Subjects -> EDUCATION (Total: 2346 journals)
    - ADULT EDUCATION (24 journals)
    - COLLEGE AND ALUMNI (10 journals)
    - E-LEARNING (38 journals)
    - EDUCATION (1996 journals)
    - HIGHER EDUCATION (140 journals)
    - INTERNATIONAL EDUCATION PROGRAMS (4 journals)
    - ONLINE EDUCATION (42 journals)
    - SCHOOL ORGANIZATION (14 journals)
    - SPECIAL EDUCATION AND REHABILITATION (40 journals)
    - TEACHING METHODS AND CURRICULUM (38 journals)

EDUCATION (1996 journals)            First | 1 2 3 4 5 6 7 8 | Last

Showing 601 - 800 of 857 Journals sorted alphabetically
Ganesha Journal     Open Access  
Gazi Üniversitesi Gazi Eğitim Fakültesi Dergisi     Open Access  
Gelanggang Pendidikan Jasmani Indonesia     Open Access  
Geographical Education     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Georgia Educational Researcher     Open Access  
Georgia Journal of College Student Affairs     Open Access  
Gestión de la educación     Open Access  
Gifted Child Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Gifted Education International     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Global Education Review     Open Access   (Followers: 3)
Global Journal of Educational Research     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Global Journal of Educational Studies     Open Access  
Global Studies of Childhood     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Globalisation, Societies and Education     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. (Bogotá, Colombia)     Open Access  
Graduate School Journal Chiang Rai Rajabhat University     Open Access  
Greater Faculties: A Review of Teaching and Learning     Full-text available via subscription  
Grief Matters : The Australian Journal of Grief and Bereavement     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
GSTF Journal on Education     Open Access  
Hachetetepé. Revista científica de Comunicación y Educación     Open Access  
HAMUT'AY     Open Access  
Harvard Educational Review     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
HCU Journal     Open Access  
Headteacher Update     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Health Education & Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Health Education Research     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Health Professions Education     Open Access   (Followers: 2)
Herausforderung Lehrer_innenbildung     Open Access  
High Ability Studies     Hybrid Journal   (Followers: 3)
High School Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Higher Education     Hybrid Journal   (Followers: 128)
Higher Education Abstracts     Full-text available via subscription   (Followers: 18)
Higher Education in Europe     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Higher Education Policy     Hybrid Journal   (Followers: 31)
Higher Education Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 118)
Higher Education Research & Development     Hybrid Journal   (Followers: 125)
Hikma : Journal of Islamic Theology and Religious Education     Hybrid Journal  
Histoire de l'éducation     Open Access   (Followers: 5)
História & Ensino     Open Access  
Historical and Social-educational Ideas     Open Access  
Historical Studies in Education / Revue d'histoire de l'éducation     Open Access   (Followers: 3)
History of Education Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 11)
History of Education Review     Hybrid Journal   (Followers: 10)
History of Education: Journal of the History of Education Society     Hybrid Journal   (Followers: 38)
HONAI : International Journal for Educational, Social, Political & Cultural Studies     Open Access  
Hoosier Science Teacher     Open Access  
Horyzonty Wychowania     Open Access  
HOW Journal     Open Access  
HSE - Social and Education History     Open Access  
Human Studies: a collection of scientific articles of the Drohobych Ivan Franko State Pedagogical University. Series of “Pedagogy”     Open Access  
Humanidades : Revista de la Universidad de Montevideo     Open Access  
Huria : Journal of the Open University of Tanzania     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
i.e. : inquiry in education     Open Access  
IALLT Journal of Language Learning Technologies     Open Access   (Followers: 1)
Ibriez : Jurnal Kependidikan Dasar Islam Berbasis Sains     Open Access  
IE Revista de Investigación Educativa de la REDIECH     Open Access  
IEEE Potentials     Full-text available via subscription   (Followers: 42)
IEEE Revista Iberoamericana de Tecnologias del Aprendizaje     Hybrid Journal  
IEEE Transactions on Education     Hybrid Journal   (Followers: 11)
IJ-ATL (International Journal of Arabic Teaching and Learning)     Open Access   (Followers: 1)
IJEE (Indonesian Journal of English Education)     Open Access  
IJEM - International Journal of Educational Leadership and Management     Open Access   (Followers: 13)
IJERI : International Journal of Educational Research and Innovation     Open Access   (Followers: 1)
IJLRES : International Journal on Language Research and Education Studies     Open Access  
IJOLTL : Indonesian Journal of Language Teaching and Linguistics     Open Access  
Ilmu Pendidikan: Jurnal Kajian Teori dan Praktik Kependidikan     Open Access  
Imagens da Educação     Open Access  
Impact : The Philosophy of Education Society of Great Britain     Free   (Followers: 4)
Impacting Education : Journal on Transforming Professional Practice     Open Access   (Followers: 1)
Improvement : Jurnal Ilmiah Untuk Peningkatan Mutu Manajemen Pendidikan     Open Access  
Improving Schools     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Indian Journal of Continuing Nursing Education     Open Access   (Followers: 3)
Indivisa. Boletin de Estudios e Investigacion     Open Access  
INDONESIA : Jurnal Pembelajaran Bahasa dan Sastra Indonesia     Open Access  
Indonesia Performance Journal     Open Access  
Indonesian Basic Education Journal     Open Access  
Indonesian Journal Of Civil Engineering Education     Open Access  
Indonesian Journal of Contemporary Education     Open Access  
Indonesian Journal of Curriculum and Educational Technology Studies     Open Access   (Followers: 1)
Indonesian Journal of Early Childhood Education Studies     Open Access   (Followers: 2)
Indonesian Journal of Educational Review     Open Access   (Followers: 1)
Indonesian Journal of Educational Studies     Open Access  
Indonesian Journal of Guidance and Counseling     Open Access  
Indonesian Journal of Learning Education and Counseling     Open Access  
Indonesian Journal of Pharmaceutical Education     Open Access  
Indonesian Journal of Science and Mathematics Education     Open Access   (Followers: 1)
Indonesian Journal of Sociology and Education Policy     Open Access   (Followers: 1)
Indonesian Journal on Learning and Advanced Education     Open Access  
Industrial Management & Data Systems     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Industry and Higher Education     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Infancia y Aprendizaje : Journal for the Study of Education and Development     Hybrid Journal  
Infancias Imágenes     Open Access  
Inferensi : Jurnal Penelitian Sosial Keagamaan     Open Access  
INFORMS Transactions on Education     Open Access  
Innoeduca. International Journal of Technology and Educational Innovation     Open Access  
Innovación educativa     Open Access  
Innovaciones Educativas     Open Access  
Innovation in Language Learning and Teaching     Hybrid Journal   (Followers: 35)
Innovations in Education and Teaching International     Hybrid Journal   (Followers: 24)
Innovations in Practice     Open Access  
Innovative Higher Education     Hybrid Journal   (Followers: 84)
Innovative Journal of Curriculum and Educational Technology     Open Access   (Followers: 6)
İnönü Üniversitesi Eğitim Fakültesi Dergisi     Open Access  
İnönü University Journal of the Graduate School of Education     Open Access  
INOPENDAS : Jurnal Ilmiah Kependidikan     Open Access  
