A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  First | 1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> SOCIAL SERVICES AND WELFARE (Total: 224 journals)
Showing 201 - 135 of 135 Journals sorted alphabetically
Sociedade e Estado     Open Access   (Followers: 2)
Society and Mental Health     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Soziale Passagen     Hybrid Journal  
Tempo Social     Open Access  
The Milbank Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 21)
Third Sector Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Third World Planning Review     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Tidsskrift for omsorgsforskning     Open Access  
Tidsskrift for velferdsforskning     Open Access  
Tidsskriftet Norges Barnevern     Full-text available via subscription  
Trabajo Social Global - Global Social Work     Open Access  
unsere jugend     Full-text available via subscription  
Violence and Victims     Hybrid Journal   (Followers: 81)
Voces desde el Trabajo Social     Open Access  
Volunteer Management Report     Full-text available via subscription  
Youth Studies Australia     Full-text available via subscription   (Followers: 3)

  First | 1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Journal Cover
Revista Serviço Social em Perspectiva
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2527-1849
Published by Universidade Estadual de Montes Claros Homepage  [11 journals]
  • O DESAFIO DO USO DAS TICS NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZADO

    • Authors: Sueli do Nascimento
      Pages: 4 - 19
      Abstract: O objetivo deste trabalho é trazer uma reflexão sobre o desafio do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) no processo de ensino-aprendizado na formação em Serviço Social. Realizamos como procedimentos metodológicos o levantamento bibliográfico e documental, assim como a metodologia denominada de autobiografia ou autonarrativa, quando a partir de nossas experiências, empreendemos a construção do conhecimento e agregamos referências que nos possibilitassem pensar. Obtivemos como resultado a inserção de algumas ferramentas tecnológicas articuladas às metodologias ativas para o favorecimento do aprendizado correlacionando com a contradição que a realidade social impõe.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • PSICÓLOGAS E ASSISTENTES SOCIAIS NA POLÍTICA NACIONAL DE
           ASSISTÊNCIA SOCIAL

    • Authors: Diego Tabosa da Silva, Nilson de Jesus Oliveira Leite Junior
      Pages: 20 - 31
      Abstract: Este trabalho objetivou problematizar a importância de profissionais de
      Psicologia e Serviço Social, no âmbito da Política de Assistência Social, para uma melhor prestação de serviços à população. Trata-se de um estudo qualitativo, do tipo revisão bibliográfica e análise documental. Os resultados apontam que Psicologia e Serviço Social possuem pontos em comum que as unem, como os princípios e valores de seus respectivos Códigos de Ética. Contudo, quando se fala no trabalho coletivo entre essas profissões, muitas ainda são as tensões e conflitos existentes na práxis cotidiana. Portanto, é necessário desfazer nós e reforçar laços para potencializar o trabalho da Política de Assistência Social no enfrentamento às múltiplas expressões da questão social, por vias interdisciplinares.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O TRABALHO COMO ELEMENTO FUNDANTE DO SER SOCIAL E A POSSÍVEL ALIENAÇÃO
           PROPOSTA NA IDEIA DE QUE O TRABALHO DIGNIFICA O HOMEM EM OBSERVÂNCIA À
           CENTRALIDADE PROPOSTA PELO CAPITALISMO

    • Authors: Vik de Souza Chaves
      Pages: 32 - 45
      Abstract: Esta pesquisa possui como finalidade o desenvolvimento do estudo do trabalho como elemento fundante do ser social e a alienação proposta na ideia de que o trabalho dignifica o homem em observância à centralidade proposta pelo capitalismo. A problemática suscitada pautou-se na (im)possibilidade deste em promover a dignidade humana assim como na expressão “o trabalho dignifica o homem”. A execução deste estudo foi realizada mediante uma pesquisa bibliográfica exploratória. Para tanto, utilizou-se fontes bibliográficas ao deslinde da pesquisa. Por fim, concluiu-se que o trabalho poderia sim dignificar de forma plena quando o seu esforço amparasse as essencialidades da vida humana, o que não ocorre no atual cenário proposto pelo sistema capitalista.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • AVALIAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL NOS PROCESSOS DE TRABALHO NO
           CREAS

    • Authors: Thiago Agenor dos Santos de Lima
      Pages: 46 - 60
      Abstract: O trabalho versa nas discussões teóricas da área de conhecimento do serviço
      social a respeito da temática Avaliação em Serviço Social, através de um levantamento
      bibliográfico e documental. Chega-se como resultado da pesquisa, que ao tratar a temática no
      âmbito do trabalho profissional, existem uma forma às avessas daquilo que existem na
      produção acadêmica sobre a temática.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • EXERCÍCIO PROFISSIONAL E SERVIÇO SOCIAL

    • Authors: Celeste Anunciata Baptista Dias Moreira, Renata Gomes da Costa, Marta Cláudia da Silva de Oliveira, Rebeca Roberto Morais Santos
      Pages: 61 - 72
      Abstract: A Extensão Universitária, através de sua regulamentação, expandiu-se, vem alcançando novos espaços de visibilidade na relação com a sociedade. A construção de ações extensionistas voltadas para a capacitação profissional é uma estratégia que visa contribuir para qualificar profissionais em matéria de Serviço Social na perspectiva crítica, por meio da ampliação de conhecimento sobre temas relativos ao exercício profissional, à supervisão de estágio e, com isso, ampliar espaços de educação continuada de profissionais – ação prevista no Código de Ética da profissão. O fortalecimento do Serviço Social na contemporaneidade exige investimento permanente em ações que favoreçam a valorização do projeto profissional coletivamente criado, com base nas referências normativas defendidas pela categoria.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O AVANÇO DO NEOLIBERALISMO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA

