A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

  Subjects -> SOCIOLOGY (Total: 553 journals)
The end of the list has been reached or no journals were found for your choice.
Similar Journals
Journal Cover
Revista Debates Insubmissos
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2595-2803
Published by Universidade Federal de Pernambuco Homepage  [37 journals]
  • EDITORIAL

    • Authors: Allene Lage
      Pages: 1 - 11
      Abstract: EDITORIAL
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p1-11
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • A EDUCAÇÃO SOB A CRÍTICA DE FOUCAULT: EDUCAÇÃO POSITIVA E
           GOVERNAMENTALIDADE

    • Authors: Ademir Henrique Manfré
      Pages: 12 - 31
      Abstract: Este texto trata do tema Educação Positiva e Governamentalidade. É resultado de elaborações teórico-conceituais desenvolvidas junto à disciplina de Filosofia da Educação ministrada por mim nos cursos de licenciatura de uma Universidade do Estado de São Paulo. Por Educação Positiva entende-se a aplicação da Psicologia Positiva à Educação com o objetivo de fomentar a cultura do desempenho e da eficácia na escola, desenvolvendo, aperfeiçoando e aumentando a satisfação pessoal. Os defensores da Educação Positiva justificam que as propostas pedagógicas necessitam estar adequadas para atender às demandas formativas atuais, concebidas como novas abordagens que podem auxiliar a nova geração a lidar com desafios e a prosperar em uma sociedade em constante transformação. Por esse motivo, argumentam que a escola necessita ser atraente e adotar abordagens formativas eficazes. Diante do exposto, partimos dos seguintes questionamentos: por qual motivo inserir a cultura do desempenho e da eficácia nas escolas' O que temos feitos de nós mesmos sob as formas de controle da vida' Nossa hipótese é a de que os pressupostos da Educação Positiva se traduzem no que Foucault chamou de Governamentalidade. Como forma de se contrapor a essa pedagogia, o artigo aborda a concepção de crítica em Foucault como tentativa de questionamento e de tensão aos processos de governamentalização presentes no campo da Educação.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p12-31
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • DESCOMPASSO NAS DISCUSSÕES DE GÊNERO E DIREITOS HUMANOS NA FORMAÇÃO
           DOCENTE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA

    • Authors: Andrea Geraldi Sasso, Fabiane Freire França, Ana Paula Colavite
      Pages: 32 - 52
      Abstract: Discutir sobre Direitos Humanos e Gênero e/ou sua ausência na formação inicial e continuada de docentes tem se mostrado um desafio no avanço da educação e seu papel na formação humana. Diante desse cenário, foi realizada a revisão sistemática de literatura sobre a temática, considerando a base de dados do Portal de Periódicos da CAPES, em artigos publicados nos últimos cinco anos (2015-2020). Foram selecionados vinte artigos e organizados em grupos temáticos. Nesse viés, o estudo, pautado nos estudos das áreas da Educação, Direitos Humanos e dos Estudos de Gênero, possui caráter quanti-qualitativo e bibliográfico. Foi possível constatar situações como: a) exclusão dos temas dos currículos, b) políticas mobilizadas por determinados grupos religiosos, c) lacunas e ocultamento das temáticas na formação inicial e continuada, d) resistência e visões hegemônicas binárias e sexistas por parte das/os profissionais, e) relações de poder que reforçam a (re)produção de estereótipos, entre outros.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p32-52
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • EDUCAÇÃO ESCOLAR QUILOMBOLA: PLANEJAMENTO E PROJETO

