Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro   (Total: 43 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 43 of 43 Journals sorted alphabetically
Abusões     Open Access   (Followers: 1)
Ballot     Open Access  
Caderno Seminal     Open Access  
Cadernos de Estudos Sociais e Políticos     Open Access   (Followers: 2)
Cadernos do Desenvolvimento Fluminense     Open Access  
Cadernos do IME : Série Estatística     Open Access  
Cadernos do IME : Série Informática     Open Access  
Cadernos do IME : Série Matemática     Open Access  
Childhood & Philosophy     Open Access   (Followers: 9)
DEMETRA : Alimentação, Nutrição & Saúde     Open Access  
e-Mosaicos : Revista Multidisciplinar de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira     Open Access  
Ekstasis : Revista de Hermenêutica e Fenomenologia     Open Access   (Followers: 1)
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporânea     Open Access   (Followers: 1)
Espaço e Cultura     Open Access  
Estudos e Pesquisas em Psicologia     Open Access  
Geo UERJ     Open Access  
História, Natureza e Espaço - Revista Eletrônica do Grupo de Pesquisa NIESBF     Open Access  
Intellèctus     Open Access  
J. of Sedimentary Environments     Open Access  
Jornal Brasileiro de TeleSSaúde     Open Access  
Logos : Comunicação e Universidade     Open Access  
Matraga - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ     Open Access  
Palimpsesto : Revista da Pós-Graduação em Letras da UERJ     Open Access  
Pensares em Revista     Open Access  
Periferia     Open Access  
Physis : Revista de Saúde Coletiva     Open Access  
Polêm!ca     Open Access  
Psicologia e Saber Social     Open Access   (Followers: 1)
Revista da Faculdade de Direito da UERJ     Open Access   (Followers: 1)
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ     Open Access  
Revista de Finanças Públicas, Tributação e Desenvolvimento     Open Access  
Revista Direito e Práxis     Open Access   (Followers: 1)
Revista Eletrônica de Direito Processual     Open Access  
Revista Enfermagem UERJ     Open Access   (SJR: 0.248, CiteScore: 0)
Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto     Open Access  
Revista Maracanan     Open Access  
Revista Neiba, Cadernos Argentina Brasil     Open Access  
Revista Quaestio Iuris     Open Access  
Revista Tamoios     Open Access  
Revista Teias     Open Access  
Soletras Revista     Open Access  
Sustinere : Revista de Saúde e Educação     Open Access  
Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
Palimpsesto : Revista da Pós-Graduação em Letras da UERJ
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1809-3507
Published by Universidade do Estado do Rio de Janeiro Homepage  [43 journals]
  • Apresentação

    • Authors: Lais Alves, Thayane Verçosa
      Pages: 1 - 2
      Abstract: Apresentação do número 38
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.66974
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • “Todo livro é duplo, triplo, ou seja, mais do que um”: uma conversa
           com o professor e poeta Sérgio Medeiros sobre questões poéticas,
           mitológicas e estéticas

    • Authors: Sérgio Medeiros, Thayane Verçosa, Lais Alves, Fabiana Lessa
      Pages: 3 - 68
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.66973
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Aspectos semântico-discursivos das relações causais e
           explicativas

    • Authors: Ânderson Rodrigues Marins
      Pages: 69 - 90
      Abstract: O presente estudo analisa as relações causais e explicativas do português, com foco nas conjunções que sinalizam essas relações, tanto no âmbito da Gramática quanto da Linguística textual e da Semântica argumentativa. Embora detentoras de similaridade semântica, as relações causais e explicativas apresentam diferenças funcionais em matéria de finalidade comunicativa, questões a serem tratadas no decorrer deste trabalho.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.57355
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Comendo X comeno _ Uma análise do processo de redução da sequência
           [ndo] para [no] na fala de participantes de programas de entretenimento da
           Tv aberta brasileira