    • Authors: Leonardo Patrício de Barros, María Fernanda Escurra
      Pages: 73 - 84
      Abstract: O presente trabalho aborda o avanço da lógica neoliberal no Brasil a partir dos anos 1990 e seu espraiamento na educação superior no país, tendo como estratégia de contenção de gastos a modalidade de ensino a distância/EaD. A partir da implementação das
      políticas neoliberais, o avanço do setor privado na educação superior é expressivamente maior que a expansão do ensino superior público. Nesse contexto, o objetivo é mostrar que o ensino a distância, no que tange ao Serviço Social pode significar um ataque ao posicionamento progressista da categoria em relação à formação dos profissionais com base na teoria social crítica de Marx.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O TRABALHO DE ASSISTENTES SOCIAIS MINEIRAS/OS DURANTE A PANDEMIA E OS
           DESAFIOS PARA A SUPERVISÃO DE ESTÁGIO

    • Authors: Claudio H.Miranda Horst, Flávia Gonçalves Canesqui, Luciana Mourão, Fernanda Calhau
      Pages: 85 - 99
      Abstract: O presente artigo visa aprofundar a discussão sobre a supervisão de estágio no trabalho de assistentes sociais mineiras/os durante a pandemia. É fruto da pesquisa realizada pelo CRESS-MG, sobre o trabalho das/os assistentes sociais na pandemia. Trata-se de uma pesquisa de campo, com ênfase quali-quantitativa, realizada a partir de questionário. Uma das conclusões – no que tange a discussão sobre a supervisão de estágio – demonstra a tendência à precarização do trabalho profissional na pandemia e logo, maiores desafios para realização da supervisão de estágio na direção do projeto ético-político, ainda que, conforme demonstram os dados, as profissionais que participaram da pesquisa não eram supervisoras e/ou deixaram de supervisionar durante a pandemia. No que tange à particularidade das profissionais que mantiveram a supervisão, essa foi realizada majoritariamente no formato presencial.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • AUTONOMIA E SOFRIMENTO ÉTICO-POLÍTICO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA/O
           ASSISTENTE SOCIAL

    • Authors: Leni Maria Pereira Silva, Luciney Sebastião da Silva
      Pages: 100 - 112
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo problematizar acerca da autonomia da/o assistente social. A autonomia apreendida como componente do exercício profissional nos diversos espaços sócio-ocupacionais, especialmente, quando se analisa sua relação com as determinações institucionais e a condição de assalariado da/o assistente social em que a hierarquização das relações se manifestam no cotidiano como processos limitantes da autonomia das/os assistentes sociais. Desse modo, inquere-se se as requisições institucionais tendem a limitar autonomia profissional promovendo uma perda da liberdade na intervenção e deflagrando um processo de sofrimento ético-político. Para essa investigação, opta-se por uma pesquisa analítica de caráter bibliográfico de modo a afirmar ou negar o pressuposto de que a intervenção institucional tende a promover um sofrimento ético-político quando condiciona e torna o assistente social reativo às determinações. Considera-se que é no processo de trabalho que se localiza a autonomia, no entanto a condição posta pelo assalariamento deve ser apreendida como meio/processo de construção de mediações e afirmações ético-políticas junto às instituições que avistam no Serviço Social uma prática descontextualizada do momento presente da profissão, ou seja, ainda esperam uma atuação meramente pontual e tarefista.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • ABORDAGENS SOBRE FAMÍLIAS PARA A AUTAÇÃO DO ASSISTENTE
           SOCIAL

    • Authors: Leni Maria Pereira Silva, Leonardo David Rosa Reis
      Pages: 113 - 126
      Abstract: O presente artigo traz análises acerca das abordagens sobre famílias. A família entra para agenda de estudos a partir do século XX, especialmente a partir da concepção idealista de família e sob um modelo pluralista de intervençaõ estatal. A construção do conceito de familismo é tratado numa perspectiva de responsabilização das famílias acreca do provimento e do cuidado dos seus. Trata-se de um estudo qualitativo que se apropira da pesquisa bibliográfica para analisar as abordagens realizadas acerca das famílias de modo a contribuir no processo de apreensão das/os assistentes sociais no âmbito da autação profissional. Considera-se que outra forma de apreensão e interevenção junto à famílias é possivel para o assistente social a partir do seu aporte teórico-metodológico.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A POTÊNCIA DO MÉTODO MARXIANO PARA A EVOLUÇÃO CRÍTICA DO SERVIÇO
           SOCIAL BRASILEIRO

    • Authors: Bruna Figueiredo Oliveira
      Pages: 127 - 144
      Abstract: Este estudo tem como objetivo refletir sobre o processo histórico e dialético da evolução crítica do Serviço Social brasileiro, evolução essa, oriunda da apropriação dos aportes teóricos e científicos da teoria social elaborada por Marx. A metodologia utilizada foi à pesquisa bibliográfica, com destaque para Netto (2018); Iamamoto (2013); Simionato (2018). Apesar dos limites deste trabalho foi possível chegar à seguinte conclusão: Não é correto afirmar que Serviço Social é uma profissão marxista, mas que no decorrer do seu desenvolvimento histórico pode se apropriar do pensamento conservador, liberal burguês, positivista, cristão ou crítico revolucionário. Contudo, somente a partir da sua aproximação com o método e a tradição marxista é que foi possível visualizar o desenvolvimento teórico-científico e ideo-político da profissão, assim como as ações interventivas no cotidiano profissional. Entendendo que não há mudanças de paradigmas sem que haja mudança intelectual.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O SERVIÇO SOCIAL NA EXTENSÃO RURAL

