Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro   (Total: 43 journals)   [Sort by number of followers]

Showing 1 - 43 of 43 Journals sorted alphabetically
Abusões     Open Access   (Followers: 2)
Ballot     Open Access  
Caderno Seminal     Open Access  
Cadernos de Estudos Sociais e Políticos     Open Access   (Followers: 2)
Cadernos do Desenvolvimento Fluminense     Open Access  
Cadernos do IME : Série Estatística     Open Access  
Cadernos do IME : Série Informática     Open Access  
Cadernos do IME : Série Matemática     Open Access  
Childhood & Philosophy     Open Access   (Followers: 9)
DEMETRA : Alimentação, Nutrição & Saúde     Open Access  
e-Mosaicos : Revista Multidisciplinar de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira     Open Access  
Ekstasis : Revista de Hermenêutica e Fenomenologia     Open Access   (Followers: 1)
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporânea     Open Access   (Followers: 1)
Espaço e Cultura     Open Access  
Estudos e Pesquisas em Psicologia     Open Access  
Geo UERJ     Open Access  
História, Natureza e Espaço - Revista Eletrônica do Grupo de Pesquisa NIESBF     Open Access  
Intellèctus     Open Access  
J. of Sedimentary Environments     Open Access  
Jornal Brasileiro de TeleSSaúde     Open Access  
Logos : Comunicação e Universidade     Open Access  
Matraga - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ     Open Access  
Palimpsesto : Revista da Pós-Graduação em Letras da UERJ     Open Access  
Pensares em Revista     Open Access  
Periferia     Open Access  
Physis : Revista de Saúde Coletiva     Open Access  
Polêm!ca     Open Access  
Psicologia e Saber Social     Open Access   (Followers: 1)
Revista da Faculdade de Direito da UERJ     Open Access   (Followers: 1)
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ     Open Access  
Revista de Finanças Públicas, Tributação e Desenvolvimento     Open Access  
Revista Direito e Práxis     Open Access   (Followers: 1)
Revista Eletrônica de Direito Processual     Open Access  
Revista Enfermagem UERJ     Open Access   (SJR: 0.248, CiteScore: 0)
Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto     Open Access  
Revista Maracanan     Open Access  
Revista Neiba, Cadernos Argentina Brasil     Open Access  
Revista Quaestio Iuris     Open Access  
Revista Tamoios     Open Access  
Revista Teias     Open Access  
Soletras Revista     Open Access  
Sustinere : Revista de Saúde e Educação     Open Access  
Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares     Open Access  
Similar Journals
Journal Cover
Sustinere : Revista de Saúde e Educação
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2359-0424
Published by Universidade do Estado do Rio de Janeiro Homepage  [43 journals]
  • Editorial

    • Authors: Thereza Cristina Ferreira Camello
      Pages: 343 - 345
      Abstract: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.71703
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Knowledge about first aid among physical education professionals outside
           school settings

    • Authors: Vitor Loureiro da Silva, Régis de Lirio Nunes, Camila Cristina Adeodato Pereira, Ana Paula Lima-Leopoldo, Wellington Lunz, Rodrigo Luiz Vancini, André Soares Leopoldo
      Pages: 346 - 365
      Abstract: Approaches of Physical Education professionals, which work in non-school settings, include the development of simple physical activities for health maintenance and quality of life improvement, physical training prescriptions for high performance purposes and orientation of therapeutic protocols. However, the interventions may lead to accidents of all types to the practitioners and, therefore, it obliges the professionals to act as a primary rescuer in situations of urgency and emergency. This research aimed to investigate the knowledge level in first aid of Physical Education professionals who work in non-school settings. Three hundred eighteen Physical Education professionals, who work non-school settings, were submitted to questionnaires with multiple choices, and essay questions about First Aid. The participants, on a larger scale, had access to First Aid contents during the academic education period, either at college or through external courses (92.8%). However, the course completion, at a specific time in the undergraduate process, has not been sufficient to prepare them for urgency and/or emergency situations. In addition, they presented little ability with basic concepts and behaviors, especially regarding cardiopulmonary resuscitation and the use of automatic external defibrillator. Additionally, 72% of professionals answered they do not have self-confidence to provide first aid in any situation. In conclusion, Physical Education professionals present insufficient theoretical knowledge in first aid, being necessary some better training in this area, both in the theoretical and practical aspects. 
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.45333
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Sentidos e significados atribuídos por estudantes de Odontologia ao
           Estágio Rural em Saúde Coletiva

    • Authors: Wendy Ramenã Alves da Silva Pryjma, Alexandre Augusto Leão Pryjma, André Luiz Machado das Neves, Lauramaris de Arruda Régis-Aranha, Elizabeth Teixeira, Breno de Oliveira Ferreira
      Pages: 366 - 383
      Abstract: As atualizações das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) estabelecidas para o curso de graduação em Odontologia destacaram que a formação do cirurgião-dentista deve se pautar nos princípios doutrinários do Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo as proximidades com as necessidades de saúde de cada realidade loco-regional. Portanto, esta pesquisa teve como objetivo compreender os sentidos e os significados atribuídos à experiência do Estágio Rural em Saúde Coletiva (ERSC) por estudantes do curso de Odontologia de uma universidade pública localizada em Manaus, Amazonas. Trata-se de um estudo do tipo qualitativo com dezesseis estudantes matriculados na disciplina ERSC. A técnica de grupo focal foi utilizada na coleta de dados, que posteriormente foram analisados à luz da perspectiva histórico-cultural. Identificou-se três núcleos de significação: 1) “Ver como é o atendimento odontológico fora da Policlínica”: da bolha da Policlínica ao atendimento multiprofissional; 2) Maturidade e identidade profissional: “estarei lá como um dentista e não só como um estudante”; 3) Práxis do cirurgião-dentista: “aprender a trabalhar”. Os resultados mostraram que sentidos atribuídos à experiência são pendulares, tanto positivos como negativos, e conectam-se na relação trabalho, educação e saúde. Os estudantes consideraram que o ERSC era essencial para refletirem sobre a própria práxis, e identificarem quais pontos precisavam ser melhorados na formação acadêmica. O estágio foi, ainda, percebido como uma proposta que se alinhavava com as diversidades regionais e econômicas dos sistemas locais de saúde do SUS, levando em conta as peculiaridades e singularidades dos municípios do interior do Amazonas.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.51443
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Intenção dos estudantes de medicina em atuar no SUS: fatores
           explicativos

