Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul   (Total: 35 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 35 of 35 Journals sorted alphabetically
Acta Scientiae Veterinariae     Open Access   (Followers: 3, SJR: 0.144, CiteScore: 0)
Austral : Brazilian J. of Strategy & Intl. Relations     Open Access   (Followers: 7, SJR: 0.208, CiteScore: 0)
Brasil/Brazil     Open Access   (Followers: 2)
Cadernos de Informática     Open Access  
Cadernos de Tradução     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos do IL     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Direito - PPGDir./UFRGS     Open Access   (Followers: 1)
Cena     Open Access  
Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião     Open Access  
Conjuntura Austral : J. of the Global South     Open Access   (Followers: 2)
Debate Terminológico     Open Access   (Followers: 1)
Drug Analytical Research     Open Access   (Followers: 1)
Em Questão     Open Access   (Followers: 2)
Estatística e Sociedade     Open Access   (Followers: 1)
Fineduca : Revista de Financiamento da Educação     Open Access   (Followers: 1)
Ícone: Revista Brasileira de História da Arte     Open Access   (Followers: 1)
Organon     Open Access   (Followers: 1)
Para Onde!?     Open Access  
Pesquisas em Geociências     Open Access  
Philia&Filia     Open Access   (Followers: 1)
Políticas Educativas : PolEd     Open Access   (Followers: 1)
Res Severa Verum Gaudium     Open Access   (Followers: 1)
Revista Brasileira de Estudos Africanos / Brazilian J. of African Studies     Open Access  
Revista Brasileira de Estudos da Presença     Open Access  
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação     Open Access   (Followers: 1)
Revista Conexão Letras     Open Access   (Followers: 1)
Revista Contraponto     Open Access  
Revista da Faculdade de Direito da UFRGS     Open Access  
Revista do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul     Open Access  
Revista do Lhiste : Laboratório de Ensino de História e Educação     Open Access   (Followers: 1)
Revista Eletrônica de Direito Penal e Política Criminal     Open Access   (Followers: 1)
Revista Eletrônica de Iniciação Científica em Computação : REIC     Open Access  
Revista História da Educação - History of Education J.     Open Access   (SJR: 0.151, CiteScore: 0)
Revista Perspectiva : Reflexões Sobre a Temática Internacional     Open Access  
Revista Polis e Psique     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
Cadernos do IL
Number of Followers: 1  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2236-6385
Published by Universidade Federal do Rio Grande do Sul Homepage  [35 journals]
  • Editorial Estudos Linguísticos N° 61

    • Authors: Valéria Neto de Oliveira Monaretto, Silvana Silva, Valéria Schwuchow
      Pages: 4 - 5
      Abstract: Editorial
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.107764
       
  • Apresentação Estudos Linguísticos N° 61

    • Authors: Valéria Neto de Oliveira Monaretto, Silvana Silva, Valéria Schwuchow, Alessandra Solé, Cláudia Pavan, Ezequiel Nunes, Jussara Habel, Renata Martins da Silva, Vicente Cardoso Jr.
      Pages: 6 - 11
      Abstract: Apresentação
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.107765
       
  • Deutschunterricht für Lehramtsstudierende: die Herausforderung, durch
           grammatische Übungen zu motivieren

    • Authors: Monique Cunha de Araújo, Fabio Anschau
      Pages: 12 - 39
      Abstract: Diese Arbeit befasst sich mit den Auswirkungen der Anwendung von offenen und halboffenen Übungen beim Unterrichten grammatischer Punkte im Fach Deutsch als Fremdsprache für Lehramtsstudierende der Fachrichtung Portugiesisch-Deutsch, vor allem in Bezug auf die Motivation im Unterricht. Mit dieser Gruppe war diesbezüglich ein gewisser Mangel an Motivation zu verzeichnen, da unter anderem bei der Festigung grammatischer Aspekte zu sehr reproduktiven Übungen eingesetzt wurden. Durch die Anwendung von offenen und halboffenen Übungen bis hin zu Grammatikfragen wurde anhand von Bewertungsbögen und Beobachtungsformular deutlich, dass diese Übungstypen auch große Hilfe bei der grammatischen Wahrnehmung der Fremdsprache sein können.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103049
       
  • A ausência de um lugar enunciativo para as mulheres em O Conto da Aia:
           uma análise benvenistiana

