Journal Cover
Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 1413-0939
Published by Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo Homepage  [2 journals]
  • Expediente

    • Authors: Comissão Editorial
      PubDate: 2021-12-27
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Apresentação

    • Authors: Mariana Luz Pessoa de Barros
      First page: 937
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3379
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Nominata de pareceristas

    • Authors: Comissão Editorial
      First page: 939
      PubDate: 2021-12-27
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A pipa sem varetas no estado de São Paulo: variação
           diatópica

    • Authors: Beatriz Aparecida Alencar
      First page: 956
      Abstract: Os jogos e as diversões são elementos presentes nas diferentes culturas e o modo de nomear esses objetos acabam por refletir a relação entre o homem, o brinquedo e a sociedade. Desse modo, este estudo examina as denominações cartografadas para a pipa sem varetas na tese O Léxico de Brinquedos e Brincadeiras infantis no estado de São Paulo (ALENCAR, 2018), com vistas a delimitar geograficamente os registros de capucheta, denominação mais produtiva, buscando comprovar sua presença como uma marca paulista no léxico dos brinquedos. Com esse propósito, se discutem as denominações obtidas para esse brinquedo em comparação com outros trabalhos. A tese base para o estudo foi produzida a partir de dados do Projeto ALiB e contou com uma rede de 47 localidades nos estados de SP, PR, MG, MS, RJ totalizando na análise de 188 inquéritos. O estudo pautou-se em pressupostos da Dialetologia, da Lexicologia e da Etnolinguística.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3031
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Representações discursivas sobre abandono afetivo e abuso sexual na
           infância em relatos de alunas da Educação de Jovens e Adultos

    • Authors: Schneider Pereira Caixeta
      First page: 976
      Abstract: Este trabalho analisa as representações discursivas sobre o abandono afetivo e o abuso sexual em redações escritas por alunas do Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) e em entrevistas realizadas com elas. A fundamentação teórica e metodológica é a Análise de Discurso Crítica, mais especificamente a Abordagem Dialético-Relacional, de Norman Fairclough. O corpus da pesquisa é formado por trechos das redações e das entrevistas realizadas e, para sua análise, são empregadas as categorias escolhas lexicais, intertextualidade e interdiscursividade, e a representação de eventos e de atores sociais. Compreende-se que a recorrência de relatos das práticas analisadas aponta para a complexidade das experiências vivenciadas pelas alunas da EJA em suas infâncias e que compreender como elas representam esses eventos é parte importante a ser considerada no processo educacional.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2932
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A síncope no latim vulgar e no português

    • Authors: Antonio Carlos Silva de Carvalho, Marcelo Módolo
      First page: 995
      Abstract: Tendo em vista a metáfora utilizada por Serafim da Silva Neto em sua História do latim vulgar segundo a qual a língua falada seria um rio e a língua escrita culta a justaposição de camadas de gelo em sua superfície, exploramos certos fatos linguísticos relativos aos metaplasmos (sob a perspectiva da gramática histórica) que, correntes no latim, continuam seguindo seu curso no português. Procuramos restringir o estudo a um metaplasmo de subtração de amplo alcance, a síncope, considerando-o à luz da “lei do menor esforço”. Assim, focamos manifestações desse fenômeno no latim vulgar e no português atual para discutir sua produtividade e conceptualização. Quanto ao corpus, utilizamos o Appendix Probi e palavras extraídas de contextos não-formais, figurantes nas redes sociais, além de termos oriundos de material jornalístico e literário.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3017
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Fraseotermos de língua espanhola na denominação da avifauna do Pantanal
           Sul-mato-grossense: um estudo com base em materiais ornitológicos

    • Authors: Thierry Delmond, Elizabete Aparecida Marques
      First page: 1009
      Abstract: Este artigo pretende apresentar os resultados preliminares de um estudo sobre fraseotermos da língua espanhola usados para denominar a avifauna do Pantanal Sul-mato-grossense, a partir de dados extraídos de materiais digitais ornitológicos. O trabalho apoia-se nos pressupostos teóricos e metodológicos da Teoria da Denominação (PETIT, 2009), da Terminologia (CABRÉ, 1998), da Socioterminologia (GAUDIN, 1993) e da Fraseologia (GONZÁLEZ-REY, 2015). Cada denominação é considerada, no domínio da Terminologia, como termo. No caso de uma análise de fraseologismos, o termo adequado para nomear as colocações terminológicas é fraseotermo. Os primeiros resultados mostram que os fraseotermos que nomeiam as aves do Pantanal sofrem uma forte influência sociocultural, o que corrobora a necessidade de um trabalho fraseoterminológico com base em critérios científicos.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2967
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Operações enunciativas e predicativas: análise de marcas linguísticas
           na produção textual por alunos do Ensino Fundamental II

