Subjects -> HISTORY (Total: 1540 journals)
    - HISTORY (859 journals)
    - History (General) (45 journals)
    - HISTORY OF AFRICA (72 journals)
    - HISTORY OF ASIA (67 journals)
    - HISTORY OF AUSTRALASIA AREAS (10 journals)
    - HISTORY OF EUROPE (256 journals)
    - HISTORY OF THE AMERICAS (183 journals)
    - HISTORY OF THE NEAR EAST (48 journals)

HISTORY (859 journals)            First | 1 2 3 4 5     

Showing 801 - 452 of 452 Journals sorted by number of followers
Heritage, Memory and Conflict Journal     Open Access   (Followers: 14)
Nepalese Culture     Open Access   (Followers: 13)
Architectural History     Hybrid Journal   (Followers: 10)
History of Classical Scholarship     Open Access   (Followers: 7)
History of Science and Technology     Open Access   (Followers: 5)
Cuadernos de Investigación Histórica     Open Access   (Followers: 4)
Global Intellectual History     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Cultural Heritage and Science     Open Access   (Followers: 4)
International Journal of Military History and Historiography     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Studies in Church History     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Italian Review of Legal History     Open Access   (Followers: 3)
Navigator     Open Access   (Followers: 3)
Anales de Historia Antigua, Medieval y Moderna     Open Access   (Followers: 3)
Commonwealth Essays and Studies     Open Access   (Followers: 2)
Revista de Istorie a Moldovei     Open Access   (Followers: 2)
British Journal for the History of Mathematics     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Applied History     Hybrid Journal   (Followers: 2)
International Journal of Culture and Modernity     Open Access   (Followers: 2)
Gimbernat : Revista d’Història de la Medicina i de les Ciències de la Salut     Open Access   (Followers: 2)
Opuscula : Short Texts of the Middle Ages and Renaissance     Open Access   (Followers: 2)
Global Food History     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Herança : Revista de História, Património e Cultura     Open Access   (Followers: 1)
Esclavages & Post-esclavages     Open Access   (Followers: 1)
History of Retailing and Consumption     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Hispania Nova. Revista de Historia Contemporánea     Open Access   (Followers: 1)
Revue de géographie historique     Open Access   (Followers: 1)
Acta Terrae Septemcastrensis     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Divination and Prognostication     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Territories : A Trans-Cultural Journal of Regional Studies     Open Access   (Followers: 1)
RADAR : Historiedidaktisk tidsskrift     Open Access   (Followers: 1)
Historisk Tidsskrift     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Material Culture Review / Revue de la culture matérielle     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Mythos     Open Access   (Followers: 1)
Early Modern Culture     Open Access   (Followers: 1)
Journal of History and Future     Open Access   (Followers: 1)
Actas y Comunicaciones del Instituto de Historia Antigua y Medieval     Open Access   (Followers: 1)
Histoire Politique : Revue du Centre d'histoire de Sciences Po     Open Access  
Middle European Scientific Bulletin     Open Access  
Kadim     Open Access  
Emotions : History, Culture, Society     Full-text available via subscription  
Indian Journal of History of Science     Hybrid Journal  
Paragone : Past and Present     Full-text available via subscription  
Medicina Historica     Open Access  
Przegląd Nauk Historycznych     Open Access  
Intelligere : Revista de História Intelectual     Open Access  
Archivos de historia del movimiento obrero y la izquierda     Open Access  
Humanidades em diálogo     Open Access  
Epígrafe     Open Access  
Cadernos CERU     Open Access  
Revista de Historia Universal     Open Access  
Cuadernos de Historia del Arte     Open Access  
Passepartout     Open Access  
Jernbanehistorie     Full-text available via subscription  
Fund og Forskning     Full-text available via subscription  
Anuario del Centro de Estudios Históricos "Prof. Carlos S. A. Segreti"     Open Access  
Journal of Russian American Studies (JRAS)     Open Access  
Connexe : Questioning Post-Communist Spaces     Open Access  
Revista de Historia Industrial. Economía y Empresa     Open Access  
Pedralbes : revista d'història moderna     Open Access  
Audens : revista estudiantil d'anàlisi interdisciplinària     Open Access  
Sociología Histórica     Open Access  
Patristica et Mediævalia     Open Access  
Sasdaya : Gadjah Mada Journal of Humanities     Open Access  
Journal of Historical Syntax     Open Access  
LaborHistórico     Open Access  
Revista Mosaico : Revista de História     Open Access  
Revista Habitus : Revista do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia     Open Access  
SPAL : Revista de Prehistoria y Arqueología     Open Access  
Historia : Instituciones. Documentos     Open Access  
RIHC : Revista Internacional de Historia de la Comunicación     Open Access  
Bajo Guadalquivir y Mundos Atlánticos     Open Access  
Atrio : Revista de Historia del Arte     Open Access  
Sémata : Ciencias Sociais e Humanidades     Full-text available via subscription  
Ohm : Obradoiro de Historia Moderna     Full-text available via subscription  
Res Gesta     Open Access  
Revista de Historia (Concepción)     Open Access  
IKAT : The Indonesian Journal of Southeast Asian Studies     Open Access  
Studia Historyczne     Open Access  
Journal of Tourism History     Hybrid Journal  
Intercâmbio : Revue d’Études Françaises=French Studies Journal     Open Access  
História : revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto     Open Access  