Inspiramatika     Open Access  
Instructional Science     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Integral Transforms and Special Functions     Hybrid Journal  
Interacções     Open Access  
InterActions: UCLA Journal of Education and Information     Open Access   (Followers: 11)
Interchange     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Intercultural Education     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade     Open Access  
Interdisciplinary Journal of e-Skills and Lifelong Learning     Open Access   (Followers: 3)
Interdisciplinary Journal of Education Research     Open Access   (Followers: 3)
Interdisciplinary Journal of Information, Knowledge, and Management     Open Access   (Followers: 12)
Interdisciplinary Journal of Problem-based Learning     Open Access   (Followers: 5)
Interdisciplinary Research in Education     Open Access   (Followers: 1)
Interdyscyplinarne Konteksty Pedagogiki Specjalnej     Open Access  
Interespe. Interdisciplinaridade e Espiritualidade na Educação     Open Access  
Interface - Comunicação, Saúde, Educação     Open Access   (Followers: 1)
Interfaces : Revista de Extensão da UFMG     Open Access  
Interfaces da Educação     Open Access  
International Developments     Open Access   (Followers: 3)
International e-Journal of Educational Studies     Open Access  
International Education Studies     Open Access   (Followers: 7)
International Educational Research     Open Access   (Followers: 1)
International Electronic Journal of Environmental Education     Open Access   (Followers: 1)
International Journal for 21st Century Education     Open Access  
International Journal for Educational and Vocational Guidance     Hybrid Journal   (Followers: 7)
International Journal for Educational Integrity     Open Access   (Followers: 2)
International Journal for Lesson and Learning Studies     Hybrid Journal   (Followers: 2)
International Journal for Research in Vocational Education and Training     Open Access   (Followers: 7)
International Journal for Talent Development     Open Access  
International Journal for the Scholarship of Teaching and Learning     Open Access   (Followers: 9)
International Journal of Academic Research in Education     Open Access   (Followers: 2)
International Journal of Active Learning     Open Access  
International Journal of Advanced Multidisciplinary Research and Review     Open Access  
International Journal of Aquatic Research and Education     Hybrid Journal  
International Journal of Art & Design Education     Hybrid Journal   (Followers: 24)
International Journal of Assessment Tools in Education     Open Access   (Followers: 3)
International Journal of Bilingual Education and Bilingualism     Hybrid Journal   (Followers: 20)
International Journal of Bullying Prevention     Hybrid Journal   (Followers: 1)
International Journal of Business, Humanities, Education and Social Sciences     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Child Care and Education Policy     Open Access   (Followers: 3)
International Journal of Chinese Education     Hybrid Journal   (Followers: 1)
International Journal of Christianity & Education     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
International Journal of Cognitive Research in Science, Engineering and Education     Open Access   (Followers: 8)
International Journal of Comparative Education and Development     Hybrid Journal  
International Journal of Construction Education and Research     Hybrid Journal   (Followers: 2)
International Journal of Contemporary Educational Research     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Continuing Engineering Education and Life-Long Learning     Hybrid Journal   (Followers: 4)
International Journal of Critical Pedagogy     Open Access   (Followers: 5)
International Journal of Culture and Modernity     Open Access  
International Journal of Curriculum and Instruction (IJCI)     Open Access   (Followers: 3)
International Journal of Cyber Ethics in Education     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
International Journal of Designs for Learning     Open Access   (Followers: 6)
International Journal of Disability, Development and Education     Hybrid Journal   (Followers: 34)
International Journal of Distance Education Technologies     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
International Journal of Early Childhood     Hybrid Journal   (Followers: 12)
International Journal of Early Years Education     Hybrid Journal   (Followers: 9)
International Journal of Education     Open Access   (Followers: 16)
International Journal of Education and Development using Information and Communication Technology     Open Access   (Followers: 9)
International Journal of Education and Literacy Studies     Open Access   (Followers: 7)
International Journal of Education in Mathematics, Science and Technology     Open Access   (Followers: 8)
International Journal of Education Policy and Leadership     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Educational Administration and Policy Studies     Open Access   (Followers: 7)
International Journal of Educational and Psychological Researches     Open Access   (Followers: 4)
International Journal of Educational Development     Hybrid Journal   (Followers: 14)
International Journal of Educational Psychology     Open Access   (Followers: 18)
International Journal of Educational Reform     Full-text available via subscription  
International Journal of Educational Research     Hybrid Journal   (Followers: 29)
International Journal of Educational Research Open     Open Access  
International Journal of Educational Technology     Open Access   (Followers: 10)
International Journal of Electrical Engineering Education     Hybrid Journal   (Followers: 5)
International Journal of Emerging Technologies in Learning     Open Access   (Followers: 10)
International Journal of English Language Education     Open Access   (Followers: 13)
International Journal of English Language Teaching     Open Access   (Followers: 4)
International Journal of Ethics Education     Hybrid Journal   (Followers: 1)
International Journal of Evaluation and Research in Education     Open Access   (Followers: 5)
International Journal of Foreign Language Teaching and Research     Open Access   (Followers: 2)
International Journal of Health Administration and Education Congress (Sanitas Magisterium)     Open Access  
International Journal of Health Promotion and Education     Hybrid Journal   (Followers: 11)
International Journal of Holistic Early Learning and Development     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Inclusive Education     Hybrid Journal   (Followers: 26)
International Journal of Indonesian Education and Teaching     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Information and Operations Management Education     Hybrid Journal   (Followers: 6)
International Journal of Innovation in Education     Hybrid Journal   (Followers: 8)
International Journal of Innovative Research in Education     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Instructional Technology and Educational Studies     Open Access   (Followers: 1)
International Journal of Knowledge and Learning     Hybrid Journal   (Followers: 4)
International Journal of Language Teaching and Education     Open Access  
International Journal of Leadership in Education: Theory and Practice     Hybrid Journal   (Followers: 23)
International Journal of Learning and Development     Open Access   (Followers: 3)
International Journal of Learning and Intellectual Capital     Hybrid Journal   (Followers: 1)
International Journal of Lifelong Education     Hybrid Journal   (Followers: 11)
International Journal of Lower Extremity Wounds     Hybrid Journal   (Followers: 4)
International Journal of Management Education     Hybrid Journal   (Followers: 11)
International Journal of Management in Education     Hybrid Journal   (Followers: 6)
International Journal of Mathematical Education in Science and Technology     Hybrid Journal   (Followers: 9)

