A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> VETERINARY SCIENCE (Total: 225 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Medicina Veterinária (UFRPE)
Journal Prestige (SJR): 0.102
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 1809-4678
Published by Universidade Federal Rural de Pernambuco Homepage  [9 journals]
  • Ocorrência de piolhos Neopsittaconirmus spp. (Phthiraptera: Ischnocera:
           Philopteridae) em calopsita (Nymphicus hollandicus) no nordeste brasileiro
           

    • Authors: Luiz Fernando Wolpert de Gois, Letícia Costa Carvalho, Rayssa Dourado Fontenele, Cleanto Luiz Maia Silva, Simone Mousinho Freire, Luanna Soares de Melo Evangelista
      Pages: 81 - 87
      Abstract: Piolhos mastigadores são normalmente encontrados em aves e mamíferos. Esses insetos são divididos em duas subordens de importância nas aves, a Amblycera e a Ischnocera, sendo que nesta última apenas a família Philopteridae abrange os piolhos específicos desses animais. Possuem as peças bucais adaptadas à mastigação da pele e penas, e quando parasitam aves como as calopsitas (Nymphicus hollandicus) podem provocar diversas alterações dermatológicas, sistêmicas e até mesmo comportamentais. O objetivo deste estudo foi relatar o encontro de espécimes de piolhos do gênero Neopsittaconirmus infestando uma calopsita domiciliada em Teresina, PI, proveniente de um criatório comercial. O animal era de mutação lutina, com 3 meses de idade, que apresentou apatia, penas eriçadas e prurido. Ao atendimento veterinário observou-se a presença de piolhos sobre as penas da ave, sendo as mesmas colhidas e levadas ao Laboratório de Parasitologia da Universidade Federal do Piauí, confirmando infestação por piolhos Neopsittaconirmus spp. O animal foi tratado com selamectina tópica em dose única e suplemento vitamínico, observando melhora do quadro clínico e ausência de piolhos quinze dias após a terapia. Até o presente conhecimento, este relato apresenta a primeira descrição de piolhos do gênero Neopsittaconirmus em calopsita no nordeste do Brasil. Conclui-se que piolhos desse gênero podem infestar e provocar lesões nessas aves, sendo recomendado o diagnóstico precoce e um tratamento adequado para eliminar estes ectoparasitos.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-4995
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Biometric alterations in thoracic limbs of vaquejada horses

    • Authors: Paula Barbosa Torres, Juliano Martins Santiago, Jorge Eduardo Cavalcante Lucena, Iaçanã Valente Ferreira Gonzaga, Daniel Ânderson de Souza Melo, Gustavo Simões Lima, Andreza Correia da Silva, Alisson Vinícius Mota Macedo
      Pages: 88 - 94
      Abstract: This study aimed to determine the frequency of biometric alterations in thoracic limbs of vaquejada horses. A sample of 1,270 horses of either sex and different age groups competing in vaquejada as either puxador (leading) or esteira (trailing) roles were used. Measurements were made of body length, thoracic circumference, and circumferences of the forearm, knee, cannon, fetlock, and pastern of the right- and left-side thoracic limbs. Asymmetry in the five regions of thoracic limbs was also determined by calculating the difference between the right- and left-side circumferences of each region. Physical examination was conducted in 598 horses by palpating the knee, cannon, fetlock, and pastern to identify possible orthopedic alterations. The results of the differences between the circumferences of thoracic limbs of either side were submitted to Kruskal-Wallis test and the prevalence of orthopedic alterations was compared by frequency distribution test. Asymmetry was observed between the right- and left-side thoracic limbs in 99.3% of horses, especially in the forearm. Of the 598 horses examined via palpation, 481 individuals (80.4%) exhibited orthopedic alterations in at least one of the four regions examined, with the highest prevalence of alterations in the cannon and fetlock. In addition, the proportions of individuals with orthopedic alterations increased linearly with age, while higher values in the conformation and dactyl-thoracic indices also resulted in higher prevalence of alterations. It was concluded that the frequency of biometric alterations in thoracic limbs of vaquejada horses is high.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-5222
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Blood and biochemical parameters in young horses raised in the semiarid
           region along the year

