation of the BNCC of Secondary School, focusing on the decisions taken by the SEE-Acre. As a methodological resource, the Rotas de Aprofundamento and the formative itineraries of the new curriculum are analysed. This curriculum formulation proposal was made available for preliminary consultation between July and August 2020. As a conclusion, it was found that Geography is losing space in the contents that are its responsibility and it needs a greater interaction with the disciplines of the other Curricular Arrangements. Keywords Geography, Curricular Reforms, BNCC, Acre.
      PubDate: 2022-07-01
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1010
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Introdução à Geopolítica no Ensino Médio:

    • Authors: Flavio Luis Assiz dos Santos
      Pages: 05 - 18
      Abstract: Este artigo representa um breve esforço no sentido de sistematização da prática docente no desenvolvimento de uma sequência didática (Zabala, 1998), realizada no ano letivo de 2018, no Colégio Estadual David Mendes Pereira, em Salvador/BA, com turmas dos 3º anos, tratando do tema “Introdução à Geopolítica”. O objetivo é compartilhar as atividades da sequência didática relacionado aos Conceitos Fundamentais de Geopolítica, construídas a partir das minhas perspectivas e vivências como professor do Ensino Médio e como geógrafo, para estimular a reflexividade docente com relação ao ensino desse importante campo (inter)disciplinar. Palavras-chave Sequência didática, Geopolítica, Ensino Médio, Prática docente,  Reflexividade docente.   Introduction to Geopolitics in High School: experience report of a didactic sequence Abstract This article represents a brief effort to systematize teaching practice in the development of a didactic sequence (Zabala, 1998), performed in 2018, at Colégio Estadual David Mendes Pereira, in Salvador (Bahia), with senior year students, dealing with the topic “Introduction to Geopolitics”. The goal was to share the activities from the didactic sequence related to the Fundamental Concepts of Geopolitics, built from my perspectives and experiences as a high school teacher and as a geographer to encourage the teacher reflexivity regarding the teaching of this important (inter) disciplinary field.   Keywords Didactic Sequence, Geopolitics, High school, Teacher practice, Teacher reflexivity.
      PubDate: 2022-06-28
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1200
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Mapeamento participativo:

    • Authors: Bruno Lins Quintanilha, Leandro Andrei Beser de Deus
      Pages: 05 - 28
      Abstract: A problemática central do artigo gira em torno da seguinte questão: o mapeamento participativo pode ser uma ferramenta, uma forma de mapeamento com potencial para, através da construção coletiva e uso dos mapas, contribuir como possibilidade para a educação geográfica' Sendo assim, o objetivo é analisar o mapeamento participativo como possibilidade didático-pedagógica para a educação geográfica. A partir disso, houve a aplicação de um projeto de mapeamento participativo em uma turma de graduação em Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Posteriormente, há aplicação da técnica de grupo focal com participantes do mapeamento, com a intenção de gerar dados que possibilitem avaliar os impactos e possibilidades pedagógicas da atividade. A partir da análise dos dados gerados, identificou-se que o mapeamento participativo executado por graduandos de Geografia gerou variadas possibilidades de aprendizagens cartográficas, geográficas e de caráter cidadão-social, tanto através da produção de mapas quanto do exercício de análise destes. Além disso, enquanto método ativo de ensino, o mapeamento participativo gerou engajamento dos participantes e percepção positiva da atividade. Por fim, identificamos que o mapeamento participativo é uma possibilidade pedagógica e metodológica tanto para a aprendizagem geográfica quanto cartográfica, podendo vir a ser mais uma ferramenta para a educação geográfica. Palavras-chave Mapeamento participativo, Educação geográfica, Métodos ativos. Participatory mapping: an analysis of possibilities for geography education Abstract The central problem of the paper revolves around the following question: can participatory mapping be a tool, a form of mapping with the potential to, through the collective construction and use of maps, contribute as a possibility for geography education' Therefore, the objective is to analyze participatory mapping as a didactic-pedagogical possibility for geography education. Based on that, there was an application of a participatory mapping project in an undergraduate class in geography at the Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Subsequently, the focus group technique is applied to the participants from the mapping project, with the intention of generating data that make it possible to evaluate the impacts and pedagogical possibilities of the activity. From the analysis of the generated data, it was identified that the participatory mapping performed by geography undergraduate students generated varied possibilities, for cartographic, geographic and citizen-social learning, both through the production of maps and the exercise of their analysis. In addition, as an active teaching method, participatory mapping generated participants’ engagement and the positive perception of the activity. Finally, we identified that participatory mapping is a pedagogical and methodological possibility for both geographic and cartographic learning, and may become another tool for geography education. Keywords Participatory mapping, Geography education, Active methods.
