A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

        1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> ARCHAEOLOGY (Total: 300 journals)
Showing 1 - 57 of 57 Journals sorted alphabetically
Acta ad archaeologiam et artium historiam pertinentia     Open Access   (Followers: 2)
Acta Antiqua     Full-text available via subscription   (Followers: 23, SJR: 0.1, CiteScore: 0)
Acta Archaeologica     Hybrid Journal   (Followers: 62)
Acta Archaeologica Academiae Scientiarum Hungaricae     Full-text available via subscription   (Followers: 7, SJR: 0.139, CiteScore: 0)
Acta Terrae Septemcastrensis     Open Access   (Followers: 1)
Acta Universitatis Lodziensis : Folia Archaeologica     Open Access   (Followers: 1)
ADLFI. Archéologie de la France - Informations     Open Access   (Followers: 1)
Advances in Archaeomaterials     Open Access   (Followers: 4)
African Archaeological Review     Hybrid Journal   (Followers: 17)
Afrique : Archéologie & Arts     Open Access   (Followers: 5)
Akroterion     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
American Antiquity     Full-text available via subscription   (Followers: 26)
American Journal of Archaeology     Partially Free   (Followers: 74)
Anadolu Araştırmaları / Anatolian Research     Open Access   (Followers: 1)
Anales de Arquelogía Cordobesa     Open Access  
Anales de Arqueología y Etnología     Open Access  
Anatolia Antiqua : Revue internationale d’archéologie anatolienne     Full-text available via subscription  
Anatolica     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Ancient Asia     Open Access   (Followers: 9)
Ancient History : Resources for Teachers     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Ancient Near Eastern Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 26)
Ancient Society     Full-text available via subscription   (Followers: 23)
Ancient West & East     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Annuaire du Collège de France     Open Access   (Followers: 6)
Annual of the British School at Athens     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
Anthropology & Archeology of Eurasia     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Antipoda : Revista de Antropología y Arqueología     Open Access   (Followers: 4)
Antiqua     Open Access   (Followers: 8)
Antiquaries Journal, The     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Antiquite Tardive     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Antiquités Africaines     Open Access  
Antiquity     Hybrid Journal   (Followers: 48)
AntropoWebzin     Open Access   (Followers: 3)
AP : Online Journal in Public Archaeology     Open Access   (Followers: 3)
Arabian Archaeology and Epigraphy     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Archaeofauna     Open Access   (Followers: 5)
Archaeologia Adriatica     Open Access  
Archaeologia Baltica     Open Access   (Followers: 2)
Archaeologia Lituana     Open Access  
Archaeologiai Értesitö     Full-text available via subscription   (Followers: 1, SJR: 0.112, CiteScore: 0)
Archaeological and Anthropological Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Archaeological Dialogues     Hybrid Journal   (Followers: 30)
Archaeological Discovery     Open Access   (Followers: 6)
Archaeological Journal     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Archaeological Prospection     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archaeological Reports     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Archaeological Research in Asia     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Archaeologies     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Archaeology in Oceania     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archaeology, Ethnology and Anthropology of Eurasia     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Archaeometry     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Archaeonautica     Open Access  
Archäologie im Rheinland     Open Access  
Archäologische Informationen     Open Access   (Followers: 1)
ArcheoArte. Rivista Elettronica di Archeologia e Arte     Open Access   (Followers: 7)
Archeological Papers of The American Anthropological Association     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archéologie médiévale     Open Access   (Followers: 1)
Archeomatica     Open Access   (Followers: 4)
ArcheoSciences     Open Access   (Followers: 10)
Archipel     Open Access  
Archivo Español de Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Arkæologi i Slesvig-Archäologie in Schleswig     Open Access  
Arqueología     Open Access  
Arqueología de la Arquitectura     Open Access   (Followers: 2)
Arqueología y Territorio Medieval     Open Access  
Artefact : Techniques, histoire et sciences humaines     Open Access   (Followers: 2)
Artefact : the journal of the Archaeological and Anthropological Society of Victoria     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Asian Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Asian Perspectives     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Athar Alrafedain     Open Access  
Ausgrabungen und Funde in Westfalen-Lippe     Open Access  
Australasian Historical Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Australian Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Australian Cane Grower     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Azania: Archaeological Research in Africa     Hybrid Journal   (Followers: 7)
BABesch - Bulletin Antieke Beschaving     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Bajo Guadalquivir y Mundos Atlánticos     Open Access  
Balcanica Posnaniensia Acta et studia     Open Access  
Berkala Arkeologi     Open Access  
Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas     Open Access   (Followers: 2)
Boletín de Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Boletín de Arqueología Experimental     Open Access  
Boletín del Museo Chileno de Arte Precolombino     Open Access   (Followers: 1)
Brill Research Perspectives in Ancient History     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Britannia     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Bryn Mawr Classical Review     Open Access   (Followers: 55)
BSAA Arqueología     Open Access  
Built Environment Inquiry Journal     Open Access  
Bulletin de l'Institut français d'archéologie orientale     Open Access  
Bulletin du centre d’études médiévales d’Auxerre     Open Access   (Followers: 6)
Bulletin of the History of Archaeology     Open Access   (Followers: 16)
Cadernos do LEPAARQ     Open Access   (Followers: 1)
California Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Cambridge Archaeological Journal     Hybrid Journal   (Followers: 108)
Canadian Zooarchaeology / Zooarchéologie canadienne     Open Access   (Followers: 3)
Cartagine. Studi e Ricerche     Open Access   (Followers: 3)
Catalan Historical Review     Open Access   (Followers: 3)
Chronique des activités archéologiques de l'École française de Rome     Open Access   (Followers: 1)
Comechingonia : Revista de Arqueología     Open Access  
Complutum     Open Access   (Followers: 2)
Conimbriga     Open Access  
Conservation and Management of Archaeological Sites     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Continuity and Change     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Cuadernos de Arqueología de la Universidad de Navarra     Open Access  
Cuadernos de Prehistoria y Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Cultural Heritage and Science     Open Access   (Followers: 7)
Damrong Journal of The Faculty of Archaeology Silpakorn University     Open Access  
Danish Journal of Archaeology     Open Access   (Followers: 2)
Die Welt des Orients     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Digital Applications in Archaeology and Cultural Heritage     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Dissertationes Archaeologicae     Open Access   (Followers: 1)
Documenta Praehistorica     Open Access   (Followers: 1)
Dotawo : A Journal of Nubian Studies     Open Access   (Followers: 3)
E&G Quaternary Science Journal     Open Access   (Followers: 10)
Eastern Christian Art     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Economic Anthropology     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
Environmental Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 41)
Estudios Atacameños     Open Access   (Followers: 2)
Estudios de Cultura Maya     Open Access   (Followers: 3)
Ethnoarchaeology : Journal of Archaeological, Ethnographic, and Experimental Studies     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Ethnos: Journal of Anthropology     Hybrid Journal   (Followers: 106)
European Journal of Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 77)
European Journal of Law and Economics     Hybrid Journal   (Followers: 53)
Exchange     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Florentia Iliberritana     Open Access   (Followers: 1)
Frankokratia     Full-text available via subscription  
Gaia : Revue interdisciplinaire sur la Grèce archaique     Open Access   (Followers: 1)
Gallia : Archéologie des Gaules     Open Access   (Followers: 1)
Gallia Préhistoire     Open Access  
Geoarchaeology: an International Journal     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Geochronometria     Open Access   (Followers: 1)
Greek, Roman, and Byzantine Studies     Open Access   (Followers: 51)
Herança : Revista de História, Património e Cultura     Open Access   (Followers: 1)
Heritage Science     Open Access   (Followers: 5)
Heritage, Memory and Conflict Journal     Open Access   (Followers: 20)
Hispania Epigraphica     Open Access   (Followers: 4)
Historical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Hortus Artium Medievalium     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
In Situ Archaeologica     Open Access   (Followers: 1)
Index of Texas Archaeology : Open Access Gray Literature from the Lone Star State     Open Access  
Industrial Archaeology Review     Hybrid Journal   (Followers: 18)
International Journal for the History of Engineering and Technology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
International Journal of Cultural Property     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
International Journal of Heritage in the Digital Era     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
International Journal of Historical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 41)
International Journal of Nautical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 23)
International Journal of Paleopathology     Partially Free   (Followers: 12)
International Journal of Speleology     Open Access   (Followers: 3)
Internet Archaeology     Open Access   (Followers: 16)
Iranica Antiqua     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Iraq     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
ISIMU. Revista sobre Oriente Próximo y Egipto en la Antigüedad     Open Access  
Journal of African Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Journal of African Diaspora Archaeology and Heritage     Hybrid Journal  
Journal of African History     Hybrid Journal   (Followers: 32)
Journal of Ancient Egyptian Interconnections     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Journal of Ancient History and Archaeology     Open Access   (Followers: 31)
Journal of Anthropological Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 76)
Journal of Archaeological Method and Theory     Hybrid Journal   (Followers: 57)
Journal of Archaeological Research     Hybrid Journal   (Followers: 56)
Journal of Archaeological Science     Hybrid Journal   (Followers: 78)
Journal of Archaeological Science : Reports     Hybrid Journal   (Followers: 27)
Journal of Biourbanism     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Cognitive Historiography     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Journal of Community Archaeology & Heritage     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Journal of Computer Applications in Archaeology     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Conflict Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Journal of Contemporary Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Journal of Eastern Mediterranean Archaeology & Heritage Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Journal of Egyptian History     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Field Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Journal of Glacial Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Journal of Inner Asian Art and Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Journal of Islamic Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Journal of Island and Coastal Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Lithic Studies     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Maritime Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Journal of Mediterranean Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 32)
Journal of Near Eastern Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 31)
Journal of Neolithic Archaeology     Open Access   (Followers: 9)
Journal of Open Archaeology Data     Open Access   (Followers: 9)
Journal of Pacific Archaeology     Free   (Followers: 6)
Journal of Paleolithic Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Quaternary Science     Hybrid Journal   (Followers: 36)
Journal of Roman Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 25)
Journal of Skyscape Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Journal of Social Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 47)
Journal of the British Archaeological Association     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Journal of Wetland Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Journal of World Prehistory     Hybrid Journal   (Followers: 37)
Karthago     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Kentron     Open Access   (Followers: 1)
Kuml     Open Access  
La zaranda de ideas     Open Access   (Followers: 1)
Landscapes     Hybrid Journal   (Followers: 21)
LANX: Rivista della Scuola di Specializzazione in Archeologia     Open Access  
Layers. Archeologia Territorio Contesti     Open Access   (Followers: 1)
Les Cahiers de l’École du Louvre     Open Access   (Followers: 2)
Les Nouvelles de l'archéologie     Open Access   (Followers: 1)
Levant     Hybrid Journal   (Followers: 6)

