A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> GEOGRAPHY (Total: 493 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Novos Cadernos NAEA
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1516-6481 - ISSN (Online) 2179-7536
Published by Universidade Federal do Pará Homepage  [1 journal]
  • Editorial, Volume 25, Número 2

    • Authors: Novos Cadernos NAEA
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.13022
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • “A ressurreição dos malditos pelos eleitos”: o mais novo lugar dos
           invisíveis frente à concessão do Auxílio Emergencial Temporário

    • Authors: Jairo Bezerra Silva, Francisco Emerson de Siqueira, Lemuel Dourado Guerra
      Abstract: Nosso interesse básico neste artigo é o de analisar o conjunto integrado das falas dos sujeitos socialmente indesejáveis e os percalços vivenciados por esses em relação ao recebimento do Auxílio Emergencial Temporário (AET); percurso esse atravessado sob a intensidade de um congestionamento no intervalo do trânsito durante ocorrência da pandemia da Covid-19. Quando recorremos por meio do método ao não convencional e à explicação construída socialmente por meio das teorias  em relação à tese e ao objeto de estudo aqui colocados, a saber, as descontinuidades no recebimento do auxílio emergencial temporário entre os sujeitos socialmente disponíveis e  indesejáveis como marca de uma proteção social com baixos raios de bem estar-social nos deparamos com pontos  oscilantes e que nos colocam para além de uma função congelada do entendimento daquilo que constitui as principais diretrizes contraditórias da implementação da transferência de renda no Brasil.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9673
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • O fantasma das fábricas chinesas: expatriados, trabalhadores e políticas
           do modelo chinês no Brasil

    • Authors: Cleiton Ferreira Maciel Brito, Jeanne Mariel Brito de Moura Maciel
      Abstract: Este artigo analisa a expansão global da China com foco em suas fábricas instaladas no Polo Industrial da Zona Franca de Manaus (ZFM), espaço produtivo situado na Amazônia brasileira e um dos principais destinos dos investimentos chineses na América do Sul. Nesse sentido, entre os anos de 2013 e 2017, fizemos pesquisa de campo em quatro fábricas chinesas, entrevistando trabalhadores, chineses expatriados, líderes sindicais e gerentes. Como principal descoberta da investigação, mostramos a instauração de um modelo chinês de gestão e evidenciamos como isso impactou o trabalho no Brasil. As reações a esse processo foram intensas e o artigo aborda as principais insatisfações tanto de trabalhadores, quanto das lideranças sindicais locais.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9897
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Da lama ao caos: o retrocesso da política e liderança ambiental do
           Brasil sob o governo Bolsonaro

    • Authors: Barnabé Lucas de Oliveira Neto
      Abstract: A mudança climática é um desafio transnacional que tem continuamente demandado a cooperação dos atores internacionais desde o fim do século XX. A partir do início dos anos 90, o Brasil empenhou esforços para se promover enquanto um ator relevante nas discussões ambientais. Com a posse do governo Bolsonaro, em janeiro de 2019, tem-se um novo momento na trajetória ambiental do país, com implicações relevantes para o futuro da política e liderança ambiental do Brasil. Este artigo reconstrói os principais acontecimentos em termos de política ambiental dos dois primeiros anos da gestão Bolsonaro, a fim de identificar as dimensões de sua política ambiental e como estas impactam a posição brasileira no regime internacional de mudança climática. 
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9937
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • A agenda de desenvolvimento da burguesia industrial no Rio Grande do Sul
           durante os dois primeiros anos do governo de Eduardo Leite (2019 – 2020)
           

    • Authors: Marco André Cadona, Valter de Almeida Freitas
      Abstract: O artigo apresenta a agenda de desenvolvimento defendida pela burguesia industrial para o Rio Grande do Sul durante os dois primeiros anos do governo estadual de Eduardo Leite (2019 – 2020). Publicações da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul, tais como o semanário “A Semana FIERGS” e os documentos “Plataforma para um Brasil Industrial” e “Custo RS”, e de lideranças industriais em jornais de Porto Alegre, são tomadas como referências empírica da análise. Argumenta-se que nas eleições estaduais de 2018, a burguesia industrial no Rio Grande do Sul propôs uma agenda de desenvolvimento estruturada em cinco pontos: 1. Segurança jurídica para os investimentos privados; 2. Redução do tamanho do setor público; 3. Investimentos em infraestrutura e logística; 4. Política de inserção externa; 5. Desenvolvimento de uma cultura de empreendedorismo. No período analisado, essa agenda de desenvolvimento tornou-se estratégica na ação coletiva organizada pelas lideranças industriais, que mostraram capacidade política para articular seus interesses de classe como referências na definição de ações governamentais.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10167
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Salários reais, produtividade do trabalho e desemprego na indústria
           extrativa do Estado do Pará

