A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

        1 2 3 | Last   [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> SOCIOLOGY (Total: 553 journals)
Showing 1 - 200 of 382 Journals sorted alphabetically
Acta Sociologica     Hybrid Journal   (Followers: 35)
Acta Sociológica     Open Access   (Followers: 1)
Acta Universitaria     Open Access   (Followers: 4)
Acta Universitatis Sapientiae, Social Analysis     Open Access  
Advanced Journal of Social Science     Open Access   (Followers: 4)
Advances in Applied Sociology     Open Access   (Followers: 16)
Advances in Appreciative Inquiry     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Advertising & Society Review     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
AFFRIKA Journal of Politics, Economics and Society     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
African and Asian Studies     Hybrid Journal   (Followers: 17)
African Identities     Hybrid Journal   (Followers: 15)
African Sociological Review : Revue Africaine de Sociologie     Open Access   (Followers: 3)
Ageing & Society     Hybrid Journal   (Followers: 40)
AlterNative : An International Journal of Indigenous Peoples     Full-text available via subscription   (Followers: 41)
Alternative Spirituality and Religion Review     Hybrid Journal   (Followers: 12)
American Behavioral Scientist     Hybrid Journal   (Followers: 20)
American Journal of Cultural Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 19)
American Journal of Human Ecology     Open Access   (Followers: 11)
American Journal of Orthopsychiatry     Hybrid Journal   (Followers: 6)
American Journal of Sociological Research     Open Access   (Followers: 20)
American Journal of Sociology     Full-text available via subscription   (Followers: 325)
American Sociological Review     Hybrid Journal   (Followers: 263)
American Sociologist     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Análise Social     Open Access   (Followers: 4)
Anduli : Revista Andaluza de Ciencias Sociales     Open Access  
Annales Universitatis Mariae Curie-Sklodowska, sectio I – Philosophia-Sociologia     Open Access  
Annals in Social Responsibility     Full-text available via subscription  
Annuaire du Collège de France     Open Access   (Followers: 6)
Annual Review of Sociology     Full-text available via subscription   (Followers: 217)
Anthropological Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 53)
Anthropologie et Sociétés     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
AntropoWebzin     Open Access   (Followers: 2)
Antyajaa : Indian Journal of Women and Social Change     Hybrid Journal  
Applied Research in Quality of Life     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Arabian Humanities     Open Access   (Followers: 6)
Argumentos     Open Access   (Followers: 1)
Arte, Individuo y Sociedad     Open Access   (Followers: 3)
Artes Humanae     Open Access   (Followers: 1)
Arys: Antigüedad, Religiones y Sociedades     Open Access  
Asian Journal for Poverty Studies     Open Access   (Followers: 4)
Ateliers d'anthropologie     Open Access   (Followers: 7)
Atenea (Concepción)     Open Access  
Aztlan : A Journal of Chicano Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Barn : Forskning om barn og barndom i Norden     Open Access  
Behavior Analysis in Practice     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
Behavioural Public Policy     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Berliner Journal für Soziologie     Hybrid Journal   (Followers: 12)
BMS: Bulletin of Sociological Methodology/Bulletin de Méthodologie Sociologique     Hybrid Journal   (Followers: 4)
BOGA : Basque Studies Consortium Journal     Open Access   (Followers: 2)
Bronte Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Caderno CRH     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos CERU     Open Access  
Cahiers de l'Urmis     Open Access   (Followers: 1)
Cahiers Jean Moulin     Open Access   (Followers: 4)
Cahiers Société     Open Access  
Canadian Ethnic Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Canadian Graduate Journal of Sociology and Criminology     Open Access   (Followers: 6)
Canadian Journal of Sociology / Cahiers canadiens de sociologie     Open Access   (Followers: 9)
Canadian Journal of Women and the Law     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Canadian Review of Sociology / Revue Canadienne De Sociologie     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Canadian Social Science     Open Access   (Followers: 10)
Caribbean Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Catalyst : A Social Justice Forum     Open Access   (Followers: 10)
Celebrity Studies     Hybrid Journal   (Followers: 13)
CERN IdeaSquare Journal of Experimental Innovation     Open Access  
Chinese Journal of Sociology     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Chinese Sociological Review     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Chinese Sociology & Anthropology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Chophayom Journal     Open Access  
Chrétiens et sociétés     Open Access   (Followers: 2)
Ciência & Tecnologia Social     Open Access  
Ciência & Trópico     Open Access  
Ciencia e Cultura     Open Access  
Ciencia, Cultura y Sociedad     Open Access  
Cities in the 21st Century     Open Access   (Followers: 17)
Citizenship Teaching & Learning     Hybrid Journal   (Followers: 6)
City & Community     Hybrid Journal   (Followers: 42)
City, Culture and Society     Hybrid Journal   (Followers: 23)
City: analysis of urban trends, culture, theory, policy, action     Hybrid Journal   (Followers: 28)
Ciudad Paz-ando     Open Access  
Clio. Femmes, Genre, Histoire - Articles     Open Access   (Followers: 10)
Clivatge. Estudis i testimonis sobre el conflicte i el canvi socials     Open Access  
Columbia Journal of Law and Social Problems     Full-text available via subscription   (Followers: 16)
Communication Monographs     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Community Empowerment     Open Access   (Followers: 1)
Comparative Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Comparative Studies in Society and History     Full-text available via subscription   (Followers: 55)
Configurações     Open Access  
Conflict and Society     Open Access   (Followers: 4)
Conflicto Social     Open Access  
Confluences Méditerranée     Full-text available via subscription  
Contemporary Family Therapy     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Contemporary Pacific     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Contemporary Sociology : A Journal of Reviews     Full-text available via subscription   (Followers: 31)
