for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
Followed Journals
Journal you Follow: 0
 
Sign Up to follow journals, search in your chosen journals and, optionally, receive Email Alerts when new issues of your Followed Journals are published.
Already have an account? Sign In to see the journals you follow.
Journal Cover
Revista Portal : Saúde e Sociedade
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2525-4200
Published by Universidade Federal de Alagoas Homepage  [3 journals]
  • V. 2, N. (3), Set./Dez. 2017

    • Authors: Divanise Suruagy Correia
      Pages: 501 - 502
      Abstract: Expediente E -
      ISSN 2525-4200 QUALIS: B 3 / C
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Observação da Saúde em seus Múltiplos Aspectos

    • Authors: Divanise Suruagy Correia
      Pages: 503 - 505
      Abstract: Editorial
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Análise da depressão geriátrica em uma comunidade de
           Maceió – AL

    • Authors: Madson Alan Maximiano-Barreto, Iago Moura Aguiar, André Fernando de Oliveira Fermoseli
      Pages: 506 - 516
      Abstract: Objetivo: Rastrear a ocorrência de depressão geriátrica em idosos de uma comunidade de Maceió - AL. Método: Trata-se de um estudo transversal intencional não-probabilístico realizado com 86 idosos, os quais apresentam idade igual ou superior à 60 anos e são cadastrados na Estratégia de Saúde da Família. Utilizou-se como método de pesquisa um questionário semi-estruturado e a Escala de Depressão Geriátrica - EDG versão reduzida. Resultados: Verificou-se que no EDG-15 a ocorrência de sintomatologias depressiva é de 46,06% (n = 40) dos idosos entrevistados, dos quais houve 72,50% (n = 56) de prevalência em mulheres. Conclusão: Diante dos resultados, percebe-se que os resultados não diferem dos estudos realizados com o mesmo objetivo. Além disso, os fatores sociais são comumente apresentados, no entanto, pouco são as discussões, visto que, são fatores que corroboram para o acometimento da Depressão e de outras psicopatologias. 
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Percepção dos cuidadores de crianças com transtorno do espectro autista
           sobre a atuação da fisioterapia

    • Authors: Clarissa Cotrim Dos Anjos, Sátira Gedalva Machado Teixeira, Sueny Alves Lobo de Miranda, Janne Eyre Timóteo dos Santos, Rafaela de Oliveira Pereira, Sandra Adriana Zimpel
      Pages: 517 - 532
      Abstract: Introdução- Nos dias atuais, apesar de um maior conhecimento sobre as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), ainda é surpreendente a diversidade clínica que as mesmas podem apresentar. Objetivo- Verificar a percepção dos cuidadores das crianças com TEA sobre a atuação da fisioterapia.  Materiais e métodos: Trata-se de uma pesquisa descritiva, transversal com características qualitativas, realizada com cuidadores de crianças com TEA em dois centros especializados na cidade de Maceió-AL. Incluiu-se nesta pesquisa crianças com TEA em faixa etária entre de 1 e 16 anos, com diagnóstico clínico confirmado de TEA, que realizassem acompanhamento fisioterapêutico. Aplicou-se um instrumento de coleta de dados bem como um roteiro de pergunta pré-determinadas para se obter a percepção dos cuidadores sobre a atuação da fisioterapia. Para uma avaliação das narrativas dos cuidadores, foi utilizada a análise do discurso do sujeito coletivo (DSC). Resultado: Foram entrevistadas 50 cuidadores de crianças com TEA, sendo esses na sua maioria mãe, casadas com escolaridade acima de 9 anos de estudo. Baseando-se nas narrativas dos cuidadores, identificaram-se duas ideias centrais sobre a atuação da fisioterapia nas crianças com TEA: “não sabiam dizer” e “estimula o desenvolvimento, fazendo exercícios para o equilíbrio e coordenação motora da criança”. Considerações Finais: A fisioterapia é importante no tratamento das crianças com TEA, porém os cuidadores das crianças com TEA não conseguem entender o que é de fato a mesma é, embora consigam identificar como a fisioterapia atua no tratamento dessas crianças. 
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Visão de preceptores sobre o processo de ensino - aprendizagem de
           residentes de clínica médica