    • Authors: Priscila Soares Evangelista
      Pages: 91 - 113
      Abstract: Este artigo analisa o processo de redução da sequência [ndo] para [no] na fala de participantes de programas de entretenimento da TV aberta brasileira. Muitos estudos já foram feitos sobre o apagamento do segmento /d/ em sequência [ndo], mas este é o primeiro que focaliza sua incidência na mídia falada. Os dados analisados foram extraídos dos seguintes programas televisivos: Casos de Família, Domingo Show, Amaury Jr. e Metrópolis. Após a análise dos dados, constatou-se que o fenômeno de redução da sequência [ndo] é comum no português brasileiro, sendo observado, inclusive, na fala de pessoas pertencentes às classes mais altas da sociedade. Ademais, pudemos constatar que os homens, os gerúndios, os vocábulos extensos, a velocidade de fala e os gêneros de programa influenciam no apagamento da consoante /d/.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.61982
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A criatividade linguística nas Redes Sociais: os processos de criação
           de novas palavras na internet

    • Authors: Vívian de Nazareth Santos Carvalho
      Pages: 114 - 127
      Abstract: RESUMO: Este artigo pretende analisar como se dá na internet o processo de criação de novas palavras em língua portuguesa do Brasil. Temos como empiria os memes que circulam nas redes sociais Facebook e Instagram. Compreendemos que as redes sociais são um espaço de criatividade linguística, em que os usuários criam novas unidades lexicais com o objetivo de expressar conceitos e realidades da vida social. A partir dos estudos de Basilio (2011) sobre formações e classes de palavras no português do Brasil, de Gonçalves (2011) sobre os processos de flexão e derivação em português e, ainda, sobre os processos de Fusão Vocabular, presentes em Basilio (2010), analisamos as formações de novas palavras que circulam com frequência nos memes da internet.  
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.62857
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • ANALYSE DU DISCOURS ET THEORIE CRITIQUE : Une rencontre au travers des
           Médias comme objet commun

    • Authors: Thiago Barbosa Soares
      Pages: 128 - 147
      Abstract: L’objectif de cet article en guise d’essai est d’apporter à la Théorie Critique et à l’Analyse du Discours un point de contact qui surpasse leurs présupposées théoriques, mais qui ne s’en passe pas. Les médias, dans son sens le plus ample, a été et continue d’être objet d’investigation prépondérant qui connecte du point de vue du but, les sciences de langage et les sciences sociales et, conséquemment, pour qu’il en soit ainsi, nous trottinons vers leurs respectifs terrains, dans les figures de la Théorie Critique et de l’Analyse du Discours, pour leur tracer des proximités. Pour autant, nous observons quelques-uns des principaux traits épistémologiques qui organisent ses deux domaines et nous les employons dans une analyse de textes médiatiques qui a pour valoir principal discursiviser à échelle microscopique, le fonctionnement de la société contemporaine.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.64926
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Três significados de ‘significar’: reflexões sobre o sentido na obra
           de Benveniste

    • Authors: Vicente de Souza Cardoso Jr.
      Pages: 148 - 164
      Abstract: Tendo em vista a diversidade de campos nos quais Émile Benveniste desenvolveu sua teoria da linguagem e considerando que o alcance dessa teoria vai muito além de suas formulações sobre enunciação, este artigo assume como pressuposto a centralidade da noção de sentido na obra do linguista. Busca-se analisar como essa noção é mobilizada por Benveniste em diferentes abordagens, apresentando três reflexões acerca de usos do verbo significar (e de alguns de seus derivados) pelo linguista. Primeiro, acompanhando Barboza (2018), atenta-se à relevância do par significar/designar na obra benvenistiana. Em seguida, observa-se a importância do termo na distinção entre os modos semiótico e semântico da língua. Por fim, a reflexão volta-se à capacidade humana de produção simbólica, em que significar se aproxima dos sentidos de simbolizar e semiotizar.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65017
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Produção e compartilhamento de memes de literatura nas redes
           sociais