        1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Journal Cover
Arqueología
Journal Prestige (SJR): 0.182
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1853-8126 - ISSN (Online) 0327-5159
Published by Universidad de Buenos Aires Homepage  [45 journals]
  • Fatores associados à saúde mental de alunos do internato
           interprofissional de enfrentamento à COVID-19

    • Authors: Mario Madureira, Alexandre Sampaio Moura, Rosa Malena
      Pages: e44899 - e44899
      Abstract: Objetivo: analisar os fatores associados a sintomas ansiosos e depressivos de alunos do internato interprofissional da Santa Casa de Belo Horizonte. Analisou-se também a autopercepção de aprendizagem e satisfação. Método: estudo transversal no qual analisou-se os fatores associados a sintomas ansiosos e depressivos estimados pelo Transtorno de Ansiedade Generalizada (GAD-7) e pelo Questionário de Saúde do Paciente (PHQ-9) em alunos de um internato interprofissional de enfrentamento à COVID-19. Ao final do internato, analisou-se a percepção do alcance dos objetivos de aprendizagem e a experiência do aluno utilizando Net Promoter Score (NPS). Resultado: entre os 92 alunos analisados, 22 (23,9%) apresentaram escores elevados para sintomas ansiosos e 26 (28,3%) para sintomas depressivos. A frequência de sintomas ansiosos foi maior entre alunos de farmácia quando comparados aos de medicina ou enfermagem (42,9%, 28,9%, 9,7%, respectivamente, p=0,035). Sintomas ansiosos foram menos frequentes entre alunos que sempre tiveram acesso a equipamento de proteção individual (EPI) quando comparados aos demais (17,7% vs. 36,7%; p=0,046). Alunos que tiveram sintomas de COVID-19, quando comparados aos demais, apresentaram maior frequência de sintomas ansiosos (44,1% vs. 12,1%; p=0,001) e depressivos (41,2% vs. 20,7%; p=0,035). O atendimento a pacientes com COVID-19 não esteve associado a sintomas depressivos nem ansiosos. Observou-se alto nível de percepção do alcance dos objetivos de aprendizagem, maior entre estudantes de enfermagem. O escore geral do NPS foi de 70, com maior frequência de promotores entre alunos de enfermagem (90%), quando comparados aos de farmácia (67%) e medicina (62%). Conclusão: sintomas ansiosos estiveram associados à categoria profissional, acesso a EPI e história prévia de sintomas de COVID-19. A percepção do alcance de objetivos propostos foi elevada e o escore NPS foi satisfatório, com maior proporção de promotores na enfermagem.
      PubDate: 2024-01-02
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44899
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2024)
       
  • Objeção de consciência médica em casos de abortamento

    • Authors: Letícia Ferruzzi Sacchetin, Andressa Pereira de Souza, Camelia Santina Murgo
      Pages: e45000 - e45000
      Abstract: Introdução: a objeção de consciência possibilita assegurar direitos médicos, mas é um entrave para a saúde pública no Brasil. Objetivo: realizar uma revisão de literatura brasileira avaliando a motivação por parte dos profissionais da saúde que apresentam objeção de consciência em casos de abortamento legalizados. Método: para tanto, realizou-se uma revisão de literatura brasileira PICO, com a pergunta norteadora: ensino tecnicista médico versus religiosidade interferem na opção para a objeção de consciência diante do abortamento legalizado' Utilizou-se as bases: Cochrane Library, Lilacs, PubMed, Scielo e Periódicos CAPES, contando com os descritores “(Objeção de Consciência)”; “(Objeção de Consciência) AND (Religião)”; “(Objeção de Consciência) AND (Educação Médica)”; “(Objeção de Consciência) AND (Religião) AND (Educação Médica)” e seus respectivos termos em inglês acrescidos do termo “abortion”. A busca foi realizada em janeiro de 2023 e limitada ao período entre 2016 e 2023. Resultado: a busca inicial resultou em 1746 artigos, sendo desses apenas 17 incluídos. Pode-se observar que a religião é uma influência, contudo, a falta da temática nas faculdades de Medicina faz com que os médicos procedam de forma incorreta ou incompleta ao objetarem a consciência. Conclusões: este estudo servirá para futuros projetos de intervenção com acadêmicos de Medicina, que minimizem o entrave no acesso ao aborto.
      PubDate: 2024-01-02
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.45000
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2024)
       
