A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> SOCIAL SERVICES AND WELFARE (Total: 224 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Tempo Social
Journal Prestige (SJR): 0.135
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 0103-2070
Published by SciELO Homepage  [688 journals]
  • Um programa de pesquisas comparativas sobre o multilinguismo na produção
           científica do Cone Sul

    • Authors: Fernanda Beigel, Luiz Carlos Jackson
      Pages: 5 - 10/11-16
      Abstract: Apresentação ao dossiê - Monolinguismo ou multilinguismo na produção de conhecimento'
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.204162
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Capital linguístico e circulação internacional: um estudo comparativo
           entre Argentina, Brasil e Chile

    • Authors: Fernanda Beigel, Ana Maria Almeida, Juan Ignacio Piovani
      Pages: 17 - 32/33-47
      Abstract: Embora a hipercentralidade do inglês tenha sido considerada característica central do sistema acadêmico mundial e tendência crescente no circuito acadêmico latino-americano, impulsionada pelas políticas científicas estatais e pelas crenças dos pesquisadores, até agora não se tentou observar até que ponto a publicação em inglês é efetivamente requisito para desenvolver uma carreira acadêmica na região. Intentamos contribuir para a compreensão dessa questão explorando os resultados de uma pesquisa que compara o uso de línguas estrangeiras em publicações e as experiências de aquisição de competência linguística em inglês de pesquisadores radicados na Argentina, Brasil e Chile. Os resultados mostram uma realidade mais complexa do que a avançada pela evidência da hipercentralidade do inglês. A bibliodiversidade e o multilinguismo parecem ser mais a norma do que a exceção entre esses pesquisadores. Identificou-se entre eles um fluxo constante de publicações na língua nacional, bem como o uso de outros idiomas. Dado que esses resultados variam segundo o campo disciplinar e em relação com a formação de doutores no exterior, o artigo propõe uma visão mais matizada da dinâmica das práticas editoriais no Cone Sul.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.194320
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Origem social, competências linguísticas e padrões de publicação
           científica na Argentina, Brasil e Chile

    • Authors: Ana Maria Almeida, Denis Baranger, Juan Ignacio Piovani
      Pages: 49 - 74/75-99
      Abstract: Este artigo analisa as condições de aquisição de competência linguística em língua inglesa e o uso de idiomas estrangeiros nas publicações de pesquisadores da Argentina, Brasil e Chile. A análise se baseia nos resultados de um questionário cross-national respondido por uma amostra do conjunto de pesquisadores integrados ao núcleo central do sistema científico de cada país. O foco principal do artigo são as modalidades de aquisição da competência linguística e sua relação com características sociodemográficas, como a origem social, e com a trajetória de formação. Além disso, o artigo analisa a relação entre as competências linguísticas e a publicação científica, e explora a variação disciplinar no uso de idiomas estrangeiros. Os resultados mostram que existe uma associação entre origem social, trajetória de formação, modalidades de aquisição da competência em inglês e o nível dessas competências. No entanto, independentemente do domínio da língua, a maioria dos pesquisadores dos três países publica em inglês, e, em todos os casos, seu nível de competência tem impacto sobre suas estratégias de escrita (autônomas, colaborativas ou via tradução profissional). Em termos comparativos, os pesquisadores brasileiros são os que mais publicam em inglês, embora, no caso chileno, a menor proporção de publicações nessa língua possa se dever ao maior peso dos pesquisadores em ciências sociais e humanas na amostra, uma vez que, nessas disciplinas, pelo menos na América Latina, o inglês não adquiriu o mesmo status de língua franca que nas ciências naturais.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.193439
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • As competências linguísticas em jogo no campo acadêmico

    • Authors: Osvaldo Gallardo
      Pages: 101 - 126/127-15
      Abstract: O objetivo deste artigo é discutir o processo de aquisição e uso do inglês por pesquisadores científicos cuja língua materna é o espanhol. Os dados foram gerados por uma pesquisa (N = 2.390) e pela análise de currículos (N = 4.638) de pesquisadores do Conicet (Argentina). Diferentes perfis de aprendizagem de inglês foram identificados indicando que há uma conexão entre a trajetória de aquisição e a origem social dos pesquisadores. No entanto, o uso acadêmico da língua é altamente determinado pelo campo em que é aplicado. Pesquisadores de todas as áreas científicas possuem capacidades avançadas em inglês. Mas essas capacidades são aplicadas principalmente por pesquisadores stem, particularmente a habilidade de escrita.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.200076
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Circulação situada e idiomas de publicação das elites acadêmicas do
           Cone Sul

