Publisher: Associação de Investigadores da Imagem em Movimento   (Total: 1 journals)   [Sort alphabetically]

Showing 1 - 1 of 1 Journals sorted by number of followers
Aniki : Revista Portuguesa da Imagem em Movimento     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
Aniki : Revista Portuguesa da Imagem em Movimento
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2183-1750
Published by Associação de Investigadores da Imagem em Movimento Homepage  [1 journal]
  • Editorial v9n1

    • Authors: Conselho Editorial
      Pages: 1 - 3
      Abstract: Editorial do número 1 do volume 9 da Aniki: Revista Portuguesa da Imagem em Movimento.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.883
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • O Fantasma de Jackson Pollock: Os estranhos movimentos do pintor pelas
           lentes do cinema

    • Authors: Alessandra Bergamaschi
      Pages: 4 - 29
      Abstract: O artigo se propõe analisar o filme experimental de Hans Namuth, Jackson Pollock 51, sobre o processo de Pollock na fase do dripping. Ao longo do texto serão evidenciados os desajustes entre a tentativa de capturar o segredo dos movimentos do artista em volta da tela e as opacidades introduzidas pela câmera, que ao invés de mostrar mais, paradoxalmente, desnaturaliza o olhar. Os casos de Matisse, que percebe a “estranha excitação” do gesto de sua mão no filme de François Campaux (1946), e da atuação de Picasso no filme de Georges Clouzot, O Mistério Picasso (1956), servirão como contrapontos para explorar o tema da mediação da pintura operada pela imagem em movimento, nesse momento de transição entre o modernismo e as práticas dos anos 1960, quando os artistas exploraram a potência do gesto e de seus duplos na performance, na videoarte e na body art.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.796
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Filmar-se, Sendo: O tempo narrativo presente em documentários
           autobiográficos

    • Authors: Gabriel Kitofi Tonelo
      Pages: 30 - 57
      Abstract: Este artigo aborda como a noção de um presente narrativo se transpõe de maneira própria em documentários de teor autobiográfico e pessoal. Filmes nos quais cineastas-autobiógrafos buscam transpor o presente de uma experiência vivida para a narrativa a partir de metodologias imagético-sonoras sincrônicas surgem na cinematografia documentária mundial no final da década de 1960. Tais aspectos da transposição de um presente autobiográfico ainda permeiam a filmografia contemporânea e estão patentes na filmografia de diversos países. O artigo explica a transposição de aspectos do tempo presente em narrativas autobiográficas a partir de três perspectivas: (1) a cotidianidade como matéria-prima da narratividade autobiográfica; (2) a temporalidade cronológica como estrutura de referência e de apoio para a narrativa autobiográfica; (3) a interação dialógica entre cineasta e pessoas filmadas como manifestação do presente autobiográfico por meio da emersão de afetos.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.792
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Som e Fúria no Cinema Brasileiro: Cultura e política desde
           Pernambuco

    • Authors: Márcia Vanessa Malcher dos Santos
      Pages: 58 - 90
      Abstract: Este ensaio busca evidenciar as disposições políticas do cinema de Kleber Mendonça Filho a partir de seus três longas-metragens de ficção, O som ao redor (2012), Aquarius (2016) e Bacurau (2019), de maneira a apontar a qualidade dos encontros e desencontros de sua obra com a realidade socio-histórica brasileira, especialmente na última década, período marcado pelos protestos massivos de 2013, pela deposição da presidenta Dilma Rousseff (2016) e pela eleição de Jair Bolsonaro (2018). Para tanto, situa Kleber Mendonça como parte da cena contemporânea de cinema de Pernambuco e propõe uma abordagem analítica que articula fatores estéticos e extraestéticos de modo simultâneo. Conclui que essa tríade fílmica, ainda que constituída por formas de prática paradoxais, é uma importante contribuição para pensar o Brasil, a sua história recente e a relação existente entre cultura, política e sociedade. 
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.818
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • A música e o sagrado na Trilogia de Deus de João César
           Monteiro

    • Authors: José Miguel Nicolau Pinto
      Pages: 91 - 122
      Abstract: Este artigo incide sobre a presença do sagrado na “Trilogia de Deus”, de João César Monteiro, e sobre a forma como esta é articulada através de elementos e referências musicais religiosas. A aceção de cinema como sagrado, ou seja, como oposto ao profano e, consequentemente, ao “nosso” mundo, tem consequências evidentes na obra de Monteiro. A forma como o mesmo alcança este sagrado é recorrente nos vários meios que constituem o “híbrido medial” que é o filme. A presença musical na “Trilogia de Deus” torna-se uma dessas ferramentas do realizador de alcançar ou, pelo menos, referir, o sagrado nos seus filmes. Este artigo analisa algumas das referências religiosas retorcidas, através das quais César Monteiro procura não o sagrado católico, mas um outro sagrado, que se desenvolve sobre valores que o catolicismo chega a condenar. A principal hipótese defendida é a de que o sagrado na “Trilogia” se desenvolve, pelo menos em parte, a partir das referências musicais religiosas – por um lado, pelo espaço contextual a que são associadas e, por outro, pela subversão desse mesmo espaço. A partir da análise de exemplos particulares, pretende-se desenvolver esta hipótese através de argumentos relativos à interpretação de certos elementos visuais, narrativos e principalmente musicais.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.799
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • A Pesquisa Histórica no Cinema Latino-americano: Perspectivas e
           desafios na era digital