    • Authors: Vitória Batista Calmon de Passos, Renata Meira Veras, Vagner Herculano de Souza, Sheyla Fernandes, Pedro Afonso Cortez
      Pages: 384 - 401
      Abstract: Apesar de seus inúmeros benefícios, é fato que uma das maiores dificuldades que o Sistema Único de Saúde enfrenta diz respeito à escassez de médicos. Tendo em vista que uma série de questões pode influenciar a decisão dos estudantes acerca de quais espaços de trabalho querem atuar, investigar essas influências pode contribuir significativamente para o desenvolvimento de medidas, políticas, estratégias, que contribuam para atrair mais profissionais para o serviço público. Diante disso, este estudo objetivou evidenciar que fatores explicam a pretensão do estudante de medicina optar pela atuação no SUS e verificar se existem diferenças nesta intenção entre estudantes egressos do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde e aqueles que não têm o BIS como graduação prévia. Para tanto, foram aplicados questionários a 438 estudantes e foi utilizado o software SPSS para processamento dos dados. A partir disto, identificou-se que renda familiar, recebimento de auxílios estudantis e experiências metodológicas com casos clínicos, narrativas médicas e teatro são fatores de influência nessa escolha. Acerca da influência da renda, acredita-se que a visão da profissão enquanto método de ascensão social pode ser uma das justificativas. Enquanto isso, quanto às experiências metodológicas, acredita-se que lançar mão de estratégias criativas e que considerem as Humanidades é fundamental. Assim, acredita-se que este estudo pode contribuir para o delineamento de políticas de formação e educação em saúde que considerem tais informações, e dessa maneira, possam estimular os estudantes a escolherem o SUS como espaço de trabalho, ajudando a fortalecê-lo.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.54316
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Educação Profissional Técnica em Enfermagem no Estado de São Paulo: o
           cenário das escolas técnicas estaduais

    • Authors: Paulo Roberto Prado Constantino, Helena Gemignani Peterossi, Márcia Regina de Oliveira Poletine
      Pages: 402 - 420
      Abstract: No presente estudo, refletimos sobre a educação profissional tendo como cenário as escolas técnicas estaduais [Etecs] que ofertam cursos técnicos em Enfermagem no estado de São Paulo. Por meio de pesquisa documental, realizou-se um mapeamento dos cursos técnicos do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza [CEETEPS] entre os anos de 1998 e 2020, em paralelo às reflexões sobre a ação e formação dos professores que atuam em ambientes hospitalares. As matrículas no período tiveram um aumento de 106% e foram identificados aspectos como a relação candidato-vaga na série histórica, proporcionalidade das matrículas por gênero, distribuição deste atendimento nas diferentes regiões administrativas do estado, bem como destaques relacionados à organização curricular prescrita às unidades escolares. Reconhecemos que estes cursos técnicos em Enfermagem vêm atendendo uma demanda que permaneceu aquecida em São Paulo, mesmo em anos de recessão e situação de desemprego. Ao debater os limites e possibilidades aferidos, suscitamos a possibilidade de ampliação das políticas públicas para a educação profissional na área, a necessidade de adaptação da formação docente aos ambientes educacionais peculiares, além do destaque à capilaridade e presença dos cursos técnicos no interior do estado. Também foi ressaltada a carga horária robusta das práticas curriculares, que visava favorecer as experiências dos alunos nos campos de estágio
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.57969
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Physicochemical characterization of the powder from Eugenia stipitata
           McVaugh ssp. sororia McVaugh (Myrtaceae) leaf

    • Authors: Márcia Bay, Renato Abreu Lima
      Pages: 421 - 433
      Abstract: Brazilian biodiversity is recognized as one of the most expressive in the terrestrial biosphere. The Eugenia stipitata plant, known as araçá-boi, belongs to the Myrtaceae family composed of more than 130 genera and 4.000 species of green shrubs and trees throughout the year. However, for the plant to be used in medicinal form, there is a need to establish the parameters for the quality control of plant raw material and dry extract. In this sense, the present work aimed to contribute to the physical and chemical study of E. stipitata leaves. The plant was collected in the municipality of Porto Velho-RO, thus making a desiccant that was deposited in a herbarium. The physical-chemical procedures were performed at the Organic Chemistry Laboratory of the Federal Institute of Science and Technology - IFRO, Campus Porto Velho-RO. Qualitative tests for the identification of the main classes of secondary metabolites were based on specific methodologies of Phytochemistry. Later, the extractive solution of the leaves of E. stipitata passed through the relative density, determining the potential of ionic hydrogen (pH). In addition, total ash and the granulometry of the vegetable raw material were determined. The data obtained indicate the presence of groups of substances normally associated with different biological activities and which may justify the medicinal use of the species. In addition, these groups agree with those observed in other species representing the Myrtaceae family. Therefore, future studies are needed that can contribute to obtain relevant information about the standardization and quality control of the raw material of this species.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.51351
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Contaminação química de alimentos vegetais e a saúde: Agricultura
           convencional x orgânica