    • Authors: Ivan Siqueira, Benedita Rosa da Costa, Maria Helena Tavares Dias
      Pages: 53 - 68
      Abstract: Este artigo problematiza planejamentos e projetos para a educação escolar quilombola, conceitua quilombo, sua formação histórica e discorre sobre a identidade cultural da Educação Escolas Quilombola. Argumenta-se que planejamentos e projetos essas comunidades precisam considerar na sua elaboração as suas singularidades, os seus modos de produção e suas crenças. Sugere-se que planejamentos e projetos sejam flexíveis e estejam em conformidade com as necessidades educacionais do corpo discente, além de considerar a participação de profissionais de educação da comunidade. São analisadas legislação, normas educacionais e a literatura crítica dedicada ao tema. Conclui-se que a Educação Escolar Quilombola possui especificidades que devem orientar formulação, planejamentos e projetos educacionais para as comunidades quilombolas.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p53-68
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • ESTUDOS SOBRE OS CONCEITOS DE LAICIDADE E A DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
           NÃO CONFESSIONAL NO ESTADO DO PARANÁ (2018)

    • Authors: Fabio Lanza, Lucas Luis Jesus da Silva, Luis Gustavo Patrocino
      Pages: 69 - 88
      Abstract: Este artigo se aprofundou nas discussões relacionadas à temática da laicidade, buscando compreender como os conceitos são aplicados à disciplina de Ensino Religioso, uma vez que surge no campo educacional o novo documento: Referencial Curricular do Paraná (PARANÁ, 2018), estipulando e orientando todas as disciplinas ofertadas na educação básica: fundamental e média. A partir dessa fonte documental, elaborou-se uma análise do módulo curricular acerca da disciplina de Ensino Religioso, buscando analisar como a concepção de laicidade fundamenta os conteúdos básicos da respectiva disciplina. Nos resultados identifica-se que o Ensino Religioso não confessional ofertado à rede pública de educação básica possui como características fundamentais os princípios de Estado laico, de laicidade e de direitos humanos e culturais. Dessa forma, na rede estadual de ensino não há possibilidade da disseminação de valores confessionais ou práticas proselitistas, o que pode contribuir para uma formação voltada aos princípios dos direitos humanos.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p69-88
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • CONTRIBUIÇÕES DA PSICANÁLISE PARA A EDUCAÇÃO: UM
           RELATO DE EXPERIÊNCIA

    • Authors: Renata Wirthmann, Isabella Andrade
      Pages: 89 - 110
      Abstract: O presente texto é um relato de experiência do  curso de capacitação "Abril Azul" oferecido à profissionais da rede de educação de quatro municípios do Estado de Goiás durante a pandemia da covid-19, nos meses de abril e maio de 2021. O curso foi desenvolvido a partir do projeto de pesquisa e extensão “Saúde mental na infância e adolescência” orientado pela profa Dra Renata Wirthmann G. Ferreira da Universidade Federal de Catalão (UFCAT), embasado pelo campo psicanalítico, e teve como, matize ética central, o trabalho de construir uma prática que pressupõe e defende o respeito à singularidade do sujeito, ou seja, um trabalho que não sacrifica a individualidade e a liberdade da criança e que toma os pais e os professores como seus principais colaboradores. Desse modo, o presente trabalho propõe apresentar importantes contribuições da teoria psicanalítica acerca do autismo para a educação inclusiva.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p89-110
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • APRESENTAÇÃO DO DOSSIÊ - ALCANCES AUTOFORMATIVOS DA PESQUISA
           (AUTO)BIOGRÁFICA PARA A EDUCAÇÃO

    • Authors: Jaqueline Barbosa Silva, Elias Nazareno, Luis Gabriel Porta
      Pages: 111 - 114
      Abstract: APRESENTAÇÃO DO DOSSIÊ - ALCANCES AUTOFORMATIVOS DA PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA PARA A EDUCAÇÃO
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p111-114
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA E NARRATIVAS FORMATIVAS:ITINERÁRIOS
           DESCOLONIZADORES