  • Grandes deleções raras no CFTR

    • Authors: Lucas Montiel Petry, Laura de Casto e Garcia, Lucas Kich Grun, Amanda da Silva Meneses, Luana Braga Bittencourt, Marina Puerari Pieta, `Pedro Van Der Sand Germani, Laura Menestrino Prestes, Leonardo Araujo Pinto
      Pages: e44600 - e44600
      Abstract: Objetivo: este trabalho tem como objetivo descrever o diagnóstico e o acompanhamento de pacientes acometidos pelas manifestações da fibrose cística e grandes deleções do gene CFTR. Para isso, realizamos análise retrospectiva de prontuários, incluindo genotipagem e acompanhamento retrospectivo de dados clínicos e de função pulmonar. Descrição dos casos: foram avaliados prontuários eletrônicos e impressos de pacientes acompanhados em ambulatório de referência em fibrose cística. Encontramos três pacientes com grandes deleções no gene CFTR, sendo dois deles heterozigotos (heterozigotos com deleção nos éxons de 2 a 3 e heterozigotos para deleções nos éxons de 25 a 27) e um deles homozigoto (homozigoto para as deleções nos éxons de 19 a 21,). Um paciente apresentou resultado falso negativo no sequenciamento genético completo. Todos os três receberam tratamento padrão para fibrose cística. Dois pacientes morreram de complicações pulmonares da fibrose cística. Portanto, achados falsos negativos no sequenciamento CFTR para o diagnóstico de fibrose cística são raros, mas podem ser mais frequentes em pacientes com grandes deleções. Conclusão: grandes deleções de CFTR estão associadas a fenótipos graves de FC.
      PubDate: 2023-12-22
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44600
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • O escorpionismo no Estado de Goiás (2003-2019)

    • Authors: Raphael Ladislau de Alcantara, Nelson Jorge da Silva Jr
      Pages: e44883 - e44883
      Abstract: Objetivo: realizar uma avaliação dos acidentes com escorpiões no Estado de Goiás no período de 2003 a 2019.
      Métodos: trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, onde a coleta de dados se baseou nas Fichas de Notificações Compulsórias, mantidas no Centro de Informações e Assistência Toxicológica de Goiás. Foram utilizados formulários simplificados para a coleta de 23 variáveis que foram analisadas e tabuladas.
      Resultados: foram notificados 18.720 casos, sendo o município de Goiânia com o maior número de ocorrências do estado, com um predomínio dos acidentes na zona urbana, sendo a população economicamente ativa a mais vulnerável. A sazonalidade dos acidentes possui características pouco evidentes em relação à precipitação e à temperatura anual do Estado de Goiás, com uma discreta menor prevalência nos meses de junho e julho. O tempo de atendimento está associado a um prognóstico mais favorável e à classificação do caso. O aumento do número de acidentes é crescente a partir de 2012, ano em que a notificação compulsória passou a ser obrigatória. A distribuição geográfica dos acidentes é influenciada pelo processo de urbanização desorganizado. Os óbitos estão associados, principalmente, à faixa etária pediátrica.
      Conclusões: a sazonalidade dos acidentes escorpiônicos no Estado de Goiás tem um padrão pouco evidente em relação às condições ambientais. A faixa etária produtiva é a mais acometida. Existe uma necessidade de melhora na capacitação dos profissionais de saúde quanto ao diagnóstico, à quantidade de soro a ser utilizada e ao preenchimento e encaminhamento das fichas de notificação.
      PubDate: 2023-12-19
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44883
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Investigação da atividade antioxidante do extrato etanólico da casca de
           Caesalpinia ferrea em camundongos Swiss expostos ao paracetamol

    • Authors: Ana Paula Simões da Cunha, Valéria Dornelles Gindri Sinhorin, Adilson Paulo Sinhorin, Carlos César Wyrepkowski, Danieli da Rocha
      Pages: e44520 - e44520
      Abstract: Objetivos: foi avaliado o efeito antioxidante do extrato etanólico da casca de Caesalpinia ferrea em modelo de estresse oxidativo induzido por paracetamol (acetaminofeno, PCM). Métodos: camundongos Swiss machos foram subdivididos em quatro grupos (controle; PCM; PCM+extrato; extrato; n=8) nos quais foi administrada uma dose de paracetamol (250 mg.kg-1) e após três horas foi administrado o tratamento com o extrato (100 mg.kg-1/ dia) por sete dias, via gavagem. Foram determinados biomarcadores de estresse oxidativo, como catalase, glutationa-S-transferase, glutationa reduzida, ácido ascórbico, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico e proteínas carboniladas do fígado, rins e cérebro, além de parâmetros plasmáticos através da dosagem de glicose, colesterol, triglicerídeos, aspartato aminotransferase e alanina aminotransferase. Resultados: o extrato de Caesalpinia ferrea foi capaz de reverter os danos lipídicos e proteicos causados pela droga no tecido hepático, e também causou o mesmo efeito nos tecidos renal e cerebral nas proteínas carboniladas. O extrato sozinho diminuiu a atividade da glutationa-S-transferase hepática e aumentou a da catalase e glutationa-S-transferase cerebral, além de diminuir a glicose e o colesterol, mas sem alterar os triglicerídeos. Conclusões: foi possível concluir que o extrato etanólico da casca de Caesalpinia ferrea apresenta uma boa atividade antioxidante, provavelmente devido à presença de taninos, tendo em vista os danos causados pela alta dose de paracetamol nas amostras investigadas. Entretanto, mais estudos são necessários para um melhor entendimento dos efeitos deste extrato frente aos efeitos encontrados nesta pesquisa.
      PubDate: 2023-12-12
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44520
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Determinantes sociais da qualidade de vida entre estudantes de graduação
           e sua associação com o risco de suicídio

    • Authors: Lauro Miranda Demenech , Renata Gomes Paulitsch, Laura Silva da Silva, Ana Carolina Rodrigues Martins, Lucas Neiva-Silva, Samuel de Carvalho Dumith
      Pages: e44860 - e44860
      Abstract: Objetivo: avaliar a qualidade de vida e a relação com o risco de suicídio. Métodos: estudo transversal com graduandos de uma universidade pública do Brasil. A qualidade de vida foi mensurada pelo WHOQOL-Bref. Um modelo hierarquizado foi testado através de regressão linear simples. A associação da qualidade de vida com risco de suicídio foi avaliada pela Regressão de Poisson. Resultados: participaram 996 estudantes com escore médio de qualidade de vida de 61,0±13,8. Sexo feminino, cor da pele não branca, orientação sexual não heterossexual, mais pobres, com insegurança alimentar, que utilizam transporte público, com medo de violência no bairro, histórico de discriminação e insatisfeitos com o curso de graduação tiveram pior qualidade de vida, que levou à probabilidade 11 vezes maior de risco de suicídio. Conclusão: o nível de qualidade de vida da amostra estudada foi baixo, estando associado a maior vulnerabilidade socioeconômica, o que contribui para o aumento no risco de suicídio. Sugere-se o fortalecimento dos serviços de assistência estudantil das universidades como forma de promover maior qualidade de vida por meio de ações de promoção de bem-estar social, o que poderá produzir efeitos na saúde mental dos estudantes.
      PubDate: 2023-12-12
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44860
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Importância e aspectos clínicos da dermatite de contato por
           própolis