  First | 1 2 3 4 5 6 7 8 | Last

Similar Journals
Journal Cover
Interacções
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1646-2335
Published by Instituto Politécnico de Santarém Homepage  [1 journal]
  • Editorial - Revelando-se Projetos Educacionais nas Práticas Pedagógicas
           Atuais e seus Impactos na Aprendizagem

    • Authors: Marilene Garcia, Ana Maria Di Grado Hessel, Maria Ot´ília José M. Mathias
      Pages: 1 - 7
      Abstract: No acolhimento de diversificados estudos, conseguimos elaborar um retrato atual da realidade do âmbito educacional pelas lentes dos projetos e das pesquisas no campo da educação. Alguns deles ainda mostraram as experiências vividas por conta da CoViD-19, bem como se lançaram a cultivar processos e novas interações com o que se pode considerar como “tomar novos rumos”, fazer profundas revisões e retomada de ações. Então, o momento dessa publicação é bastante relevante e adequado, pois ainda há muito do que se beneficiar desses artigos para pesquisas presentes e futuras. Em um curto espaço de tempo houve muita aprendizagem, tanto para quem pesquisa quanto para quem ensina. O presente número traz as temáticas tratadas no âmbito da escola básica e educação infantil. Inclui 16 artigos que tratam de práticas, pesquisas que se apoiam no uso de novas metodologias, usos de tecnologias digitais educacionais, aparando uma variedade de assuntos relacionados ao bullying, autismo, altas capacidades dos estudantes, bem como temas relacionados às experiências educacionais realizadas no período pandêmico, os quais ainda necessitam de avaliações e discussão das aprendizagens, entre outros aspectos, que principalmente buscam soluções em projetos inovadores para o referido contexto.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25874
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • (Re)ssignificações da Educação Infantil no Contexto
           Pandêmico

