Journal Cover
Argumentos : Revista do Departamento de Ciências Sociais da Unimontes
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1806-5627 - ISSN (Online) 2527-2551
Published by Universidade Estadual de Montes Claros Homepage  [11 journals]
  • Ganhando a vida' Estratégias adotadas por travestis trabalhadoras do
           sexo nas ruas de Montes Claros, MG

    • Authors: Giovanni Campos Fonseca, Thiago Gonçalves da Silva, Rose Elizabeth Cabral Barbosa
      Abstract: Este artigo examina estratégias adotadas por travestis trabalhadoras do sexo nas ruas de Montes Claros, Minas Gerais. O trabalho de campo envolveu entrevistas semiestruturadas com duas profissionais sobre aspectos relevantes do cotidiano de trabalho. A discussão do material empírico baseou-se na análise de conteúdo e incluiu o diálogo com estudos sobre violência contra profissionais do sexo no Brasil e no mundo. Os resultados evidenciaram que as estratégias adotadas pelas profissionais entrevistadas têm o duplo objetivo de aumentar a renda obtida com o trabalho e reduzir a exposição aos riscos de violência na atividade. Porém, em muitas circunstâncias narradas pelas trabalhadoras, essas opções são autoexcludentes. As profissionais demonstraram observar uma espécie de hierarquia de riscos e acabam tendo que optar pela exposição àqueles considerados menores nas diferentes situações enfrentadas. Em consonância com a literatura, as condutas relatadas – embora relevantes – mostraram-se insuficientes para reduzir a exposição a riscos de violência no trabalho.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Índice de Desenvolvimento Humano Eficiente e Sustentável
           (IDHES): Uma Proposta Alternativa

    • Authors: Thiago Costa Soares, Cassiano Ricardo Dalberto, Liana Bohn
      Abstract: O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é o indicador mais comumente utilizado para se mensurar o nível de desenvolvimento de um país. Contudo, vem sendo alvo de várias considerações na literatura, ensejando propostas alternativas, que incorporem outras dimensões em seu cálculo. O presente trabalho se enquadra nessa linha, objetivando incluir uma medida de eficiência aos componentes do IDH. Tal eficiência diz respeito à utilização de recursos no âmbito da educação e da saúde, e também da emissão de dióxido de carbono (CO2), de modo que países que possuam melhor capacidade de aplicação de fatores produtivos obtenham não somente indicadores de eficiência mais elevados, mas também maiores valores do novo índice de desenvolvimento, o IDHES – Índice de Desenvolvimento Humano Eficiente e Sustentável. Os resultados apontam que poucos países são completamente eficientes, e que os países de maior renda tendem a conseguir alocar melhor os recursos disponíveis, caracterizando um ciclo de reforço positivo ao desenvolvimento no longo prazo – força que ainda precisa ser desencadeada nos países de baixa renda.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Editorial

    • Authors: Gustavo Dias
      Pages: 1 - 4
      Abstract: Editorial da edição
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • O processo de modernização do futebol na América Latina: uma mirada em
           muitas perspectivas

    • Authors: Georgino Jorge de Souza Neto
      Pages: 5 - 16
      Abstract: Este artigo tenciona elaborar uma breve análise sobre o impacto das intervenções modernas no espetáculo futebolístico, notadamente o fator mercantil como determinante neste processo. Além disto, apresenta também a estrutura geral do Dossiê “Soy loco por ti, futebol”, que traz diversos olhares sobre o movimento de modernização do futebol na América Latina, assim como evidencia também seus artigos, autores e seções. Para tanto, num primeiro momento, aborda-se as reflexões sobre as mudanças provocadas neste novo cenário a partir do torcer e dos estádios, no caso brasileiro. Este debate é estabelecido sob a ótica de duas experiências específicas: o fantasy game chamado Cartola F.C.; e a padronização estética dos novos estádios de futebol, pensados espacial e identitariamente como “arenas”. Por fim, os artigos integrantes deste Dossiê são contextualizados ao leitor, descrevendo-se o escopo central de cada texto, bem como as demais seções que compõem este documento, a saber uma entrevista e uma resenha.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Futebol, paixão e política na torcida militante do Club
           Atlético River Plate

