A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> SPORTS AND GAMES (Total: 199 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Corpoconsciência
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1517-6096 - ISSN (Online) 2178-5945
Published by Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Homepage  [15 journals]
  • EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, CORPO E SAÚDE

    • Authors: Daniel Teixeira Maldonado
      Pages: 1 - 19
      Abstract: O objetivo desse estudo foi descrever e analisar como que os docentes de Educação Física estão problematizando temas relacionados com o corpo e a saúde além dos determinantes biológicos. Foram analisados 18 relatos de experiências educativas, publicados entre os anos 2009 e 2019, em um periódico científico e 10 livros. A interpretação dos dados foi realizada por meio da análise cultural. Esses docentes organizaram práticas político-pedagógicas debatendo e refletindo com os estudantes sobre temas como padrão de beleza, conceitos ampliados de saúde e qualidade de vida, a diversidade cultural nos corpos dos sujeitos, as representações que crianças, idosos, adultos, adolescentes e pessoas com deficiência produzem ao vivenciar as práticas corporais e os discursos naturalizados que apenas alguns corpos podem participar de determinadas manifestações da cultura corporal. Concluímos que as Ciências Humanas remodelaram a problematização sobre temas relacionados com o corpo e a saúde nas aulas de Educação Física.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.12105
       
  • INVESTIGAÇÕES ACERCA DA PEDAGOGIA DO ESPORTE NA ESCOLA

    • Authors: Aline Britto Rodrigues
      Pages: 20 - 35
      Abstract: Essa pesquisa objetivou investigar a produção científica sobre a Pedagogia do Esporte em dissertações e teses produzidas em Programas de Pós-graduação no Brasil. Logo, o referencial teórico discorre sobre esse campo de conhecimento. É um estudo caracterizado como “estado da arte”, cuja busca ocorreu no portal da CAPES, no mês de fevereiro de 2020. Dentre os 84 trabalhos encontrados, 10 (13%) atenderam a prerrogativa do lócus de pesquisa. Oito deles corresponderam a dissertações (80%), e dois a teses (20%), ambas as modalidades defendidas entre os anos de 2006 e 2017. Oito trabalhos versam sobre o ensino de esportes, dentre esses, quatro delimitaram a modalidade, já os outros quatro estabeleceram uma abordagem de modo generalizado. Dois textos apresentaram temáticas relacionadas com os esportes, assim como a “mídia” e a “competição escolar”. Diante disto, considera-se imperativa a ampliação de pesquisas que estreitem a relação entre as novas tendências da Pedagogia do Esporte e a Educação Física Escolar.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.12763
       
  • A PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO SOBRE A GINÁSTICA NA
           EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

    • Authors: Marina Aggio Murbach, Letícia Bartholomeu de Queiroz Lima, Ana Clara de Souza Paiva, Fernanda Moreto Impolcetto, Laurita Marconi Schiavon
      Pages: 36 - 52
      Abstract: Durante mais de 20 anos, pesquisas apontaram para um distanciamento da Ginástica na Educação Física escolar (EFE). A presente pesquisa objetivou analisar como ocorrem hoje, depois dos Parâmetros Curriculares Nacionais e do Currículo do Estado de São Paulo, as experiências com conteúdos gímnicos nas aulas de EFE no Ensino Fundamental e Médio das escolas estaduais em uma cidade do interior de São Paulo, a partir da perspectiva dos alunos. Para tanto, aplicou-se um questionário para 97 escolares do 3º ano do Ensino Médio, oriundos de 11 escolas da cidade. Os resultados encontrados corroboram as atuais pesquisas que mostram que a Ginástica, timidamente, está sendo inserida no ambiente escolar. Indicam ainda que, apesar de a falta dos materiais ser uma das justificativas para o não ensino da Ginástica, cabe ao professor, figura imprescindível no processo, propiciar o contato com a modalidade para que os alunos tenham apreço a ela.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.11756
       
  • MOOC “HISTÓRIAS DO FUTEBOL PRATICADO POR MULHERES NO
           BRASIL”

