A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> PHILOSOPHY (Total: 762 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Revista de Cultura Teológica
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 0104-0529 - ISSN (Online) 2317-4307
Published by PUCSP Homepage  [13 journals]
  • Diccionario Bergoglio: las palabras clave de un pontificado.

    • Authors: Rodolfo Morbiolo, Ney de Souza
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58264
       
  • O Projeto de Francisco

    • Authors: José Aguiar Nobre
      Pages: 5 - 8
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.59450
       
  • Editorial da Seção Livre

    • Authors: Donizete José Xavier
      Pages: 9 - 13
      PubDate: 2022-10-01
       
  • Diálogo e encontro para uma humanidade integral

    • Authors: Marcial Maçaneiro, Maycon Renan da Silva Santos Boni
      Pages: 14 - 35
      Abstract: Papa Francisco destaca a cultura do encontro como caminho de realização humana integral, alicerçada no diálogo e na paz. Sua proposta ilumina a releitura de Martin Buber, filósofo do diálogo, para verificar as aproximações entre este pensador judeu e o pontífice latino-americano. Segundo Buber o ser humano é um ser de relação, com três esferas de diálogo: com a natureza, com o ser humano e com os seres espirituais – esfera que inclui Deus. Dentre essas três esferas, a segunda, referida à humanidade, Buber denomina de inter-humano: relação na qual o Eu encontra a resposta do Tu. Papa Francisco, por sua vez, inclui essas três esferas na encíclica Laudato Si’: relação do ser humano com a Terra, com o outro humano e com Deus. Em ambos, a relação do ser humano com o outro caracteriza o diálogo inter-humano, em dinâmica de realização integral. No presente artigo, apresentam-se as noções e as correspondências entre os dois autores quanto ao diálogo inter-humano, na perspectiva da humanidade integral.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58316
       
  • Ecoteologia e juventude

    • Authors: Elizeu Conceição
      Pages: 36 - 51
      Abstract: Este artigo, fruto de pesquisa bibliográfica, garimpadas principalmente do Magistério do Papa Francisco, busca apresentar a reflexão teológica com uma lente ecológica a partir da juventude. Com um projeto do humano integral, busca-se superar o sistema de percepção viciado pelo olhar que tende a ver o real de modo superficial e utilitarista. Nesse sentido, o jovem nos ajuda a ver que a vida não é objeto de consumo, mas contém verdade e beleza própria que é necessário descobrir.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58317
       
  • O compromisso ecológico do movimento ecumênico no Brasil

    • Authors: Elias Wolff
      Pages: 52 - 70
      Abstract: A gravidade das questões ambientais na atualidade interpela todos os povos, com suas culturas e suas crenças, para um novo estilo de vida e de relação com a natureza, comprometendo-se com o cuidado da Casa Comum. As igrejas e as religiões são convocadas à realização de projetos ecológicos comuns. O objetivo deste estudo é verificar como o diálogo ecumênico no Brasil assume a pauta ecológica local, integrando diferentes comunidades religiosas em iniciativas que defendem e promovem a vida de toda a criação. Na perspectiva cristã, a sensibilidade ecumênica para com as questões ambientais fortalece entre as igrejas a possibilidade de rever e dialogar sobre doutrinas, espiritualidades, missão. Assim, ecologia e ecumenismo vinculam-se intrinsecamente, concorrendo para afirmar o Evangelho da “vida em abundância” (Jo 10,10) para todas as criaturas do planeta Terra.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58552
       
  • A diversidade religiosa na Fratelli tutti

    • Authors: André Luiz Rossi, Paulo Sérgio Lopes Gonçalves Gonçalves
      Pages: 71 - 88
      Abstract: A carta encíclica Fratelli tutti do Papa Francisco foi recebida com grande apreço por todo o mundo. Estudada e lida nos mais diversos ambientes fora da Igreja, essa carta contribui para as questões sociais e demonstra recepção e impulso à diversidade. Além disso, Francisco estabelece o diálogo e o respeito à diversidade como pressupostos para uma amizade social verdadeira que seja capaz de gerar a fraternidade e a paz. Assim sendo, o objetivo deste artigo é demonstrar que Francisco respeita a diversidade religiosa e reconhece o valor das diversas religiões dentro do debate público e as potencializa aos processos de busca pela paz. A metodologia proposta é analisar a carta encíclica à luz das ciências da religião, buscando ressaltar os pressupostos que validam essa diversidade. Portanto, o resultado que esperamos é de demonstrar a coerência de Francisco, que elabora um relevante documento da doutrina social da Igreja e que, mesmo mantendo continuidade com seus antecessores, foi capaz de avançar na conscientização da importância para a religião católica em se abrir para o diálogo fraterno e para o reconhecimento do valor das outras religiões.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58302
       