    • Authors: Maria Flávia Andrade Araújo Lisboa
      Pages: 145 - 157
      Abstract: Constitui-se objeto deste estudo a reflexão sobre o serviço social na extensão rural brasileira associado ao trajeto desta política e os rebatimentos decorrentes da crise na cena da contrarreforma para o processo de formação profissional e para categoria profissional no âmbito da política de extensão rural. É aferido que após a implementação do novo desenho da extensão rural foram mantidos os velhos padrões sob a lógica da acumulação capitalista. A metodologia foi utilizada revisão de literatura e priorizou-se produções a partir do método do materialismo-histórico-dialético que discutem formação profissional, mercado de trabalho, extensão rural, questão fundiária e o contexto de contrarreforma.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • APONTAMENTOS SOBRE O SERVIÇO SOCIAL NO CONSULTÓRIO NA RUA

    • Authors: Raimara Gonçalves Pereira, Rita de Cássia Ferraz Oliveira, Pollyana Rodrigues Gomes
      Pages: 158 - 171
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • SERVIÇO SOCIAL E POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL NA ATUALIDADE

    • Authors: Thainara Soares Veloso
      Pages: 172 - 184
      Abstract: O presente trabalho tem por objetivo elucidar discussões que perpassam a inserção e trabalho do/ a assistente social na saúde mental e principais debates que permeiam o cotidiano profissional, assim, este estudo busca promover análises fundamentadas em recortes históricos extremamente importantes para o Serviço Social e igualmente para o movimento de reforma psiquiátrica. Durante o percurso de escrita do presente trabalho serão realizadas breves discussões que contemplam o debate acerca da política de drogas e a aproximação dos/as assistentes sociais com tal temática objetivando fomentar análises sobre o trabalho do/a assistente social na política de saúde mental e reafirmar as diretrizes da reforma psiquiátrica, cujo posicionamento é o cuidado ampliado em saúde.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • TRABALHO INFANTIL E A UNIVERSIDADE EM QUESTÃO

    • Authors: Rosangela Oliveira Gonzaga de Almeida
      Pages: 185 - 196
      Abstract: Respondo ao longo do trabalho a seguinte pergunta: Como o III Plano Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador incorpora a participação da Universidade diante dos resultados do Diagnóstico do Trabalho Infantil no Brasil cujos dados levantados compõem o referido plano' O tema do presente artigo versa, sobre a busca no plano que é objeto da minha pesquisa, das possibilidades de inserção da Universidade utilizando-se da perspectiva da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Me propus a identificar a previsão da participação da Universidade no plano para na sequência pensar uma participação ousada e transformadora.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL COM AS POLÍTICAS DE CRIANÇA E
           ADOLESCENTES

    • Authors: Gabriela Alves Gomes, Camila Botelho Gusmão, Laíza Baptista de Carvalho
      Pages: 197 - 215
      Abstract: O presente artigo é de natureza qualitativa, baseando-se em pressupostos metodológicos de pesquisa bibliográfica em referência ao tema. Nesse sentido, objetivou-se elaborar um panorama acerca dos principais desafios e potencialidades enfrentados na contemporaneidade brasileira pelo profissional de Serviço Social no âmbito das políticas públicas voltadas às crianças e adolescentes. Para tanto, realizou-se uma análise das principais dificuldades observadas no decorrer da história até os dias atuais no que se refere à elaboração, efetivação e eficácia de políticas públicas destinadas às crianças e adolescentes no Brasil.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • ARTICULAÇÕES ECONÔMICAS, POLÍTICAS E IDEOLÓGICAS DO NEOLIBERALISMO E
           AS POLÍTICAS SOCIAIS

    • Authors: Calvin Batista Campos, Geraldo Antônio dos Reis
      Pages: 216 - 231
      Abstract: O presente artigo é resultado de um estudo exploratório sobre a caracterização do neoliberalismo em relação às políticas sociais. O objetivo da investigação consiste em compreender as articulações econômicas, políticas e ideológicas do neoliberalismo. Foram consultadas obras dos campos do serviço social, filosofia, psicologia e ciências sociais. Os resultados da pesquisa indicam que o neoliberalismo produz uma nova forma de governamentalidade das subjetividades.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • IMPACTOS DO NEOLIBERALISMO NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO

    • Authors: Eduardo Henrique Moraes Santos, Alan Farley Prates Oliveira
      Pages: 232 - 243
      Abstract: O presente estudo apresenta as imposições neoliberais no âmbito do ensino superior, traduzindo um cenário de crise, diante das mazelas do sistema capitalista. A conjuntura dos governos democráticos de direito e o desenvolvimento dado a política de ensino superior caracterizam essa continuidade com os ideais neoliberais que não foi interrompida nem durante os governos petistas, contrário a isso foi reforçado a atuação junto as parcerias públicas privadas alavancando assim o acesso ao ensino superior, com maior ênfase o ensino privado. O trabalho realizado por meio de consultas bibliográficas e documentais permitiu a análise de um estudo inicial sobre o cenário social, político e econômico de uma zona neoliberal que a educação superior foi inserida no país.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A GESTÃO DO TRABALHO NO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

