Journal Cover Revista de Divulgação Interdisciplinar
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 2318-9290
   Published by Universidade do Vale do Itajaí: Univali Homepage  [7 journals]
  • [38] A SEXUALIDADE FRENTE A MORAL CRISTÃ: CONDUTAS E INFLUÊNCIAS LEVADAS
           AO BRASIL COLÔNIA

    • Authors: André Alexandre Gasperi
      PubDate: 2017-10-26
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • APRESENTAÇÃO

    • Authors: Heloisa Helena Leal Gonçalves, Clarice Pires
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • SUMÁRIO

    • Authors: Heloisa Helena Leal Gonçalves
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [13] MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: PRATICAS MUSICAIS ATRAVÉS DA
           ESTÓRIA DO PALHAÇO TITONSINHO

    • Authors: Maria Luiza Feres do Amaral, Mariângela Fabeni, Pedro Fernandes Júnior, Caio Russi Inácio, Márcia Caetano Pereira, Rhivied Augusto Vilbert Pereira, Maria Carolina da Silva, Laumar Júnior Zaia
      Abstract: [CURSO: MÚSICA]A presença da música nas escolas de Educação Infantil pressupõe um trabalho pedagógico no qual a música é entendida como um processo contínuo de construção que envolve percebê-la, senti-la, experimentá-la, imitá-la, criá-la e se divertir com ela.  Este artigo tratará do tema, apresentando o  projeto de licenciandos que tem no cerne a reflexão contínua sobre sua própria vivência musical, integrando teoria e prática e procurando sempre buscar respostas sobre porque a música é importante na educação infantil, perpassando  pelas contribuições para a formação artística das crianças a partir do seu trabalho de educadores musicais.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [14] QUAL A RELEVÂNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA EXPRESSÃO ARTÍSTICA USADA
           COMO PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL, POR MEIO DA LINGUAGEM
           CORPORAL'

    • Authors: Sara Jane Ullirsch de Oliveira
      Abstract: [CURSO: ARTES VISUAIS] O presente artigo tem a finalidade de apresentar reflexões sobre o Ensino da Arte na Educação Infantil, a partir de práticas pedagógicas realizadas no Centro Educacional Municipal Clarinda Maria Gaya, no município de Navegantes/SC. O objetivo geral consistiu em oportunizar crianças com faixa etária entre cinco e seis anos, sujeitos da pesquisa, o contato com diferentes experiências sensoriais e corporais, tendo como objetivos específicos explorar as linguagens das Artes Visuais, através de seus movimentos, sensações e percepções. Proporcionar diferentes linguagens corporais com a utilização dos filmes (curtas metragens) do Artista Charles Chaplin, assim como identificar diferentes expressões, fazendo com que as crianças pudessem reconhecer seu próprio corpo e os corpos de seus pares. Além disso, possibilitou a participação em experiências envolvendo o raciocínio lógico e a percepção de diversos eventos visuais, fazendo-os representar as diferentes expressões perceptivas, cognitivas e emocionais por meio de desenhos. A metodologia aplicada se deu por meio de levantamento bibliográfico e pesquisa de campo, na qual se aplicou um plano de intervenção intitulado “O corpo fala: expressão e arte por meio da linguagem corporal”. Permitindo assim, uma maior compreensão acerca do ensino das artes visuais como prática pedagógica significativa na educação infantil, contribuindo para a formação integral dos sujeitos envolvidos, partindo de suas expressões artísticas e corporais, assim como provocando reflexões aos educadores e responsáveis pela promoção do ensino na educação infantil.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [15] O DETALHE FAZ A DIFERENÇA

    • Authors: Ana Valésia Costa
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]A presente pesquisa traz uma discussão acerca dos parâmetros que rodeiam as escolas. Seu fundamento teórico é encontrado nos documentos da instituição pesquisada e nos estudos sobre Projeto Político Pedagógico, Plano de Aula, Plano Nacional de Educação, Diretrizes Comuns Curriculares, Interdisciplinaridade e Planejamento, com o objetivo de discutir estes marcadores na visão de um futuro docente. A interdisciplinaridade é uma ideia pedagógica que consegue trazer mais resultados positivos nas escolas. Para que isso aconteça, o professor deve estar preparado e planejar suas aulas, afinal, com um bom planejamento os resultados serão satisfatórios e o professor será reconhecido no seu trabalho. Todas as informações teóricas e práticas coletadas para essa pesquisa, têm por finalidade o estudo dos documentos e das discussões em sala de aula, para aproximar o professor e o aluno, o professor e a escola, o professor e a comunidade e por fim,
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [16] FLORESCENDO A NATUREZA MUSICAL