    • Authors: José Anderson da Silva Cruz Anderson Anderson, Lucy Vieira de Lima Silva Viera de Lima Silva
      Pages: 533 - 548
      Abstract: Objetivo: Conhecer a visão dos preceptores sobre o processo de ensino – aprendizagem de residentes de clínica médica. Método: Trata-se de um estudo de abordagem descritiva e exploratória, natureza qualitativa, realizada no primeiro semestre de 2016. A amostra foi de 13 preceptores envolvidos diretamente na formação de residentes de clínica médica de 2 hospitais de ensino, vinculados ao Sistema único de Saúde. Para análise das entrevistas utilizou-se a análise de conteúdo de Bardin. Os resultados apontam de forma marcante, que os preceptores não possuem formação pedagógica para o exercício da preceptoria, realizando suas atividades de forma intuitiva. Foram considerados como aspectos fundamentais para um bom ensino do residente: Complexidade do ato de ensinar; Importância da Supervisão; A prática em serviço como princípio da Residência Médica; Incentivo à busca ativa do conhecimento; Ética e Humanização é imprescindível; Avaliação e feedback para um bom ensino; Importância da integração dos conhecimentos; Capacidade de comunicação com o paciente é vital. Os principais cenários de ensino prático citados pelos preceptores foram as visitas à beira do leito e a prática ambulatorial, enquanto que os cenários de ensino teórico foram representados pelas discussões de casos clínicos e reuniões científicas. Conclusão: O trabalho mostra a importância de se investir na capacitação pedagógica para o exercício da preceptoria, afim de adequar melhor o processo de ensino dos residentes às necessidades atuais da formação médica.
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Impact of bariatric surgery on quality of life.

    • Authors: Vanessa Reis de Abreu Cavalcanti
      Pages: 549 - 563
      Abstract: BACKGROUND: Much progress has been made in the surgical treatment of obesity. However, little is known about the impact of obesity and weight loss on quality of life as perceived by the patient. The aim of this study is to evaluate the impact of bariatric surgery on quality of life in obese patients. METHODS: Observational, longitudinal, prospective, analytical study, which included 50 obese patients. Data collection, including socioeconomic information, anthropometric numbers and questionnaire Impact on Weight on Quality of Life-Lite (IWQOL-Lite), was performed before and one year after bariatric surgery. Characteristics of the sample were assessed by descriptive statistics. Paired t test was used to analyse anthropometric and biochemical data. Domains and total score of IWQOL-Lite were analysed by the Wilcoxon test, adopting a significance level of 5%. RESULTS: After bariatric surgery, quality of life in all areas covered in the questionnaire had significant improvement (p <0.001). The total score also increased (physical function: 24.36 to 90.32; self-esteem: 35.71 to 94.50; sex life: 50.38 to 92.88; embarrassment in public: 22.50 to 97.70; work: 40.00 to 98.50; total score: 32.19 to 93.84). There was a significant reduction (p <0.001) in the frequency of diabetes, hypertension, dyslipidemia, anthropometric and biochemical measurements. CONCLUSION: The results show that the weight loss determined by bariatric surgery leads to significant improvement in quality of life in all evaluated domains (physical function, self-esteem, sexual life, social and professional relationships). 
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Política Nacional de Humanização: Implementação do Grupo de Trabalho
           de Humanização em uma Unidade de Saúde de Maceió

