Publisher: Universidade Federal do Amapá   (Total: 10 journals)   [Sort alphabetically]

Showing 1 - 10 of 10 Journals sorted by number of followers
Biota Amazônia     Open Access   (Followers: 5)
Fronteiras & Debates     Open Access   (Followers: 2)
Ciência Equatorial     Open Access   (Followers: 1)
Estação Científica (UNIFAP)     Open Access   (Followers: 1)
IAÇÁ : Artes da Cena     Open Access   (Followers: 1)
Science and Knowledge in Focus     Open Access   (Followers: 1)
Revista de Administração Geral     Open Access  
Planeta Amazônia : Revista Internacional de Direito Ambiental e Políticas Públicas     Open Access  
Letras Escreve     Open Access  
PRACS : Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
IAÇÁ : Artes da Cena
Number of Followers: 1  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2595-2781
Published by Universidade Federal do Amapá Homepage  [10 journals]
  • Expediente

    • Authors: Tainá Macêdo Vasconcelos
      Pages: 1 - 5
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • ARTES CÊNICAS: Como Ainda (Re)Existir'

    • Authors: José Flávio Gonçalves da Fonseca, Márcia Strazzacappa, Wellington Menegaz
      Pages: 6 - 12
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • PROFESSORAS DE DANÇA NA ESCOLA PÚBLICA DO RS: a apropriação docente
           como modo de invenção e de resistência

    • Authors: Josiane Gisela Franken Corrêa, Vera Lúcia Bertoni dos Santos
      Pages: 13 - 24
      Abstract: O texto discorre sobre o início de carreira na profissão docente em Dança, tendo como foco as narrativas de cinco professoras de Dança atuantes em escolas públicas estaduais do Rio Grande do Sul. A partir de análise narrativa e discussão teórica, considera que a apropriação da professora de Dança ao contexto escolar envolve, entre outros aspectos, a preparação prévia para atuar nesse ambiente de trabalho; a recepção da comunidade escolar à nova integrante; as condições psicoemocionais da profissional; a habilidade para transformar saberes adquiridos em novos saberes; e o tempo de trabalho, que provoca a definição e a assunção de características profissionais, tais como, a perícia na resolução de conflitos típicos de sala de aula e o estabelecimento de uma relação de confiança com a escola e seus agentes.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • BRINCADEIRA DE RUA: uma abordagem lúdica do breaking na escola

    • Authors: Jéssica Tavares de Faria, Fernanda de Souza Almeida
      Pages: 25 - 40
      Abstract: Este artigo teve como objetivo investigar, elaborar e aplicar uma possibilidade de
      abordar o breaking com crianças do 1º ano do Ensino Fundamental de uma escola estadual de Senador Canedo (GO), pautada no lúdico, tendo em vista a educação das relações etnorraciais. Para tal, esta pesquisa teve caráter etnometodológico (COULON, 1995), com registros em caderno de campo. Ao final, as 13 intervenções revelaram que a conexão entre breaking, lúdico e relações etnorraciais é um caminho possível, atraente e significativo para ofertar a dança com as crianças na escola, especialmente o que tange a ampliação do conhecimento de arte/cultura/diversidade. Com isso, espera-se contribuir com a prática educativa de professores.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • CORPOS MAIS: uma proposta de pesquisa artística e educacional com
           normalistas do Instituto de Educação CIEP 179.

    • Authors: Massuel dos Reis Bernardi
      Pages: 41 - 54
      Abstract: Como parte da pesquisa de toda a pós-graduação do autor, este artigo objetiva apresentar uma proposta de trabalho de um professor de dança nas disciplinas de Arte e Laboratório Arte-Educação (LAE) com normalistas do Instituto de Educação CIEP 179 (SEEDUC/RJ) de São João de Meriti-RJ. Através de uma Pesquisa Narrativa (CLANDININ E CONELLY, 2011), apresentam-se os diálogos entre os corpos mais cada linguagem artística previstas pelos PCN-Arte (2000): corpos mais artes visuais; corpos mais música; corpos mais teatro; e corpos mais dança. Dessa forma, a cada bimestre letivo, os diálogos entre os corpos nos processos de criação artística apresentam resultados na exploração de possibilidades pedagógicas quando os/as normalistas estiverem exercendo a profissão docente.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • VER E PRATICAR - O Teatro Em Via De Mão Dupla