    • Authors: Jaqueline Barbosa da Silva, Samanta Gabriely Alves dos Santos
      Pages: 115 - 143
      Abstract: Este artigo busca partilhar o panorama da pesquisa (auto)biográfica, ampliando para as narrativas formativas de pedagogos(as) que atuam no espaço não escolar. Apresentamos, inicialmente, o inventário das produções inscritas na sétima edição do Congresso Internacional de Pesquisas (Auto)Biográficas. Em seguida, disponibilizamos eixos de análise teórico-metodológicos que orientam os itinerários formativos de pedagogos(as). Os resultados, advindos desse duplo percurso investigativo, possibilitaram mapear as produções do campo da pesquisa (auto)biográfica com destaques para o avanço dos modos de acesso a formação e ao exercício profissional. As contribuições para a reflexão do itinerário formativo, mesclado por temporalidades, eventos e lugares, torna um campo fértil para o acesso ao trabalho de gênese sociocoletiva pela qual os indivíduos constroem a trajetória profissional de forma cumulativa e integrativa segundo uma hermenêutica descolonizadora que faz da trama narrativa seu modo de apreensão e de inteligibilidade da vida.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p115-143
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • INTERSECCIONALIDADES AUTOETNOGRÁFICAS Y NARRATIVAS ORBITALES EN LA
           FORMACIÓN DE POSGRADO ARGENTINO

    • Authors: Jonathan Ezequiel Aguirre, Luis Gabriel Porta
      Pages: 144 - 170
      Abstract: La formación de posgrado universitaria, asume, en su devenir, una complejidad particular. Aprendizajes, tiempos, emociones y profesión devienen en una amalgama de experiencias que el sujeto habita a lo largo de todo el proceso de formación doctoral. Desde allí, a partir de la experiencia vivida en un programa específico de Doctorado en Educación en Argentina, comenzamos a documentar narrativamente aquellos significados y sentidos que fue asumiendo, para cada investigador de nuestro equipo, su trayecto doctoral. A través de diarios (auto)etnográficos, cada tesista, fue narrando sus experiencias, emociones, aprendizajes y des-aprendizajes vividos en el acontecer de su formación y en el despliegue de la construcción de sus propias tesis doctorales. En este artículo presentaremos, desde un enfoque (auto)biográfico-narrativo, relatos y experiencias de quienes atravesaron los cotidianos de la formación doctoral, se animaron a documentar narrativamente sus emociones y vivencias en diarios (auto)etnográficos y los incorporaron de diversas maneras en sus respectivas tesis doctorales. Dichos registros interseccionan la clásica forma de construir los informes finales de tesis y la manera en la cual es asumida la propia subjetividad de los investigadores en el campo social contemporáneo
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p144-170
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • PESQUISA NARRATIVA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: O CAMPUS DE EXPANSÃO NO
           INTERIOR DE SERGIPE COMO FIO DE REFLEXÃO

    • Authors: Assicleide Silva Brito, Maria Luiza Araújo Gastal
      Pages: 171 - 191
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo apresentar reflexões de um grupo de professores sobre a importância do Campus de expansão da Universidade Federal de Sergipe no interior do estado, para ingresso na Educação Superior, continuidade da carreira acadêmica e compreensão da formação inicial. A pesquisa se desenvolveu no escopo da abordagem biográfica a partir dos trabalhos de Ferrarotti (2010), Josso (2010a), Delory-Momberger (2011 e 2012). Participaram cinco professores sergipanos. Partimos de uma compreensão hermenêutica para interpretação das narrativas. Durante a interpretação das narrativas compreendemos que o processo de interiorização das Universidades diminui barreiras das desigualdades sociais com acesso ao Ensino Superior, promoção de políticas de permanência estudantil e possibilitou que um grupo de estudantes, hoje profissionais, de diferentes regiões do interior de Sergipe pudessem aprimorar a formação profissional.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p171-191
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA SOBRE AS CONTRIBUIÇÕES DO PIBID PARA A
           FORMAÇÃO DE LICENCIANDOS DE CIÊNCIAS