Contemporary Voice of Dalit     Full-text available via subscription  
COnTEXTES     Open Access   (Followers: 1)
Contexts     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Contributions to Indian Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Controversias y Concurrencias Latinoamericanas     Open Access  
Cosmopolitan Civil Societies : An Interdisciplinary Journal     Open Access   (Followers: 1)
Crime, Histoire & Sociétés     Open Access   (Followers: 10)
Criminologie     Open Access   (Followers: 3)
Critical Discourse Studies     Hybrid Journal   (Followers: 29)
Critical Horizons     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Critical Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 41)
Critical Studies on Terrorism     Hybrid Journal   (Followers: 55)
Cross-cultural Communication     Open Access   (Followers: 8)
Cuadernos de Extensión Universitaria de la UNLPam     Open Access  
Cuadernos de Marte     Open Access  
Cuadernos del CENDES     Open Access  
Cuban Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Cultura y Representaciones Sociales     Open Access  
Culturales     Open Access   (Followers: 1)
Culture - Society - Education     Open Access   (Followers: 2)
Cultures & conflits     Open Access   (Followers: 10)
Current Opinion in Behavioral Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Current Research in Ecological and Social Psychology     Open Access   (Followers: 2)
Current Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 47)
Dalogue and Universalism     Full-text available via subscription  
Debates en Sociología     Open Access   (Followers: 1)
Design and Culture : The Journal of the Design Studies Forum     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Dhaulagiri Journal of Sociology and Anthropology     Open Access  
Diferencia(s)     Open Access  
Dilemas : Revista de Estudos de Conflito e Controle Social     Open Access  
disClosure : A Journal of Social Theory     Open Access   (Followers: 2)
Distinktion : Scandinavian Journal of Social Theory     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Diversité urbaine     Full-text available via subscription  
East Central Europe     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Economy and Sociology / Economie şi Sociologie     Open Access   (Followers: 1)
Ecopolítica     Open Access  
Educação, Escola e Sociedade     Open Access  
Éducation et socialisation     Open Access   (Followers: 1)
Em Debate     Open Access  
Emotion Review     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Emotions and Society     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Enfances, Familles, Générations     Open Access   (Followers: 2)
Entramados : educación y sociedad     Open Access  
Entramados y Perspectivas     Open Access  
Environmental Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Environnement Urbain / Urban Environment     Open Access   (Followers: 11)
Espacio Abierto     Open Access  
Espiral     Open Access  
Espirales     Open Access  
Estudios Geográficos     Open Access   (Followers: 1)
Estudios sobre las Culturas Contemporáneas     Open Access  
Estudios Sociologicos     Open Access   (Followers: 7)
Estudos de Sociologia     Open Access   (Followers: 1)
Ethnicities     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Ethnologia Actualis     Open Access  
Ethnologia Fennica     Open Access  
Ethnologies     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Études françaises     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
European Journal for Sport and Society     Hybrid Journal   (Followers: 1)
European Journal of Cultural and Political Sociology     Hybrid Journal  
European Journal of Sociology     Hybrid Journal   (Followers: 37)
European Review of Applied Sociology     Open Access   (Followers: 1)
European Societies     Hybrid Journal   (Followers: 15)
European Sociological Review     Hybrid Journal   (Followers: 52)
Eutopía - Revista de Desarrollo Económico Territorial     Open Access  
Evaluation     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Facta Universitatis, Series : Philosophy, Sociology, Psychology and History     Open Access  
Families, Relationships and Societies     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Family & Community History     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Family Relations     Partially Free   (Followers: 11)
Finance and Society     Open Access   (Followers: 4)
Fokus pa familien     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Forum Sociológico     Open Access  
Frontiers in Human Dynamics     Open Access  
Frontiers in Sociology     Open Access   (Followers: 2)
Games and Culture     Hybrid Journal   (Followers: 27)
Gender and Behaviour     Open Access   (Followers: 7)
Genre & histoire     Open Access   (Followers: 4)
Genre, sexualité & société     Open Access   (Followers: 6)
Glottopol : Revue de Sociolinguistique en Ligne     Open Access   (Followers: 3)
Good Society     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Grounded Theory Review : an International Journal     Open Access   (Followers: 4)
Group Analysis     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Hábitat y Sociedad     Open Access  
Health Sociology Review     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Health, Culture and Society     Open Access   (Followers: 13)
Heritage & Society     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Hispania     Partially Free   (Followers: 2)
Homo Ludens     Open Access  
Hospitality & Society     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Housing and Society     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Human Behavior, Development and Society     Open Access  
Human Figurations : Long-term Perspectives on the Human Condition     Open Access  
Humanidades em diálogo     Open Access  
Humanity & Society     Hybrid Journal   (Followers: 4)
identidade!     Open Access  
Inclusión y Desarrollo     Open Access  
Indes : Zeitschrift für Politik und Gesellschaft     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Indonesian Journal of Sociology and Education Policy     Open Access   (Followers: 1)
Information, Communication & Society     Hybrid Journal   (Followers: 71)
Insights into Regional Development     Open Access   (Followers: 3)
Interdisciplinary Journal of Partnership Studies     Open Access   (Followers: 1)
Interfaces Brasil/Canadá     Open Access   (Followers: 1)
International Area Studies Review     Hybrid Journal   (Followers: 4)
International Journal of Applied Sociology     Open Access   (Followers: 5)
International Journal of Community Well-Being     Hybrid Journal  

