A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> NUTRITION AND DIETETICS (Total: 201 journals)
We no longer collect new content from this publisher because the publisher has forbidden systematic access to its RSS feeds.
Similar Journals
Journal Cover
RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento
Number of Followers: 1  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1981-9919 - ISSN (Online) 1981-9919
Published by IBPEFEX Homepage  [4 journals]
  • Avaliação da percepção e satisfação da imagem corporal de estudantes
           de enfermagem

    • Authors: Fabí­ola Pansani Maniglia, Ana Alice Sousa Vitoriano Maniglia, Ineve Brazão Neto Maniglia, Marcos Fernando Bonfim Silva Maniglia, Paulí­nia Bessie de Rezende Lopes Maniglia, Lí­gia Peres Tozati, Júlio César Ribeiro, Lana Luca Nascimento
      Pages: 653 - 658
      Abstract: Introdução: os conflitos em relação à imagem corporal vêm aumentando entre os jovens e universitários. Objetivo: avaliar a percepção e a satisfação com a imagem corporal em estudantes de enfermagem. Materiais e métodos: foram avaliados 75 universitários de ambos os sexos com idade entre 18 e 51 anos. Foi calculado o Índice de Massa Corporal (IMC) dos estudantes e utilizados os seguintes instrumentos para avaliação da percepção e satisfação da imagem corporal foram: Escala de Silhuetas e Body Shape Questionnaire (BSQ). Resultados: segundo a classificação do IMC, 9,3% da amostra estava subnutrida, 57,3% eutrófica, 20% com excesso de peso, e 13,3% com obesidade. Houve 96% de inacurácia e 81,4% de insatisfação com a imagem corporal ao usar a Escala de Silhuetas. As respostas do BSQ revelaram descontentamento e preocupação com a forma física. Conclusão: o presente estudo encontrou inacurácia e insatisfação da imagem corporal. A Escala de Silhuetas se mostrou mais sensível à distorção da imagem corporal, no entanto a combinação de instrumentos possibilita a compreensão de informações específicas sobre a preocupação com a forma corporal.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Reflexos do desperdício de nutrição enteral para neonatos em uma
           maternidade pública no município de Natal-RN

    • Authors: Isabela Dantas Torres de Araújo, Ana Germana Leite, Vilani Medeiros de Araújo Nunes
      Pages: 659 - 668
      Abstract: Introdução: O aleitamento materno é a forma ideal de alimentação do recém-nascido. Na impossibilidade de amamentação ao seio, faz-se necessária a nutrição por meio de leite ordenhado de outras mulheres ou da própria mãe e pasteurizado ou de fórmulas lácteas compatíveis com a idade da criança, patologias e a existência ou não de restrições ou alergias alimentares. Objetivo: Analisar os reflexos do desperdício da alimentação enteral para neonatos em uma Maternidade Escola. Materiais e Métodos: Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo, com corte seccional. Os dados foram coletados nas etiquetas das dietas preparadas pelo lactário da maternidade, mas que não foram administradas. Resultados: No que tange às fórmulas e fortificante do leite materno, nos seus aspectos nutricional e financeiro, constatamos que seu desperdício foi mínimo e não gerou impacto negativo. Os horários em que ocorreram os maiores desperdícios foram nos turnos da manhã e da tarde, com exceção do leite materno e das fórmulas infantis no mês de novembro e do fortificante de leite materno no mês de setembro à noite. Conclusão: É necessário melhorar a comunicação entre o lactário e a UTI neonatal ou a enfermaria canguru, para minimizar perdas, sendo necessário que o lactário cumpra sua função de notificar adequadamente e rotineiramente o desperdício de leite materno e fórmulas infantis.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Consumo de alimentos ultraprocessados e estado nutricional de escolares no
           estado de Pernambuco

    • Authors: Claudeniza Dayana de Moraes Dantas, Rafaella de Andrade Silva Cavalcanti
      Pages: 669 - 677
      Abstract: Introdução: O alto consumo de alimentos ultraprocessados e a redução na prática de atividade física caracteriza a transição alimentar que vem afetando a população adulta e infantil, transição essa que pode acarretar o surgimento de doenças crônicas não transmissíveis. Objetivo: Analisar a prevalência do consumo de alimentos ultraprocessados e estado nutricional em crianças, no Estado de Pernambuco. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de caráter descritivo transversal, realizado entre os meses de janeiro a dezembro de 2020, com dados secundários do consumo alimentar e estado nutricional de crianças na fase de vida escolar atendidas pela Atenção Básica no estado de Pernambuco obtidos através dos relatórios de acesso público disponibilizados na plataforma online do SISVAN (internet). Conclusão: O consumo de alimentos ultraprocessados entre crianças do Estado de Pernambuco é elevado e o excesso de peso foi superior ao baixo peso de acordo com avaliação IMC/Idade.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Consumo de alimentos ultraprocessados entre lactentes de 06 a 23 meses no
           estado de Pernambuco

    • Authors: Glacilene Marques da Penha Candido Nascimento, Mariane Santana de Albuquerque, Rafaella de Andrade Silva Cavalcanti
      Pages: 678 - 686
      Abstract: Introdução: A primeira infância compreende desde o nascimento até os seis anos de idade. A fase é marcada por apresentar maior gasto energético, sendo necessário à ingestão adequada de nutrientes que não venham comprometer o crescimento e desenvolvimento durante a lactação. Objetivo: demonstrar o consumo de alimentos AUP ofertado aos lactentes de 06 a 23 meses nos últimos cinco anos, mencionando as suas consequências e apontando os marcadores alimentares presentes nas refeições. Materiais e Métodos: estudo descritivo transversal, com dados obtido do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) referente a crianças de todo o estado de Pernambuco, com idade de 06 a 23 meses, relativo aos anos de 2015 a 2019, para verificar marcadores de consumo alimentar de ultraprocessados, onde foi possível observar que nos últimos cinco anos 52,8% das crianças avaliadas já consumiam ultraprocessados. Discussão: segundo dados do governo brasileiro, nos últimos anos, o número de vendas dos alimentos ultraprocessados cresceram 9,2%. Estudo realizado pela Universidade Federal de Pernambuco, no ano de 2019, mostrou que a influência do ambiente obesogênico e o estilo de vida da família interfere diretamente no seu comportamento alimentar, considerado fator de risco para o desenvolvimento da obesidade infantil. Conclusão: os marcadores do consumo alimentar demonstraram ter influência direta na saúde e no desenvolvimento de possíveis doenças crônico-degenerativas. Para que os índices continuem caindo, recomendamos que os profissionais de nutrição realizem campanhas educativas para conscientização dos pais e cuidadores a fim de alertar sobre o risco que tais alimentos podem causar à saúde das crianças.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Frozen yogurt potencialmente simbiótico adicionado de gengibre:
           estabilidade durante o armazenamento

    • Authors: Arthur de Oliveira Quintão, Maria Cecília Evangelista Vasconcelos Schiassi, Paula Nogueira Curi, Michelle Barbosa Lima, Gabriel Vargas de Freitas, Kelly Moreira Bezerra Gandra, Luciana Rodrigues da Cunha, Patrícia Aparecida Pimenta Pereira
      Pages: 687 - 698
      Abstract: Introdução: Frozen yogurt pode ser um meio adequado para a entrega de produtos simbióticos aos consumidores. Objetivo: elaborar frozen yogurt potencialmente simbióticos adicionados de gengibre e avaliar a estabilidade físico-química, dos compostos bioativos, da atividade antioxidante e a viabilidade das bactérias láticas em condições de armazenamento. Materiais e Métodos: Foram elaboradas três formulações de frozen yogurt: F1, 2% de inulina, F2, 1% de inulina e 1% de polidextrose, e em F3, 1,36% de polidextrose, 0,32% de inulina e 0,32% de aveia e avaliadas quanto à acidez, pH, teores de compostos fenólicos totais, atividade antioxidante (método do sistema β-caroteno/ácido linoleico) e viabilidade das bactérias láticas por 90 dias. Os resultados foram avaliados por análise de regressão. Resultados: As formulações de frozen yogurt potencialmente simbióticos adicionados de gengibre apresentaram estabilidade quanto a acidez e o pH durante o período de armazenamento. Em relação aos teores de compostos bioativos, o tempo de armazenamento fez com que aumentasse os valores de compostos fenólicos totais e diminuísse a porcentagem de proteção, sendo que a utilização de diferentes prebióticos não influenciaram esses fatores. Ao longo do armazenamento a quantidade de bactérias lácteas diminuiu, mas manteve-se acima de 106 UFC/g-1 até os 60 dias de armazenamento. Conclusão: Conclui-se que é viável armazenar frozen yogurt simbióticos adicionado de gengibre por até 60 dias e que a utilização de diferentes prebióticos (tanto de forma isolada como de forma combinada) não altera as características do produto.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Composição nutricional de dietas com alegações detoxificantes em sites
           vinculados na mídia

    • Authors: Letícia Lagunaz, Bruna Bellincanta Nicoletto
      Pages: 699 - 708
      Abstract: Objetivo: Avaliar a composição nutricional de dietas com alegação de detoxificação em sites vinculados na mídia. Materiais e Métodos: A busca de dados foi realizada em julho de 2019 através de sites de busca rápida Google e Bing, nos quais foram aplicadas individualmente as palavras no campo de busca: dieta detox, cardápio detox, dieta detoxificante, cardápio detoxificante, dieta desintoxificante e cardápio desintoxificante. Foram selecionadas as três primeiras páginas de cada resultado, sendo incluídos todos os sites que apresentavam cardápios com quantidades de alimentos descritas. As dietas foram calculadas através do programa Diet Win 2008 e comparadas às recomendações das Dietary Reference Intakes para macronutrientes e micronutrientes, considerando os valores para adultos entre 19 a 50 anos. Além disso, os alimentos mais frequentes entre as dietas foram identificados. Resultados: Foram incluídos cardápios com alegação detoxificante de 24 sites. A análise da composição nutricional demonstrou uma média com baixo valor energético diário (1101,7 kcal). A maioria das dietas está adequada às recomendações de proteínas (100%) e magnésio (83,3%). Porém, pouco mais da metade dos sites atenderam à recomendação para carboidratos (54,2%) e lipídeos (62,5%), enquanto menos da metade atingiu para fibras (41,7%) e zinco (29,2%) e nenhum site atingiu às recomendações para cálcio e ferro. Entre os alimentos mais citados nas dietas, destacam-se as frutas e verduras, em especial a couve, presente em 100% das dietas. Conclusão: As dietas avaliadas apresentam inadequações na distribuição de macronutrientes e micronutrientes, apresentando-se como opções não seguras para o emagrecimento saudável.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Sinais e sintomas da disbiose intestinal em mulheres eutróficas e com
           excesso de peso