    • Authors: Eduardo Henrique Moraes Santos, Alan Farley Prates Oliveira, Thiago Agenor dos Santos de Lima
      Pages: 244 - 257
      Abstract: O estudo visa desenvolver reflexões sobre a gestão do trabalho a partir do levantamento bibliográfico e documental, sobretudo nos dados do Censo SUAS. Ao enfatizar a gestão do trabalho, defende-se a profissionalização do trabalho para os serviços no âmbito da política de assistência social, reconhecendo para tanto as diretrizes e princípios dispostos na NOB/RH/2006. Como resultados parciais dessa pesquisa, tem-se a necessidade de materializar no âmbito dos entes federativos uma política de cargos, carreiras e salários, bem como o plano de educação permanente, ações essas tão caras em momento de desfinanciamento do SUAS e consequentemente expropriação dos direitos.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A FORMAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO

    • Authors: Maria Isabel Gonçalves Bezerra
      Pages: 258 - 269
      Abstract: O presente artigo versa sobre a constituição do Estado Nacional no Brasil, articulando a concepção marxista do Estado e sua relação com o capitalismo à perspectiva acerca do sentido da colonização brasileira no desenvolvimento do capitalismo mundial. Para isso é realizada revisão bibliográfica a partir de autores que versem sobre o tema, especialmente Caio Prado Jr (1961). Justifica-se na constante necessidade de aprofundar os conhecimentos acerca da realidade brasileira visando contribuir com a produção científica sobre o tema, especialmente em uma conjuntura de acirramento das lutas de classes é fundamental que se construam análises assertivas dentro do pensamento crítico que subsidiem intervenções prático-políticas de qualidade. A partir dos estudos identifica-se que o país se estabelece sob o caráter de subordinação do Estado e de sua economia, sentido impresso pela colonização enquanto empresa colonizadora intimamente ligada à expansão capitalista. Nota-se que da síntese do período colonial – a independência – até a primeira metade do século XX, espaço temporal correspondente à análise do sentido da colonização, o país não supera seu estatuto colonial e não alça status de soberania nacional, devido às suas determinantes estruturais de inserção no capitalismo mundial que perpetuam a dominação conteúdo da empresa colonial em suas quatro dimensões principais: o caráter empresarial, a racionalidade para o lucro, a economia voltada ao mercado externo e as péssimas condições para o trabalho.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O PAPEL DO ESTADO E AS POLÍTICAS SOCIAIS NA ERA DO CAPITALISMO
           FINANCEIRO

    • Authors: Amanda Nascimento Lougon dos Santos, Darana Carvalho de Azevedo, Juan Felipe Alves de Oliveira, Valter Martins
      Pages: 270 - 282
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo principal problematizar o papel do Estado e a arquitetura das políticas sociais brasileiras no contexto de aprofundamento da crise do capital financeirizado. Apoiado no referencial teórico gramsciano, abordamos o Estado em sua relação com a sociedade civil, com a intenção de situar as políticas sociais em um quadro social e politicamente crítico. O trabalho busca recuperar o percurso da intervenção estatal no Brasil na regulação do conflito de classes, problematizando os significados dessas ações na formação da cidadania no país. Com base nesse aporte teórico e nessa retrospectiva dos significados dos direitos sociais, buscamos problematizar os impactos das estratégias do capital para superar sua crise orgânica, apontando para impactos deletérios para a população usuária das políticas sociais.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL FRENTE AS DESIGUALDADES
           SOCIOEDUCACIONAIS

    • Authors: Michely Gonçalves Mota de Souza, Viviane Bernadeth Gandra Brandão
      Pages: 283 - 293
      Abstract: A temática desta pesquisa centra-se em analisar a Política de Assistência Estudantil no ensino superior em suas contribuições para a diminuição das desigualdades socioeducacionais de seus estudantes. A Assistência Estudantil consiste numa política pública do direito voltada para a permanência do estudante em vulnerabilidade social na universidade. Nesse sentido esta pesquisa problematiza a seguinte questão: como se configura a política de assistência estudantil no ensino superior frente as desigualdades socioeducacionais na vida dos estudantes atendidos' Trata-se de uma revisão bibliográfica cujos resultados indicaram que a importância da Política de Assistência Estudantil para a inserção e permanência dos/as estudantes em vulnerabilidade social no ensino superior, bem como na oferta da possibilidade de enfrentamento das desigualdades sociais.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • CRISE DE HEGEMONIA E A NATUREZA DO GOVERNO BOLSONARO

    • Authors: Rômulo Júnior Cardoso Oliveira, Ana Eliza Ferreira da Silva, Wesley Helker Felício Silva
      Pages: 294 - 308
      Abstract: Este trabalho possui como objetivo analisar a natureza do governo Bolsonaro e a sua ascensão ao poder. Desta forma, a partir do método crítico dialético, foi realizado pesquisa documental e bibliográfica, elencando categorias analíticas que revelam a natureza e as contradições desse fenômeno. Assim sendo, na medida em que a crise econômica abriu caminho para o golpe parlamentar no governo da presidente Dilma Rousseff (2016); fortaleceu os movimentos e partidos de direita, bem como a ascensão do conservadorismo, culminando na eleição do governo Bolsonaro e sua agenda ultraneoliberal.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • CONTRIBUIÇÕES PARA O DEBATE SOBRE A ASCENÇÃO DO BOLSONARISMO E
           ALTERNATIVAS PARA A CLASSE TRABALHADORA