    • Authors: Paulo Eduardo Silva Belluco, Maurício Domingues Ferreira, Fabíola da Silva Maciel Azevedo da Silva Maciel Azevedo, Rosana Zabulon Feijó Belluco, Carmelia Matos Santiago Reis
      Pages: e44434 - e44434
      Abstract: Objetivos: própolis é a substância resinosa que as abelhas coletam de plantas para a construção de suas colmeias. O objetivo dessa revisão foi ressaltar a importância do diagnóstico de dermatite de contato relacionada com própolis e aspectos clínicos relevantes dessa doença. Métodos: revisão narrativa da literatura realizada através da pesquisa nas bases de dados National Library of Medicine (PubMed) e Scientific Eletronic Library Online (SciELO). Resultados: foram encontrados 246 artigos e, após o processo de seleção e leitura, foram incluídas 32 publicações. Conclusões: a hipersensibilidade tardia ao própolis é de extrema importância pois a prevalência dessa alergia é crescente em diversas partes do mundo. Precisamos de estudos nacionais para avaliar nossa realidade. A comprovação de alta prevalência em nosso meio permitirá a inclusão desta substância em outras baterias de testes de contato em nosso país.
      PubDate: 2023-12-12
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44434
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Avaliação transversal dos indicadores de saúde do programa nacional de
           triagem neonatal de um município do Vale do Paranhana

    • Authors: Helena Trevisan Schroeder, Paola Mayara Suedekum, Taiane Alves Vieira , Patrícia Martins Bock
      Pages: e44831 - e44831
      Abstract: Objetivo: avaliar indicadores do programa nacional de triagem neonatal (PNTN) e de saúde no município de Rolante, RS, Brasil. Método: estudo transversal, por meio dos prontuários eletrônicos cadastrados entre janeiro de 2017 e julho de 2020.Foi realizado o cálculo dos indicadores do PNTN dos anos de 2017 a 2019, e análise de outras variáveis de saúde como: período e local da coleta, peso e idade de nascimento, idade materna, realização de pré-natal, realização da consulta, resultado do exame e recoleta. Resultado: a cobertura variou entre 201 de 256 (78,5%) e 229 de 272 (84,2%). Das 734 coletas 544 (74,1%) foram realizadas no período de três a cinco dias de vida, preconizado pelo Ministério da Saúde. A mediana da idade do RN na primeira consulta foi superior a 15 dias em todas as doenças triadas, exceto fenilcetonúria e deficiência de biotinidase, no período avaliado. Conclusão: a partir dos resultados foi possível observar que a cobertura do município correspondeu aos dados nacionais e estaduais no período. E, ainda que o percentual de coletas realizadas na data ideal tenha sido alto, a idade preconizada na primeira consulta não foi cumprida na maior parte das patologias.
      PubDate: 2023-12-06
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44831
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Avaliação do perfil antropométrico e físico de crianças em idade
           escolar selecionadas em ambientes rurais e urbanos no sudoeste da Nigéria
           (piloto NigeriaLINX)

    • Authors: Grace Otinwa, Boluwaji Jaiyesimi, Toba Bamitale, Habeeb Owolabi, Gbenga Ajibola, MacPherson Ogunsemore , Musiliu Owolewa
      Pages: e44368 - e44368
      Abstract: Objetivo: examinar o perfil antropométrico e físico de crianças em idade escolar selecionadas em ambientes rurais e urbanos.
      Métodos: foi realizado um estudo transversal aplicando técnicas de amostragem em vários estágios, que incluíam processos de amostragem aleatória simples e sistemática, usadas para extrair amostras da população-alvo. A amostra constitui-se de crianças saudáveis que participaram voluntariamente do estudo, após consentimento para participação dado por um dos pais. As medições antropométricas incluíram altura, peso, altura sentada e IMC, enquanto os testes de aptidão física para o estudo incluíram sentar-se e alcançar, força de preensão manual, salto de velocidade, salto em largura, corrida de vaivém de 10 x 5 metros e teste de aptidão multiestágio. Foram usados para a análise escore z, escore STEN e teste t independentemente dos dados.
      Resultados: um total de 222 crianças saudáveis com idade média de 10 anos (masculino=112, feminino=109) participaram do estudo. Os resultados mostraram que as crianças urbanas eram mais altas (Urbano=141,3±9,2m; Rurais=134±21,3m), mais pesadas (Urbano=37,6±10,4kg; Rurais=28,2±6,2kg), tinham mais força nas pernas (Urbano=105,7±25,5; Rurais =49,4±41,0) e força de braço (Urbano=15,7±4,1; Rural=13,4±5,2) do que as crianças da zona rural. No entanto, as crianças da zona rural tiveram maior pontuação de sentar e alcançar (Rural=25,3±5,8; Urbana=22,8±6,0) e completaram mais voltas no teste de condicionamento físico multiestágio (Rural=35,5±25,5; Urbana=12±5,7). Todas as variáveis eram significativamente diferentes entre crianças urbanas e rurais (P<0,05).
      Conclusão: o presente estudo mostrou que as crianças das áreas urbana e rural diferiram nas variáveis antropométricas e físicas selecionadas. Portanto, o programa de educação física e as instalações de infraestrutura para atividades físicas e participação em esportes para crianças em idade escolar devem ser projetados com base no status socioeconômico, nas comodidades sociais e no nível de desenvolvimento da comunidade anfitriã.
      PubDate: 2023-11-14
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44368
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Produção científica dos reitores de medicina das principais
           universidades por continente

    • Authors: Christian Renzo Aquino Canchari, Crissia Janedyth Arancel Rodriguez , Salvador F. Tejada
      Pages: e44518 - e44518
      Abstract: Introdução: promover a pesquisa científi ca é uma das principais funções das universidades. As escolas médicas não devem ser uma exceção. Os reitores também devem ter uma experiência de pesquisa adequada que lhes permita ter uma perspectiva diferente sobre a importância da pesquisa na graduação em medicina.
      Objetivo: determinar a produção científi ca dos reitores de medicina das principais universidades por continente.
      Métodos: estudo observacional, analítico e transversal. Identifi camos a produção científica dos pró-reitores de medicina das 20 universidades com melhor posição da América do Sul, América Central, América do Norte, Europa, Ásia, África e Oceania, segundo o Ranking Webometrics 2022, na base Scopus.
      Resultados: foram avaliados 140 diretores ou reitores de medicina, dos quais 136 (97.1%) publicaram artigo pelo menos uma vez na vida, 128 (91.4%) nos últimos cinco anos, 103 (73.5%) no ano anterior, e 93 (66.4%) no ano corrente. O número total de artigos publicados foi de 24.5 (Me=98), recebendo um total de 1,251,766 citações (intervalo de 0 a 101.868), índice H = 24 (intervalo de 0 a 140) e em colaboração com 154,711 coautores.
      Conclusões: a produção científica dos reitores de medicina das principais universidades por continente foi alta, com diferenças notáveis entre aqueles que vieram de universidades da Ásia, América do Norte e Europa em comparação com Oceania, África, América do Sul e América Central.
      PubDate: 2023-11-14
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44518
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Fatores prognósticos em pacientes com câncer colorretal

