Publisher: AHRO Scientific Publishing Ltd (Total: 1 journals)

We no longer collect new content from this publisher because the publisher has forbidden systematic access to its RSS feeds.
Similar Journals
Journal Cover
Annals of Clinical Medicine and Public Health
Number of Followers: 10  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1755-6783 - ISSN (Online) 0974-6005
This journal is no longer being updated because:
    RSS feed has been removed by publisher
  • Resenha de A música é um jogo de criança, de François
           Delalande

    • Authors: Tamya Moreira
      First page: 8
      Abstract: Esta resenha tem por objetivo apresentar o livro A música é um jogo de criança, de François Delalande, cuja primeira edição em português data de 2019. São indicados aspectos que fazem deste livro uma referência de interesse para a educação musical, além de serem estabelecidas relações com outras obras e com o contexto de sua produção. Destacam-se as matrizes do pensamento delalandiano, a saber: a psicologia do desenvolvimento, a estética e a etnomusicologia. Em diálogo comnessas áreas, Delalande apresenta uma proposta pedagógica, a pedagogia do despertar musical. Intenta-se, com esta resenha, contribuir para a leitura e discussão da obra no Brasil, uma vez que esta circulava de maneira restrita –  porque sem tradução – há décadas no país e agora poderá ser acessada por um número mais abrangente de pessoas.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2708
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • “Funk não é música”: faces da diferença, diversidade e
           discriminação.

    • Authors: Paulo Roberto de Oliveira Coutinho, Inês de Almeida Rocha
      First page: 13
      Abstract: O funk como expressão musical se constitui em um contrassenso binário entre o seu apogeu midiático e, ao mesmo tempo, o imaginário social discriminatório atribuído por heranças preconceituosas que se perpetuam no horizonte da vida social das pessoas. A expressão “funk não é música” é facilmente ventilada em uma roda de conversa entre amigos e, muitas vezes, naturalizada pelo senso comum. Tal expressão é o mote deste estudo, que busca propor uma reflexão sobre o valor discriminatório atribuído ao funk, entendendo tal fenômeno como elemento indispensável nas discussões sobre práticas de ensino diante da diversidade em música. Para esta reflexão, buscamos suporte teórico em estudos do campo da educação e cultura e do campo da educação musical em suas interfaces com a etnomusicologia. O estudo contou, como procedimento de coleta de dados, com a observação de aulas e o uso de entrevistas semiestruturadas com cinco estudantes e dois professores de música que participaram deste estudo. A análise crítica dos dados, apresentada ao longo de duas seções no presente texto, problematiza as formas como o funk atravessa o imaginário social cotidiano, a partir das narrativas dos participantes do estudo. Nas considerações, apontamos questões que podem se tornar pontes reflexivas para pensarmos a complexidade da diversidade musical como fenômeno inerente à sala de aula e, ao mesmo tempo, problematizarmos diversidade e diferença como conceitos fundamentais para pensarmos práticas educativo-musicais contemporâneas.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2709
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Música brasileira: concepções de popular e erudito na Revista
           Brasileira de Música entre 1934 e 1945

    • Authors: Luis Aranha, Cacá Machado
      First page: 14
      Abstract: O objetivo deste artigo é a investigação sobre certas noções de “música brasileira” na Revista Brasileira de Música (RBM) entre os anos de 1934 e 1945. O periódico foi criado dentro do Instituto Nacional de Música (INM) como um instrumento de ampliação da difusão de conhecimentos musicais diversos. A análise foi feita através de leituras do conjunto completo das fontes, coletando informações sobre o INM e a RBM. Como resultado, identificamos que as noções de música brasileira foram realizadas através da articulação da ideia de lapidação de materiais sonoros autóctones. Identificamos também que esse grupo de autores utilizou as noções de música popular e música folclórica de modo bastante estável em termos linguísticos e com acepções idênticas. Já as noções mais norteadas por referenciais europeus foram mobilizadas através do uso de termos mais variados como música artística, clássica, moderna, erudita, séria, boa e música pura. Concluímos que a concepção de música brasileira mobilizada por esse grupo tinha contornos bastante específicos e que termos gerais como música erudita e música popular precisam ser considerados em sua historicidade.
      PubDate: 2021-12-06
      DOI: 10.20504/opus2021c2715
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Análisis de la gestión y organización de la enseñanza de música en el
           ámbito no formal