    • Authors: Abinalio Ubiratan da Cruz Subrinho
      Pages: 165 - 182
      Abstract: Este estudo se debruça sobre questões relacionadas as reverberações da hibridização da literatura para/na internet. Objetivando refletir sobre a construção e compartilhamento de memes, criados a partir de referências literárias, na condição de elemento de aproximação entre os leitores-usuários e a literatura on e offline. Nesta investigação compreendemos os memes de internet enquanto produto da cibercultura (LÉVY, 2011), produzidos a partir de um processo de apropriação e mixagem (BORRIAUD, 2009), quanto a subcategoria memes de literatura, descrevemos arquivos elaborados a partir de temas, obras e autores circunscritos no campo do literário. Com o desenvolvimento da pesquisa ficou evidente a diversidade de memes de literatura, e a existência de um crescente número de internautas obstinados a promover o encontro entre leitores e narrativas.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60127
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A figuratividade na construção do caipira em Chico Bento

    • Authors: Manoella Gonçalves Bazzo
      Pages: 183 - 199
      Abstract: O presente trabalho propõe uma análise sobre o emprego da figuratividade para a construção do ator Chico Bento como caipira. Para tanto, embasa-se na ideia de figuratividade, desenvolvida por Bertrand (2003), bem como no contrato de veridicção de Greimas (2002). Como material de análise, foram utilizadas algumas tirinhas da história em quadrinhos, disponíveis na internet. Percebeu-se que a figuratividade dentro da obra é acionada na construção dos sujeitos, no espaço e nos objetos, além de fundamentar-se no aspecto linguístico da fala do ator, ou seja, uma relação de sentidos e percepções embasadas numa realidade histórica da compreensão do caipira na cultura nacional. Além disso, o contrato veridictório pode ser constatado por meio do destaque de alguns tweetsde leitores em publicações realizadas pelo autor Maurício de Sousa. 
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65020
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Meme no pensamento e na ação: o conceito do bom contágio

    • Authors: José Mauro Ferreira Pinheiro, Fernanda Carneiro Cavalcanti
      Pages: 200 - 213
      Abstract: Como demonstram Lakoff e Johnson (2002 [1980]), segundo a Teoria da Metáfora Conceptual (TMC), a metáfora é um recurso sobretudo cognitivo. Valemo-nos de conceitos mais concretos para pensar e falar sobre experiências mais abstratas. O presente artigo objetiva, assim, analisar a conceptualização de meme à luz da TMC (LAKOFF; JOHNSON, 2002 [1980]; EVANS; GREEN, 2006; KÖVECSES, 2010). Reúnem-se, para tanto, definições de meme formuladas por Dawkins (2007) e Jenkins (2009) de modo a estabelecer análise comparativa entre o momento em que se originou a palavra meme e o momento atual. Os achados evidenciam a relevância das metáforas meme é doença e comunicação é contágio em ambos os autores, muito embora apontem para divergências importantes quanto à perspectivação do usuário dessa mídia.  
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65181
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Da poesia de Drummond ao Cinema Novo brasileiro: uma leitura de O Padre e
           a Moça, de Joaquim Pedro de Andrade

    • Authors: Hêmille Raquel Santos Perdigão
      Pages: 214 - 242
      Abstract: Partindo da discussão acerca das tensões entre objetividade e subjetividade no cinema, este trabalho apresenta como tais tensões transparecem no filme O Padre e a Moça, de Joaquim Pedro de Andrade. Sendo o filme a adaptação de um poema homônimo de Carlos Drummond de Andrade, é apontado como essa mesma discussão estava presente na Literatura Brasileira. A conclusão é que a busca de Drummond pelo equilíbrio em meio a essas tensões é bem semelhante à do cineasta, visto que, em ambos, esse desejo por equilíbrio conduz a uma aporia, que é representada pelo padre que protagoniza o filme O Padre e a Moça.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.57071
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • ILUSTRAÇÕES SOBRE A FIGURA FEMININA: REPRESENTAÇÕES DO COTIDIANO E DA
           CONDUTA IMPOSTA ÀS MULHERES