    • Authors: Louise Ariane da Campo, Carolina Alves Peres, Suelen Aires Boettge
      Pages: 40 - 60
      Abstract: O presente artigo tem o intuito de apresentar uma análise enunciativa da obra O Conto da Aia de Margaret Atwood. Para isso, utilizou-se como aporte teórico-metodológico a teoria enunciativa de Émile Benveniste e, também, as reflexões acerca do sistema trinitário propostas por Dufour. O principal objetivo do trabalho é abordar a questão da falta de um lugar enunciativo para as mulheres na narrativa da obra. Para a realização da análise, levou-se em consideração as reflexões de Dufour sobre a tríade pronominal benvenistiana, principalmente no que diz respeito à noção de não-pessoa, a fim de demonstrar a falta de um lugar enunciativo para as mulheres e como elas são objetificadas de várias formas na narrativa.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103231
       
  • Midwifery e obstetrícia: uma variação denominativa

    • Authors: Yuli Souza Carvalho
      Pages: 61 - 82
      Abstract: A área de obstetrícia possui tradições muito vinculadas à cultura de cada país. Tendo em vista esse contexto, o presente trabalho tem o objetivo de tratar da variação denominativa existente no par de línguas inglês e português em um artigo acadêmico desse âmbito. Com base no texto Counting Time in Pregnancy and Labour (DOWNE; DYKES, 2009) e na tradução feita pela autora do artigo, trataremos das traduções de termos técnicos, principalmente vinculados à área de atuação das midwives, que ilustram essas diferenças culturais na forma em que o parto ocorre na Inglaterra e no Brasil. Como resultado, foi possível observar que a escolha de traduzir ‘midwifery’ por ‘obstetrícia’, apesar de ter sido aconselhada por uma profissional da área, não foi a solução considerada mais adequada. Foi possível concluir que, em um contexto em que há discrepância entre as culturas do país-fonte e do país-alvo, seria conveniente que o tradutor escrevesse um prefácio ou nota do tradutor onde fosse explicado de que forma ocorrem essas diferenças culturais.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103010
       
  • Bolchevismo ou maximalismo: uma abordagem terminológica e
           diacrônica

    • Authors: Fabiana Zogbi Lontra da Conceição
      Pages: 83 - 108
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo descrever e analisar o emprego do termo bolchevismo e de suas variantes no momento de sua introdução e início de sua circulação no Brasil (1917-1920). Para tanto, adotamos a ótica da Terminologia Diacrônica em conjunto com a Socioterminologia Variacionista. Utilizamos como fonte os registros jornalísticos reunidos em O Ano Vermelho (MONIZ BANDEIRA; MELO; ANDRADE, 1980) e o acervo de jornais da Hemeroteca Digital Brasileira com o intuito de verificar em que categorias de variantes do constructo de Faulstich (2001) os termos se inserem. Através da análise das variantes, concluímos que a variação, de ordem competitiva, foi suprimida pela necessidade de definição do conceito, o que levou à consagração do termo bolchevismo.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.102995
       
  • Um estudo sobre os aspectos textuais e terminológicos das certidões de
           casamento expedidas entre 1791 e 1916 na França

    • Authors: Beatriz Curti-Contessoto, Lidia Almeida Barros
      Pages: 109 - 130
      Abstract: Este artigo tem o objetivo de apresentar os resultados de nossa investigação sobre os aspectos textuais e terminológicos das certidões de casamento civil francesas expedidas entre os anos de 1791 e 1916. Para desenvolver este estudo, fundamentamo-nos no arcabouço teórico e metodológico da Terminologia, mais especificamente no da Terminologia Diacrônica. No que concerne à metodologia de nosso trabalho, primeiramente formamos um corpus composto por 127 certidões de casamento civil francesas que foram recolhidas graças a colaboradores e a sites especializados em árvores genealógicas. Observamos, em seguida, as ocorrências das unidades terminológicas e dos elementos textuais em cada documento ao longo do tempo em uma relação do tipo presença e ausência e comparamos os resultados.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103107
       
  • O processamento cognitivo na leitura de uma prova de redação do
           Enem