    • Authors: Francione Charapa Alves, Maria Luíza Rodrigues Pereira, Eunice Andrade de Oliveira Menezes
      Pages: 192 - 210
      Abstract: O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), visa e possibilita o desenvolvimento de aspectos formativos, levando os estudantes de licenciatura para sala de aula ainda na sua iniciação docente, com o objetivo de uma formação mais qualificada, possibilitando profissionais melhores capacitados para atuarem na educação básica. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo investigar de que forma o Pibid contribuiu para a formação dos licenciandos em Ciências e Matemática. A investigação é de cunho qualitativo tendo como método, a pesquisa (auto) biográfica, que permite investigar e  entender a repercussão das experiências vivenciadas e da formação nas práticas decentes dos bolsistas. Quanto à coleta de dados se deu por meio da entrevista narrativa, possibilitando maior aprofundamento da investigação. Foi realizada com ex-bolsistas do curso de Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais e Matemática (LICN), da Universidade Federal do Cariri (UFCA), campus Brejo Santo, no subprojeto ciências. Os dados foram analisados por intermédio da análise de conteúdo, do tipo temático-categorial que se divide em três etapas: pré-análise, exploração do material e tratamento do material. Os resultados evidenciaram que o Pibid contribui significativamente para delinear a identidade profissional dos licenciandos, agindo diretamente na formação de professores, de modo a qualificá-los para sua futura atuação profissional. Igualmente, também fomentou nesses sujeitos segurança, autonomia e motivações para o trabalho em equipe. 
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p192-210
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • A AGÊNCIA INDÍGENA EM QUESTÃO - DO BRASIL COLONIAL À
           QUEDA DO CÉU

    • Authors: Higor Faleiro Coutinho, Elias Nazareno
      Pages: 211 - 226
      Abstract: As considerações propostas no artigo abaixo traçam um paralelo entre dois processos históricos: a Guerra Justa declarada pela Coroa portuguesa contra o povo Kayapó ao sul da capitania de Goiás (com auxílio militar de uma tropa do povo Bororo, lutando pela causa colonial), entre a segunda metade do século XVIII e as primeiras décadas do XIX; e as invasões das terras Yanomami por parte de garimpeiros ilegais, intensificadas a partir de meados da década de 1970 e especialmente violenta nos últimos anos. A partir destes dois eventos, apresentamos uma reflexão sobre a agência indígena, a capacidade de emancipação de sujeitos historicamente subalternizados, à luz da decolonialidade, conceito criado pelo grupo Modernidade/Colonialidade, formado por intelectuais latino-americanos que realizaram um movimento político/epistemológico essencial para a atualização crítica e utópica das ciências sociais na América Latina no século XXI. Atentamo-nos para uma interpretação/apropriação cautelosa do conceito de “agência”, do sociólogo britânico Anthony Giddens, cunhado em contextos sociais, políticos e cosmológicos radicalmente distintos das conjunturas indígenas tanto do Brasil Colonial, quanto da realidade amazônica recente.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p211-226
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • A FESTA QUE NÃO TERMINA: BEZERRA DO SAX, SUA HISTÓRIA, SUA OBRA,
           SEU TEMPO.

    • Authors: Luiz Eduardo Pinheiro Sarmento
      Pages: 227 - 235
      Abstract: Resenha do livro intitulado “Era uma Vez Bezerra do Sax”, organizado por Carminha Bandeira (Carmem Lúcia B. Bandeira) e por Rogério Bezerra da Silva,  lançado em 2019 pela bocadolixo edições, como parte das comemorações do centenário de Bezerra do Sax. Trata-se de um diálogo com a públicação, que é um empreendimento biográfico-narrativo, trazendo reflexões e desdobramentos nos campos educacional, patrimonial e cultural. 
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p227-235
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • CARTA-PARECER DE DANILO STRECK À ALLENE LAGE EM SUA DEFESA DE
           MEMORIAL PARA PROFESSORA TITULAR

    • Authors: Danilo Romeu Streck
      Pages: 236 - 240
      Abstract: Em sintonia com o dossiê deste número da DEBIN, que tem como tema central a biografização de trajetórias docentes, optamos por publicar a carta do professor Danilo Streck, para mostrar uma maneira diferenciada de avaliar uma trajetória docente, escrita em forma de memorial. Aliás, uma maneira mais intimista, que pode se constituir num novo modo de avaliação de memoriais, ao romper com os modelos tradicionais de parecer, recuperando o valor da carta nas escritas acadêmicas.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p236-240
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • REFLEXÕES SOBRE EDUCAÇÃO NO BRASIL EM TEMPOS DE
           BARBÁRIE E PANDEMIA