        1 2 3 | Last   [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Journal Cover
MovimentAção
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2358-9205
Published by Universidade Federal da Grande Dourados Homepage  [1 journal]
  • A fluída condição dos nipo-brasileiros nas relações étnico-raciais
           no Brasil

    • Authors: Robson Hideki Mori
      Abstract: Questionamos a posição do nipo-brasileiro nas relações étnico-raciais brasileiras e partiremos de Edward Telles (2003a; 2003b) que propõe uma classificação racial a partir da análise das relações tanto verticais (relações de poder econômico) como horizontais (relações de sociabilidade). Sugerimos a hipótese de que os nipo-brasileiros são interpretados ora como próximos aos “brancos” e ora como “não-brancos” dependendo do contexto nas relações étnico-raciais no Brasil. Na primeira condição são utilizados pela branquitude como “minoria positiva” (KEBBE; MACHADO, 2008; TSUDA, 2000) que ascendeu de forma meritocrática da condição inferiorizada de “perigo amarelo” e devem servir de exemplo para outras minorias étnico-raciais do país. Este argumento fomenta uma falsa simetria entre minorias que deslegitimaria as políticas afirmativas de cotas raciais para acesso ao ensino superior, por exemplo. Entretanto, argumentamos que essa interpretação desconsidera as múltiplas razões (imigração tutelada, capital cultural, cooperativismo) que explicam a mobilidade dos mesmos. Já na segunda condição, eles são tratados cotidianamente com discriminações entendidas como “piadas” relembrando-os da condição de racializados. Os relatos de vivência escolar coletados em 2017 demonstram situações de racismo recreativo (MOREIRA, 2020) recorrentes no ambiente escolar como o determinismo que naturaliza o bom desempenho do estudante nipo-brasileiro criando uma expectativa infundada sobre o mesmo. Entendemos que a proposta de análise exposta ressalta como as classificações raciais no contexto brasileiro são ambíguas, fluídas e pode colaborar com o debate sobre a construção de identidade nacional e crítica a suposta democracia racial presente no país.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15476
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • O que os marcadores apagam o fogo reacende: Diáspora e a lógica de
           Traduções Culturais