    • Authors: Michelle Jordão Machado , Loide Pereira Trois, Adriana Justin Cerveira Kampff, Bibiana Melissa de Oliveira João de Deus
      Pages: 8 - 22
      Abstract: As escolas de educação infantil foram desafiadas a pensar formas de dar seguimento aos processos de desenvolvimento infantil na ausência da presencialidade, questão necessária para prevenção à disseminação da Covid-19. Vários questionamentos surgiram, nos primeiros dias de fechamento das escolas, em especial referentes a como seguir com o desenvolvimento das crianças, como realizar o planejamento e o acompanhamento das atividades pedagógicas e como estabelecer e manter os vínculos afetivos. É nesse cenário que esse artigo se inscreve, buscando relatar a experiência de ciclos de formação continuada de professores para apoiar e acompanhar as práticas docentes, desenvolvidos durante 2020 e 2021, frente ao cenário pandêmico, de uma Rede de Ensino Privada de Educação Básica do sul do Brasil, com 19 colégios, aproximadamente 270 educadores e mais de dois mil estudantes de educação infantil. Para tanto, o artigo apresenta como base conceitual às concepções de infância, os direitos de aprendizagem, formação docente e currículo da proposta pedagógica da educação infantil da Rede e os aspectos fundantes da Base Nacional Comum Curricular para o referido segmento da Educação Básica. Assim sendo, a pesquisa contribui para a ampliação da reflexão e do diálogo sobre a formação de professores e a prática docente, no contexto de afastamento social, desencadeado pela pandemia, visando explicitar o protagonismo infantil, a importância da participação da comunidade/famílias no ambiente escolar e do desenvolvimento curricular como espaço de experiências.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25227
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • As Significações de uma Professora de Educação Infantil da Rede
           Pública em Tempos de Pandemia

    • Authors: Carmem Lúcia Caetano de Souza, Virgínia Mara Próspero da Cunha
      Pages: 23 - 37
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo pôr em evidência as significações de uma professora de Educação Infantil durante o ensino remoto na pandemia da COVID-19. Será abordado o tema da Educação a Distância questionando a expressão “ensino remoto emergencial” transcorridos seis meses de pandemia. O conceito de inovação também servirá de argumento para o artigo, bem como o de design instrucional. O relato explicitará a rotina da professora na Educação Infantil, balizada por um Laboratório Digital de apoio às ações docentes, disponibilizado pelo sistema de ensino de sua atuação. Por fim, levanta a questão do paradoxo proximidade/afastamento trazido à relação família/escola durante o ensino on-line, concluindo que talvez essa possa ser uma sequela positiva da pandemia, se essa relação reverberar para o preenchimento da lacuna que separa a escola da família.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.24092
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Desafios à Inclusão da Criança Autista na
           Educação Infantil

    • Authors: Andréia Brasil da Silva Alcântara, Elza Carla Coutinho Bonfim, Silvia Lúcia Lopes Benevides, Yuri Miguel Macedo
      Pages: 38 - 57
      Abstract: O estudo se propôs a investigar os desafios enfrentados para a inclusão das crianças com Transtorno do Espectro Autista-TEA na Educação Infantil. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo utilizando como aporte a pesquisa bibliográfica e documental, através de projeto e relatório de estágio, desenvolvidos pelas autoras, a partir de pesquisa e intervenção na Associação de Amigos do Autista-AMA, no componente curricular Pesquisa e estágio em espaços não formais, do curso de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia-UNEB. Observou-se que os principais impasses relacionados ao processo de in/exclusão, na Educação Infantil, pela criança com TEA estão atrelados aos modelos de infância e criança historicamente construídos. Os rígidos padrões de normalidade e os estereótipos criados impedem no espaço escolar, a aceitação das crianças com TEA em toda a sua singularidade. Ao fugirem das regras pré-estabelecidas essas, vivenciam o preconceito praticado como meio de proteção contra os impactos causados pelas diferenças. Faz-se necessário o rompimento com o referido modelo, o que poderá ser possível a partir da compreensão de que o ser criança é uma construção social, que se vivencia a infância de modo singular, não havendo como universalizá-la. A informação e o diálogo constituem-se como elementos imprescindíveis para a compreensão da instituição escolar enquanto um espaço de in/exclusão. Evidencia-se como um dos maiores desafios à inclusão da criança com TEA na Educação Infantil, a desconstrução do significado de inclusão como está posto, dando-lhe um sentido que favoreça o atendimento das demandas de cada sujeito em seu contexto histórico-social.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.24222
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • A Implementação da Música na Educação Infantil Pública do Município
           de São Sebastião do Paraíso – M.G. – Brasil

    • Authors: Cícero Rodarte Mião, Sonia Regina Albano de Lima
      Pages: 58 - 77
      Abstract: O presente texto expõe parte do Projeto de Implantação do Ensino de Música na Educação Infantil em Escolas Públicas do Município de São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais – Brasil, focando mais intensamente a sua ligação com a legislação direcionada para o ensino artístico na educação infantil, a fundamentação teórica do projeto e seu funcionamento na rede municipal de ensino. O Projeto foi encaminhado à Secretaria Municipal (SME), aprovado e anexado ao Projeto Político Pedagógico das Instituições de Ensino do Município e teve como pautas centrais: capacitar musicalmente os professores da rede de ensino direcionada para a educação infantil e implementar um ensino de música de natureza sensibilizatória e lúdica para as crianças de seis meses à cinco anos e 11 meses, conforme determinado pelos ordenamentos pedagógicos brasileiros, entre eles, a LDB nº 9394/96 e a Base Nacional Comum Curricular. A fundamentação teórica deste texto foi alicerçada nos ensinamentos de autores, como Murray Schafer e Jean Piaget.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25112
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Pesquisa e Inovação Responsáveis na Educação
           Básica