      PubDate: 2022-06-17
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1052
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Educação em tempos de Covid-19:

    • Authors: Robson Alves dos Santos, Dionel Barbosa Ferreira Júnior
      Pages: 05 - 24
      Abstract: A pandemia da Covid-19 explicitou as desigualdades sociais e educacionais em toda parte do mundo, que não são exclusividade do território brasileiro, ocasionando no fechamento das atividades presenciais nas mais de 180 mil escolas, segundo os dados do último Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em 2019. A presente pesquisa visa fazer uma análise da formação inicial dos futuros docentes em Geografia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) em meio à pandemia da Covid-19. Através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid), investiga-se como estão sendo desenvolvidas as atividades do programa na modalidade remota, no ano de 2021, salientando os desafios e as dificuldades na formação dos “pibidianos” do curso de Geografia. As metodologias utilizadas foram: a) análise bibliográfica acerca da temática sobre o Pibid e a formação de professores; b) explanação das etapas do programa desenvolvido pelos alunos de Geografia da Unifesspa e c) aplicação e análise dos questionários de opinião respondidos pelos bolsistas do programa. O Pibid tem como objetivo potencializar o processo de formação docente a partir de inúmeras possibilidades, desde elevar a qualidade da formação inicial de professores até a articulação entre teoria e prática. Palavras-chave Pibid, Formação docente em Geografia, Covid-19. Educación en tiempos de Covid-19: formación de docentes en Geografía en la Universidad Federal del Sur y Sudeste de Pará (UNIFESSPA) con base en el PIBID Resumen La pandemia de la Covid-19 ha puesto de relieve las desigualdades sociales y educativas en todo el mundo, que no son exclusivas del territorio brasileño, provocando el cierre de las actividades presenciales en más de 180.000 escuelas, según datos del último Censo Escolar del Instituto Nacional Instituto de Educación Estudios e Investigaciones Pedagógicas Anísio Teixeira (INEP), en 2019. Esta investigación tiene como objetivo analizar la formación inicial de los futuros profesores de Geografía de la Universidad Federal del Sur y Sudeste de Pará (Unifesspa) en medio de la crisis del Covid -19 pandemia. A través del Programa Institucional de Becas de Iniciación a la Docencia (Pibid), se investiga cómo se están realizando las actividades del programa en la modalidad a distancia, en el año 2021, destacando los desafíos y dificultades en la formación de los “pibidianos” de la carrera de Geografía. Las metodologías utilizadas fueron: a) análisis bibliográfico sobre el tema Pibid y la formación docente; b) explicación de las etapas del programa desarrollado por los estudiantes de Geografía de la Unifesspa y c) aplicación y análisis de los cuestionarios de opinión respondidos por los becarios del programa. Pibid pretende potenciar el proceso de formación del profesorado desde numerosas posibilidades, desde elevar la calidad de la formación inicial del profesorado hasta vincular teoría y práctica. Palabras clave Pibid, Formación docente en Geografía, Covid-19.
