A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> VETERINARY SCIENCE (Total: 225 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Science and Animal Health
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2318-356X
Published by Universidade Federal de Pelotas Homepage  [14 journals]
  • EDITORIAL

    • Authors: Paulo Ricardo Centeno Rodrigues
      First page: 179
      Abstract: EDITORIAL
      PubDate: 2022-09-08
      DOI: 10.15210/sah.v9i3.23598
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2022)
       
  • MÉTODOS DE AVALIAÇÃO ANTIMICROBIANA DE EXTRATOS DE DIFERENTES
           VARIEDADES DE Olea europaea L.: REVISÃO DE LITERATURA

    • Authors: Otávia de Almeida Martins, Márcia Kutscher Ripoll, Stefanie Bressan Waller, Luiza da Gama Osório, Angelita Reis Gomes, Renata Osório de Faria, Mário Carlos Araújo Meireles, João Roberto Braga de Mello
      Pages: 180 - 199
      Abstract: A oliveira (Olea europaea) é uma árvore característica da Região Mediterrânea, conhecida mundialmente pelo seu fruto, a azeitona. É um dos cultivos mais antigos, principalmente devido a fácil adaptação às adversidades ambientais. No estado do Rio Grande do Sul, seu cultivo teve início em 1948 e vem apresentando grande destaque. Entre outros compostos produzidos pela oliveira, os fenólicos, especialmente os polifenóis hidroxitirosol e a oleuropeína, demonstraram ação antimicrobiana in vitro, porém existem poucos relatos sobre a atividade antifúngica. O objetivo desta revisão foi relatar a atividade antimicrobiana de O. europaea e comparar os resultados dos testes realizados com as distintas variedades e extratos. Foram selecionados onze trabalhos publicados entre os anos de 2000 e 2018. Os experimentos avaliados neste estudo permitiram concluir que os diferentes extratos da oliveira, preparados através de uma extração simples, apresentaram uma satisfatória atividade antimicrobiana in vitro. A variedade Arbequina e o método de difusão em ágar foram os mais utilizados nos experimentos analisados. Os extratos da oliveira têm demonstrado resultados promissores relacionados a efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e antimicrobianos. Estudos in vivo são necessários para confirmar a atividade terapêutica dos diversos compostos da árvore.
      PubDate: 2022-09-08
      DOI: 10.15210/sah.v9i3.14791
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2022)
       
  • ANÁLISE MICROBIOLÓGICA EM OSTRAS (Bivalvia, Ostreidae) DE AMBIENTE
           NATURAL EM LAGUNA, SANTA CATARINA, BRASIL

    • Authors: Samuel Silvestre Nuernberg, Rosileia Marinho de Quadros, Sandra Márcia Tietz Marques, Larissa de Aguiar Boff, Rafael de Lima Miguel
      Pages: 200 - 215
      Abstract: Os bivalves constituem estoques naturais de recursos renováveis que dependem de um ecossistema em equilíbrio. Alimentam-se principalmente de microrganismos presentes na água, como são organismos filtradores, concentram em seus tecidos, sobretudo nas brânquias, materiais de diversas naturezas, desde substâncias químicas a contaminantes, por esse motivo são considerados bioindicadores da qualidade da água. Durante o período de novembro de 2020 a junho de 2021, 103 ostras foram coletadas manualmente, em ambiente natural, na Ponta da Barra, Lagoa do Noca, na cidade de Laguna, litoral sul do estado de Santa Catarina, Brasil. As brânquias foram retiradas, submetidas em meios de cultura para crescimento e identificação de microrganismos. Treze espécies de bactérias indicadoras da presença de coliformes foram identificadas em 73,79% (76/103) das amostras. As mais prevalentes foram Escherichia coli, Citrobacter koseri, Klebsiella pneumoniae e Proteus mirabilis, com percentuais de 21,05%, 13,16%, 13,16% e 11,84%, respectivamente. A presença desses microrganismos em ambientes aquáticos pode levar ao aparecimento de doenças transmitidas de forma direta, pela ingestão dos agentes patogênicos, ou indireta, pela ingestão de toxinas bacterianas. Dessa forma, levam perigos às espécies de níveis tróficos superiores, como também ao ser humano, representando um grave risco à saúde pública.
      PubDate: 2022-09-08
      DOI: 10.15210/sah.v9i3.21956
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2022)
       
  • O QUE O MERCADO AGROPECUÁRIO ESPERA DE UM RECÉM-FORMADO'

    • Authors: Carla Augusta Sassi da Costa Garcia, Antônio Amaral Barbosa, Mariane Castro Mayens, Adriane Dalla Costa de Matos, Marcio Nunes Corrêa
      Pages: 216 - 229
      Abstract: O Brasil apresenta um elevado número de cursos superiores voltados para o mercado agrícola, fazendo com que uma grande quantidade de profissionais esteja disponível no mercado a cada ano. A identificação das principais características exigidas por esse mercado é fundamental para uma melhor qualificação desses novos profissionais. O presente estudo foi realizado com profissionais da área do Agronegócio (gestores, consultores e professores universitários), através da aplicação de um questionário, e teve por objetivo apresentar os atributos pessoais e profissionais exigidos dos recém-formados na área das ciências agrárias para ingresso no mercado de trabalho. Os três grupos pesquisados destacaram a maior importância das características pessoais em relação as características profissionais como fator determinante na contratação desses novos profissionais. Evidencia-se a importância que o mercado agropecuário atribui às características pessoais em detrimento das características técnicas para contratação de profissionais recém-egressos das universidades.
      PubDate: 2022-09-08
      DOI: 10.15210/sah.v9i3.22473
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2022)
       
  • BASELINE DATA ON HEMATOLOGICAL AND BIOCHEMICAL PARAMETERS FOR THE USE OF
           WILD JUVENILE BROAD-SNOUTED CAIMAN (Caiman latirostris) AS BIOINDICATORS
           IN ATLANTIC FOREST, SOUTHEASTERN BRAZIL

    • Authors: Yhuri Cardoso Nóbrega, Flávio Curbani, Fernando Paulino Alvarenga, Paulo Quadros de Menezes, Thassiane Targino da Silva, Leandro Abreu da Fonseca, Marcelo Renan de Deus Santos, Ana Carolina Srbek-Araujo
      Pages: 230 - 245
      Abstract: Crocodilians are considered as good indicators of ecosystem health since environmental conditions will influence them at individual (body condition and health parameters) and populational levels (population dynamics and behavior). Despite that, there are few attempts to use crocodilians as bioindicators and the lack of baseline health parameters is an impediment to this. Here, hematological and biochemical reference values for free-ranging Caiman latirostris (broad-snouted caiman) in the Brazilian Atlantic Forest, one of the most threatened biomes in the world, are proposed. Young caiman are more sensitive to environmental variations, besides being more abundant and more easily captured, when compared to adults, which facilitates their use as bioindicators. Furthermore, problems that affect young caimans may represent future population problems. The data obtained is an important tool in assessing the health of free-living populations, contributing to the use of C. latirostris as a bioindicator of health in the Atlantic Forest aquatic ecosystem.
      PubDate: 2022-09-08
      DOI: 10.15210/sah.v9i3.22522
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.237.27.159
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-