    • Authors: Mateus Camargo Pereira, Fernanda Moreto Impolcetto
      Pages: 53 - 69
      Abstract: Este artigo objetivou avaliar o Curso Online Aberto Massivo “histórias do futebol praticado por mulheres no Brasil”, pela ótica de seus concluintes, professores e estudantes de educação física brasileiros. Tratou-se de pesquisa qualitativa, com dados produzidos por questionário aberto e categorização das respostas encontradas. Foram identificadas as categorias avaliação, contribuições para a formação e para a atuação profissional. Avaliado positivamente, a identificação de virtudes e limitações foi acompanhada de sugestões para a melhoria do MOOC. Dentre as virtudes indicou-se a qualidade do conteúdo, acessibilidade e funcionalidade. Como limitações foram apontadas falhas técnicas e questões de funcionalidade. Os concluintes sugeriram aprimoramento dos meios de interação e respostas às questões avaliativas na plataforma, entre outras. A contribuição para a formação deu-se sob a forma de atualização profissional, formação para o combate ao preconceito de gênero, formação profissional. Como utilização dos conhecimentos apontou-se os espaços de atuação profissional, produção acadêmica e ações pessoais. Percebeu-se dificuldade de proposições que avançassem para a elaboração de planos de aulas. Conclui-se que a formação continuada a distância abre possibilidades para o tratamento do tema sendo os MOOC uma das formas possíveis para realizá-la, ainda que com melhorias a serem viabilizadas com vistas a favorece a interação entre os participantes.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.12904
       
  • AUTOPERCEPÇÃO E ATITUDES DE ESTUDANTES DA UFMT QUANTO AO PESO E
           À IMAGEM CORPORAL

    • Authors: Tomires Campos Lopes, Thamires Silva Campos
      Pages: 70 - 85
      Abstract: Estudo transversal com objetivo de conhecer o perfil do comportamento de risco dos graduandos quanto à condição do grau de sobrepeso e obesidade e as automedidas para se manter nos padrões estabelecidos. Utilizou-se o instrumento de coleta NCHRBS com estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso, o qual contou com 7.194 preenchimentos. Os resultados revelaram uma amostra com maioria do sexo feminino (F= 4193 - 58,3%; M= 3001 - 41,7), com média de idade de 24,37 anos, com prevalência de sobrepeso e obesidade, das áreas de Ciências Sociais, Ciências da Saúde e Engenharias. Os estudantes se percebem com distorções entre o que realmente têm com a autopercepção do peso, subestimando ou superestimando-a. As atitudes tomadas para se manter no peso ideal vão desde uso de dieta, prática de exercícios até o uso de laxantes. Evidencia-se a necessidade de se estabelecer políticas internas de atendimento e monitoramento para a população universitária.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.11932
       
  • EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NA REDE FEDERAL EM TEMPOS PÓS-PÂNDEMICOS E DE
           REFORMAS NEOLIBERAIS

    • Authors: Daniel Teixeira Maldonado, Larissa Beraldo Kawashima
      Pages: 86 - 103
      Abstract: Este texto tem o objetivo de analisar experiências político-pedagógicas realizadas nas aulas de Educação Física Escolar durante a pandemia e reformas educativas neoliberais em escolas da rede federal, na perspectiva de refletir sobre o que podemos aprender com esses projetos educativos ao final desse momento de ensino remoto emergencial e Ensino Médio reformado. Foram selecionados 15 textos publicados no ano de 2021, para a análise temática, que foram divididos em três temas: problematização da saúde de forma ampliada; diversidade cultural das práticas corporais; e tematização de diversificadas manifestações da cultura corporal com múltiplas atividades de ensino. As experiências destacadas indicaram avanços em relação ao ensino do componente curricular, evidenciando a superação não apenas dos conhecimentos centrados no “saber fazer”, mas apontando para o aprofundamento da relação entre as práticas corporais e os temas de relevância social. Defendemos essa realidade como função social do componente curricular no pós-pandemia.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13398
       
