A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> SPORTS AND GAMES (Total: 199 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Corpoconsciência
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1517-6096 - ISSN (Online) 2178-5945
Published by Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Homepage  [15 journals]
  • ANÁLISE DA UTILIZAÇÃO DO TEMPO DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO
           ENSINO SUPERIOR DO IFCE – CAMPUS JUAZEIRO DO NORTE

    • Authors: Lourenço Nunes Batista Silva, Amanda Raquel Rodrigues Pessoa
      Pages: 1 - 15
      Abstract: O estudo teve por objetivo geral analisar a composição do tempo livre de professores de Educação Física que atuam no ensino superior no IFCE - Campus Juazeiro do Norte e as implicações do trabalho docente na fruição do lazer. A metodologia da pesquisa caracteriza-se como qualitativa, transversal, descritiva e de campo. Foram realizadas entrevistas com 11 professores que atuam em um curso de Licenciatura em Educação Física no IFCE - Juazeiro do Norte. Diante das indagações durante o processo de coleta de dados verifica-se que esses profissionais conseguem dar vasão ao lazer e vivenciar atividades de lazer no seu cotidiano, todavia, observou-se que há uma alta demanda de trabalho, posterior à carga horária institucional, manifestada por meio de planejamento, orientações, reuniões, pesquisas e atividades burocráticas.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.12879
       
  • A GINÁSTICA PARA TODOS NO NORTE DO BRASIL

    • Authors: Lionela da Silva Corrêa, Evandro Jorge Souza Ribeiro Cabo Verde, Michele Viviene Carbinatto
      Pages: 16 - 32
      Abstract: O objetivo dessa pesquisa foi conhecer estudos que abordam Ginástica Para Todos (GPT) e Região Norte do Brasil. Trata-se de uma revisão sistemática integrativa, na qual fez-se uma busca por trabalhos publicados nos últimos 20 anos (2000 a 2020). O levantamento bibliográfico ocorreu na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD), Anais do Fórum Internacional de GPT e em 20 revistas brasileiras que tinham escopo Educação Física e Esporte. A partir dos sete estudos selecionados para a análise, percebe-se que o trabalho de GPT na Região Norte é recente (a partir de 2016) e foram encontradas publicações relacionadas à prática, oriundas dos estados Pará e Amazonas.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.12750
       
  • TEMATIZANDO JOGOS OLÍMPICOS NA ESCOLA

    • Authors: Marcos Paulo Vaz de Campos Pereira
      Pages: 33 - 50
      Abstract: A tematização dos Jogos Olímpicos no âmbito escolar pode trazer benefícios aos alunos, havendo, através do movimento olímpico e dos esportes, a inserção de atitudes, conceitos e vivências. O objetivo desse relato é tematizar o movimento olímpico como manifestação esportiva, cultural, social e democrática, no âmbito escolar. Ele trata de uma experiência, desenvolvida por meio de um projeto, em aulas de Educação Física, com duas turmas do quarto ano do ensino fundamental de uma escola municipal localizada na cidade de Limeira, estado de São Paulo. Foram realizadas trinta aulas com temática voltada a modalidades olímpicas, abrangendo temas transversais (igualdade de gênero; justiça; paz) e interdisciplinaridade. Concluiu-se que as aulas desenvolvidas oportunizaram a aprendizagem dos alunos e contribuíram para seu desenvolvimento integral por meio de temáticas emergentes, estratégias pedagógicas (jogos e rodas de conversa) e avaliações (questionamentos e relatos). Esse projeto influenciou a rotina da unidade escolar e motivou os alunos em um ano letivo atípico. Com o presente relato, pretende-se contribuir com a prática pedagógica de outros professores, para que, de acordo com sua realidade escolar, venham a desenvolver aulas alicerçadas em temáticas emergentes.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13046
       
  • A PERCEPÇÃO DE LICENCIANDOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE LIVROS DE APOIO
           DIDÁTICO SOBRE ENSINO DO ESPORTE

    • Authors: Marcella Silva da Silveira D’Avila Peixoto, Matheus Ramos Cruz, José Antonio Vianna
      Pages: 51 - 63
      Abstract: A presente pesquisa exploratória teve como objetivo identificar, na percepção de licenciandos em Educação Física, quais os livros de metodologias de ensino do esporte que podem ser utilizados como material de apoio didático para elaboração do planejamento e condução das aulas de Educação Física, no segundo segmento do ensino fundamental e no ensino médio. Participaram da pesquisa 30 estudantes, na faixa etária de 21 a 43 anos. Os participantes responderam de forma remota um questionário semiestruturado. Os dados coletados foram analisados por meio da análise descritiva e posterior triangulação dos dados. Os resultados indicaram que o pensamento renovador da Educação Física foi assimilado por mais da metade dos respondentes. No entanto, a dissociação entre a teoria e a prática ainda parece estar presente na formação inicial em Educação Física.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13071
       