    • Authors: Daniela Balbinot, Daiane Moura, Cristiane Muller
      Abstract: [CURSO: MÚSICA]O presente artigo traz relatos de uma pesquisa-ação, proveniente da experiência do Estágio Supervisionado do 5º período do Curso de Licenciatura em Música da Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI, realizado no Grupo Escolar Carlos de Paula Seára. Inspiradas no tema Florescendo a Natureza Musical, o objetivo principal foi de proporcionar o desenvolvimento de habilidades musicais por meio da exploração sonora de elementos presentes na natureza, aprimorando a prática com a canção Filhote do filhote. A questão problema se constituiu em relacionar os sons da natureza com propriedades do som, e na busca por materiais alternativos que dessem sentido à sonorização da canção escolhida. A metodologia e análise dos dados utilizou-se de abordagem qualitativa. Neste sentido, a fundamentação teórica das atividades desenvolvidas ao longo das pesquisas de intervenção se deu através de FRANÇA (2011), CAMPOS (2013), SCHAFER (1991) e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (1997). Os resultados apontaram contribuições à área da educação ambiental, relativas à prática de musicalização, ao apresentar um desempenho harmônico dos alunos por meio da apreciação e performance, propondo e discutindo sobre questões do meio ambiente que promoveram sua aprendizagem musical.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [17] EDUCAÇÃO NA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR: INICIATIVAS DE
           PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO NO MUSEU OCEANOGRÁFICO UNIVALI

    • Authors: André de Castro Gandra, Ellen Charlô Vanzuita dos Santos
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O presente trabalho se produziu a partir da ação pedagógica realizada na disciplina de Estágio Supervisionado Pesquisa da Prática Pedagógica do curso de licenciatura em história, que tinha como tema de pesquisa a educação patrimonial a partir de uma perspectiva interdisciplinar no âmbito da disciplina escolar de história. Através da análise do contexto escolar de uma instituição da rede municipal de ensino na cidade de Itajaí foi possível a elaboração de um plano de ação que buscasse os objetivos da educação patrimonial através de uma perspectiva interdisciplinar discutida e apontada por autores elencados para este trabalho. No decorrer das atividades, buscou-se uma aproximação do cotidiano escolar com o museu, à medida que surgiam questões acerca da contemporaneidade e dos desafios da prática docente em um sistema educacional onde o conhecimento é concebido de forma fragmentada e a própria realidade social dos educandos se apresenta distante da prática dos docentes em sala de aula.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [18] AS PRINCIPAIS METODOLOGIAS NO ENSINO DE HISTÓRIA: POSITIVISMO,
           MARXISMO E ESCOLA NOVA

    • Authors: João Batista de Oliveira Neto, Elen Salete da Silva
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]Durante muito tempo, os problemas encontrados no ambiente escolar estavam quase sempre relacionados ao mau comportamento e a individualidade dos discentes. As dificuldades dessas comunidades escolares eram totalmente subjetivas, jamais relacionadas com os métodos de ensino utilizados pelos professores. Porém, com o passar do tempo, viu-se que a grande problemática entorno das questões de ensino-aprendizagem estava, também, associada com as metodologias utilizadas pelos docentes. Visto que esses métodos de ensino tradicionalistas estavam entrando em crise, justamente por desconsiderar mudanças no currículo, novas formas de ensinar foram surgindo e começaram a ganhar força no pensamento filosófico. Além da metodologia positivista, influenciadora das demais ciências em sua forma de organização e de visão de mundo, o marxismo e a escola nova começaram a integrar uma nova maneira de pensar o ensino, principalmente, o da história.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [19] UMA VIAGEM PELO MUNDO: EXPLORANDO A CULTURA E AS CARACTERÍSTICAS DE
           GÊNEROS MUSICAIS DE DIFERENTES ETNIAS

    • Authors: Rafaela Zandonai Buchele, Elisa Maria Cordeiro, Cristiane Muller
      Abstract: [CURSO: MÚSICA] Explorar características socioculturais de diferentes etnias associadas à vivência em seus diversos gêneros musicais, oportuniza à educação, além da integração das diferenças, o acréscimo de novas linguagens à expressão musical de cada ser. Com este propósito, foi desenvolvido um plano de ação que, norteado pela contação de uma história elaborada especificamente para o mesmo, a qual possui um personagem que viaja pelo mundo em busca de música, passando pela África, Portugal, Áustria e Brasil; proporcionou a descoberta de variadas culturas e suas riquezas musicais. Este artigo expõe os relatos e análises desta experiência docente, desenvolvida por meio do estágio supervisionado do curso de Licenciatura em Música, havendo a coleta de dados por meio de pesquisa-ação e fundamentando-se através dos referenciais teóricos (ALMEIDA, PUCCI, 2003); (BRITO, 2003); (FRANÇA, 2002) e (SWANWICK, 2003). A partir das constatações apresentadas, concluiu-se a eficácia do tema, onde ao ser desenvolvido como projeto de musicalização infantil na escola, promoveu de forma lúdica, uma aprendizagem efetiva e interdisciplinar, engajada com o meio social, cultural e acima de tudo, musical. A mediação deste projeto em sala de aula acrescentou à construção do ato de ser professor a busca por conhecimento, o incentivo à vida docente, bem como a realização pessoal ao poder contribuir de forma significativa à educação.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [20] ENTRE RITMO, VERSOS E CANTO: ENTRELAÇANDO A LITERATURA DE CORDEL
           E O XOTE DE LUIZ GONZAGA