    • Authors: Leonildes Pessoa Facundes, Marlene Aparecida Viscardi Mantovani
      First page: 1032
      Abstract: Este artigo objetiva analisar a construção da moral da fábula Hortifrutigranjeira, realizada por alunos do 6º ano do ensino fundamental II sob um olhar estritamente enunciativo na perspectiva dos fundamentos teóricos, defendido pela Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas (TOPE) proposta pelo linguista Antoine Culioli (1990, 1999). Entre os vários conceitos aqui abordados, centramos a análise no que se refere à modalização. Na análise das marcas linguísticas identificadas nos textos, buscamos verificar: a) os processos operatórios linguísticos envolvidos na elaboração da moral; b) se o aluno foi capaz de discretizar a narrativa do texto de apoio; c) quais mecanismos enunciativos o aluno envolveu na construção da moral. Consideramos como fundamental a articulação da língua e da linguagem como parâmetro para o ensino de Língua Portuguesa e para o desenvolvimento linguístico-cognitivo do educando.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2884
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Pandemia e neologia em manchetes jornalísticas: criatividade lexical
           em foco

    • Authors: Aderlande Pereira Ferraz, Geraldo José Rodrigues Liska
      First page: 1047
      Abstract: O presente artigo, motivado pelas relações entre língua e cultura, especialmente as relações entre léxico e fatos sociais, tem por objetivo mostrar alguns aspectos da inovação lexical no português contemporâneo do Brasil, a partir das criações neológicas no âmbito da mídia eletrônica (sites da internet), colhidas de manchetes jornalísticas, geradas pela forte influência dos fatos extralinguísticos decorrentes da pandemia da Covid-19. Nesse contexto, observaram-se diversos processos de renovação do léxico, com a inclusão de novas unidades, envolvendo a neologia formal, semântica e de empréstimo. Como procedimentos metodológicos, partindo do critério lexicográfico para identificação da unidade lexical neológica, foram examinadas reportagens da imprensa de circulação nacional, das quais foram selecionadas manchetes contendo trinta e nove neologismos. Com isso, o trabalho revela a abundância de palavras novas geradas no português brasileiro, no período de ocorrência da pandemia da Covid-19.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3055
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A telecolaboração como contexto para a formação de
           professores

    • Authors: Daniela Nogueira de Moraes Garcia
      First page: 1064
      Abstract: Tecnologias, globalização e internacionalização revelam perspectivas promissoras no cenário das línguas estrangeiras. O presente trabalho aborda a telecolaboração no ensino superior no contexto das línguas e formação de professores. O teletandem viabiliza parcerias para a realização de sessões bilíngues de conversação. Considerando que, também, oportuniza um espaço profícuo para a expansão dos conteúdos, a autonomia e postura crítico-reflexiva, reconhecemos a relevância de professores pré-serviço integrarem as sessões de teletandem. Sob um olhar qualitativo de cunho interpretativista, apresentamos um recorte de dados de estudantes de Letras para observar o uso e impacto das tecnologias em sua formação e a participação na telecolaboração. Os resultados apontam para o potencial das tecnologias e ações de intercâmbio virtual para incrementar a atuação futura dos professores pré-serviço.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2970
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • O alinhamento entre os níveis da Gramática Discursivo-Funcional em
           orações introduzidas por pero no espanhol

