Journal Cover
Fronteiras & Debates
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2446-8215
Published by Universidade Federal do Amapá Homepage  [10 journals]
  • Expediente v. 8, n. 1, 2021

    • Authors: Alexandre Guilherme Cruz Alves Junior
      Pages: 01 - 04
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Apresentação Dossiê Cinema e sociedade: perspectivas e
           abordagens

    • Authors: Carlos Vinicius Silva dos Santos, Tiago Gomes da Silva
      Pages: 05 - 06
      Abstract: O presente dossiê busca apresentar algumas importantes contribuições que revelam o potencial da fonte audiovisual para a pesquisa acadêmica qualificada. Investigações que, a partir da obra cinematográfica, estudam questões que vão além da trama do filme ou da construção das personagens, mas indagam e discutem temáticas contemporâneas, uso político desse tipo de material, formas de encenar e retratar o passado, representações de determinada sociedade ou período histórico, entre outros pontos.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • O filme Corpo Devasso (1980): dominação-submissão como política sexual
           em tempos de ditadura

    • Authors: Roberto Abib
      Pages: 07 - 21
      Abstract: Este artigo consiste numa análise das condutas sexuais no filme Corpo Devasso (1980), considerando o documento da mídia, especificamente o cinematográfico, como possibilidades de conhecimento das contingências socioculturais da época de sua produção. Parto da compreensão da sexualidade como política, que expressa hierarquias sexuais atravessadas por dinâmicas em relação às desigualdades sociais, fluxos migratórios e essencialidades de identidades de gêneros, pensando as práticas sexuais como territorialidades. Em meio a possível autocrítica concernente ao feminino e a estética mal-comportada politicamente do cinema pornochanchada, o filme, que compõe este gênero, esconde/revela um diálogo entre a repressão moral e política, representando repetições da dominação-submissão das normas citadas nas práticas sexuais em contexto da ditadura militar brasileira.    
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • A busca cotidiana de Solange: pornochanchadas, hegemonia e erotismo em A
           Dama do Lotação

    • Authors: Guilherme Fumeo Almeida, Pablo Nabarrete Bastos
      Pages: 23 - 42
      Abstract: Este artigo busca dar início, em duas partes, a uma discussão sobre a forma como a pornochanchada investiu em uma determinada construção do erotismo, tanto a partir do estudo das suas especificidades como gênero cinematográfico brasileiro quanto de uma análise mais detida de A Dama do Lotação, em diálogo com uma base teórica centralizada nos conceitos de indústria cultural e hegemonia. Tal construção volta-se principalmente à sexualização da mulher, dentro da representação das relações interpessoais no cotidiano de um período socialmente conservador e politicamente autoritário. Na primeira parte, a base teórica será elaborada em paralelo à análise inicial de A Dama do Lotação e à discussão dos limites e das características da pornochanchada. Na segunda, as considerações de Williams (1969, 1979, 2005) sobre a noção de hegemonia no âmbito da teoria cultural marxista serão relacionadas à compreensão mais detalhada das construções sobre erotismo no filme.Palavras-chave: Pornochanchada; A Dama do Lotação; Hegemonia.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Comedia y Holocausto: los aportes históricos de La vida es bella

    • Authors: Gilda Bevilacqua
      Pages: 43 - 63
      Abstract: Una comedia narrando el horror de un pasado real parece, para muchos y a simple vista, un oxímoron. No obstante, un sobreviviente de Auschwitz, el escritor Jack Fuchs, dijo: “Imagino que, dentro de pocos años más, todo lo acontecido será la visualización de una película. (…) En este caso La vida es bella, comedia costumbrista y romántica, se convierte, de golpe, en ‘un manual de supervivencia en el infierno’. Claro está: el celuloide genera riesgos y el mayor de todos es tomar la película como la realidad sabiendo que la Shoah desafía al arte”. Surgen así dos cuestiones: la importancia cada vez mayor del cine, que genera un desafío a la disciplina histórica como único modo legítimo de representar el pasado; y otra, que expresa dos grandes problemas de la representación cinematográfica del Holocausto: el de la adecuación o correspondencia entre el evento y su representación y el de los límites de esa representación. La vida es bella (Benigni, 1997) reactualizó los puntos ya tradicionales de esas discusiones, como la estetización de la violencia, la cuestión de los géneros “nobles”, la validez o no del humor en el contexto del horror, entre otros. Así, nos preguntamos, ¿qué podemos conocer sobre el Holocausto mediante esta película' ¿Qué puede decirnos (históricamente) una comedia, costumbrista y romántica, que se convierte, de golpe, en un manual de supervivencia en el infierno' En este trabajo reflexionaremos sobre estas cuestiones a la luz de los aportes de Hayden White (2014), respecto de las características formales de la comedia en la representación del pasado, y de otros autores que han trabajado profundamente el problema de la representación cinematográfica del Holocausto, tales como Aaron Kerner, Rudolph Herzog y Annette Insdorf, entre otros.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Sniper americano, de Clint Eastwood, e o filme de guerra no pós-11 de
           setembro