      PubDate: 2022-06-17
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1039
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Política educacional brasileira e o currículo de Geografia:

    • Authors: Julyana Dias Duarte, Mariana Medeiros Alves
      Pages: 05 - 26
      Abstract: A finalidade deste estudo é apresentar o panorama de publicações realizadas na Revista Brasileira de Educação em Geografia no que tange à abordagem das políticas educacionais brasileiras e os impactos das reformas curriculares no ensino de geografia. Buscou-se entender como essas reformas são transmitidas, formuladas e analisadas pelos pesquisadores. Averiguou-se o arcabouço teórico-metodológico presente no periódico selecionado, por meio do recorte temporal do ano de criação da revista, em 2011 até o ano de 2020. Dentre as diferentes formas de análises da temática selecionada na revista, os autores convergem para a importância de uma estruturação bibliográfica e documental, para que seja possível o apontamento de conflitos teóricos e possíveis soluções. Palavras-chave Política educacional brasileira, Políticas curriculares, Reformas curriculares, Ensino de Geografia. Brazilian educational policy and the Geography curriculum: approaches and analysis of the publications in the Brazilian Journal of Education in Geography from 2011 to 2020 Abstract The purpose of this study is to present the panorama of publications in the Brazilian Journal of Education in Geography regarding the approach to Brazilian educational policies and the impacts of curriculum reforms on the teaching of geography. The aim was to understand how these reforms are transmitted, formulated and analyzed by the researchers. We verified the theoretical and methodological framework present in the selected journal, through the time frame of the year the journal was created, in 2011 until 2020. Among the different forms of analysis of the theme selected in the journal, the authors converge on the importance of a bibliographic and documentary structuring, so that it is possible to point out theoretical conflicts and possible solutions. Keywords Brazilian educational policy, Curriculum policies, Curriculum reforms, Geography teaching.
      PubDate: 2022-06-16
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1041
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Carta na manga:

    • Authors: Adelvan Ferreira Santos, Marcone Denys dos Reis Nunes, Simone Santos de Oliveira
      Pages: 05 - 24
      Abstract: O artigo discute a produção e uso de jogos geográficos na educação básica, além de apresentar o jogo como importante dispositivo didático-pedagógico para dinamizar o ensino de Geografia, pois o jogo é uma linguagem lúdica que permite o despertar da curiosidade e instiga a vontade de aprender de forma prazerosa. Esta produção é um desdobramento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do curso de Licenciatura em Geografia, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus IV, Jacobina, cujo objetivo foi fazer uma análise a respeito das contribuições do uso dos jogos didáticos para o ensino de Geografia. O lócus da proposta investigativa foram turmas do 9º Ano do Ensino Fundamental II, do Colégio Municipal Arionete Guimarães Sousa (COMAGS), localizado em Serrolândia-BA. Trata-se, portanto, de uma pesquisa qualitativa em educação, do tipo pesquisa-ação. Para chegarmos aos resultados nos valemos da produção e da utilização do Jogo “Geoconexões: sociedade de consumo e sustentabilidade”, usado em três turmas do 9º Ano do Ensino Fundamental do referido colégio, além das observações participantes e das entrevistas semiestruturadas com dois professores que trabalham nas turmas escolhidas. Por meio desta prática educativa, ficou evidente que os jogos possibilitam maior envolvimento dos estudantes com conteúdos trabalhados e que a sua produção contextualiza a realidade e possibilita a aprendizagem significativa no âmbito da Geografia escolar. Palavras-chave Jogo geoconexões, Educação Geográfica, Ensino Fundamental. Ace up the sleeve: the uso of games in geographical education Abstract This article discusses the production and use of geographical games in basic education, in addition to presenting the game as an important didactic-pedagogical device to streamline the teaching of Geography, as the game is a playful language that allows the awakening of curiosity and instigates the desire to learn in a pleasant way. This production is an unfoldment of an End of Course Paper (known as TCC), from the course of Degree in Geography at Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus IV, Jacobina, in which the objective was to analyze the contributions in using didactic games for Geography teaching. The locus of the investigative proposal were classes from the 9th Year of Elementary School II, from the Municipal Arionete Guimarães Sousa (COMAGS). It is, therefore, a qualitative research in education, of the action research type. To reach the results, it was used the production and use of the game “Geoconexões: sociedade de consumo e sustentabilidade” in three classes of 9th Year of Elementary School II at in addition to participating observations and semi-structured interviews with two teachers who work in the chosen classes. Throug this educational pratice it was possible to see that games allow a greater student involvement with the worked contents and that their production contextualizes reality, developing geographical reasoning and meaningful learning within the scope of School Geography. Keywords Geoconnection games; Geographic Education; Elementary School.