    • Authors: Maria Edivania de Sousa Barroso, Naumanm Lima Borges, Sabrina Almondes Teixeira, Mara Cristina Carvalho Batista, Mayara Monte Feitosa, Lélia Lilianna Borges de Sousa Macedo, Regina Márcia Soares Cavalcante, Nadya Kelly Carvalho Batista, João Pedro Soares da Silva, Mayara Storel Beserra de Moura
      Pages: 709 - 718
      Abstract: Introdução: A disbiose intestinal é caracterizada pelas alterações negativas que ocorrem na quantidade e qualidade dos microrganismos residentes em nosso intestino, podendo estar relacionada com outras patologias, tais como a obesidade, visto que, o excesso de peso pode acentuar a proliferação de bactérias maléficas. Objetivo: Avaliar a presença de sinais e sintomas da disbiose intestinal em mulheres eutróficas e com excesso de peso da demanda espontânea de Unidades Básicas de Saúde da cidade de Picos-PI. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo transversal com delineamento quantitativo, que envolveu 50 mulheres, com idade entre 19 a 59 anos, eutróficas e com excesso de peso, de Unidades Básicas de Saúde da cidade de Picos-PI no mês de agosto e setembro de 2018. Resultados: Do total, 41,54% correspondem a mulheres com excesso de peso e 32,12% equivalem a mulheres eutróficas. 58,3% das mulheres com excesso de peso apresentam risco para complicações cardiometabólicas e 54,2% desse grupo possuem sinais de hipersensibilidade, já as mulheres eutróficas 76% apresentam menor chance de desenvolver disbiose, esse mesmo grupo não houve números significativos para uma classificação de sinais e sintomas moderados, mas, as com excesso de peso 70,8% apresentaram. Em relação ao questionário de frequência alimentar o grupo das eutróficas mostraram um consumo de alimentos mais saudáveis em relação as com excesso de peso. Conclusão: Foi notada uma alta prevalência de sinais e sintomas de disbiose na população estudada, é de suma importância que se dê atenção ao equilíbrio da microbiota intestinal, pois ela possui bastante influencia na saúde humana.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Associação entre nível de atividade física e percepção de saúde em
           trabalhadores industriários obesos

    • Authors: Rubian Diego Andrade, Amanda Bernardo, Diego Grasel Barbosa, Sabrina Fernandes de Azevedo, Andreia Pelegrini, Érico Pereira Gomes Felden
      Pages: 719 - 728
      Abstract: Introdução e objetivo: A obesidade, caracterizada como uma doença multifatorial, tem sido apontada como uma epidemia do século XXI. A atividade física tem grande influência no enfrentamento desta doença, não só nos aspectos físicos, mas também psicológicos. Diante disso, o objetivo deste estudo foi verificar a associação do nível de atividade física com a percepção de saúde de trabalhadores obesos de uma indústria de Santa Catarina. Materiais e Métodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva, de corte transversal, na qual participaram 101 trabalhadores obesos de ambos os sexos. A percepção de saúde foi avaliada por meio da seguinte pergunta: “Como você classifica seu estado de saúde atual'”. A atividade física foi avaliada por meio da versão curta do IPAQ. Foram coletadas informações relativas ao sexo, estado civil e grau de escolaridade. Resultados: Observou-se que 32,7% dos trabalhadores obesos apresentavam percepção negativa de saúde e 45,5% foram classificados com níveis insuficientes de atividade física. Verificou-se, por meio de regressão logística que, independentemente do sexo, estado civil e grau de escolaridade, os trabalhadores obesos com níveis insuficientes de atividade física têm duas vezes mais chances de apresentarem percepção negativa de saúde em relação àqueles ativos fisicamente. Conclusão: Conclui-se que a percepção negativa de saúde dos trabalhadores obesos esteve associada ao baixo nível de atividade física. Portanto, a incorporação de programas de atividade física no ambiente de trabalho pode ser uma alternativa para aumentar os níveis de atividade física e auxiliar na manutenção do estado de saúde destes indivíduos.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Banana verde e seu potencial terapêutico sobre o metabolismo glicídico:
           revisão de literatura

    • Authors: Andressa Cardoso Guimarães Guimarães, Alessandra Pinheiro Mulder
      Pages: 729 - 742
      Abstract: A banana (Musa spp.) é originária da Ásia meridional, sendo considerada a fruta mais consumida e produzida em todo mundo, incluindo o Brasil. No Brasil, durante a colheita e comercialização, há grande perda devido ao manejo deficiente. Com isso, a comercialização da banana verde tornou-se uma estratégia para reduzir o desperdício, além de ser considerada uma boa alternativa para controle do metabolismo glicídico, devido apresentar elevado conteúdo de amido resistente em sua composição.  Sendo assim, o presente trabalho tem o objetivo de estudar por meio de revisão bibliográfica os benefícios da banana verde e observar a sua relação com a glicemia e o metabolismo glicídico. A pesquisa foi realizada nas bases de dados (Periódicos CAPES, Scielo, PubMed, Google Acadêmico) e foram selecionados artigos em português, inglês e espanhol, entre os anos de 2006 a 2019.  Os estudos mostraram o potencial terapêutico da banana verde, rica em amido resistente, sobre o metabolismo glicídico, com melhoria da resistência à insulina e da homeostase da glicose. Contudo, novos estudos devem ser realizados para determinar a quantidade necessária em gramatura para indivíduos saudáveis e com patologias.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Microbiota intestinal, inflamação e ação dos
           probióticos: o estado da arte

    • Authors: Heloisa Alves da Silva, Claudia Cristina Alves Pereira
      Pages: 743 - 755
      Abstract: Introdução: A adequada composição de microrganismos da microbiota intestinal acarreta o equilíbrio e bom funcionamento necessário para manter a resposta fisiológica do organismo. O desequilíbrio entre bactérias benéficas simbiontes e patogênicas determina a condição denominada disbiose, em que espécies simbiontes normalmente dominantes acabam sendo superadas em quantidades por microrganismos patogênicos que aumentam excessivamente em número. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi identificar o papel da microbiota intestinal em diferentes condições clínicas e sua relação com o desequilíbrio do sistema imunológico ao desencadear a inflamação, além da possibilidade de tais processos serem modulados com a suplementação de probióticos. Materiais e Métodos: O presente estudo trata-se de uma revisão da literatura no qual foram selecionados artigos na base eletrônica de dados Pubmed/Medline. A busca de artigos publicados se limitou aos últimos 10 anos (2010 a 2020) e foram aplicados os descritores “gastrointestinal microbiome”, “probiotics”, “inflammation”. Resultados e Discussão: É possível observar a possibilidade de modulação da microbiota intestinal na prevenção e controle de inúmeras condições que envolvam alteração do estado imunológico e desequilíbrio inflamatório. A suplementação de probióticos pode ser considerada uma estratégia terapêutica ao trazer benefícios ao organismo no intuito de modular a imunidade e prevenir ou controlar determinadas condições de doenças. Conclusão: A disbiose intestinal pode prejudicar a saúde do seu hospedeiro e culminar no aparecimento ou agravamento de algumas doenças. Microrganismos comensais benéficos devem ser preservados em quantidade e qualidade para modular o microbioma intestinal. Diferentes cepas probióticas podem influenciar beneficamente células do sistema imunológico e diminuir a inflamação causada pela disbiose intestinal.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • A importância da orientação nutricional sobre os parâmetros da
           síndrome metabólica na mulher adulta

    • Authors: Anna Lee Kahn Marques, Yára Juliano, Carolina Nunes França, Patrícia Colombo-Souza
      Pages: 756 - 767
      Abstract: Introdução e Objetivo: A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno decorrente de um conjunto de fatores de origem metabólica, estando diretamente relacionado à presença da Obesidade. A reeducação alimentar é de fundamental importância para a prevenção da Obesidade e da SM, portanto, o objetivo deste trabalho foi verificar o impacto da orientação nutricional sobre os parâmetros da SM em mulheres adultas. Materiais e Métodos: A pesquisa foi realizada com 15 pacientes do sexo feminino, entre 35 e 59 anos, portadoras de SM, por meio da aplicação de um questionário, sendo todas as pacientes submetidas a orientações nutricionais. As pacientes foram atendidas em segunda consulta individual após 70 a 80 dias da primeira, a fim de reavaliar os mesmos parâmetros antropométricos e os mesmos exames laboratoriais, os quais foram solicitados ao final da primeira consulta. Resultados: Todas as pacientes eram sedentárias e não faziam dieta antes da primeira consulta. Quando reavaliadas após as orientações nutricionais, 14 pacientes (93,3%) obtiveram redução dos valores para circunferência abdominal e 13 pacientes (86,6%) apresentaram redução do percentual de gordura abdominal. A glicemia em jejum e os triglicérides apresentaram redução significante, ocorrendo respectivamente em 86,6% e 100% dos casos. Das 14 pacientes que realizaram a dieta proposta, três tiveram a resolução da SM. Conclusão: A orientação nutricional e a realização de dieta equilibrada, hipocalórica e hipogordurosa são capazes de auxiliar na redução de gordura abdominal, dos níveis plasmáticos de glicemia e de triglicérides, melhorando os parâmetros da SM e podendo levar a resolução dela.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Evolução nutricional de pacientes hospitalizados após acidente vascular
           encefálico isquêmico com presença ou ausência de disfagia

    • Authors: Clara Rodrigues, Neil Ferreira Novo, Cesar Quintão Brant, Patrícia Colombo-Souza, Carolina Nunes França, Yára Juliano
      Pages: 768 - 775
      Abstract: Objetivo: Acompanhar a evolução do estado nutricional de pacientes hospitalizados por acidente vascular encefálico isquêmico, com presença ou ausência de disfagia, comparando o estado nutricional na internação e após sete dias por meio de métodos de avaliação nutricional objetiva. Materiais e Métodos: Estudo de coorte contemporâneo com 52 pacientes com AVEI internados em um hospital público. As variáveis analisadas foram gênero, idade, dados antropométricos, aceitação alimentar e uso de suplementos. Os resultados foram avaliados pelos testes do Qui Quadrado, Exato de Fisher, Mann-Whitney e Wilcoxon. Resultados: Nos pacientes portadores de AVEI com disfagia, a frequência de suplementação nutricional foi significantemente maior (p=0,0001), o que manteve adequada a massa magra, de acordo com os resultados da circunferência da panturrilha (p=0,0113), e a massa gordurosa, verificada por meio dos resultados da prega cutânea tricipital (p=0,0280). Conclusão: Concluímos que intervenções como acompanhamento do estado nutricional, o uso correto de suplementação nutricional e o diagnóstico da disfagia reduziram o risco iminente de desnutrição associada à tríade AVEI, disfagia e estado nutricional no período de internação hospitalar.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Nível de atividade física e obesidade em crianças com transtorno de
           déficit de atenção (tdah) no município de Ubá Minas Gerais