    • Authors: Márcia do Socorro da Silva Pinheiro, jeniffer Yara Silva
      Pages: 243 - 254
      Abstract: A instrução feminina era assunto debatido desde os fins do século XVIII e movimentava o meio intelectual de Portugal e do Brasil no decorrer do século XIX. No contexto das lutas liberais, nos quais observamos propostas claras para a educação da mulher, as vozes de algumas delas destacaram-se por meio da imprensa. É o caso da escritora Maria Amália Vaz de Carvalho (1847-1921), que atuava como articulista de periódicos em Portugal e no Brasil. Nesse sentido, objetivamos analisar comparativamente “Cartas às raparigas” (1897), “A imaginação” (1898) textos publicados n’A Província do Pará (1876-2001) e “O movimento feminista atual”, material publicado na Folha do Norte (1896-1974), em 1896. Esta análise pretende demonstrar como a moralidade em relação à mulher era apresentada. Como aporte teórico-crítico usaremos os trabalhos de Roger Chartier (2002), Michele Perrot (2007) e Irene Vaquinhas (2018). 
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.59900
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A custo começa contra a mordaça: o corpo aflito em À
           mão livre

    • Authors: Paola Resende
      Pages: 255 - 274
      Abstract: Este artigo pretende analisar o movimento da figuração subjetiva do corpo à violência histórica na obra À mão livre, de Armando Freitas Filho. Sem distanciar-se da relação entre poesia e política na produção do período, o objetivo é verificar como é realizada a entrada de dados de agressão e coerção na obra, isto é, como a violência torna-se arranjo, fundamento e forma (a partir, por exemplo, do isomorfismo) nos poemas, principalmente, em “Corpo de delito” e “A flor da pele”. Para compor essa análise, é proveitoso o diálogo com outras obras do autor e outras produções do período, a fim de apreender os paradigmas literários que estavam em questão na conjuntura da publicação.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60093
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • HIBISCO ROXO: O ESPAÇO ÍNTIMO DE UMA FLOR RARA

    • Authors: Daniela Severo de Souza Scheifler
      Pages: 275 - 296
      Abstract:   Esse artigo traça um paralelo entre as casas de Eugene e de Tia Ifeoma, personagens do livro Hibisco Roxo, à luz da concepção bachelariana de casa como espaço propiciador e acolhedor de subjetividades. Através então da análise desses espaços, o artigo mostra como o colonialismo incide sobre a vida doméstica dos personagens do livro, impondo a eles uma identidade supostamente estável e, assim, tentando impedi-los de descobrirem a si mesmos. Eugene nos ajuda a ilustrar como o colonialismo se deu na Nigéria.Palavras-chave: Literatura pós-colonial – casa – identidade.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60119
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A PRODUÇÃO MACHADIANA POR MEIO DAS FOLHAS PÚBLICAS: CONSAGRAÇÃO E
           POLÊMICA

    • Authors: Valdiney Valente Lobato de Castro
      Pages: 297 - 309
      Abstract: Na segunda metade do século XIX, a obra de Machado de Assis ganhou popularidade por meio dos jornais onde era veiculada. No entanto, essa entronização não ocorreu sem contestações: nas páginas dos jornais oitocentistas há comentários de leitores, anúncios de venda, notícias de lançamento de livros e também crítica de leitores especializados que se debruçaram sobre as primeiras produções machadianas e, no calor da hora, tanto aplaudiram quanto criticaram essas publicações. Ao contrário dessas manifestações, a fortuna crítica construída acerca dos escritos machadianos tem, quase em sua totalidade, lançado suas impressões sobre os textos do autor desconsiderando essas primeiras leituras. A análise de alguns desses textos saídos nos jornais oitocentistas é o objetivo deste estudo, que pode ampliar a compreensão acerca da recepção dos textos machadianos.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60123
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Dona Ivone Lara: o amor negro no feminino