      PubDate: 2022-06-15
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1047
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Possibilidades de construção de conhecimento geográfico a partir do uso
           da Plataforma de mapeamento colaborativo Google My Maps

    • Authors: Luan do Carmo da Silva, Diego Tarley Ferreira Nascimento, Lorrane Vicente Fabrício
      Pages: 05 - 31
      Abstract: O texto visa identificar as potencialidades do uso da plataforma online de mapeamento colaborativo Google My Maps como uma estratégia de ensino-aprendizagem e construção de conhecimento em Geografia. Para a fundamentação dessa pesquisa foram percorridas três etapas, sendo elas: 1) revisão bibliográfica sobre o tema, 2) seleção de habilidades e conteúdos extraídos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e 3) desenvolvimento e sugestão das estratégias de ensino. Os esquemas elencados sugerem propostas de aprendizagem fundamentadas em métodos que auxiliem na sistematização do conhecimento geográfico de geografia de maneira mais tecnológica, dinâmica e contextualizada ao espaço local e ao cotidiano dos estudantes. A plataforma Google My Maps apresenta-se como uma fortuita estratégia e ferramenta didática que pode colaborar com o desenvolvimento de práticas escolares no contexto da formação inicial e continuada de professores. Palavras-chave Ensino de Geografia, Mapeamento colaborativo, Google My Maps POSSIBILITIES FOR BUILDING GEOGRAPHIC KNOWLEDGE FROM THE USE OF THE GOOGLE MY MAPS COLLABORATIVE MAPPING PLATFORM Abstract The text aims to identify the potential of using the online collaborative mapping platform Google My Maps as a teaching-learning and knowledge building strategy in Geography. For the basis of this research, three stages were covered, namely: 1) bibliographic review on the subject, 2) selection of skills and contents extracted from the Common National Curriculum Base (BNCC) and 3) development and suggestion of teaching strategies. The schemes listed suggest learning proposals based on methods that help in the systematization of geographic knowledge of geography in a more technological, dynamic and contextualized way to the local space and the students' daily lives. The Google My Maps platform presents itself as a fortuitous strategy and didactic tool that can collaborate with the development of school practices in the context of initial and continuing teacher training. Keywords Geography teaching, Collaborative mapping, Google My Maps
      PubDate: 2022-06-07
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1006
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Ensino-aprendizagem do conceito de paisagem em Geografia na perspectiva da
           teoria desenvolvimental

    • Authors: Victor Alves Santos, Marilene Marzari
      Pages: 05 - 26
      Abstract: Este estudo tem como objetivo principal analisar as contribuições da organização do ensino desenvolvimental, junto aos estudantes do 6º ano de uma escola pública estadual de Barra do Garças/MT, em relação à aprendizagem do conceito de paisagem. Para isso, utilizamos da metodologia qualitativa e dos procedimentos de observação, da produção de textos pelos estudantes durante o experimento didático-formativo e da análise do PPP da escola. Como referências, recorremos a Santos (1998, 2009), Schier (2003), Cavalcanti (2007, 2008), entre outros que discutem sobre os pressupostos teóricos e ensino escolar da Ciência Geográfica e a Vygotsky (2004, 2005) e Davídov (1988) que abordam, respectivamente sobre a teoria histórico-cultural e o ensino desenvolvimental que contribuem para a formação do pensamento teórico dos escolares. Por fim, os resultados mostram que essa organização do ensino desencadeou mudanças significativas no processo de ensino-aprendizagem, uma vez que a maioria dos estudantes participou ativamente das ações, operações e tarefas propostas. Com isso, ampliaram seus conhecimentos em relação ao conceito de paisagem, a associaram com suas práticas espaciais e realizaram generalizações teóricas. Isso foi possível devido às leituras e discussões das tarefas em