    • Authors: Alcione Tereza Corbari
      Pages: 131 - 160
      Abstract: Este artigo tem como objetivo refletir, com base na perspectiva sociocognitiva-interacionista, sobre o processamento cognitivo da leitura de uma proposta de redação do Enem considerando os conhecimentos demandados em tal situação de interação. A partir de uma pesquisa qualitativa, propõe-se uma análise descritivo-interpretativa sob o viés do paradigma interpretativista, sustentada em revisão bibliográfica e motivada por experiências da professora-pesquisadora. Os resultados apontam que a leitura da proposta de redação envolve uma atividade sociocognitivamente complexa, que movimenta a ativação dinâmica de conhecimentos diversos (linguísticos, enciclopédico, situacional, sociocultural e interacional) imprescindíveis para a compreensão do texto.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103003
       
  • A língua/linguagem e o jogo de xadrez: perspectivas teóricas em
           Saussure e Wittgenstein

    • Authors: Camila Pilotto Figueiredo
      Pages: 161 - 180
      Abstract: O presente artigo possui como objetivo abordar a noção de língua/linguagem em Saussure e em Wittgenstein através de suas analogias com o jogo de xadrez. Iniciaremos apresentando a metáfora  do jogo de xadrez em cada um dos pensadores, evidenciando como as analogias por eles realizadas se inserem em suas teorias e, em consequência, elucidam seus pontos de vista acerca da noção de língua/linguagem; por fim, faremos uma análise comparativa das analogias de ambos os pensadores, avaliando em que medida elas se aproximam e se distanciam umas das outras, além de observarmos os limites de aproximação entre língua e jogo de xadrez em cada analogia.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103052
       
  • Decolonialidade e inglês como língua franca: diálogos com
           professores brasileiros

    • Authors: Mariana Lyra Varela de Albuquerque, Camila Haus
      Pages: 181 - 208
      Abstract: As relações interculturais que caracterizam nossa realidade globalizada são permeadas pela colonialidade. No contexto do ensino de inglês, enxergamos o deslocamento de um paradigma de inglês como língua estrangeira para perspectivas mais críticas (como de inglês como língua franca (ILF) e translinguagem) como possível caminho para a decolonialidade. Assim, neste trabalho, entrevistamos professores a respeito de seus planejamentos, recursos e crenças sobre os investimentos dos alunos no aprendizado. Ao voltarmo-nos para esses discursos, buscamos refletir sobre a possível presença de elementos que indiquem uma perspectiva de ILF e translinguagem, considerando, por um lado, uma desobediência epistêmica (MIGNOLO, 2008) e, por outro, uma perpetuação do imperialismo linguístico característico da colonialidade. Por fim, destacamos a importância de uma formação inicial/continuada de professores que contribua para a autorreflexão e o questionamento.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103202
       
  • Os deslocamentos da criança no interior do reformulável e sua
           constituição subjetiva na aquisição da escrita: um olhar pecheutiano

    • Authors: Giovane Fernandes Oliveira
      Pages: 209 - 232
      Abstract: Este artigo analisa sequências discursivas de aquisição da escrita à luz da análise do discurso peucheutiana, bem como das reflexões de Indursky (2016) sobre as determinações discursivas da escrita e de Zapelini (2016) sobre a escrita de entremeio. O corpus analítico envolve duas SDs de um menino acompanhado longitudinalmente em sua relação inicial com a escrita. Conclui-se que a aquisição da escrita não se reduz a um processo cognitivo de aprendizagem ou a um processo sociointeracional de uso da língua: trata-se de um processo de transformação simbólica sem início nem fim, pois o sujeito muda sua relação com o escrito a cada nova diferente formação discursiva em que se insere e mesmo no interior de uma única FD.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103144
       
  • O problema do complemento circunstancial e a oração subordinada
           adverbial em espanhol

    • Authors: Shirley Sousa Pereira
      Pages: 233 - 259
      Abstract: Neste trabalho faremos uma breve revisão teórica acerca da problemática classificação do complemento circunstancial na gramática tradicional espanhola, na qual discutiremos a sua suposta identidade funcional com o complemento adverbial, assim como o seu caráter marginal no predicado verbal (ALARCOS LLORACH, 1970; ROJO, 1990). Discutiremos sobre a viabilidade das propostas de Álvarez Martínez (1992) e de Gutiérrez Ordóñez (2002) de incluir a categoria do advérbio ao grupo nominal dos substantivos e adjetivos e de que o complemento circunstancial pode assumir uma função nominal. Tais considerações trazem como consequência a inclusão das orações subordinadas circunstanciais e adverbiais (próprias e impróprias) no grupo das orações subordinadas substantivas.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103007
       