    • Authors: Ricardo Silvestre da Silva
      Pages: 309 - 323
      Abstract: presente texto tem o objetivo de realizar breves considerações sobre o processo de emergência do bolsonarismo, tendo o quadro da redemocratização na década de 1980, como contexto histórico mais geral, que fez emergir governos liberais, sociais democratas e a experiência do ciclo petista enquanto expressões do desenvolvimento político, mantendo durante todo este período a presença de um pensamento conservador e ao mesmo tempo aglutinando forças progressistas articuladas aos movimentos sociais populares e dos trabalhadores. Nesta direção, procura lançar luzes sobre o significado do “golpe” em 2016, fazendo emergir um projeto política eleitoral orientado por um ultra conservadorismo, enquanto um processo que em alguma medida se articula com uma estratégia política conciliatória de uma esquerda institucional e estratégias para a classe trabalhadora.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO NO BRASIL EM TEMPOS DA PANDEMIA DE
           COVID-19

    • Authors: Nayla Cristiana Beraldo Gonçalves
      Pages: 324 - 337
      Abstract: O presente trabalho expõe um debate crítico acerca da precarização do mundo do trabalho no cenário da pandemia de Covid-19, enquanto inferência da crise estrutural do capital. O seu objetivo concentra-se na socialização de aspectos elementares da temática proposta, principalmente no que envolve os impactos para as condições e relações de trabalho. A metodologia utilizada compreende uma pesquisa teórico-bibliográfica de publicações que abordam analiticamente os assuntos problematizados. As análises feitas indicam que o cenário pandêmico no Brasil intensificou os efeitos contemporâneos da incontrolabilidade capitalista para a classe trabalhadora e reforçou a combinação de traços sócio-históricos do país na manutenção dos eixos estruturantes do capitalismo periférico.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O CONTEXTO POLÍTICO BRASILEIRO ATUAL E A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS
           SOBRE MOVIMENTO ESTUDANTIL DE SERVIÇO SOCIAL

    • Authors: Lucila de Souza Zaneli
      Pages: 338 - 353
      Abstract: Esta síntese versa sobre o contexto político brasileiro contemporâneo marcado por uma ofensiva profundamente regressiva e indica contradições que perpassam a produção de conhecimentos científicos que tematizam a ação política do Movimento Estudantil de Serviço Social. Na perspectiva da práxis política, com base em Lenin, o que sublinhamos em linhas gerais é que o campo da ação revolucionária de trabalhadores e trabalhadoras demanda também uma teoria revolucionária, sugerindo o investimento cada vez mais consolidado sobre o tema da organização estudantil, tendo em vista os precedentes históricos favoráveis na história da renovação do Serviço Social brasileiro, mas também os desafios que ameaçam a direção crítica que a profissão tem lutado para preservar.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • CAMINHOS DE LUTAS E CORES

    • Authors: Euler Antônio Campos
      Pages: 354 - 366
      Abstract: Neste artigo busca-se apresentar elementos da história do movimento LGBT no Brasil e a apropriação do Serviço Social sobre a temática, apresentando reflexos desta relação. Para tanto, esforçamos em apresentar importantes documentos produzidos pelo conjunto da categoria, em especial aqueles consolidados pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), considerando-os elementos fundamentais que materializam a direção profissional alinhada à questão da diversidade sexual e de gênero. Como resultado, refletimos sobre os consideráveis avanços da categoria em relação a apropriação da temática e da defesa da livre orientação sexual e identidade de gênero enquanto imprescindível para emancipação humana.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • APREENSÕES DA QUESTÃO SOCIAL NO BRASIL E AS RELAÇÕES
           RACIAIS

    • Authors: Gustavo Gonçalves Fagundes
      Pages: 367 - 378
      Abstract: O artigo expõe os entrelaçamentos da questão social e das relações raciais no Brasil, aponta as conexões já apresentadas nas obras clássicas da profissão e as atualizações desenvolvidas ao longo dos anos. Aborda a superexploração como traço estrutural da formação social brasileira em particular e do capitalismo dependente em geral, sendo ressaltada sua íntima relação com a questão racial no país. Feito esse acúmulo e apanhado histórico, é abordado a centralidade da luta por direitos e cidadania para o Serviço Social, com ênfase na relação com os movimentos sociais e a necessidade de uma compreensão crítica do espaço sócio-ocupacional dos assistentes sociais. Por fim, esse conjunto de elementos a questão democrática, um aspecto tão central nos tempos atuais e que possui detratores escorados na opressão racial e agudização da superexploração como forma de viabilizar uma maior restrição da democracia e dos direitos da classe trabalhadora em geral. 
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • VELHICES E CUIDADOS

    • Authors: Carlos Eduardo da Silva Santos, Simone da Cunha Tourino Barros
      Pages: 379 - 390
      Abstract: Este trabalho objetiva investigar e analisar a realidade das unidades de acolhimento para idosos no Brasil, tendo como debate central o envelhecimento do trabalhador na sociedade capitalista e as implicações deste projeto de sociedade no cuidado à população idosa brasileira. Para tal, foram analisados os dados do Censo Suas 2019 sobre as unidades de acolhimento, aliadas a análise crítica a partir das lentes da literatura marxista.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A LUTA DAS MULHERES NAS LIGAS CAMPONESAS DA PARAÍBA

