Journal Cover
Historiæ
Number of Followers: 1  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 1519-8502 - ISSN (Online) 2238-5541
Published by Fundação Universidade Federal do Rio Grande Homepage  [5 journals]
  • Expediente

    • Authors: Rodrigo Santos de Oliveira
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Apresentação

    • Authors: Rodrigo Santos de Oliveira
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Corporativismo, Nacionalismo e Antissemitismo

    • Authors: Leandro Pereira Gonçalves, Gabriela Santi Ramos Pacheco
      Pages: 08 - 28
      Abstract: Anor Butler Maciel, intelectual e jurista gaúcho de grande destaque, foi adepto da Ação Integralista Brasileira (AIB), movimento fascista que se desenvolveu no Brasil nos anos 1930. Sua atuação no integralismo foi significativa, principalmente no Rio Grande do Sul, onde se estabeleceu como uma das principais lideranças. Por meio de livros, como O Estado Corporativo (1936), Nacionalismo: o problema judaico e o nacional-socialismo (1937) e Subsídios para o estudo da estrutura política do Estado Novo (1937), além de publicações em periódicos oficiais da AIB, desenvolveu reflexões sobre corporativismo, nacionalismo e antissemitismo. Partindo dessas produções, o artigo tem como objetivo realizar uma análise a fim de compreender o pensamento integralista de Maciel.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Em busca de vestígios do Nacionalismo Institucionalizados nos grupos
           escolares estaduais de Caxias do Sul (1930-1950)

    • Authors: José Edimar de Souza, Elisângela Cândido da Silva Dewes, Samanta Vanz
      Pages: 29 - 54
      Abstract: As pesquisas referentes a instituições educativas se caracterizam como um campo propício para se compreender diferentes contextos da História da Educação. Na primeira metade do século XX, as instituições escolares, sobretudo, de ensino primário no Brasil, passam por um processo de transformação, com a implantação da escola graduada. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é analisar representações do civismo e nacionalismo a partir da história de instituições escolares no município de Caxias do Sul, RS, entre 1930 a 1950. A pesquisa é desenvolvida sob a ótica da História Cultural e mobiliza ainda conceitos como práticas e culturas escolares desenvolvidas no interior dos grupos escolares neste munícipio. Desse modo, aplica análise documental histórica, organizando quadros e compondo os fatos que possibilitaram evidenciar aspectos de um sentimento pátrio nas práticas de escolarização. Conclui-se que neste município havia um esforço dos agentes e instituições para construir representações que se fixassem no imaginário social e fossem constituindo sentido a partir do exercício de certas práticas, pautadas pelo desejo de formar uma nação consolidada por valores cívicos-patrióticos.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • A Companhia Sul Brasil e a intrusão nos processos de colonização no
           Extremo-oeste de Santa Catarina - 1960-1980

    • Authors: João Carlos Tedesco, Luiz Fernando Ferrari
      Pages: 55 - 82
      Abstract: O artigo analisa processos sociais, étnicos, políticos e jurídicos presentes na dinâmica da colonização na região do Extremo-oeste de Santa Catarina entre as décadas de 1960 a 1980; demonstra a centralidade da Companhia Territorial Sul Brasil na reconfiguração da propriedade capitalista da terra nessa região. O foco central da análise é a produção do pequeno agricultor intruso e os mecanismos para resolver e/ou evitar a intrusão. Utilizando de documentos da referida colonizadora, bem como do Incra, do Ministério Público de Santa Catarina, e de outras fontes (cartas, relatórios, declarações, mapas) presentes no Museu Municipal de Maravilha (SC), a análise conclui que houve conflitos para efetivar a apropriação privada da terra pela via mercantil; a intrusão foi o grande complicador para o projeto colonizador; múltiplas estratégias foram produzidas para evitar, contrapor e resolver essa questão. A intrusão revelou ser a expressão contraditória, seletiva e mercantil do empreendimento colonizador na região.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • História, Mídia Digital e Anti-Ciência

    • Authors: Vinícius Finger
      Pages: 83 - 104
      Abstract: Esse artigo apresenta uma análise dos discursos presentes na série documental, “Brasil: A última cruzada” (2017), produzida e divulgada pelo canal de Youtube, Brasil Paralelo. Propõe-se a problematização da narrativa histórica desenvolvida pela série, e a relação das mídias digitais com a comunicação historiográfica. Busca-se, assim, localizar os elementos centrais da construção narrativa anti-ciência na série documental e as práticas de subjetivação propostas para seu público.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Epidemias de Febre Amarela no Rio de Janeiro e na Buenos Aires do
           século XIX