    • Authors: Andressa da Silva Muniz, Larissa de Oliveira Aragão, Simone Lorena Quitério de Souza
      Pages: 434 - 450
      Abstract: Frente à crise climática e ao crescimento populacional, o sistema de produção alimentar tem sido amplamente debatido e, até mesmo, repensado nas últimas décadas. A procura por formas mais sustentáveis de produzir alimentos e a preocupação com a saúde levou a uma crescente demanda pelo consumo de alimentos cultivados de forma orgânica em relação aos alimentos produzidos através da agricultura convencional, que utiliza livremente pesticidas e fertilizantes sintéticos. O método de cultivo utilizado impacta diretamente na saúde dos trabalhadores rurais e dos consumidores finais. A ingestão de alimentos contaminados por fontes agroquímicas pode levar ao desenvolvimento de câncer e danos aos sistemas endócrino, nervoso e respiratório, dentre outros. O objetivo deste estudo é discutir a contaminação química de alimentos em dois modelos distintos de produção: convencional e orgânico, através do levantamento de dados bibliográficos de pesquisas conduzidas no Brasil. Como resultados, foram encontrados      contaminantes químicos mesmo em sistemas que são vistos como mais seguros, assim como a presença de agrotóxicos que são proibidos para determinadas culturas, evidenciando a importância da conscientização quanto aos riscos à saúde pela exposição a esses compostos, além da identificação de sintomas associados à intoxicação, principalmente por parte dos trabalhadores rurais. Mediante o exposto, é fundamental que haja um trabalho de Educação Ambiental destinado aos que lidam diretamente com a produção alimentar, em que as minorias são de alta importância no processo, cabendo especial atenção aos indivíduos com baixa ou nenhuma escolaridade, tangendo instruções/meios adequados para um manejo correto de compostos como agrotóxicos.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.59976
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Contaminação por pesticidas organoclorados e seus efeitos na Cidade dos
           Meninos, Duque de Caxias, Rio de Janeiro: Uma revisão bibliográfica

    • Authors: Daianny Cristine Pereira da Silva, Patrick Mondaini das Neves, Viviane Muniz da Silva Fragoso
      Pages: 451 - 477
      Abstract: Na década de 60, uma fábrica de pesticidas organoclorados finalizou suas atividades e cerca de 300 toneladas de resíduos foram deixados no bairro Cidade dos Meninos em Duque de Caxias – RJ. Essas substâncias contaminaram o solo e a população presente na região. A partir disso, o objetivo desse estudo consiste em compreender os riscos para a saúde relacionados a contaminação por pesticidas, além de conhecer possíveis métodos de remediação e políticas públicas voltadas à população da Cidade dos Meninos. Trata-se de uma revisão bibliográfica de artigos indexados e de outros trabalhos científicos disponíveis em bases de dados como Science Direct, Pubmed e Scielo, em períodos específicos de tempo. Os estudos relacionaram a contaminação por pesticidas organoclorados à manifestação de várias doenças, dentre elas: câncer de mama, câncer testicular, mau desenvolvimento de fetos em gestações, além de alterações na proporção de sexos dos bebês. Em relação aos métodos de remediação que podem ser aplicados, os mais indicados para a Cidade dos Meninos são a fitorremediação e a absorção, necessitando do estudo dos materiais que podem ser utilizados na descontaminação. Concluímos que a contaminação do solo por pesticidas associado ao pouco investimento das autoridades na remoção dos poluentes pode prejudicar a saúde dos moradores locais e adjacentes devido a produção e distribuição de alimentos. Tal panorama justifica a importância de mais estudos e esforços das autoridades no tratamento do solo para reduzir a longo prazo os danos à saúde humana e ao meio ambiente.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.61305
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • (Im)possibilidades na gestão da saúde e segurança de uma equipe de
           enfermagem em uma unidade de terapia intensiva - UTI de um hospital no
           interior de Minas Gerais

    • Authors: Thaís Sant’Ana Cunha Lima, Geraldo Fabiano de Souza Moraes, Davidson Passos Mendes
      Pages: 478 - 500
      Abstract: Este artigo tem como objetivo identificar as estratégias de regulação, individuais e coletivas, adotadas por uma equipe de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para gerir as variabilidades e atingir os objetivos produtivos e de gestão da saúde e segurança no setor e no contexto analisado. A metodologia empregada no estudo tem embasamento na Análise Ergonômica do Trabalho (AET) e na Ergologia. Como resultado, ficou evidenciado que estratégias individuais e coletivas são realizadas a todo o momento para suprir as variabilidades impostas pelo meio, gerir os riscos do processo, que é complexo e que demanda uma necessária cooperação do coletivo, cuja regulação se efetiva na ressingularização frente às normas locais, necessárias para a construção e atualização de saberes frente ao risco e constrangimentos impostos, além do excesso de rotatividade que causa impactos no setor, como perda de saberes, valores e desestruturação desse coletivo, que é estruturante. 
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.55998
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Serviço de Atendimento Móvel de Urgência: um perfil
           clínico-epidemiológico do município de Palmas, estado de Tocantins,
           Brasil

    • Authors: Simone Sampaio da Costa, Anselmo Cordeiro de Souza, Marina Araújo Siqueira, Myllena Diniz Petrovitch, Elias Ferreira Porto
      Pages: 501 - 520
      Abstract: As características populacionais e geográficas de cada serviço móvel de urgência interferem diretamente em sua efetividade, e existem vários relatos de que as ações locais desenvolvidas pelo serviço têm resultados imediatos pouco conhecidos. Assim, o objetivo foi descrever o perfil de atendimentos realizados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no município de Palmas, no Estado de Tocantins. Trata-se de uma pesquisa retrospectiva e documental de abordagem quantitativa. Foram avaliadas 3.037 fichas de registro referentes a 2018. A média de idade das vítimas foi 41,2±23,6 anos, tempo de resposta com mediana de 9. O dia da semana com mais ocorrências foi o sábado. Houve maiores proporções de atendimento do tipo “socorro”; de natureza “clínica”, e “residência” como local de atendimento. Em relação ao sexo, houve maiores proporções de atendimento entre os homens em todas as naturezas elencadas. Houve ainda maiores proporções de causas traumáticas nas faixas de 19 a 39 anos, porém para as faixas etárias de 50 a 80 anos ou mais houve maiores proporções de causas clínicas. Em relação às causas externas, houve prevalência de acidentes de trânsito; entre as causas clínicas, predominaram crise convulsiva, parada cardiopulmonar e síncope; e no atendimento obstétrico, prevaleceu trabalho de parto. O destino dos atendimentos foi predominante em hospitais. Esses dados, se inseridos na agenda dos tomadores de decisão, podem subsidiar melhores e mais efetivas práticas de contenção e atenuação dos agravos recorrentes, bem como a promoção corresponsável da saúde mediante a utilização adequada do equipamento de serviço móvel de urgência.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.49968
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Percepção de trabalhadores da Atenção Básica sobre a atuação
           interprofissional da equipe de saúde bucal