    • Authors: Nelson Bruno Delfino da Conceição
      Pages: 55 - 72
      Abstract: Este trabalho investiga de maneira prática o uso dos recursos da mediação teatral com o intuito de pesquisar o processo de intermediação entre a cena e o espectador. Analisando a abordagem de Flávio Desgranges no seu livro “Pedagogia do Espectador”, que expõe estratégias para que o teatro e a escola possam aproximar-se de maneira efetiva. Nesse artigo defende-se a educação libertária (na cena e na sala) a partir do estudo de Silvio Gallo sobre teóricos anarquistas, que deu origem à sua “Pedagogia do Risco”. Sob essa perspectiva, afirma-se aqui a noção de que no encontro do aluno (de espaço formal/não formal de ensino) com a cena teatral, podemos usar uma metodologia de aparatos técnicos/sensíveis para ampliar a experiência artística e incentivar uma recepção crítica aos eventos espetaculares que fazem parte do cotidiano do aluno/cidadão.  
      Palavras-Chaves: Teatro; Educação; Mediação Teatral; Texto Teatral; Pedagogia do Risco.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • PENSANDO CAMINHOS PEDAGÓGICOS EM ARTE: Micropolíticas e
           invenções de mundos

    • Authors: Igor Passos Pires
      Pages: 73 - 83
      Abstract: O presente artigo visa refletir possibilidades éticas-estéticas-políticas e pedagógicas no campo das artes para produção de linhas de fuga no contexto escolar, no sentido de viver a escola desde os movimentos micropolíticos, na querência de inventar mundos outros possíveis em que, tanto docentes quanto discentes exerçam sua potência de ação no mundo. Parto de oficina teatral para alunos do ensino médio desenvolvida no período 2018-2019, no Centro Educacional 11, localizado em Ceilândia, cidade satélite do Distrito Federal.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • A SALA DE AULA EN(CENA): análise de metodologias de criação cênica em
           encenações na Escola Básica

    • Authors: Fernanda Marília Gomes da Rocha
      Pages: 84 - 99
      Abstract: Este trabalho propõe-se a investigar abordagens e metodologias de criação cênica utilizadas para produzir teatro na escola, a partir de dados da pesquisa de campo realizada no ano de 2016 durante o processo de doutoramento.  Através de entrevista com uma professora de teatro e observação participante de processos de criação cênica em suas aulas, foi possível levantar alguns aspectos a respeito de encaminhamentos pedagógicos na situação do processo criativo e encenação a serem analisados neste artigo. Para tanto parte-se do estudo de autores como Viola Spolin, Joaquim Gama, Célida Salume Mendonça e da pesquisa de Doutorado em andamento intitulada Produzir processos, processar produtos: desafios e possibilidades da encenação teatral no contexto da Educação Básica, realizada no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. Palavras-chave: Metodologias de Criação Cênica, Pedagogia do Teatro, Educação Básica. 
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • VIVÊNCIAS E CONVIVÊNCIAS NO COLIPETE 2018, SÃO LUÍS DO MARANHÃO:
           revisitando memórias para pensar pedagogias utópicas em tempos de
           distopias

    • Authors: Daniela Rosante Gomes
      Pages: 100 - 115
      Abstract: O presente artigo tem suas reflexões tecidas a partir do cruzamento de memórias da autora, tomando como ponto de partida o COLIPETE 2018: II Colóquio Internacional de Pedagogia em Teatro, ocorrido em junho de 2018 na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) com a temática: “Territórios em Pedagogia do Teatro: Discussões teóricas e práticas em diferentes contextos”. A partir de memórias que se ligam à reflexão sobre o momento do país, sobre o evento, sobre a cidade de São Luís em diferentes tempos, sobre suas próprias vivências, a autora relata suas práticas de formação enquanto artista e docente, no exercício de uma escrita que passeia sobre o sensível e uma educação dos sentidos, proposta poeticamente por Rubem Alves, assim como visita os caminhos de uma pedagogia engajada freireana tomada pela perspectiva do feminismo de Bell Hooks.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • PICADEIRO OU SALA DE AULA' IDENTIDADES E INQUIETAÇÕES:
           CONVERGÊNCIAS PULSANTES NA EXPERIÊNCIA ARTÍSTICA DOCENTE.