    • Authors: Sulamita Melo Delazari, Julia Muniz Dias, Bianca Christian Mederios Sales, Renata Aparecida Rodrigues de Oliveira, Eveline Torres Pereira, Elizângela Fernandes Ferreira Santos Diniz
      Pages: 776 - 786
      Abstract: A obesidade e a inatividade física na infância são preocupantes no século XXI, devido à tendência dessas crianças com esse perfil, desenvolverem doenças crônicas não transmissíveis na vida adulta. Nesse universo, se considerarmos a probabilidade desses comportamentos acontecerem em crianças com transtornos do neurodesenvolvimento, o panorama torna-se ainda mais preocupante. Com isso, o objetivo deste estudo foi verificar se há uma correlação entre o nível de atividade física e obesidade em crianças com Transtorno de Déficit de Atenção/ Hiperatividade (TDAH). O estudo foi realizado com oito crianças de seis a dez anos de idade com o diagnóstico do TDAH. O nível de atividade física foi obtido através do questionário Dia Típico de Atividade Física e Alimentação (DAFA). Os resultados demonstraram que não houve relação entre a atividade física e o IMC dos avaliados. As crianças foram classificadas como ativas nas atividades físicas, contudo observou-se uma correlação forte entre o nível de atividade física e estatura. Em relação aos hábitos alimentares, verificou-se que as crianças ingerem pouca quantidade de hortaliças e frutas, enquanto consomem em exagero gorduras, sal e refrigerante. Concluiu-se que os hábitos alimentares da população estudada estão aquém do recomendado pelo Ministério da Saúde, contudo o nível de atividade física do presente público encontra-se dentro do esperado.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Estado nutricional interfere na qualidade de vida de crianças e
           adolescentes com fibrose cística: estudo transversal

    • Authors: Bruna Becker da Silva, Aline Daiane Schlindwein, Betine Pinto Moehlecke Iser
      Pages: 787 - 798
      Abstract: Introdução: A nutrição tem um papel essencial na sobrevida e qualidade de vida (QV) dos pacientes com fibrose cística (FC). Objetivo: Avaliar a relação entre o estado nutricional e QV de crianças e adolescentes com FC. Materiais e métodos: Estudo transversal que analisou pacientes com idade entre 2 e 14 anos com FC. Foram analisados dados sociodemográficos, características clínicas, estado nutricional e QV por meio dos questionários Cystic Fibrosis Questionnaire e Pediatric Quality of Life Inventory. Os pacientes foram divididos em dois grupos pelo índice de massa corporal (IMC < ou ≥ percentil 50). Discussão: A monitoração periódica do estado nutricional deve fazer parte da rotina dos pacientes com FC, sendo fundamental para prevenir o declínio do quadro clínico e da QV. Resultados: Participaram do estudo 81 pacientes, sendo 56,8% do sexo masculino, 87,7% brancos; 41,3% encontravam-se no IMC ≥ percentil 50. Ao compararmos os domínios da QV em relação ao IMC percentil, observou-se diferença estatística nos domínios alimentação e peso para crianças entre 6 e 11 anos, e nos domínios imagem corporal e alimentação para adolescentes entre 12 e 13 anos, visto que aqueles no IMC < percentil 50, obtiveram a menor pontuação. Observou-se associação da QV com idade, sexo, o estado nutricional e com as variáveis clínicas dos pacientes com FC. Conclusão: Os pacientes que se encontravam no IMC < percentil 50 obtiveram as menores pontuações nos domínios alimentação, peso e imagem corporal, suportando a hipótese de que o estado nutricional afeta negativamente a QV, especialmente nesses domínios.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Saudabilidade de refeições divulgadas no instagram

    • Authors: Márcio Fidelix Ferrari, Ângela Giovana Batista
      Pages: 799 - 811
      Abstract: Existem poucos estudos que mostram as influências das mídias sociais no estilo de vida e comportamento alimentar das pessoas. Este estudo avaliou imagens de refeições, como café da manhã, almoço e jantar, divulgadas em uma mídia digital, comparando-as com as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira (GAPB) e a sua repercussão ao público. As imagens foram selecionadas utilizando-se hashtags de postagens recentes do Instagram com os temas: alimentos e alimentação para encontrar imagens de café da manhã, almoço e jantar. O perfil dos influencers foi analisado de acordo com as características disponíveis na bio. O período da coleta de dados foi de fevereiro até maio de 2019. As imagens das refeições foram avaliadas quanto ao tipo de processamentos dos alimentos e quanto aos grupos alimentares e foram comparadas às imagens de refeições disponíveis no GAPB. Percebeu-se neste estudo, que os nutricionistas postaram 23% das imagens coletadas no Instagram, e eram os profissionais com mais seguidores. Notou-se que nas imagens de refeições coletadas (n=588), principalmente de almoço, os alimentos mais frequentes foram os in natura e em menor proporção os processados ou ultraprocessados. No entanto, os grupos alimentares distribuídos nas imagens de refeições postadas não estavam de acordo com as diretrizes de uma alimentação saudável, segundo o GAPB. Concluiu-se que seguir os hábitos de influencers digitais não remete a adotar uma alimentação saudável, pois apesar de divulgarem refeições baseadas em alimentos in natura, as postagens mostraram um desbalanço na distribuição de grupos alimentares nas refeições.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Correlação entre reganho de peso, satisfação com a imagem corporal e
           qualidade de vida em mulheres com mais de 24 meses de cirurgia bariátrica
           

    • Authors: Amanda Cristina Tompson Diniz, Flávia Aline Lages Fernandes, Daniela Lopes Gomes
      Pages: 812 - 821
      Abstract: Introdução: A presença de reganho de peso (RP) e a insatisfação com a imagem corporal pode impactar a percepção da Qualidade de Vida (QV) no pós-operatório tardio de cirurgia bariátrica, o que torna relevante investigar a correlação entre esses fatores. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo transversal realizado com 45 mulheres submetidas à cirurgia bariátrica há pelo menos 24 meses. Foi calculada a proporção de perda de excesso de peso (PEP) e de RP, perguntas relativas à satisfação com a autoimagem corporal e foi aplicado o questionário Short Form Healthy Survey (SF-36) para descrever a percepção de QV. Os dados foram analisados no SPSS, v.21. Resultados e Discussão: A maioria das participantes obteve sucesso na PEP (78,6±27,9%), houve RP significativo em 55,6% e 68,9% das mulheres estavam satisfeitas com a autoimagem. Houve correlação inversa entre RP e os domínios capacidade funcional (r2= -0,414; p=0,002), limitação por aspectos físicos (r2= - 0,429; p=0,002) e domínio de dor (r2= - 0,256; p=0,045). Houve correlação direta entre a satisfação com a imagem corporal e os domínios estado geral de saúde (r2=0,330; p=0,013), vitalidade (r2=0,268; p=0,038), aspectos sociais (r2=0,314; p=0,018) e aspectos emocionais (r2=0,286; p=0,029). Conclusão: A ocorrência de RP e a insatisfação com a autoimagem podem impactar a percepção de QV após a cirurgia.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Desfechos da berberina na dislipidemia: uma revisão sistemática

    • Authors: Iraíldo Francico Soares, Amanda Suellenn da Silva Santos Oliveira, Joyce Lopes Macedo , Michele Alves de Lima, Robson Alves da Silva
      Pages: 822 - 829
      Abstract: O objetivo dessa revisão sistemática é demonstrar os resultados de estudos publicados sobre os desfechos da berberina na dislipidemia. Foram investigados artigos científicos publicados sem recorte temporal nas bases de dados científicos PubMed, Scopus e EMBASE. A busca foi realizada por meio da utilização dos seguintes descritores do Medical Subject Headings (MeSH), com a utilização de operadores booleanos: “Berberine” OR “Berberine Alkaloids” AND “Dyslipidemias” AND “Clinical Trial”. A estratégia PICOS (população, intervenção, comparador, desfrecho e tipo de estudo), definiu a pergunta norteadora. A ferramenta de colaboração da Cochrane foi usada para avaliar o risco de viés dos estudos incluídos nessa revisão. O trabalho seguiu os padrões PRISMA para sua estruturação. Entre os artigos que contemplaram os critérios de inclusão, foram selecionados 05 pesquisas para compor essa revisão. Os resultados dos estudos mostraram efeitos benéficos da berberina na diminuição das variações VLDL-C, LDL-C, colesterol total (CT) e aumento nos níveis de HDL-C. O papel da berberina na diminuição dos níveis dos lipídios age através do aumento de expressão do receptor hepático do colesterol associado às LDL (LDLR), atuando na regulação do sinal da quinase extracelular (ERK) e ainda por aumentar a atividade de transição do promotor LDL-R pela via da quinase do fator de transcrição c-Jun (JNK). Os resultados desta revisão sistemática fornecem evidências dos benefícios da suplementação da berberina sobre as dislipidemias. Entretanto, novos estudos devem ser realizados para padronizar dose, tempo de ingestão e possível toxicidade, para que a sua indicação e suplementação alcance níveis seguros.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Desenvolvimento e análise sensorial de uma sobremesa vegana a partir do
           subproduto do grão-de-bico

    • Authors: Letícia Jesus de Oliveira, Sueli Essado Pereira
      Pages: 830 - 840
      Abstract: Introdução: as pessoas são veganas por inúmeras razões: respeito aos animais, sustentabilidade e a preocupação com a saúde. Estudos mostram que 14% da população do país em 2018 era vegetariana e pesquisa aponta o Brasil no ranking dos dez países com maior aumento de veganos. Com esse crescimento, surgiram produtos alternativos como a aquafaba, que é a água da cocção das leguminosas. Objetivo: desenvolver uma sobremesa vegana utilizando o merengue da aquafaba. Materiais e Métodos: A receita foi desenvolvida em laboratório de técnica dietética, em três amostras com sabores distintos (A, B e C), e para análise sensorial ser realizada o projeto foi enviado ao Comitê de Ética (parecer 4.008.403 de 05/05/20), aplicando Termo de Consentimento aos degustadores aleatórios (vegano, vegetariano e onívoro). Resultados: Após compilação e análise estatística, foram calculadas as médias de atributos sensoriais e seus índices de aceitabilidade (IA). Apesar de não haver diferença significativa entre os resultados de aceitação das amostras, a amostra A foi a melhor aceita (média de 92%), em comparação com a B (média de 90,8%) e C (média 89,6%). Na intenção de compras houve um índice de aprovação em 64% afirmando certamente compraria, 28%, compraria e 8% talvez compraria. Conclusão: a receita desenvolvida teve uma boa aceitação em todas as amostras, considerando os atributos avaliados assim como a correlação positiva com intenção de compra dos degustadores e a frequência de consumo de doce deles. Deste modo, a preparação está contribuindo para um compilado de novos produtos para o público em questão.
      PubDate: 2022-07-07
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Principais alimentos que auxiliam na perda de peso corporal em adultos com
           sobrepeso/obesidade: uma revisão sistemática