    • Authors: Carla Barbosa Pereira, Sarah Beatriz Coceiro Meirelles Félix, Mayra Le Senechal Horta, Marilisa Carneiro Leão Gabardo, Pablo Guilherme Caldarelli
      Pages: 521 - 538
      Abstract: Introdução: Propôs-se analisar a percepção de trabalhadores da atenção básica sobre a atuação interprofissional da equipe de saúde bucal (eSB). Material e Métodos: Com abordagem descritiva e qualitativa, entrevistas semiestruturadas e audiogravadas, com duração média de 20 minutos, sendo realizadas individualmente em ambiente fechado, por um pesquisador previamente capacitado, com profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) e do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) do município de Londrina, PR, Brasil. Dessa forma, a amostra foi constituída por: dois cirurgiões-dentistas, dois enfermeiros, dois farmacêuticos, dois fisioterapeutas, dois médicos, dois nutricionistas, dois profissionais de educação física e dois psicólogos. Um roteiro semiestruturado constituía-se de duas partes: a primeira com questionamentos sobre o perfil profissional dos entrevistados e a segunda com questões norteadoras a respeito da percepção do trabalho interprofissional, conhecimento das atividades desenvolvidas pelo cirurgião-dentista e eSB, assim como a integração e articulação da eSB com os demais profissionais da equipe de saúde (potencialidades e fragilidades). Pela técnica de Análise de Conteúdo de Bardin, as respostas foram agrupadas em: percepções dos trabalhadores em relação ao trabalho interprofissional, integração entre Odontologia e ESF/NASF-AB, e potencialidades e fragilidades da Odontologia na prática interprofissional. Resultados: Com a inserção da Odontologia na ESF ampliou-se o acesso aos serviços odontológicos, ponto destacado como potencialidade. No entanto, as atividades desenvolvidas pela eSB permaneceram associadas aos procedimentos técnicos e individuais. Considerações finais: Concluiu-se que as práticas interprofissionais ainda se apresentam como um desafio para os trabalhadores da Odontologia na ESF.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.57232
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Violência doméstica contra mulher: o conhecimento como alicerce para o
           exercício da parresia pelos enfermeiros

    • Authors: Cristiane Lopes Amarijo, Victoria Leslyê Rocha Gutmann, Daniele Ferreira Acosta, Camila Daiane Silva
      Pages: 539 - 555
      Abstract: O conhecimento é capaz de transformar realidades, de tal forma que a sociedade se equipa com suas verdades para compartilhá-las com os demais, exercendo a parresia, isto é, a coragem de dizer a verdade. Os profissionais que atuam na problemática da violência contra a mulher também precisam estar munidos com seus conhecimentos para que, junto com o indivíduo, transforme sua realidade. Assim, o presente estudo busca identificar e analisar o conhecimento subjetivo e objetivo dos enfermeiros atuantes na Atenção Básica acerca da violência doméstica contra a mulher, sob a perspectiva do exercício da parresia. Trata-se de uma pesquisa qualitativa desenvolvida com 20 enfermeiros atuantes na Atenção Básica de um município localizado ao sul do Rio Grande do Sul. Coletou-se os dados entre abril e junho de 2018, por meio de entrevistas semiestruturadas gravadas. O conteúdo das entrevistas foi inserido no software NVivo e tratado à luz da Análise Textual Discursiva. Verificou-se que os enfermeiros possuem conhecimento subjetivo e conhecimento objetivo acerca da violência doméstica contra mulher para o exercício da parresia. O conhecimento subjetivo se refere a tudo que é intrínseco ao sujeito, elaborado a partir das suas experiências, pensamentos e convicções, enquanto que o conhecimento objetivo compreende o saber científico. Estes conhecimentos são complementares e contribuem para a atuação junto às mulheres. Diagnosticar a violência doméstica na vida de mulheres que mantém essa chaga velada e ainda agir como parresiasta é uma tarefa árdua, mas capaz de transformar realidades.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.57274
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Quais determinantes individuais e sociais estão associados ao relato de
           testagem positiva para COVID-19 em comunidades universitárias
           brasileiras'

    • Authors: Thiago Ferreira de Sousa, Sueyla Ferreira da Silva dos Santos, Doiara Silva dos Santos, Grasiely Faccin Borges, Dirceu Santos Silva, Ana Maria Dourado Lavinsky Fontes, Soraya Dantas Santiago dos Anjos, Vitória Solange Coelho Ferreira, Cilene Rebolho Martins, Giseli Minatto, Sheilla Tribess, Silvio Aparecido Fonseca
      Pages: 556 - 572
      Abstract: Introdução: A pandemia da COVID-19 afetou a comunidade universitária brasileira, desta forma o conhecimento acerca das características individuais e sociais que determinam o adoecimento desse grupo é essencial. Objetivo: Estimar a prevalência e os fatores associados ao relato de testagem positiva para a COVID-19 em comunidade universitária brasileira. Métodos: Realizou-se a análise da linha de base de um estudo longitudinal conduzido em 2020, com discentes docentes e técnicos em 11 instituições de ensino superior. O relato de testagem positiva para COVID-19 e demais variáveis investigadas foram coletadas por um questionário on-line. As razões de prevalências (RP) foram empregadas como medida de associação nas análises brutas e ajustadas. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: Participaram 4.809 voluntários e desse total 3,8% relataram testagem positiva para COVID-19. Menores prevalências desse relato foram observadas para todas as regiões quando comparada a região Norte, e com maiores prevalências em mulheres (RP: 1,59; IC95%: 1,14–2,22), com o aumento da idade (RP: 1,02; IC95%: 1,01–1,03), de cor da pele preta (RP: 1,93; IC95%: 1,20–3,08) e parda (RP: 1,67; IC95%: 1,15–2,43), ter companheiro e não estar em distanciamento social (RP: 2,09; IC95%: 1,50–2,92). Conclusão: Conclui-se que quatro em cada 10 membros da comunidade universitária relataram ter testado positivo para a COVID-19. A ocorrência da infecção foi frequente na região Norte, em mulheres, com o aumento da idade e com companheiro, que se autodeclararam com cor da pele preta/parda e não estavam em distanciamento social.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.60673
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Dificuldades enfrentadas pelo cuidador do idoso com doença de Alzheimer:
           uma revisão integrativa