    • Authors: Letícia Lima de Sousa, Douglas Alcântara Alencar
      Abstract: Investiga salários reais e produtividade do trabalho na indústria extrativa paraense de 2006 a 2019. Os objetivos são: verificar a existência de relação entre as variáveis produtividade do trabalho, salários reais e desemprego, analisar a existência da relação e determinar a intensidade da influência entre as variáveis. O questionamento norteador da pesquisa é: quais são os efeitos dos salários reais sobre a produtividade do trabalho e desemprego no Estado do Pará' A hipótese é que os salários influenciam a produtividade do trabalho e desemprego no cenário paraense. Foi utilizada a versão adaptada por Ball e Moffitt (2001) da curva de Phillips para análise das variáveis com a aplicação da modelagem econométrica. Os resultados apontaram que os salários reais exercem influência sobre a produtividade do trabalho. Contudo, em relação ao desemprego não foram encontradas evidências de correlação. Recomenda a realização de estudos para analisar a influência que as inovações têm sobre a produtividade do trabalho, salários reais e desemprego.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9861
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Aprendendo a viver no Antropoceno: uma abordagem sistêmica para a
           governança de Projetos de Assentamentos Agroextrativistas

    • Authors: Roberta Rowsy Amorim de Castro, Aquiles Simões, Sandro Luis Schlindwein
      Abstract: O artigo explora formas de enquadramento e de governança de Projetos de Assentamentos Agroextrativistas (PAEs) mais apropriadas às circunstâncias contemporâneas de humanos em suas relações com o mundo biofísico. Ao enquadrar PAEs como Sistemas Social-Ecológicos (SES), discute o acoplamento existente entre sistemas sociais e ecológicos e a necessidade de adotar uma abordagem inovadora de governança desses sistemas acoplados. Com base nesses entendimentos é apresentada uma proposição de como estruturar e conduzir uma investigação para o desenvolvimento de governança sistêmica de PAEs no município de Abaetetuba, Pará. Argumenta-se que a maneira como uma situação-problema é enquadrada faz muita diferença para a sua governança e para as possibilidades de melhorá-la. Assim, o enquadramento de PAEs como SES no contexto do Antropoceno oferece a possibilidade de transformar sistemicamente a sua governança para que se mantenham ao longo do tempo, mesmo diante de crescentes incertezas, imprevisibilidades e crises.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10945
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • A via cooperativa para o fortalecimento dos meios de vida no Médio
           Mearim, Maranhão

    • Authors: Aline Souza Nascimento, Roberto Porro
      Abstract: Estratégias de enfrentamento adotadas por camponeses maranhenses durante conflitos agrários resultaram na formação de organizações que têm desempenhado importante papel na garantia dos seus direitos de acesso a recursos e de controle sobre a comercialização dos seus produtos. Entre essas, se encontra a Cooperativa de Pequenos Produtores Agroextrativistas de Lago do Junco (Coppalj). Visando identificar as mudanças decorrentes da combinação de estratégias adotadas pela cooperativa, utilizamos a abordagem de meios de vida para analisar as percepções dos sujeitos locais acerca de sua atuação. A partir da análise de entrevistas realizadas com 20 grupos focais em nove comunidades, sobre o conjunto de capitais definidores de meios de vida (humano, físico, social, econômico e ambiental), verificamos que a Coppalj tem contribuído para a diversificação produtiva e tecnológica no território, reduzindo assimetrias e aumentando ganhos coletivos.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9703
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Bertholletia excelsa: espécie chave para meios de vida sustentáveis e
           conservação florestal

    • Authors: Philippe Waldhoff, Saulo Eduardo Xavier Franco de Souza, Edson Vidal
      Abstract: A castanha-do-brasil, fruto da Bertholletia excelsa Bonpl., é coletada de forma extrativista, sendo amplamente consumida e uma importante fonte de renda para os coletores. Os objetivos dessa pesquisa foram caracterizar o processo produtivo e identificar os efeitos da coleta sobre os meios de vida. Foram entrevistados 119 coletores organizados em: associação, cooperativa e autônomos. Os dados foram tratados com análise exploratória, estatística descritiva e testes de comparação de médias. Os coletores têm seus meios de vida estruturados na agricultura, pesca e extrativismo florestal. Utilizam mais de 30 produtos florestais não madeireiros, demonstrando um amplo conhecimento tradicional, por outro lado, têm pouco acesso à educação formal e à tecnologia da informação. A coleta de castanha mostrou-se uma atividade que impacta positivamente os capitais dos meios de vida, sendo a castanheira, fundamental para a conservação da floresta.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10094
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Piscicultura praticada por agricultores familiares em Humaitá,
           Mesorregião Sul do Estado do Amazonas