    • Authors: Carolina Jones Ferreira Lima da Silva, Fabiana Oliveira Costa, Juliette Gonçalves da Silva, Luzilene Araujo de Souza, Helena Emília Cavalcanti da Costa Cordeiro Manso, Hélio Cordeiro Manso Filho
      Pages: 95 - 103
      Abstract: Seasonality is a characteristic that influences forage availability and quality. Research has been conducted to correlate seasonal variations with the modification of metabolic parameters in horses. Despite the adaptive capacity of animals, extreme conditions affect animal health and well-being. Knowledge of such information contributes to greater creative efficiency. This study aimed to determine the concentration of hematological, biochemical, and mineral biomarkers in fillies over a period of 12 months. From a batch of 40 animals, 25 clinically healthy Mangalarga Marchador fillies were used. Colts were performed once a month for 12 months, with the animals fasted overnight but with free access to water. The results were analyzed using the SigmaPlot 13.0 program for Windows® (Systat Software, Inc.), using analysis of variance with two factors and Tukey’s test. The significance level was set at 5%. Results are expressed as means ± standard error of the mean. Although no clinical changes were observed in the animals, the findings of this study may reflect their general health status. Several species, such as horses, are subject to variation in physiological processes without denoting pathological states. From the data obtained, it can be concluded that the animals in this study were clinically healthy, and these data can be used as parameters for the evaluation of animals of the Mangalarga Marchador breed.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-4999
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Leishmaniose Visceral: há possibilidade de transmissão sexual e vertical
           entre cães'

    • Authors: Luanna Soares de Melo Evangelista, Letícia Costa Carvalho, Luiz Fernando Wolpert de Gois, Luana Dias de Moura, Maria do Socorro Pires e Cruz
      Pages: 104 - 112
      Abstract: A leishmaniose visceral (LV) é uma enfermidade cosmopolita, grave e de alta letalidade em seres humanos, sendo considerada uma zoonose negligenciada. Nas Américas, a sua ocorrência está diretamente ligada com a presença do inseto vetor, principalmente relacionada à fêmea da espécie de flebotomíneo Lutzomyia longipalpis. Entretanto, em alguns estudos foram observados casos da doença em humanos e cães, com ocorrências em locais livres do vetor, indicando para a possibilidade de outras formas de transmissão, como a sexual e a vertical. O objetivo desse trabalho foi realizar uma revisão de literatura com o intuito de descrever sobre os principais aspectos relacionados com a transmissão sexual e vertical entre cães, proporcionando, assim, uma melhor compreensão da epidemiologia da doença, principalmente em áreas endêmicas. Atualmente, a possibilidade de transmissão sexual e vertical nessa espécie animal vem sendo bastante explorada, em que as pesquisas visam buscar a presença do protozoário Leishmania (L.) infantum nos órgãos do sistema reprodutivo, tanto de fêmeas quanto de machos caninos, bem como a presença do DNA do parasito no esmegma e sêmen. Dessa forma, a literatura aponta que essas formas de transmissão na LV provavelmente ocorrem em cães.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-5223
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Ocorrência de Staphylococcus pseudintermedius resistentes à meticilina
           isolados do campo operatório de cadelas submetidas à ovariohisterectomia
           

    • Authors: Sabrina Cândido Trajano, Breno Bezerra Aragão, José Givanildo da Silva , Kleyton Domingos de Melo, Rebeka Menezes Pontes , Rinaldo Aparecido Mota , Grazielle Anahy de Sousa Aleixo
      Pages: 113 - 120
      Abstract: Objetivou-se avaliar a contaminação por Staphylococcus spp. resistentes à meticilina no campo operatório de cadelas submetidas à ovariohisterectomia. Foram coletadas 40 amostras de swabs de pele (um por animal). Posteriormente, essas amostras foram submetidas à análise microbiológica e molecular. Staphylococcus spp. foram identificados em 16/40 (40%) das amostras, sendo todos Staphylococcus coagulase-positivos. Na prova fenotípica de resistência aos antimicrobianos, 7/16 (43,75%) dos isolados foram resistentes à penicilina G, 8/16 (50%) à oxacilina, 2/16 (12,5%) à cefoxitina, 6/16 (37,5%) à cefalexina e 2/16 (12,5%) à amoxicilina com ácido clavulânico. Na avaliação de perfil genotípico, detectou-se o gene mecA em dois isolados e esses foram identificados através do MALDI-TOF como Staphylococcus pseudintermedius. Os dados obtidos revelaram o primeiro isolamento e identificação de Staphylococcus spp. resistentes à meticilina isolados em cães no estado de Pernambuco, Brasil. O estudo corrobora a necessidade de monitorar o perfil de resistência a antimicrobianos utilizados na medicina veterinária e alerta para o risco que patógenos multirresistentes podem causar a saúde humana e animal.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-4986
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Perfil microbiológico da mastite bovina no Agreste e Brejo Paraibano