  First | 1 2 3 4 5     

Similar Journals
Journal Cover
Intelligere : Revista de História Intelectual
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2447-9020
Published by Universidade de São Paulo Homepage  [48 journals]
  • Apresentação e sumário

    • Authors: Os Editores
      PubDate: 2022-10-27
       
  • Expediente

    • Authors: Os Editores
      PubDate: 2022-10-27
       
  • My Path to and with Orwell

    • Authors: Gregory Claeys
      Pages: 1 - 12
      Abstract: Orwell felt that socialism (and anarchism) meant an identity of belonging based on equality. It touched him deeply, and the memory remained with him the rest of his life.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203731
       
  • Geopolítica da Distopia

    • Authors: Leonardo Lucena Trevas
      Pages: 13 - 25
      Abstract: O presente trabalho busca iluminar alguns aspectos do 1984 de Orwell que estão mais ligados à geopolítica e à história, traçando paralelismos com pessoas, países e processos que ocorreram após a Segunda Guerra Mundial. Também procura tratar do sistema de dominação presente na história fictícia do livro e nas potências daquele mundo: Oceânia, Lestásia e Eurásia. Para isso, o objeto deste estudo é o Capítulo IX da parte II de 1984.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203733
       
  • Insatisfação resignada

    • Authors: Débora Reis Tavares, Daniel Daniel Puglia
      Pages: 26 - 42
      Abstract: O objetivo desde artigo é comentar alguns aspectos referentes ao romance A Flor da Inglaterra, de George Orwell. Concentraremos nossa atenção no personagem central, Gordon Comstock. Nossa intenção é compreender algumas das escolhas e atitudes do personagem a partir de elementos internos à narrativa, bem como sugerir possíveis ligações com aspectos sociais e históricos. Isso talvez contribua para a compreensão daquilo que chamamos de insatisfação resignada, algo exemplificado pelo personagem.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203736
       
  • Winston Smith, tradutor

    • Authors: Bruno Gambarotto
      Pages: 43 - 58
      Abstract: Neste ensaio, desenvolvo reflexões sobre aspectos da atividade tradutoria a partir de alguns temas presentes na construção da personagem central do romance, Winston Smith, e seu trabalho no Ministério da Verdade. Dessa reflexão constam ideias relativas a natureza hermenêutica do ofício e à comunicabilidade como trânsito intelectual e afetivo, ambos postos em xeque sob o advento da Novilingua.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203737
       