    • Authors: Maria Izabel Félix Rocha, Wady Wendler Soares Veras e Silva, Kelly Sivocy Sampaio Teixeira, Francisco Artur e Silva Filho
      Pages: 573 - 590
      Abstract: A doença de Alzheimer (DA) é uma síndrome clínica decorrente de doença ou disfunção cerebral, usualmente de natureza crônica e progressiva. Os cuidadores dos idosos com DA são de suma importância para esses pacientes, pois os ajudam em atividades simples e complexas do seu cotidiano. Porém, esses trabalhadores acabam sobrecarregados de atribuições e responsabilidades. O objetivo desse estudo é analisar publicações relacionadas as dificuldades enfrentadas pelos cuidadores de idosos com DA. O presente estudo trata-se de uma revisão integrativa da literatura, em que foram utilizados artigos das bases de dados PubMed, LILACS e SciELo, no período de 2009 a novembro de 2019. Com documentos no idioma português e inglês, os descritores utilizados foram ‘’Doença de Alzheimer’’; ‘’Cuidadores’’; ‘’Idosos’’ e ‘’Alzheimer Disease’’;’’Caregivers’’; ‘’Aged’’.  Depois de feito as buscas nas bases de dados, foram selecionados 217 artigos, que foram analisados criteriosamente com uma amostra final de 15 manuscritos. Ademais, foi feita a leitura dos artigos selecionados na íntegra, onde surgiu quatro categorias de análise, que são elas: “Perfil dos Cuidadores de Idosos com DA”; “Limites e Estratégias no cuidado ao idoso com DA”; “Sobrecarga dos cuidadores de idosos com DA”; “Qualidade de vida do cuidador do idoso com DA”. Observou-se que os estudos analisados apontam inúmeros dificuldades que podem limitar o cuidador, como a sobrecarga de trabalho, não acesso a intervenções psicoeducacionais, escolaridade baixa, renda precária e atenção constante ao idoso, que afetam a qualidade de vida do cuidador e prejudicam a sua saúde global. Logo, torna-se necessário o desenvolvimento de ações como uma intervenção psicoeducacional e consulta em psicólogos, tanto para o idoso como para o cuidador, para que dessa forma, possa facilitar a vida desses indivíduos.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.62570
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Excesso de peso em adolescentes piauienses acompanhados pelo Sistema de
           Vigilância Alimentar e Nutricional

    • Authors: Layonne de Sousa Carvalho Rodrigues, Jéssica Batista Beserra, Claudiane Batista de Sousa, Osmar de Oliveira Cardoso, Marize Melo dos Santos
      Pages: 591 - 607
      Abstract: Objetivou-se analisar a evolução da prevalência de excesso de peso em adolescentes piauienses acompanhados pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, nos anos de 2015 a 2019. Trata-se de estudo quantitativo, transversal e analítico, utilizando-se dados secundários provenientes dos relatórios de domínio público do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN). Para geração dos relatórios, estabeleceram-se os seguintes critérios de busca: indivíduos adolescentes, índice IMC por idade, sexos masculino e feminino, agrupamento por Estado (Piauí) e anos de referência supracitados. Para as associações, o software Statistical Package for the Social Sciences, versão 20.0, foi utilizado para realizar teste Qui-Quadrado, considerando-se nível de significância de 5%. Análise de tendência temporal foi realizada utilizando-se o software Joinpoint Regression Program, versão 4.8.0.1, considerando-se p<0,05.  A média de adolescentes acompanhados durante o período de 2015 a 2019 foi de 144.368 adolescentes/ano. O SISVAN revelou aumento na prevalência de adolescentes piauienses com excesso de peso durante esse mesmo período, de 19,0% em 2015 para 22,5% em 2019. No último ano, observaram-se maiores frequências de obesidade e obesidade grave (5,75% e 0,96%, respectivamente), e associação significativa entre a presença de excesso de peso e o sexo dos adolescentes, maior entre meninos (p<0,001). Observou-se tendência ascendente significativa no percentual de excesso de peso na população total e ambos os sexos no período avaliado. Evidencia-se o aumento do excesso de peso entre os adolescentes piauienses, tornando-se imprescindível a realização de estudos e medidas de intervenção no estilo de vida destes indivíduos, especialmente entre o sexo masculino.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.58053
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Investigação do estilo de vida de doentes renais crônicos
           em hemodiálise