    • Authors: Alice Soares de Araújo
      Pages: 116 - 123
      Abstract: O presente artigo refere-se a uma reflexão crítica, que visa discutir as questões que permeiam à docência e o fazer artístico, as imbricações entre a sala de aula e a arte da palhaçaria, como as duas vertentes convergem e divergem ao mesmo, e ainda suscitar reflexões sobre os saberes e fazeres do artista/docente, sobre a ótica de uma palhaça professora, visando perceber como a palhaçaria pode potencializar as práticas docentes, no cotidiano do ensino formal a partir de diálogos com autores que  poeticamente ampliam as noções sobre o processo de construção e trabalho do artista/docente.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • TEORIA DO CAOS: UM OLHAR DECOLONIZADOR SOBRE AS PERSPECTIVAS DE
           CRIAÇÃO NA INFÂNCIA.

    • Authors: Adriana Moreira Silva
      Pages: 124 - 138
      Abstract: A prática denominada de Experimentação de Texturas é o ponto de partida para a investigação dos processos artísticos com crianças pequenas- entre 2 e 5 anos-. Essa prática é analisada a partir dos estudos propostos pela Teoria do Caos acerca dos sistema dinâmicos não-lineares. Ao lançar mão da Teoria do Caos como fonte de análise dessa prática, a proposta redireciona os olhares dos adultos sobre as perspectivas de criação na infância.  O modo do adulto dialogar com a criança pressupõe a desconstrução de um pensamento colonizado acerca da atuação do professor e da escola nas experiências artísticas e pedagógicas, por isso, o conceito de decolonialidade de Walter Mignolo (2017) é usado para elucidar a necessidade de dispersão do pensamento epistêmico colonizador dentro dos ambientes escolares.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • ENTRE ARQUIVOS, AUTORIDADES E BILHETES: experimentos sobre balé

    • Authors: ROUSEJANNY DA SILVA FERREIRA
      Pages: 139 - 147
      Abstract: O processo-ensaio em questão apresenta a construção e desenlace de uma pesquisa performática que tem os arquivos como ponto chave para discutir o imaginário do balé e da história de três autointituladas mentoras desta dança na cidade de Goiânia-Goiás. Parto da inquietação das coreopolítcas de André Lepecki (2012) e sua discussão sobre políticas de chão para a dança, com suas lisuras e possíveis rachamentos. Utilizando como caminho as experiências sensoriais como a escuta de depoimentos e imagens destas mentoras e suas compreensões sobre dança e seus poderes, discuto a experiência que desencadeou na elaboração de bilhetes de direcionados ao balé, como instituição e instância simbólica que permeia nosso tempo.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • METODOLOGIAS SUBTERRÂNEAS DO PROCESSO CRIATIVO TERNURA

    • Authors: Raimundo Kleberson de Oliveira BENICIO, Cecília Lauritzen Jácome CAMPOS
      Pages: 148 - 164
      Abstract: São apresentados diversos parâmetros metodológicos na tentativa de criar um “entre”, dando abertura para clarificar estratégias por meio de rastros e reflexões, a partir percepções relacionadas ao processo criativo Ternura (2016), cuja peça se insere como parte do repertório do grupo Trupe dos Pensantes (Crato/CE).Desta forma, as descrições ressaltam a importância dos estudos sobre nossas criações, compreendendo-os como fontes inesgotáveis de pesquisas que sempre escondem rastros ainda inexploráveis das percepções, elencando o que pode ser visível e invisível na nossa percepção.Palavras-chave: Processo criativo, Pedagogia do Ator, Encenação Contemporânea.
      Several methodological parameters are presented in an attempt to create a "between", opening to clarify strategies through traces and reflections, from perceptions related to the creative process Tenderness (2016), whose piece is inserted as part of the repertoire of the Trupe dos Thinkers (Crato / CE) group. In this way, the descriptions emphasize the importance of studies on our creations, understanding them as inexhaustible sources of research that always hide still unexplored traces of perceptions, listing what may be visible and invisible in our perception.Keywords: Creative process, Actor's Pedagogy, Contemporary Staging.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • VIVÊNCIA DE DESBLOQUEIO NA CONSTRUÇÃO DO PAPEL DE SARAH