    • Authors: Milene Arlinda de Lima Mendes
      Pages: 564 - 575
      Abstract: Objetivo: Estudar a implementação do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) em uma Unidade de Saúde do município de Maceió/Alagoas. Método: A pesquisa é de natureza quali-qualitativa e os instrumentos de coleta de dados foram questionários semiestruturados, sendo um destinado aqueles que possuem cargos de confiança e outros para os demais servidores.  Resultados: a pesquisa evidenciou os determinantes de insatisfação presentes no cotidiano dos trabalhadores, o modelo de gestão estabelecida nesta unidade, o nível de reconhecimento dos profissionais a respeito do GTH. Foram também apontadas causas que possam ter contribuído para a desativação desse processo de humanização na Unidade de Saúde em questão Conclusão: Apesar dos evidentes benefícios trazidos pelos referenciais da humanização consideramos que a materialização de tal política perpassa por vários obstáculos, pois acarreta mudanças de paradigmas na conduta entre profissional/profissional, profissional/gestão e profissional/serviço ocasionando por consequência receio e hostilidade Assim sendo, nos resta aceitar a missão sempre inconclusa de fortalecer a cada dia essa política considerada como um grande marco na saúde coletiva, no que diz respeito à valorização dos sujeitos que fazem o Sistema Único de Saúde (SUS) nestes pais. Portanto, essa é uma construção, onde é preciso paciência, persistência, entusiasmos, vontade de edificar um novo modo de fazer, tendo como veículo de inspiração um SUS que dá certo.Descritores: Humanização; Humanização dos Serviços; Humanização da Assistência, Sistema Único de Saúde.
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Violência Obstétrica: apontamentos da produção
           científica

    • Authors: Rodrigo da Silva Maia, Tereza Cristina dos Santos Araújo, Eulália Maria Chaves Maia
      Pages: 576 - 590
      Abstract: Objetivo: o presente estudo tem por objetivo caracterizar, através de uma revisão integrativa da literatura, as produções científicas sobre a violência obstétrica contra parturientes. Método: Realizamos uma busca eletrônica por artigos, publicados até 2016, nas bases de dados MEDLINE, LILACS e SCIELO. Para a busca utilizamos a expressão: “violência obstétrica” OR “obstetric violence”. Resultado: Ao todo foram encontradas 33 publicações nas bases de dados exploradas com a expressão utilizada. Após aplicação dos critérios de seleção, permaneceram um total de 15 artigos a serem escrutinados nesta revisão. Os achados sinalizam para uma concentração de publicações no ano de 2015. Há uma variedade metodológica nos estudos, com predominância de abordagens qualitativas no trato com a temática. As publicações estão vinculadas a periódicos latino-americanos. Tal dado parece sugere uma maior prevalência deste fenômeno no contexto dos países em desenvolvimento, o que pode estar relacionado ao processo recente de reforma sanitária, de humanização nos contextos de assistência à saúde e decorrente dos altos índices e contextos de vulnerabilidade social e econômica presente nestes países. Conclusão: Os estudos revisados demonstram que a violência obstétrica é um tema complexo, que envolve aspectos como relação médico-paciente, formação em saúde, educação permanente, necessidade constante de discussão do tema humanização no cotidiano das ações e dos serviços de saúde. Sugerem-se pesquisas que explorem o tema utilizando metodologias que contemplem a complexidade da temática, com o uso de métodos mistos e combinados. Descritores: Parto; Saúde da mulher; Revisão.
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Avaliação psicológica em condutores de automóveis: Uma revisão
           sistemática

    • Authors: Jessyca Brennand de Paula
      Pages: 591 - 605
      Abstract: Objetivo: Realizar um levantamento da literatura sobre a atuação do psicólogo do trânsito no Brasil, com foco na prática da avaliação psicológica com condutores de automóveis. Trata-se de uma revisão sistemática. Foram pesquisados artigos nas principais bases de dados utilizadas no Brasil, sendo: Bireme, Scielo, Pepsic e Lilacs. Foram identificados inicialmente 88 artigos, os quais após considerar as publicações dos últimos cinco anos e empregar os demais critérios de inclusão e exclusão, somaram quatro artigos, os quais compuseram este estudo. A análise dos dados foi realizada por meio do Excel 2013. Os resultados demonstraram, no que se refere à atuação do psicólogo de trânsito, um sentido contrário ao que comumente é apontado na literatura. Os pesquisadores foram além da prática realizada nas clínicas para avaliação pericial. Realizaram estudos para validação de instrumentos, para compreensão de aspectos da personalidade, bem como sobre a influência da categoria da CNH e o cometimento de infrações/acidentes. Conclui-se que existe um movimento em busca de mudanças, contudo, há um número pouco expressivo de publicações na área, dificultando a realização de análises mais acuradas. Apesar disto, é possível, a partir deste levantamento, repensar práticas e fomentar a realização de estudos empíricos acerca do comportamento do condutor de automóvel.Descritores: Avaliação em Saúde; Psicologia Aplicada; Transportes. 
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • A Padronização do Fluxo de Atendimento do Centro Especializado em
           Reabilitação – CER III