    • Authors: Maria Francisca da Graça Cruz, André Moreira Bordinhon
      Abstract: O objetivo deste estudo é avaliar a prática de produção da piscicultura dos agricultores familiares de Humaitá e o impacto dessa atividade na renda destas famílias.Para coletar os dados da pesquisa,realizou-se visitas e entrevistas, em 17 estabelecimentos agrícolas,ao longo das rodovias BR-230 e BR-319, dentro dos limites municipais. As entrevistas foram aplicadas com o intuito de obter informações relacionadas ao processo de produção e comercialização de peixes. De acordo com a análise, a piscicultura, no município, tem sido pouco eficiente na melhoria da renda dos agricultores envolvidos na atividade. O sistema de produção majoritariamente adotado pelos piscicultores os torna susceptíveis às variações mercadológicas, e consequentemente, à instabilidade nos custos de produção. Esta condição, associada à ausência de estratégias para manutenção de preços mínimos e as dificuldades de acesso a mercados, se apresentaram como as principais limitações da atividade para melhorar as condições socioeconômicas de agricultores familiares, que produzem peixes em cativeiro no município.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10013
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Relação conceitual entre Economia Circular, Ecologia Industrial e Cradle
           to Cradle: um ensaio teórico

    • Authors: Milton Jarbas Rodrigues Chagas, Armando de Azevedo Caldeira-Pires
      Abstract: Dentre os conceitos que têm por objeto a compreensão de fluxos de materiais e energia em um processo industrial, objetivando a adoção de práticas sustentáveis, destacam-se a Ecologia Industrial, o Cradle to Cradle e a Economia Circular. Neste sentido, este artigo objetiva verificar as relações entre os conceitos e as características da Ecologia Industrial, Cradle to Cradle e Economia Circular, investigando as principais diferenças e semelhanças existentes entre eles. Realizou-se um ensaio teórico, no qual foram analisados os conceitos e as características, além da realização de uma pesquisa na base de dados Scopus, utilizando-se dos termos: “Circular Economy” and “Cradle to Cradle” and “Industrial Ecology”. Como resultados verificou-se que há relação entre os três conceitos analisados no que se refere à análise de fluxos de materiais e energia em processos industriais, compreendendo todo o ciclo de vida, desde a etapa de design do produto até a reinserção do material de volta ao sistema.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10064
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • O bairro do Tapanã: da metropolização ao modo de vida de uma periferia
           da Amazônia

    • Authors: Raimundo Victor Oliveira Santos
      Abstract: O artigo tem o objetivo de compreender o modo de vida em uma periferia da Amazônia, utilizando, para isso, o bairro do Tapanã, localizado na cidade de Belém do Pará, como objeto de uma análise baseada em uma metodologia qualitativa de observação e levantamento bibliográfico, culminando, dentre outras perspectivas, em uma espécie de paralelo comparativo entre o modo de vida dos camponeses amazônicos com aqueles que sobrevivem em espaços urbanos de periferias, sobretudo em relação à utilização da força de trabalho da família e do fator terra fragmentado, onde a produção agrícola deixa de ser o foco. Concluindo-se, com estratégias e iniciativas de desenvolvimento social, que deve haver um entendimento diferenciado e verossímil da realidade das populações que compõem os bairros de periferias.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9934
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Viagem antiga: da urbanização à implementação de condomínios
           horizontais fechados no Litoral Norte Gaúcho

    • Authors: Mariana Barbosa de Souza
      Abstract: Este artigo é recorte de uma tese de doutorado que trata da relação entre norma local e território e o contexto urbano dos municípios de Capão da Canoa e de Xangri-Lá. Entender como ocorreu a ocupação e a urbanização destes municípios implica na compreensão de diferentes fatores, como os que se relacionam com o meio físico, a dinâmica econômica local e regional, condicionantes de uso e ocupação do solo urbano e as leis que influenciam estas localidades. Assim, objetiva-se compreender como foi a interação entre a sociedade e o espaço na região mencionada, entendendo-se como ocorreu a dinâmica dos municípios analisados, quais são os agentes sociais que interagem neste espaço e como eles influenciaram o surgimento dos condomínios nesta região. Ao final, evidencia-se que a ausência de planejamento urbano resultou na atuação de investidores sob a justificativa de que a região necessitava de desenvolvimento econômico, possibilitando, assim, a ação livre da especulação imobiliária.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9192
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Praças públicas em Feira de Santana: espaços de socialização e
           resistência