    • Authors: Aline Vilvert, Fernanda Glus Scharnoski, Isabella Elisa Joanico, Letícia de Mattos Gazaniga, Melissa Rocha Lopes, Rafael Sokolowski, Flávio Daniel Saavedra Tomasich, Giovanni Zenedin Targa, Vinícius Basso Preti, Fabiana Antunes de Andrade
      Pages: e44449 - e44449
      Abstract: Objetivos: avaliar o impacto de variáveis clínicas e tumorais sobre a sobrevida global e a sobrevida livre da doença em pacientes com câncer colorretal atendidos em um hospital especializado em oncologia, em Curitiba, Paraná. Métodos: estudo de coorte retrospectivo com análise do registro hospitalar de câncer e de prontuários de pacientes com câncer colorretal tratados entre 2015 e 2016, com acompanhamento até janeiro de 2022. A curva de Kaplan-Meier e o modelo de Cox, com apresentação do Razão de Risco e Intervalo de Confiança de 95%, foram empregados nas análises. Resultados: foram incluídos no estudo 235 pacientes, sendo o sexo masculino (53,6%), a idade ao diagnóstico maior ou igual a 50 anos (86,8%) e o tumor de cólon (53,2%) os mais prevalentes. O risco de morte e de recorrência foram maiores em pacientes com estadiamento IV (Razão de Risco = 2,04; Intervalo de Confiança = 1,24-3,38 e Razão de Risco = 3,98; Intervalo de Confiança = 1,15-13,79), tumor no cólon (Razão de Risco = 2,77; Intervalo de Confiança = 1,57-3,85 e Razão de Risco = 2,25; Intervalo de Confiança = 1,40-3,60) e metástase nos linfonodos regionais (Razão de Risco = 2,26; Intervalo de Confiança = 1,27-4,03 e Razão de Risco =2,15; Intervalo de Confiança =1,24-3,73). O risco de óbito foi elevado em idosos com Índice de Massa Corporal de baixo peso (Razão de Risco = 3,5; Intervalo de Confiança = 0,9-75). Conclusões: no momento do diagnóstico, fatores tumorais como estadiamento avançado, tumor no reto e a presença de metástase são importantes preditores de mortalidade e recidiva do câncer colorretal, além disso, indicam o Índice de Massa Corporal como potencial variável de pior prognóstico na população idosa com câncer colorretal.
      PubDate: 2023-11-14
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44449
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Parâmetros clínicos relacionados à morbimortalidade em pacientes com
           COVID-19 na admissão hospitalar em um hospital terciário

    • Authors: Laura Mata de Lima Silva, Ermínia Luzia da Silva Marinho, Joseilma de Lima Silva, Joao Henrique da Costa Silva
      Pages: e44593 - e44593
      Abstract: Objetivo: identificar a relação entre morbimortalidade, estado nutricional e marcadores bioquímicos na admissão e permanência hospitalar em pacientes hospitalizados com COVID-19. Métodos: estudo retrospectivo cujos dados foram coletados dos prontuários de pacientes admitidos com diagnóstico de COVID-19, confirmado pelo teste de reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa, internados entre abril e novembro de 2020, em um hospital terciário do estado de Pernambuco, no Nordeste do Brasil. Resultados: Foram incluídos 217 prontuários, dos quais 71,9% eram de pacientes idosos. 70% dos pacientes apresentaram saturação periférica de oxigênio abaixo de 95% na admissão hospitalar e 47,5% foram admitidos na unidade de terapia intensiva. Ser idoso (OR 1,9, IC 95% 1,0 a 3,5, p = 0,035), ter diabetes (OR 2,2, IC 95% 1,2 a 3,8, p = 0,007) e diabetes e hipertensão combinadas (OR 1,9, IC 95% 1,1 a 3,5, p = 0,023) associaram-se à internação em unidade de terapia intensiva, linfopenia e comprometimento da função renal no primeiro dia de internação. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi de 21,2% e 20,7%. Houve diferença no índice de massa corporal entre adultos e idosos (30,61 ± 6,29 kg/m2 vs. 27,53 ± 4,83 kg/m2, p < 0,001). Houve mortalidade de 43,8%, que foi associada à idade avançada, menor saturação periférica de oxigênio, índice de massa corporal e valores de albumina e aumento de uréia, creatinina, proteína C-reativa, lactato desidrogenase, troponina T e valores de dímeros. Conclusão: Idosos apresentaram maior risco de permanência em unidade de terapia intensiva e mortalidade e apresentaram menor índice de massa corporal. Os pacientes com valores de saturação periférica de oxigênio mais baixos na admissão foram a óbito. Disfunção renal, distúrbios de coagulação e aumento de marcadores inflamatórios levaram a um maior risco de internação em unidade de terapia intensiva e mortalidade.
      PubDate: 2023-10-17
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44593
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Dois casos não familiares de síndrome de Galloway-Mowat portadores das
           mutações homozigóticas de WDR73 e TP53RK

    • Authors: Ehsan Valavi, Elham Fatahinezhad
      Pages: e44296 - e44296
      Abstract: A síndrome de Galloway-Mowat (GAMOS) é uma doença hereditária rara que se manifesta como uma combinação de síndrome nefrótica e comprometimento do sistema nervoso central. Até o momento, foram relatados muitos casos de GAMOS atribuídos a várias mutações genéticas, como WHAMM, NUP107, WDR73, OSGEP e TP53RK. Detectamos duas novas mutações homozigóticas de WDR73 ‘’NM_032856:c.G287A:p.R96K’’ e TP53RK ‘’NM_033550:c.A193O:p.K65Q’’ em duas crianças do sexo feminino, de pais consanguíneos de diferentes famílias usando o exoma completo de sequenciamento. Ambos os pacientes manifestaram fenótipos neurodegenerativos semelhantes, incluindo atraso no desenvolvimento, microcefalia, hipotonia e atrofia cerebral por ressonância magnética durante a infância. O caso GAMOS positivo para WDR73 manifestou síndrome nefrótica mínima de início tardio aos quatro anos de idade, enquanto o caso positivo para TP53RK apresentou síndrome nefrótica com um ano de idade, que progrediu para síndrome nefrótica resistente a esteroides devido à falta de remissão após quatro a seis semanas de tratamento inicial com prednisona. Apesar das anormalidades cerebrais e da diferença de tempo de início das anormalidades renais, ambos os pacientes ainda estão vivos. Dada a heterogeneidade do fenótipo renal entre os tipos de GAMOS, o reconhecimento preciso do espectro em expansão dos achados fenótipos e a triagem regular da função renal são necessários para um diagnóstico precoce e tratamento oportuno.
      PubDate: 2023-10-17
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44296
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Cessação do tabagismo

    • Authors: Erick da Rosa Lerner, Ibrahim Clós Mahmud, Cátia Aguiar Lenz
      Pages: e44721 - e44721
      Abstract: Introdução: O uso de produtos fumígenos derivados do tabaco é uma doença crônica não transmissível e uma das maiores mazelas mundiais em saúde pública. A atuação da Atenção Primária à Saúde na longitudinalidade do cuidado favorece o acolhimento dos tabagistas, sensibilização e aconselhamento para abandono deste hábito. Objetivos: Analisar as taxas de abandono do hábito de fumar dentre os participantes do programa de combate ao tabagismo em um município da região metropolitana do Rio Grande do Sul. Métodos: Trata-se de um corte transversal, retrospectivo, com análise dos registros de prontuários dos grupos no período de janeiro de 2018 a dezembro de 2021. Resultados: Foram realizados 17 grupos, com 119 fumantes, com mais mulheres e média de idade de 52,5±9,87 anos. O uso de farmacoterapia (RC: 15,81; IC95% 4,73-52,89), homens (RC 1,62; IC95% 0,68-3,90), estar presente em mais de quatro sessões (RC: 44,50 IC95% 13,35-148,27) indivíduos com comorbidades do grupo cardiopatias (RC: 1,54; IC95% 0,67-3,75) apresentaram maiores chances de abandono do tabagismo. Conclusões: Encontrou-se que 66,9% dos participantes deixaram de fumar até o quarto encontro. A taxa de abandono do hábito de fumar foi superior nos participantes que, comparecem há mais de quatro encontros, tiveram moderado grau de dependência à nicotina, fumavam menos de um maço por dia, iniciaram a fumar jovens e apresentavam mais de 60 anos.
      PubDate: 2023-08-25
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44721
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Associação entre o uso não prescrito de nootrópicos e qualidade do
           sono em estudantes de medicina