    • Authors: João Felipe Gomes Carvalho, Valter Roberto Silvério, Carolina Nascimento de Melo
      Pages: 9 - 24
      Abstract: O uso do termo marcadores sociais da diferença reinsere um debate sobre as disputas em torno da temática racial travadas pela Sociologia e Antropologia. Segundo Hofbauer (2011), tradicionalmente a Sociologia se dedicou aos debates sobre as relações raciais e a Antropologia sobre as culturas afro-brasileiras. O que se observa é que, de modo geral, as Ciências Sociais se valem do nacionalismo metodológico tanto nas interpretações quanto nas apropriações de discussões que ocorrem em movimentos transnacionais de circulação epistemológica de pensadoras negras e diaspóricas. Em termos gerais, o nacionalismo metodológico enfatiza o espaço nacional como termo privilegiado das análises. Mais que isso, tal proposta enfatiza as supostas peculiaridades do caso brasileiro (RIBEIRO, 2019). Os estudos da UNESCO realizados no Brasil nos pós 2ª Guerra Mundial exemplificam a tentativa constante das autoridades estatais e acadêmicas em demonstrarem diferenças sobre as questões raciais aqui e em outros contextos. Nos próprios estudos da UNESCO se evidenciou que, na verdade, as questões raciais do Brasil não diferiam tanto de contextos marcados por segregação e lutas anticoloniais. Todavia, o nacionalismo metodológico ao fechar as análises sociais nas fronteiras do território dificulta o entendimento dos processos diaspóricos ao mesmo tempo que possibilita uma apropriação seletiva da reflexão teórica de intelectuais da diáspora que tem contribuído sobremaneira para o entendimento do racismo contemporâneo. O artigo ao focar nas várias leituras do evento do fogo na estátua do Borga Gato em São Paulo no Brasil, a partir das similaridades do tipo de ato em várias cidades de outros Estados nacionais, reconhece a emergência de um movimento de contestação transnacional em torno dos significados da presença de estátuas e monumentos de escravizadores e colonizadores no espaço público.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15456
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • Direitos constitucionais para seguridade e reconhecimento do trabalho e
           das/os trabalhadoras/es domésticas

    • Authors: Almerinda Ribeiro dos Santos, Alzira Salete Menegat, Márcio Mucedula Aguiar
      Pages: 25 - 42
      Abstract: A Lei Complementar N° 150 de 01 de junho de 2015 assegura garantias de direitos às trabalhadoras e trabalhadores domésticos. Com este estudo bibliográfico objetivou-se verificar mudanças sociais que a implementação da Lei possibilitou para essa classe trabalhadora, que juridicamente, padeceu com a falta de direitos e de reconhecimento da sociedade. Observando a trajetória e evolução dos direitos trabalhistas e analisando dados da PNAD/2018 foi fundamental para reflexão sobre os itens indexados com a implementação da Lei, tecendo os deveres e obrigações nos quesitos como o contrato de trabalho, a remuneração, hora extra, trabalho noturno, férias, previdência social, dentre outros. Verificamos que mesmo havendo garantia constitucional as trabalhadoras domésticas não tinham seus direitos regulamentados, o que gerou profundos prejuízos, principalmente para as mulheres negras. Nesse sentido, conclui-se que a regulamentação da Lei é fundamental para combater as desigualdades sociais dessa categoria, além de representar um papel importante na desconstrução de um imaginário social que associa as mulheres negras à subalternidade.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15459
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • Políticas públicas de ações afirmativas na educação superior do
           Brasil: uma experiência sobre a cota racial na UNILA

    • Authors: Ana Paula Nunes, Ana Paula Olivera Silva de Fernández
      Pages: 60 - 71
      Abstract: Neste artigo, apresentamos a primeira experiência da Banca de Validação da Autodeclaração Étnico-racial responsável por verificar pessoalmente a autodeclaração étnico-racial de candidatos que optaram por ingresso na Universidade Federal de Integração Latino-Americana (UNILA) mediante a reserva de vagas para negros no ato de inscrição no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Nossa pesquisa caracteriza-se como um estudo de caso exploratório e para coleta de dados utilizamos documentos institucionais. Para apoiar a discussão, fizemos uma reflexão sobre a questão racial no Brasil, destacando fenômenos como a diáspora africana, o genocídio da população negra e o movimento eugênico brasileiro como categorias analíticas essenciais para entender o racismo estrutural no Brasil. Além disso, relacionamos o processo de formação do ensino superior brasileiro e a importância das políticas de ações afirmativas como estratégia para enfrentar a desigualdade racial no Brasil
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15410
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • Violência contra mulheres: superação e enfrentamento, uma
           realidade possível

