Journal Cover
Todas as Artes
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2184-3805
Published by Universidade do Porto Homepage  [18 journals]
  • Apresentação

    • Authors: Paula Guerra
      Abstract: .
      PubDate: 2019-07-12
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • O patrimônio prisional: estética do sofrimento, fetiche e
           reflexão

    • Authors: Viviane Trindade Borges, Myrian Sepúlveda dos Santos
      Abstract: A patrimonialização  dos espaços prisionais tem trilhados  caminhos  controversos. De um lado, apagamentos coadunam com  um passado transmitido de forma fetichizada. De outro, observamos   tentativas   de  provocar   a  reflexão  social  frente  aos  problemas  que  envolvem   a experiencia   de  encarceramento. lntencionamos, aqui,  analisar  dois  aspectos  a respeito  deste embate: o primeiro, remete  para  a estetização  do  sofrimento atrelada  a alguns  processos  de monumentalização que tornam  o patrimônio prisional objeto  de fetiche  e vazio de significados; o segundo, desvela exemplos  em que os caminhos  trilhados  pelo patrimônio e suas opções de transmissão do passado, permitem e/ou instigam a empatia e a conexão como presente.
      PubDate: 2019-07-12
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Volume completo

    • Authors: Revista Todas as Artes
      Abstract: .
      PubDate: 2019-07-12
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Capa

    • Authors: Revista Todas as Artes
      Abstract: .
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Ficha técnica

    • Authors: Revista Todas as Artes
      Abstract: .
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Sumário

    • Authors: Revista Todas as Artes
      Abstract: .
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Do Smurf ao Ballet. A Invenção da Dança Hip-Hop

    • Authors: Roberta Shapiro
      Abstract: Como é que uma brincadeira de miúdos, chamada smurfs, que chegou a França vinda dos Estados-Unidos no início dos anos 1980, progressivamente deu origem a um novo género coreográfico apelidado de dança hip-hop' O artigo descreve essa transfiguração: da conjugação de diversos microprocessos descontextualização, organização, profissionalização, singularização, intelectualização) emerge o macroprocesso da artificação dessa brincadeira. Vários dançarinos de hip-hop, na maioria filhos de empregados nos serviços e operários imigrantes, formaram-se nos anos 1980-1990 nas convenções de dança de palco erudita e organizaram-se em companhias. Foram subsidiados pelas autoridades públicas. Surgem alianças entre uma multiplicidade de atores sociais: jovens hip-hoppers, trabalhadores sociais, funcionários públicos, diretores de teatro, coreógrafos estabelecidos, jornalistas, etc. Estabeleceu-se um mundo da arte da dança hip-hop, precoce e relativamente estruturado, enquanto as competições em grande escala, sobre a forma de battles, só ganharam relevo desde os anos 2000. De forma paradoxal, existe uma interdependência dinâmica entre estes dois setores, entre os quais circulam pessoas, valores, técnicas e estéticas.
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Quero uma festa punk! Notas sobre eventos organizados por punks na
           periferia da cidade de São Paulo

    • Authors: Maria Celeste Mira, Edson Alencar Silva
      Abstract: O objetivo deste artigo assenta na apresentação dos resultados de uma investigação realizada sobre a organização de eventos punks na cidade de São Paulo, em particular os realizados na zona norte da capital paulista. Nosso foco recaiu em compreender como estas produções ocorrem ininterruptamente desde o final dos anos 1970. Apontamos que este tipo de empreendimento obtém o seu sucesso a partir do do it yourself (DIY), lema absorvido como ética pelo movimento punk, ou seja, uma prática cultural que valoriza a autogestão e organização coletiva das mostras de bandas. Por ser adaptável em termos de contextos culturais e temporais distintos, possibilita o fortalecimento de laços de pertença e partilha de modos de ser e estar no mundo entre os punks da capital paulista.
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Desafiando la noche neoliberal: el ocio nocturno como mecanismo de
           inclusión y bienestar social en Europa