    • Authors: Carmen Lorena Jamarino
      Pages: 165 - 180
      Abstract: O objetivo deste artigo é investigar a integração da linguagem de Harold Pinter com a noção de Alvo de Declan Donnellan. Para isso, utilizaremos exemplos da montagem da peça Amante, de Harold Pinter. Nossa intenção é examinar como o ator pode construir um papel pinteriano sem se bloquear pela característica de dissimulação da linguagem do dramaturgo. Como consegue trabalhar com a inversão de uma linguagem de mentiras em uma com aparência de verdade sem que esta seja comprovada. Nossas experiências da sala de ensaio comprovaram que o instrumento Alvo, forjado pelo diretor britânico Declan Donnellan, se apresentou como altamente eficaz na solução dos problemas.



      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • TEATRO E CINEMA: Um estudo intersemiótico para uma pedagogia em artes

    • Authors: Bruno Sérvulo Matos
      Pages: 181 - 193
      Abstract: Cinema e teatro são artes distintas que por acaso se encontram. Dessa relação, uma teoria busca explica-la: a intersemiótica. Semiótica, a grosso modo, é o estudo dos signos, a intersemiótica, por sua vez, toma como partida a relação que os signos estabelecem entre si num processo de contribuição. Ora, este artigo, pretende elucidar alguns pontos desse contato sígnico e demonstrar as (con)(in)fluências sofridas dessa intersecção. Bem como, apresentar os ganhos e perdas no trânsito intersemiótico e suas deveras contribuição para a construção de um fazer pedagógico.    
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • CONSIDERAÇÕES SOBRE FAZER E VIVER DE ARTE EM TEMPOS SOMBRIOS

    • Authors: Leonardo Balbino Mascarenhas
      Pages: 194 - 204
      Abstract: Como podemos construir, no mundo contemporâneo, a prática e a sobrevivência de artistas no mundo do trabalho' Como se profissionalizar e “viver da arte”' Quais os caminhos para uma produção artística que não se dê modo precário, em contextos de escassez, mas justamente o contrário, fazer arte em condições de abundância (econômica, democrática, estética, política, ética...)' O presente artigo buscar refletir sobre estas questões. E, mais do que tentar respondê-las de forma precisa e definitiva, busca-se neste trabalho manter estas indagações em movimento, abrindo novas possibilidades de análise e apropriação do tema. Pois é preciso, mais do que nunca, que as apropriações, conexões, relações e atravessamentos se multipliquem.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
  • DIÁRIO DE BORDO: ESCRITAS POÉTICAS DE NARRATIVAS COTIDIANAS

    • Authors: Jeísa Rodrigues Fontenele, Debora Frota Chagas
      Pages: 205 - 216
      Abstract: As cartas aqui compartilhadas lançam perspectivas e inquietações trocadas entre bolsistas do Programa de Residência Pedagógica, atuantes no Colégio da Polícia Militar do Ceará, acerca das reverberações do dispositivo artístico-pedagógico do diário de bordo, proposto às turmas do 9º ano do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio. Embora inicialmente pensado para o desenvolvimento de uma relação residente-estudante, no percurso, a proposição encaminhou a construção de um objeto artístico de narrativas cotidianas, no qual as potências criativas dos estudantes foram estimuladas a possibilidades poéticas e visuais. Inspiradas pela experiência, propomos um convite para adentrar nesse espaço íntimo, a partir de reflexões sobre os afetos nascidos no decorrer da atividade.
      PubDate: 2020-01-19
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2020)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.236.100.6
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-