Subjects -> BUSINESS AND ECONOMICS (Total: 3570 journals)
    - ACCOUNTING (132 journals)
    - BANKING AND FINANCE (306 journals)
    - BUSINESS AND ECONOMICS (1248 journals)
    - CONSUMER EDUCATION AND PROTECTION (20 journals)
    - COOPERATIVES (4 journals)
    - ECONOMIC SCIENCES: GENERAL (212 journals)
    - ECONOMIC SYSTEMS, THEORIES AND HISTORY (235 journals)
    - FASHION AND CONSUMER TRENDS (20 journals)
    - HUMAN RESOURCES (103 journals)
    - INSURANCE (26 journals)
    - INTERNATIONAL COMMERCE (145 journals)
    - INTERNATIONAL DEVELOPMENT AND AID (103 journals)
    - INVESTMENTS (22 journals)
    - LABOR AND INDUSTRIAL RELATIONS (61 journals)
    - MACROECONOMICS (17 journals)
    - MANAGEMENT (595 journals)
    - MARKETING AND PURCHASING (116 journals)
    - MICROECONOMICS (23 journals)
    - PRODUCTION OF GOODS AND SERVICES (143 journals)
    - PUBLIC FINANCE, TAXATION (37 journals)
    - TRADE AND INDUSTRIAL DIRECTORIES (2 journals)

ACCOUNTING (132 journals)                     