    • Authors: Eduardo Morettin, Andrea Cuarterolo, Georgina Torello
      Pages: 123 - 138
      Abstract: O objetivo principal do dossiê é o de refletir sobre os rumos atuais da pesquisa histórica em cinema no mundo latino-americano, pensando os desafios impostos pela contemporaneidade e as perspectivas existentes. Os esforços no sentido de elaborar um sistema de compreensão das experiências ocorridas no passado que relacione a análise fílmica e os dados da produção cinematográfica em suas diferentes manifestações às questões de contexto constituem uma das tarefas do trabalho do historiador. A nossa intenção é de avaliar o estatuto das novas abordagens, novos objetos e novos problemas nas pesquisas históricas mais recentes e os possíveis caminhos a serem enfrentados na articulação entre teoria e prática. Como se sabe, a pesquisa em história do cinema sempre dependeu dos arquivos audiovisuais e Cinematecas, muitos deles em risco na América Latina, como é o caso da Cinemateca Brasileira. Sempre é preciso ressaltar a importância estratégia dos acervos, pois armazenam filmes, cartazes, roteiros, reportagens – documentos que, articulados pelo pesquisador ao método escolhido, à formação de núcleos temáticos e de conceitos, e à constituição de uma periodização, constroem a história de determinada cinematografia. Em 2020 a forma privilegiada de acesso às fontes foi por meio do digital, o que certamente acentuou os desafios que já se colocavam desde o início do século XXI. Se com os filmes a dimensão de apreensão de sua visualidade está se modificando com o seu visionamento em celulares e computadores, há uma crescente perda de contato com a materialidade das fontes pelo contínua pesquisa a bases de dados e repositórios (de arquivos/ cinematecas ou não). Pensar as implicações desta situação para a pesquisa histórica em cinema constitui um dos objetivos do presente dossiê.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.882
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Archivo, Memoria y Resignificación: Acercamientos al cine de
           reapropriación en México

    • Authors: Elissa Rashkin, J. Pablo Romo Álvarez
      Pages: 139 - 167
      Abstract: Este artigo explora as possibilidades analíticas do estudo do cinema mexicano desde o desaparecimento e/ou fragmentação dos arquivos primordiais até ao exercício experimental de reconstrução. Baseamo-nos no crescente corpus de histórias trabalhadas das margens da cultura e da comunicação, onde as lacunas e os silêncios falam tanto como factos verificáveis. Partimos da perda da maior parte do arquivo cinematográfico mexicano do período mudo, refletindo que, mesmo em períodos posteriores, a ausência física dos muitos filmes perdidos ou destruídos é exacerbada por vários tipos de esquecimento. À medida que o acesso às tecnologias de produção se generalizou na segunda metade do século XX, verificou-se uma abundância de vestígios desligados de contextos identificáveis e, por conseguinte, dissociados tanto da memória individual como coletiva. São estas imagens incompletas, dispersas e residuais que o cinema de reapropriação utiliza para propor uma espécie de reordenamento simbólico: um exercício crítico de investigação sobre a imagem cinematográfica, os seus suportes materiais e os dispositivos que lhe dão origem. Para exemplificar os argumentos, analisamos as curtas-metragens Fantasmas del adiós, de Ximena Cuevas (2019), e ¡Allá vienen! de Ezequiel Reyes (2018), ambos realizados a partir de arquivos familiares, que nos permitem ilustrar as diferentes estratégias possíveis para a ressignificação das memórias individuais e coletivas no atual cinema de reapropriação.  
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.838
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Reflexões sobre o acompanhamento sonoro do primeiro cinema: O caso do
           carioca Cinema Chantecler (1911)