    • Authors: Jessica Karollayne Pinheiro Lopes, Gabriele Polato Sachinski, Patrícia Lupion Torres
      Pages: 78 - 99
      Abstract: O presente artigo trata sobre a importância do desenvolvimento e adaptação de atividades na Educação Básica que visem à formação crítico-cidadã do estudante-sujeito. Por meio deste relato de experiência descritivo com abordagem qualitativa, objetiva-se analisar de que maneira a Aprendizagem Baseada em Projetos e a Pesquisa e Inovação Responsáveis (RRI) contibuem para um ensino mais crítico e reflexivo para com as questões científicas e sociais. Para tanto, foi necessário elaborar e aplicar uma sequência didática em duas turmas de 8º anos do ensino fundamental de um colégio da rede privada de ensino, localizado no Paraná. Tal atividade foi desenvolvida com classes em formato híbrido, durante a pandemia de Covid-19. Como aporte teórico, apresentam-se algumas contribuições de estudiosos da ára de RRI, tais como Okada (2016), Okada e Rodrigues (2018), Santos, Torres e Chery (2020); e da Aprendizagem Baseada em Projetos, entre eles, Behrens (2008), Torres (2004) e Moran (2015). Os resultados obtidos por meio da observação participante reforçam a necessidade de se repensar a práxis pedagógica, em especial o papel da pesquisa, para que ela não seja um fim em si mesma, mas sim uma ponte para um conhecimento crítico e bem estruturado. As conclusões sugerem que a incorporação de práticas que objetivem a colaboração, engajamento, participação, flexibilização e pesquisa podem ser um dos caminhos para se conseguir uma educação mais emancipatória e social.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25183
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Experiências Educativas em Tempos de Pandemia

    • Authors: Tatiane de Oliveira, Dinora Tereza Zucchetti, Pâmela Marconatto Marques
      Pages: 100 - 124
      Abstract: Este artigo apresenta as experiências educativas advindas da interface entre as Políticas de Assistência Social e Educação, com objetivo de mitigar os impactos da pandemia de COVID-19 na educação de crianças e adolescentes das camadas populares. Teve como questão problematizadora as desigualdades no acesso as aulas remotas. O texto está organizado em três seções. A primeira que discute os principais entraves do ensino remoto na vida de crianças e adolescentes em situação de pobreza. A segunda aponta dados quantitativos que comprovam as desigualdades educacionais, e experiências empíricas que dão vida aos números. Por fim, a terceira apresenta as estratégias utilizadas para garantir o acesso à educação àqueles estudantes que não dispõem de acesso à internet, equipamentos adequados, ou suporte para a realização das tarefas escolares. Como percurso metodológico utilizamos as orientações de Holliday (2006, 2018) sobre sistematização de experiências. As conclusões apontam para ineficiência das políticas públicas brasileiras no que se refere à proteção e garantia dos direitos a educação. O detalhamento da experiência destacou a potência do trabalho interstorial, que somente foi possível pela mobilização das famílias e estudantes na luta por seus direitos.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25200
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • O Ensino Remoto como Possibilidade de Enriquecimento Extracurricular para
           Alunos com Altas Habilidades/Superdotação:

    • Authors: Andréia Jaqueline Devalle Rech, Tatiane Negrini
      Pages: 125 - 150
      Abstract: A educação é um direito dos estudantes com altas habilidades/superdotação (AH/SD), sendo que podem ser organizadas diferentes estratégias para este fim. Nesse contexto, este artigo objetiva relatar as experiências desenvolvidas junto a estudantes com AH/SD, por meio da oferta de enriquecimento extracurricular, mediadas pelas Tecnologias Digitais, como possibilidade de aprendizagens e interação social, no período pandêmico causado pelo Covid-19. Logo, por meio de nossas experiências, enquanto coordenadoras de uma ação extensionista, pretendemos socializar os desafios e possibilidades que se apresentaram durante a (re)configuração do programa de enriquecimento. O estudo em discussão configura-se como uma abordagem qualitativa do tipo relato de experiência. Os encontros com os estudantes aconteceram uma vez ao mês, de junho a dezembro de 2020, com duração de 1h e 30min, pela plataforma digital Jitsi Meet. O projeto contou com a participação de nove estudantes com AH/SD, cinco do sexo masculino e quatro do feminino, com idades entre seis e 11 anos. Durante as ações remotas, a equipe do projeto lançou desafios aos estudantes, sendo que para este artigo selecionamos três deles para análise. Os desafios foram analisados mediante as filmagens e fotografias enviadas pelos familiares no grupo de WhatsApp administrado pela equipe executora. A partir da exploração dos desafios, observamos que os estudantes tiveram a oportunidade de ampliar, aprofundar e enriquecer suas áreas de interesses, além de trocar conhecimentos entre eles. Consideramos que as ações desenvolvidas de forma remota atingiram os objetivos de promover o enriquecimento extracurricular, apesar dos desafios enfrentados no início do processo.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25245
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • O Ensino Remoto na Educação Profissional e Tecnológica:

    • Authors: Sueli Matos Moreira da Rocha, Cleonice Pereira do Nascimento Bittencourt, Ernani Carvalho da Rocha
      Pages: 151 - 167
      Abstract: O cenário da educação atual exige várias adaptações e mudanças ante à pandemia da covid-19, portanto, transitando de um ensino presencial para o Ensino Remoto Emergencial(ERE)[1]. Desta forma, a coordenação pedagógica precisa caminhar a passos largos para acompanhar e compreender os processos que se entrelaçam nessa transição de ensino. O estudo visa analisar o Ensino Remoto Emergencial na educação profissional e tecnológica sob o viés das reflexões de um coordenador pedagógico. A construção do texto delineia-se metodologicamente por meio da pesquisa bibliográfica e descritiva. As análises e os resultados apontam a necessidade de flexibilização e de redirecionamento perante os desafios encontrados no percurso do Ensino Remoto Emergencial, e ainda, a viabilidade de formações que permitam ao coordenador pedagógico proporcionar cooperação aos docentes numa visão de colaboração. [1] O termo acompanha o conceito proposto por Behar (2020).
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.24887
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • O Uso do Kahoot, Quizziz e Quizlet como Recursos Tecnológicos para
           Gamificar o Ensino de Geometria na Educação Básica

    • Authors: Antônio Carlos Buraneli Gomes, Taniele Loss, Claudete Cargnin, Marcelo Souza Motta
      Pages: 168 - 182
      Abstract: O uso de tecnologias digitais em sala de aula tem se tornado cada vez mais discutido em nível institucional e cotidiano. As metodologias ativas ingressam ao cenário educacional brasileiro com possibilidade de mudar os rumos da aprendizagem em Geometria, mas necessitam ser planejadas, executadas e avaliadas de forma estratégica. A partir dessa constatação, o estudo aqui realizado teve objetivo de verificar as potencialidades do uso de tecnologias digitais como o Kahoot, o Quizziz e o Quizlet, ao processo de gamificação voltado para o ensino de Geometria. Mediante abordagem qualitativa, realizou-se uma pesquisa do tipo bibliográfica e investigativa. A análise repercutiu aspectos quanto ao uso da gamificação por meio de tais softwares ao ensino de Geometria, destacando potencialidades como: engajamento dos estudantes nas atividades por meio desses recursos, promoção da motivação devido elementos como competição, pontuação e ranking, discussões e inquietações sobre o conteúdo exposto, retomada de conteúdos e mediação do professor para o processo de ensino. Por fim, percebeu-se que as pesquisas reforçam que o elemento do treinamento é capaz de ofertar conhecimento e segurança na aplicação de metodologias ativas, seja no ensino da Geometria, seja em outras áreas. Da mesma forma, as observações também comprovam que a gamificação precisa ser aprimorada no Brasil.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25093
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Aproximações entre a Cultura Digital e a Educação em Direitos Humanos
           na Formação Docente

    • Authors: André Ary Leonel, Marina Bazzo De Espíndola
      Pages: 183 - 203
      Abstract: Diante do aumento da intolerância, do discurso de ódio e do negacionismo da ciência no mundo contemporâneo, a escola tende a ser o local privilegiado para a análise crítica e superação desta conjuntura, uma vez que é espaço estratégico para a educação cidadã em bases democráticas e inclusivas. Este trabalho objetiva estudar as ações de intervenção vinculadas a linha de formação docente do Projeto: “Conexão Escola-Mundo: espaços inovadores para formação cidadã”, com vistas ao levantamento das possibilidades e desafios de uma formação/ação docente centrada em uma educação para a autoria, colaboração e produção, na escola com jeito hacker de ser. A perspectiva hacker demonstrou-se favorável à constituição de um espaço formativo não hierárquico, fortalecendo a relação entre as demandas da cultura digital e a educação em direitos humanos.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25217
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Práticas de Marketing Educacional nas Escolas Públicas

    • Authors: Maria Olinda Marques, Paula Romão
      Pages: 204 - 228
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo geral identificar práticas de Marketing Educacional nas escolas públicas, tendo-se feito uma revisão sumária da literatura sobre a evolução do marketing (geral) até à emergência do Marketing Societal, do Marketing Educacional e a abordagem do Marketing 3.0 e 4.0. Exploraram-se, também, os normativos legais, a autonomia das escolas, a accountability e evidências dessas práticas associadas ao Marketing Educacional. Para o efeito, optou-se, metodologicamente, por implementar uma pesquisa predominantemente de cariz quantitativa através de um inquérito por questionário, realizado junto do(a)s diretores(as) dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas de Portugal Continental. No que respeita aos principais resultados obtidos, é possível concluir que, apesar de haver evidências de predominar a orientação da gestão para a “produção” do serviço educativo, há práticas de Marketing Educacional nas escolas públicas. Contudo, as escolas parecem ter ainda uma consciência míope do que é o Marketing Educacional, pois há défice na identificação e na implementação dessas práticas, mesmo verificando-se que há escolas que fazem estudos de suporte às decisões da oferta formativa, de avaliação institucional e de satisfação junto dos alunos e restante comunidade educativa. Verifica-se, também, que há escolas que definem e implementam estratégias não só para cumprir os normativos legais, mas também para adequar os serviços aos alunos, tornando-os parte ativa da coprodução do serviço educativo.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.24133
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Bullying Escolar