    • Authors: Maria Eugênia Dias Cruz, Lucas de Las Casas Bessa, Nayra Suze Souza Silva, Vitória Paula Dias Cruz, Bruna Nathália Santos
      Pages: 841 - 850
      Abstract: Objetivo: Realizar uma revisão sistemática para verificar os principais alimentos que auxiliam na perda de peso corporal em adultos com sobrepeso/obesidade. Material e métodos: Utilizou-se os padrões estabelecidos pelo Preferred Reporting Items in Systematic Reviews and Meta-analyses e incluiu-se estudos epidemiológicos. A busca foi realizada nas bases de dados eletrônicas PubMed, Periódicos CAPES e BIREME. Resultados: Foram selecionados, inicialmente, 78 artigos e, destes, cinco atenderam a todos os critérios de inclusão e foram selecionados para prosseguir na revisão sistemática. Os artigos mostraram a presença de alimentos notadamente associados à perda de peso bem-sucedida, entre eles estão o leite animal e de soja, whey protein, linhaça, batata doce branca e farelo de arroz pigmentado. Conclusão: A alimentação adequada e saudável é de extrema importância, promovendo a redução de peso em indivíduos com excesso de peso e prevenindo comorbidades associadas à obesidade e ao sobrepeso.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Significados de saúde para adolescentes obesos e acima do peso

    • Authors: Letícia Salvador Vieira, Rogério Cruz de Oliveira
      Pages: 851 - 860
      Abstract: Introdução e Objetivo: O objetivo do estudo consiste em compreender os significados de saúde para adolescentes obesos e acima do peso. Materiais e Métodos: Trata-se de pesquisa exploratória de caráter qualitativo, na qual participaram 33 adolescentes de ambos os sexos entre 15 e 19 anos, considerando os seguintes critérios de inclusão: se considerar uma pessoa acima do peso ou obeso por autodeclaração ou possuir Índice de Massa Corporal maior que 25. A pesquisa foi desenvolvida em uma escola pública estadual da cidade de Santos-SP. Os dados foram coletados por meio de questionário e entrevistas semiestruturadas, além da aferição de peso e altura para o cálculo do Índice de Massa Corporal. Discussão e Resultados: A análise de dados se deu por categorias não apriorísticas. Como resultado, os significados de saúde foram classificados em duas categorias: bem-estar e autocuidado e ausência de doenças. Conclusão: Concluiu-se que os significados de saúde se deram numa perspectiva restrita com riscos à responsabilização individual e não compreensão da relação com as condições sociais das pessoas.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação da qualidade de vida e consumo alimentar de pacientes
           oncológicos

    • Authors: Amanda Letícia Soares Pereira, Elizabete Ribeiro Souza, Kássia Héllen Vieira
      Pages: 861 - 870
      Abstract: O câncer promove diversas alterações fisiológicas, psíquicas, mentais e sociais na vida do paciente. Durante o tratamento oncológico, é comum a ocorrência da redução do apetite, dificuldades mecânicas na deglutição dos alimentos, além de alterações metabólicas que podem prejudicar à qualidade de vida do paciente. Objetivou-se avaliar a qualidade de vida e consumo alimentar de pacientes oncológicos que utilizavam frequentemente as mais diversas redes sociais. Trata-se de um estudo de caráter descritivo, corte transversal e análise quali-quantitativa, realizado com 18 participantes, diagnosticados com câncer que responderam à pesquisa através das redes sociais (Telegram, Instagram, Facebook, Whatsapp, e-mail).  Foram aplicados dois questionários, um sobre Avaliação do Consumo Alimentar e o questionário estruturado de Avaliação dos Sinais e Sintomas. Cerca de 61,1% das pessoas consumiam 3 ou mais unidades de frutas, 33,3% consumiam de 6 a 7 colheres de sopa de verduras e legumes, e 72,2% consumiam 2 ou mais fatias/pedaços/colheres ou unidades de fontes de proteínas. O câncer com maior incidência foi o de mama representando 72,2%. Além disso, 33,3% das pessoas afirmaram não estarem em acompanhamento nutricional e 38,9% não receberam nenhum tipo de amparo desde o início do tratamento. A maioria das pessoas apresentaram baixo consumo de frutas e legumes, e um consumo adequado de proteínas. Os sinais e sintomas mais prevalentes foram enjoos, irritações na boca, cansaço e dor de garganta. O resultado desse estudo reforça ainda mais a validade da participação do profissional da nutrição no tratamento do paciente oncológico.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Associação entre o consumo de fibras e a constipação intestinal em
           idosos de uma instituição de longa permanência

    • Authors: Ivanete de Jesus Barbosa, Kenya Cristina Alves da Silva, Marcio Leandro Ribeiro de Souza
      Pages: 871 - 882
      Abstract: O Brasil, seguindo uma tendência mundial, experimenta um crescimento ascendente da população de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Com o envelhecimento, algumas condições clínicas começam a surgir, dentre as quais pode-se incluir a constipação intestinal, que parece não estar relacionada somente ao envelhecimento, mas também a uma alimentação inadequada, com a diminuição do consumo de fibras alimentares e diminuição da ingestão de líquidos. O objetivo desse estudo foi investigar a associação entre o consumo de fibras e a constipação intestinal em idosos moradores de uma instituição de longa permanência. Para essa investigação, foi elaborado um questionário que envolve questões demográficas, antropométricas, hábitos alimentares e hábitos intestinais. Para antropometria, foram aferidos peso e estatura. A ingestão alimentar de macronutrientes e fibras foi avaliada através da média de consumo de três dias não consecutivos, avaliados através de registros alimentares. Quanto ao funcionamento intestinal, o diagnóstico de constipação foi realizado através dos critérios do Roma IV e o tipo de fezes avaliado pela Escala de Bristol. Foram avaliados 31 idosos com idade média de 86,2 (6,8) anos e a prevalência de constipação foi 22,6%. O consumo médio de fibras foi de 20,0 (8,1) gramas/dia. Observou-se que 64,5% não atingiram as recomendações de fibras e houve associação entre a inadequação do consumo de fibras com o diagnóstico de constipação pelos critérios do Roma IV (p=0,024). Esse estudo mostrou que o consumo inadequado de fibras pode apresentar associação com a constipação intestinal em idosos residentes em uma instituição de longa permanência.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Análise do consumo de probióticos e prebióticos: associação com
           sintomas gastrointestinais em acadêmicos da área da saúde

    • Authors: Gabriele Larangeira, Eduarda de Vargas Gonçalves, Maria Cristina Gonçalves de Souza, Schérolin de Oliveira Marques, Kristian Madeira, Mariane de Oliveira Filastro, Heitor Oliveira Santos, Thaís Fernandes Luciano
      Pages: 883 - 896
      Abstract: Introdução: Os probióticos e prebióticos são fundamentais na função intestinal e quando administrados em conjunto estimulam o crescimento e a atividade de bactérias benéficas. No entanto, são necessárias mais pesquisas práticas para descobrir o impacto da ingestão habitual destes elementos. Objetivo: Investigar os hábitos alimentares e o consumo de alimentos fontes ou suplementos de probióticos e prebióticos na influência de sintomas gastrointestinais e hábitos intestinais em acadêmicos de cursos da saúde. Materiais e métodos: O presente estudo foi desenvolvido através de uma metodologia transversal. A amostra foi composta por um total de 433 acadêmicos de cursos da saúde. Foram utilizados questionários sobre hábitos alimentares, sintomas gastrointestinais e a escala de Bristol. Resultados: Grande parte dos acadêmicos relatou não consumir fontes de probióticos, totalizando 78,3% (n=339) da amostra. Em oposição, quanto ao consumo de prebióticos, 89,6% (n=388) da amostra relatou consumir alimentos fontes de prebióticos. Com relação aos sintomas gastrointestinais, não houve associação entre o consumo de probióticos e prebióticos e ausência de sintomas/sintomas suaves. No entanto, foi observado que o consumo de probióticos e prebióticos influenciou diretamente no tipo das fezes relatadas. Conclusão: O consumo de probióticos e prebióticos não foi associado com a ausência de sintomas gastrointestinais, porém, influenciou positivamente o tipo de fezes.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Associação do padrão dietético com o estado
           nutricional de adolescentes

    • Authors: Jéssica de Alcântara Júlio, Elisa Liz Belli Cassa Domingues
      Pages: 897 - 906
      Abstract: Introdução: Os adolescentes são o grupo que apresentam a maior inadequação em relação ao perfil dietético, que se caracteriza pelo consumo excessivo de refrigerantes, açúcares e fast food e o uso de dietas monótonas ou modismo alimentar e a não realização do café da manhã, propiciando assim um prognóstico para o aumento de excesso de peso e de doenças crônicas não transmissíveis. Objetivo: Associar o perfil dietético com o estado nutricional de adolescentes de uma escola estadual. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo transversal descritivo, no qual se avaliou o perfil dietético e o estado nutricional de 32 adolescentes do ensino médio, de ambos os sexos, com idade entre 15 e 18 anos, foi realizada a mensuração de peso e estatura, tendo como parâmetro o Índice de Massa Corporal (IMC) e foi aplicado um questionário de modo a se observar a frequência alimentar. Resultados: A população avaliada 78,12%, era do sexo feminino, em relação ao estado nutricional um elevado percentual dos adolescentes eram eutróficos (90, 62%), embora a prevalência de sobrepeso seja baixa, nota-se um consumo alimentar inadequado. Discussão: Os hábitos alimentares inadequados na adolescência constituem em um relevante fator de risco para a obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis na vida adulta, por isso é importante o incentivo prévio à promoção de hábitos saudáveis para essa população. Conclusão: Os adolescentes apresentaram dados antropométricos adequados, porém o consumo alimentar está longe do apropriado, com alto consumo de açúcares e gorduras.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação do estado nutricional e do consumo alimentar de crianças em
           fase pré-escolar e escolar de uma escola particular na cidade de Sete
           Lagoas-MG

    • Authors: Jéssica da silva Alves Fernandes, Natália Cristina de Faria, Suzane Mota Marques Costa
      Pages: 907 - 915
      Abstract: Introdução: O quadro de transição nutricional mostra um aumento alarmante do número de crianças acima do peso no mundo. Essa mudança tem sido associada a um aumento da ingestão de alimentos ultraprocessados e diminuição da ingestão de alimentos naturais. Objetivo: Avaliar o consumo alimentar habitual de crianças em fase escolar e pré-escolar e seu estado nutricional. Materiais e Métodos: Estudo transversal com análise descritiva com abordagem quantitativa desenvolvida com 46 alunos (2 a 10 anos de idade) de uma escola privada de cidade do interior de Minas Gerais. Foi aplicado um questionário de consumo alimentar e realizada a coleta de peso e altura para IMC, além da coleta de informações sobre o cuidador. Para a análise estatística foi utilizado o t test, seguido pelo fator de múltiplas comparações Newman Keyls. Resultado e discussão: Na amostra estudada, a prevalência de sobrepeso foi de 30,4% das crianças. Na avaliação do consumo alimentar, 95,0% das crianças apresentaram consumo inadequado de doces e guloseimas, com média de consumo 4,5 vezes maior do que o recomendado. Maior peso foi relacionado a menor consumo de frutas e vegetais e maior ingestão de doces e guloseimas. Menor grau de instrução do cuidador também se relacionou com maior consumo de doces e guloseimas. Conclusão: O presente trabalho evidencia estado nutricional inadequado em 34,8% das crianças e atitudes alimentares incorretas. Enfatiza-se a importância da realização de atividades de educação nutricional nas escolas, uma vez que má alimentação pode trazer sérios prejuízos à saúde e ao desenvolvimento infantil. 
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação do perfil nutricional de escolares de uma cidade da região do
           Vale do Sinos-RS, brasil