Showing 1 - 126 of 126 Journals sorted alphabetically
Accountancy     Partially Free   (Followers: 3)
Accounting Analysis Journal     Open Access   (Followers: 4)
Accounting and Finance Research     Open Access   (Followers: 23)
Accounting and Financial Control     Open Access   (Followers: 4)
Accounting Global Journal     Open Access   (Followers: 3)
Accounting History     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Accounting History Review     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Accounting in Europe     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Accounting Research Journal     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Accounting Theory and Practice     Open Access   (Followers: 6)
Accounting, Accountability & Performance     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Accounting, Auditing and Accountability Journal     Hybrid Journal   (Followers: 24)
Acta Marisiensis : Seria Oeconomica     Open Access  
Activos     Open Access  
Actualidad Contable Faces     Open Access   (Followers: 1)
Advances in Accounting     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Advances in Accounting Education     Hybrid Journal   (Followers: 12)
African Journal of Accounting, Auditing and Finance     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Al-Mal : Jurnal Akuntansi dan Keuangan Islam     Open Access  
Applied Finance and Accounting     Open Access   (Followers: 8)
Apuntes Contables     Open Access  
Asia-Pacific Journal of Accounting & Economics     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Asian Journal of Accounting Research     Open Access  
Asian Journal of Economics, Business and Accounting     Open Access  
Asian Journal of Finance & Accounting     Open Access   (Followers: 8)
Berkala Akuntansi dan Keuangan Indonesia     Open Access  
Bulletin of Accounting and Finance Reviews     Open Access   (Followers: 1)
China Journal of Accounting Research     Open Access   (Followers: 3)
China Journal of Accounting Studies     Hybrid Journal  
Chulalongkorn Business Review     Open Access  
Cofin Habana     Open Access  
Comptabilité - Contrôle - Audit     Full-text available via subscription  
Comptabilités     Open Access  
Contabilidad y Negocios     Open Access  
Contabilidade, Gestão e Governança     Open Access  
Contaduría y Administración     Open Access  
Copernican Journal of Finance & Accounting     Open Access   (Followers: 2)
Cuadernos de Administración (Universidad del Valle)     Open Access   (Followers: 1)
Cuadernos de Contabilidad     Open Access  
Current Issues in Auditing     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
E-Jurnal Akuntansi     Open Access  
ECA Sinergia : Revista Especializada en Economía, Contabilidad y Administración     Open Access  
EL-MUHASABA     Open Access  
Estudios Gerenciales     Open Access  
Financial Reporting     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Fokus Bisnis : Media Pengkajian Manajemen dan Akuntansi     Open Access  
Indonesian Accounting Review     Open Access  
International Journal of Accounting & Finance Review     Open Access  
International Journal of Accounting and Financial Reporting     Open Access   (Followers: 8)
International Journal of Accounting and Information Management     Hybrid Journal   (Followers: 5)
International Journal of Accounting, Auditing and Performance Evaluation     Hybrid Journal   (Followers: 9)
International Journal of Auditing Technology     Hybrid Journal   (Followers: 4)
International Journal of Business Reflections     Open Access   (Followers: 2)
International Journal of Finance and Accounting     Open Access   (Followers: 7)
International Journal of Finance and Accounting Studies     Open Access   (Followers: 7)
Journal of Accounting and Business Education     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Accounting and Investment     Open Access  
Journal of Accounting and Management     Open Access   (Followers: 11)
Journal of Accounting in Emerging Economies     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Accounting Literature     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Applied Accounting and Taxation     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Applied Accounting Research     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Journal of Applied Sciences in Accounting, Finance, and Tax     Open Access  
Journal of Auditing, Finance and Forensic Accounting     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Banking and Financial Technology     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Cost Analysis and Parametrics     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Economics Finance and Accounting     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Economics, Business, & Accountancy Ventura     Open Access  
Journal of Economics, Finance and Accounting Studies     Open Access  
Journal of Empirical Research in Accounting     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Federation of Accounting Professions     Open Access  
Journal of Finance and Accounting     Open Access   (Followers: 7)
Journal of Finance and Accounting Research     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Financial Reporting and Accounting     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Journal of Islamic Accounting and Business Research     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Management Accounting Research     Full-text available via subscription   (Followers: 24)
Journal of Public Budgeting, Accounting & Financial Management     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal Syariah and Accounting Public     Open Access  
Jurnal Akuntansi & Keuangan Unja     Open Access  
Jurnal Akuntansi Aktual     Open Access  
Jurnal Akuntansi dan Keuangan     Open Access  
Jurnal Akuntansi dan Perpajakan     Open Access  
Jurnal Akuntansi Indonesia     Open Access  
Jurnal ASET (Akuntansi Riset)     Open Access  
Jurnal Dinamika Akuntansi     Open Access  
Jurnal Ekonomi KIAT     Open Access  
Jurnal Ilmiah Akuntansi dan Bisnis     Open Access  
Jurnal Ilmiah Akuntansi dan Keuangan     Open Access  
Jurnal Kajian Akuntansi     Open Access  
Krisna : Kumpulan Riset Akuntansi     Open Access  
Maandblad Voor Accountancy en Bedrijfseconomie (MAB)     Open Access  
Management & Economics Research Journal     Open Access   (Followers: 1)
Meditari Accountancy Research     Hybrid Journal   (Followers: 2)
North American Actuarial Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Open Journal of Accounting     Open Access   (Followers: 2)
PEKA : Jurnal Pendidikan Ekonomi Akuntansi     Open Access  
Point of View Research Accounting and Auditing     Open Access   (Followers: 1)
Prawo Budżetowe Państwa i Samorządu     Open Access  
Profita : Komunikasi Ilmiah Akuntansi dan Perpajakan     Open Access  
Quipukamayoc     Open Access   (Followers: 1)
RACE - Revista de Administração, Contabilidade e Economia     Open Access  
Research Journal of Finance and Accounting     Open Access   (Followers: 10)
REUNIR: Revista de Administracao, Contabilidade e Sustentabilidade     Open Access  
Revista Catarinense da Ciência Contábil     Open Access  
Revista Contemporânea de Contabilidade     Open Access  
Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace     Open Access  
Revista de Análisis Económico y Financiero     Open Access  
Revista de Contabilidad : Spanish Accounting Review     Open Access  
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ     Open Access  
Revista de Contabilidade e Organizações     Open Access  
Revista de Derecho Fiscal     Open Access  
Revista de Finanças Públicas, Tributação e Desenvolvimento     Open Access  
Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade     Open Access  
Revista Evidenciação Contábil & Finanças     Open Access  
Revista Mineira de Contabilidade     Open Access  
Revista Universo Contábil     Open Access  
Riset Akuntansi dan Keuangan Indonesia     Open Access  
Risk Governance and Control : Financial Markets & Institutions     Open Access  
Science and Studies of Accounting and Finance : Problems and Perspectives     Open Access  
Social and Environmental Accountability Journal     Hybrid Journal   (Followers: 3)
South African Journal of Accounting Research     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Spanish Journal of Finance and Accounting / Revista Española de Financiación y Contabilidad     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Studia Universitatis Babes-Bolyai Oeconomica     Open Access   (Followers: 2)
Sustainability Accounting, Management and Policy Journal     Hybrid Journal   (Followers: 12)
The Accounting Review     Full-text available via subscription   (Followers: 49)
Universal Journal of Accounting and Finance     Open Access   (Followers: 3)

           

Similar Journals
Journal Cover
Revista Evidenciação Contábil & Finanças
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2318-1001 - ISSN (Online) 2318-1001
Published by Universidade Estadual da Paraíba Homepage  [2 journals]
  • Editorial