    • Authors: Wallace Andrioli Guedes
      Pages: 65 - 78
      Abstract: O presente artigo analisa o filme Sniper americano (American sniper, 2014), de Clint Eastwood, como parte de uma produção fílmica mais ampla a respeito da “guerra contra o terror”, empreendida pelo governo norte-americano após os atentados de 11 de setembro de 2001, bem como colocando-o em perspectiva com o cinema de seu próprio diretor. Obra controversa, acusada de defender valores conservadores e uma visão simplista e equivocada da Guerra do Iraque, Sniper americano é, na verdade, bem mais complexo que isso. O objetivo principal desse artigo é justamente demonstrar essa complexidade.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • O cinema enquanto propaganda de guerra: a produção fílmica do Committee
           on Public Information durante a I Guerra Mundial no Brasil (1917-1918)

    • Authors: Fernanda Bana Arouca
      Pages: 79 - 95
      Abstract: Propomo-nos no presente artigo articular a renovação teórica e historiográfica pela qual os estudos da Grande Guerra vêm passando com a experiência do Brasil no conflito, buscando preencher uma lacuna historiográfica a respeito do desenvolvimento da propaganda e censura no território brasileiro entre os anos de 1914 e 1918. Nesse sentido, analisaremos como foi sua cooperação com os Aliados durante a I Guerra Mundial e, particularmente, como se deu a atuação do Committee on Public Information (CPI), o departamento oficial de propaganda dos Estados Unidos que atuava em consonância com a Embaixada Norte-Americana no Rio de Janeiro e que fez ampla distribuição de filmes no Brasil com o intuito de angariar o apoio da população do país para sua causa na guerra.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • O narrador urgente: o papel do cinejornal Noticiero ICAIC Latinoamericano
           na reconstrução narrativa e simbólica na primeira década da
           Revolução cubana

    • Authors: Rosana Berjaga Méndez
      Pages: 97 - 108
      Abstract: Como se reconstrói simbolicamente uma nação' Que mecanismos e estratégias precisam ser articulados para criar a ilusão coletiva de um novo tempo, que advém à chegada de uma revolução' Como se legitimam novos heróis e novos discursos nacionais, diante de um país polarizado e dividido pelo confronto de classes' Impulsionado por estas perguntas, o presente artigo analisa o papel do cinejornal cubano Noticiero ICAIC Latinoamericano, primeiro veículo informativo criado com a Revolução, na legitimação do poder revolucionário e na consolidação das conexões imaginárias particulares que caracterizam a vida no socialismo cubano.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Estou me guardando para quando o carnaval chegar: reflexões
           transdisciplinares sobre tempo, trabalho e festa no capitalismo 24/7