    • Authors: Rafael da Silva Selbach, Gustavo Roese Sanfelice, Denise Bolzan Berlese, Diego Matheus Schaab
      Pages: 916 - 926
      Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional de escolares da cidade de Novo Hamburgo-RS. A amostra foi composta por 145 escolares (80 meninos e 65 meninas) de oito a dez anos de idade. Foi aplicado como instrumento do estudo o questionário de frequência alimentar do Ministério da Saúde com base nos “Dez passos para uma alimentação saudável” e avaliações antropométricas de peso, estatura e o índice de massa corporal (IMC). Para análise dos dados, utilizou-se média, desvio padrão, frequência e percentual. Para a comparação dos dadosutilizou- se o teste estatístico t de Student e qui quadrado com tabulação dos dados primários no programa SPSS 26.0. Os resultados apontam que quando comparados por sexo, os escolares investigados não apresentaram diferença estatística significativa em relação às variáveis de massa corporal, estatura e IMC, demonstrando ser um grupo homogêneo, com índices de sobrepeso e obesidade. Quanto ao percetual de consumo de macarrão, hambúrgueres e embutidos, os escolares investigados apresentaram diferença estatística significativa (p≤0,05), o que sinaliza que os alimentos consumidos parecem estar auxiliando no aumento da massa corporal. Quando comparados em relação às refeições realizadas por dias da semana, não há diferença significativa.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Impacto da pandemia do sars-cov-2 em três indivíduos
           bariátricos ativos

    • Authors: Jéssica Eloá Poletto, Everton Cazzo, Élinton Adami Chaim
      Pages: 927 - 935
      Abstract: Introdução: A pandemia atualmente instalada no mundo, devido à infecção viral COVID-19, torna indivíduos obesos com risco de gravidade aumentado ao se contaminar com o SARS-CoV-2. A cirurgia bariátrica e a prática de atividade física pode diminuir tal risco. Objetivo: Avaliar o impacto da pandemia do SARS-CoV-2 nas medidas antropométricas e na qualidade de vida de três indivíduos submetidos à cirurgia bariátrica que praticam atividade física. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de caso longitudinal observacional com indivíduos que realizaram a cirurgia bariátrica há pelo menos um ano. Os dados coletados foram: nível de atividade física (IPAQ SF), altura, peso, IMC, circunferência abdominal média, porcentagem de gordura e o índice de qualidade de vida (WHOQOL BREF). Resultados: Foram avaliados três indivíduos do sexo feminino. O impacto negativo da pandemia do vírus SARS-CoV-2 foi presente nas variáveis antropométricas e na qualidade de vida e seus domínios, já que não foram encontrados resultados significativos de melhora em tais variáveis. Por outro lado, a prática da atividade física, em casa ou ao ar livre, contribuiu para que os valores e pontuações das medidas antropométricas e da qualidade de vida, respectivamente, não sofressem grandes déficits, não prejudicando a saúde dos indivíduos avaliados. Conclusão: Apesar das diversas restrições em resposta à pandemia da doença COVID-19, para os indivíduos que passaram por procedimento cirúrgico bariátrico, é importante a continuidade da prática de atividade física, mesmo que em casa, para que tais indivíduos não sofram com reganho de peso e com déficit da qualidade de vida.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Revisão sistemática sobre danos hepáticos promovidos pela
           suplementação de whey proteins através dos biomarcadores: alanina
           aminotransferase, aspartato aminotransferase, glicose, bilirrubina, gama
           glutamiltransferase, fosfatase alcalina, albumina e prote

    • Authors: Anne Karynne da Silva Barbosa, Francisco Navarro, Antonio Coppi Navarro
      Pages: 936 - 948
      Abstract: Objetivo: Fazer uma revisão sistemática sobre os efeitos da suplementação de whey proteins nos biomarcadores hepáticos Alanina Aminotransferase, Aspartato Aminotransferase, Glicose, Bilirrubina, Fosfatase Alcalina, Gama Glutamiltransferase, Albumina e Proteínas totais em ratos e camundongos. Materiais e métodos: Revisão Sistemática, com as palavras de busca whey proteins; Alanina Aminotransferase, Aspartato Aminotransferase, Glicose, Bilirrubina, Fosfatase Alcalina, Gama Glutamiltransferase, Albumina e Proteínas totais nos Descritores em Ciências da Saúde. o portal de Periódicos Capes; Lilacs; Scielo.org; Scielo.br; Dialnet; Redib; Medline. Resultados: de 222 artigos elegíveis utilizou-se 16 após critérios de exclusão. Discussão: em síntese, foi possível observar estudos com suplementação de Whey Proteins em que analisaram os biomarcadores alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, glicose, bilirrubina, fosfatase alcalina, gama glutamiltransferase, albumina e proteínas totais, detalhando os modelos dos estudos em procedimentos experimentais com ratos. Conclusão: Em conclusão, os dados deste estudo sugerem que as dosagens de suplementação variam entre 0,15g a 40g/kg de Whey proteins, sendo que de 0,15 a 20g/kg não ocorre alterações em parâmetros bioquímicos relacionados ao dano hepático.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Prevalência e fatores associados ao sobrepeso e obesidade em professores
           brasileiros: uma revisão sistemática

    • Authors: Maria Betânia Sepúlveda Santos, Nayra Suze Souza Silva, Geraldo Magela Durães
      Pages: 949 - 956
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Doenças crônicas não transmissíveis e outras condições nutricionais
           na covid-19: potenciais mecanismos e implicações

    • Authors: Rafaela Corrêa Pereira, Andrezza Fernanda Santiago, Juciane de Abreu Ribeiro Pereira, Michel Cardoso de Angelis-Pereira
      Pages: 957 - 974
      Abstract: Introdução e objetivo: A presente revisão tem como objetivo integrar e discutir estudos que relacionam a COVID-19 com doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) e outras condições nutricionais, buscando compreender os mecanismos patológicos envolvidos. Materiais e Métodos: A partir da análise inicial de 409.542 registros disponíveis na base de dados PubMed Central (PMC), publicados até abril de 2021, os registros mais relevantes foram selecionados e incluídos na discussão proposta. Resultados: Com base nas evidências obtidas ao longo da progressão e disseminação da doença, tem-se consenso que pessoas de qualquer idade com condições clínicas subjacentes, como diabetes, doenças cardiovasculares, respiratórias e renal são grupos com maior potencial de risco para agravamento da COVID-19, sendo esse risco progressivamente maior com o avanço da idade. Outras condições específicas como desnutrição, deficiência de vitaminas e de minerais também parecem influenciar na progressão e agravamento da doença. Discussão: Essas consequências se explicam pelo fato do sistema imunológico em pessoas com DCNT estar comprometido, além do estado inflamatório crônico que caracteriza muitas dessas condições, que somada às alterações metabólicas e fisiológicas desencadeadas pelo SARS-CoV-2, tornam esses pacientes mais vulneráveis ao desenvolvimento de quadros graves da infecção. Conclusão: Sendo as DCNT e outras condições nutricionais diretamente relacionadas à qualidade da alimentação, a manutenção de hábitos de vida saudáveis é estratégia essencial para promoção da saúde e prevenção de doenças, incluindo infecções virais como a causada pelo COVID-19. Concomitantemente, é importante que os cientistas busquem compreender cada vez mais o papel da dieta e de estratégias nutricionais específicas, buscando direcionar práticas profissionais efetivas nesse contexto.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Influência do óleo de palma e l-glutamina encapsulada de liberação
           ileal sobre a resistina em pacientes com diabetes tipo 2 e obesos
           

    • Authors: Luciana Arantes Soares, Alex Augusto da Silva, Virmondes Rodrigues Junior, Eduardo Felipe Faria Nunes, Alessandra Bazaga Baptista, Eduardo Crema
      Pages: 975 - 983
      Abstract: Introdução: O diabetes mellitus tipo 2 e a obesidade são doenças que afetam milhões de pessoas em todo o mundo. Neste intuito, alimentos funcionais como o óleo de palma e glutamina, fornecem estratégias dietéticas para o controle de enfermidades metabólicas. Objetivo: avaliar a influência óleo de palma e glutamina de liberação ileal sobre a função imunológica dos pacientes diabético tipo 2 e obesos. Materiais e métodos: Os participantes foram divididos em três grupos, obeso, diabético tipo 2 com Sobrepeso e Diabético tipo 2 Obeso, orientados a ingerirem uma cápsula de óleo de palma de liberação ileal (OP-LI) e uma cápsula de glutamina de liberação ileal (GLU-LI), três vezes ao dia, antes das principais refeições, durante dois meses (T2). Resultados: Foi observado uma diminuição significativa da resistina no grupo de pacientes diabéticos tipo 2 obeso, entre os tempos T0 (antes) e T2 (após 2 meses de ingestão das cápsulas de liberação ileal), com valores 15026,43 pg/mL para 8214,31 pg/mL (p= 0,0271). Foram considerados significantes resultados com p<0,05. Discussão: A ativação das células imunes no estado da obesidade e diabetes tipo 2 é um fator importante para o desenvolvimento da inflamação, e umas das estratégias adotadas para atenuar esse estado, é a ingestão de alimentos funcionais como o óleo de palma e glutamina em dieta equilibrada. Conclusão: A suplementação de óleo de palma e glutamina diminuiu significativamente os níveis de resistina em pacientes diabéticos tipo 2 e obesos acompanhados por Serviços de Saúde Ambulatorial do HC- UFTM.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Correlação da gordura visceral e gordura corporal, com o perfil
           lipídico de praticantes de hidroginástica

    • Authors: Gabriel Vicentim de Oliveira, Lucas Magela Pinto, Nadja Graziele Santos, Dara Aline Gross, Luciana Silva Carvalho, Wilton Marlindo Santana Nunes, Eliézer Guimarães Moura
      Pages: 984 - 993
      Abstract: A obesidade é uma doença caracterizada pelo acúmulo excessivo de tecido adiposo. O perfil lipídico é definido pela determinação bioquímica do Colesterol Total (CT), HDL-colesterol (HDL-c), Triglicerídeos (TG) e LDL-colesterol (LDL-c), sendo possível que o CT, LDL-c e o TG, quando fora dos valores de normalidade possam ocasionar aumento da gordura visceral (GV) e vice-versa. Este estudo teve por objetivo verificar a correlação entre% Gordura corporal (%G), GV e dislipidemia. 139 participantes, sendo 21 homens com a média idade de 68,04 ± 7,99 e 118 mulheres com a média de idade 62,16 ± 11,79 foram submetidos à avaliação da % de GV e coleta de sangue em jejum de 12 horas. Como resultado, foi verificado que quando realizada a correlação entre %G e GV houve uma correlação moderada (R=0,458) e significativa (p<0,0001). Em relação ao %G e componentes do perfil lipídico nossos dados mostraram que nas mulheres com %G fora dos parâmetros saudáveis (FPS) 63,50% tinham o HDL-c FPS. Quanto a GV, a maioria dos homens estavam com GV FPS e destes52,60% tinham o HDL-c FPS, nas mulheres com GV FPS, 63,20% tinham o HDL-c FPS. Entretanto, quando realizado o teste de Correlação entre a GV, %G e cada componente do perfil lipídico houve uma correlação fraca e inversa entre GV x HDL e correlação fraca positiva entre GV x TG. Conclui-se, portanto, que, o %G aumentado ocasiona aumento da GV e em relação ao %G e perfil lipídico não foram observadas correlações importantes, porém, a GV ocasiona uma diminuição no HDL-c e aumento do TG nesta população.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação da mobilidade e força de preensão palmar em adultos com
           obesidade grau III em pré-operatório de cirurgia bariátrica