    • Authors: Talita Storti Garcia, Carolina da Costa Pedro
      First page: 1083
      Abstract: A proposta deste trabalho é averiguar o alinhamento entre os níveis das orações introduzidas por pero em dados do espanhol peninsular falado, sob a perspectiva da Gramática Discursivo-Funcional de Hengeveld e Mackenzie (2008). O juntor pero é concebido na literatura da língua espanhola como conjunção coordenativa adversativa, equivalente a mas do português, ou a but do inglês. Para Hengeveld e Mackenzie (2009), o chamado alinhamento se refere ao mapeamento entre os Níveis Interpessoal, Representacional e Morfossintático da gramática. Os resultados mostram que contextos oracionais introduzidos por pero tendem a se estabelecer nas camadas mais altas do Nível Interpessoal. No Nível Morfossintático, observamos Orações que caracterizam o processo da coordenação. O universo de investigação é embasado no córpus PRESEEA (Proyecto para el Estudio Sociolinguístico del Español de España y de América).
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2977
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Metadiscurso e escrita acadêmica: o papel dos recursos interacionais na
           construção do discurso das disciplinas de Ciências Políticas e
           Linguística

    • Authors: Beatriz Gil
      First page: 1099
      Abstract: O objetivo deste artigo é analisar (i) como o metadiscurso aparece na constituição da escrita acadêmica em disciplinas de Humanidades, em língua inglesa e (ii) se é possível notar algum padrão de semelhança e/ou diferença nas recorrências do metadiscurso entre as disciplinas. Para tanto, foi analisado um corpus de 48 abstracts de artigos de pesquisa publicados em língua inglesa em revistas internacionais Qualis A1 e retirados de quatro periódicos das áreas de Ciência Política e Linguística. Ambos os periódicos de Ciência Política apresentam maior recorrência de hedges e boosters quando comparados com os periódicos de Linguística. Esse dado pode ser explicado à luz das fronteiras disciplinares, uma vez que os primeiros estão em contato mais direto com características e crenças do fazer pesquisa das Ciências Humanas, enquanto os dois últimos com aquelas presentes em Ciências Biológicas e em áreas da Saúde.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2965
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A proposta de produção escrita de gêneros literários nos livros
           didáticos: a estabilidade diante da dinamicidade da linguagem

    • Authors: Marina Totina de Almeida Lara
      First page: 1118
      Abstract: Considerando a importância das práticas de linguagem em diferentes materialidades linguísticas na escola e as indicações das políticas públicas nacionais para que isso ocorra, este artigo tem como objetivo discutir as propostas de produção escrita de gêneros literários em materiais didáticos. Para tanto, partindo dos documentos oficiais nacionais, que norteiam as práticas de ensino/aprendizagem brasileiras, o artigo apresenta reflexão sobre estudos discursivos acerca do trabalho com gêneros do discurso no campo escolar. Por fim, apresenta uma análise da presença do gênero do discurso conto em um livro que circula na rede particular de ensino, destinado ao 1° ano, em atividades de produção de textos. A perspectiva teórico-metodológica é a dos estudos bakhtinianos do discurso, da qual destacamos os conceitos de enunciado concreto, gêneros do discurso e campo de atividade.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2892
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Neuroeducação e dificuldades de leitura e escrita: análise à luz da
           Neurolinguística Discursiva

    • Authors: Isabella de Cássia Netto Moutinho, Maria Irma Hadler Coudry
      First page: 1136
      Abstract: Um dos objetos de análise da Neurolinguística Discursiva (ND) é o aumento de cursos que relacionam os estudos da cognição, a psicologia e a neurologia – as chamadas neurociências – com a educação. O objetivo desses cursos, em geral, é ajudar o professor a compreender processos biológicos envolvidos na aprendizagem e o funcionamento cerebral, o que, em tese, ajudaria a compreender as dificuldades dos alunos e repensar as práticas pedagógicas. Neste trabalho, analisamos o recente avanço das chamadas Neurociências ou a Neuroeducação sobre os cursos de formação de professores e sua abordagem das dificuldades de aprendizagem, sobretudo da Dislexia. À luz da ND, analisamos um artigo representativo do ponto de vista que a Neurociência divulga sobre a Dislexia e propomos um contradiscurso para esta perspectiva.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2904
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • O /r/ retroflexo no Português caipira como resultado de
           “interferência” da Língua Geral de São Paulo − uma homenagem à
           obra de Amadeu Amaral