    • Authors: Fabiano Quadros Rückert
      Pages: 105 - 129
      Abstract: O estudo aborda, a partir da revisão bibliográfica e de fontes documentais, a historicidade das epidemias de febre amarela que atingiram o Rio de Janeiro e Buenos Aires, no transcurso do século XIX.  Dentro deste escopo, o artigo concede especial atenção para o impacto social das epidemias, para a participação da imprensa no registro e interpretação dos surtos epidêmicos e para o discurso médico a respeito das relações entre a insalubridade urbana e a febre amarela. A discussão sobre o uso das quarentenas para conter a transmissão da doença e as Convenções Sanitárias envolvendo o Brasil, a Argentina e o Uruguai, também são temas contemplados pelo artigo.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • O patrimônio militar japonês em Shadow Fight II

    • Authors: Ricardo Cortez Lopes
      Pages: 130 - 150
      Abstract: este artigo trata da ressignificação do patrimônio militar japonês no jogo eletrônico Shadow Fighter II, um RPG de luta de uma produtora russa. No game se pode observar uma incorporação do patrimônio militar japonês por meio das armas brancas disponibilizadas para o jogador conjuntamente com armas de arremesso, e que estão apresentadas com os nomes originais japoneses. A análise do material empírico se focou nas ilustrações e da experiência em batalhas. Os dados apontam que houve uma pesquisa aprofundada sobre esse patrimônio tangível, o que faz do jogo uma experiência com o patrimônio cheia de possibilidades educacionais.  
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • O protagonismo de mulheres negras na Sociedade Recreativa Beneficente
           União Rosariense

    • Authors: Elaine Smaniotto
      Pages: 151 - 176
      Abstract: O presente artigo tem por objetivo apresentar reflexões sobre o protagonismo das mulheres negras na Sociedade Recreativa Beneficente União Rosariense, fundada em 01 de maio de 1915, na cidade de Rosário do Sul, RS. O associativismo negro no período pós-abolição foi uma das formas encontradas para obtenção de melhores condições de vida, respeitabilidade, combate à exclusão e à segregação social, bem como um espaço de resistência e possibilidades. A análise proposta tem como fonte de pesquisa a documentação desta Sociedade, como atas e estatuto; fotografias; e a metodologia de História Oral. Em uma percepção introdutória observam-se trajetórias de mulheres que atuaram no Clube União e em outros espaços urbanos estabelecendo relações que as qualificam como sujeitos ativos, além da construção de laços de sociabilidade/solidariedade ainda que sempre mediadas pela cor e pelo gênero. Palavras-Chave: Sociedade Recreativa Beneficente União Rosariense; Mulheres; História Oral.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Os diversos usos da Lei do Ventre Livre (1871)

    • Authors: Márcio Jesus Ferreira Sônego
      Pages: 177 - 197
      Abstract: A chamada Lei nº 2.040, conhecida como a Lei do Ventre Livre ou Rio Branco foi promulgada no dia 28 de setembro de 1871 no Império brasileiro. A Lei declarava livre os filhos nascidos da mulher escravizada a partir da referida data. Porém, a lei era mais complexa e continha vários dispositivos e fez com que o Estado interferisse diretamente na relação entre senhores e escravizados. Dessa forma, o presente artigo pretende demonstrar como diferentes sujeitos (cativos e senhores) utilizavam a lei de 1871 e seus decretos. Nossa intenção é entender essa questão por meio da análise das cartas de alforria registradas em cartório e também dos registros de batismos de ingênuos. Delimitamos como lócus de estudo, o município de Alegrete, localizado na região fronteira oeste do Rio Grande do Sul, período de 1871 a 1888. Foi possível perceber que a legislação emancipacionista de 1871 servia para que cada um dos grupos buscasse seus objetivos, no caso dos senhores, muitos empregavam a lei para assegurar poder e controle sobre os cativos, já para os escravizados, possibilitou novas condições de luta e acesso a liberdade.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
  • Memória, Identidade e Etnicidade

    • Authors: Josei Fernandes Pereira
      Pages: 198 - 213
      Abstract: Este trabalho busca analisar os conceitos de memória, identidade e etnicidade a partir do estudo do desenvolvimento de comunidades formadas por imigrantes europeus do segundo ciclo de colonização, verificado entre o final do século XIX e o início do século XX, na região noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de um fragmento dos estudos produzidos pelo autor em seu esforço para compreender o processo de desenvolvimento regional à luz dos movimentos sociais de caráter camponês, ao longo do século XX. Valendo-se de documentação existente nos arquivos institucionais de algumas cooperativas que atuaram (e ainda atuam) na região, procuramos analisar a interação dos indivíduos, constituindo núcleos de auto-organização comunitária que se converteram, em alguns casos, em associações e cooperativas empenhadas no desenvolvimento das localidades. Os resultados sugerem que o conjunto de condições diversas colaboraram no sentido de desenvolver uma identidade-nós que dificultou superou o sentimento nacionalista original dos imigrantes europeus, consolidando-se nas memórias dos descendentes destes imigrantes na forma de um sentimento de merecimento pelos esforços em torno do processo de colonização, resumido na condição herdada de “imigrante desbravador”.
      PubDate: 2022-03-03
      Issue No: Vol. 12, No. 2 (2022)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 3.238.225.8
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-