  • A DIDÁTICA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

    • Authors: Gabriel Gules Goularte, Fabiano Bossle
      Pages: 64 - 81
      Abstract: Como a Didática da Educação Física escolar vem sendo tratada nos periódicos nacionais da Área 21' Com base nessa pergunta, apresentamos um artigo de revisão sobre o tema em revistas com estrato de A2 até B5, anexadas ao Qualis CAPES da Área 21. A busca foi realizada no Portal de Periódicos CAPES e SciELO, alicerçada nos termos “didática” e “educação física escolar”. Desse modo, foi possível interpretar que na produção do conhecimento emerge uma perspectiva procedimental de ensino para a Didática da Educação Física escolar; por outro lado, há também proposições reflexivas discutindo teoria e prática a partir da análise dos processos de ensino e de aprendizagem.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13190
       
  • PEDAGOGIA DO ESPORTE

    • Authors: Riller Silva Reverdito, Carine Collet, João Machado
      Pages: 82 - 98
      Abstract: Escrever sobre os desafios e temas emergentes na Pedagogia do Esporte se configura também como um grande desafio. Falar sobre uma disciplina aplicada que vem ganhando cada vez mais espaço na área das Ciências do Esporte traz como risco a possibilidade de não abordarmos todos os temas que vêm sendo explorados. A partir desse reconhecimento, nosso intuito com esse ensaio é provocar a reflexão acerca de alguns desafios enfrentados no ensino, vivência, aprendizagem e treinamento dos esportes, bem como apontar alguns temas emergentes que merecem a nossa atenção. Muitos são os desafios enfrentados diariamente por professores, professoras, treinadores e treinadoras, tornando-se possibilidades de investigações da Pedagogia do Esporte e do reconhecimento de que muito ainda temos a evoluir. Assim, ao propormos a reflexão acerca de alguns desafios e temas, buscamos levantar novas discussões e possibilidades de investigação para a compreensão do esporte como fenômeno sociocultural no cenário contemporâneo, carregado de sentidos e significados para quem se envolve com ele.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.14214
       
  • SISTEMA INTEGRAL PARA EL ANÁLISIS DE LAS TAREAS DE ENTRENAMIENTO
           (SIATE)

    • Authors: Guilherme Krummenauer Haro, Letícia Viana Magni, Guy Ginciene, Thiago José Leonardi
      Pages: 99 - 115
      Abstract: O Sistema Integral del Analises de las Tareas de Entrenamiento (SIATE) é uma ferramenta validada para a avaliação de treinos esportivos. O presente estudo tem como objetivo verificar e analisar a frequência na qual cada variável do método SIATE é apresentada nos artigos que utilizaram a ferramenta como forma de obtenção de dados. Caracteriza-se por uma pesquisa teórica de revisão narrativa qualitativa. Foram encontrados 29 artigos em busca realizada em cinco bases de dados. Após exclusão de duplicados e de estudos não empíricos, mantiveram-se 12 artigos. Como resultado, a variável de maior frequência nos artigos foi a pedagógica, presente em oito estudos. A ainda baixa incidência de resultados pode estar ligada ao fato de ser uma ferramenta recente na literatura. Nos estudos encontrados dois grupos foram estudados: professores em formação e treinadores de base. Há possibilidade de uma maior utilização do instrumento, que se mostra eficaz.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13061
       
  • MAPEAMENTO DE ELEMENTOS TÁTICO-ESTRATÉGICOS DO JOGO DE FUTSAL

    • Authors: Thiago André Rigon, Rafael Batista Novaes, Luiz Eduardo Pinto Basto Tourinho Dantas
      Pages: 116 - 133
      Abstract: O objetivo do trabalho foi mapear sistemicamente os principais elementos tático-estratégicos do jogo de futsal. Para tanto, foi utilizado o programa CmapTools para listar e articular os conceitos de uma dimensão genérica do jogo (invariante) e outra referente ao comportamento de jogadores e equipes (variável). Com base em uma pesquisa bibliográfica, foram levantados os principais conceitos tático-estratégicos do jogo. Em seguida, os conceitos foram definidos operacionalmente, organizados (agrupados) em um mapa semiestruturado e articulados em um mapa conceitual. Foi utilizada a Tabela de Clareza Proposicional para analisar o conteúdo das proposições apresentadas. Como resultado, a partir de ajustes realizados, originou-se um mapa conceitual final. A tecnologia de mapeamento conceitual mostrou-se útil para a descrição dos elementos tático-estratégicos do futsal, pois permitiu clarificar e organizar os conteúdos do jogo de maneira sistêmica. Espera-se que o trabalho auxilie na definição dos conteúdos de ensino-treinamento e avaliação do desempenho no futsal.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13189
       