  • Sonority effects in the production of the triconsonantal sequences
           Ct/d]σC by Brazilian learners of L2 English

    • Authors: Felipe Santos dos Reis, Rubens Marques de Lucena
      Pages: 260 - 297
      Abstract: This study investigates the production of a variable pattern in English by Brazilian L2 learners, i.e. triconsonantal sequences containing coronal plosives flanked by heterosyllabic consonants. Thus, the interlanguage of 24 learners from the city of Campina Grande in the state of Paraíba, Brazil, is analyzed to achieve the following objectives: (1) verify the phonological processes whereby the sequences Ct/d]σC are simplified in the participants’ interlanguage; and (2) examine the role of sonority in the surface phonetic representations of these sequences. 1,071 tokens were audio-recorded, coded and subjected to multivariate analysis using Rbrul (JOHNSON, 2015). The results indicate that sonority-based principles play an important role in the application of repair strategies on the surface forms of these complex structures.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103071
       
  • Na aquarela do discurso: memória, metáfora e metonímia

    • Authors: Marilane Mendes Cascaes Rosa
      Pages: 298 - 321
      Abstract: Este trabalho, à luz da Análise do Discurso, mobiliza as noções teóricas memória, metáfora e metonímia. Como objeto de análise, trazemos a música Aquarela, de Toquinho. Por meio dessa materialidade discursiva, notamos o ecoar da memória, num espaço complexo de repetição e regularização, mas também de deslocamentos e conflitos. É um local movente e amplamente propício para outros dizeres. Outrossim, visualizamos a perturbação da metáfora, o (des)colorir dos sentidos para que outros possam ser pintados, numa nova trajetória onde os sentidos estilhaçam-se, num ritual que sempre pode falhar. Por outro lado, notamos a tentativa da metonímia de estabilização, de reconstrução dos sentidos, de tentar tratar da perturbação.  Observamos que memória, metáfora e metonímia se constituem, imbricam-se no jogo da língua.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103005
       
  • Leitura e negociação de sentidos: coordenadas para uma
           prática escolar dialógica

    • Authors: Adriano de Souza, Viviane de Vargas Geribone
      Pages: 322 - 343
      Abstract: Este artigo aborda o tema da leitura, apresentando e discutindo a relevância de um modelo sociocognitivo de negociação de sentidos. Para tanto, analisamos a questão da leitura no documento Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com foco nas habilidades do componente Língua Portuguesa (LP), da seção Ensino Médio (EM). Utilizamos uma abordagem metodológica de cunho interpretativista e desenvolvemos alguns pressupostos teóricos implicados na noção de leitura como negociação de sentidos. Apresentamos duas premissas para negociação de sentidos em práticas de leitura, a saber, confrontação interativa e concertação participante. A análise da BNCC revelou a presença de dois tipos de habilidades, sendo um conjunto mais afeito às práticas horizontais de negociação de sentidos e outro menos alinhado a essa finalidade.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103000
       
  • Um estudo sobre a (re)construção de objetos do discurso em processos de
           retextualização na perspectiva do ensino

    • Authors: Wellington Gomes de Souza, Lidiane de Morais Diógenes Bezerra
      Pages: 344 - 366
      Abstract: Este artigo baseia-se na relação entre processos de retextualização e processos referenciais na perspectiva do ensino. Nesse contexto, o objetivo é analisar a construção de referentes transpostos entre gêneros, na caracterização do que se denomina anáfora intertextual. Constituem-se objeto de estudo produções textuais de alunos do ensino médio oriundas de práticas de transformação textual. Fundamentam esta abordagem autores como Marcuschi (2001), Dell’Isola (2007), Mondada e Dubois (1995) e Custódio Filho (2015). A pesquisa é de natureza aplicada e orientada por levantamento bibliográfico. Os resultados apontam para a importância do uso da referenciação e da retextualização como estratégias de construção textual de sentidos e, portanto, são de grande valia para conduzir o trabalho com textos em sala de aula.
      PubDate: 2020-09-23
      DOI: 10.22456/2236-6385.103001
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 52.23.219.12
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-