    • Authors: Danielle Crepaldi Carvalho
      Pages: 168 - 201
      Abstract: Este trabalho toma como recorte os meses iniciais de 1911, quando o carioca Cinema Chantecler publica os programas musicais que acompanhariam cada um dos filmes ali exibidos. Este artigo é motivado pela excepcionalidade de tal divulgação, quando consideramos o âmbito da exibição cinematográfica do primeiro cinema. Propomos reconstruir, aqui, esses programas cinematográficos através da pesquisa em acervos como a Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional e a Fondation Jérôme Seydoux-Pathé. Para a realização deste trabalho, efetuamos primeiramente um levantamento fílmico e musical dos repertórios citados nos anúncios do Cinema Chantecler publicados na imprensa carioca. Em seguida, procuramos levantar as obras fílmicas que sobreviveram ao tempo, utilizando-nos, na inexistência do filme, da fortuna crítica publicada sobre elas. Trata-se de uma pesquisa calcada na historiografia do cinema silencioso, que visa reconstituir a esfera da exibição considerando as relações existentes entre o filme e o seu acompanhamento sonoro, âmbito muitas vezes relegado a um segundo plano pela crítica devido à dificuldade de se localizarem dados a este respeito. A programação do Cinema Chantecler será analisada a contrapelo das considerações de Rick Altman, segundo o qual se caminha, a partir de 1908, rumo à estandardização de práticas referentes aos usos dos sons no primeiro cinema. Conforme demonstraremos, o contexto brasileiro comporta peculiaridades, uma vez que a música era utilizada tanto como acompanhamento aos filmes quanto como atração per se, na dinâmica da cena teatral que antecedeu e era contemporânea à cena cinematográfica.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.846
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • A Circulação Internacional do Cinema Argentino no Período Clássico: O
           caso da Southern California Film Society (1939)

    • Authors: Alejandro Kelly Hopfenblatt, Ivan Morales
      Pages: 202 - 228
      Abstract: Em 1939, Donald Gledhill, presidente da Southern California Film Society e secretário executivo da Academy of Motion Picture Arts and Sciences, contactou o Instituto Nacional do Cinema Argentino naquele que foi o primeiro encontro institucional entre o cinema argentino e Hollywood. O contacto resultou na projeção de dois filmes argentinos no New Review Theater de Los Angeles: Puerta cerrada (Luis Saslavsky, 1939) e Alas de mi patria (Carlos Borcosque, 1939). No artigo, propomos reconstruir este episódio esquecido da história do cinema (trans)nacional com base em documentação institucional e fontes jornalísticas que, até agora, não foram consideradas na historiografia do cinema argentino e latino-americano. As cartas enviadas entre argentinos e norte-americanos permitir-nos-ão analisar os agentes internacionais que intervieram no processo e os factores que determinaram a imagem do cinema nacional que queriam apresentar. Além disso, estas duas projecções servirão de guia para os eixos fundamentais que determinaram as possibilidades de circulação internacional do cinema clássico argentino, os seus pontos fortes e fracos, e o impacto que este tipo de eventos teve no seu posterior desenvolvimento comercial.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.845
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Estrada da Vida (1952) e a Cinematográfica Terras do Brasil: A presença
           das mulheres no cinema brasileiro do início dos anos 1950

    • Authors: Livia Perez
      Pages: 229 - 257
      Abstract: O artigo reúne informações sobre a iniciativa de Tânia Simões e Jovita de Almeida à frente da Cinematográfica Terras do Brasil, produtora fundada no começo dos anos 1950 em São Paulo, que resultou na filmagem de um único longa-metragem, Estrada da Vida (1952), classificado como inacabado no catálogo da Cinemateca Brasileira. A partir de publicações na imprensa e do roteiro original do filme, o texto propõe uma reflexão sobre a abordagem exotificada e desconfiada acerca da presença das mulheres no cinema brasileiro e lança questões sobre o processo de feitura do filme e o destino de suas autoras.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.855
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Diapomontagens: Audiovisuais de transição no Uruguai de meados
           dos anos 1980

    • Authors: Mariel Balás
      Pages: 258 - 279
      Abstract: A intenção deste artigo é abordar o uso da diapomontagem como uma tecnologia de transição entre a fita fotoquímica e a fita de vídeo. Para tanto, serão colocadas em diálogo duas produções de meados da década de 1980, que correspondem a duas produtoras uruguaias contemporâneas. São elas: Destituidos (1984), do Centro de Medios Audiovisuales (CEMA), e La gesta de una conciencia (1985), da produtora Imágenes. O tipo de audiovisual aqui apresentado como meio de expressão comunicacional e cultural foi amplamente utilizado durante a ditadura uruguaia, ocorrida entre 1973 e 1985, e tem sido pouco estudado. A partir de uma abordagem à técnica do slideshow e da combinação dos suportes que tornam possível a experiência audiovisual (fotoquímica, no caso do diapositivo, e magnética, no caso da cassete áudio), serão analisadas a produção de conteúdos, a montagem e a posta em cena, num caso e no outro.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.856
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Música y sonido en el cine chileno: nuevas voces para viejas
           historias