    • Authors: Dênia Alves de Azevedo, Maria Aparecida Turci , Guilherme Castelo Branco Rocha Silva, Hugo Cesar Piva, Gustavo Túlio Silveira Sousa, Alexandre Sampaio Moura
      Pages: e43759 - e43759
      Abstract: Objetivos: analisar a qualidade do sono de estudantes de medicina em uma universidade privada brasileira e sua associação com o uso não prescrito de nootrópicos (metilfenidato, lisdexanfetamina e modafinil). Métodos: a qualidade do sono foi analisada utilizando-se o questionário de Pittsburgh (PSQI). Considerou-se um questionário sociodemográfico para identificação
      psicossocial dos participantes e uso de nootrópicos. Os resultados foram representados como média e desvio-padrão (para as variáveis quantitativas) ou frequência (para as qualitativas), e as associações foram analisadas pelo teste de qui-quadrado.
      Resultados: responderam ao questionário 362 alunos. Os níveis médios de PSQI global em estudantes com uso recente não prescrito de nootrópicos foi semelhante ao observado para estudantes que nunca usaram nootrópicos (7,76 vs. 7,73; p=0,96). A análise do PSQI por domínio específico também não mostrou diferença estatisticamente significativa. Observou-se que 23,6% das mulheres e 33,9% dos homens tiveram boa qualidade do sono, sendo essa diferença estatisticamente significativa (p=0,04). O uso de seis doses ou mais de bebida alcoólica esteve relacionado com níveis mais altos do PSQI (7,47 vs. 8,19; p=0,047). Alunos com qualidade do sono ruim apresentaram menor satisfação com a escolha profissional (OR = 1.84; IC95%= 1.09 - 3.11), menor percepção de aquisição de habilidades (OR = 1.96; IC95% = 1.16 - 3.31) e maior proporção de pensamentos relacionados a abandonar o curso (OR = 0,46; IC95% = 0,27 - 0,77). O uso recente e não prescrito de nootrópicos esteve associado ao uso de maconha e ao desejo de abandonar o curso.
      PubDate: 2023-07-19
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.43759
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Estupro na primeira macrorregião do estado de Alagoas: resultados da
           pesquisa DVEAL, 2016-2018

    • Authors: Livia Acioli Murta Torres, Isabela Cristina Chaves Valente Reis, Kevan Guilherme Nóbrega Barbosa
      Pages: e44043 - e44043
      Abstract: Objetivos: Apresentar resultados do eixo 2 do projeto DVEAL. Neste artigo é comparado o padrão epidemiológico do estupro de crianças/adolescente em relação aos adultos. Métodos: Delineou-se uma investigação observacional e retrospectiva incluindo 380 registros de violência sexual no Instituto Médico Legal, entre 2016 e 2018. Por meio de regressão logística binária e múltipla calculou-se a chance de violência por faixa etária, associando os possíveis fatores relacionados. Resultados: Metade das vítimas estupradas possuíam até 13 anos de idade, com média de 14 anos, e 9 em cada 10 casos eram de mulheres/meninas vitimadas. O padrão do estupro identificado foi de vítimas: em situação conjugal solteira; estudantes, abusadas por conhecidos; que realizaram exame pericial entre 1-7 dias; abusadas durante a madrugada; e em região genital. Cerca de 8 em cada 10 casos foram estupros confirmados pela perícia, o restante foi via relato oral. O modelo final identificou dois fatores mais associados a violência sexual em crianças/adolescentes. Conclusões: O padrão de vitimização sexual no estado impacta significativamente crianças e adolescentes, e principalmente o gênero feminino.
      PubDate: 2023-07-19
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44043
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Torsão testicular unilateral em neonato

    • Authors: Sara Geitoeira, Nadia Laezza, Pedro Maneira Sousa, Joana Pimenta
      Pages: e44322 - e44322
      Abstract: Recém-nascido do sexo masculino com idade gestacional de 40 semanas, com edema e escurecimento cutâneo do hemiescroto direito constatados após o nascimento. O testículo esquerdo era palpável na bolsa escrotal e não apresentava alterações. A ecografia escrotal com Doppler revelou ausência de fluxo vascular no testículo direito, achado compatível com torção testicular perinatal. O doente foi submetido a exploração escrotal bilateral através de abordagem por via inguinal, tendo sido confirmada a necrose do testículo direito. Foi realizada orquidectomia direita e orquidopexia esquerda. A torção testicular perinatal corresponde a uma patologia rara, mas com possíveis consequências graves. O seu diagnóstico requer elevada suspeição clínica, uma vez que a maioria dos casos ocorre no período pré-natal, podendo ser assintomáticos após o nascimento e manifestar-se com alterações localizadas ao testículo afetado. A abordagem da torção testicular perinatal é ainda controversa, sendo mais consensual uma exploração escrotal célere com orquidectomia do testículo necrosado e orquidopexia contralateral.
      PubDate: 2023-07-19
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.44322
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Recentes avanços em biomarcadores para diagnóstico, prognóstico e
           avaliação terapêutica no câncer cervical

    • Authors: Lucimara Rodrigues Carobeli, Eliane Papa Ambrosio Albuquerque
      Pages: e43033 - e43033
      Abstract: INTRODUÇÃO: O câncer cervical é um sério problema de saúde entre as mulheres, principalmente em países de baixa renda. A detecção e o tratamento precoce são fundamentais para o melhor prognóstico e aumentam substancialmente as taxas de cura da doença. Nesse cenário, os biomarcadores podem ser úteis para o rastreio, diagnóstico, avaliação do prognóstico, da resposta à terapia e detecção precoce de recorrência após o tratamento do câncer cervical. Diversos biomarcadores vêm sendo investigados, mas poucas opções estão disponíveis para aplicação clínica. OBJETIVOS: Revisar os estudos clínicos acerca de biomarcadores para o CC publicados nos últimos 10 anos, com foco no diagnóstico, prognóstico e avaliação do tratamento. METODOLOGIA: As bases de dados PubMed, Web of Science e Science Direct foram pesquisadas utilizando os descritores “Uterine Cervical Neoplasms” e "Biomarkers". Foram selecionados os artigos originais publicados em inglês ou português, no período de 2011 a 2021. Após uma triagem pelos títulos e resumos dos artigos, aqueles relacionados ao objetivo do estudo foram lidos integralmente para a decisão final de inclusão na revisão. Os trabalhos que atenderam todos os critérios de seleção tiveram seus dados extraídos, principalmente no que se refere ao tipo e objetivo do biomarcador proposto, população de estudo, tamanho da amostra, metodologia utilizada e principais desfechos obtidos. RESULTADOS: Essa estratégia de busca e seleção resultou em 22 artigos publicados nos últimos 10 anos na temática de interesse. Houve um grande empenho na investigação de biomarcadores séricos para o câncer cervical, com a vantagem de serem minimamente invasivos. Houve destaque para marcadores genéticos e moleculares, como aqueles voltados para a metilação do DNA, detecção de polimorfismos, padrões de expressão de microRNAs e expressão de genes relacionados à proliferação, imortalização e invasão celular. CONCLUSÃO: Os dados reunidos encorajam a ampliação das pesquisas para aprimorar e validar a eficiência destes biomarcadores em grandes populações. É evidente o potencial dos biomarcadores como estratégia para melhorar o manejo do diagnóstico e tratamento do câncer cervical, sendo que a utilização de marcadores genéticos parece ser o futuro dos biomarcadores para o câncer cervical.
      PubDate: 2023-05-22
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.43033
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Falta de acesso a medicamentos para hipertensão e diabetes mellitus entre
           idosos de 2017 a 2019 no Brasil