    • Authors: Rodrigo Daskal
      Pages: 17 - 44
      Abstract: O artigo resume um estudo de caso das práticas de torcedores militantes do Clube Atlético River Plate entre os anos 1996 e 2013, com o objetivo de saber a respeito de seus sentidos e motivações, centralmente em duas dimensões, as do tipo emocionais e as de caráter político. O caso é abordado em duplo nível: o sentido emocional, relacionado às suas ações nos dias de jogos de futebol do time principal – especialmente na chamada fiesta em la tribuna, nos dizeres nativos-, em segundo lugar, desde a passagem de alguns desses torcedores de futebol até a militância institucional e política no clube, a fim de se tornarem, nele, atores políticos. No desenvolvimento se aprofunda no modelo tradicional dos clubes da Argentina enquanto associações civis sem fins lucrativos, como parte do capital social e da sociabilidade, e nas particularidades históricas, políticas e institucionais do Club Atlético River Plate, a fim de descrever e analisar a militância futebolística destes torcedores do ponto de vista de seu torcer e pertencimento à cultura "do torcedor apaixonado" e, a partir daí, em direção à arena política de afiliação ao clube. O processo desenvolve uma série de especificidades com relação às suas atividades militantes e aos vínculos com outros atores da configuração futebolística como dirigentes, barras bravas, e outros torcedores do clube, logo após a crise política nacional dos anos 2001 e 2002, e antes do processo aberto em 2003 – aprofundado a partir de 2008 – de abertura à militância política por parte de grupos de jovens e adolescentes. Se discute se suas práticas emocionais implicam determinados valores comunitários, para concluir que o futebol e a ação cumprem neles uma função social integradora identitária e simbólica, capaz de congregar e recriar um sentimento de comunidade misto, não necessariamente em termos de resistência ao individualismo moderno, mas, em termos de um coletivo emocional que os consolida enquanto identidade social.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • “Revolução com espírito empresarial”: a criação do Clube dos 13 e
           a modernização do futebol na Folha de S. Paulo

    • Authors: Sérgio Settani Giglio, João Manuel Casquinha Malaia Santos
      Pages: 45 - 82
      Abstract: A partir de uma análise do jornal Folha de S. Paulo buscamos compreender os fatos relacionados à criação do Clube dos 13 em 1987. Essa criação, no entanto, foi permeada de disputas de poder que envolveu a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Clube dos 13. Nessa disputa foram polarizadas visões maniqueístas que colocavam de um lado, a CBF e seu atraso diante do Clube dos 13 e sua visão empresarial. A análise da Folha de S. Paulo também seguia essa linha, em que a mudança do futebol brasileiro teria que ser feita por meio de uma gestão empresarial. Concluímos que os discursos apresentados, tanto pela Folha quanto pelo Clube dos 13, defendiam uma modernização conservadora e contribuiu para a manutenção de monopólios no futebol brasileiro.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Torcidas organizadas: Barras bravas ou bairristas sociais' Um olhar da
           Colômbia e do Equador

    • Authors: Jacques Ramírez , Santiago Salazar
      Pages: 83 - 110
      Abstract: Embora muitos adeptos de futebol na região tenham sido classificados como 'barras bravas', principalmente devido à permanente estigmatização dos mesmos como sujeitos violentos movidos pela paixão, este artigo analisa o chamado 'barrismo social'. Por este termo entendemos as actividades, lutas e acções levadas a cabo por apoiantes organizados que vão para além do campo desportivo e são introduzidas em questões de apoio e ajuda nas esferas social (vizinhança, comunidade, sociedade) ou política. Com base na análise com torcidas da Colômbia e do Equador, o estudo fornece um relato de novas sociabilidades públicas urbanas (mais consolidadas no antigo país) que permitiu uma auto-reflexão do seu tecido organizacional e identitário, o que permite as torcidas serem vistos não só como sujeitos políticos, mas também como movimentos sociais nascentes.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Um clube mexicano de futebol, seus recursos e o relacionamento com uma
           torcida organizada no contexto de 2015 a 2021: La Máquina de Cruz Azul

    • Authors: Sergio Fernández González
      Pages: 111 - 129
      Abstract: Este trabalho etnográfico foi baseado em investigação de campo própria, provê um olhar aproximado do interior de um time mexicano de futebol, Cruz Azul, e a relação com o grupo organizado de torcedores “La Sangre Azul”. Para este estudo desenvolvi um trabalho de investigação documental, além disso, realizei um estudo social no qual levei a cabo duzentas entrevistas com integrantes da torcida, e convivi com eles no estádio onde observei a relação com a direção do clube. Por outro lado, convivi com os torcedores nos espaços do estádio e arredores de seu bairro. A investigação demonstra a organização da torcida, seus integrantes, a relação com a unidade de parentesco e a relação com o clube de futebol. O trabalho tem vários resultados, um deles foi entender a relação com os dirigentes do clube, a relação clientelar dos torcedores organizados com os dirigentes do clube de futebol, e entender, nesse sentido, a relação de aproximação e distanciamento da torcida com a direção do clube Cruz Azul.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • A modernização no futebol uruguaio: tensões surgidas em torno à
           deterioração dos clubes e do profissionalismo na segunda metade do
           século XX

    • Authors: Gastón Laborido
      Pages: 130 - 149
      Abstract: O fenômeno da modernização do/no futebol é um processo relativamente novo que tem gerado debates a partir das transformações causadas em diferentes áreas. Esses debates giram em torno do novo modelo europeizado de futebol, o novo conceito de entretenimento e uma mercantilização agressiva; que têm lógicas funcionais típicas da globalização. Na primeira metade do século XX, o futebol uruguaio viveu um período de boom e o mundo conheceu o Uruguai através desse esporte. Como funcionou esse processo de modernização do futebol uruguaio' Qual foi o impacto em nosso país a partir dos anos sessenta' Quais tensões estão por trás do processo' Para explicar e interpretar o assunto, são incorporadas ferramentas analíticas, como a noção de "arena pública", que ajudam a fazer uma leitura da sociedade uruguaia a partir do mundo simbólico do futebol.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Entrevista com Pablo Alabarces