    • Authors: Marcia Santos Duarte de Oliveira, Maria de Lurdes Zanoli
      First page: 1159
      Abstract: No ano do centenário da obra de Amadeu Amaral sobre o Português caipira, neste trabalho revisitamos um conjunto de propostas acerca do /r/ retroflexo, conhecido como “r-caipira”, a fim de, por meio de uma convergência de hipóteses, apresentarmos a proposta de que o /r/ retroflexo falado no interior de São Paulo aponta para uma possível “interferência” da Língua Geral de São Paulo nessa variedade de Português.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3024
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Investigating telecollaborative genres: analysis of teletandem oral
           sessions communicative purpose through learners’ diaries

    • Authors: Laura Rampazzo
      First page: 1173
      Abstract: This paper aims to investigate the communicative purpose of a telecollaborative genre, namely the initial teletandem oral session (iTOS), the first virtual encounter between learners who participate in the Teletandem Brasil project. Although telecollaborative genres are still underexplored, studies have been advancing in observing the development of a community, and in identifying the patterns of action that are effective. Through the analysis of 17 learners’ diaries, available at Multimodal Teletandem Corpus, the present study examines students’ stance on the communicative purpose of the genre. Results suggest that learners recognize the purpose of iTOS to be to get to know their partners and find common ground, and indicate that both learners and researchers have similar views on what the communicative purpose of the genre iTOS is.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2981
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Aprendizagem do francês língua estrangeira e integração social na
           França: um vínculo questionável

    • Authors: Nina Rioult
      First page: 1190
      Abstract: O presente artigo apresenta alguns resultados da nossa pesquisa de mestrado, efetuada em 2017 na Universidade Paris 8 (França). O principal objetivo era estabelecer em que medida o aprendizado da língua francesa pelos imigrantes na França ajuda a sua socialização no país de imigração. Começamos por uma reflexão teórica acerca da definição dos termos “integração” e “socialização” a partir dos aportes da sociologia, para, em seguida, apresentar a metodologia adotada, a das entrevistas compreensivas tal como formulada por Kaufmann (2011). A partir das entrevistas efetuadas com um grupo de 8 estudantes em situação de refúgio, concluímos que as aulas de francês são insuficientes para ajudar na socialização no país. Isso se deve principalmente ao fato de que a língua aprendida em sala de aula difere fortemente da língua falada em outros contextos sociais, por ser um campo (BOURDIEU, 2003) específico. Além disso, o fato de ser identificado como estrangeiro pode constituir um “estigma” (GOFFMAN, 1988) que age como fator inibidor da chamada integração social.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3047
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Concordância verbal na variedade urbana do Rio de Janeiro: um estudo
           sobre a face fonética do morfema verbal de P6

    • Authors: Jéssica Rocha
      First page: 1207
      Abstract: Esta pesquisa, provinda de minha Monografia de Conclusão de Curso, objetiva contribuir para os conhecimentos dos padrões de concordância em variedades do Português por meio da interface dos níveis morfossintático e fonético: investiga-se a expressão fônica do morfema verbal de terceira pessoa do plural (P6) na variedade urbana do Rio de Janeiro. A análise, que se concentra nos dados encontrados na amostra brasileira do corpus Concordância, é fundamentada pela Sociolinguística variacionista (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968). Os resultados estatísticos apontam que a variação é reprimida em ambiente tônico e que, no que diz respeito aos dados átonos, a ausência do sândi e a presença de vogal nasal em contexto posterior favorecem as expressões mais fortes. No nível extralinguístico, assumem essa posição a faixa etária mais jovem, o nível de escolaridade mais alto e a localidade de maior prestígio cultural e socioeconômico.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3035
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Norma e poder no ensino de língua portuguesa: crítica ao
           reducionismo determinista

    • Authors: Elizabeth Gonçalves Lima Rocha
      First page: 1225
      Abstract: O objetivo deste trabalho é problematizar a noção de norma gramatical a partir de conceitos retirados em alguns autores da Teoria Crítica e no referencial teórico da TOPE (Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas) desenvolvida por Antoine Culioli. Vê-se que o conceito de norma, devido ao seu efeito exceptivo e conteúdo prescritivo, limita o conhecimento adequado da linguagem, entendida aqui como atividade operatória, cuja natureza dinâmica e proliferativa rechaça toda regulação preceptiva e todo ordenamento classificatório. Reflete-se, igualmente, levando em conta as práticas do ensino em sala de aula e os Parâmetros Curriculares Nacionais, sobre as consequências pedagógicas dessa problematização, especificamente no ensino de língua portuguesa.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3065
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • De usos no presente aos usos no passado: a coleta de frases como técnica
           de leitura e de escrita