    • Authors: Karla Pereira Machado, Tatiane Nogueira Gonzalez, Abelardo de Oliveira Soares Junior, Max dos Santos Afonso, Yohana Pereira Vieira, Mirelle de Oliveira Saes
      Pages: e40488 - e40488
      Abstract: Objetivos: identificar diferenças sociodemográficas e regionais na falta de acesso de idosos brasileiros a medicamentos para hipertensão e/ou diabetes mellitus nos últimos 30 dias, nos anos de 2017, 2018 e 2019, com base nos dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL).
      Métodos: estudo transversal de base populacional com dados do VIGITEL. Foram elegíveis os idosos (≥60 anos) que responderam afirmativamente às questões “‘Nos últimos 30 dias, o(a) Sr.(a). ficou sem algum dos medicamentos para controlar a pressão alta por algum tempo'’, ‘Nos últimos 30 dias, o(a) Sr.(a). ficou sem algum dos medicamentos para controlar a diabetes por algum tempo'’ e ‘Nos últimos 30 dias, o(a) Sr.(a). ficou sem insulina'’”. O teste qui-quadrado foi utilizado para descrever a prevalência do desfecho de acordo com as variáveis independentes e a Regressão de Poisson ajustada foi utilizada para estimar a razão de prevalência e respectivos intervalos de confiança de 95% (IC 95%).
      Resultados: a prevalência do desfecho foi de 11,8% em 2017, 11,4% em 2018 e 11,2% em 2019. A prevalência de falta de acesso a medicamentos para hiper tensão e diabetes mellitus foi maior entre os idosos de cor da pele preta/parda/amarela/indígena, com menor escolaridade, beneficiários do Bolsa Família, sem plano privado de saúde e residentes nas regiões Nordeste e Norte.
      Conclusão: houve uma pequena redução na falta de acesso a medicamentos para hipertensão e diabetes entre 2017 e 2019. Além disso, os resultados revelam desigualdade no acesso a esses medicamentos.
      PubDate: 2023-05-03
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.40488
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
  • Lista de verificação de segurança cirúrgica

    • Authors: Jacek Lorkowski, Izabella Maciejowska-Wilcock, Mieczysław Pokorski
      Pages: e43223 - e43223
      Abstract: Objetivo: a lista de verifi cação de segurança cirúrgica (SSC) é um documento que visa aumentar a segurança do paciente no centro cirúrgico, eliminando possíveis erros. O documento original foi publicado em inglês pela OMS que recomenda seu uso obrigatório. O nome do documento é frequentemente distorcido quando traduzido para idiomas europeus, por exemplo, na “lista de controle cirúrgico”. Este artigo visa avaliar as consequências da distorção do signifi cado originalmente pretendido para a realização do SSC na sala de cirurgia.
      Métodos: para isso, comparamos a exatidão do significado da tradução em 29 idiomas europeus com base no tradutor do Google. Atenção especial foi dada para a presença de palavras essenciais como “lista de verifi cação” e “segurança” na tradução.
      Resultados: descobrimos que em 15 dos 29 idiomas, a tradução dessas duas palavras estava incorreta, principalmente em idiomas eslavos. A tradução incorreta mais frequente era o “cartão de controle” ou “lista de controle”, o que era um equívoco.
      Conclusão: a tradução do nome do SSC para as línguas nativas é inadequada em cerca de metade dos casos, o que pode comprometer seu uso adequado pelos membros da equipe de centro cirúrgico e, portanto, a segurança perioperatória do paciente.
      PubDate: 2023-02-27
      DOI: 10.15448/1980-6108.2023.1.43223
      Issue No: Vol. 33, No. 1 (2023)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.192.20.240
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-
JournalTOCs
 
 

