A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> PHILOSOPHY (Total: 762 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
  • O SENTIDO TRÁGICO DO HUMANISMO MODERNO

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Carlos Roberto Drawin
      Pages: 441 - 441
      Abstract: Resumo: Quando se escreve um texto de caráter ensaístico e abordando um tema genérico, portanto fora dos parâmetros da especialização acadêmica, vários riscos podem ser facilmente apontados: a banalidade, o ecletismo, a confusão temática. O leitor pode se deparar, então, com mistura indigesta, inservível ou, mesmo, intragável. Não há como evitar tais riscos, embora, creio, devamos corrê-los como forma de resistir à tendência da excessiva fragmentação disciplinar e à dispersão dos saberes. Certamente os autores que apostam na audácia do texto genérico nem sempre possuem o talento requerido à forma do ensaio. Não obstante, a carência do talento não justifica a obscuridade em relação às ideias que se pretende apresentar. Para minimizar as possíveis dificuldades o meu texto divide-se em três partes: um esclarecimento teórico, um pequeno esboço de rememoração histórica com o objetivo de circunscrever a noção de “humanismo moderno” e a tentativa de explicitar em que consistiria o seu “sentido trágico”. Espera-se, assim, oferecer alguma elucidação da temática deste texto o qual retoma algumas ideias anteriormente propostas e já publicadas. Palavras-chave: Humanismo. Modernidade. Trágico. Antropologia. Metafísica.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p441/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • O LÉXICO DA SALVAGUARDA EM HEIDEGGER

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Roberto Wu
      Pages: 471 - 471
      Abstract: Resumo: A salvaguarda do ser na verdade é uma expressão empregada por Martin Heidegger no período conhecido como hermenêutica da facticidade. Apesar de referências e análises ocasionais, que pontualmente a desenvolvem em vista de outros assuntos, tal temática é, de modo geral, pouco desenvolvida por parte da literatura secundária. O artigo sugere que a explicitação do termo salvaguarda e conceitos correlatos não é apenas uma tarefa ineludível, em vista de sua constância na trajetória intelectual de Heidegger, mas que ela toca no cerne da questão do sentido do ser. A análise inicia com um exame da salvaguarda do ser a partir do Informe Natorp para, em seguida, apontar continuidades, quebras e reformulações em relação ao tratamento do tema da guarda em obras da década de 1930. Palavras-chave: Facticidade. Pluralismo ontológico. Afinação fundamental. Maquinação. Acontecimento-apropriador.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p471/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • MICHEL HENRY, LECTEUR DE PAUL. LES VIVANTS DANS L’ARCHI-CHAIR DU
           CHRIST

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Andreas Gonçalves Lind
      Pages: 495 - 495
      Abstract: Résumé: L’interprétation des concepts clefs de saint Paul à partir des intuitions fondamentales de la phénoménologie de la vie cherche surtout à nous faire saisir l’intersubjectivité possible dans l’immanence de la chair acosmique. Le corps mystique du Christ correspond, ainsi, à cette intersubjectivité acosmique qui peut d’ailleurs fonder, en tant que communauté transcendantale, une inter- subjectivité intramondaine qui se veut pacifique. Il nous semble que, de cette façon, une nouvelle ontologie sociale émerge dans l’appropriation que Henry fait de l’ecclésiologie paulinienne. Il s’agit d’une ontologie qui, pour respecter la singularité de chaque individu n’a pas besoin de l’isoler ou de le concevoir par le biais d’une abstraction totalement séparée d’une quelconque relation aux autres egos. Ce faisant, Henry élabore une ontologie sociale qui n’est réfléchie ni par l’idée de contrat social des philosophes libéraux ni par les vues des communautariens, pour qui l’individu est socialement produit comme être essentiellement déjà-au-monde. Mots-clés: Michel Henry. Corps mystique. Chair. Intersubjectivité.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p495/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • SOBRE A DOUTRINA TELEOLÓGICA DAS CIÊNCIAS NA FENOMENOLOGIA DE
           HUSSERL