  • Conversão pastoral para uma transformação missionária ad gentes nos
           documentos de Santo Domingo, Aparecida e Evangelii Gaudium

    • Authors: Nadi Maria de Almeida
      Pages: 89 - 100
      Abstract: Este artigo traz uma análise e reflexões sobre conversão pastoral para uma transformação missionária na Igreja, no sentido ad intra e ad extra, a partir dos documentos de Santo Domingo, de Aparecida e da Evangelii Gaudium. Considera a partir dos três documentos o paradigma da conversão pastoral como conversão missionária da Igreja para maior relevância e credibilidade de sua atuação no mundo contemporâneo. Busca definir o conceito e aponta a conversão como transformação missionária da Igreja segundo a Evangelii Gaudium, e fundamenta a conversão pastoral na missão ad gentes. Salienta a necessidade e urgência da metanoia pastoral e missionária da Igreja, em nível estrutural, da mentalidade e das atitudes.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.57855
       
  • Igreja e humanismo integral

    • Authors: Tiago de Fraga Gomes, Antonio Luiz Catelan Ferreira
      Pages: 111 - 126
      Abstract: A presente pesquisa tem como referencial teórico primário a Encíclica Caritas in Veritate do Papa Bento XVI, na qual Jesus Cristo é a chave de leitura para um humanismo integral que visa o bem de cada pessoa humana e de toda a humanidade, na caridade e na verdade. O amor na verdade – caritas in veritate – é um desafio sempre atual para a Igreja, enquanto perita em humanidade, e para a teologia, enquanto intellectus fidei que reflete sobre o bem da pessoa humana em sua totalidade, à luz da fé e dos valores cristãos. Como objetivo geral, busca-se refletir sobre a Igreja frente a tarefa de colocar-se a serviço de um humanismo que contemple a integralidade da vocação humana. Especificamente, pretende-se trabalhar um humanismo sob três perspectivas: Perspectiva teológica: a verdade mais profunda do ser humano está em Deus que é amor; Perspectiva antropológica e ética: o amor a Deus edifica a pessoa humana e leva necessariamente à prática do amor ao próximo; Perspectiva social: o amor autêntico ao ser humano todo e a todo ser humano, visa o bem comum e a promoção de um desenvolvimento social integral. O método de abordagem utilizado é o teórico-bibliográfico.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58571
       
  • Ensino religioso: conhecer a historicidade para valorizar e construir
           caminhos mais inclusivos

    • Authors: Joana dArc Araujo Silva, Claudete Beise Ulrich
      Pages: 127 - 145
      Abstract: O presente artigo apresenta uma investigação acerca do papel que a identidade dos indivíduos representa na construção e manutenção do fenômeno social do racismo com foco na importância do processo educacional na concretização deste diálogo, considerando os ideais religiosos que direcionaram na educação durante séculos e, mesmo contemporaneamente, continuam a apresentar alguns efeitos. Para tanto, o método adotado é o de revisão bibliográfica qualitativa e a estrutura dispõe na primeira seção os vínculos entre processo educacional e formação da identidade, enquanto na segunda seção encontra-se uma análise desta dinâmica frente ao desenvolvimento da educação religiosa brasileira.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58743
       
  • A política teológica dos evangélicos

    • Authors: Alonso Gonçalves
      Pages: 146 - 169
      Abstract: O artigo tem como principal objetivo tratar de três obras que procuraram refletir o atual contexto político-social brasileiro. Os textos aqui analisados, é fruto de uma percepção de que a polarização inviabiliza o debate razoável na esfera pública. Dessa forma, os autores intentaram elaborar um projeto político que antecedesse ao ativismo político, que, de maneira recorrente, é descaracterizado do aparato teórico-prático refletido. Depois de uma abordagem detida no conteúdo de cada texto, o artigo propõe um exercício crítico dos projetos elencados, apontando algumas lacunas e possibilidades.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58053
       