    • Authors: Cátia Vaz, Fernando Villa
      Pages: 229 - 250
      Abstract: O objetivo deste estudo é investigar se os professores do 1º Ciclo do Ensino Básico de Portugal consideram pertinente o uso de jogos para a prevenção primária do bullying escolar. Quanto ao método, participaram no estudo 276 professores do 1º Ciclo do Ensino Básico dos dois géneros. O instrumento de recolha de dados utilizado nesta investigação é um inquérito por questionário inspirado no Questionário de Olweus construído em 1989[1], mas adaptado pelos autores à população adulta em estudo. Após análise dos resultados, verificou-se que a maioria dos professores defende que é pertinente que a prevenção do bullying escolar se inicie no Ensino Pré-Escolar, uma parte reconhece existir algum instrumento/protocolo de atuação/sinalização para possíveis ocorrências de bullying entre crianças no estabelecimento de ensino onde exercem funções e a maioria, defende que aliar o lúdico (jogos didáticos) à educação pode funcionar como um instrumento de prevenção primária e sensibilização das crianças no Ensino Pré-Escolar, para a problemática. As informações obtidas neste estudo são encorajadoras para se proporem mudanças que contribuam para uma prevenção primária do bullying através do lúdico/jogo, pois quando bem elaborado e explorado, esta ferramenta pode constituir um recurso importante para desenvolver o conhecimento e habilidades, permitindo ao mesmo tempo às crianças adquirir autonomia e aprender a respeitar as regras, proporcionando momentos de comunicação, encorajamento e atitudes positivas e corretas perante os outros. [1] Em 1982 os jornais da Noruega noticiaram o suicídio de três adolescentes associados a graves episódios de vitimização na escola, o que impulsionou o Psicólogo Dan Olweus, docente da Universidade de Bergen, a aprofundar as suas investigações acerca do bullying, tendo para tal construído um questionário em 1989, direcionado para crianças e jovens, que ao longo dos tempos veio a ser aplicado e adaptado por diversos investigadores desta temática, uma vez que a mesma continua a ser um fenómeno pejorativo nas relações sociais em meio escolar e por isso intemporal.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.23820
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Conviver na Escola em Tempos de Pandemia COVID-19

    • Authors: Felicia Figueiredo, Rui Passadouro, Bartolomeu Alves , Alexandre Vieira, Ana Silva, Odete Mendes
      Pages: 251 - 272
      Abstract: A pandemia provocada pelo vírus SARS-CoV-2 tem-se repercutido fortemente nas rotinas dos adolescentes com impacto na sua saúde física e mental. Esta situação é agravada pelo confinamento e pelo afastamento da comunidade escolar. O estudo tem por objetivo conhecer as perceções dos alunos do 2º e 3º ciclo do ensino básico sobre a COVID-19. O estudo, realizado através de um questionário online, integrou uma amostra de 1743 alunos, dos 11 aos 17 anos, de escolas do concelho de Leiria. Na análise dos dados, através do SPSS22, foi utilizada estatística descritiva, teste Qui-Quadrado, t-Student e um nível de significância de 5% para intervalo de confiança de 95%. Os estudantes possuem um elevado nível de conhecimento acerca da doença e das respetivas medidas de proteção. Apresentam um elevado índice global de preocupação de situações decorrentes da pandemia, sendo que a maioria concorda com o regresso às aulas e admite que as aulas presenciais permitiriam melhores avaliações. Apontam a vacinação como uma medida importante para o controlo da pandemia, mostrando disponibilidade para serem vacinados. Os resultados apontam a necessidade de manter a informação que promova comportamentos que favoreçam a segurança e desmistifiquem os receios da pandemia. A disponibilidade dos alunos para serem vacinados deve ser equacionada numa perspetiva de atingir a imunidade de grupo.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.24929
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • O Laboratório de Ensino de Matemática

    • Authors: Renata Rodrigues de Oliveira, Luciana Pereira de Sousa
      Pages: 273 - 292
      Abstract: Este artigo discute as relações que constituem o processo de ensino-aprendizagem no projeto pedagógico do Laboratório de Ensino de Matemática (LEM), considerando demandas atuais que reverberam na Atividade do professor. O principal objetivo foi reconhecer as mudanças que ocorrem na Atividade dos professores de matemática e as aprendizagens que decorrem delas em um contexto específico de trabalho. A pesquisa tem caráter qualitativo, o material empírico foi composto por transcrições das entrevistas com os professores participantes. As análises foram realizadas na perspectiva da aprendizagem expansiva sob a lente teórica da Teoria Histórico-Cultural da Atividade. Essa lente nos possibilitou olhar para a Atividade dos professores direcionada as aulas no LEM motivadas pelas expectativas dos estudantes por aulas diferenciadas, bem como pelas demandas de trabalho do contexto escolar. Os resultados revelam os movimentos de aprendizagem dos professores ao enfrentarem tensões geradas pela necessidade de criar aulas diversificadas, diferentes da sala de aula tradicional. Ao defrontar essas tensões os professores questionam suas próprias práticas e criam alternativas de ensino que conduzem suas decisões acerca da escolha de maneiras de abordar os conteúdos matemáticos. Diferentes mudanças na Atividade são vivenciadas pelos professores. Eles demonstraram que podem mudar o modo como organizam suas aulas, a maneira como ensinam os estudantes e reafirmam a necessidade de um planejamento intencional utilizando os diferentes recursos que o LEM disponibiliza. Os professores, também revelam reflexões críticas e engajamento individual no andamento da Atividade, o que consideramos como movimentos de aprendizagens expansivas.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25197
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • A Avaliação de Competências em Ciências da Natureza Desenvolvidas
           através de Projetos no Ensino Médio