    • Authors: Fernanda Beigel, Breno Bringel
      Pages: 153 - 180/181-20
      Abstract: Este artigo analisa a relação entre a autopercepção dos pesquisadores sobre o valor da publicação em inglês e a diversidade de práticas de circulação observadas em suas trajetórias. Para isso, nós nos baseamos metodologicamente em uma pesquisa trinacional realizada com a elite acadêmica da Argentina, Brasil e Chile e na observação empírica de uma amostra de currículos de pesquisadores desses três países. A contribuição do texto é dupla: em termos conceituais, propomos o conceito de “circulação situada” como alternativa às perspectivas lineares e tradicionais de internacionalização; no campo empírico, mostramos como a bibliodiversidade nas trajetórias acadêmicas e a multiescalaridade da circulação desses acadêmicos projetam uma realidade complexa e diversificada nos três casos. Isso nos permite, então, ir além das visões habituais do inglês como língua de publicação e avançar no debate sobre o dinamismo do processo de circulação e suas ancoragens socioinstitucionais.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.194375
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • A batalha das línguas na publicação nacional

    • Authors: Fernanda Beigel, Luciano Digiampietri
      Pages: 209 - 230/231-25
      Abstract: A predominância do inglês como língua acadêmica nos principais periódicos tem sido amplamente estudada. Por outro lado, é difícil mensurar a incidência da publicação nesse idioma no mundo ibero-americano, porque ainda são poucos os estudos de bases de dados regionais ou baseados em trajetórias acadêmicas completas de pesquisadores dos países do Sul global. As razões são simples: a) existem várias bases de dados de revistas ibero-americanas, mas com grandes sobreposições entre elas; b) existem sistemas curriculares na maioria dos países, mas eles não estão disponíveis abertamente ou com curadoria profissional. Visando a colaborar nessa direção, este trabalho comparativo oferece um panorama das publicações completas de duas comunidades científicas: pesquisadores do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq, Brasil) e pesquisadores do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet-Argentina). Para focar o idioma e o país de publicação dessa produção científica, utilizamos as informações disponibilizadas no
      sistema curricular Sigeva (Argentina) e Lattes (Brasil). Seu uso oferece dificuldades para estudos bibliométricos ou de citação, porém permite a construção de estatísticas descritivas da produção de trajetórias completas de produção. Uma informação relevante para oferecer um panorama do multilinguismo, da bibliodiversidade e do peso da publicação nacional nestas comunidades.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.201819
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Circuitos linguísticos da produção científica
           latino-americana

    • Authors: Maximiliano Salatino
      Pages: 253 - 273/275-29
      Abstract: Dado o papel atual da produção científica publicada em periódicos, é essencial compreender seus padrões de circulação linguística. Para tanto, examinamos as revistas e artigos incluídos no Scopus e na Web of Science para demonstrar sua falta de representação e diversidade, especialmente, para a produção científica latino-americana. Um dos principais objetivos deste trabalho é tornar visível um corpus de produção científica publicado em periódicos latino-americanos. Para isso, analisamos mais de 900 mil artigos e 1.720 periódicos científicos. Tanto o volume de artigos quanto o número de periódicos analisados revelam um espaço de circulação regional dinâmico com fortes raízes sócio-históricas, caracterizado por um acesso aberto não comercial e predominantemente multilíngue. A partir do conceito de circuito linguístico, concluímos ilustrando a importância desse crescente multilinguismo para o desenvolvimento e a internacionalização da ciência latino-americana.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.201928
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Documento e patrimônio entre usos e reflexões

    • Authors: Hilario Figueiredo Pereira Filho
      Pages: 295 - 313
      Abstract: O artigo problematiza os processos de atribuição de valor de patrimônio cultural aos documentos históricos. Para isso, adota duas perspectivas complementares: a noção alargada de fonte de pesquisa e seu exercício constante de provocar reflexões, assim como destaca práticas mobilizadas em prol do reconhecimento dos acervos documentais como bens suscetíveis à patrimonialização. Com base em instrumentos acionados pelo campo do patrimônio cultural – tombamento, declaração de interesse público e s social e registro do Memória do Mundo – destaca-se que os documentos podem ser apropriados por olhares interdisciplinares. Transformar a documentação histórica em patrimônio é, portanto, um processo de leitura crítica do próprio acervo documental.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.201919
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • “Saia do Brasil Agora”: emigração brasileira como ação
           antecipatória