  • Os sem religião no Brasil

    • Authors: Anderson Nunes de Carvalho Vieira
      Pages: 170 - 192
      Abstract: No Brasil, de acordo com o levantamento do Censo Demográfico realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas que estão se declarando sem religião tem aumentado substancialmente desde 1940. Os números saltaram de meros 0,2% para mais de 8% da população pesquisada em um período de 70 anos. Assim, esta pesquisa se debruçou a estudar este cenário religioso descrevendo a evolução deste crescimento e consequentemente o aumento da quantidade de pessoas que se declaram sem religião no Brasil. O objetivo geral perseguido foi demonstrar que existe um crescimento significativo do grupo denominado “sem religião” no Brasil e que crescimento tende a aumentar ainda mais até 2050. A abordagem metodológica empregada foi a mista, ou seja, num primeiro momento utilizou-se o emprego de uma abordagem quantitativa – para esboçar o cenário atual e futuro dos segmentos religiosos – e posteriormente a análise qualitativa para identificar as possíveis causas que tem levado ao crescimento dos sem religião. Concluiu-se que o número dos sem religião no Brasil está em acessão e com grande potencial de crescimento futuro fomentado principalmente pelo trânsito de fiéis entre as religiões, o que tem levado ao desigrejismo e a indiferença religiosa, contribuindo, assim, para a expansão dos irreligiosos no país.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58554
       
  • O avanço do fundamentalismo católico nas redes sociais no Brasil

    • Authors: Ney de Souza, Marcelo Lanfranchi
      Pages: 193 - 213
      Abstract: A polarização política nos últimos anos, com ondas de populismo à direita e à esquerda e o consequente debate ideológico vem alcançando milhões de pessoas em redes sociais como YouTube, Facebook, Instagram e Twitter. O crescimento e grande alcance dessas redes sociais tem servido como uma ferramenta muito poderosa para grupos católicos conservadores como os Arautos do Evangelho, Centro Cultural Monfort, Instituto Plínio Corrêa de Oliveira e Centro Dom Bosco. Esses grupos têm em comum o discurso contra a Teologia da Libertação, o avanço do comunismo ou o que por eles é chamado de “ideologia de gênero”. Assumem também posições religiosas anteriores ao Concílio Vaticano II e são ferozes críticos do papado de Francisco.
      Pretende-se com este trabalho analisar a influência desses grupos nas comunidades católicas do Brasil tendo como foco o discurso religioso, moral e político.
      Este estudo se baseia na leitura de materiais dos sites das instituições acima citadas, bem como em suas redes sociais, principalmente no YouTube.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58407
       
  • Sofrimento e cuidado: o olhar de João Paulo II para a pessoa idosa

    • Authors: Elaine Pinheiro Neves de Macedo
      Pages: 214 - 227
      Abstract: Na história de cada pessoa, em cada etapa de sua vida, inevitavelmente o sofrimento atravessará o seu viver e percorrerá seus caminhos. O envelhecimento é marcado por uma série de transformações, especialmente frente a tantas situações estressoras internas e externas como, por exemplo, o declínio da saúde, o abandono, por vezes, pelos familiares e a inutilidade que lhe é posta pela sociedade. Desse modo, o objetivo do estudo é discorrer sobre o sofrimento da pessoa idosa à luz da passagem bíblica do Bom Samaritano e do ensino de João Paulo II, como paradigma do cuidado. O estudo envolveu revisão bibliográfica com breve análise das Escrituras, do Ensinamento do Magistério, e dos Documentos: Carta Apostólica Salvifici doloris e a Carta aos Anciãos. Foi possível observar quão relevantes são a fé e a espiritualidade personalizada na vida da pessoa idosa, não somente no sentido objetivo, mas em sua realidade vivida. Afinal elas influenciam no comportamento, iluminam a mente, colaboram no processo de resiliência e equilibram o caminho por meio do sofrimento, da doença e da preparação para a morte. Ao final do estudo, foi possível concluir que, os indivíduos que estão na fase de decrepitude da vida necessitam de cuidados humanizados e profissionais para o enfrentamento deste processo com tranquilidade.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.56460
       