    • Authors: Maria Verônica Silva
      Pages: 310 - 324
      Abstract: Maria Verônica da Silva RESUMOEste artigo tem por objetivo refletir acerca da manifestação do amor romântico em cinco canções de Dona Ivone Lara, presentes no álbum Nasci pra sonhar e cantar, lançado em 2001 pela gravadora francesa Lusáfrica, com o intuito de, ao discutir os atravessamentos do amor neste corpo negro, trazer para o centro da discussão a essencialidade de humanizar esses corpos, que, desde o período escravocrata, vem sendo coisificados pelas narrativas de nações que chegam no imaginário social, corroborando, deste modo, com a estrutura social que exclui corpos como o da Dona Ivone, não reconhecendo a contribuição feminina negra na construção da cultura nacional. 
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60133
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Um estudo comparativo entre o narrador do romance e do roteiro televisivo
           de Dois Irmãos

    • Authors: Thaisa Pinheiro Carvalho
      Pages: 325 - 336
      Abstract: Este artigo busca um entendimento sobre a adaptação do texto literário para o audiovisual, apresentando como estudo de caso a construção do narrador no roteiro televisivo de Dois Irmãos, baseado no romance homônimo de Milton Hatoum. Objetivando avaliar a necessidade de ajustes ao narrador no roteiro, são apontadas especificidades das mídias literárias e audiovisuais. Para essas análises, os principais aportes teóricos são: Camargo (2017), Hutcheon (2013), Stam (2006; 2008) e Gancho (2002). Finalmente, esta pesquisa pretende propor uma compreensão de que os narradores apresentados por aqueles dois meios podem ser observados a partir de um comparativismo que enfatize a intertextualidade e perceba o roteiro adaptado como uma obra autônoma e capaz de produzir significações próprias. 
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.60152
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Os Pastores da Noite – análise do diálogo entre a literatura e o
           cinema na obra de Jorge Amado

    • Authors: Poliana Bernabé Leonardeli, Fransueiny Pereira Fleischmann
      Pages: 337 - 357
      Abstract: A proposta do artigo é construir análise acerca do diálogo entre a literatura e o cinema a partir do romance de Jorge Amado, Os Pastores da Noite (1964). Escritor de vasta obra, o autor baiano sempre teve acolhimento do público. Inúmeras de suas narrativas tornaram-se adaptações em novelas, séries e filmes, também com boa aceitação dos telespectadores. A despeito disso, a crítica à narrativa amadiana sempre foi dura. Tal contradição decorre sobretudo do ponto de partida da análise, uma vez que boa parte dos que se debruçaram sobre os escritos de Amado buscaram compreendê-los a partir de fundamentos eurocêntricos. Nesta análise, a partir do diálogo entre Pastores da Noite (1964) e sua adaptação cinematográfica Otália da Bahia (1979), dirigido pelo francês Marcel Camus, percebeu-se que a representação das personagens alcançou em partes as perspectivas temáticas da obra literária em face de sua influência aos simbolismos africanos, apesar disso, situações estereotipadas acerca da cultura do povo baiano também são perceptíveis no filme.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.61217
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A caligrafia da própria história: a potência da palavra em
           A terra dos mil povos

    • Authors: Gladir da Silva Cabral, Lucas Garcia Nunes
      Pages: 358 - 379
      Abstract: No último século, muitos escritores indígenas têm encontrado na educação e na literatura um espaço de resistência e luta. É o caso de Kaka Werá Jecupé, autor da obra A Terra dos Mil Povos: História indígena do Brasil contada por um índio, que será objeto de análise no presente trabalho, destacando a importância da tomada da palavra pelos povos originários, a reconstrução de sua história a partir da memória ancestral, em diálogo com o conhecimento a respeito dos indígenas produzido por historiadores e antropólogos brancos. Mobilizaremos, para isso, conceitos fundamentais neste trabalho, como tempo, memória, deslocamento e fronteiras. Dialogamos com estudiosos da obra de Kaká Werá, mas sobretudo com pensadores e autores indígenas, como Daniel Munduruku, Ailton Krenak, Eliane Potiguara e Davi Kopenawa. 
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.63083
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • O espaço da memória em dois contos de João Melo