    • Authors: Sara Domínguez-Lloria, Margarita Pino-Juste
      First page: 15
      Abstract: La importancia de la enseñanza no formal en la educación musical es innegable. En las últimas décadas se ha producido un incremento masivo de este tipo de centros de formación musical derivados de la concienciación por parte de la ciudadanía de los beneficios aportados por la educación musical. El objetivo de este estudio se centra en analizar la perspectiva de los directores y los responsables administrativos que supervisan las escuelas municipales de música para estudiar la gestión y la organización de estos centros. El enfoque del estudio es interpretativo a través de una investigación con metodología mixta donde a nivel cualitativo se realizan una serie de entrevistas semiestructuradas y a nivel cuantitativo un cuestionario a los directores de centro estableciendo una serie de variables objeto de análisis. Los resultados desvelaron que existe una enorme libertad de corte organizativo y de gestión, así como una cierta permisividad por parte de la administración a la hora de implementar proyectos educativos diferenciados; por otro lado también se desvelo que son centros que cuentan con mucho menor presupuesto e infraestructura que los centros de formación reglada pese a ser los centros que tienen mayor volumen de alumnado y por tanto los que imparten la mayoría de formación musical entre la población.
      PubDate: 2021-12-03
      DOI: 10.20504/opus2021c2711
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • O egresso de Música como fonte de informação: revisitando o passado,
           refletindo o presente, planejando o futuro

    • Authors: Keroll Elisabeth Weidner, Emerson Luiz de Biaggi
      First page: 15
      Abstract: A pesquisa com alunos egressos mostra-se em crescente desenvolvimento nas últimas décadas. É, porém, ainda incipiente e heterogênea a organização para o acompanhamento, levantamento e análise de dados advindos destes. Este artigo tem como objetivo principal delinear caminhos da pesquisa com o aluno egresso de Música, bem como apresentar e reforçar justificativas que fundamentam acompanhá-lo em sua trajetória profissional após a saída da universidade. A partir de revisão bibliográfica sobre o tema, foram identificadas possíveis estratégias de acompanhamento, como os portais institucionais e as pesquisas científicas específicas. A partir da pesquisa documental, com análise de conteúdo comparativa de três investigações específicas, reforçam-se a importância e a riqueza de informações às quais se pode ter acesso nesse campo investigativo. É razoável afirmarmos que uma das funções da universidade está diretamente vinculada à preparação e construção do profissional que atuará na (e para a) sociedade após sua graduação, e é dentro desse complexo cenário que a pesquisa e o acompanhamento de alunos egressos podem se mostrar ferramentas fundamentais.
      PubDate: 2021-11-19
      DOI: 10.20504/opus2021c2710
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • O uso de smartphones e a integração entre os aprendizados formal, não
           formal e informal

    • Authors: Marcio Oliveira
      First page: 15
      Abstract: O uso de smartphones e tablets tem se tornado cada vez mais comum, sendo parte da vida cotidiana e profissional dos indivíduos. A articulação desses dispositivos com estratégias didáticas tem motivado a produção de pesquisas em diversos campos da Educação. No campo da Música, as práticas de compartilhamento, produção e disseminação se tornaram mais frequentes oferecendo oportunidades relevantes de interação. A possibilidade de realizar múltiplas tarefas com smartphones em ambientes distintos permite a multiplicação de situações para fazer música, oferecendo ocasiões para compartilhar conhecimentos, ouvir, refletir e aprender, seja intencionalmente (aprendizado formal e não formal), seja não intencionalmente (aprendizado informal). O presente ensaio teórico relaciona os principais conceitos da literatura para gerar uma reflexão acerca dos processos de uso de smartphones em estratégias didáticas, integrando o aprendizado formal com os aprendizados não formal e informal. Utilizando a perspectiva sociocultural, o estudo verifica que os professores devem se ater ao interesse, à familiaridade e à interação a fim de entender as mudanças qualitativas do conhecimento dos alunos. Além disso, é necessário não só integrar as modalidades de aprendizado, mas também considerar os valores e atitudes dos alunos no âmbito do desenho das estratégias didáticas.
      PubDate: 2021-11-18
      DOI: 10.20504/opus2021c2717
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Musical Practices and the Invention of a Tradition: The Case of the We
           Tripantü, the Celebration of the Mapuche New Year