    • Authors: Ernandes Gonçalves Dias, Adriana dos Santos Pereira Machado, Lucília Aparecida Antunes Barbosa, Rondinele Antunes de Araújo, Maiza Barbosa Caldeira
      Pages: 608 - 624
      Abstract: Introdução: a doença renal crônica é caracterizada por uma desordem da atividade renal, na qual os rins perdem progressiva e irreversivelmente a função e a capacidade. Em função da doença e do tratamento o estilo de vida do doente renal é alterado e deve ser verificado. Objetivo: investigar o estilo de vida de pacientes renais crônicos em hemodiálise em uma cidade do norte de Minas Gerais.  Metodologia: trata-se de um estudo descritivo, qualitativo com dados coletados entre fevereiro e março de 2021 por meio de uma entrevista semiestruturada, analisadas mediante Análise Temática com sustentação na Teoria das necessidades humanas básicas. Resultados: participaram do estudo 10 doentes renais crônicos com idade entre 39 e 87 anos, com diagnóstico da doença há mais de cinco anos. Manifestaram que sentiram medo de lidar com a doença e descontentamento com o diagnóstico. Esses sentimentos influenciaram na aceitação da doença e adesão ao tratamento, nas relações sociais, no trabalho e no lazer. Foram relatadas, ainda, alterações relacionadas ao sono/repouso, aos hábitos alimentares e na ingestão de líquidos devido às limitações impostas pelo tratamento. Conclusão: espera-se provocar reflexões sobre a necessidade da adoção de um novo estilo de vida para manutenção de um bom estado de saúde e da qualidade de vida pelo doente renal crônico. Ainda, que os profissionais de saúde se sensibilizem da importância do trabalho educativo e preventivo em longo prazo como estratégia de promoção da saúde e da necessidade de apoiar os usuários na adoção de um estilo de vida saudável.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.63272
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Motivos para a participação nas aulas de educação física segundo
           adolescentes do ensino fundamental

    • Authors: Vanilson Batista Lemes, Naildo Santos Silva, Adroaldo Cezar Araujo Gaya, Arieli Fernandes Dias, Caroline Brand, Juliana Oliveira da Silva, Anelise Reis Gaya
      Pages: 625 - 640
      Abstract: Os objetivos consistem em descrever os motivos para a participação nas aulas de educação física escolar de adolescentes entre o sexto e nono ano do ensino fundamental e comparar a ocorrência de motivos entre sexos. Essa é uma pesquisa descritiva, realizada com 71 adolescentes com idade média de 13 anos, 27 meninas e 44 meninos em uma escola do Sul do Brasil. Para avaliar os motivos foi realizado um diagnóstico com duas questões abertas. As respostas foram sumarizadas em categorias de acordo com a análise de conteúdo. Após, foram transformadas em 3 variáveis quantitativas dummy. Realizou-se uma análise descritiva de ocorrências e calculou-se a razão de prevalência entre sexos. Os resultados sugerem que os motivos individuais foram diversificados, os adolescentes acreditam que a educação física é “legal”, importante para o corpo, para a estética, para a saúde, bem-estar, para brincar, por ter jogos, por ter esportes, pela dança, exercícios físicos, por gostarem de atividades ao ar livre. A comparação entre sexos aponta que há ocorrência de apenas 18% de meninas versus 47% de meninos (RP: 0,245; p=0,016) que aderem em virtude do exercício físico e do esporte, e 44% das meninas versus 20% de meninos reportaram a aptidão física e a saúde (RP: 3,111; p=0,035). Conclui-se que adolescentes tem diversos motivos para participação na educação física.  Esporte e o exercício físico são motivos descritos pelos meninos. As meninas indicaram maior ocorrência de motivos na categoria aptidão física e saúde.Palavras-chave: Adesão, Educação física, motivação, atividade física
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.50455
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • The self-perception of health and safety of health professionals in coping
           with covid-19

    • Authors: Cristine Rodrigues Fernandes Santos, Priscilla Chantal Duarte Silva, Ricardo Luiz Perez Teixeira, Anna Rita Tomich Magalhães Felippe
      Pages: 641 - 663
      Abstract: During the pandemic, healthcare workers adapted to the new routine of Covid-19 protocols. In addition to the occupational risks of the profession, they also had to deal with the risks related to SARS-CoV-2. Overwork, lack of equipment, vacancies, reduced bed numbers, and fake news about medications without scientific proof, in addition to fear and insecurity in hospitals have led health professionals to exhaustion. The aim of this study is to analyze how self-perception about health and safety of health professionals can be observed in the discourses of protection in the pandemic context. The methodological basis is mixed in nature. The integrative literature review is used together with the questionnaire technique for the survey of information about the self-perception of the studied professionals. The results indicate that, linguistically, the image of professionals about health and safety is a mental health intervention is fundamental, considering that 90.5% of the sample said to be at the limit of exhaustion and 73.8% said to have been psychologically shaken by the pandemic. Stress, anxiety, changes in sleep pattern, and irritability were the most common changes in daily working life. The phenomenon of fake news also proved to be a major difficulty for workers working in the pandemic, and the discourses of the media and the general population directly influenced how to cope with the disease. It is concluded that post-pandemic psychological support is essential for workers and recent studies focused on post-pandemic effects and their influence in terms of discourse analysis.Keywords: Covid-19, health professionals, protection speeches, vaccination.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.64120
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Uma proposta pedagógica para prevenção da esquistossomose: o jogo
           "Barriga D’água"

    • Authors: Anderson Sampaio Carapiá, Larissa Ribeiro Bastos, Antonio Santos Conceição, João Gabriel Moreira Monteiro, Rafael dos Santos Luna da Silva, Márcio Renê Brandão Soussa, Lidia Cristina Villela Ribeiro
      Pages: 664 - 678
      Abstract: Esta pesquisa propõe um jogo educativo para o fornecimento de informações preventivas sobre a Esquistossomose. Esta doença é uma endemia parasitária de veiculação hídrica causada pelo Schistosoma mansoni e que ainda é considerada um problema de saúde pública no Brasil. A ferramenta foi criada em um projeto de pesquisa e testada com 19 jogadores, com idades variando de 7 a 15 anos, durante uma ação social realizada em uma unidade escolar no município de Salvador, Bahia. Foram aplicados questionários, antes e depois do jogo, para a verificação de seus atributos. Os resultados indicaram unanimidade de aceitação do jogo por parte dos jogadores, validando a sua propriedade de entretenimento. Quanto ao efeito educativo, a análise dos dados também mostrou eficácia da ferramenta na transmissão de saberes sobre a doença, em todas as respostas obtidas, após o uso do jogo. Atribuímos o êxito à construção de cenários condizentes com a vida real, informações de fácil compreensão, objetividade, dinamismo e a proposta de uma integração baseada na tríade educação – comunicação - diversão. Experiências educativas extramuros que permitam interações entre as Universidades e Escolas de Ensino Fundamental e Médio tem fundamental importância no fortalecimento da educação e da preocupação com o social pois permite o envolvimento de comunidades locais e o desenvolvimento de competências e habilidades em todos os docentes e discentes envolvidos nas ações. Sugere-se a aplicação do jogo em uma ação mais ampla e duradoura em escolas com acompanhamento de outras práticas pedagógicas, para se garantir mudanças comportamentais e formar agentes multiplicadores.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.65696
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Educação em saúde, alimentação e nutrição em escolas da zona rural
           de um município do sul do Brasil