    • Authors: Ewerton de Souza Lima, Raphael Ferreira Ordonho , Clebson Santos de Sales, Alanny Maria Ricardo Santos, Lucas Beserra de Carvalho, Fernando Nogueira de Souza, Artur Cezar de Carvalho Fernandes
      Pages: 121 - 127
      Abstract: A mastite bovina é considerada a doença de maior prevalência nos rebanhos leiteiros no mundo, impactando produtores, indústria de laticínios e influenciando negativamente a qualidade do leite, além do impacto na saúde pública. Nesse contexto, objetivou-se traçar o perfil microbiológico dos agentes causadores da mastite bovina em propriedades leiteiras da microrregião do Agreste e Brejo paraibano entre o período de agosto de 2018 a dezembro de 2019 e avaliar o comportamento da dinâmica do California mastitis test (CMT) em diferentes perfis microbiológicos do leite. Foram analisadas um total de 421 amostras de leite provenientes de 920 quartos mamários de 230 vacas que foram submetidas ao diagnóstico da mastite clínica (MC) e subclínica (MSC). Observou-se uma expressiva ocorrência de casos de MSC (n = 370, 40,22%) e de MC (n = 51, 5,54%). As amostras de quartos mamários com MC ou MSC resultou em 16,63% de ausência de crescimento no exame microbiológico. Das amostras com crescimento microbiológico, Staphylococcus spp. (26,36%), Corynebacterium spp. (22,32%) e Streptococcus spp. (12,59%) foram os microrganismos mais frequentemente isolados, já os agentes etiológicos ambientais foram esporadicamente isolados. Na avaliação da dinâmica do CMT observou-se que as amostras com resultado positivo no CMT e negativos no exame microbiológico apresentaram tendência a uma redução expressiva dos escores de CMT no momento da coleta subsequente (após 30 dias). Os resultados demonstram a necessidade de realizar educação no processo de ordenha na região, bem como, reforçar a importância do uso do CMT e do exame microbiológico de forma criteriosa no controle da mastite bovina.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-4987
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Prevalência da tuberculose bovina no Arquipélago de Fernando de Noronha
           e sua importância para o direcionamento das ações de Defesa Sanitária
           Animal

    • Authors: Paula Regina Barros Lima, Dulcilene Lacerda Nascimento, Manoel Eugênio Mota Silveira Filho, Marcelo Magnata da Fonte, Francisco David Nascimento Sousa, José Lopes Silva Junior, Carlos Diógenes Ferreira Lima Filho, Erivânia Camelo de Almeida, Filipe Sobral Fonsêca, José Wilton Pinheiro Júnior, Ricardo Augusto Dias, Fernando Ferreira, José Soares Ferreira Neto, Jean Carlos Ramos Silva
      Pages: 128 - 135
      Abstract: Recentes estudos epidemiológicos sobre tuberculose bovina foram conduzidos no Brasil, mas não em seus territórios insulares. O objetivo deste trabalho foi descrever a prevalência da tuberculose bovina no Arquipélago de Fernando de Noronha, Brasil, a fim de colaborar na adoção das estratégias de sua prevenção, controle e/ou erradicação. Em cada uma das dez propriedades existentes no arquipélago, todos os 74 bovinos acima de 24 meses de idade foram submetidos ao teste tuberculínico cervical comparativo. As informações epidemiológicas sobre a ocorrência da doença foram obtidas do banco de dados da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco - ADAGRO. As prevalências encontradas para rebanhos e animais foram 10% e 1,35%, respectivamente. A análise dos fatores de risco foi inviabilizada pelos resultados obtidos, já que o número de casos não permitiu fazer este tipo de análise. Este é o primeiro relato sobre prevalência da tuberculose bovina no Arquipélago de Fernando de Noronha. Várias características favorecem a implantação de estratégias que visem à erradicação da tuberculose bovina em Fernando de Noronha tais como: área territorial e característica insular; restrição da importação de animais de produção; reduzido número de bovinos e de propriedades; bem como pela baixa prevalência de animais positivos. Desta forma, o Serviço Veterinário Estadual (SVE) poderá otimizar as ações de vigilância nas espécies domésticas, estimulando a colaboração interdisciplinar entre os órgãos competentes para erradicar a tuberculose animal e alcançar melhoria da saúde humana por meio da saúde animal.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-3610
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Staphylococcus spp. multirresistente em leite de cabra: um sério problema
           de Saúde Única

