Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul   (Total: 34 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 34 of 34 Journals sorted alphabetically
Acta Scientiae Veterinariae     Open Access   (SJR: 0.144, CiteScore: 0)
Austral : Brazilian J. of Strategy & Intl. Relations     Open Access   (Followers: 3, SJR: 0.208, CiteScore: 0)
Brasil/Brazil     Open Access  
Cadernos de Informática     Open Access  
Cadernos de Tradução     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos do IL     Open Access  
Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Direito - PPGDir./UFRGS     Open Access   (Followers: 1)
Cena     Open Access  
Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião     Open Access  
Conjuntura Austral : J. of the Global South     Open Access   (Followers: 2)
Debate Terminológico     Open Access  
Drug Analytical Research     Open Access  
Em Questão     Open Access   (Followers: 2)
Estatística e Sociedade     Open Access  
Fineduca : Revista de Financiamento da Educação     Open Access  
Ícone: Revista Brasileira de História da Arte     Open Access  
Para Onde!?     Open Access  
Pesquisas em Geociências     Open Access  
Philia&Filia     Open Access  
Políticas Educativas : PolEd     Open Access  
Res Severa Verum Gaudium     Open Access  
Revista Brasileira de Estudos Africanos / Brazilian J. of African Studies     Open Access  
Revista Brasileira de Estudos da Presença     Open Access  
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação     Open Access  
Revista Conexão Letras     Open Access  
Revista Contraponto     Open Access  
Revista da Faculdade de Direito da UFRGS     Open Access  
Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul     Open Access  
Revista do Lhiste : Laboratório de Ensino de História e Educação     Open Access  
Revista Eletrônica de Direito Penal e Política Criminal     Open Access  
Revista Eletrônica de Iniciação Científica em Computação : REIC     Open Access  
Revista História da Educação - History of Education J.     Open Access   (SJR: 0.151, CiteScore: 0)
Revista Perspectiva : Reflexões Sobre a Temática Internacional     Open Access  
Revista Polis e Psique     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
Pesquisas em Geociências
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1518-2398 - ISSN (Online) 1807-9806
Published by Universidade Federal do Rio Grande do Sul Homepage  [34 journals]
  • Expediente v. 48, n. 4 (2021)

    • Authors: INSTITUTO GEOCIÊNCIAS
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.120949
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Impactos, extensão e proposta de mitigação da intrusão salina no Rio
           São Mateus

    • Authors: Aloísio José Bueno Cotta, Honerio Coutinho de Jesus
      Abstract: O Rio São Mateus (RSM) é a principal fonte de abastecimento da cidade de São Mateus-ES. A elevada demanda pelos recursos hídricos de sua bacia, combinada com a baixa pluviosidade entre 2015 e 2017, fizeram com que a vazão do rio fosse significativamente reduzida, o que permitiu o avanço atípico da intrusão salina (IS). Este estudo visou dimensionar a extensão espacial e temporal do processo, afim de auxiliar na mitigação do problema. A salinidade (e outros parâmetros) da água foi monitorada entre 2016 e 2017. Verificou-se que, nos períodos de seca, a IS avança por mais de 50 km a partir da foz, o que compromete o abastecimento público, dada à captação de água salgada e com excessivo teor de cloreto (ultrapassando 10.000 mg/L). As variações das descargas do RSM, seu impacto sobre a qualidade da água captada, e sobre o avanço (e retração) da IS, permitem propor que vazões superiores a 10 m3/s são suficientes para manter a intrusão a jusante da cidade, permitindo assim a captação de água livre dos efeitos da salinização. O estudo também revelou que devido à baixa estratificação da água no estuário, morfologia da calha e baixa descarga fluvial, a contenção da IS por uma barreira subaquática não é viável, nem a mitigação do problema com a instalação de uma nova captação à montante da IS. A regularização da vazão do rio (Qreg≥10 m3/s), aproveitando o excedente hídrico do período chuvoso, é sugerida como a melhor alternativa para conter o avanço da IS. São apresentadas duas propostas de regularização, uma com um grande reservatório de 15 hm3 no rio principal, e outra com dois reservatórios menores (4 hm3) em seus tributários. Tais propostas estão alinhadas com as recomendações do Plano Estadual de Recursos Hídricos para melhorar o abastecimento municipal e agropecuário mediante investimentos em infraestrutura, consorciados a geração hidrelétrica.
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.107238
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Diatremas da Formação Hilário nas minas do Seival, Bacia do Camaquã,
           sul do Brasil