    • Authors: Paloma Lima dos Santos
      Pages: 391 - 402
      Abstract: O presente artigo contém os resultados e discussões das atividades desenvolvidas em Projeto de Iniciação Científica na Universidade Federal da Paraíba de 2017 a 2018 com a orientação de Luziana Ramalho Ribeiro, a pesquisa  teve por objetivo mapear as lutas das ligas camponesas no Estado e destacar personagens femininas que tiveram papéis de liderança e visibilidade no século XX, descrevendo as penalidades sofridas quando submetidas à lei, de acordo com suas trajetórias de vida no período. Nesse sentido, o método bibliográfico é reconhecido como importante instrumento de reconstrução da história em contextos históricos, contribuindo para a compreensão da vivência dessas mulheres em seus contextos sociais e pessoais, através da utilização de fontes documentais.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • EDUCAÇÃO PÚBLICA E RURALIDADE: DESAFIOS PARA A SUA EFETIVAÇÃO FRENTE
           ÀS DESIGUALDADES EDUCACIONAIS

    • Authors: Eliane dos Santos Sá, Viviane Bernadeth Gandra Brandão
      Pages: 403 - 414
      Abstract: O presente trabalho se propõe analisar a política educacional no meio rural, mediante as desigualdades educacionais que permeiam a educação brasileira, inclusive, no âmbito rural. Visto que, são vários desafios históricos que marcam a gênese da educação do campo e que perpassam pelas lutas dos povos por direitos e justiça social. Esta pesquisa é de cunho bibliográfico e, como resultado, contribuiu para ampliação do debate à cerca da educação do campo e a visibilidade do seu papel na valorização da cultura, modo de vida, modo de produção e particularidades de seu povo. Dessa forma, o estudo revelou o caráter político da educação do campo, bem como a necessidade dos trabalhadores se manterem organizados na defesa de seus direitos e de seu reconhecimento político e social.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • QUESTÃO AMBIENTAL

    • Authors: Elenice Rocha Soares, Lawrey Vanessa Rocha Soares
      Pages: 415 - 428
      Abstract: A questão ambiental é atualmente vista como inexistente para a classe política mundial, já que a exploração do mesmo é que mantem o capitalismo. O objetivo principal do trabalho é verificar os desafios em que a questão ambiental está diretamente relaciona ao exercício do profissional de Serviço Social. A metodologia usada foi de cunho bibliográfico, com revisão de literatura. Os resultados expõem que o profissional do Serviço Social quando aliados a outros profissionais de outras áreas, maximizam as estratégias para diminuir os impactos ambientais. Conclui-se que essa visão de sustentabilidade garante também uma distribuição equitativa dos produtos ambientais e a solidariedade intergeracional em futuras gerações.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • OS IMPACTOS DA PANDEMIA DO COVID-19 NA COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS DA
           AGRICULTURA FAMILIAR PARA O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR
           (PNAE)

    • Authors: Mariane Rodrigues Silva
      Pages: 429 - 437
      Abstract: A pandemia do Covid-19 impôs uma nova realidade ao mundo. O que aparentemente seria uma crise da saúde se tornou uma problemática aos diversos setores, incluindo-se as dinâmicas de comercialização da agricultura familiar para com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), em virtude da suspensão das aulas presenciais. Diante disto, este trabalho tem por objetivo analisar quais foram os impactos da pandemia de Covid-19 na aquisição de alimentos da agricultura familiar para alimentação escolar via PNAE. Para tanto, consiste em um trabalho de revisão bibliográfica e também de pesquisa de dados acerca dos recursos investidos e utilizados efetivamente para a aquisição da compra direta na agricultura familiar, frente ao quadro de suspensão das aulas presenciais.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A ATUAÇÃO DA E DO ASSISTENTE SOCIAL EM SITUAÇÕES DE CALAMIDADE
           PÚBLICA E EMERGÊNCIA

    • Authors: Amanda de Oliveira Alves, Carolina Poswar de Araújo Camenietzki, Nayla Cristiana Beraldo Gonçalves
      Pages: 438 - 451
      Abstract: O presente trabalho expõe um debate reflexivo sobre a atuação da e do Assistente Social em situações de calamidade pública e emergência, a partir do contexto emergencial vivenciado em Patos de Minas-MG no início de 2022 em virtude das intensas chuvas e enchentes do rio Paranaíba. O seu objetivo concentra-se na socialização de aspectos que interrelacionam Serviço Social, desastres socioambientais e Assistência Social. A metodologia utilizada compreendeestudo teórico-bibliográfico,pesquisa documental e levantamento de dados quantitativos produzidos no município pela Central de Atendimento Social às Vítimas das Enchentes (CASVE). As análises efetuadas indicam o protagonismo desta categoria profissional na concretização de práticas interventivas para essas expressões da questão social.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A DEMOCRACIA COMO MITO E COMO PROMESSA

    • Authors: Luci Helena Silva Martins
      Pages: 452 - 466
      Abstract: O trabalho apresentado no III Encontro Norte Mineiro de Serviço Social - III ENMSS segue no sentido de fortalecer um movimento social alargado em defesa da democracia e da educação pública, desde o ensino básico ao superior. Visa, também, aprofundar reflexões acerca dos direitos humanos como fundamento da civilização e compromisso do projeto ético-político do Serviço Social. Trata-se de um desafio colocado ao Serviço Social e aos projetos societários que funcionam como alternativa ao modelo privatista que destrói a Carta Magna e o Estado Democrático de Direito, tendência vivenciada, especialmente, na América Latina e no Brasil, regiões atingidas pelos projetos de expansão imperialistas e neoconservadores.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • O PARADIGMA DA MODERNIZAÇÃO, NEOLIBERALISMO E EDUCAÇÃO
           SUPERIOR NO BRASIL