  • FOTONARRATIVIDADE E ENSINO REMOTO

    • Authors: Samara Moura Barreto de Abreu
      Pages: 104 - 117
      Abstract: Buscamos revelar as (re)ações do corpo no contexto do ensino remoto através da fotonarratividade como conhecimento de si, do outro e do meio, em potência autoformadora. Apresentamos como pergunta geradora - o que o corpo expressa enquanto estudam remotamente' e descortinamos na e pela experiência de um sentir-pensar-agir pedagógico participativo nas aulas de Educação Física numa turma Ensino Médio Integrado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Tomamos as fotonarrativas produzidas pelos discentes como corpus em implicação hermenêutica crítica delineada pelos movimentos da pesquisa autobiográfica cujos referentes analíticos foram sustentados por Josso (2007) e Autor (2020) na constituição de conhecimentos aprendentes. Afirmamos uma experiência pedagógica implicada na produção de uma linguagem de sentidos e significados sobre as expressões corporais acerca do vivido pelos sujeitos-autores na temporalidade do ensino remoto pela fotonarratividade, reconhecendo a ensinagem na Educação Física em contexto de reexistência e resistência pedagógica acentuada pelo contexto pandêmico, implicada a uma práxis de humanização.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13339
       
  • EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESCOLA APÓS DOIS ANOS DE PANDEMIA

    • Authors: Rogerio Zaim-de-Melo, Carlo Henrique Golin, Deyvid Tenner de Souza Rizzo
      Pages: 118 - 133
      Abstract: Em março de 2020 foi oficialmente declarado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a pandemia do SARS-CoV2, hoje popularmente denominado Covid-19. Diante desse cenário, esta investigação tem como objetivo analisar a prática docente de professores de Educação Física que atuaram durante a pandemia, objetiva ainda compreender como a experiência professoral foi ressignificada. A pesquisa é de natureza qualitativa do tipo estudo de caso, o instrumento de coleta de dados utilizado foi a construção de narrativas, tendo como tema gerador a ação pedagógica do professor durante a pandemia - erros e acertos. Participaram da pesquisa dois professores e uma professora de Educação Física que atuaram durante a pandemia de Covid-19. Considera-se que os desafios que surgiram durante a pandemia induziram às transformações na esfera educacional, por conseguinte, conclui-se que após dois anos de conjuntura pandêmica, as incitações tornaram os professores desse estudo melhores, mais atentos e dispostos a se adaptar durante as adversidades.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13404
       
  • A EDUCAÇÃO FÍSICA NO INSTITUTO FEDERAL SUL-RIO-GRANDENSE DIANTE A
           PANDEMIA DE COVID-19

    • Authors: Fabiana Celente Montiel, Tales Emílio Costa Amorim, André Oreques Fonseca, Tiago Wally Hartwig, Gabriel Barros da Cunha
      Pages: 133 - 149
      Abstract: Este artigo tem como objetivo identificar os desafios, dificuldades e facilidades encontradas pelos/as docentes de Educação Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense no desenvolvimento das atividades remotas durante o período da pandemia de Covid-19. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo, da qual participaram 32 docentes de Educação Física, que responderam um questionário com questões sobre o planejamento e condução das aulas de Educação Física durante o período remoto. Foi utilizada a Análise Textual Discursiva durante o processo analítico, que resultou em três categorias finais: Teorização da Educação Física; Tecnologias e recursos digitais; Participação, interação e motivação dos/as estudantes. Destaca-se que os/as docentes foram desafiados/as constantemente durante o período de pandemia, adaptaram objetivos e conteúdos, incorporando o uso de tecnologias e recursos digitais, para que fosse possível proporcionar um processo educacional qualificado, com aulas de Educação Física que tivessem significado diante do cenário atual.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13492
       
  • A DANÇA COMO CONTEÚDO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

    • Authors: Larissa Beraldo Kawashima, Marcelo Gomes Alexandre, Marcos Roberto Godoi, Elisangela Almeida Barbosa
      Pages: 150 - 167
      Abstract: Este texto tem por objetivo apresentar e descrever uma experiência com o ensino remoto da Dança nas aulas de Educação Física com turmas do Ensino Médio integrado durante o contexto da pandemia de COVID-19. A apresentação da experiência seguiu os caminhos percorridos na sequência pedagógica construída, sendo estruturada a partir da elaboração coletiva do plano de ensino/aula entre os professores das turmas envolvidas e o desenvolvimento dos conteúdos durante as aulas. Os conteúdos selecionados estavam relacionados ao ensino da dança, como conceito de ritmo e dança, classificações segundo construção histórica e os preconceitos relacionados às danças. Encontramos estratégias que permitiram desenvolver o conteúdo durante as aulas propostas, de forma que os alunos pudessem conhecer e vivenciar algumas danças, mesmo que através de acesso e produção de vídeos, exigindo pesquisa e dinamicidade de nós, professores, para promover um encontro entre as linguagens utilizadas (corporal, visual, midiática) e os interesses dos alunos.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13482
       