    • Authors: Raquel Assunção Oliveira
      Pages: 109 - 120
      Abstract: Este artigo busca investigar as dinâmicas do trabalho contemporâneo a partir das reflexões despertadas pelo documentário brasileiro Estou me guardando para quando o carnaval chegar (2019), gravado na cidade de Toritama/PE, apelidada de Capital do Jeans, dado o seu destaque na produção têxtil brasileira. Para tanto, e buscando uma abordagem transdisciplinar dos saberes, serão importantes as contribuições, dentre outros autores, de pensadores como o filósofo Byung Chul-Han, com suas reflexões sobre a atual Sociedade do Cansaço dentro de um macrocontexto psicopolítico; da pesquisadora Fernanda Bruno, no que concerne à vigilância palinóptica; do sociólogo Ricardo Antunes, no que diz respeito à realidade brasileira das atuais relações trabalhistas; e do crítico Jonathan Crary, em seu trabalho sobre o sono e a vigília no capitalismo 24/7. Ao fim, reflete-se acerca da festa enquanto estratégia para encantar e adiar o fim do mundo, seguindo as pistas de Luiz Simas e Ailton Krenak.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Passado, presente, história: narrativas da memória no
           documentário Nostalgia da Luz

    • Authors: Maria Carolina Medeiros, Tatiana Siciliano, Vinicius Wu
      Pages: 121 - 133
      Abstract: O Deserto do Atacama, no Chile, é cenário para astrônomos que observam o céu, arqueólogos que escavam o solo e mulheres que buscam os restos mortais de entes desaparecidos durante a ditadura de Pinochet (1973-1990).   A aridez e o silêncio desértico servem de fio condutor de Nostalgia da Luz, documentário de Patrício Guzmán que, neste artigo, se buscou analisar a partir de duas chaves de leitura: a relação entre um passado que se organiza a partir do presente e um presente como instante que sempre nos escapa, e a memória como ressonância entre passado e presente, cabendo aqui uma tensão entre os conceitos de memória e história, memória individual e coletiva. Nessa reconstrução dos fragmentos da memória dos que viveram as agruras ditatoriais, Guzmán mobiliza de forma autoral as narrativas memoriais como resistência para que o passado não seja esquecido, nem revivido.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Formas cinematográficas de tensão socioespacial: o filme O
           invasor, de Beto Brant

    • Authors: Guilherme Muniz Safadi
      Pages: 135 - 151
      Abstract: O filme O invasor (2001), de Beto Brant, ao colocar em cena personagens e espaços socialmente distintos em uma narrativa sobre crime, envolvendo figurações de “centro” e “periferia” urbanos na tematização de relações sociais e violência, traz singularidades que instigam a investigação dos entrecruzamentos entre obra, formas cinematográficas e aspectos de seu tempo. Em consonância com aportes sobre as interfaces entre cinema e história (Baecque, 2008; Lagny, 2009, Morettin, 2011), este artigo busca atentar para as escolhas formais envolvidas na construção de sentidos, considerando o “específico fílmico” para sustentar a leitura histórica do filme. Sustenta-se a existência no filme de um esforço para construir e dar forma específica a tensões e relações socioespaciais, remetendo-nos ao contexto de intensas disputas de sentido em torno das relações centro-periferia.  Em seus diversos elementos, do roteiro à mise-en-scène, atravessado por relações dialógicas com o hip hop, o filme constrói uma abordagem relacional e tensa de divisões sociais e territoriais urbanas, informada por processos de desestabilização de referências socioespaciais. Palavras-chave: Cinema brasileiro, violência, relação centro-periferia.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Problematizações sobre a exigência da formação superior para o
           ingresso na Polícia Militar do Amapá

    • Authors: Leidiene Souza de Almeida, Antonio Sabino da Silva Neto
      Pages: 153 - 171
      Abstract: Objetiva-se analisar as implicações decorrentes da entrada no serviço público de profissionais com formação de nível superior na Polícia Militar do Amapá. Reflete-se sobre a temática a partir da análise de conceitos centrais, como: carreira, modelos profissionais, educação superior e atividade policial. A pesquisa se desenvolveu através da análise bibliográfica e da análise de conteúdo em entrevistas com policiais, sendo estes praças ou oficiais. Observa-se que a formação superior incrementa a capacidade reflexiva dos agentes de segurança pública para a atividade laboral. Contudo, este fator pode se tornar potencializador de conflitos hierárquicos e disciplinares, principalmente quando o superior não possui o mesmo nível de instrução do subordinado. Conclui-se que os policiais graduados não são, em sua maioria, designados para atividades relacionadas à sua formação técnica de origem. Acredita-se que estes policiais, excetuando a atividade de policiamento ostensivo, poderiam ser aproveitados no serviço público a partir de suas aptidões formativas preexistentes a entrada na corporação militar amapaense.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Coronavírus e celebridades no “Fantástico”: uma análise a partir
           das perspectivas da Indústria Cultural e da Cultura de Massa