    • Authors: Luciana Santos Lenoir
      Pages: 467 - 482
      Abstract: O trabalho apresenta reflexões quanto às características sociopolíticas que compõem a estrutura da educação superior no Brasil à vista do paradigma da modernidade, assim como as medidas políticas e econômicas neoliberais configuradas em escala global. Expõe, por meio de levantamento bibliográfico, a condução da expansão da educação superior brasileira que foi ordenada e financiada conforme os critérios externos exigidos por organismos internacionais e endossados pelo Estado. Trata-se de uma discussão crítica diante do processo que culminou na chamada “mercadorização” da educação superior, por meio do aumento expressivo do número de instituições privadas que ofertam vagas em cursos de graduação.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • FUTURE-SE E O FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL

    • Authors: Rosana dos Santos Martins
      Pages: 483 - 493
      Abstract: O presente trabalho tem como objetivo analisar os desdobramentos do Future-se a partir das modificações feitas após as manifestações das Instituições Federais de Ensino Superior -IFES no ano de 2019. O objetivo principal é verificar se houve mudanças significativas no programa após as manifestações das Universidades. Quanto à metodologia, usou-se da pesquisa qualitativa. Com relação ao objetivo, a pesquisa se apresenta como descritiva e utiliza-se da pesquisa bibliográfica e da análise de documentos, no que tange os projetos de Lei apresentados à Câmera dos Deputados. Conclui-se que pouca coisa mudou na estrutura do programa e este se mantem como um programa que busca a mercantilização da educação pública.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL E AS AVESSAS CONSIGNAÇÕES
           FRENTE A PANDEMIA COVID-19

    • Authors: Lesliane Caputi
      Pages: 494 - 504
      Abstract: Trazemos à baila o estágio supervisionado em Serviço Social, considerando sua importância na formação profissional e às avessas consignações e encaminhamentos para sua realização durante o período de Pandemia: Covid-19. O objetivo é adensar o debate na categoria, no sentido de fortalecer o projeto de formação hegemônico, delineado nas Diretrizes Curriculares (ABEPSS, 1996), na Política Nacional de Estágio (ABEPSS, 2010) e Resolução CFESS/n.533/2008, de regulamentação da supervisão direta de estágio. Pautada na perspectiva histórico-crítica de análise, a linha mestra da discussão é o denominado estágio remoto.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SEUS DESAFIOS NO CONTEXTO DA PANDEMIA DE
           COVID-19

    • Authors: Ana Maria Ferreira
      Pages: 505 - 517
      Abstract: Este artigo tem por objetivo sinalizar algumas reflexões ainda em processo de construção sobre o estágio supervisionado e seus desafios no contexto da pandemia de COVID-19. A experiência docente é ponto de partida para tecer tais reflexões a partir da realidade da Faculdade de Serviço Social-UFJF. Buscamos destacar os princípios presentes no Projeto Ético Político Profissional, expressos no conjunto normativo da profissão, especialmente nas Diretrizes Gerais para a Formação Profissional da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – ABEPSS.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • PANDEMIA E OS IMPACTOS NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM SERVIÇO
           SOCIAL

    • Authors: Claudio Horst
      Pages: 518 - 534
      Abstract: O presente artigo compõe a mesa temática coordenada, intitulada “Estágio em Serviço Social no Estado de Minas Gerais no contexto da COVID-19: Experiências e Reflexões”. No presente artigo pretendemos recuperar a concepção de estágio supervisionado defendido pelo Serviço Social brasileiro e o impacto da pandemia para a realização do estágio e da supervisão nessa perspectiva. Logo, nos limites aguçados pela pandemia para a materialização do estágio supervisionado na perspectiva dos fundamentos do Serviço Social na contemporaneidade. A partir da nossa experiência – como docente supervisor acadêmico e coordenador de estágio – objetiva-se aproximar de algumas contradições e dilemas vivenciados na região dos inconfidentes, a partir da particularidade do curso de Serviço Social da UFOP.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • ESTÁGIO EM SERVIÇO SOCIAL E PANDEMIA DA COVID-19

    • Authors: Diego Tabosa da Silva
      Pages: 535 - 547
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • GÊNERO, PARENTALIDADE E CONTROLE REPRODUTIVO NO BRASIL

    • Authors: Romilda Sergia de Oliveira
      Pages: 548 - 560
      Abstract: O processo de reprodução assistida, a partir do avanço de novas tecnologias, possibilitou o debate sobreas transformações nas diversas formas de concepção de família e parentabilidade. Questões sobre gênero e relações de poder são pautadas para compreender essas transformações, bem como, possibilitam analisar a reprodução a partir da possilibilidade da construção de uma familia e parentesco, que diferente do modelo tradicional heteronormativo. Assim, o que se observa na prática que reproduçaõ assistida, no Brasil, acaba gerando uma série de obstáculos dificultando que casais homoafetivos e mullheres trans sejam beneficiados com a tecnica de reprodução.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • MULTICULTURALISMO

    • Authors: Maria Railma Alves
      Pages: 561 - 571
      Abstract: O multiculturalismo crítico ou revolucionário tem sido acionado como instrumento da garantia de uma agenda política transformadora e que visa buscar o reconhecimento e os meios pelos quais “as representações de raça, etnicidade, classe, gênero, etc., são compreendidas como resultado de lutas sociais maiores, por signos e significados” (RYOO & MCLAREN, 2010, p.18). Nessa direção, o artigo intitulado de Multiculturalismo: signos e significados na busca pela garantia das desigualdades e respeito à diversidade e à diferença têm como objetivos refletir sobre o conceito de Multiculturalismo e suas representações na vida cotidiana e identificar qual o lugar o tema da raça tem ocupado nessa dinâmica. Mas não é apenas sobre o conceito de Multiculturalismo que se propõe aqui refletir. É, também, sobre os seus efeitos, na vida prática ou no mundo empírico, demarcados pela intolerância, preconceitos, racismo e outros tantos “males” verificados na contemporaneidade.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • A ASCENSÃO DAS COMUNIDADES TERAPÊUTICAS NO BRASIL E AS IMPLICAÇÕES DE
           GÊNERO