  • A EDUCAÇÃO FÍSICA EM MEIO À PANDEMIA DE COVID-19

    • Authors: Fabiane de Oliveira Schellin, Fabiana Celente Montiel
      Pages: 168 - 184
      Abstract: O artigo objetiva relatar a experiência e principais aprendizados dos/as estudantes participantes do projeto de ensino “Educação Física e Sociedade”, ofertado ao Ensino Médio Integrado, no Instituto Federal Sul-rio-grandense – Campus Pelotas (IFSul/Pelotas) em 2020. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativo, do tipo relato de experiência. O corpus foi composto por: projeto e plano de ensino; descrições das atividades síncronas e assíncronas; relatório final; textos reflexivos dos/as estudantes. O projeto promoveu a problematização das seguintes temáticas: Barreiras e possibilidades para a prática de Atividades Físicas no contexto da pandemia; Esporte enquanto direito social e as desigualdades sociais; Esporte e suas potencialidades nas discussões de gênero e racismo. Por meio da experiência e dos relatos finais dos/as estudantes legitimamos a Educação Física como um espaço para discussões e contribuições capazes de auxiliar na transformação da realidade social, no desenvolvimento integral do ser humano, sob as dimensões pedagógicas, sociológicas e filosóficas.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13373
       
  • DOCUMENTOS PARA A EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO DE GOIÂNIA E AS PRÁTICAS
           PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO CONTEXTO DA PANDEMIA

    • Authors: Thiago Camargo Iwamoto, Viviane de Assis Ramos
      Pages: 185 - 200
      Abstract: O objetivo do presente trabalho é de relatar as experiências de professores de Educação Física nos anos iniciais (1º e 2º ano) de uma escola municipal da cidade de Goiânia, sobretudo o que concerne às práticas pedagógicas desse componente curricular a partir das normativas e orientações para o funcionamento das escolas públicas do município em questão durante a pandemia da COVID-19, focando nos anos de 2020 e 2021. A metodologia segue a perspectiva de um relato de experiência em conjunto com a apresentação dos documentos norteadores para as instituições educacionais. Embora houvesse várias orientações e normativas para tentar efetivar as práticas pedagógicas dos componentes curriculares diante do cenário pandêmico, incluindo a Educação Física, essas práticas foram deficientes devido às diversas dificuldades encontradas, seja institucional e/ou procedimental. Nesse sentido, as práticas pedagógicas de Educação Física ficaram comprometidas devido às falhas nas orientações de como desenvolver esse componente curricular, impactando no desenvolvimento dos estudantes.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.13498
       
  • A EDUCAÇÃO FÍSICA COM A EDUCAÇÃO INFANTIL

    • Authors: Robson Reis, Isabel Porto Filgueiras, Uirá de Siqueira Farias
      Pages: 201 - 220
      Abstract: O presente texto tece aproximações entre a Educação Física (EF) com a Educação Infantil (EI) e a pedagogia desenvolvida na região italiana de Reggio Emilia. Esta proposta pedagógica, fundamentada em Loris Malaguzzi, foi reconhecida mundialmente como um dos melhores sistemas educativos para a Educação Infantil. Admite-se que as razões desse êxito foi por realocar a criança no centro da aprendizagem, reconhecendo-a como ativa, exploradora e portadora de múltiplas linguagens; e por introduzir o trabalho por projetos. Todavia, a presença dos professores de Educação Física não é garantida legalmente nos sistemas públicos de Educação Infantil nacionais, apesar de muitas redes municipais contarem com sua presença. O problema é que, em muitas destas iniciativas, o trabalho do especialista carece de diálogo com a proposta pedagógica da Escola e com o trabalho da professora unidocente. Diante do exposto, observamos a proposta de Reggio Emilia como fonte de inspiração para a EF, podendo proporcionar espaço para as pluralidades de experiências e múltiplas linguagens nas quais a criança possa produzir, inventar e ampliar a visão de mundo a partir das manifestações da cultura corporal.
      PubDate: 2022-03-29
      DOI: 10.51283/rc.v26i1.12970
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.236.107.249
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-