    • Authors: Ledi Ferla
      Pages: 72 - 82
      Abstract: A violência contra mulheres neste artigo é conceituada no contexto da violência de gênero e tem suas raízes profundas na construção social de dominação do masculino. Como é construção social é possível ser descontruída segundo autores pesquisados, na perspectiva de fortalecer as relações de igualdade. A Lei Maria da Penha criada em 2006, caracteriza-se como principal instrumento legal de proteção à mulher, ela tipifica as formas de violência e criminaliza a violência contra as mulheres. Descrevemos brevemente de que forma os fatores históricos determinam os comportamentos machistas e violentos dos homens em relação às mulheres, resultando em relações desiguais. Vemos como o autor Pierre Bourdieu descreve a ordem social como uma máquina simbólica que alicerça e legitima o poder masculino, fundamentando a diferença biológica dos sexos, para afirmar a dominação e a violência. Analisamos os dados coletados, a partir de entrevistas com mulheres atendidas na Delegacia Especializada de Atendimento às Mulheres vítimas de Violência, de Dourados, MS, referente aos meses de junho e julho de 2018. Por meio desses atendimentos, possível caracterizar as formas de violência sofrida, seus autores e as características das mulheres atendidas. Descrevemos os mecanismos de enfrentamento à violência contra as mulheres, utilizando como referência, a Política Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, que detalha a importância do trabalho em Rede no processo de prevenção, enfrentamento, combate e assistência às vítimas.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15451
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • O debate ambiental e a construção de um conhecimento: paradigma
           moderno em questão

    • Authors: Josimar Priori
      Pages: 100 - 119
      Abstract: O objetivo deste trabalho consiste em analisar como o debate ambiental tem produzido um novo tipo de conhecimento. Argumentamos que tal movimento cria um conjunto de categorias por meios das quais o mundo passa a ser representado, explicado e modificado. A metodologia utilizada para a realização deste artigo foi a pesquisa bibliográfica. Após análise crítica dos textos, selecionamos e analisamos os que se mostraram referências relevantes na construção do saber ambiental. Inicialmente demonstramos que este saber parte da constatação de um conjunto de crises, as quais se entrelaçam e se associam ao paradigma moderno, o qual oferece termos para a separação do homem e da natureza, investindo o primeiro na posição de senhor, dominador e explorador e segunda com objeto de exploração. O saber ambiental questionara várias das premissas modernas, entre os quais se destaca a redução da razão à sua função técnico-instrumental, os limites de um conhecimento mecanicista e linear e a ilusão de crescimento econômico ilimitado. Por fim, analisamos as bases do saber ecológico, o qual toma como justificativa a ideia de crise, se coloca como alternativa ao paradigma moderno e apresenta como premissa principal a produção de um saber capaz de compreender os fenômenos sociais, políticos, econômicos, biológicos e ambientais em suas relações.
      PubDate: 2022-05-23
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.12891
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2022)
       
  • Cidadãos em situação de rua e políticas públicas: quando a
           

    • Authors: Igor Souza de Abreu
      Pages: 41 - 50
      Abstract: O trabalho tem por objetivo compreender qual o impacto dos usos da discricionariedade exercidas pelo burocratas em nível de rua (BNR), que são os trabalhadores situados nos níveis mais baixos da hierarquia administrativa, sobre o trabalho entregue a um público específico com o qual interagem, os cidadãos em situação de rua. Como aponta a literatura, o impacto destes profissionais na vida dos cidadãos em situação de rua é marcada pelo imediatismo, consideramos importante, portanto, analisar como fatores pessoais, institucionais e relacionais que partem desses agentes interferem no alcance desse público específico aos seus direitos via políticas públicas. Deste modo, foi realizada a opção pela pesquisa qualitativa do tipo descritiva além da pesquisa bibliográfica. O enfoque nos cidadãos em situação de rua no trabalho é resultado da percepção de que para alcançar seus direitos sociais básicos, esses sujeitos dependem de relações com os burocratas em nível de rua, e como consequência essas relações podem ser permeadas por questões que interferem diretamente no alcance desses direitos, como os próprios valores pessoais dos agentes que lidam com suas demandas. Valores, normas sociais e preconceitos frequentemente incorporam formas de representações sociais que perduram na sociedade e que podem consubstancialmente serem incorporadas nas políticas públicas, através da atuação profissional. Como conclusão, o estudo ressalta que as representações sociais acerca dos cidadãos em situação de rua, impactam os serviços prestados pelos Burocratas em Nível de Rua e o olhar para atuação destes profissionais, pode contribuir para um novo modo de se pensar e executar políticas públicas.
      PubDate: 2021-12-15
      DOI: 10.30612/mvt.v8i15.15135
      Issue No: Vol. 8, No. 15 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.235.140.84
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-