grupo; das produções de textos coletivos e individuais; exposição de ideias sobre a paisagem e de relacioná-la com os diferentes contextos. Palavras-chave Geografia Escolar, Paisagem, Organização de ensino, Formação do pensamento Teaching-learning of the concept of landscape in Geography from the perspective of developmental theory Abstract The main objective of this study is to analyze the contributions of the organization of developmental teaching with students of 6th grade in a state public school in Barra do Garças/MT, in relation to learning the concept of landscape. For this, we used the qualitative methodology and the observation procedures, the production of texts by students during the didactic and formative experiment, and the analysis of the school's PPP. As references, we use Santos (1998, 2009), Schier (2003), Cavalcanti (2007, 2008), among others who discuss the theoretical assumptions and school teaching of Geographic Science and Vygotsky (2004, 2005), Davídov (1988) that approach, respectively, the historical-cultural theory and the developmental teaching that contribute to the formation of the theoretical thinking of the students. Finally, the results show that this teaching organization triggered significant changes in the teaching-learning process, since most students actively participated in the proposed actions, operations and tasks. Thus, they expanded their knowledge about the concept of landscape, associated it with their spatial practices, and made theoretical generalizations. This was possible due to the readings and discussions of the group tasks; the production of collective and individual texts; exposure of ideas about landscape and relating it to different contexts. Keywords School Geography, Landscape, Teaching organization, Thought formation.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1061
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Arte e educação geográfica:

    • Authors: Renan Carnaúba Oliveira
      Pages: 05 - 24
      Abstract: Neste trabalho procuro discutir as potencialidades da linguagem da Arte na educação geográfica a partir de uma experimentação com algumas obras do acervo permanente do MARCO (Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul) realizada com estudantes do Ensino Fundamental da Rede Pública Estadual do município de Fátima do Sul (MS). Além de estimular a participação ativa dos estudantes, dialogando sobre suas percepções e criando suas próprias obras, a experimentação também proporcionou o contato dos estudantes com uma parte da produção artística sul-mato-grossense. Utilizo as obras não apenas para ilustrar o conteúdo, mas para potencializar imaginações sobre o espaço. Baseio a discussão em conceitos propostos por autores como Doreen Massey (2008), Gilles Deleuze (2013), Felix Guattari e Suely Rolnik (2013), entre outros, referenciando a aproximação da Arte com a Geografia. Palavras-chave Linguagem da Arte, Educação geográfica, Imaginações espaciais. Art and geographical education: possibilities from artworks of the Contemporary Art Museum in Mato Grosso do Sul (MARCO) Abstract This paper look up to discuss the potentialities of the language of Art in geographic education from an experiment with some artworks from the permanent collection of Museum of Contemporary Art of Mato Grosso do Sul (MARCO) carried out with Elementary School students from the State Public Network of the city of Fátima do Sul (Mato Grosso do Sul State). Besides encouraging the active participation of students, talking about their perceptions, and creating their own works, the experimentation provided students with contact with part of the artistic production in the state of Mato Grosso do Sul. We use the artworks not only to illustrate the content, but also to enhance imaginations about space. We based the discussion on concepts proposed by authors such as Doreen Massey (2008), Gilles Deleuze (2013), Felix Guattari and Suely Rolnik (2013), among others, referencing our understanding of the approximation between Art and Geography. Keywords Language of Art, Geographic education, Space imaginations.