    • Authors: Patrick Gioseppe Silva
      Pages: 606 - 611
      Abstract: Objetivo: Padronizar o fluxo de atendimento da recepção ao acolhimento final de acordo com a Portaria MS/GM Nº 793, de 24 de abril de 2012, do Centro Especializado em Reabilitação – CER III de uma instituição pública de saúde em Maceió - Alagoas. Método: o trabalho possui uma abordagem qualitativa, onde será realizado inicialmente um diagnóstico situacional, posteriormente sensibilizar profissionais quanto à proposta, apresentar um seminário para discutir a portaria MS/GM nº 793 de 24 de abril de 2012, formar equipes de diferentes áreas da unidade para identificar quais são os procedimentos que necessitam ser desenvolvidos ou melhorados, em seguida, definir o papel de cada área dentro do fluxo de atendimento. Por fim, será feita uma avaliação com questionários e entrevistas no intuito de verificar a efetividade da intervenção. Resultados Esperados: Propõe-se ter como produto final, um manual de Procedimento Operacional Padrão (MPOP). Conclusão: Espera-se que os usuários disponham de um atendimento com maior qualidade e eficácia na resolução de suas demandas.
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • A Conquista da Segurança

    • Authors: Celso Marcos da Silva
      Pages: 612 - 614
      Abstract: O livro dos autores organizadores Paulo Sousa e Walter Mendes1 fala sobre a segurança do paciente nos diversos níveis de assistência. Composto por 2 partes, onde a primeira contem 6 capítulos e a segunda 10, apresenta entre seus autores, profissionais brasileiros e portugueses, de diversas áreas da saúde, entre elas: medicina, enfermagem, gestão, advocacia, nutrição, psicologia farmácia, engenharia elétrica. Uma diversidade de autores que demonstra a complexidade e importância do tema abordado
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
  • Implications of individualization, risk and reflexivity for health and
           illness in contemporaneity.

    • Authors: Rodrigo Rebouças de Castro
      Pages: 615 - 622
      Abstract: The effects generated by globalization, technological advances, gain in civil and political rights, empowerment of minorities and increase in global risks has made not only changes in the way people see, but also how they face and deal with the new challenges imposed. Within the contemporary society or “second modernization”, the flexibilization, neoliberalism and transnationalism have rearranged how people act economically, politically and socially. Body of the essay: The change from the first modernity, characterized by an industrial social order, to the second modernity, was driven by the “reflexive modernization”. Many of the non-wanted outcomes from the new process are naturally global and it is not possible to predict, estimate or control their impact. As an effect of the fear and anxiety generated, the “health industry” has adopted strategies to make profits from risk. Another feature of the recent modernity is the ‘individualization’, a social change in which people are responsible to build their own lives, and events are results of personal choices, no longer seen as natural or inevitable. Furthermore, an increasing phenomenon called ‘inverted quarantine’, a mass actions of self-protectionism, creates pretended illusions of individual solutions for threatening situations, stopping society tolook forward collective solutions. Therefore, it results increase in disparities and social exclusion, also reflecting in the access to a decent public health assistance. Conclusion: the new forms of social interaction in all spheres has imposed a shift in the way of thinking and approaching the recent challenges in health.
      PubDate: 2018-01-29
      Issue No: Vol. 2, No. 3 (2018)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.225.32.164
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-