 A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

        1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> ARCHAEOLOGY (Total: 300 journals)
Showing 1 - 57 of 57 Journals sorted alphabetically
Acta ad archaeologiam et artium historiam pertinentia     Open Access   (Followers: 2)
Acta Antiqua     Full-text available via subscription   (Followers: 23, SJR: 0.1, CiteScore: 0)
Acta Archaeologica     Hybrid Journal   (Followers: 62)
Acta Archaeologica Academiae Scientiarum Hungaricae     Full-text available via subscription   (Followers: 7, SJR: 0.139, CiteScore: 0)
Acta Terrae Septemcastrensis     Open Access   (Followers: 1)
Acta Universitatis Lodziensis : Folia Archaeologica     Open Access   (Followers: 1)
ADLFI. Archéologie de la France - Informations     Open Access   (Followers: 1)
Advances in Archaeomaterials     Open Access   (Followers: 4)
African Archaeological Review     Hybrid Journal   (Followers: 17)
Afrique : Archéologie & Arts     Open Access   (Followers: 5)
Akroterion     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
American Antiquity     Full-text available via subscription   (Followers: 26)
American Journal of Archaeology     Partially Free   (Followers: 74)
Anadolu Araştırmaları / Anatolian Research     Open Access   (Followers: 1)
Anales de Arquelogía Cordobesa     Open Access  
Anales de Arqueología y Etnología     Open Access  
Anatolia Antiqua : Revue internationale d’archéologie anatolienne     Full-text available via subscription  
Anatolica     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Ancient Asia     Open Access   (Followers: 9)
Ancient History : Resources for Teachers     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Ancient Near Eastern Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 26)
Ancient Society     Full-text available via subscription   (Followers: 23)
Ancient West & East     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Annuaire du Collège de France     Open Access   (Followers: 6)
Annual of the British School at Athens     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
Anthropology & Archeology of Eurasia     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Antipoda : Revista de Antropología y Arqueología     Open Access   (Followers: 4)
Antiqua     Open Access   (Followers: 8)
Antiquaries Journal, The     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Antiquite Tardive     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Antiquités Africaines     Open Access  
Antiquity     Hybrid Journal   (Followers: 48)
AntropoWebzin     Open Access   (Followers: 3)
AP : Online Journal in Public Archaeology     Open Access   (Followers: 3)
Arabian Archaeology and Epigraphy     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Archaeofauna     Open Access   (Followers: 5)
Archaeologia Adriatica     Open Access  
Archaeologia Baltica     Open Access   (Followers: 2)
Archaeologia Lituana     Open Access  
Archaeologiai Értesitö     Full-text available via subscription   (Followers: 1, SJR: 0.112, CiteScore: 0)
Archaeological and Anthropological Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Archaeological Dialogues     Hybrid Journal   (Followers: 30)
Archaeological Discovery     Open Access   (Followers: 6)
Archaeological Journal     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Archaeological Prospection     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archaeological Reports     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Archaeological Research in Asia     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Archaeologies     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Archaeology in Oceania     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archaeology, Ethnology and Anthropology of Eurasia     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Archaeometry     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Archaeonautica     Open Access  
Archäologie im Rheinland     Open Access  
Archäologische Informationen     Open Access   (Followers: 1)
ArcheoArte. Rivista Elettronica di Archeologia e Arte     Open Access   (Followers: 7)
Archeological Papers of The American Anthropological Association     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Archéologie médiévale     Open Access   (Followers: 1)
Archeomatica     Open Access   (Followers: 4)
ArcheoSciences     Open Access   (Followers: 10)
Archipel     Open Access  
Archivo Español de Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Arkæologi i Slesvig-Archäologie in Schleswig     Open Access  
Arqueología     Open Access  
Arqueología de la Arquitectura     Open Access   (Followers: 2)
Arqueología y Territorio Medieval     Open Access  
Artefact : Techniques, histoire et sciences humaines     Open Access   (Followers: 2)
Artefact : the journal of the Archaeological and Anthropological Society of Victoria     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Asian Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Asian Perspectives     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Athar Alrafedain     Open Access  
Ausgrabungen und Funde in Westfalen-Lippe     Open Access  
Australasian Historical Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Australian Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Australian Cane Grower     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Azania: Archaeological Research in Africa     Hybrid Journal   (Followers: 7)
BABesch - Bulletin Antieke Beschaving     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Bajo Guadalquivir y Mundos Atlánticos     Open Access  
Balcanica Posnaniensia Acta et studia     Open Access  
Berkala Arkeologi     Open Access  
Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas     Open Access   (Followers: 2)
Boletín de Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Boletín de Arqueología Experimental     Open Access  
Boletín del Museo Chileno de Arte Precolombino     Open Access   (Followers: 1)
Brill Research Perspectives in Ancient History     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Britannia     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Bryn Mawr Classical Review     Open Access   (Followers: 55)
BSAA Arqueología     Open Access  
Built Environment Inquiry Journal     Open Access  
Bulletin de l'Institut français d'archéologie orientale     Open Access  
Bulletin du centre d’études médiévales d’Auxerre     Open Access   (Followers: 6)
Bulletin of the History of Archaeology     Open Access   (Followers: 16)
Cadernos do LEPAARQ     Open Access   (Followers: 1)
California Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Cambridge Archaeological Journal     Hybrid Journal   (Followers: 108)
Canadian Zooarchaeology / Zooarchéologie canadienne     Open Access   (Followers: 3)
Cartagine. Studi e Ricerche     Open Access   (Followers: 3)
Catalan Historical Review     Open Access   (Followers: 3)
Chronique des activités archéologiques de l'École française de Rome     Open Access   (Followers: 1)
Comechingonia : Revista de Arqueología     Open Access  
Complutum     Open Access   (Followers: 2)
Conimbriga     Open Access  
Conservation and Management of Archaeological Sites     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Continuity and Change     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Cuadernos de Arqueología de la Universidad de Navarra     Open Access  
Cuadernos de Prehistoria y Arqueología     Open Access   (Followers: 1)
Cultural Heritage and Science     Open Access   (Followers: 7)
Damrong Journal of The Faculty of Archaeology Silpakorn University     Open Access  
Danish Journal of Archaeology     Open Access   (Followers: 2)
Die Welt des Orients     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Digital Applications in Archaeology and Cultural Heritage     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Dissertationes Archaeologicae     Open Access   (Followers: 1)
Documenta Praehistorica     Open Access   (Followers: 1)
Dotawo : A Journal of Nubian Studies     Open Access   (Followers: 3)
E&G Quaternary Science Journal     Open Access   (Followers: 10)
Eastern Christian Art     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Economic Anthropology     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
Environmental Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 41)
Estudios Atacameños     Open Access   (Followers: 2)
Estudios de Cultura Maya     Open Access   (Followers: 3)
Ethnoarchaeology : Journal of Archaeological, Ethnographic, and Experimental Studies     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Ethnos: Journal of Anthropology     Hybrid Journal   (Followers: 106)
European Journal of Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 77)
European Journal of Law and Economics     Hybrid Journal   (Followers: 53)
Exchange     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Florentia Iliberritana     Open Access   (Followers: 1)
Frankokratia     Full-text available via subscription  
Gaia : Revue interdisciplinaire sur la Grèce archaique     Open Access   (Followers: 1)
Gallia : Archéologie des Gaules     Open Access   (Followers: 1)
Gallia Préhistoire     Open Access  
Geoarchaeology: an International Journal     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Geochronometria     Open Access   (Followers: 1)
Greek, Roman, and Byzantine Studies     Open Access   (Followers: 51)
Herança : Revista de História, Património e Cultura     Open Access   (Followers: 1)
Heritage Science     Open Access   (Followers: 5)
Heritage, Memory and Conflict Journal     Open Access   (Followers: 20)
Hispania Epigraphica     Open Access   (Followers: 4)
Historical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Hortus Artium Medievalium     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
In Situ Archaeologica     Open Access   (Followers: 1)
Index of Texas Archaeology : Open Access Gray Literature from the Lone Star State     Open Access  
Industrial Archaeology Review     Hybrid Journal   (Followers: 18)
International Journal for the History of Engineering and Technology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
International Journal of Cultural Property     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
International Journal of Heritage in the Digital Era     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
International Journal of Historical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 41)
International Journal of Nautical Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 23)
International Journal of Paleopathology     Partially Free   (Followers: 12)
International Journal of Speleology     Open Access   (Followers: 3)
Internet Archaeology     Open Access   (Followers: 16)
Iranica Antiqua     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Iraq     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
ISIMU. Revista sobre Oriente Próximo y Egipto en la Antigüedad     Open Access  
Journal of African Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Journal of African Diaspora Archaeology and Heritage     Hybrid Journal  
Journal of African History     Hybrid Journal   (Followers: 32)
Journal of Ancient Egyptian Interconnections     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Journal of Ancient History and Archaeology     Open Access   (Followers: 31)
Journal of Anthropological Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 76)
Journal of Archaeological Method and Theory     Hybrid Journal   (Followers: 57)
Journal of Archaeological Research     Hybrid Journal   (Followers: 56)
Journal of Archaeological Science     Hybrid Journal   (Followers: 78)
Journal of Archaeological Science : Reports     Hybrid Journal   (Followers: 27)
Journal of Biourbanism     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Cognitive Historiography     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Journal of Community Archaeology & Heritage     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Journal of Computer Applications in Archaeology     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Conflict Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Journal of Contemporary Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Journal of Eastern Mediterranean Archaeology & Heritage Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Journal of Egyptian History     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Field Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 38)
Journal of Glacial Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Journal of Inner Asian Art and Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Journal of Islamic Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Journal of Island and Coastal Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Lithic Studies     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Maritime Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Journal of Mediterranean Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 32)
Journal of Near Eastern Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 31)
Journal of Neolithic Archaeology     Open Access   (Followers: 9)
Journal of Open Archaeology Data     Open Access   (Followers: 9)
Journal of Pacific Archaeology     Free   (Followers: 6)
Journal of Paleolithic Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Quaternary Science     Hybrid Journal   (Followers: 36)
Journal of Roman Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 25)
Journal of Skyscape Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Journal of Social Archaeology     Hybrid Journal   (Followers: 47)
Journal of the British Archaeological Association     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Journal of Wetland Archaeology     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Journal of World Prehistory     Hybrid Journal   (Followers: 37)
Karthago     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Kentron     Open Access   (Followers: 1)
Kuml     Open Access  
La zaranda de ideas     Open Access   (Followers: 1)
Landscapes     Hybrid Journal   (Followers: 21)
LANX: Rivista della Scuola di Specializzazione in Archeologia     Open Access  
Layers. Archeologia Territorio Contesti     Open Access   (Followers: 1)
Les Cahiers de l’École du Louvre     Open Access   (Followers: 2)
Les Nouvelles de l'archéologie     Open Access   (Followers: 1)
Levant     Hybrid Journal   (Followers: 6)

        1 2        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Similar Journals
Similar Journals
HOME > Browse the 73 Subjects covered by JournalTOCs  
SubjectTotal Journals
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.192.20.240
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-