    • Authors: Viviane da Costa Freitag
      Pages: 1 - 5
      Abstract: Editorial
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Apresentação dos artigos da edição

    • Authors: Adriana Fernandes de Vasconcelos
      Pages: 6 - 8
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Os Impactos da Rentabilização do Estoque de Capital Sobre a
           Probabilidade de Ruína e o Capital de Solvência Para Seguradoras

    • Authors: João Vinícius Carvalho, Leonardo Cardoso, Leonardo Cardoso
      Pages: 9 - 29
      Abstract: Objetivo: Avaliar a solvência técnica de seguradoras por meio da verificação do efeito de rentabilização do estoque de capital sobre a probabilidade de ruína de tais entidades e seu Capital de Solvência, principal instrumento regulatório e prudencial do setor. Fundamento: Baseado na Teoria da Ruína e na Teoria do Risco Coletivo utilizou-se o modelo de risco clássico de Cramér-Lundberg, cuja dinâmica operacional é regida por um Processo de Poisson Composto, considerando uma carteira hipotética com distribuição Exponencial para a severidade de sinistros. Método: Empregando dados simulados, propôs-se uma modificação no modelo de Cramér-Lundberg, incorporando uma estrutura de rentabilização dos ativos garantidores. Para simular os processos de risco aplicou-se a abordagem via Método de Monte Carlo. Resultados: Capitais de Solvência elevados reduzem drasticamente a probabilidade de ruína no curto prazo, e rentabilidades oriundas de aplicações financeiras são mais efetivas para evitar falências em médio e longo prazo. Assim, recomenda-se uma gestão de capital baseada no equilíbrio do binômio: (i) alocação de ativos garantidores em títulos que proporcionem rentabilidades sustentáveis, e; (ii) dimensionar o capital de solvência ideal para lidar com sinistros extremos nos primeiros anos de operação. Contribuições: Em um contexto de queda das taxas reais de juros, este trabalho contribui: (i) sob a ótica gerencial, de maneira que os gestores possam antecipar efeitos adversos da menor rentabilização dos ativos garantidores em suas companhias, adequando sua política de investimentos, e; (ii) para o regulador, que deve estar atento a efeitos sistêmicos que ruínas podem provocar no setor.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Estrutura de Capital e sua Relação com a Geração de Valor para o
           Acionista de Companhias Brasileiras

    • Authors: William Aparecido Maciel da Silva, Tatiana Albanez
      Pages: 30 - 48
      Abstract: Objetivo: Analisar se a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras contribuiu para a geração de valor econômico para seus acionistas entre o período de 2010 a 2017. Fundamento: A decisão de financiamento está diretamente relacionada com o custo de capital da empresa, sendo um determinante para a geração de valor. Método: Técnica econométrica de dados em painel de empresas brasileiras não financeiras listadas na B3. Resultados: Destaca-se a dificuldade que as empresas brasileiras têm em conseguir resultados que excedam o custo de oportunidade e que possibilite a criação de valor econômico para seus acionistas. Contribuições: Constatar empiricamente que menores níveis de endividamento estão associados de forma positiva com a geração de valor do acionista.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Análise do Capital de Giro das Empresas Listadas na B3 Frente à Crise
           Econômica Brasileira

    • Authors: Daniel Penido de Lima Amorim, Marcos Antônio de Camargos, Bruno Ferreira Pinto
      Pages: 49 - 70
      Abstract: Neste artigo, objetivamos analisar se ocorreram alterações no capital de giro de empresas de capital aberto no contexto da Crise Econômica Brasileira. Para isso, recorremos às variáveis e estruturas financeiras do Modelo Dinâmico de Gestão Financeira de uma amostra de 89 empresas que tinham ações listadas na B3. Consideramos o período desde o segundo trimestre de 2011 até o primeiro trimestre de 2017. Metade desse período corresponde a antes da Crise Econômica Brasileira e metade corresponde a durante essa crise. Utilizando dados de 2.136 balanços patrimoniais, calculamos as variáveis do Modelo Dinâmico e identificamos as seis estruturas financeiras dessa abordagem. Analisamos alterações nos percentuais de empresas classificadas em cada uma dessas estruturas. Avançamos por avaliar estatisticamente se ocorreram diferenças significativas em cada um dos componentes do Modelo Dinâmico durante a crise. Os resultados evidenciaram que houve uma sutil piora na situação do capital de giro das empresas durante a crise, apesar de observarmos que isso ocorra em variáveis específicas do Modelo Dinâmico. As contas financeiras e operacionais do capital de giro devem tender a exibir dinâmicas distintas quando as empresas se defrontaram com o contexto de crise.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Avaliação da Robustez do Uso do Prêmio por Risco País no Cálculo do
           Custo de Capital Próprio no Brasil