  • Figura e carnavalização na proclamação do evangelho

    • Authors: Francisco Benedito Leite
      Pages: 228 - 252
      Abstract: O presente artigo, em primeiro lugar, propõe que a Filosofia das formas simbólicas de Cassirer seja tomada como teoria que oferece plausibilidade ao Discurso Religioso. Em seguida, propõe que os conceitos: “figura”, de Auerbach; e “carnavalização”, de Bakhtin, sejam tomados como conceitos úteis para análise do Evangelho conforme Marcos (4.35-41). A descrição dos referidos conceitos e a análise do texto escolhido expõem o modo como se concebem as categorias tempo e espaço no Discurso Religioso, a qual é aparentada ao mito.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.57438
       
  • A Sacralização da língua em Giorgio Agamben

    • Authors: Giovanni Felipe Catenaci
      Pages: 253 - 272
      Abstract: Este artigo tem por objetivo situar o conceito de infância que fundamenta a teoria da linguagem em Giorgio Agamben, não obstante identificar seus processos de sacralização. Para isso se dividirá em duas grandes partes principais. Respectivamente, em um primeiro momento, iremos em busca de situar o conceito de infância, trazendo a baila de nosso debate as noções de experiência e Voz. A saber, é com elas, que o autor situa sua teoria crítica acerca da biopolítica. Na sequência, passaremos então à dinâmica de sacralização da linguagem – realizada através do juramento -, e a conseguinte sacralização da vida. Ao fim, esperamos conseguir sustentar a impossibilidade de nos evadirmos por completo das ingerências religiosas sobre cultura humana, uma vez elas operariam em níveis bastante profundos, tal como é o caso da ontologia.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58796
       
  • «Irmãos» nas Bíblias Hebraica e Septuaginta

    • Authors: Romeu Leite Izidório
      Pages: 273 - 286
      Abstract: A bíblia hebraica apresenta uma grande polissemia quando se trata de palavras que recebem maior destaque. Este é o caso do vocábulo «irmão», que aparece em primeiro lugar na sua acepção de «filho do mesmo pai e/ou da mesma mãe», também pode conter as realidades dos que «são parentes próximos, companheiros, amigos, da mesma raça ou nação e até como sinal de respeito e cordialidade devida àqueles a quem é devido respeito». Quanto à palavra «irmã», ainda que tenha um espectro mais reduzido, também vai além da conotação estrita. A bíblia grega, chamada dos LXX, mostra a diversidade de compreensão ao tentar elucidar alguns textos onde «irmão» poderia ser mal-entendido. Em todo caso, «irmão» tem a ver com «fraternidade, irmandade», seja através de laços sanguíneos ou não. O que se percebe claramente é, em nenhum dos textos estudados, o vocábulo «irmão», na bíblia hebraica, tem uma acepção que não seja clara, ou seja, ele não foi utilizado por falta de outro mais apropriado, e sim porque seu espectro linguístico comporta aquelas acepções.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.57900
       
  • Uma breve análise exegética de Nm 10,29-32

    • Authors: Leonardo Agostini Fernandes, Luiz Henrique Lucas Barbosa
      Pages: 287 - 306
      Abstract: O Livro de Números parece não receber a mesma atenção que os demais livros da Torá. Existem bons comentários, mas poucos artigos. Nesse sentido, um estudo sobre Nm 10,29-32 pode trazer alguma contribuição, em particular sobre o tema da súplica com promessa de recompensa que não é estranho ao livro. No texto em foco, encontra-se o diálogo entre Moisés e Hobab, na iminência da partida do Sinai rumo a Canaã. Moisés pede que Hobab sirva de guia na travessia pelo deserto. O vínculo, a denominação do sogro de Moisés e a utilidade a ele atribuída são questões relevantes e trabalhadas na análise, indagando ainda sobre a presença divina como guia pelo deserto através da Arca da Aliança e da Nuvem. Se YHWH já é o guia, por que a súplica para que um membro do clã de Raguel dos madianitas lhes direcione pelas rotas do deserto' Este artigo, adotando abordagens diacrônicas e sincrônicas, subdivide-se em tradução segmentada e notas de crítica textual, delimitação, estrutura e gênero literário, seguido de um comentário às seções adotadas. Nm 10,29-32 atesta que perícia humana não anula a condução divina, mas a integra.
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.58815
       
  • A “cura” da casa comum:

    • Authors: Luis Gabriel Provinciatto
      Pages: 312 - 319
      PubDate: 2022-10-01
      DOI: 10.23925/rct.i102.57503
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.210.85.190
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-