    • Authors: Renata Cristine Gomes De Souza
      Pages: 380 - 395
      Abstract: No presente artigo trazemos uma análise de dois contos de João Melo, “Trinta e cinco anos” e os “Os marginais”. Os textos que abrem e fecham a obra, Os marginais em outros contos, carregam a proposta do livro, de balanço e reavaliação do processo de descolonização e a pós independência. Para tal trazemos uma análise espacial,  que se foca nos lugares percorridos e no espaço da memória. Para tal, teremos como base teórica estudiosos como Paul Ricoeur, Roberto Vecchi e Benedito Nunes.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.63602
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Literatura de autoria feminina como ferramenta de reivindicação
           social da mulher

    • Authors: Amanda Karine Grossel, Maurini de Souza
      Pages: 396 - 418
      Abstract: Esta pesquisa apresenta uma abordagem teórica e analítica acerca da literatura de autoria feminina aliada à condição social da mulher historicamente e propõe formas dessa temática ser introduzida na educação. O artigo apresenta uma reflexão sobre os papéis ocupados ao longo do tempo pelas mulheres através da análise de obras de pensadoras da área, especialmente de Virginia Woolf, bem como de obras literárias e suas escritoras provenientes de diferentes lugares e períodos, provando que a questão das injustiças sofridas pela mulher foi e é, ainda hoje, um problema mundial, que precisa ser abolido para a construção de uma sociedade justa e ética.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.63830
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Exercícios de Estética em Fernando Pessoa

    • Authors: Marcelo Alves da Silva
      Pages: 419 - 434
      Abstract: A história editorial da obra de Fernando Pessoa (1888-1935) por vezes desconsiderou a potencialidade crítica e reflexiva dos seus escritos sobre estética. Nesse breve estudo, levantamos hipóteses para explicar os motivos dessa desatenção, percorrendo as considerações dos principais críticos pessoanistas. Estudamos, ainda, o que nos diz uma seleção de textos em prosa voltados para questões estéticas e atribuídos ao poeta português e aos seus heterônimos Álvaro de Campos e António Mora. Concluímos com um momentâneo balanço dos escritos estéticos pessoanos em face do tempo histórico em que o poeta português produz seus apontamentos.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.64624
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • O heroísmo soviético e seus limites em "Coro de soldados", seção de
           Vozes de Tchernóbil: a história oral do desastre nuclear, de Svetlana
           Aleksiévitch

    • Authors: Arthur Almeida Passos
      Pages: 435 - 458
      Abstract: Neste artigo, estudo “Coro de soldados”, seção de Vozes de Tchernóbil: a história oral do desastre nuclear, de Svetlana Aleksiévitch. Meu objetivo é investigar nela aspectos interpretáveis como heroicos, hipoteticamente tecidos em testemunhos de militares e civis que trabalharam nos escombros da catástrofe de Tchernóbil. Procuro demonstrar que tais declarações, ao serem examinadas à luz de reflexões críticas e teóricas acerca da obra da autora, da mentalidade heroica do século XX e da própria figura do herói, fazem perceber tanto a natureza e o peso do heroísmo na União Soviética como os limites da condição a qual ele é capaz de propiciar àqueles que efetivamente se tornam heróis nas circunstâncias focalizadas pela narrativa.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.64637
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A formação feminina no romance em versos de Elizabeth Acevedo:
           uma leitura de A poeta X