  • Tudo a partir de um grão: o real totalitarismo de 1984

    • Authors: Fabio Akcelrud Durão, Tauan Fernandes Tinti
      Pages: 59 - 76
      Abstract: Este ensaio parte da premissa de que faz parte da lógica de envelhecimento dos objetos culturais que o modo como eles são lidos ao longo do tempo se sedimente de forma a afetar suas possibilidades de sentido, o que faz com que essas camadas precisem ser enfrentadas por tentativas subsequentes de interpretação. Sendo assim, nossa hipótese é a de que a tendência de leitura prospectiva de 1984 simplifica a relação entre ficção e realidade histórica – simplificação essa que vem a calhar para um objeto de alta circulação cultural, funcionando tanto como causa possível quanto como consequência relativamente inevitável. Desse modo, nossa proposta aqui é a de sugerir uma inversão nos termos usuais do debate ao redor do romance mais famoso de George Orwell, passando por três níveis relacionados entre si. O primeiro diria respeito à substituição do impulso prospectivo pela visada retrospectiva, rumo à historicidade das formas por meio de uma análise do comportamento do discurso indireto livre no romance. Por sua vez, o segundo nível privilegia a complicação em detrimento da simplificação, e de novo em termos formais: sendo inadequada a caracterização do estilo de Orwell nos moldes do discurso indireto livre de corte realista, entender o que surge em seu lugar é um dos propósitos deste ensaio. Por fim, o terceiro nível diz respeito ao problema da verossimilhança no romance, com aquilo que nele parece mais forçado se tornando interessante justamente por desafiar o bom senso dessas convenções realistas.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203738
       
  • Entrevista Fido Nesti

    • Authors: Fido Nesti
      Pages: 77 - 79
      Abstract: O ilustrador Fido Nesti iniciou a sua carreira na década de 1980. Venceu, na categoria Melhor Adaptação, a edição de 2022 do Prêmio Eisner (considerado o Oscar dos quadrinhos), com o seu trabalho na adaptação da obra 1984 de George Orwell. A obra foi publicada no Brasil em 2019, pela Companhia das Letras.  
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203739
       
  • Entrevista Richard Blair

    • Authors: Richard Blair
      Pages: 80 - 91
      Abstract: Richard Blair é filho do autor George Orwell e presidente da Orwell Society.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.203740
       
  • Tycho Brahe e a precisão das observações astronômicas

    • Authors: Claudemir Roque Tossato
      Pages: 92 - 112
      Abstract: Neste texto apresento os instrumentos de observação astronômica, criados ou aprimorados por Tycho Brahe, e como eles contribuíram para o processo de constituição do copernicanismo, Para tanto, discuto a importância que as observações mais precisas obtidas por Brahe, com o uso de seus instrumentos, teve para Kepler elaborar as suas duas primeiras leis dos movimentos dos planetas. Discuto, também, alguns aspectos sobre a distinção entre conhecimento científico e tecnológico.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.198314
       
  • Annales fuera de Francia

    • Authors: Alfredo Ruiz Islas
      Pages: 113 - 149
      Abstract: En la década de 1970, la historia de las mentalidades se convirtió en la forma más popular de construir relatos históricos alrededor del planeta. El modo de ver al pasado popularizado por la tercera generación de Annales —los sucesores de Braudel: Le Goff, Nora, Ariès— constituía una bocanada de aire fresco en un entorno dominado por el materialismo, el estructuralismo y el empirismo. Más allá de las críticas vertidas por numerosos profesionales de la historia —desde Braudel hasta Hobsbawm, pasando por Burke y Dosse—, que resaltaban sus carencias metodológicas o su falta de profundidad teórica, mirar al pasado alla maniera de mentalidades se extendió por el planeta con velocidad sorprendente. ¿Qué elementos influyeron en este fenómeno' ¿Cómo fue que se apropió, en distintos lugares, este modo de ver y hacer la historia' El presente artículo trata de dar respuesta a estas preguntas tomando como base para ello el caso de México, lugar en el que el intenso intercambio cultural con Francia cristalizó en el arribo de la historia de las mentalidades en el último tramo de la década de 1970 y dio origen al Seminario de Historia de las Mentalidades y Religión en el México Colonial
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.198879
       