    • Authors: Georgio Jorge de Souza Neto, Sarah Teixeira Soutto Mayor
      Pages: 150 - 159
      Abstract: O futebol, enquanto um fenômeno social com larga representação no cotidiano latino-americano, permite uma pluralidade de diálogos e olhares. No bojo do intento desse Dossiê, pensamos esta prática no interior das mudanças que vem ocorrendo ao longo especialmente das duas últimas décadas, demarcadas pela forte intervenção mercadológica e pelo processo de espetacularização (onde prevalece a lógica restritiva do consumo), impactando consideravelmente a sensibilidade de apropriação desta experiência esportiva, notadamente no ethos de torcer. Este cenário, comumente denominado de “modernização do futebol”, ou “futebol moderno”, precisa ser refletido e criticado pelos estudiosos do futebol, na espraiada seara das ciências sociais. Para isto, convidamos para uma entrevista/conversa o pesquisador e sociólogo Pablo Alabarces. Nascido na Argentina, PhD em Sociologia pela Universidade de Brighton, Alabarces é professor da Universidade de Buenos Aires e pesquisador do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas. Autor de Fútbol y pátria: el fútbol y las narrativas de la nación en la Argentina (Prometeo Libros, 2002) e de Crónicas del aguante: fútbol, violencia y política (Capital Intelectual, 2004).
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • As contribuições do livro Historia social del Fútbol: del amateurismo a
           la profesionalización para os estudos do futebol na América Latina

    • Authors: Sarah Teixeira Soutto Mayor
      Pages: 160 - 168
      Abstract: Resenha do livro: FRYDENBERG, Julio. Historia social del fútbol: del amateurismo a la profesionalización. 1ª ed. Buenos Aires: Siglo Veintiuno Editores, 2011.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • O futebol como um instrumento de inserção étnica no Rio de
           Janeiro: 1888-1930

    • Authors: William E. Nunes Pereira, Luiz Vinícius de Azevedo
      Pages: 169 - 197
      Abstract: O presente estudo tem como foco a análise do processo de consolidação do futebol carioca ocorrido no período de transição entre os séculos XIX e XX, caracterizado pela apropriação e a reinvenção de um esporte de origem europeia pelo negro brasileiro, sendo fator importante para construção da identidade nacional, inserção social e do sentimento de representatividade étnica. Para realização da análise, fez-se uma revisão literária, relacionando as crônicas narradas por Mario Filho (2010), em que expressa a realidade do futebol no momento de consolidação no território brasileiro, com ênfase na cidade do Rio de Janeiro, à realidade social da comunidade negra. A partir do presente estudo foi possível evidenciar a estrutura segregacionista do esporte e como de maneira endógena a presença de jogadores negros nos gramados serviu para a criação de um gargalo de prestígio social para a comunidade negra, cujo passado escravocrata era extremamente recente e, portanto, suas consequências sociais se apresentavam de maneira mais clara e evidente.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Revisitando Canais e Lagoas, de Octavio Brandão

    • Authors: Filipe Pinheiro
      Pages: 198 - 220
      Abstract: Passados quarenta anos da morte de Octavio Brandão e cem anos da publicação de Canais e Lagoas, sua primeira obra, e o livro ainda é pouco comentado pelos estudiosos do pensamento social brasileiro. Neste artigo pretendo me somar ao recente esforço de reapreciação da obra de Brandão, através de um resgate crítico de Canais e Lagoas.  Trato das condições que levaram à produção da obra, como as três palestras proferidas em Maceió enquanto o autor escrevia Canais e Lagoas, e também mapeio ecos do texto em sua interpretação marxista do Brasil. A partir desta análise, destaco o papel de Canais e Lagoas para a formação da visão de mundo de Octavio Brandão, e seu papel pioneiro para o posicionamento nacionalista e anti-imperialista do autor.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Ética, economia e subsistência humana através do mercado

    • Authors: Álvaro Maia Batista
      Pages: 239 - 259
      Abstract: Este trabalho discute a relação entre ética, economia e subsistência humana, que, nas sociedades urbanas, ocorre através do mercado. O interesse é compreender o modo como a vida econômica das sociedades ocidentalizadas foi criada e investigar uma possível alternativa. O artigo inicia com uma análise crítica da significação que o comércio assume nessas sociedades e segue com a revisão de algumas concepções éticas elaboradas por economistas. No final, apresenta uma proposta ética radical acompanhada da revisão do conceito de revolução, ambas elaboradas na esteira do pensamento de Emmanuel Levinas.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
  • Masculinidade e outras retóricas da “Nossa América”

    • Authors: Érika Catarina de Melo Alves
      Pages: 283 - 291
      Abstract: Resenha do livro: VIVEROS VIGOYA, Mara. As cores da masculinidade: experiências interseccionais e práticas de poder na Nossa América. Rio de Janeiro (RJ), Papéis Selvagens, 2018.
      PubDate: 2021-08-13
      Issue No: Vol. 18, No. 2 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 54.234.191.202
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-