    • Authors: Gildo Rodrigues da Silva, Francisco José de Oliveira Andrade, Daniel Reed Bergmann
      Pages: 71 - 87
      Abstract: Objetivo: O objetivo desta pesquisa é verificar se há motivações para os executivos das empresas listadas na B3 utilizarem o prêmio por risco país em conjunto com o índice local (Ibovespa) ou o prêmio do mercado americano no cálculo do custo de capital próprio. Tendo em vista que esta prática está sendo discutida pela academia e pelos praticantes do mercado, e ainda não sem tem um entendimento consolidado sobre o tema. Fundamento: Segundo Sanvicente (2015) este procedimento de incluir o prêmio por risco país e o prêmio de risco de mercado, pela diferença entre o índice local (Ibovespa) e a taxa livre de risco, ao mesmo tempo é redundante e inapropriado para a finalidade de estimação do custo de capital próprio de uma empresa. Método: A pesquisa está classificada como descritiva e quantitativa e pode ser tratada como empírico-analítica, com a utilização dados secundários dos laudos de avaliações elaborados pelos analistas para oferta pública de aquisições de ações (OPA) no período de 2014 a 2019, disponíveis no site da Comissão de Valores Mobiliários da B³. O artigo testou através de modelo de regressão em MQO, se as empresas mais negociadas no índice local (Ibovespa) no período de 2014 a 2019 possuem o coeficiente estatisticamente significante a fim de desconsiderar o uso do prêmio por risco país no cálculo do custo de capital próprio. Resultados: Os resultados sugerem que o prêmio por risco país não deve ser utilizado no cálculo do capital próprio em conjunto com o prêmio de mercado americano ou o índice local (Ibovespa). Os dados demonstraram que a maior parte das companhias abertas listadas na B3 apresentam o coeficiente não significativo para o prêmio por risco país, sendo este índice inexpressivo para o cálculo do retorno anual das ações, e consequentemente para o cálculo do custo de capital próprio. Contribuições: A pesquisa corrobora com a B3, com os stakeholders e os gestores das companhias, pois destaca os elementos essenciais e apontamento contidos nos laudos de avaliações que úteis e práticos no processo de avaliação de ativos. Palavras-chave: CAPM. Ibovespa. Risco País.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Características que Influenciam o Nível de Conservadorismo dos Alunos de
           Graduação de Contabilidade

    • Authors: Jislene Trindade Medeiros, Rômulo Alves Soares, Lívia Arruda Castro, Daniel Barboza Guimarães
      Pages: 88 - 102
      Abstract: Objetivo: Este estudo tem como objetivo investigar a influência do gênero, da idade, da renda e do tempo de curso no nível de conservadorismo dos alunos do curso de contabilidade. Fundamento: Contrapondo-se a Moderna Teoria de Finanças (Fama, 1970), esta pesquisa apresenta um estudo que questiona a perfeita racionalidade dos agentes e investiga as características que influenciam o nível do viés comportamental do conservadorismo e o seu efeito na tomada de decisão por alunos dos cursos de contabilidade. Método: Os dados foram obtidos por meio da aplicação de um questionário com base no elaborado por Kahneman e Tversky (1979) para alunos do curso de contabilidade em uma instituição de ensino pública do Nordeste do Brasil. Os dados foram analisados por meio da análise descritiva das respostas, análise de clusters hierárquica, teste não-paramétrico de Mann-Whitney e regressão logística. Resultados: Os resultados revelaram que a maioria dos alunos do curso de contabilidade são conservadores e avessos ao risco e verificou-se indícios de que os alunos dos dois últimos anos do curso têm uma maior probabilidade de serem conservadores. Contudo, não foram encontradas evidências de que o gênero, a idade e a renda influenciam no nível de conservadorismo. Contribuições: Estes resultados contribuem para uma maior compreensão do processo decisório dos indivíduos na elaboração de informações e na qualidade das informações financeiras, por meio da identificação da influência de características cognitivas na tomada de decisão.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Análise Comparativa das Competências e Habilidades Estabelecidas nas
           International Education Standards com os Projetos Pedagógicos dos Cursos
           de Contabilidade à Luz da Teoria Institucional