  • A AUTONOMIA NO ENSINO DO FUTEBOL SOB A PERSPECTIVA DE TREINADORES E
           TREINADORAS

    • Authors: Gabriel Orenga Sandoval, Luis Felipe Nogueira Silva, Alcides José Scaglia
      Pages: 134 - 148
      Abstract: O jogo, enquanto fenômeno imprevisível, caótico, complexo, sistêmico e predominantemente subjetivo, deve contemplar o estímulo à autonomia aos e às que jogam, de modo que suas decisões não sejam, em demasia, contaminadas pelas intempéries do meio e dependentes totais dos intentos de treinadores e treinadoras no meio esportivo – em específico no futebol. A partir de duas entrevistas - uma semiestruturada e outra recorrente – e a aplicação de dois questionários (epistêmico-pedagógico e psicológico), verificamos que treinadores e treinadoras detêm forte tendência à utilização didática e metodológica de abordagens pedagógicas de cunho epistemológico interacionista, que, no entanto, são contrapostas por ações e intervenções empiristas, no que tange, à criação de comportamentos em sessões de treinamentos para serem reproduzidos no jogo formal. Concluímos, então, que, apesar da boa intenção dos profissionais, a distorção prática de conceitos inerentes ao fenômeno jogo, aliada à prática pedagógica imbuída de valores heterônomos, não promovem o desenvolvimento em potencial da autonomia de jogadores e jogadoras de futebol, tanto na iniciação esportiva, quanto no alto rendimento.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13127
       
  • GÊNERO E EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

    • Authors: Aluízio Henrique Rocha Pires, Rafael Soares Bufalo, Thomás Augusto Parente, Fernanda Moreto Impolcetto
      Pages: 149 - 164
      Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar como o modelo do Sport Education influenciou as questões de gênero presentes em aulas de Educação Física Escolar no Ensino Médio. Os dados foram produzidos por meio de um projeto de extensão vinculado à Universidade Estadual Paulista desenvolvido em uma escola do interior do Estado de São Paulo. A análise foi realizada por meio da técnica categorias de codificação, da qual emergiram duas categorias principais: a) o projeto de Educação Esportiva; e b) Educação Física escolar e gênero. Ambas procuram discutir sobre como o Sport Education na Educação Física Escolar, a partir dos seus princípios, pode auxiliar nas questões de gênero e buscar práticas coeducativas, apesar de ainda surgirem problemas em relação a temática. Concluiu-se que há estereótipos de gênero que se refletem nas aulas de Educação Física Escolar e, por meio do Sport Education, puderam ser discutidos com os estudantes na busca pela superação dos mesmos.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.14063
       
  • COMO A MANIPULAÇÃO DAS REGRAS IMPACTA O PADRÃO DE COORDENAÇÃO
           INTERPESSOAL DE EQUIPES COMPOSTAS POR JOGADORES COM DIFERENTES NÍVEIS DE
           DESEMPENHO TÁTICO'

    • Authors: Wesley Zidane Brito Lima, Chellsea Hortêncio Alcântara, Alberto Lobato Góes Júnior, João Bosco Gomes Lima Junior, Alcides José Scaglia, João Cláudio Braga Pereira Machado
      Pages: 165 - 177
      Abstract: Este estudo teve como objetivo investigar o impacto da manipulação das regras sobre o padrão de coordenação interpessoal das equipes em Jogos Reduzidos e Condicionados no futebol. Participaram do estudo 24 futebolistas da categoria Sub-15 e Sub-17, sendo estes divididos em três grupos, de acordo com seus níveis de desempenho tático (DT). O padrão de coordenação interpessoal foi avaliado por meio das métricas de Densidade (homogeneidade de interações), Clustering (criação de sub-grupos de jogadores), Indegree (passes recebidos), Outdegree (passes realizados), total de links (total de interações estabelecidas) e Eigenvector (jogador que mais colabora com a troca de passes da equipe). Os jogadores com menor DT apresentaram nas métricas globais valores maiores nas medidas de Densidade e Clustering nos Jogos Estruturais, e nas métricas individuais os jogadores com maior DT tiveram melhor desempenho nos dois jogos. Os Jogos Estruturais estimulam os jogadores com menor DT a jogarem mais coletivamente.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.14094
       