    • Authors: Jordi Nofre
      Abstract: Apesar de sua relevância econômica, social e cultural, na maioria das cidades europeias a vida noturna é caracterizada por uma alta presença de desigualdades de natureza diferente. Este artigo teórico explora como 'a noite' exacerba os processos de exclusão, marginalização e criminalização de jovens da classe trabalhadora (não brancos) na cidade neoliberal. O artigo terminará propondo o pleno desenvolvimento da diversão noturna como um dos mais eficientes (e ainda inexplorados) mecanismos de inclusão e bem-estar social nos tempos atuais de incerteza global e desafios sociais críticos.
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Música dançada a dois. Para um balanço histórico da relação
           festival-cidade

    • Authors: Paulo Nunes
      Abstract: Este ensaio desenvolve uma abordagem histórica sobre a origem dos festivais contemporâneos e a sua relação com as cidades, discutindo de que forma esse processo pode dar conta da multiplicidade de dimensões sociais, culturais e políticas envolvidas na constituição dos festivais e da respetiva relação com as cidades. Através de um balanço histórico dos festivais e suas aproximações com a cidade, o presente artigo tem por objetivo elucidar evidências desse encontro por meio de três recortes: (i) seus aspetos rituais e interesses envolvidos; (ii) seus usos como ferramenta para a construção de nacionalismos; (iii) suas funções para a definição de novas elites e invenção da “alta cultura”. A panóplia de autores utilizados para sustentar os conceitos apresentados dar-nos-á a dimensão de todo o trabalho de revisão bibliográfica executado. Diferentes contextos e festivais ilustrarão recortes e cadeias de sentido para compreendermos possíveis significados da celebração pública na sociedade contemporânea, fazendo com que novas histórias permaneçam em aberto, à espera de novas enunciações
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Museus, cidades e crítica institucional: o Museu de Arte Contemporânea
           de Barcelona e o Museu de Arte do Rio em análise comparativa

    • Authors: Sabrina Parracho Sant’Anna
      Abstract: Este artigo é resultado de pesquisa comparativa entre a fundação do Museu de Arte Contemporânea de Barcelona e o Museu de Arte do Rio e procura entender em que medida os processos de multiplicação de instituições de memória e centros culturais,  ao contribuir para a construção de imagens de cidades globais, têm provocado consequências não previstas por urbanistas e policy makers. Procuro discutir como a materialidade de novas instituições museais em espaços específicos da cidade pode ter dado contornos muito particulares a um certo conjunto exposições e a novos paradigmas na arte contemporânea, com especial atenção para a crítica institucional.
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • Vozes do Cerco. Modos de apropriação, simbologias e ideNtidades
           culturais face ao espaço habitado

    • Authors: Sofia Sousa
      Abstract: A análise desenvolvida tem como base o pressuposto de que viver, habitar e usufruir de um espaço tem um impacto significativo nas trajetórias, rumos e identidades pessoais e coletivas. Atendendo ao facto dos bairros sociais periféricos possuírem condições específicas, singulares e identificativas, procuramos compreender qual a extensão da influência (ou ausência dela) dos processos de exclusão social nas histórias de vida das mulheres do Bairro do Cerco. Assim, será possível estabelecer uma caracterização e mapear um segmento populacional, nomeadamente as mulheres desse território' E ainda, como será que estas se auto representam e são representadas por outros' Estes são alguns pontos basilares da pesquisa, bem como a noção da necessidade de auscultação das populações como elemento fulcral na intervenção.
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
  • A cena do rock underground americano na década de 1980 e a quinta
           dimensão do punk: uma resenha do livro Nossa banda podia ser sua vida

    • Authors: Pedro Menezes
      Abstract: .
      PubDate: 2019-06-19
      Issue No: Vol. 2, No. 1 (2019)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.206.194.161
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-