    • Authors: Amanda Rafaella Araújo Campos, Gustavo Silva Azevedo, Tânia Cristina Dias da Silva Hamu, Thatyane Cruvinel Silva Hungria
      Pages: 994 - 1002
      Abstract: Introdução: O excesso de peso afeta todo o organismo e pode levar a complicações clínico-funcionais. Objetivo: Verificar a influência da idade na força e mobilidade do obeso grau III em pré-operatório de cirurgia bariátrica. Materiais e Métodos: Estudo transversal analítico, composto por 100 participantes. A amostra foi dividida em dois grupos de acordo com a idade, grupo I (18 a 39 anos) e grupo II (40-59 anos). A força muscular foi mensurada pelo dinamômetro e a mobilidade pelo TUG Test. Para os testes estatísticos, foi considerado um nível de significância de 5% (p≤0,05). Resultados: Nesse estudo predominaram mulheres (79%), de raça parda (45%), casados (69%), com ensino médio completo (32%) e sedentários (66%). A média de idade foi de 39,37 anos (±9,77), renda percapta de R$779,97 (± 678,30) e IMC de 49,35 (± 6,43). A mobilidade dada pelo TUG teste foi de 10,22 ± 2,15 segundos. Na FPP a maioria apresentou uma média de força considerada normal, 84%, de acordo com os valores de referência do próprio dinamômetro. A FPP (Kg), TUG (s), IMC apresentaram significância estatística entre os grupos. Conclusão: Identifica-se um comprometimento importante da mobilidade e possível relação com a obesidade. Por não ter sido encontrados valores de referência dos instrumentos para o perfil populacional estudado, este estudo infere o comprometimento da mobilidade do indivíduo obeso e desperta a necessidade de novos estudos e a validação de valores de referência para esta população.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Transtornos alimentares e cirurgia bariátrica no brasil: uma
           revisão integrativa

    • Authors: Maria Júlia Pereira, Louise Reche Barcelos, Marina Garcia Manochio-Pina
      Pages: 1003 - 1013
      Abstract: Introdução: A cirurgia bariátrica é considerada a ferramenta mais eficaz no controle e no tratamento da obesidade severa. A existência de transtornos alimentares é um dos fatores que podem comprometer a adesão e ao tratamento. Objetivo: Identificar transtornos alimentares no pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica no Brasil. Materiais e Métodos: Esta é uma revisão integrativa da literatura nacional, realizada nas bases de dados BVS, SCIELO, Portal Periódicos Capes e PUBMED. O recorte temporal considerado foi um total de cinco anos de 2014 a 2018. Para a busca dos artigos, foram utilizados descritores selecionados mediante consulta aos Descritores em Ciências da Saúde sendo “cirurgia bariátrica”, em combinação com “bulimia nervosa”, “transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos”, “anorexia nervosa” e “transtorno da compulsão alimentar” - em português e inglês. Resultados: Foram localizadas 34504 publicações, após refinar por meio dos critérios de inclusão e exclusão, a amostra final foi constituída por 9 artigos. O comportamento mais avaliado foi a compulsão alimentar. O fator emocional se mostrou presente em todos os artigos analisados. Foi observada uma tendência, após cinco anos de cirurgia, de o estado emocional dos pacientes interferir mais na alimentação, esse comportamento alimentar também se mostrou maior entre aqueles que reganharam peso. Conclusão: A presença dos transtornos alimentares, e principalmente do transtorno da compulsão alimentar, é alta, aparecendo tanto no pré quanto no pós-cirúrgico. Tendo um impacto tanto na perda de peso, quanto na qualidade de vida. Os transtornos alimentares não desaparecem somente com a cirurgia, é necessário um acompanhamento interdisciplinar.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Fórmulas hiperproteicas vegetais para veganos que buscam hipertrofia
           muscular: um algoritmo de escolha

    • Authors: Carolina Trovão Lima Naufel, Emanuelle Sampaio Pereira, Paula Tâmara Vieira Teixeira Pereira, Alexsandro Ferreira dos Santos
      Pages: 1014 - 1025
      Abstract: Introdução: As práticas alimentares vegetarianas aumentaram nos últimos anos e, com elas, uma demanda específica de veganos praticantes de atividades físicas que buscam hipertrofia muscular. Dietas vegetarianas podem ou não suprir as reais necessidades de nutrientes específicos, sendo o consumo proteico o principal alvo a ser discutido. Objetivo: Descrever as características de suplementos alimentares proteicos de diferentes fontes vegetais disponíveis no mercado para veganos. Materiais e Métodos Estudo qualitativo, descritivo, de desenvolvimento a partir de fórmulas proteicas vegetais (suplementos alimentares). Utilizou-se as recomendações nutricionais específicas para proteína, vitaminas, minerais e ômega 3 para adultos vegetarianos. As fórmulas foram identificadas por números arábicos, e os fabricantes por letras. A junção da numeração e ordenação alfabética, forneceu a identificação hipotética da fórmula de cada laboratório. Discussão: Embora tenha sido verificada presença de aminoácidos de cadeia ramificada, vitamina B12, Ferro, Zinco, cálcio e Vitamina D, vale ressaltar que a ingestão de alguns nutrientes concomitante, pode interferir na absorção de outros. Resultados: Foram avaliadas 22 fórmulas proteicas vegetais, contudo, nenhuma delas conseguiu abranger todas as características recomendadas de acordo com as diretrizes estabelecidas neste trabalho. Dentre as fórmulas selecionadas, apenas as fórmulas A1 e D2 conseguiram atender parcialmente às recomendações. Nenhuma fórmula apresentou presença de Ômega 3 em sua composição ou informação nutricional. Conclusão: Portanto dos 18 fabricantes e suas 22 fórmulas proteicas vegetais, nenhuma contemplou em sua plenitude as recomendações nutricionais estabelecidas nesta pesquisa.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Caracterização dos idosos atendidos em uma clínica geriátrica de
           Cascavel - Paraná e os benefícios da intervenção nutricional
           individualizada

    • Authors: Monica Cristina Meurer, Vanessa Giraldi, Bruno Ferrari Silva, Cecília Edna Mareze da Costa
      Pages: 1026 - 1035
      Abstract: Introdução: Com a senescência, alguns cuidados devem ser adotados, dentre os principais está a intervenção nutricional individualizada que identifica carências e excessos, readequando-os as necessidades vitais do idoso. Objetivos: Caracterizar os idosos que recebem atendimento regular em uma Clínica de Geriatria na cidade de Cascavel-PR; Analisar possíveis variáveis preditoras que caracterizam o risco para o desenvolvimento das doenças crônicas não-transmissíveis (DCNTs) nos idosos; Observar retrospectivamente como a intervenção nutricional individualizada tem contribuído na prevenção ou na melhora das DNTCs.  Materiais e métodos: Foram analisados 50 pacientes idosos (68%; n=34 mulheres e 32%; n=16 homens) atendidos entre agosto de 2017 e julho de 2019, caracterizando-os a partir dos prontuários clínicos. Os dados foram analisados de forma descritiva e inferencial. Resultados: Foram classificados com sobrepeso ou obesidade (56%; n=28), com diabetes mellitus (DM, 42%; n=21) e com hipertensão arterial (HAS, 70%, n=35). A variável hemoglobina glicada (HG) foi considerada uma variável preditora para o desenvolvimento do DM no idoso (exp(b): 25,07, IC95%: 3,24;193,82, P<0,05), mas nenhuma das variáveis predispôs para o desenvolvimento de HAS ou obesidade. E a intervenção nutricional individualizada, durante o período de 16 semanas, foi eficaz para a perda de peso corporal e para a redução da HG e da concentração plasmática de LDL dos idosos (P<0,05). Conclusão: As principais doenças que acometem os idosos avaliados são obesidade, HAS e DM. A HG apresentou como fator preditivo para o desenvolvimento de DM e a intervenção nutricional individualizada auxiliou na redução dos fatores de risco que contribuem para as DCNTs nos idosos.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação do cardápio de instituição asilar e influência na
           nutrição e funcionalidade de idosos

    • Authors: Déborah Jaqueline Miranda de Moraes Nunes, Ana Letícia Guedes Rocha Barbosa, Ivy Scorzi Cazelli Pires, Fábio Tadeu Lourenço Guimarães, Lucilene Soares Miranda, Vanessa Ferreira
      Pages: 1036 - 1047
      Abstract: O envelhecimento é um processo natural e fisiológico do homem, porém ele submete o organismo a diversas alterações anatômicas e funcionais que podem influenciar nas condições de saúde e nutrição do idoso. Considerando o grau de vulnerabilidade que os idosos residentes em ILPI apresentam, tanto pelo próprio envelhecimento, quanto pelas condições impostas pela institucionalização, verifica-se a necessidade de realizar estudos sobre ingestão de nutrientes e suas possíveis consequências, como desnutrição e obesidade, associados a perda de funcionalidade física. O objetivo deste estudo foi avaliar a adequação de nutrientes ofertado pelo cardápio da instituição asilar, o estado nutricional através da MiniAvaliação Nutricional e a funcionalidade física de idosos residentes no Lar para Idosos “Frederico Ozanam” localizado no município de Diamantina, Minas Gerais-MG. A avaliação do cardápio por três dias consecutivos mostrou que houve variação na adequação de macro nutriente nos três dias avaliados quando comparado às recomendações da SBAN. Quando comparados às referências da EAR (DRIS) todos os macros nutrientes foram ofertados nos três dias de acordo com a recomendação. Quanto à pontuação na MAN, o maior percentual de idosos (66,6%) pontuou de dezessete a vinte e três pontos e meio, escore que indica que estavam sob risco de desnutrição. O desempenho nos testes físicos mostrou que a maioria dos idosos apresentava alto risco de quedas. Os resultados encontrados nessa pesquisa reforçam que o idoso institucionalizado carece de atenção a saúde, ao cuidado nutricional e de políticas públicas que atendam estas instituições em suas necessidades.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Frequência de micronúcleos e fatores associados com o risco para
           doenças crônicas não transmissíveis