    • Authors: Karla Pereira Machado, Nathalia Brandão Peter, Camila Irigonhé Ramos
      Pages: 679 - 691
      Abstract: A infância e adolescência tornam-se um importante período para o desenvolvimento de práticas alimentares adequadas e a escola desempenha um importante papel na constituição dessas práticas, sendo o professor um interlocutor fundamental, pelo maior envolvimento na realidade social e cultural de cada aluno. O objetivo foi avaliar a realização de ações educativas em saúde e em alimentação e nutrição pelos professores da rede municipal das escolas da zona rural da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo transversal, constituído por professores da escola rural, do município de Pelotas, Rio Grande do Sul. Foi realizado o escore das ações previstas e realizadas nas escolas, denominando de “integralidade”. A amostra foi de 114 professores. Considerando as ações que faziam parte no projeto pedagógico da escola, 95,0% (n=108) dos professores responderam que as ações educativas de saúde e 94,7% (n=108) alimentação e nutrição estavam previstas. E a realização de ações educativas em saúde pelos professores foi de 67,5% (IC95%: 58,8; 76,3) e de alimentação e nutrição foi de 57,0% (IC95%: 47,8; 66,2). E um pouco mais da metade (52,2%; n=59) dos entrevistados respondeu positivamente aos quatro itens avaliados. É importante melhorar a formação dos professores, por meio da educação permanente, além de contar com o apoio de profissionais qualificados, como nutricionistas, na ampliação e atualização de seus conhecimentos.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.58552
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Avaliação da aprendizagem nos cursos de formação em saúde pautados em
           metodologias ativas: revisão integrativa

    • Authors: José Cleyton de Oliveira Santos, Dayane Ketlyn da Cunha Santos, Luan dos Santos Fonseca, Simone Yuriko Kameo, Glebson Moura Silva
      Pages: 692 - 716
      Abstract: Introdução: No campo do ensino em saúde, o debate sobre a avaliação da aprendizagem em metodologias ativas é constante, visto que essa questão ainda encontra impasses em sua prática. Objetivo: Unir e consolidar informações que potencializam a tomada de decisão frente à promoção de melhorias do processo avaliativo no contexto de formação em saúde. Material e Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, a busca foi realizada através das seguintes bases de dados: LILACS, PubMed, SCOPUS, BDENF e o repositório de artigos SciELO. Foram incluídos 13 estudos no presente estudo. Resultados: Os resultados abordam questões acerca do enquadramento da metodologia ativa às instituições de ensino, da avaliação da aprendizagem no ensino superior e das dificuldades e impasses na implementação. Além disso, as evidências demonstraram múltiplas modalidades e estratégias de operacionalização das avaliações nas metodologias ativas de ensino-aprendizagem, como a avaliação formativa, e o impacto da avaliação de aprendizagem como um movimento que engloba os conhecimentos cognitivos, psicomotores e afetivos. Conclusão: A avaliação aplicada está diretamente relacionada com a metodologia de ensino utilizada pela instituição, dessa forma, compreender os fatores objetivos e subjetivos que estão associados à essa prática, bem como as fragilidades e potencialidades dos envolvidos nesse processo, é fundamental.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.58064
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Produções acadêmicas sobre escolhas alimentares e suas possíveis
           influências: uma análise na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações
           (BDTD)

    • Authors: Raiane da Rosa Dutra, Renato Xavier Coutinho
      Pages: 717 - 732
      Abstract: O presente trabalho objetivou realizar uma análise cienciométrica, a fim de apontar um panorama das pesquisas acadêmicas de base escolar relacionado às escolhas alimentares de crianças, adolescentes e fatores que as influenciam. O estudo teve como suporte as dissertações e teses publicadas na BDTD entre os anos de 2010 e 2020. Para tanto, foram analisados os seguintes indicadores: área de estudo, regiões do país, rede de ensino, público-alvo e abordagem metodológica. Ainda, utilizou-se da Análise de Conteúdo de Bardin para examinar e categorizar os objetivos dos estudos analisados. Observou-se que nos últimos 5 anos há uma baixa produção de pesquisas e, as já existentes são em maioria da área da saúde e com abordagem quantitativa; quanto aos objetivos, apenas 8 buscavam investigar o comportamento alimentar, conceitos e percepção dos jovens, sem um determinante já pré-estabelecido. Portanto, trabalhos que busquem investigar o comportamento alimentar de crianças e adolescentes mostram-se relevantes e, a escola é um ambiente favorável para tal, enfatizando a importância da participação dos profissionais da educação nas mesmas.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.63060
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Análise da Revista Superinteressante entre 1988 e 2021 a respeito do
           tema vacina