    • Authors: Javier A. Silva-Zurita
      First page: 17
      Abstract: The Mapuche people is the largest indigenous group in Chile and also has a significant presence in some provinces in Argentina. This article primarily addresses the Chilean Mapuche. The we tripantü celebration is a festival held around the second half of June that commemorates the beginning of the Mapuche year. In comparison with other collective Mapuche cultural practices, the we tripantü celebration usually brings together a larger number of people, systematically incorporates non-Mapuche participants, and receives significantly more attention in the media. This article addresses features of this festival, the role played by its musical practices, and how some aspects of identity have been articulated in the development of the festival’s activities. Furthermore, the article reviews how the we tripantü celebration was created in the 1980s by the ethnicization of the Christian celebration of St. John the Baptist despite the wide-spread belief that it corresponds to an ancestral indigenous gathering.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2703
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • A paisagem sonora das Unidades de Terapia Intensiva Neonatal:
           experiências acerca da música e da afetividade

    • Authors: Luanda Oliveira Souza, Viviane Cristina Cândido, Dante Gallian
      First page: 17
      Abstract: O hábito de cantar enquanto embala ou entretém uma criança está presente em diversas culturas. As canções de ninar com suas melodias suaves e ritmo lento envolvem a afetividade. Este artigo reflete especificamente sobre como a música ao vivo modifica a paisagem sonora em unidades de terapia intensiva neonatal (UTIN) ao possibilitar a vivência do afeto e tornar as emoções audíveis, conforme apontado por Zuckerkandl (1973,1976). A base empírica para nossa análise advém de uma pesquisa concluída sobre o potencial de humanização a partir das intervenções musicais realizadas pelo Grupo Saracura em três hospitais da cidade de São Paulo, estudo que utilizou a metodologia de observação participante e entrevista de história oral com pacientes, suas mães e profissionais de saúde e músicos. O estudo incluiu análises de diários de campo e narrativas de entrevistados, realizadas na perspectiva da fenomenologia hermenêutica, que considerou a vivência dos sujeitos envolvidos. Os resultados mostraram que a música, além de tornar o ambiente mais alegre, sereno e confortável para todos, transformou as relações vividas nesse espaço e, consequentemente, tornou-se o ponto de partida para a ampliação da humanização na unidade de terapia intensiva neonatal. Este artigo aprofunda essa reflexão reconhecendo que a presença da música na unidade de terapia intensiva é um meio significativo para gerar vínculos, principalmente quando o tratamento exige que o bebê permaneça na incubadora, fisicamente longe da mãe. A música, ao possibilitar a vivência do afeto, contribui para aumentar a afetividade entre mãe e filho, pacientes e profissionais de saúde, de forma que se tornem potências da vitalidade humana.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2704
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • El conocimiento y uso de los recursos tecnológicos en la formación
           inicial de maestros de música

    • Authors: Raul Fontes, Pablo Cisneros-Álvarez, Diego Calderón-Garrido
      First page: 18
      Abstract: La tecnología digital y las herramientas que esta propone guían parte de la educación musical actual. En esta investigación se ha analizado el conocimiento y uso que los docentes de música en su formación inicial hacen de los diversos recursos tecnológicos ligados a la educación musical. Para ello, y a través de un cuestionario online, se han analizado las respuestas de 53 estudiantes de la mención de educación musical de dos universidades diferentes en Madrid (España). Los resultados han puesto de manifiesto que los estudiantes poseen escaso conocimiento de las herramientas tecnológicas que existen para aprender y enseñar música. En este sentido, sin observarse diferencias de género ni edad, la muestra analizada considera que no tendría problemas docencia para implementar el uso de la tecnología en su futura docencia.
      PubDate: 2021-12-01
      DOI: 10.20504/opus2021c2724
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Formación instrumental y metodología didáctica en el Conservatorio: un
           estudio de caso múltiple en el aula de Clarinete