    • Authors: Luciana Holtz, Isabel Cabral, Márcia da Silva Carvalho
      Pages: 103 - 122
      Abstract: Objetivo: Comparar o perfil profissional recomendado pelo IAESB, constante nas IES 02 - Competência Técnica e IES 03 -Habilidade Profissional, com o perfil do profissional do egresso das Instituições Federais de Ensino Superior da Região Sudeste. Fundamento: O artigo utiliza a Teoria Institucional como base teórica para a análise comparativa entre as competências e habilidades preconizadas nas IES e as contidas nos Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs).  Método: Utilizando a análise de conteúdo foram analisados 13 PPCs de Instituições de Ensino Superior Federais, da região sudeste, que ofertam o curso de Ciências Contábeis. Resultados: As baixas aderências dos PPCs às normas IES revelam que as instituições de ensino ainda não estão integradas no processo de globalização da formação do profissional contábil. Quando avaliada a adesão às assertivas sugeridas pelas normas, percebe-se a forte influência de outras instituições, como o Governo e o CFC, no processo de elaboração dos PPCs, demonstrando a existência de isomorfismo coercitivo. O estudo revela que competências importantíssimas no ambiente empresarial, como governança e gerenciamento de risco, e, finanças e gestão financeira, não estão abordadas nos PPCs atuais, o que indica a necessidade de revisão desses projetos. Contribuições: Os resultados obtidos contribuem para discussões sobre educação contábil, incluindo a discussão futura sobre a pertinência ou não da adoção de normas educacionais internacionais em um País com tantas particularidades como o Brasil.
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • Governança Corporativa e Seus Determinantes: Influências Negativas do
           Ambiente Externo Sobre as Práticas de Governança Corporativa do Próximo
           Exercício

    • Authors: Adhmir Renan Voltolini Gomes, Gilmar Ribeiro de Mello
      Pages: 123 - 141
      Abstract: Objetivo: O presente estudo objetivou analisar as chances da competitividade de mercado e o risco não sistemático determinarem os níveis de Governança Corporativa do próximo exercício. Fundamento: Teoria da agência e governança corporativa, Competitividade de Mercado, risco não sistêmico e estudos correlatos. Método: A metodologia possui abordagem quantitativa com regressão logística. A amostra é composta pelas empresas que constituíram o IBOVESPA no ano de 2016. Resultados: O risco não sistêmico demonstrou ser um contraponto à governança. Assim, o ambiente de risco desfavorece a tomada de decisão a favor da adoção de práticas de governança. Já o grau de competitividade de mercado, por meio do índice Herfindahl, constatou o aumento nas chances de ocorrerem as práticas do novo mercado. Contribuições: Este estudo tem o intuito de contribuir com a discussão referente às chances das práticas de governança corporativa ocorrer de acordo com os fatores externos, visto que as influências externas não necessariamente levam as empresas a adquirem determinado conjunto de práticas.  
      PubDate: 2021-12-30
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
  • A Divulgação dos Principais Assuntos de Auditoria Afetou a Remuneração
           dos Auditores Independentes'

    • Authors: Ana Carolina Vasconcelos Colares, Jaqueline Nunes da Silva, Isadora de Ângelo Almeida, Luana Sousa Santos
      Pages: 142 - 159
      Abstract: Objetivo: Investigar se o novo relatório de auditoria independente com a inclusão dos principais assuntos de auditoria (PAA) acarretou em aumento da remuneração dos auditores, considerando o período de 2016 a 2018. Fundamento: A NBC TA 701 trata-se na divulgação dos principais assuntos de auditoria que são os assuntos que exigiram atenção significativa da auditoria, tais como áreas avaliadas como de maior risco de distorção relevante, riscos significativos identificados ou julgamentos significativos por parte do auditor e da administração. Método: Técnica econométrica de dados em painel e cross-section, para uma amostra de 218 empresas brasileiras listadas na B3, durante o período de 2016 à 2018. Resultados: Os resultados evidenciaram que a quantidade de PAA divulgada afetou a remuneração dos auditores somente no primeiro ano de aplicação da norma. Também foi constatada que a remuneração dos auditores independentes está relacionada positivamente com as variáveis tipo de firma, remuneração dos serviços de não auditoria, setor regulamentado e tamanho da firma, e, negativamente associado com a governança corporativa, durante o período analisado. Contribuições: A pesquisa mostra que a divulgação dos PAA pode expor riscos associados às empresas auditadas, gerando risco de litígio às empresas de auditoria que ainda não estavam habituadas com essa divulgação no primeiro ano da norma. Além disso, percebe-se que uma maior qualidade da auditoria advinda dos requisitos da norma resultou em custo adicional.
      PubDate: 2021-12-30
      DOI: 10.22478/ufpb.2318-1001.2021v9n3.54422
      Issue No: Vol. 9, No. 3 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 34.231.244.12
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-