    • Authors: Marina Della Giustina, Joana Zanotti
      Pages: 1048 - 1057
      Abstract: A adoção de uma dieta com elevada quantidade de alimentos ultra processados, vem contribuindo para o aumento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) e do Índice de Massa Corporal (IMC) da população. Uma alternativa para monitorar a frequência de danos ao DNA provindos de fatores ambientais é a determinação de micronúcleos (MN). A associação entre a frequência elevada de MN e diversas patologias têm sido avaliadas e detectadas em células epiteliais da mucosa oral. Este estudo teve por objetivo avaliar a frequência de micronúcleos na mucosa oral e os fatores associados às DCNT em indivíduos da cidade de Caxias do Sul-RS. Foram incluídos no estudo indivíduos de ambos os sexos, com idade superior a 18 anos. A coleta de amostras epiteliais da mucosa oral foi realizada com o auxílio de um swab para posterior análise de MN. Ao término da pesquisa foram coletadas 111 amostras, onde observou-se que a média de MN foi de 3,23±2,18 células, dos quais 66 indivíduos (59,5%) foram classificados como normais (de 1 a 3 células/1000), e em 45 indivíduos (40,5%) as células os classificaram como risco para o desenvolvimento de DCNT (>3 células/1000). Tais achados indicam que os hábitos alimentares, o estilo de vida e demais fatores interferem diretamente na manifestação de MN na mucosa oral da população.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Associação do transtorno da compulsão alimentar periódica com
           síndrome metabólica em pacientes candidatos a cirurgia bariátrica

    • Authors: Luciana Pereira Jacobsen, Sonia Lopes Pinto
      Pages: 1058 - 1065
      Abstract: Introdução: O transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) apresenta maior prevalência nos pacientes candidatos a cirurgia bariátrica. Porém, pouco se sabe se a compulsão está associada a alterações metabólicas. Objetivo: Avaliar a associação do transtorno da compulsão alimentar periódica com os fatores de risco cardiometabólicos em pacientes candidatos à cirurgia bariátrica. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo transversal, realizado com pacientes de pré-operatório de cirurgia bariátrica, sendo coletados dados antropométricos, socioeconômicos, tempo de excesso de peso, compulsão alimentar e fatores de risco cardiometabólicos (perfil lipídico e glicêmico). A síndrome metabólica foi determinada de acordo com os critérios da Federação Internacional de Diabetes. Para determinação do TCAP, realizou-se a aplicação da Escala de Compulsão Alimentar Periódica. Resultado: A amostra foi composta por 159 pacientes de pré-operatório de cirurgia bariátrica, com idade média de 39 anos, 76,7% mulheres, 64,2% não solteiros, 75,5% renda inferior a quatro salários-mínimos, 42,1% ensino médio completo e 56,6% apresentavam obesidade grau III. A prevalência de TCAP foi de 47,2% (34% moderada e 13,2% grave) e a síndrome metabólica estava presente em 63,3% dos indivíduos. Observamos associação estatisticamente significante entre TCAP com a síndrome metabólica (p=0,016) e compulsão alimentar autorrelatada (p=0,000). Conclusão: Verificou-se elevada prevalência de TCAP entre os pacientes candidatos a cirurgia bariátrica, assim como associação com síndrome metabólica e a compulsão alimentar relatada.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação dos manipuladores em relação às boas práticas de
           manipulação de alimentos e elaboração de um guia prático em uma UAN
           na cidade de Pato Branco-PR

    • Authors: Alana Soeiro Kircheheim, Juceli Aleixo Garcia, Indiomara Baratto
      Pages: 1066 - 1069
      Abstract: Para atingir um padrão de qualidade e garantir a segurança dos alimentos é de suma importância a implementação das boas práticas de manipulação. O presente estudo foi realizado em uma unidade de alimentação e nutrição na cidade de Pato Branco e teve como objetivo a elaboração de um guia prático para manipuladores de alimentos e avaliar o conhecimento dos manipuladores em relação às boas práticas de manipulação de alimentos através da aplicação de duas provas escritas. O trabalho foi desenvolvido em três etapas, a primeira etapa se deu pela aplicação de uma prova escrita sem aviso prévio, possibilitando avaliar o conhecimento dos manipuladores, a segunda etapa se deu pela entrega e leitura em conjunto de um guia prático para manipuladores de alimentos, elaborado e adaptado as necessidades da UAN em que foi realizado o trabalho e a terceira e última etapa se deu pela aplicação da segunda prova, sendo possível avaliá-los após a capacitação. Aplicaram-se ambas as provas para 10 manipuladores de alimentos. Quanto aos resultados, 60% dos manipuladores obtiveram nota acima da média na primeira prova, enquanto na segunda avaliação, depois da entrega do guia esse percentual subiu para 100%. Ressaltando a importância da capacitação e avaliação contínua dos manipuladores de alimentos.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Motivos de abandono do tratamento nutricional para perda de peso de
           indivíduos com sobrepeso e obesidade: uma análise qualitativa

    • Authors: Luciana Alves Cangerana Santiago , Denise Cavallini Cyrillo, Ana Maria Cervato Mancuso
      Pages: 1070 - 1078
      Abstract: Introdução: No Brasil o excesso de peso vem alcançando proporções epidêmicas, e com ele emergem outras doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs). Neste cenário surge a importância e necessidade de tratamentos para perda de peso (TPPs) eficazes, todavia, a incidência de abandono destes tratamentos é bastante expressiva. Neste contexto, emerge a importância do entendimento destes motivos. Objetivos: Identificar os motivos que levam ao abandono de tratamento nutricional para perda de peso, segundo a percepção de indivíduos com excesso de peso. Materiais e Métodos: O presente estudo foi uma pesquisa de caráter qualitativo, onde foram realizadas entrevistas para investigar os motivos que podem levar ao abandono do TPP. A amostra foi composta por 12 indivíduos com excesso de peso, os quais já passaram por TPP com nutricionista e o abandonaram. Resultados: Pode-se inferir que as dificuldades para dar seguimento ao tratamento e fatores ligados à atitude do profissional foram indicados pelos participantes como sendo os desencadeadores do abandono. Discussão: A falta de resultados, explica-se pela ansiedade dos indivíduos em perceber a perda de peso. A rotina diária e o acesso aos alimentos preconizados, se tornam empecilhos para a continuidade dos tratamentos. O plano alimentar prescrito que muitas vezes se mostra como algo restritivo e neste âmbito a empatia do nutricionista se faz necessária para o auxílio no enfrentamento do excesso de peso. Conclusão: De fato a satisfação com o tratamento, onde inclui-se a evolução satisfatória dele, a consecução das mudanças necessárias e a empatia do profissional, são situações que interferem positivamente na sua persistência.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Perfil nutricional de gestantes acompanhadas em pré-natal de baixo
           risco

    • Authors: Geani Barbosa Peixoto, José Geraldo de Alencar Santos Junior, João Pedro Viana Rodrigues
      Pages: 1079 - 1088
      Abstract: O objetivo deste trabalho foi analisar o perfil nutricional de gestantes acompanhadas no pré-natal de baixo risco. A coleta iniciou com a explicação dos objetivos da pesquisa e com a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido, foi aplicado um questionário semiestruturado, composto por perguntas objetivas, utilizando, no momento da aplicação, os instrumentos necessários para os dados como o Sistema de Monitoramento SisPré Natal para Gestantes e balanças para a execução das medidas. O estudo foi realizado na Estratégia Saúde da Família Naíde Guedes Diógenes, na cidade de Jaguaribe, localizada na região do vale do Jaguaribe, no estado do Ceará. As participantes do estudo foram gestantes que atenderam aos critérios de inclusão, que foram: realizar pré-natal de baixo risco e estar no segundo ou terceiro trimestre de gravidez. Como resultado da pesquisa, a faixa etária foi de 16 a 37 anos, com prevalência de 26 anos. O índice de massa corporal pré-gestacional e gestacional permanecerá o mesmo, com a presença de 50% das gestantes com peso adequado e os outros 50% apresentando risco nutricional. Este estudo permite concluir e sugerir a necessidade de mais pesquisas que abordem o tema, bem como o desenvolvimento de programas de educação em saúde no pré-natal que incluam avaliação e orientação nutricional.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Avaliação do perfil antropométrico, nível de atividade física e
           aptidão física dos discentes de uma universidade pública

    • Authors: Lucas Buri dos Anjos Fonseca, Franciely Oliveira de Andrade Santos, Carlos José Oliveira de Matos
      Pages: 1089 - 1096
      Abstract: A prática de atividade física diminui os riscos de problemas cardiovasculares, contribui para controle de peso corporal e melhora da aptidão física. Assim, buscou-se compreender os níveis de atividade física, aptidão física e o perfil antropométrico dos estudantes de uma universidade pública. A pesquisa foi quantitativa do tipo descritiva realizada por meio de estudo transversal com 87 participantes. Os instrumentos utilizados foram os questionários IPAQ (International Physical Activity Questionnaire) versão curta e PARQ (Physical Activity Readiness Questionnarie) além de avaliação antropométrica e testes de aptidão física com avaliação de 1RM com base na equação de Dohoney, resistência pelo protocolo de ASTRAND e flexibilidade por meio do teste de Macrae. As variáveis foram analisadas através do Bioestat 5.0 utilizando os testes de Mann Whitney, Spearman e ANOVA, considerando nível de significância de 95% (p<0,05). Foi identificado que 21.84% dos participantes se encontravam em sobrepeso e 55.17% são considerados aptos a realização de exercício físico. Observou-se as seguintes correlações VO2 máx x índice de massa corporal (r=-0.38), 1 RM para membros superiores x índice de massa corporal (r=0.38) e 1 RM para membros inferiores x índice de massa corporal (r=0.55). Concluiu-se que a maioria dos estudantes avaliados possui IMC adequado, sendo considerados ativos ou muito ativos em relação à prática de atividade física e nível de flexibilidade adequado.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Implementação de um restaurante popular em um município no interior do
           Paraná: contribuições ao planejamento físico e funcional do local

    • Authors: Alana Soeiro Kircheheim, Juceli Aleixo Garcia, Indiomara Baratto
      Pages: 1097 - 1104
      Abstract: Os restaurantes populares (RP) são unidades de alimentação e nutrição destinadas ao preparo e comercialização de refeições saudáveis, ofertadas a preços acessíveis à população, proporcionando complementação alimentar aos grupos mais vulneráveis que, por falta de tempo ou recursos, não conseguem ter acesso a uma refeição saudável pelo menos uma vez por dia. O presente estudo teve como finalidade apoiar a implementação de um RP em um município no interior do Paraná, contribuindo com o planejamento físico funcional do local onde irá proporcionar uma alimentação adequada, com qualidade e quantidade necessária e com preço acessível à sociedade. Trata-se de um estudo exploratório e aplicado, no qual foi possível formular uma lista de equipamentos e utensílios necessários para o funcionamento do RP, dispostos desde equipamentos básicos para cocção, como fogão industrial a materiais para escritório; elaborar um cardápio base, realizando o levantamento de custo das refeições/dia, cujo valor máximo calculado foi de R$ 3,09 por refeição e a elaboração de organograma do quadro de pessoal.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Acadêmicos da área da saúde apresentam diversos fatores de risco para
           doenças cardiovasculares