    • Authors: Francisco Joaquín Garres Pérez, María del Mar Bernabé Villodre
      First page: 19
      Abstract: Las Enseñanzas Artísticas sufrieron importantes cambios respecto a los iniciales Planes de Estudios de 1942 y de 1966 en España, cambios que pretendieron mejorar la formación musical del intérprete al formar músicos con más conocimientos teóricos e históricos. Este artículo recoge un estudio de caso múltiple desarrollado en un Conservatorio Profesional de Música, con alumnado del último ciclo de Enseñanzas Profesionales que debe superar una Prueba de Acceso a Grado Superior. Ante esto, fueron preparados atendiendo a los tres exámenes que la componen: repentización, Análisis e interpretación instrumental con el Clarinete (tres obras, una con Piano, otra de memoria y otra para Clarinete solo). Se desarrollaron distintas propuestas para trabajar cada bloque, reconduciendo la típica estructuración de la clase hacia las necesidades del instrumentista E intentando dotar de sistematicidad al proceso de enseñanza/aprendizaje. Los resultados finales mostraron la positiva recepción de las propuestas metodológicas, produciéndose mejoras en las pruebas de acceso.
      PubDate: 2021-12-09
      DOI: 10.20504/opus2021c2713
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Arte concreta em São Paulo e a música “popcreta” do
           Grupo Música Nova

    • Authors: Fernando de Oliveira Magre
      First page: 19
      Abstract: O Concretismo foi um marco no campo das artes plásticas mundial. Em fins dos anos 1940, essa estética se introjetou na plástica brasileira, tornando-se, na década seguinte, o paradigma da pintura no país. Sua disseminação atingiu outros campos artísticos, fecundando o solo para o surgimento da poesia concreta e resvalando sobre a música de vanguarda do Grupo Música Nova. Com o golpe militar, o projeto formalista do Concretismo se abriu para uma fase semântica, que se tornou conhecido como popcreto devido a uma exposição realizada pelo artista plástico Waldemar Cordeiro e por Augusto de Campos, com participação musical de Damiano Cozzella. Neste trabalho, partimos do pressuposto de que é possível identificar na música do Grupo Música Nova, especialmente em sua música-teatro, um dos procedimentos mais característicos do Concretismo paulista em sua fase semântica, a saber: a crítica social por meio da incorporação de objetos oriundos da cultura de massa e da sociedade de consumo. Para tal, fazemos uma análise comparativa entre o Manifesto Música Nova, publicado em 1963 pelo referido grupo, e textos de Waldemar Cordeiro e seus estudiosos. A partir da consonância encontrada entre os textos, analisamos a obra Cidade de Gilberto Mendes, composta em 1964, sobre o poema concreto de Augusto de Campos, identificando como tais procedimentos se materializam em uma composição musical. Chegamos à conclusão de que a música-teatro, por sua característica cênico-musical – portanto, visual e sonora –, ofereceu os meios para a elaboração do Concretismo semântico, popcreto, dentro do campo da música de concerto brasileira.
      PubDate: 2021-12-01
      DOI: 10.20504/opus2021c2723
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • A prática instrumental diária de graduandos em Música: estratégias de
           aprendizagem e autorregulação

    • Authors: Camilla dos Santos Silva, Carlos Fiorini
      First page: 20
      Abstract: Partindo da tendência da literatura em investigar os processos cognitivos e metacognitivos envolvidos na aprendizagem e performance musical, este trabalho teve o objetivo de identificar as estratégias aplicadas na prática diária de alunos da Graduação em Música de uma universidade pública brasileira. O questionário desenvolvido por Araújo (2016a) foi usado como instrumento para discussão em duas sessões de grupo focal: a primeira com três participantes violonistas, dois flautistas e um contrabaixista; e a segunda com cinco violonistas. Os dados foram analisados por meio de transcrições completas das sessões. Resultados indicam que os alunos fazem uso de estratégias que cobrem as seis dimensões psicológicas da aprendizagem, entretanto apresentam dificuldade em processos como estabelecimento de objetivos, gerenciamento do tempo e adaptação de estratégias ao iniciar um novo processo de aprendizagem.
      PubDate: 2021-12-21
      DOI: 10.20504/opus2021c2702
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Parisina op. 15 de Leopoldo Miguéz: programa, poema sinfônico e
           drama