  • Hayden White e os limites da escrita do Holocausto

    • Authors: Fernando Garcia
      Pages: 150 - 180
      Abstract: Hayden White foi um autor prolífico e controverso, colhendo polêmicas em sua longa carreira. Uma delas diz respeito às possibilidades de narrativizar o Holocausto historiograficamente, uma vez que sua teoria, conhecidamente, revelou o relativismo de toda a interpretação histórica. Segundo White, a documentação e os eventos narrados seriam pré-figurados em tropos, sendo estes múltiplos. Portanto, coube e cabe a questão – como narrar o Holocausto, um evento de extremo peso moral, entre múltiplas possibilidades narrativas' Em consideração a este problema, este artigo procura analisar o trabalho posterior de Hayden White, em que ele lida diretamente com as possibilidades de representação do Holocausto, considerado um tipo de evento diferente e que seria irrepresentável segundo os modos tradicionais de narrativização, que deveria ser narrado segundo os moldes da literatura modernista. Como isso é possível e como esta resposta se encaixa nos objetivos da última obra de White, sobre o passado prático, será o motivo da discussão final deste artigo.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.197501
       
  • Projetos distintos Leituras sobre Edith Stein no Brasil no início do
           século XX

    • Authors: Danilo Souza Ferreira
      Pages: 181 - 195
      Abstract: Esse artigo tem como objetivo apresentar as leituras biográficas da religiosa e fenomenologa Edith Stein no Brasil, a partir de três eixos O primeiro aborda o livro de Ana Maria Nabuco sobre Edith Stein. O segundo discorre sobre o mercado editorial brasileiro no início do século XX. E o terceiro expõe o trabalho de tradutor de Manuel Bandeira, na peça Edith Stein na Câmara de Gás do religioso argentino Gabriel Cacho. Demonstrando assim como buscaremos descrever neste artigo, o primeiro momento da recepção biográfica de Edith Stein foi desenvolvido  por intelectuais não pertencentes a ordens religiosas oficiais, mas, sim, ao movimento católico leigo do Centro Dom Vital e do campo das artes em especial do teatro.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.200796
       
  • Plinio, o Velho e o estudo das aves

    • Authors: Lilian Al-Chueyr Pereira Martins, Pedro de Lima Navarro
      Pages: 196 - 216
      Abstract: Uma das poucas obras preservadas de Gaius Plinius Secundus (23/24 A.D.-79 A.D.), mais conhecido como Plinio, o Velho, é Naturalis Historiae (“História Natural”), composta por trinta e sete livros que tratam de diversos assuntos, incluindo os animais. No Livro X dessa obra, o autor discute sobre a natureza das aves. O presente trabalho consiste em uma tradução comentada dos primeiros três capítulos desse livro em que ele aborda o avestruz, a fênix e a águia.  Essa pequena amostra dá uma ideia do estilo de Plínio e de sua metodologia, que são bastante diferentes dos adotados nos estudos sobre animais de outro autor da Antiguidade, Aristóteles (384 a.C.-322 a.C.). Inicialmente, apresentamos Plinio, o Velho ao leitor, dando algumas informações sobre sua vida e obra. A seguir, damos alguns detalhes sobre a tradução e finalmente, apresentamos a própria tradução.  
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.194886
       
  • Tolkien - Uma análise sobre a cultura política conservadora
           inglesa

    • Authors: Mara Lúcia Ribeiro de Sousa
      Pages: 217 - 236
      Abstract: J.R.R. Tolkien, autor de renome, pode ser visto como um intelectual representante da cultura política dominante da Inglaterra do início do século XX' O objetivo do artigo é compreender como se desenvolveram em Tolkien traços da cultura política conservadora, utilizando o conceito de cultura política de Serge Bernstein e analisando as redes de socialização que pautaram a vida do intelectual e que revelam uma visão de mundo partilhada por outros intelectuais do seu segmento cultural. A análise da biografia de Humphrey Carpenter e de variadas correspondências servem para comprovar o posicionamento do escritor como um homem inserido na cultura política conservadora da Inglaterra.
      PubDate: 2022-10-27
      DOI: 10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2022.199155
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.232.56.9
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-