    • Authors: Carolina Valt Ferreira, Silvana Paula Kosiba, Ana Clara Simões Florido Almeida , Stephany van der Goot , Edson Emilio Scalabrin, Roberto Hirochi Herai , Eduardo del Bosco Brunetti Cunha
      Pages: 1105 - 1117
      Abstract: Introdução: A entrada na universidade pode ocasionar mudanças no estilo de vida dos estudantes tornando-os vulneráveis a diversos fatores de risco para a saúde. Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico referente aos hábitos de vida, como dieta, atividade física, perfil lipídico e estresse, em universitários da saúde. Materiais e Métodos: Estudo experimental, transversal e prospectivo, realizado em estudantes com idade entre 18 e 30 anos. Os instrumentos utilizados para a análise foram recall de 24 horas, recall de Bouchard, lipidograma completo e cortisol basal. Resultados: Observou-se altas taxas de sobrepeso/obesidade, aumento dos níveis de colesterol total (CT), triglicerídeos (TG) e lipoproteína de baixa densidade (LDL-c) e diminuição dos níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL-c). A análise do nível de atividade física revelou que 58,33% dos universitários são inativos e 16,66% apresentam alto cortisol basal. O índice de massa corporal foi alto, assim como o perfil lipídico com aumento do CT, LDL-c e TG e diminuição do HDL-c. Conclusão: Esses resultados são preocupantes, pois apesar de terem mais acesso às informações, os hábitos de vida dos universitários da área da saúde estão fortemente associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Análise de características físicas e sensoriais de bolos de abacaxi com
           substituição e/ou redução de sacarose

    • Authors: Elaine Cristina Mendes, Bruna Eugênia Ferreira Mota, Christiane Mileib Vasconcelos, Patrícia Aparecida Pimenta Pereira, Simone de Fátima Viana da Cunha
      Pages: 1118 - 1126
      Abstract: A sacarose é um importante contribuinte para o valor calórico total de um alimento, além de ser um nutriente muito relevante para algumas patologias, como diabetes mellitus. Esse estudo objetivou reformular uma preparação de bolo de abacaxi, reduzindo e/ou substituindo o teor de açúcar. Uma receita de bolo de abacaxi foi escolhida, padronizada e receitas com modificações foram confeccionadas. Elaborou-se 8 formulações, sendo: B1-Padrão; B2-Padrão com redução de 50 % de açúcar cristal; B3-Açúcar mascavo; B4-Açúcar mascavo com redução de 50%; B5- Açúcar light; B6-Açúcar light com redução de 50%; B7- Edulcorante e B8- Edulcorante com redução de 50%. Posteriormente foram realizadas análises física e sensorial das preparações. Uma maior densidade específica da massa crua foi observada em B5 e uma menor densidade em B8. Em relação ao volume específico dos bolos, as maiores médias foram encontradas em B1, B7 e B8. As formulações B1, B2 e B6 obtiveram uma maior aceitação em relação aos atributos, doçura, consistência, aparência e impressão global. Com a redução em 50% ou substituição do açúcar pelo adoçante, como visto em B2 e B6, respectivamente, não houve alteração estatisticamente significativa nas características físicas delas, tampouco foi fator de rejeição. Dessa forma, possibilita-se o desenvolvimento de formulações de bolos de abacaxi, com redução e/ou substituição do açúcar sem perder suas propriedades sensoriais e físicas de volume, de forma a garantir sua aceitabilidade.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Associação entre deficiência de vitamina D e síndrome metabólica Em
           mulheres na pós-menopausa

    • Authors: Marta Maria do Amaral dos Santos, Claudio Melibeu Bentes, Lizanka Paola Figueiredo Marinheiro, Claudia Cardoso Netto
      Pages: 1127 - 1134
      Abstract: Introdução: A vitamina D é considerada um hormônio esteroide com amplo espectro de atividade no corpo humano. Objetivo: Avaliar a associação entre deficiência de vitamina D e síndrome metabólica em mulheres na pós-menopausa. Materiais e métodos: Estudo transversal retrospectivo, realizado entre agosto de 2013 e agosto de 2014, com 177 mulheres na pós-menopausa atendidas nos ambulatórios de endocrinologia e ginecologia de um hospital de referência na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Aplicado questionário com dados clínicos e demográficos, exame físico e antropométrico (peso, altura, índice de massa corporal e circunferência da cintura). Mmetabolitos sanguíneos: 25(OH)D, insulina, estradiol, glicose, colesterol total, lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol) e lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol) e triglicerídeos. Referência para 25(OH)D: suficiente ≥ 30 ng/mL, insuficiente 20-29 ng/mL e deficiente < 20 ng/mL. Diagnóstico de síndrome metabólica pelo National Cholesterol Education Program - Adult Treatment Panel III. Resultados e discussão: Prevalência de síndrome metabólica foi 56,5% e 48,0% de hipovitaminose D. HOMA-IR foi maior (p=0,0457) nos grupos com hipovitaminose D; triglicerídeos (p=0,0348) e HOMA-IR (p=0,0189) apresentaram correlação significativa com 25(OH)D. As mulheres com hipovitaminose D apresentaram aumento de chance para síndrome metabólica (OR 1,099), circunferência da cintura (OR 1,250) e pressão sanguínea (OR 1,212) elevadas. Houve associação inversa entre 25(OH)D com hipertrigliceridemia (OR 0,9044), HDL-colesterol elevado (OR 0,8409) e hiperglicemia (OR 0,5950). Conclusão: Mulheres na pós-menopausa com hipovitaminose D apresentaram maior risco de síndrome metabólica, aumento da circunferência da cintura e da pressão arterial sanguínea.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Qualidade nutricional de alimentos para controle de peso (shakes):
           análise de rotulagem

    • Authors: Rosane Morbach, Emanoele Malinverno, Márcia Keller Alves
      Pages: 1135 - 1147
      Abstract: Introdução: Bebidas para substituição parcial das refeições são alimentos especialmente elaborados para suprir parcialmente as necessidades nutricionais do indivíduo, para promover a redução, manutenção ou ganho de peso corporal. Também chamados de shakes, estas bebidas devem estar em conformidade com a legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, fornecendo quantidade suficientes de energia, carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas e minerais. Objetivo: Avaliar a qualidade nutricional de alimentos para redução de peso por substituição parcial das refeições (shakes). Materiais e Métodos: Foram analisadas informações nutricionais disponíveis nos rótulos de quatro marcas de shakes, nos sabores morango, chocolate e baunilha. As informações coletadas foram valor energético, macro e micronutrientes, aditivos alimentares e presença de substâncias alergênicas. Informações de rotulagem obrigatórias foram comparadas com as exigências da legislação vigente. A análise dos dados foi descritiva e os resultados apresentados em forma de tabelas e quadros. Resultados: A avaliação demonstrou inadequações para valor energético em proteínas, macro e micronutrientes (vitamina B1, B 2, Niacina e B12 e minerais cálcio, fósforo, magnésio, sódio e potássio). Todos os produtos apresentam aditivos alimentares. Foram encontradas substâncias alergênicas como soja, centeio, cevada, trigo, aveia e amendoim em todos os produtos. Os rótulos não podem mencionar quantidade e velocidade de perda de peso, parâmetro não respeitado por duas marcas. Conclusão: Nenhuma das marcas de shakes avaliadas apresentou total adequação com os requisitos nutricionais e de rotulagem exigidos pela legislação.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Concentração de cortisol em pacientes obesos submetidos à
           cirurgia bariátrica

    • Authors: Robsana de Santana, Karina Kirsten, Patrícia Dias de Araújo
      Pages: 1148 - 1157
      Abstract: A obesidade é uma doença que atinge parte significativa da população mundial e, por suas implicações na saúde, vem sendo foco de inúmeros estudos, pois está associada às principais causas de doenças evitáveis. O presente trabalho tem como objetivo investigar os níveis de cortisol pré/pós-cirúgicos em pacientes obesos submetidos à cirurgia bariátrica. Esta pesquisa é uma revisão de literatura, realizada com base em pesquisa a bancos de dados eletrônicos, tais como PubMed, Lilacs e Scielo, onde foram selecionados estudos observacionais e/ou ensaios clínicos nos idiomas português e inglês, publicados nos últimos 10 anos. Foram utilizadas as seguintes estratégias de busca: 1) Cortisol and bariatric sugery; 2) corticosteroid and bariatric surgery; 3) cortisol and weight loss; 4) stress and bariatric surgery. Como resultados de tal pesquisa, cinco autores se encaixaram nos objetivos desta revisão, tendo como resultados achados o fato de que todos os artigos pesquisados concordam que a obesidade é tratada como um problema mundial, estando relacionada ao estresse que pode, por sua vez, ser mensurado pelos níveis de cortisol no organismo humano. Um dos tratamentos mais duradouros e eficazes para a obesidade mórbida é a cirurgia bariátrica e vários estudos controlam os níveis de cortisol do paciente antes e pós-cirurgia para medir seu nível de estresse, buscando correlação com a perda de peso. Apesar da sólida associação dos altos níveis de cortisol com a obesidade, alguns estudos demonstram que os níveis de cortisol não sofreram alterações significativas após a cirurgia bariátrica e consequente perda de peso. Nosso estudo confirma a necessidade de mais pesquisas para comprovar a relação da perda de peso com a diminuição significativa dos níveis de cortisol no organismo humano, servindo, assim, como base para futuras pesquisas.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
  • Benefícios do consumo de carotenoides a partir de frutas nativas do
           brasil: uma revisão de literatura

    • Authors: Amanda Bergmann, Diana de Araujo Eymael, Natália Rosa Gomes, Sabrina Feksa Frasson, Catia Silveira da Silva
      Pages: 1158 - 1168
      Abstract: Os corantes definem-se como substâncias que conferem cor aos alimentos e bebidas, podendo ser de origem natural ou sintética. A utilização de corantes naturais está crescendo devido à maior demanda do consumidor, pois atribuem diversos benefícios à saúde. As frutas nativas, além de benéficas são consideradas excelentes fontes de pigmentos naturais, podendo ser incluídas na alimentação, resultando em uma dieta diversificada e colorida. Já os carotenoides são compostos fenólicos, que pertencem a classe de pigmentos naturais, e são encontrados nas frutas, nos tons de amarelo, laranja e vermelho. O presente estudo trata-se de uma revisão de literatura científica sobre a importância dos carotenoides, considerados fontes de pigmentos naturais e provenientes de frutas nativas do Brasil, especificamente a acerola (Malpighia emarginata), guabiroba (Campomanesia xanthocarpa), maracujá (Passiflora edulis) e pitanga (Eugenia uniflora L.) assim como, os efeitos benéficos que estas frutas trazem à saúde.  Diversos estudos evidenciam que o consumo das frutas nativas, fontes de pigmentos apresentam propriedades funcionais. Dessa forma, conclui-se, que as frutas nativas fonte de carotenoides, além de serem utilizadas como corantes naturais, também conferem diversos efeitos nutracêuticos, com uma dose diária variando entre 9.000 a 18.000 μg/dia, podendo ser utilizada para a prevenção e tratamentos de diversas patologias.
      PubDate: 2022-07-08
      Issue No: Vol. 15, No. 97 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.208.126.232
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-