    • Authors: Norton Eloy Dudeque
      First page: 20
      Abstract: Este artigo discute aspectos do poema sinfônico Parisina op. 15 de Leopoldo Miguéz. O programa da obra é baseado no poema homônimo de Lord Byron, que narra a tragédia do personagem que dá nome à obra. Ao adaptar o poema de Byron para seu programa, o compositor articula a música em três cenas, sendo a terceira uma forma sonata que provê ao compositor a retórica necessária para a mais enfática expressão do drama. Importante neste aspecto é a prática de “deformação” da forma sonata elaborada por Hepokoski e Darcy (2006), que provê possibilidades de modificação da forma mantendo a retórica tradicional. A discussão analítica apresentada no decorrer do texto almeja esclarecer como Miguéz articula sua obra para tal.
      PubDate: 2021-12-09
      DOI: 10.20504/opus2021c2725
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • O conceito de escolas de violino e sua atual aplicabilidade no Brasil

    • Authors: Adonhiran Reis, Marcus Held
      First page: 22
      Abstract: O presente artigo discute a aplicabilidade do conceito de escolas de violino, outrora influentes, no Brasil de hoje. A partir de uma pesquisa que coletou dados de 110 violinistas residentes no país, foi constatado que expressiva fração dos participantes se declarava inserida em alguma escola de violino, como franco-belga, alemã ou russa. No entanto, a maioria absoluta também afirmava possuir em sua formação elementos oriundos das mais variadas fontes de aprendizado, incluindo diversos professores com visões técnicas, musicais e interpretativas distintas. Posto isto, buscamos então entender o que de fato constituiria uma escola de violino, para que possamos refletir sobre a real validação de vertentes oitocentistas na contemporaneidade brasileira globalizada. Por meio de revisão bibliográfica e questionário direcionado ao nosso público-alvo, tratamos o assunto sob as perspectivas histórica e pedagógica. Procuramos demonstrar que reduzir a noção de escola de violino a critérios técnicos e mecânicos, desvinculados de aspectos estilísticos associados a valores estéticos pregressos, não sustenta um sistema que seria hermético em si mesmo.
      PubDate: 2021-11-25
      DOI: 10.20504/opus2021c2707
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Práticas musicais conectadas: bandas militares no “longo século XIX”
           e a banda de música da Força Policial Militar do Ceará

    • Authors: Inez Beatriz de Castro Martins Gonçalves
      First page: 22
      Abstract: As últimas décadas do século XVIII sofreram modificações políticas e culturais que influenciaram o aumento do número de músicos militares em escala global. Dentre essas modificações, destacam-se a valorização dos regimentos do Exército como integrantes da autoridade do Estado e o declínio dos modelos de patrocínio e aprendizagem musical de origem aristocrática. De 1770 até o início da Primeira Guerra Mundial, observa-se uma grande difusão das bandas militares ao redor do mundo (HERBERT; BARLOW, 2013: 2. WHITWELL, 2010: 267). Os conjuntos que se instituíram nos regimentos militares nesse período apresentaram práticas que se conectaram, ultrapassando suas fronteiras nacionais. O presente artigo tem por objetivo analisar o surgimento das bandas militares na Europa e no Brasil e das práticas adotadas por esses grupos, principalmente a partir da história sociomusical da banda de música da Força Policial Militar do Ceará. Serão abordados temas como a responsabilidade dos militares no patrocínio da música no século XIX, a aprendizagem musical que se organizou no interior das instituições militares, a contratação de músicos civis para as bandas, as formas de pagamento dos músicos e os contratos estabelecidos para tocar em eventos não militares. O artigo conclui que as práticas vivenciadas nas bandas militares em nível local conectaram-se a dinâmicas globais mais amplas.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2712
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • The preparation of music teachers in Brazil and England: reflections on
           teaching practice models