    • Authors: Leidiane Evangelista Alves Carneiro, Janio Santos
      Abstract: Este artigo tem como objetivo discutir as praças públicas de Feira de Santana, contextualizar como elas surgiram desde a formação dessa cidade até as novas transformações urbanas e demonstrar que as praças consistem em espaços de convivência que resistem através do uso. Utilizou-se como metodologia pesquisas bibliográficas e documentais, com os dados fornecidos pelo Arquivo Público Municipal, o Projeto Memorial de Feira de Santana, acervo fotográfico da Prefeitura Municipal, observações direitas e entrevistas semiestruturadas. As praças de Feira de Santana passaram por mudanças, a fim de atender as atuais configurações da cidade, sendo reflexos do processo de urbanização. Apesar dos estigmas, elas resistem, pois para muitos moradores de Feira de Santana elas são opções de uso, espaço de socialização, de lutas e expressões culturais. 
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10957
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Cidade e hidrelétrica na Amazônia brasileira: espaço e memória entre o
           “velho” e o “novo” Repartimento (Pará)

    • Authors: José Carlos Matos Pereira
      Abstract: Os grandes objetos marcam a paisagem recente da Amazônia e desestruturam vidas preexistentes nos lugares onde se instalam, como aconteceu com o empreendimento hidrelétrico de Tucuruí, estado do Pará, inaugurado na década de 1980. Novas configurações socioespaciais ocorreram com a construção desse projeto, acompanhadas de expropriação, violência, baixas indenizações e promessas não cumpridas, resultando na criação do Movimento dos Atingidos pela Hidrelétrica de Tucuruí. Apoiado em bibliografia específica, fontes documentais e entrevistas, o artigo aborda essas transformações. Mostra, a partir das lembranças de antigos moradores, a Vila de Velho Repartimento, onde se percebem os construtos socioespaciais, os elementos de sociabilidade e as relações de trabalho antes do enchimento do lago de Tucuruí.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10535
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • SOUZA, M. J. L. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento
           e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003. 558 p.

    • Authors: Angelo Cezar Pinho Tavares, Samara Avelino de Souza França, Leildo Dias Silva
      Abstract: O livro “Mudar a Cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos” é um convite a debater estratégias para solucionar os problemas urbanos no país, preconizando a participação e justiça sociais. O autor, Marcelo Lopes de Souza, é geografo, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Geografia pela referida Universidade, Especialista em Sociologia Urbana pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), doutorou-se em Geografia pela Universidade de Tübingen, na Alemanha. É autor de dezenas de artigos, livros e capítulos de livros, publicados no Brasil e no exterior. Neste livro, traz a compreensão que Planejamento e Gestão urbanos não são apenas dever do Estado, mas uma via de mão dupla, com a participação de diferentes segmentos da sociedade e objetivo em comum: melhorar a qualidade de vida.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.10141
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • TRINDADE JÚNIOR, Saint-Clair Cordeiro da. Vilas e cidades da Amazônia:
           paisagens, memórias e pertencimentos. 1. ed. Belém: Paka-Tatu, 2021. 160
           p.

    • Authors: Gabriel Carvalho da Silva Leite, Helbert Michel Pampolha de Oliveira
      Abstract: Resenha da obra "Vilas e cidades da Amazônia: paisagens, memórias e pertencimentos", de Saint-Clair Cordeiro da Trindade Júnior.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.11194
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Atores, território e políticas públicas: notas iniciais sobre a
           criação da Universidade Federal do Sul da Bahia

    • Authors: Ives Romero Tavares do Nascimento, Cinthia Lima dos Santos
      Abstract: Esta Nota de Pesquisa tem como objetivo central apresentar os resultados preliminares de uma pesquisa científica em curso que investiga as bases político-institucionais de criação das “novíssimas” universidades federais brasileiras. Uma delas é a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), onde a participação de diferentes atores sociais no processo de implementação da política pública que estruturou esta universidade foi essencial para a regionalização de sua estrutura institucional, pedagógica e administrativa. No âmbito da pesquisa qualitativa, foi eleito o estudo de caso como ferramenta metodológica mais adequada, e a Triangulação de Dados e Arena de Atores como técnicas analíticas. Por se tratar de uma pesquisa em andamento, os achados orientam as primeiras conclusões rumo à identificação de que a atuação sociocêntrica foi determinante para que a UFSB assumisse o compromisso com as necessidades e potencialidades locais como princípio para o estabelecimento de suas ações de ensino, pesquisa, extensão e cultura.
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.9729
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
  • Volume 25, Número 2

    • Authors: Novos Cadernos NAEA
      PubDate: 2022-08-22
      DOI: 10.18542/ncn.v25i2.13023
      Issue No: Vol. 25, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.237.27.159
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-