    • Authors: Giuseppe Betino De Toni, Arceolinda Monteiro, Edna Tungo, Ludira Syangeve, Núria de Fátima Assis, Rodrigo Winck Lopes, Francisco Manoel Wohnrath Tognoli
      Abstract: Duas estruturas circulares geminadas, de aproximadamente 1 km de diâmetro cada, ocorrem na porção sul da região das minas do Seival (Caçapava do Sul, RS), em rochas da Formação Hilário (Grupo Bom Jardim da Bacia do Camaquã). Dentro das estruturas são descritas brechas piroclásticas monomíticas, formadas por blocos do andesito circundante, de até 1 m de comprimento. A matriz piroclástica da brecha é formada por litoclastos de andesito, cristaloclastos de plagioclásio e clinopiroxênio semelhantes aos fenocristais do andesito e cinza muito fina. Processos de fragmentação in situ em presença de fluidos são interpretados a partir de fraturas transgranulares e interclasto, muitas vezes dividindo fragmentos e cortando também a matriz de forma curviplanar, sendo geralmente preenchidas por calcita. A orientação de lineamentos estruturais e de planos de fraturas confirmam o trend regional NE – SW e ilustram o padrão localmente multi-direcional, característico das estruturas circulares. Dados gamaespectrométricos indicam o caráter shoshonítico dos andesitos (média de K 4,4%; U 4,4 ppm; Th 19,2 ppm; e contagem total 5070 cps), em contraste com a assinatura das brechas vulcânicas (média de K 1,7%; U 3 ppm; Th 6,1 ppm; contagem total de 2252 cps), e corroboram o contato mapeado. A integração destes dados permite interpretar as estruturas circulares como diatremas ou antigas chaminés vulcânicas.
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.110131
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Condicionamento litoestrutural e diferenciação preliminar dos vales do
           planalto vulcânico sul-rio-grandense a partir de parâmetros
           morfométricos da drenagem

    • Authors: Michael Vinicius de Sordi, Julio Cesar Paisani, Josielle Samara Pereira
      Abstract: Em escala regional, o estudo da morfologia dos vales e sua evolução de longo-termo frente a ação de diferentes condicionantes ativos e passivos ainda é questão aberta no Planalto Vulcânico Sul-Rio-Grandense (PVSRG). Assim, no presente estudo foram empregados parâmetros morfométricos do gradiente dos canais e o ks(n) visando identificar diferenças na morfologia e dinâmica erosiva de longo-termo nessa área. Os resultados mostram que, rio drenando rochas ácidas e intermediárias, das formações Chapecó e Caxias apresentam gradiente acima de 0,013 e maior densidade de knickpoints (mais de 0,05  knickpoints por km de drenagem). Da mesma forma, os valores mais elevados de ks(n),  acima de 17,9, ocorrem em vales sobre rochas ácidas. Por sua vez, vales instalados sobre rochas básicas e intermediárias, das formações Gramado, Esmeralda, Várzea do Cedro, Paranapanema e Alegrete são mais planos, com gradiente abaixo de 0,010 e menos de 0,03  knickpoints por km de drenagem, refletindo em valores médios de ks(n) inferiores a 11,9. Portanto, a aplicação de índices morfométricos tornou possível identificar diferenças entre os cursos d’água no PVSRG de acordo com as características litoestruturais do embasamento local de modo rápido, eficiente e de baixo custo.
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.106621
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Modern and fossil pollen record from region of the middle Araguaia River
           floodplain, Tocantins State (Brazil)

    • Authors: Lais Aguiar da Silveira MENDES, Maria Ecilene Nunes da Silva MENESES, Hermann BEHLING, Marcondes Lima da COSTA
      Abstract: . The Araguaia river is one of the most important hydrographic basin in Brazil. Its drainage system reaches two dominant Brazilian biomes that are Amazon Rainforest and Brazilian Cerrado (savanna). This study was carried out in a zone of ecotone between rainforest and savanna formations, in the Middle Araguaia River basin, specifically at the floodplain of Javaés River its tributary by right margin, in the State of Tocantins. The goal of this present study was to provide information about the vegetational succession in this forest-savanna ecotone area, in order to contribute to the understanding of this landscape dynamics. For this reason, a sedimentary core collected from a lake (Lago da Mata Verde) was submitted to palynological and radiocarbon dating analyses. The results showed that during the last 400 years this site was bordered by forest reflecting a wet climate with some increase of the flooded margins in the present day. The modern pollen rain and local vegetation data supported in the interpretation of the fossil pollen results.  Our findings are according to other studies carried out in the similar ecotone zones and floodplains in Amazonian regions during the Late Holocene.Keywords. Lacustrine sediments, Late Holocene, pollen analysis. Resumo. O rio Araguaia constitui uma das mais importantes bacias hidrográficas brasileiras. Seu sistema de drenagem atravessa dois dominantes biomas brasileiros a saber o bioma Amazônico e o Cerrado brasileiro (savanas). Este estudo, foi realizado em uma zona de ecótono entre as formações de floresta tropical e savana, na bacia do Médio Rio Araguaia, especificamente na planície de inundação do rio Javaés, seu tributário pela margem direita, no estado do Tocantins. O objetivo deste estudo foi fornecer informações sobre a sucessão vegetal nesta área de ecótono floresta-savana, visando contribuir para o entendimento da dinâmica desta paisagem. Dessa forma, um testemunho sedimentar coletado no Lago da Mata Verde foi submetido às análises palinológicas e de datação radiocarbônica. Os resultados mostraram que durante os últimos 400 anos este ambiente foi cercado por floresta refletindo um clima úmido, com um ligeiro aumento de margens inundadas nos dias atuais. Os dados de chuva polínica atual e de vegetação local fundamentaram a interpretação dos resultados palinológicos fósseis. Os resultados obtidos são similares a outros estudos realizados em outras áreas de ecótonos e planícies de inundação em regiões da Amazônia durante o Holoceno Tardio.Palavras-chave. Sedimentos lacustres, Holoceno Tardio, análises palinológicas
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.111397
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Limnological parameters and metals concentrations in water in three
           lagoons of the metropolitan region of Salvador, Bahia, Brazil