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Carlos Diógenes Côrtes Tourinho
      Pages: 523 - 523
      Abstract: Resumo: O presente artigo aborda a doutrina teleológica das ciências na fenomenologia de Husserl. Dividido em duas partes principais, o artigo analisa, inicialmente, o duplo movimento das realizações científicas: a possibilidade de retorno sobre um conhecimento demonstrado e o avanço crescente das ciências, guiado pela ideia teleológica geral de “ciência autêntica”. Na segunda parte, o artigo aborda a evolução das ciências da natureza através da elaboração e contínua confirmação de suas hipóteses, em um progresso infinito de realizações em direção a um polo “infinitamente distante”. O artigo destaca ainda o sentido fenomenológico desse progresso, bem como suas implicações propedêuticas na fenomenologia de Husserl. Palavras-chave: Edmund Husserl. Ciências. Teleologia. Infinito. Progresso.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p523/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • O CONCEITO DE RESPONSABILIDADE EM LÉVINAS: OS LIMITES ENTRE A DISTANÁSIA
           E OS CUIDADOS PALIATIVOS

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Lino Batista de Oliveira, José Eduardo de Siqueira, Julia Hespanhol Gutschow, Giovanna Hespanhol Gutschow
      Pages: 539 - 539
      Abstract: Resumo: Na contemporaneidade, observa-se grande prevalência de enfermidades crônicas sem possibilidade de cura, que se acompanham de significativa redução da qualidade de vida do paciente. Os cuidados paliativos têm como finalidade proporcionar ao paciente conforto físico e emocional na terminalidade da vida. Em momentos em que os CP são negligenciados de alguma forma e deixam de ser exercidos de maneira plena, pode ocorrer a prática da distanásia – procedimentos que apenas prolongam o processo de morrer. A reflexão de Emmanuel Lévinas é caracterizada pelo desenvolvimento do projeto de uma Primeira Filosia, a qual aborda nova compreensão da subjetividade humana pela valoriza­ção da ética em detrimento da ontologia fundamental. Esse projeto tem como objetivo apresentar o conceito de responsabilidade em Emmanuel Lévinas e sua aplicação no estudo dos limites dos cuidados paliativos para que se evite procedimentos médicos distanásicos. Palavras-chave: Bioethics. Social Responsibility. Palliative Care. End-Life Care. Physician-patient relations.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p539/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • O HISTORIADOR DA FILOSOFIA COMO UM “RETRATISTA”: UM OLHAR BRENTANIANO
           SOBRE O DEBATE CONTEXTUALISMO-APROPRIACIONISMO

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Gabriel Ferreira da Silva
      Pages: 559 - 559
      Abstract: Resumo: Em 2019, Christia Mercer publicou um artigo no qual faz uma reava­liação do debate de 2015 entre Garber e Della Rocca sobre qual seria a inter­pretação correta de Spinoza. Seguindo Mercer, os dois filósofos instanciaram duas posições principais em relação ao conceito e à metodologia da história da filosofia, a saber, o contextualismo e o apropriacionismo. Como diz Mercer, tal debate orbita em torno da aceitação ou rejeição de um único princípio, ou seja, o “Getting Things Right Constraint” (GTRC), que pode ser interpretado como a cláusula que proíbe a atribuição de reivindicações ou ideias a figuras históricas sem a preocupação de que tais figuras as reconheceriam como suas. Porém, o GTRC está longe de ser um princípio indubitável e esconde um grande número de questões difíceis sobre o próprio significado do que se deve entender por “compreender as coisas corretamente”. Seguindo o que Mulligan chama de “abordagem austríaca” da história da filosofia, este artigo pretende desdobrar alguns aspectos da “filosofia da história da filosofia” de Brentano para buscar suas contribuições para um problema que já estava presente nas origens da filosofia contemporânea. Palavras-chave: Brentano. Contextualismo. Apropriacionismo. História da Filosofia.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p559/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • ASPECTOS ÉTICOS E BIOÉTICOS EM CUIDADOS PALIATIVOS