    • Authors: Sharmilla O'hana Rodrigues da Silva
      Pages: 459 - 479
      Abstract: Analisa-se o romance em versos de Elizabeth Acevedo, intitulado A poeta X e publicado em 2018. Nele, além das características do bildungsroman, vê-se a adolescente Xiomara em conflito entre as situações que deseja e as que experimenta. Como suporte teórico, parte-se das ideias de Schwantes (2011), Zinani (2013), Puga (2016), Martínez (2020), Zamora (2020) e Coqueiro (2021). Quanto à metodologia, a pesquisa é de natureza básica, abordagem qualitativa, tem objetivo exploratório, e foi realizada a partir de levantamento bibliográfico. Percebe-se no texto analisado o despertar de consciência da protagonista em relação à sua identidade. As situações com as quais ela se depara em cada aspecto da sua vida são vistos como ritos de passagem, que contribuem para um diálogo compreensivo entre mulher e sociedade.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65201
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Uma introdução ao crime e a sensação na Literatura
           Vitoriana

    • Authors: Tassiane Santos
      Pages: 480 - 493
      Abstract: A Era Vitoriana, período que vai de 1837 até 1901, foi marcada por alguns contrastes, pois apesar de conservadora e moralista viu surgir prosas ficcionais que se baseavam em temas escandalosos e controversos. O crime fazia parte do cotidiano dos vitorianos que poderiam ser vítimas de casos macabros, como os assassinatos de Jack, o estripador, ou poderiam se tornar leitores de gêneros literários surgidos nessa época e que contemplavam os temas criminais a exemplo do romance de Newgate, ficção de sucesso entre 1830 e 1840, e os romances de sensação que apareceram a partir de 1860.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65230
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • O niilismo como política: Não vai acontecer aqui e o fascismo na
           literatura

    • Authors: Sergio Schargel
      Pages: 494 - 516
      Abstract: Publicado em 1936, poucas ficções são tão pertinentes para compreender um movimento complexo como o fascismo como Não vai acontecer aqui, de Sinclair Lewis. A proposta desse artigo é, através de um diálogo entre uma base teórica sobre o fascismo e a ficção tomada por objeto, trabalhar o fascismo como uma política do vazio, baseada em uma estética da destruição. Assumindo a hipótese de que o fascismo absorve sentimentos primordiais do homem para transformá-lo em força política, espera-se contribuir para o estado da arte ao produzir uma análise crítica sobre um objeto literário que ainda não recebeu a devida atenção no Brasil, bem como mostrar que o fascismo não morreu em 1945.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65272
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • O Oeste multiétnico e a estética da violência em Meridiano de Sangue,
           de Cormac McCarthy

    • Authors: Mikael de Souza Frota, Lajosy Silva
      Pages: 517 - 533
      Abstract: A presente pesquisa analisa o romance Meridiano de sangue ou O rubor crepuscular no Oeste (1985), do escritor estadunidense Cormac McCarthy. O objetivo geral deste trabalho é analisar o tema da violência contra minorias étnicas no deserto da região Oeste dos Estados Unidos e do México. Para o melhor entendimento do estudo a ser feito e da perspectiva a ser contemplada, faz-se necessário um estudo sobre o American West (Oeste Americano) em duas perspectivas: uma conservadora e outra contemporânea. Analisaremos e confrontaremos os postulados teóricos conservadores sobre o Oeste com a sua nova história (New Western History). Reportando-nos ao romance, Cormac McCarthy apresenta a violência dos colonizadores anglo-saxônicos contra os povos que habitavam o Oeste (índios, mexicanos e negros).
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65277
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • “Atrás de um corpo que lhes sirva”: literatura, Shakespeare e
           midialidades em Sonho de uma noite de verão, de Adriana Falcão