    • Authors: Ana Carina Silva, Isabel Honorata Souza Azevedo, Manuel Vitor Gonçalves, Alexandre Dacorso Daltro Milazzo, Manoel Jerônimo Cruz, Sergio Augusto Morais Nascimento
      Abstract: This work aims to describe the seasonal variability of physicochemical and metal parameters in three lakes of the city of Salvador-BA (Pituaçú and Paixão lagoons and Tororó dike), between 2014 and 2017, with special emphasis on regarding classification and suitability for the use for amateur fishing, recreation, conservation, and landscape harmony. Physicochemical parameters were measured in situ and aliquots of water were collected for laboratory analysis at different seasonal periods from 2014 to 2017. Metal concentrations in water (Al, As, Ba, B, Cd, Ca, Cr, Co, Cu, Fe, Pb, Mg, Mn, Hg, Ni, K, Se, V, and Zn) were determined by ICP-OES. The pH ranged from 5.5-8.9 (7.5 ± 0,.7); water temperature, 22.0-33.20 (26.68 ± 2.11) °C; dissolved oxygen, 0.72-10.87 (6.31 ± 1.65) mg.L-1; turbidity, 0.43-188.0 (23.54 ± 31.86) NTU and conductivity, 0.19-2.60 (0.44 ± 0.35) mS.cm-1. Fe (all lagoons), Pb and Mn (Paixão and Pituaçú lagoons) and Al (Pituaçu lagoon) presented average values above the maximum limits stipulated by CONAMA evidencing the degradation of water quality. Water parameters were considered appropriate for its current use, although commonly the dissolved oxygen and turbidity values are not consistent with the standard stipulated in CONAMA Resolution 357/05 (> 5 mg.L-1 for dissolved oxygen and up to 100 NTU for turbidity). Attention should be drawn especially to the values obtained for dissolved metals (especially Fe, Pb, Mn, and Al), which have been shown to be at certain seasonal periods or at constant (Mn) levels dangerously above the stipulated limits. Due to the possibility of harmful effects, there is a need for intervention and protection in these areas, and continuous monitoring, aiming to improve water quality and respond to major uses.
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.112264
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
  • Possíveis fontes e processos magmáticos do Granito Chasqueiro, SE do
           Cinturão Dom Feliciano, Brasil

    • Authors: Daniel Triboli Vieira, Edinei Koester, Rodrigo Chaves Ramos, Cristine Lenz
      Abstract: Este trabalho apresenta novas constatações sobre a evolução do Granito Chasqueiro, uma das principais ocorrências de rochas graníticas cálcico-alcalinas alto-K no Cinturão Dom Feliciano, no extremo sul do Brasil. O objetivo deste trabalho é discutir as principais fontes e processos magmáticos envolvidos na evolução deste granito durante o Ediacarano (574 Ma), com base em novos dados de geoquímica isotópica (Sr-Nd, rocha total) em amostras representativas do granito e dos enclaves dioríticos associados. O granito mostra razões 87Sr / 86Sr(t) intermediárias (0,7095–0,7139), εNd(t) negativo (-0,36 a -2,94) e TDM entre 1,25 e 1,33 Ga. A amostra de enclave máfico apresenta razões 87Sr / 86Sr(t)  = 0,74672, mais elevadas que aquelas do granito, ƐNd negativo (-1,63) e TDM de 1,15 Ga. Com base nos dados de isótopos apresentados neste estudo, juntamente com dados geoquímicos de rocha total compilados de trabalhos anteriores, sugerimos que os principais processos de evolução magmática do Granito Chasqueiro são: (i) mistura de magmas, onde cada magmatismo (máfico e félsico) possui fontes e processos evolutivos diferentes; (ii) retrabalhamento crustal das rochas máficas e gnaisses do embasamento regional (εNd(t) negativo); (iii) processo de cristalização fracionada, marcado por concentrações e depleções expressivas em Ba, Sr, P, Nb, Ti, e Eu, que reforçam a extensa cristalização fracionada dos líquidos primários. Como resultado destes processos, o Granito Chasqueiro é altamente diferenciado, com composições semelhantes a granitos Tipo-I.
      PubDate: 2021-12-19
      DOI: 10.22456/1807-9806.115957
      Issue No: Vol. 48, No. 4 (2021)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 23.20.20.52
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-