    • Authors: Mariana Bolake Cavalli, Fernanda Aparecida Meglhioratti
      Pages: 733 - 756
      Abstract: Algumas revistas abordam a divulgação científica para os leitores em geral, estando permeadas de temáticas científicas que dizem respeito a vida cotidiana, como é o caso da revista Superinteressante. Assim, o objetivo dessa pesquisa foi compreender como a revista Superinteressante tem abordado a temática vacina ao longo da sua existência. Para a realização da pesquisa foram selecionados os textos que apresentavam o termo “vacina” em seus títulos, contemplando as reportagens desde o início da revista em 1988 até agosto de 2021. O corpus da pesquisa foi constituído por 90 reportagens e foi avaliado por meio de análise do conteúdo. Na análise dessas reportagens foram obtidas 10 categorias: 1) Vacinas contra patógenos específicos; 2) Uso alternativo da vacina; 3) Imunização; 4) História da Ciência; 5) Conceituação; 6) Produção tecnológica; 7) Limites da vacina; 8) Hesitação vacinal; 9) Leis; 10) Formas de aplicação das vacinas. A categoria que mais apresentou reportagens foi “vacinas contra patógenos específicos", formada por 52 textos, que abordavam diferentes doenças que podem ou poderão ser combatidas por vacinas. Percebemos a existência de um número maior de textos identificados no nosso trabalho a partir do ano de 2015, com a crescente discussão da hesitação vacinal e, em específico a partir de 2020 devido à pandemia da Covid-19. Concluiu-se que a revista ao longo dos anos tem abordado uma amplitude de temáticas, dando ênfase a temas com forte repercussão social, tais como a busca da vacina contra o HIV, os impactos da não vacinação e a pandemia da Covid-19.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.63290
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Programa Horta Educativa: reflexões sobre a experiência
           educativa em Limeira, SP

    • Authors: Luana Cristina Zambelli, Natália Pereira Silva, Julicristie Machado de Oliveira
      Pages: 757 - 772
      Abstract: Educar no campo da alimentação requer abordagens que incorporem sua complexidade e promova a compreensão das suas diversas dimensões. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo analisar o Programa Horta Educativa, enquanto experiência nesse campo, considerando sua implementação no município de Limeira, SP. Foi realizado um estudo de caso embasado metodologicamente pela pesquisa documental e análise de conteúdo dos relatórios elaborados por seis escolas nos anos de 2016 e 2017, e por 23 escolas no ano de 2018, bem como pelas referências de Educação Ambiental e Educação Alimentar e Nutricional. A partir da análise, verifica-se que as atividades relatadas abordam a alimentação e o meio ambiente enquanto dimensão biológica, a partir de ações de transmissão de informações e a horta é considerada um instrumento de produção de alimentos. Sendo assim, infere-se que há o predomínio de uma abordagem reducionista e fragmentada de alimentação, a qual não compreende a complexidade e multidimensionalidade pertinentes. Portanto, os resultados obtidos suscitam que as atividades realizadas contradizem os princípios para ações de Educação Ambiental, Educação Alimentar e Nutricional e as perspectivas necessárias para abordar a alimentação e a nutrição.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.59675
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Plataforma CHA para educadores: Perfil de uma amostra de docentes da
           educação básica frente às mudanças sociais e educativas decorrentes
           da pandemia do COVID-19

    • Authors: Clélia Christina Mello-Silva, Mariana Soares da Silva Peixoto Belo, Iza Patricio, Rayne Helen Oliveira, Vinicius Bauer, Marcelo Camacho
      Pages: 773 - 795
      Abstract: A Plataforma virtual CHA para educadores é uma tecnologia social de apoio aos educadores na ampliação de Conhecimentos e desenvolvimento de Habilidades e Atitudes em saúde para o enfrentamento das mudanças sociais e educacionais devido a COVID-19. O presente artigo apresenta análises quali-quantitativas de uma amostra da população de educadores da educação básica do Brasil, consultados pelo projeto para validação do mesmo. O estudo piloto foi realizado por meio de um questionário eletrônico distribuído nas mídias sociais por um mês para professores ativos da educação básica. Desses, 83 responderam a todo questionário, 75% são mulheres com média de idade de 41,3 anos com mais de 15 anos de magistério; 59% pertencem ao grupo de risco e atuam no ensino público; 52,6% estavam em luto e 43% têm dificuldade com as mídias digitais. Educadores (85%) relataram estar estressados e com medo. A maioria indicou trabalhar mais de 12 horas/dia (75%), mas identificaram que a presença dos alunos nas aulas remotas foi baixa. A análise de conteúdo dos discursos escritos no questionário diagnóstico revelou duas categorias, Saúde do Docente e Ensino-aprendizagem e 14 subcategorias (07 para cada) relacionadas aos impactos da pandemia na saúde do educador influenciando diretamente a sua práxis e a qualidade do processo de ensino-aprendizagem. Os resultados demonstraram a necessidade de um espaço de cuidado com a saúde do professor e de qualificação e troca profissional entre eles para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem em tempos de pandemia COVID-19
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.60353
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Educação profissional técnica de nível médio na área da saúde:
           entre o público e o privado

    • Authors: Sílvia Helena Mendonça de Moraes, Adriana Katia Corrêa
      Pages: 796 - 816
      Abstract: O Estado brasileiro vem se constituindo, político e economicamente, em uma perspectiva neoliberal, estreitando cada vez mais a “parceria” público-privada, inclusive em setores como saúde e educação. Essa parceria tem gerado tensões significativas, com peculiaridades no que se refere à educação profissional técnica de nível médio. Este é um estudo teórico que busca apresentar uma reflexão acerca da educação profissional técnica de nível médio, com ênfase na relação público-privada e suas implicações para a formação dos trabalhadores de saúde. Palavras-chave: Educação profissional. Saúde. Relação público-privada.
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.63344
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Ecologia microbiana – os microrganismos como protagonistas

    • Authors: Lia Cardoso Rocha Saraiva Teixeira
      Pages: 817 - 820
      Abstract: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.71704
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
  • Nas Prateleiras

    • Authors: Revista SUSTINERE
      Pages: 821 - 822
      Abstract: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
      PubDate: 2022-12-20
      DOI: 10.12957/sustinere.2022.71705
      Issue No: Vol. 10, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 44.192.38.49
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-