    • Authors: Beatriz Regina Gomes Pereira, Larissa Schneid Bueno, Michele Negrini
      Pages: 173 - 190
      Abstract: A pandemia causada pelo coronavírus foi a principal pauta de programas jornalísticos durante o ano de 2020. Os veículos de comunicação passaram a explorar diversas formas de abordagem do assunto, buscando, para além de informar, conscientizar a população. A partir disso, o presente artigo tem por finalidade analisar a utilização da imagem de famosos, celebridades e artistas na cobertura da COVID-19 realizada pelo “Fantástico - O Show da Vida”, refletindo sobre como os famosos são transformados em artifícios de sensibilização do público, persuasão e ferramentas de visibilidade. Para isso, analisamos três edições do programa datadas de: 15/03/2020, 22/03/2020 e 06/09/2020. Sob a ótica da Indústria Cultural e aspectos da cultura de massa, o principal foco é provocar uma reflexão acerca da repercussão e das intenções de tal escolha editorial, que demonstra como um produto cultural (o Fantástico) pode se apropriar de outros (as celebridades).
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Aprendendo História na Escola Indígena Yvy Porã

    • Authors: Luciana Helena de Oliveira Viceli
      Pages: 191 - 208
      Abstract: A aprendizagem em História na Escola Estadual Indígena Yvy Porã - Educação Infantil e Ensino Fundamental, tem sido pensada e planejada a partir de um contexto escolar embalado pelo processo de mudanças e desafios que a prática de uma Educação Escolar Indígena específica e diferenciada requer para atingir as finalidades da disciplina de modo integrado com um projeto intercultural de educação. O presente texto tem como objetivo apresentar o trabalho que vem sendo desenvolvido na referida Escola por meio das práticas do ensino de História, bem como das práticas interdisciplinares e destacar o importante papel que essa área do conhecimento desempenha no projeto de emancipação intelectual e valorização da história e cultura Guarani Nhandewa, desenhado pela própria Comunidade Indígena. O trabalho foi desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica, documental e de campo, com análise de dados; resultou em um panorama sobre o processo educacional, especialmente referente ao ensino de História, que se processa na Escola Indígena Yvy Porã, que busca ressignificar o papel da educação escolar formal para os Guarani Nhandewa da TI Pinhalzinho. Palavras Chaves: Ensino de História. Escola Indígena. Educação Escolar Diferenciada.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • O conceito de História na Lei n° 9.394 (LDB), no PCN- Pluralidade
           Cultural e nas Leis 10.639/2003 e 11.645/2008 e suas implicações na
           escrita da História Escolar

    • Authors: Chrislaine Janaina Damasceno
      Pages: 209 - 219
      Abstract: O presente artigo busca questionar como a escrita da História escolar é importante para desvendarmos os usos políticos do passado. Para isso, indagamos como dentro da disciplina de História existem tensões e uma disputa por memórias que se institucionaliza pelos documentos oficiais que regem a educação no Brasil, aqui priorizamos a Lei n° 9.394, o PCN- Pluralidade Cultural e as Leis 10.639/2003 e 11.645/2008. Dessa forma, nossa questão central é perceber como o conceito de História vem sendo utilizado nessas declarações, nos possibilitando observar quais os espaços de experiência que elas constroem no ensino brasileiro. Para isso, pensamos em como se articula a relação entre leituras políticas do passado e a formação de memórias coletivas com o propósito de compreender como o conhecimento histórico vem sendo acionado como instrumento político nos documentos educacionais a fim de entender qual função vem sendo atribuída a disciplina de História no Ensino.
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
  • Entrevista com Flávio Vilas-Bôas Trovão

    • Authors: Carlos Vinicius Silva dos Santos, Tiago Gomes da Silva
      Pages: 221 - 225
      PubDate: 2021-08-11
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 54.224.117.125
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-