    • Authors: Betina Kappel Pereira, Alessandra da Rosa Trindade Camilo , Neusa Maria John Scheid, Cledes Antonio Casagrande
      Pages: 293 - 308
      Abstract: Este estudo visa correlacionar o currículo brasileiro e o currículo IB/MYP, buscando as possibilidades de utilização de rubricas como recursos para a avaliação de competências em Ciências da Natureza no Ensino Médio. Decorrente de uma pesquisa de doutorado em Educação, em andamento, o presente artigo se propõe a verificar as possibilidades de aproximação entre as competências na área das Ciências da Natureza previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e os conceitos-chave do currículo internacional para as ciências da natureza. Este estudo é de natureza qualitativa, do tipo análise documental. O corpus de análise é composto por duas rubricas utilizadas como ferramenta avaliativa no High School do MYP e pelo projeto “Energia nossa de cada dia”, desenvolvido em uma escola brasileira. Os resultados do presente artigo demonstram que a utilização dos modelos de rubricas do currículo MYP pode potencializar e aprimorar as avaliações do currículo brasileiro, oportunizando testagens direcionadas das competências e estreitando a colaboração professor-aluno na aprendizagem conceitual, procedimental e atitudinal, o que denota que há possibilidade de aproximação entre os currículos mencionados.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25019
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • Currículo e Decolonialidade:

    • Authors: Vanessa do Rego Ferreira, Junot Cornélio Matos
      Pages: 309 - 329
      Abstract: Entre os anos de 2019 e 2020, a SEDUC/AL (Secretaria de Educação de Alagoas) produziu o novo Referencial Curricular da Educação Básica de Alagoas da Rede Estadual, referenciado na BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Este documento visa reestruturar todo o ensino médio através da introdução dos itinerários formativos. Dito isto, o presente artigo[1] visa apresentar as “fissuras” decoloniais existentes nesse documento, apontando possibilidades para a opção decololonial enquanto caminho para descolonizar o currículo. Para tanto, é fundamental que percorramos sobre os conceitos de colonialidade e decolonialidade, com o objetivo de identificar as “fissuras” decoloniais através da análise do referido documento. Trata-se de um trabalho com caráter qualitativo o qual combinou a leitura análitica ao relato de experiência enquanto partícipes do processo de elaboração do referencial. Este ensaio está estruturado em três partes: onde na primeira decorremos sobre os conceitos de colonialidade, decolonialide e desobediência epistêmica; na segunda, descrevemos a atual estrutura do novo Referencial Curricular de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas de Alagoas; e, na última, apresentamos o que consideramos como “fissuras” decoloniais presentes no novo documento. Concluímos apontanto que existe a possibilidade de utilização do pensamento fronteiço como instrumento para a desobediência epistêmica, vislumbrando romper com os epistemicídios. [1] Este ensaio apresenta-se como atividade final da disciplina “Epistemologias Decoloniais: Identidades, Saberes e Currículos”, ofertada pela primeira vez no Programa de Pós- Graduação em Educação da Universidade Federal de Alagoas.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25219
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
  • “Um Modo de Assembléia”:

    • Authors: Ana Lucia Veiga, Adriana Rocha Bruno
      Pages: 330 - 354
      Abstract: Este trabalho apresenta parte da Tese de Doutorado finalizada em 2018, no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais/ Brasil, financiada pela CAPES, inclusive com a realização do Doutorado Sanduíche no Exterior[1]. Por meio da pesquisa narrativa e de processos de imersão em três escolas (uma no Brasil e duas em Portugal), investigou-se movimentos de superação do ensino instrucionista e como alguns de seus alunos/as ressignificam tal proposta nas maneiras como decidem, opinam e participam dos processos de aprendizagens. São discutidos esquemas de comunicação, formas de relações sociais particulares e ações colaborativas de aprendizagem por meio dos sentidos construídos pelos participantes da pesquisa. Os dados sinalizam que atos de currículo alicerçados na constituição de ambiências formativas que fomentem a autonomia de estudantes, assumindo-se como parceiros, colaboradores dos processos de aprendizagem, podem ser fortes aliados para transformação da escola e, portanto, na emergência do construcionismo. [1] Processo número 88881.132898/2016-01.
      PubDate: 2021-12-28
      DOI: 10.25755/int.25199
      Issue No: Vol. 17, No. 57 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 34.204.174.110
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-