  • INICIAÇÃO AO FUTEBOL AMERICANO

    • Authors: Gabriel de Barros Damasceno Franco, Luis Felipe Nogueira Silva, Alcides José Scaglia
      Pages: 178 - 192
      Abstract: O futebol americano é um dos esportes que mais cresce em popularidade no Brasil, mas poucas pesquisas nacionais com esse tópico foram realizadas, sobretudo aquelas que fazem referência ao processo de ensino, vivência, aprendizagem e treinamento dessa modalidade. Dessa forma, a presente pesquisa se debruça em descrever currículos esportivos focados na iniciação esportiva ao futebol americano, através da análise e coleta de dados por meio de entrevistas com dirigentes de escolas que possuam a categoria de iniciação a esse esporte. Em nossa análise, notamos uma falta de aproximação com os conhecimentos relativos à composição de um currículo estruturado de ensino do futebol americano, talvez pelo não conhecimento de alguns saberes relativos ao conceito de currículo ou da própria Pedagogia do Esporte. Logo, essa pesquisa surge com a conclusão de evidenciar um cenário que poderia ser mais explorado e que ainda carece de propostas curriculares convincentemente embasadas na literatura científica.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13589
       
  • ESPORTE NO CONTEXTO ESCOLAR

    • Authors: Edesio Rodrigues da Silva Junior, Riller Silva Reverdito
      Pages: 193 - 215
      Abstract: O estudo tem o objetivo de apresentar o panorama dos estudos produzidos sobre o esporte no contexto escolar, com foco nas produções de artigos científicos expostos em periódicos nacionais na área de Educação Física e Esportes. Utilizamos como fonte dessa investigação onze periódicos, no recorte temporal de 1990-2019. Os artigos foram classificados em: (a) esporte nas aulas de educação física escolar, (b) o esporte em programas extracurriculares na escola. Os dados revelam um crescente interesse sobre o esporte no contexto escolar ao longo dos anos. Identificou-se que a maioria dos artigos foi publicado na última década investigada e a maior incidência de artigos está relacionada ao esporte nas aulas de educação física escolar. Portanto, a escola assume um papel importante como contexto para o acesso e o percurso dos jovens no esporte.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.14103
       
  • MODELO DE JOGO, ESTRATÉGIA DE JOGO, ESTILO DE JOGO E TÁTICA DE
           JOGO

    • Authors: Thiago André Rigon, Fábio Ferreira Nogueira, Larissa Rossi Talarico, Rene Drezner, Rafael Batista Novaes, Luiz Eduardo Pinto Bastos Tourinho Dantas
      Pages: 216 - 235
      Abstract: A ausência de precisão e clareza de conceitos do esporte dificulta a articulação de concepções importantes para compreender e intervir na díade treino-competição. O artigo teve como objetivo propor definições operacionais dos termos “modelo de jogo”, “estratégia de jogo”, “estilo de jogo” e “tática de jogo”, e propor articulações entre esses termos visando orientar a intervenção e análise no esporte. Foi realizada uma pesquisa teórico-conceitual dos termos-alvo que resultou na elaboração de um Mapa Conceitual, pelo programa CmapTools. Foi utilizada a Tabela de Clareza Proposicional para analisar o conteúdo das proposições elaboradas. Foi definido que: modelo de jogo refere-se à representação do funcionamento básico do jogo, estratégia de jogo refere-se ao conjunto de planos na competição, estilo de jogo é uma qualificação das ações no jogo e tática de jogo é sinônimo de ação no jogo. Espera-se que a articulação dessas concepções auxilie na compreensão do contexto esportivo.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.14102
       
  • UMA ANÁLISE FILOSÓFICA SOBRE O ESFORÇO NO ESPORTE A PARTIR
           DA ÉTICA DE ESPINOSA

    • Authors: Allan Victor Zampola Antonio, Paulo Augusto Boccati, Odilon José Roble
      Pages: 236 - 249
      Abstract: O esforço na busca pelo êxito é fator primordial no âmbito esportivo e é influenciado por diversos fatores intrínsecos e extrínsecos ao esporte e, em ambos os casos, há forte presença de questões afetivas. Benedictus Espinosa (1632-1677), em sua obra Ética, desenvolve questões sobre a afetividade. Para ele, os afetos estão diretamente associados às ações motoras e à relação entre ser humano e ambiente. Argumentamos que o esporte, por constituir um fenômeno imprevisível, contribui com a constante alteração dos afetos, gerando implicações no que se concebe por esforço. A articulação com elementos da filosofia do esporte permite ainda dialogar com aspectos da área compreendendo o esforço como integrante da chamada atitude lusória, importante para alcançar os bens intrínsecos ao esporte. Espera-se, com isso, contribuir para ampliar a discussão sobre filosofia do esporte na Educação Física brasileira e ampliar a compreensão sobre a questão do esforço no esporte.
      PubDate: 2022-08-03
      DOI: 10.51283/rc.v26i2.13324
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.237.27.159
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-