    • Authors: Pâmela Rosin, Luzmara Curcino
      First page: 1238
      Abstract: Fundamentadas por princípios da Análise do discurso e da História Cultural da leitura, e interessadas nos discursos sobre a leitura, no que em geral se diz sobre essa prática, neste artigo, apresentamos um breve panorama histórico de uma técnica de leitura e de escrita de longa-duração, que consiste na leitura, seleção, destacamento, coleção e emprego dessas frases em outros textos. Na atualidade, multiplicam-se gêneros próprios da cultura digital que se valem dessa técnica e que se apresentam como o resultado da articulação de fragmentos de textos verbais, de imagens, de sons. Das “mensagens em powerpoint”, passando pelas “mensagens compartilhadas” aos “memes”, somos testemunhas dessa cultura do fragmento que tem uma história, que se inscreve em uma memória e que tem impacto sobre o modo como hoje lemos e escrevemos nossos textos. É esse breve panorama que aqui apresentamos.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2984
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A construção da escrita acadêmica colaborativa estudantil
           em conversas digitalizadas

    • Authors: Eliana Maria Severino Donaio Ruiz
      First page: 1261
      Abstract: Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa-ação, de abordagem qualiquantitativa, que analisou a construção do texto colaborativo por aprendizes de escrita acadêmica em interações via ferramenta fórum da plataforma Moodle e do aplicativo WhatsApp. Foram investigadas conversas digitalizadas de estudantes de Letras de uma universidade pública paranaense, visando a produção colaborativa de resumos e resenhas. Numa concepção dialógica de linguagem, os aportes teóricos contemplam estudos sobre uso de tecnologias digitais na educação, escrita colaborativa e letramentos acadêmicos. Os resultados apontam para uma herança do letramento autônomo vivenciado pelos sujeitos na educação básica, demandando, por parte do professor universitário, mais atenção para com aspectos de mediação e planejamento com apoio de tecnologia digital, envolvidos seja no processo de produção escrita colaborativa, em geral, ou acadêmica, em particular.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3040
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • A pronúncia variável de /t, d/ diante de [i] na fala de migrantes
           sergipanos em São Paulo

    • Authors: Amanda de Lima Santana
      First page: 1283
      Abstract: Este artigo analisa os usos de /t, d/ diante de [i], na fala de migrantes sergipanos residentes em São Paulo, pressupondo-se que eles estão mudando seu modo de falar de acordo com os contatos que estabelecem (ou não) com paulista(no)s. A partir de uma amostra com 27 entrevistas sociolinguísticas, de integrantes de duas redes sociais diferentes, testa-se a hipótese de que os sujeitos da rede aberta (que estabelecem mais contato com paulistas) palatalizam mais frequentemente /t, d/ em relação aos da rede fechada. Averigua-se também o efeito de outros fatores sociais e linguísticos. As análises revelam que idade de migração e sua interação com escolaridade são relevantes para os usos dos sujeitos: os que migraram mais jovens e que estudaram em São Paulo apresentam maiores taxas de palatalização. Dentre as variáveis linguísticas pertinentes ao fenômeno, estão sonoridade e contexto fonológico precedente.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2969
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Mecanismos enunciativos: entre a entrevista e a biografia

    • Authors: Lidiany Pereira dos Santos, Marília Blundi Onofre
      First page: 1305
      Abstract: O presente trabalho de pesquisa situa-se na articulação entre a linguística e o ensino-aprendizagem de línguas e fundamenta-se nas reflexões enunciativas, em especial, no quadro da Teoria das Operações Enunciativas (TOE) proposta pelo pesquisador francês Antoine Culioli (1990) que entende que a Linguística tem como objeto de estudo “a atividade de linguagem apreendida através da diversidade das línguas naturais”, isto é, a tarefa do linguista é estudar o funcionamento da linguagem enquanto atividade significante de representação, ou melhor, enquanto atividade de produção e reconhecimento de formas linguísticas. A análise que propomos pauta-se pela observação de ocorrências linguísticas presentes em textos de alunos do Ensino Fundamental II, que se caracterizam por apresentar mecanismos enunciativos deslocados em relação ao gênero Biografia. Dessa forma, o nosso objetivo é apresentar como é problemático o fato de se priorizarem modelos idealizados no ensino.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2972
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • O booktrailer como estratégia de divulgação: o caso da obra
           de Hilda Hilst