    • Authors: Débora Regina Amaral
      Pages: 572 - 593
      Abstract: O presente estudo é resultado de uma pesquisa que foi realizada através de uma análise sobre os meandros que envolvem a atuação das “Comunidades Terapêuticas” (CTs) no Brasil. Este debate se insere no campo da saúde mental, mas é atravessado por diversos outros campos. Tendo em vista a complexidade que envolve a temática, privilegiou-se a análise pela perspectiva de gênero. As (CTs) compõem a oferta pública de cuidados às pessoas que fazem uso prejudicial de drogas, sejam elas lícitas ou ilícitas. Contudo, guardam semelhança com outras organizações que historicamente têm prestado assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social como abrigos, hospitais filantrópicos, entre outros, com base em valores cristãos da caridade e solidariedade. O percurso metodológico se deu por meio da revisão de literatura, bem como pesquisa documental a partir de normativas acessadas nos sites de órgãos oficias disponíveis nos meios digitais. Os resultados da pesquisa demonstram que vem ocorrendo no Brasil um desmonte da política de saúde mental que foi arduamente conquistada com as lutas populares desde o processo da ainda vigente Reforma Psiquiátrica. Porém, as (CTs) têm conquistado subsídios e apoio de diversas frentes conservadoras e hoje foram legalmente incorporadas à Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do Sistema Único de Saúde (SUS). As implicações de gênero são devidas as (CTs) serem estruturadas na sua maioria para atender aos homens e maiores de idade, logo, uma enorme fatia dos recursos públicos que deveriam ser investidos nos serviços de base territorial seja ele do SUS, assistência social e outros, para todas as pessoas inclusive as mulheres, têm sido destinados para essas instituições, é certo que não há registros de destinação de recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para as (CTs), mas o movimento de apoio governamental a essas instituições tem promovido um silenciamento sobre o cuidado em saúde mental da mulher. Por fim Gênero aqui é compreendido como um potente determinante social e, por não ser considerado neste processo, contribui para perpetuar a histórica desigualdade entre os gêneros, inclusive no acesso aos serviços de saúde.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • NEOLIBERALISMO, PANDEMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS

    • Authors: Luiz Claudio de Almeida Teodoro
      Pages: 594 - 607
      Abstract: O trabalho pretende fazer uma discussão entre o neoliberalismo e as políticas públicas. Em um cenário brasileiro de medidas neoliberais, percebe-se a pauperização, sendo aprofundada ainda pela pandemia do COVID-19. É neste contexto, que o texto pretende comparar os programas Bolsa Família e o Auxílio Brasil, que foi feito para substituí-lo. Pode-se apontar os problemas de cobertura do Auxílio Brasil, numa realidade onde 25% da população brasileira está em situação de pobreza; suas condicionalidades que privilegiam quem já está na escola ou pratica algum esporte, o que inverte a lógica de inclusão; e, sua provisoriedade, pois está previsto somente até o final de 2022, sendo muito mais uma estratégia eleitoreira que um programa de Estado para minimizar as desigualdades sociais.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • CRISE SANITÁRIA E OS DILEMAS ORÇAMENTÁRIOS

    • Authors: Janikelle Bessa Oliveira
      Pages: 608 - 623
      Abstract: O ensaio propõe debater os reflexos da crise sanitária do Covid 19 na política orçamentáriabrasileira,tendocomocenárioumaprogressivaestruturaçãodepolíticasdeajustefiscalcomapromulgaçãoda Emenda Constitucional 95/2016 que tem como escopo a implementação de um novo regime fiscal queprioriza a austeridade. Desse contexto surge o questionamento central do trabalho: Como se enfrenta uma crise de grande proporção social, de saúde e econômica com mecanismos limitadores da ação pública como os empregados na política orçamentária' Quais medidas foram tomadas no âmbito federal' A perspectivacrítica da análise da orçamentação pública no período pós redemocratização vêm demonstrando umaorganização de forças atuantes em prol de redução de recursos para as políticas de seguridade social quesão fundamentaisna vivênciae superaçãoda crise.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
  • IMPACTOS DAS MEDIDAS DE ISOLAMENTO SOCIAL DA PANDEMIA COVID19 NA
           SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL

    • Authors: Sheyla Borges Martins
      Pages: 624 - 635
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo apresentar alguns impactos das medidas de isolamentosocial na segurança pública no Brasil, sobretudo no que diz respeito à violência armada e a violência doméstica. A partir de um contexto pré-pandemia marcado por intensas desigualdades sociais, busca-se trazer a tona a extensão dos impactos previstos que atingiram dimensões que aparentemente não teriam uma relaçãodireta com uma crise sanitária. Isso exigiu uma mobilização muito maior do que haviasido previsto e o que se viu foi a instalação de diversas “subpandemias”, decorrentes dasnovasdinâmicasque foram necessáriaspara acontenção dapropagação dovírus.
      PubDate: 2022-08-08
      Issue No: Vol. 6, No. Especial (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.237.27.159
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-