    • Authors: Breno Bezerra Aragão, Sabrina Cândido Trajano, Rinaldo Aparecido Mota
      Pages: 136 - 151
      Abstract: A caprinocultura leiteira é uma das atividades agropecuárias mais consolidadas na região semiárida brasileira. Apesar de sua importância, existem diversas limitações para o seu desenvolvimento. Dentre os entraves, destaca-se a mastite caprina, doença mundialmente reconhecida como a principal causa de perdas econômicas na caprinocultura leiteira. Além disso, o mais grave é a possível veiculação de patógenos infecciosos multirresistentes por produtos lácteos contaminados. A resistência antimicrobiana é mundialmente tratada como uma das principais ameaças à Saúde Única. Neste contexto, Staphylococcus spp. é considerado um dos principais patógenos, pois é capaz de portar diversos mecanismos de resistência aos antimicrobianos. Por estes motivos, esta revisão aborda os impactos causados pela mastite caprina no Brasil e os mecanismos de resistência aos antimicrobianos de Staphylococcus spp., bem como, os perigos à saúde humana e animal.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-5224
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
  • Grãos secos de destilaria com solúvel de milho na dieta de
           galinhas poedeiras

    • Authors: Tatiana Marques Bittencourt, Heder José D'Ávila Lima, Jean Kaique Valentim, Fernandes Jesuino Muquissai Tossué, Lorena Zullian Andreotti, Daniela Paz Aguiar
      Pages: 152 - 159
      Abstract: Objetivou-se avaliar diferentes níveis de inclusão de grãos secos de destilaria (DDG) de milho na dieta de galinhas poedeiras e seus efeitos sobre o desempenho, a qualidade dos ovos, a pigmentação da gema, e realizar análise econômica do custo de produção e alimentação. Foram utilizadas galinhas poedeiras (Hisex Brown), distribuídas em delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e seis repetições, com cinco aves por unidade experimental. Os tratamentos utilizados foram: ração controle com a inclusão de 0% de DDG; inclusão de 5% de DDG; inclusão de 10% de DDG; inclusão de 15% de DDG e inclusão de 20% de DDG. As variáveis avaliadas foram: consumo de ração, conversão alimentar por dúzia e massa de ovos, produção de ovos, peso dos ovos, variação do peso corporal, viabilidade das aves, gravidade específica, coloração da gema, componente do ovo e custo de produção e de alimentação. Os dados foram submetidos à análise pelos modelos de regressão, a 5% de probabilidade e pelo teste de Dunnett a 5% de probabilidade. Não houve efeito (P>0,05) para os parâmetros de desempenho e qualidade do ovo em nenhum nível de inclusão do DDG. Para a coloração da gema pelo leque colorimétrico e colorímetro digital (L e a*) houve efeito linear crescente com a inclusão do DDG (P<0,05). Quanto à análise econômica, o DDG pode ser considerado um alimento alternativo ao farelo de soja pelo baixo custo. O DDG de milho tem o potencial pigmentante na gema do ovo, fazendo com que se apresente mais amarela, sem influenciar o desempenho e a qualidade dos ovos das galinhas poedeiras, além de ser um produto mais econômico.
      PubDate: 2022-09-16
      DOI: 10.26605/medvet-v16n2-2404
      Issue No: Vol. 16, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.200.137.63
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-