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Alberto Paulo Neto, José Eduardo de Siqueira
      Pages: 579 - 579
      Abstract: Resumo: Os cuidados paliativos representam a escolha compartilhada, entre o profissional de saúde e o paciente, com a finalidade de preservar a dignidade do paciente quando a terapia medicamentosa e as intervenções cirúrgicas não são benéficas ao tratamento de saúde. Essa perspectiva de acompanhamento médico resgata o cuidado ético de atenção e valorização da biografia da pessoa. O aspecto ético, a partir da ética do cuidado e da ética deontológica, reflete na relação entre os profissionais de saúde e o paciente com o objetivo de oferecer as condições de manutenção da autonomia e da dignidade. A bioética enfatiza o cuidado centrado nas escolhas do paciente. Ela evita a obstinação em prolon- gar o tratamento médico, a menos que haja uma melhora no estado clínico do paciente. Essa dialética conceitual entre a ética e a bioética tem o propósito de garantir o bem-estar ao paciente em cuidados paliativos. Palavras-chave: Cuidados paliativos. Ética. Bioética. Ética do cuidado. Ética deontológica.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p579/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • PAULO DE TARSO E A DIALÉTICA DA LEI: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES
           FILOSÓFICAS

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Fábio Caires Correia Caires Correia, Oneide Perius
      Pages: 597 - 597
      Abstract: Resumo: Na filosofia contemporânea acompanhamos um amplo movimento de retorno às fontes paulinas. Especialmente no sentido de buscar sustentação e inspiração para um projeto de crítica do poder e crítica do nomos estruturador da realidade excludente, violenta e injusta. A partir das reflexões de Jacob Taubes, Giorgio Agamben e Franz Hinkelammert, o presente estudo pretende acompanhar os traços fundamentais desta renovada hermenêutica, tomando o papel da lei no corpus paulinum como fio condutor da argumentação. Ao situar Paulo de Tarso no horizonte do judaísmo da diáspora, no qual o messianismo assume características próprias e importância fundamental, o objetivo será o de mostrar como este conjunto de leituras pretende evidenciar o núcleo político de suas cartas. Palavras-Chave: Paulo de Tarso. Lei. Tempo Messiânico. Crítica. Judaísmo.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p597/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • A RIQUEZA COMO FIM DA VIDA HUMANA NAS SOCIEDADES MODERNAS

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Édil Guedes, Júlio Ferreira de Oliveira
      Pages: 617 - 617
      Abstract: Resumo: Este artigo tem como objeto a centralidade da riqueza no mundo moderno, como fato dominante e como norma, ou seja, como o que orienta e regula as atividades social e individual. Iniciaremos com a consideração de que a criação de riqueza material como meta da vida humana a envolver toda a sociedade – esse modo de viver centrado na economia – é condição que pertence apenas às sociedades modernas e à sua forma econômica, o capitalismo, tendo-se expandido por todas as regiões do planeta. Para abordarmos este tema, tomaremos como apoio e ponto de partida as instigantes reflexões de Eric Weil, desenvolvidas especialmente em sua obra Filosofia Política, o que não significará adotá-las in- condicionalmente. Em seguida, examinaremos a relação entre o desenvolvimento dessa forma de existência social e o surgimento de uma ciência da economia, que figurará como dimensão decisiva de seu universo simbólico. À guisa de conclusão, buscaremos levantar algumas questões: pôde sustentar-se, por séculos, essa exaltação da riqueza apenas pela coerção' Ou será esta uma forma de vida que, em alguma medida, adotamos, por com ela nos identificarmos' Mas se a vida humana não é apenas realidade econômica, e se as suas questões fundamentais, necessariamente, vão muito além da economia, tomá-la como a sua dimensão principal, fazendo da riqueza a finalidade última da atividade coletiva, não será um enorme equívoco histórico' E se a bem-aventurança econômica prometida não se puder concretizar, não estaremos também diante de um impasse essencial' A resposta positiva a estas questões nos levará à conclusão de que, embora ainda não saibamos como, faz-se imperativo restabelecermos a economia da riqueza como meio, e não como fim da vida humana. Palavras-chave: Riqueza. Economia. Vida Humana. Ética. Sociedade Moderna. Eric Weil.
      PubDate: 2022-12-29
      DOI: 10.20911/21769389v49n155p617/2022
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
  • NOTAS BIBLIOGRÁFICAS

    • Free pre-print version: Loading...

      Authors: Diversos Autores
      Pages: 635 - 635
      Abstract: Notas bibliográficas
      PubDate: 2022-12-29
      Issue No: Vol. 49, No. 155 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.235.195.196
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-