    • Authors: Martín Farías
      Pages: 280 - 302
      Abstract: Este artigo pondera sobre alguns problemas metodológicos e conceptuais que surgem no momento de estudar a música e o som no cinema chileno. Tais assuntos se situam no contexto de uma crescente digitalização de filmes e documentos que vem sendo levada a cabo nas últimas décadas, gerando uma série de mudanças no estudo do cinema. Com este fim, o artigo propõe uma análise de dois documentários icónicos da história do cinema no Chile: Mimbre (Sergio Bravo, 1957-1959) e La batalla de Chile (Patricio Guzmán, 1975-1979). Argumenta-se que o estudo da música e do som permite observar fenómenos ignorados e redefinir questões até agora negligenciadas pela historiografia.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.837
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • 30 anos de TV Tamix: Entrevista a Genaro Rojas Ramírez, videasta ayuujk
           de Tamazulápam del Espíritu Santo, Oaxaca, fundador da televisão
           comunitária TV Tamix

    • Authors: Alberto Cuevas Martínez, Genaro Rojas Ramírez
      Pages: 303 - 322
      Abstract: Em 1990, foi fundada  a TV Tamix no município de Tamazulápam del Espíritu Santo Mixe, Oaxaca. Nela participaram pessoas interessadas na utilização e gestão de média como rádio, vídeo e televisão. Com câmaras de vídeo, ilhas de edição e um centro analógico de pós-produção, os membros da organização registaram as suas manifestações culturais. Para transmitir os registos audiovisuais, repararam um transmissor de televisão que pertencia ao Instituto Mexicano de Televisão (IMEVISION), dando origem ao canal 12 “TV Tamix”, um média indígena em língua ayuujk.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.860
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Sobre Descasco as Imagens e Entrego-as na Boca: Lições
           António Reis

    • Authors: Ana Isabel Soares
      Pages: 323 - 327
      Abstract: Recensão crítica sobre a obra Descasco as Imagens e Entrego-as na Boca – Lições António Reis, volume de ensaios organizado por José Bogalheiro e Manuel Guerra.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.878
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • A Arte de Amar, segundo Sérgio Dias Branco

    • Authors: José Bértolo
      Pages: 328 - 333
      Abstract: Recensão de Escrita em Movimento: Apontamentos Críticos sobre Filmes, de Sérgio Dias Branco, 2020, Lisboa, Documenta. 
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.830
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Figuras de la otredad en el cine contemporáneo

    • Authors: Lucas Martinelli
      Pages: 334 - 338
      Abstract: Este livro apresenta um compêndio sobre a estética gótica a partir de uma trama ligada a uma reflexão profunda sobre a figuração da alteridade no cinema contemporâneo.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.875
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • The Stuff that Dreams are Made of: Os reflexos do noir

    • Authors: André Francisco
      Pages: 339 - 346
      Abstract: Recensão do livro Espelhos do Film Noir (2019), editado por Jeffrey Childs para a Documenta.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.867
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • ANDRÓMEDA ou uma Subtil História da Televisão Pública
           Italiana

    • Authors: Rita Luís
      Pages: 347 - 353
      Abstract: A partir de uma visita à exposição Andrómeda de Luciana Fina, patente nas Carpintarias de São Lázaro entre 21 de maio e 1 de agosto de 2021, esta recensão tenta elaborar uma interpretação histórica da implantação e desenvolvimento do fenómeno televisivo em Itália seguindo as pistas fornecidas pela artista.   
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.868
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Um Possível Panorama: A mostra "O mundo visto e sonhado" (2021) e a
           memória do cinema realizado no Espírito Santo

    • Authors: Luana Cabral
      Pages: 354 - 362
      Abstract: Esta resenha tem como objeto a mostra O mundo visto e sonhado: uma coleção de filmes do Espírito Santo, realizada no mês de maio de 2021. Discutimos algumas ideias iniciais sobre o lugar a memória nas relações estabelecidas entre o cinema pensado e produzido no Espírito Santo e sua história.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.870
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
  • Cinema e Vídeo em Tempos de Pandemia: As mostras virtuais

    • Authors: Alexsandro de Sousa e Silva
      Pages: 363 - 372
      Abstract: O texto discute um festival de cinema e uma mostra de vídeo, exibidos em formato virtual. O primeiro é o Festival Cine Terreiro, sobre o sagrado afro-indígena. O segundo é a Mostra Joel Zito Araújo: uma década em vídeo, 1987-1997, panorama das primeiras produções deste cineasta, conhecido por obras antirracistas.
      PubDate: 2022-01-11
      DOI: 10.14591/aniki.v9n1.873
      Issue No: Vol. 9, No. 1 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.238.180.255
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-