    • Authors: Danilo de Vasconcellos Ferreira, Felipe Radünz Krüger, Livian Lino Netto
      Pages: 241 - 252
      Abstract: Este texto tem por objetivo fazer uma breve análise da conjuntura política brasileira e seu reflexo na educação especialmente 2020 e 2021, agravados pela pandemia do COVID-19. Além disso, o avanço neoliberal tomou proporções arrebatadoras, ampliando as dificuldades do povo no país, que, ao longo do governo de Bolsonaro, instaurou o pior cenário de incerteza e desesperança, e permeado de escândalos que envolvem seus ministérios, especialmente educação e meio ambiente. Diante da conjuntura que fez com que o país fosse epicentro da pandemia na América do Sul, com milhares de mortos, houve um aumento do desemprego, e no campo da educação, o ensino remoto deixou milhares de jovens e crianças fora da escola. Diante deste contexto, analisamos brevemente os últimos dois anos, apontando que é necessário urgentemente lutar contra o autoritarismo deste governo, valorizar professores e pesquisadores e criar alternativas à barbárie.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p241-252
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • A INSURGÊNCIA DE EPISTEMOLOGIAS DISSIDENTES NO CONTEXTO
           ACADÊMICO

    • Authors: Lucas Silva Dantas
      Pages: 253 - 266
      Abstract: Este ensaio tem como objetivo analisar trabalhos realizados por corpos dissidentes de gênero, raça, classe e sexualidade sobre a produção de conhecimento no meio acadêmico; e a insurgência de epistemologias como rearticulação neste contexto. Analisar como essas propostas articulam redemocratização e deslocamento do modo como se produz conhecimento, quando produzem apoiados num outro referencial teórico, sob outras metodologias, novas formas de sistematização e de escrita. Adotando uma outra perspectiva de mundo e levando em conta realidades até então ocultadas e desarticuladas, por epistemologias dominantes que são adotadas como referências únicas e universais, da maneira de produzir e legitimar o saber. Problematizar a relação entre política e educação trazendo para o foco da produção acadêmica corpos dissidentes como sujeitos produtores, e não mais como objetos de pesquisa, deslocando assim o problema da educação não como puramente pedagógico, mas também político e social.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p253-266
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
  • PORNOGRAFIA E CULTURA DO ESTUPRO: ESTUDO SOBRE A NATURALIZAÇÃO DE
           PRÁTICAS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E SUAS IMPLICAÇÕES EM SUA SAÚDE
           MENTAL

    • Authors: Márcio Rubens de Oliveira, Haylla dos Santos Silva
      Pages: 267 - 284
      Abstract: Introdução: A pornografia apresenta-se como uma das responsáveis pela manutenção da cultura do estupro, reproduzindo a ideia de que as mulheres atuam para satisfazer sexualmente os homens, pois priorizam o prazer masculino e submetem as mulheres a cenas de violência. Objetivo: analisar como a naturalização de práticas de violência na pornografia contribui para a cultura do estupro e como isso repercute na saúde mental da mulher. Método: estudo exploratório, com abordagem qualitativa, realizado através da análise crítica de vídeos disponíveis na plataforma Xvideos. Análise e discussão: os vídeos analisados permitiram considerar que a pornografia reproduz padrões comportamentais de poder do homem e submissão das mulheres, que contribuem para a manutenção da cultura do estupro, impactando negativamente nas relações sexuais, sociais e na saúde mental da mulher. Considerações finais: As práticas de violência reproduzidas na pornografia refletem e reforçam padrões de comportamento que repercutem tanto na cultura do estupro, como na saúde mental da mulher.
      PubDate: 2022-09-11
      DOI: 10.32359/debin2022.v5.n18.p267-284
      Issue No: Vol. 5, No. 18 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.239.112.140
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-