    • Authors: Matheus Nogueira Schwartzmann, Gustavo Henrique Rodrigues de Castro
      First page: 1321
      Abstract: Partindo do ponto de vista dos níveis de pertinência da análise semiótica (J. Fontanille), em diálogo com a noção de paratexto (G. Genette), esse artigo analisa como a prática de pré-venda de livro pode determinar a circulação de uma obra. Para isso, examinamos o booktrailer homônimo da obra Da poesia, da escritora brasileira Hilda Hilst [1930-2004], publicado no canal de Cia. das Letras no YouTube. Ao tomar o booktrailer como uma estratégia, e após discorrer sobre as especificidades do seu suporte formal, concluímos que a prática de pré-venda engloba a plataforma YT lhe conferindo uma função modal no interior da cena predicativa: firmar um contrato de compra e de leitura com o destinatário, por meio da oferta de valores literários e comerciais. Sob esse ponto de vista, o problema do “valor” (obra popular, canônica etc.) encontra sua pertinência para além do texto literário, nas interfaces que ele estabelece com outros sistemas socioculturais (o universo editorial, o universo acadêmico etc.) que determinam as modalidades de circulação e o estatuto da obra junto à cultura.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.3062
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • Arquivo, corpos difusos e espaços heterotópicos nas tiras da
           Laerte

    • Authors: Gilson Costa da Silva
      First page: 1338
      Abstract: Observando transformações do corpo enquanto objeto constituído e atravessado pelos discursos da sexualidade em tiras de cartunistas brasileiros e refletindo acerca dos processos de subjetivação no presente, nosso objetivo geral é analisar a relação corpo-espaço em tirinhas da Laerte, disponibilizadas em seu blog Muriel Total. Para isso, temos como objetivos específicos refletir sobre as categorias de corpo e espaço enquanto complementares; refletir sobre a categoria de arquivo enquanto condição-espaço movente; e analisar cada tirinha enquanto síntese-espelho de uma subjetividade, comentário localizado no devir da teia discursiva e nos limites de resistência da história. Teórica e metodologicamente, desenvolvemos uma pesquisa bibliográfica de arquivo de caráter qualitativo em que teoria e objeto dialogam nos termos de uma cartografia histórica da sexualidade a partir dos estudos arqueogenealógicos de Michel Foucault. Além disso, recorremos aos trabalhos de Courtine e Milanez para refletir sobre o corpo e sobre a produtividade da categoria de intericonicidade, da memória das imagens. Nossas considerações finais delineiam uma relação marcada por uma multiplicidade de aspectos e perspectivas sobre o corpo que especificam um modo particular de interação com o arquivo, no ponto em que o corpo e o espaço se cruzam nas novas tecnologias, em novas formas de ser no mundo.
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2975
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
  • As evidencialidades de raciocínio e sua combinação com tempo e modo no
           português brasileiro

    • Authors: Vítor Henrique Santos da Silva
      First page: 1357
      Abstract: Analisando orações complexas em que a matriz é nucleada pelos verbos inferir, deduzir, concluir, perceber, observar e ver, este trabalho objetiva testar a hipótese de que, se esses verbos expressam inferência ou dedução, subtipos evidenciais de acordo com Hengeveld e Hattnher (2015), o tempo e o modo da encaixada é diferente a depender do subtipo. Os resultados comprovam essa hipótese, já que, nos dados analisados, a encaixada com a informação deduzida só se apresenta em tempos do passado e do presente do indicativo, enquanto a informação inferida ocorre nos tempos presente, passado e futuro e nos modos indicativo, subjuntivo e condicional. As ocorrências provêm do Corpus Brasileiro (SARDINHA; MOREIRA FILHO; ALAMBERT, 2010) e do Timestamped JSI web corpus 2014-2020 (TRAMPUS; NOVAK, 2012), e são analisadas com o auxílio do Goldvarb X (SANKOFF; TAGLIAMONTE; SMITH, 2005).
      PubDate: 2021-12-27
      DOI: 10.21165/el.v50i3.2909
      Issue No: Vol. 50, No. 3 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.238.180.255
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-