    • Authors: Kathleen M. Millar, Michele A. Fanini
      Pages: 315 - 339
      Abstract: Nos últimos anos, o número de brasileiros a deixarem o país atingiu cifras recordes, o que parece indicar uma nova e sem precedentes fase emigratória. Em contraste com os períodos anteriores da emigração brasileira, esta recente fase é composta, principalmente, de brasileiros que partem em família, com a intenção de não mais retornarem ao Brasil como residentes. O artigo analisa este novo movimento, por meio de uma etnografia dos brasileiros na Grande Vancouver, Canadá, região onde essa população triplicou entre 2006 e 2021. Argumentamos se tratar de um movimento migratório em resposta a sentimentos generalizados e difusos de apreensão e medo em relação ao futuro no Brasil, que destoam do padrão de vida confortável e da posição relativamente privilegiada daqueles que estão se mudando. A emigração emerge, assim, como uma forma de ação antecipatória impulsionada pelo que aqui denominamos de um “mal-estar de classe média”.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.198669
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Gestão de recursos naturais em áreas protegidas: diálogo
           interinstitucional, capital social e agência na transição para sistemas
           agroecológicos

    • Authors: Aico Sipriano Nogueira
      Pages: 341 - 373
      Abstract: Este artigo analisa os processos de participação e integração de grupos que vivem dentro e ao redor de áreas protegidas, na tentativa de converter métodos convencionais de produção agrícola em práticas agroecologicamente sustentáveis. Tomando como estudo de caso uma comunidade localizada na zona de amortecimento de uma grande unidade de conservação no Estado de São Paulo, e parte dos principais remanescentes contíguos da Mata Atlântica brasileira, este trabalho foca na articulação entre os múltiplos elementos existentes nesta área: um assentamento agroecológico, diferentes níveis de governança, sistemas internos de diferenciação e classificação social, agência comunitária, visões antagônicas de desenvolvimento e seus efeitos nas práticas de desenvolvimento comunitário. Examina também as conexões externas que a comunidade estabelece, atuando ao mesmo tempo como instrumento de reprodução do regime agroalimentar dominante, e contribuindo para a formação e fortalecimento de um circuito curto alternativo de produção, comercialização e consumo, integrando produtores familiares locais aos consumidores nos grandes centros urbanos.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.192812
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Duelos e intelectuais no Brasil (1886-1892)

    • Authors: Marconi Severo
      Pages: 375 - 402
      Abstract: Durante os anos finais do Império e o início da República, o duelo foi vivenciado como uma moda por um pequeno grupo de homens cultos e socialmente bem-colocados. A sua análise permite apreender as relações estabelecidas entre as classes sociais e o modo como recursos alternativos à esfera estatal, sobretudo no que se refere ao uso da violência privada, podiam ser mobilizados para resolver pendências pessoais. Embora potencialmente letal, o duelo serviu menos para reparar a honra supostamente ferida do que como um meio empregado para aumentar e assegurar a coesão do grupo mediante sua distinção social.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.193456
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Jovens ciganos no ensino médio em Portugal: fatores-chave para a
           continuidade e o sucesso escolar

    • Authors: Maria Manuela Mendes, Olga Magano, Sara Pinheiro, Susana Mourão
      Pages: 403 - 426
      Abstract: Apesar de em Portugal existirem políticas públicas de combate às desigualdades, incluindo as escolares, a origem socioeconômica, o gênero e a pertença étnica dos estudantes continuam a ter um impacto incontornável nos percursos escolares. Os ciganos são dos mais afetados por essas desigualdades, reveladas pelas ainda salientes taxas de abandono escolar precoce e por retenções e insucesso escolar. Tendo por base os resultados derivados de entrevistas semidiretivas, o objetivo do artigo consiste em compreender os fatores-chave determinantes nas trajetórias de continuidade escolar dos ciganos no ensino médio. Os resultados revelam jovens tendencialmente mais escolarizados que as gerações anteriores, evidenciando-se a importância do contexto familiar, mas também a agencialidade e a resiliência.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.196230
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Entrevista com Monique de Saint Martin

    • Authors: Maria Chaves Jardim, Thais Joi Martins
      Pages: 427 - 437
      Abstract: Entrevista com Monique de Saint Martin
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.202080
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
  • Abdelmalek Sayad, Femmes em rupture de ban: entretiens inédits avec
           deux Algériennes

    • Authors: Gustavo Dias
      Pages: 439 - 444
      Abstract: Resenha de Femmes em rupture de ban. Entretiens inédits avec deux Algériennes, Raisons d'agir, 2021, de Abdelmalek Sayad.
      PubDate: 2022-12-28
      DOI: 10.11606/0103-2070.ts.2022.202408
      Issue No: Vol. 34, No. 3 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.232.179.5
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-