      PubDate: 2022-05-17
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.964
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • Filosofia do ensino de Geografia

    • Authors: Bruno Nunes Batista
      Pages: 05 - 27
      Abstract: Este texto ensaia a construção de uma Filosofia do ensino de Geografia. Inspirado na perspectiva crítica de Immanuel Kant, trata de pensar esse projeto por meio de quatro encaminhamentos operatórios: 1) discutir um uso acautelado da razão, frente aos limites do conhecimento; 2) problematizar os conceitos a partir de uma análise histórica, enredada em relações de poder-saber; 3) relacionar a docência à noção kantiana de maioridade; 4) conjecturar o ensino de Geografia como uma oficina de conceitos. Desses deslocamentos, não se pleiteia a constituição de um campo hermético forjado às custas de cerceamento teórico-metodológico, mas sim colocar em questão uma Geografia escolar autônoma, que pensa sobre si mesma para emancipar a si e aos outros.  Palavras-chave Filosofia do ensino de Geografia, Kant, Crítica, Maioridade, Conceito.
      Filosofía de la enseñanza de la Geografía Resumen Este texto ensaya la construcción de una enseñanza de Filosofía de la Geografía. Inspirándose en la perspectiva crítica de Immanuel Kant, intenta pensar este proyecto a través de cuatro pautas operativas: 1) discutir un uso cauteloso de la razón, frente a los límites del conocimiento; 2) problematizar los conceptos desde un análisis histórico, enredados en relaciones de poder-conocimiento; 3) relacionar la enseñanza con la noción kantiana de emancipación; 4) Conjeturar la enseñanza de la Geografía como taller conceptual. A partir de estos desplazamientos no se pretende la constitución de un campo hermético forjado a costa de una restricción teórico-metodológica, sino cuestionar una geografía escolar autónoma, que piensa en sí misma para emanciparse a sí misma ya los demás. Palabras-clave Filosofía de la enseñanza de Geografía, Kant, Crítica, Emancipación, Concepto.
      PubDate: 2022-04-27
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1181
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
  • O ensino de Geografia e o conceito de identidade de gênero:

    • Authors: Giovana Silva Rocha, Margarida de Cassia Campos
      Pages: 05 - 25
      Abstract: O presente trabalho visa contribuir para o entendimento acerca dos conteúdos relacionados ao conceito de identidade de gênero e da importância da abordagem nas aulas de Geografia. Para isso, foi aplicado um questionário a 10 professores/as de Geografia que atuam no município de Londrina, com vistas a apreender suas concepções acerca do assunto e a maneira como contextualizam o conteúdo durante a ação docente, partindo da premissa de que identidade de gênero foi uns dos conceitos excluídos da Base Nacional Comum Curricular (BRASIL, 2018). Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico com obras que atentam para a temática da identidade de gênero e do ensino de Geografia, e, posteriormente à aplicação dos questionários, os dados coletados foram organizados em gráficos e tabelas, de modo a facilitar sua leitura. Por fim, a pesquisa pôde constatar que nove entre 10 dos/as profissionais que responderam às perguntas mostram interesse em abordar o conceito em sala de aula, mesmo que sofram alguns empecilhos por parte das escolas e dos/as estudantes. Palavras-chave Ensino de Geografia, Docentes, Identidade de Gênero The teaching of Geography and the concept of gender identity: possibilities for approaching the theme in the classroom Abstract The present work contributes to the understanding about the contents related to the concept of gender identity and the importance of the approach in Geography classes. For this, a questionnaire was applied to 10 Geography teachers working at Londrina, aiming to apprehend their conceptions about the subject and the way they contextualize the content during the teaching action, based on the premise that gender identity was one of the concepts excluded from the Common National Curricular Base (BRASIL, 2018). For this, a bibliographic survey was conducted with works that focus on the theme of gender identity and the teaching of Geography, and, after the application of questionnaires, the data collected were organized in graphs and tables, in order to facilitate their reading. Finally, the research showed that nine out of 10 of the professionals who answered the questions are interested in approaching the concept in the classroom, even if they face some obstacles from schools and students. Keywords Geography Teaching, Teachers, Gender Identity
      PubDate: 2022-03-30
      DOI: 10.46789/edugeo.v12i22.1040
      Issue No: Vol. 12, No. 22 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.239.112.140
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-