    • Authors: José Soares, Graham Welch
      First page: 24
      Abstract: This paper examines and compares teaching practice models of three music teacher training courses originating from Brazil and England, as well as addressing issues regarding the initial preparation of the music teacher in both countries. Activity theory was employed as a theoretical framework to explain the related factors involved in both models’ implementation. A number of challenges were indentified such as: (i) how to balance the theoretical and practical dimensions of the curriculum; (ii) the quest for mechanisms for the transferral of the pedagogical and musical instrument knowledge acquired by students to music teaching practice contexts; and (iii) the absence of a specialist music teacher as mentors in some educational contexts. Findings showed that there is diversity in teaching practice models due to different educational and technological contexts employed.
      PubDate: 2021-12-21
      DOI: 10.20504/opus2021c2718
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Performance da mbira em África: experiências, ações e interações do
           mestre Moto M’djindja

    • Authors: Micas Orlando Silambo
      First page: 25
      Abstract: Os estudos contemporâneos da performance musical tendem, ou melhor, deveriam tender, a integrar um discurso plural e polifônico sobre as comunidades culturais pesquisadas. Este texto reflete sobre a performance da mbira como forma de viver ações e situações interativas no processo de construção da performance. O caminho de pesquisa foi alicerçado em observações de campo auxiliadas por entrevistas semiestruturadas dirigidas ao mestre Moto M’djindja, assim como por documentos fotográficos e audiovisuais. Entre as referências utilizadas na pesquisa estão os autores que lidam com diferentes áreas do saber, contudo olho especialmente para o campo da performance com foco em Richard Schechner. Os resultados da pesquisa fundamentam que a performance da mbira é sustentada pela articulação de elementos conectados de uma estrutura complexa na qual cada elemento mantém sua distinção e tem sua modalidade específica de coparticipação, suas próprias formas e condições de existência e influência. Assim, conclui-se que a performance da mbira é uma constelação de situações ou ações humanas, culturais, sociais e materiais de caráter artístico, experimental e interativo manifestado numa plataforma performática de poder igual.
      PubDate: 2021-12-01
      DOI: 10.20504/opus2021c2716
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Musicoterapia en el manejo de la ansiedad en madres adolescentes
           primigestantes

    • Authors: Jhoan Alex Juanias-Restrepo, Carolina Robledo-Castro
      First page: 25
      Abstract: La musicoterapia ha demostrado efectos positivos sobre el manejo de la ansiedad en diferentes poblaciones. Este estudio buscó examinar el efecto y viabilidad de un programa de musicoterapia focal obstétrica (MTFO) sobre la ansiedad en mujeres adolescentes primigestantes. La investigación tuvo un diseño cuasiexperimental de único grupo y centro con medidas pre y post. Participaron 19 jóvenes entre 13 y 19 años, con edad gestacional media de 17,7 semanas. Se analizaron datos de 7 de ellas que cumplieron con el 70% del programa. La intervención consistió en 12 sesiones semanales de 60 minutos, fundamentadas en la MTFO de Federico (2009, 2011) y métodos propuestos por Bruscia (2007). La ansiedad se evaluó con medidas fisiológicas, neuropsicológicas (escala STAI), y la intervención con autoinformes y registro de sesiones. El grupo mostró disminución en las medidas fisiológicas (presión arterial y pulso) y en la ansiedad rasgo. Los hallazgos proporcionan evidencia sobre la viabilidad y efecto de un programa MTFO estructurado y basado en sistemas teóricos fuertes.
      PubDate: 2021-11-18
      DOI: 10.20504/opus2021c2706
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • As configurações do trabalho musical e a pandemia da Covid-19:
           precarização, luto, resiliência e redes de cooperação