    • Authors: Caio Antônio Nóbrega
      Pages: 534 - 552
      Abstract: Neste artigo, temos como objetivo analisar a representação de midialidades no romance Sonho de uma noite de verão, de Adriana Falcão (2007), criado a partir de uma releitura paródica da peça homônima de William Shakespeare. Para tanto, o foco da análise se voltará para as referências midiáticas de ordem inter- e intramidiáticas. Com a análise, pode-se concluir que, no romance em questão, as referências intramidiáticas alargam o escopo de ação das referências intermidiáticas, pois, ao destacarem diversos aspectos midiáticos em relação à poesia e ao teatro, iluminam aspectos de natureza extratextual, desenvolvendo especialmente as funções de crítica metaestética e metamidiática.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65286
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A escrita em conjunto na literatura policial brasileira: um olhar sobre os
           arquivos de João Condé

    • Authors: Taynara Leszczynski, Isabelle Maria Soares
      Pages: 553 - 564
      Abstract: O presente artigo tem como intuito analisar a técnica da escrita em conjunto na literatura policial através de dois romances nacionais: O homem das três cicatrizes e O mistério dos MMM, ambos organizados pelo jornalista João Condé, a partir da seguinte dinâmica: cada autor era responsável por um capítulo, que deveria dar sequência à narrativa do anterior. Considera-se essa forma de conceber uma história como um gesto inovador para o gênero detetivesco, haja vista que se criou, de certo modo, um jogo com os conceitos de autor - leitor - detetive, pois para escrever a sua parte, o escritor tinha que antes ler a de seu colega, bem como, buscar decifrar de forma mais precisa o mistério que vinha se construindo, em prol de escrever uma boa continuidade. Como os dois romances foram publicados primeiramente no jornal, também observamos os significados que ecoam dessa conexão, como a técnica do cliffhanger e o estilo narrativo mais sucinto/direto. Não obstante, destaca-se também que esse este trabalho é um resgate histórico-literário, uma vez que por não fazerem parte da obra principal de cada um dos autores do grupo, tais romances acabaram sendo esquecidos.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65304
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • A perversidade do homem conivente: o Mal em Edgar Allan Poe e Stephen King

    • Authors: João Vitor Temóteo Viana
      Pages: 565 - 577
      Abstract: O presente trabalho que pretende analisar sob quais estratégias textuais e representações estéticas a categoria do Mal apresenta-se em duas narrativas literárias: o conto “O gato preto”, de Edgar Allan Poe, e a novela “1922”, de Stephen King. A justificativa para a realização deste estudo consiste na oportunidade de se analisar como esses dois autores trabalham um tópico tão recorrente na Literatura. No que tange aos pressupostos teóricos deste estudo, para se discutir a questão do Mal, tomou-se como referência o trabalho de Silva (2011) e Araujo e França (2019). Para que isto fosse realizado, foi feita uma leitura crítico-analítica do corpus, o que permite que este trabalho seja compreendido como descritivo e bibliográfico. Por fim, observou-se que, tanto em “O gato preto” como em “1922”, o Mal aparece como algo essencialmente humano.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.65293
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • O TEMPO VERBAL EM PERSPECTIVA COGNITIVISTA

    • Authors: Felipe de Andrade Constancio
      Pages: 578 - 582
      Abstract: Trata-se de resenha sobre o livro O tempo, o tempo linguístico e o tempo verbal: propriedades e relações, publicado pela Editora Contexto em 2020.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.63791
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Acre: Novas narrativas e perspectivas

    • Authors: Jirlany Marreiro Costa Bezerra
      Pages: 583 - 587
      Abstract: A resenha aborda de forma crítica o livro: Acre, Formas de Olhar e Narrar: Natureza e História nas Ausências” (2020) do Doutor Francisco Bento da Silva, fruto do seu pós-doutoramento em História pela Universidade do Rio de Janeiro, onde aborda novos olhares e narrativas sobre o Acre.
      PubDate: 2022-05-04
      DOI: 10.12957/palimpsesto.2022.64805
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
  • Expediente

    • Authors: Lais Alves, Thayane Verçosa
      Pages: 588 - 593
      Abstract: Expediente do número 38
      PubDate: 2022-05-04
      Issue No: Vol. 21, No. 38 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 34.231.247.88
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-