    • Authors: Laíze Guazina
      First page: 27
      Abstract: Neste artigo, busco examinar as configurações do trabalho dos músicos e das musicistas no Brasil atual à luz da nova morfologia do trabalho (ANTUNES, 2008). Reflito sobre este tema considerando a precarização do trabalho, aspectos do empreendedorismo e os possíveis efeitos da pandemia da Covid-19 sobre a vida laboral desses(as) trabalhadores(as), a partir de uma pesquisa bibliográfica e documental que dirigiu especial atenção ao contexto de Curitiba e região. Tais efeitos, considerados em suas dinâmicas de luto e resiliência entre a vida “de dentro” e “de fora” do trabalho na pandemia, evidenciam as sérias adversidades vividas por esses indivíduos, mas também as inúmeras mobilizações desenvolvidas por meio de suas redes de cooperação (BECKER, 2010). Estas redes tanto têm provido ajuda mútua quanto se mostram como espaços privilegiados para a construção de outras perspectivas sobre o mundo do trabalho da música e suas transformações. Por fim, analiso as configurações do trabalho musical no país como elementos-chave para a compreensão da desproteção social vivida por esses(as) trabalhadores(as) na pandemia da Covid-19.
      PubDate: 2021-11-07
      DOI: 10.20504/opus2021c2701
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Canções, poesias e Modernismo em concerto: a gravadora Festa e a
           busca pela autonomia

    • Authors: Guilherme Araujo Freire
      First page: 28
      Abstract: Neste artigo tratamos da trajetória da gravadora Festa (1955-1967), do produtor Irineu Garcia, que desempenhou um papel fundamental por ter produzido discos para segmentos de circulação restrita no mercado que ganharam grande relevância histórica. Ao analisar a produção da gravadora, avaliamos de que modo o seu perfil de atuação no mercado – que ficou marcado pelo lançamento de LP’s com poesia recitada pelas vozes de poetas modernistas brasileiros consagrados, discos de música erudita nacional e de artistas de música popular com letras e arranjos próximos da esfera culta–, refletiu algumas transformações que ocorriam no âmbito mais amplo das indústrias culturais do período associado tanto ao desenvolvimento da base técnica como ao recrudescimento da segmentação do mercado de bens simbólicos em curso.
      PubDate: 2021-12-21
      DOI: 10.20504/opus2021c2722
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Lugares-comuns e decoro interno na invenção melódica
           segundo Johann Mattheson (1739)

    • Authors: Mônica Lucas, Stéfano Paschoal
      First page: 32
      Abstract: A invenção melódica mostra-se como um tema instigante e capaz de suscitar as mais variadas discussões, pois lida diretamente com o aspecto primordial da composição musical. Épocas diversas possuem respostas também diversas para o processo criativo que dá origem aos temas melódicos. Neste artigo, afastandonos da tradição do gênio e da inspiração difundida principalmente no Romantismo, debruçamo-nos sobre a teoria da invenção melódica apresentada por Johann Mattheson em sua obra Der vollkommene Capellmeister [“O mestre de capela perfeito”, 1739]. O capítulo 4 da segunda parte do livro, intitulado “Sobre a invenção melódica”, busca, com expedientes da Retórica e da Dialética, elementos para explicar a invenção melódica. Compõem o rol desses elementos os lugares-comuns, ou loci communes, que são, segundo M.T. Cícero, as sedes argumentorum, ou “fontes dos argumentos”. A teoria dos lugares-comuns apresentada em Mattheson está em consonância com aquela apresentada na obra Curieuse Fragen über die Logica [“Questões curiosas sobre a Lógica”, 1696], de Christian Weise. Por questões de delimitação, serão apresentados e discutidos neste artigo, ao lado de um excurso sobre o decoro (aptum), apenas os lugares-comuns derivados do decoro interno na teoria da invenção musical. No sentido de esclarecer o texto de Mattheson, a presente discussão é acompanhada de exemplos musicais, ausentes no texto original.
      PubDate: 2021-11-29
      DOI: 10.20504/opus2021c2720
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • O Satanás em O Paraíso Perdido: do trítono e suas sombras
           no heavy metal

    • Authors: Matheus Rocha Grain, Sérgio Paulo Ribeiro de Freitas
      First page: 35
      Abstract: Este texto propõe uma revisão de leituras e memórias sobre Satanás a partir do poema O Paraíso Perdido, escrito por John Milton em 1667. A revisão destaca ressonâncias desse marco da literatura inglesa na produção musical do heavy metal, uma vez que, nessas leituras e memórias, Satanás é compreendido como personificação da subversão, aquele que inaugura a contravenção frente à ordem estabelecida. A entidade é frequentemente representada, sonoramente, pelo trítono, intervalo que é conhecido como diabolus in musica. A associação entre o intervalo e o diabo, instigada pela inventiva história da proibição do trítono pela Igreja durante a Idade Média, é ilustrada por canções escolhidas em álbuns de bandas de heavy metal e subgêneros. Ainda que essa história careça de lastro documental, conclui-se que ela é relevante na produção do heavy metal, pois potencializa representações de Satanás, campeão da agência individual e emblema de uma procura por novas formas de pertencimento.
      PubDate: 2021-11-18
      DOI: 10.20504/opus2021c2721
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • A edição de um novo Estudo para violão a partir de três fragmentos de
           Radamés Gnattali

    • Authors: Luciano Chagas Lima
      First page: 38
      Abstract: Escritos em 1967, os Dez Estudos para violão de Radamés Gnattali (1906-1988) situam-se entre os principais ciclos de Estudos para o instrumento. Foram publicados no ano seguinte pela editora Brazilliance, nos Estados Unidos, e desde então vêm conquistando espaço no repertório e despertando o interesse de pesquisas acadêmicas. Em 2017, uma revisão destes Estudos com base nos manuscritos fez parte do livro Radamés Gnattali e o Violão de Concerto, de minha autoria. Em 2018, tive acesso a uma outra cópia do manuscrito dos Dez Estudos contendo sete páginas a mais que incluíam, além de esboços diversos, três novos Estudos incompletos. A partir deste material, foi feita a edição de uma nova peça para violão, o Estudo sobre Três Fragmentos, cujo processo de elaboração será descrito e analisado neste artigo. Também serão discutidos novos detalhes referentes a alguns dos estudos conhecidos presentes nas páginas adicionais. Como resultado, o artigo joga luz sobre a origem do ciclo, apresentando novas possibilidades interpretativas e, sobretudo, trazendo à tona algo inédito deste importante compositor brasileiro.
      PubDate: 2021-12-01
      DOI: 10.20504/opus2021c2719
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • O mistério d’O mistério do samba: o paradigma da mediação e a
           produção racializada de silêncios na memória hegemônica da “Música
           Popular Brasileira” (1960-2017)

    • Authors: Lurian José Reis da Silva Lima
      First page: 40
      Abstract: Este artigo descreve e analisa a forma e o percurso histórico de um paradigma interpretativo da história da chamada “música popular brasileira”, que o autor denomina “paradigma da mediação”, e que tem como principais características a concepção de cultura nacional como fruto de misturas raciais e o reconhecimento desigual do papel desempenhado pelos sujeitos na história de acordo com sua raça. Para tanto, faz-se uma revisão crítica da historiografia da música popular (1960-2017) e de uma análise da produção dos Depoimentos para a Posteridade do Museu da Imagem do Som do Rio Janeiro (1966-1972), um importante acervo de fontes orais utilizado na construção dessa historiografia. Constrói-se, a partir das evidências históricas apresentadas, a hipótese de que este paradigma constitui uma forma racializada de autoinscrição na história, com a qual se promove um entendimento conservador da operação da raça na sociedade brasileira, historicamente caro aos grupos dirigentes do país no século XX.
      PubDate: 2021-11-17
      DOI: 10.20504/opus2021c2705
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
  • Permanência e transformação no terceiro movimento da Sonata
           Op. 109 de Beethoven

    • Authors: Eduardo Monteiro, Pedro Brack Aguilar
      First page: 48
      Abstract: O objetivo deste trabalho é, primeiramente, apontar relações entre tema e variações no último movimento da Sonata Op. 109 de Beethoven. Essas conexões, muitas vezes, não são evidentes e operam em um nível mais profundo do que o da melodia ou da harmonia. Também são apresentadas considerações sobre a interpretação pianística desta obra, sendo alguns desses apontamentos diretamente relacionados ao processo de análise. O trabalho se inicia contextualizando a sonata dentro da estética da fase tardia do compositor, o que foi importante para embasar algumas das conclusões obtidas. Em seguida, as variações foram estudadas individualmente, revelando relações locais e entre cada variação e o tema. Ao final, os resultados serviram de base para estabelecer conexões entre as variações e seu papel dentro do movimento como um todo.
      PubDate: 2021-12-10
      DOI: 10.20504/opus2021c2714
      Issue No: Vol. 27, No. 3 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.236.234.223
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-