    • Authors: Cristiane Muller, Josiane Vitôr Silva, Sabrina Assi Ribeiro, Mônica Uriarte
      Abstract: [CURSO: MÚSICA]O artigo apresenta uma análise da prática pedagógica realizada por estagiárias do 5º período do curso de Licenciatura em Música, tendo como público alvo alunos do 3ª ano do ensino fundamental de uma escola estadual na cidade de Itajaí no ano de 2015. Esse estágio foi planejado sob a temática do gênero xote, um ritmo do forró, o qual explorou ludicamente a sua célula rítmica e as questões timbrísticas dos instrumentos musicais utilizados nesse gênero, através da percepção rítmica. As canções “Xote das meninas” e “Xote ecológico” do compositor nordestino Luiz Gonzaga, embalaram as intervenções, que trataram paralelamente da musicalidade e do cuidado com o meio ambiente. Para tanto, utilizou-se a estratégia de desenvolvimento de folhetos de cordel como ferramenta de apropriação desse gênero como linguagem e comunicação. Cada criança construiu o seu folheto de cordel referente à sua compreensão das letras das canções, com desenhos e pinturas que retratavam um pouco da realidade nordestina, entrelaçando o cordel com a música.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [21] ESTUDANDO ESTEREÓTIPOS EM SALA DE AULA: ANÁLISE DE
           INTERVENÇÃO DO PIBID

    • Authors: Henrique A. Dolsan
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O conhecimento não se constrói a partir da apresentação estática do conteúdo, deve-se procurar novas estratégias priorizando a resolução mesmo que teórica de problemas sociais que desafiam tanto professor quanto aluno em sociedade. E, se hoje vivemos em uma sociedade repleta de preconceito é coerente afirmar que ela é fruto de discursos excludentes e que hoje propagam o preconceito e a intolerância. Entre inúmeros estereótipos, a supremacia branca e magra transborda das páginas da revista para a triste realidade vivida em nosso cotidiano: o preconceito. O artigo visa relatar analisando uma intervenção em sala de aula pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) analisando os resultados obtidos a partir de uma pesquisa dos próprios alunos.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [22] A CONTRIBUIÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À
           DOCÊNCIA – PIBID, DESENVOLVIDO NA ESCOLA BÁSICA HENRIQUE DA SILVA
           FONTES NA FORMAÇÃO INICIAL

    • Authors: Gabrielly Gilian Amorin, Ana Cristina Bornhausen Cardoso, Gabriel Carneiro, Rafaela Ferreira, Ilisabet Pradi Krammes, Juliana Gheller Potrich, Daniel Vasconcelos Rodrigues, Onice Sansonowicz
      Abstract: [CURSO: LETRAS, MÚSICA, HISTÓRIA E PEDAGOGIA]O presente artigo evidencia a importância do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID, da Universidade do Vale do Itajaí, como complemento na formação inicial de licenciandos que atuam no subprojeto Interdisciplinar, na escola básica municipal Henrique da Silva Fontes, localizada no município de Itajaí, em Santa Catarina. Para desenvolver as atividades planejadas no subprojeto, junto aos alunos da escola, foi necessário que os licenciandos, dos cursos de História, Pedagogia e Música, estudassem diferentes temáticas relacionadas a História, o que evidenciou que o PIBID amplia as discussões e estudos teóricos estreitando o diálogo entre Universidade e escola. As atividades de estudo nasceram da necessidade de trabalhar os temas elencados no currículo escolar da disciplina História: Idade Média; Iluminismo; Período Entre Guerras e os Fascismos.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [23] LEVANDO O BRINQUEDO PARA CASA: UMA EXPERIÊNCIA COM A SACOLA DE
           BRINQUEDOS E O CADERNO DE VIVÊNCIAS BRINCANTES

    • Authors: Roselite Saragoça Pereira, Paulo Roberto Serpa, Josiane Maria Simas, Leidy Luiza Ranzan Xerri
      Abstract: [CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA]Este trabalho trata-se de um relato de experiência sobre uma prática docente desenvolvida em uma escola pública municipal no município de Itapema. O objetivo deste trabalho é relatar as primeiras impressões dos autores, a cerca de suas experiências na condução do Projeto Sacola de Brinquedos e o Caderno de Vivências Brincantes. Participaram do andamento do projeto, o professor de Educação Física, e as três professoras regentes de três turmas da Educação Infantil, sendo dois jardins (vespertino e integral) e um pré (matutino). As crianças contempladas no projeto tem entre 4 e 5 anos de idade. O projeto encontra-se ainda em seu desenvolvimento no ano letivo de 2017, por isso, são apresentados os relatos do primeiro semestre do respectivo ano. Até o presente momento, foi realizado um levantamento de jogos e brincadeiras tradicionais presentes no âmbito familiar das crianças contempladas, assim como, a confecção de três cadernos dessas vivências.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [24] ESTRATÉGIAS DE PESQUISA HISTÓRICA NA DISCIPLINA DE HISTÓRIA QUE
           PODEM SER UTILIZADAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

    • Authors: João Batista Oliveira Neto, Elen Salete da Silva
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O exercício de pesquisa histórica na disciplina de história é fundamental para a construção do conhecimento, porém, durante todas as observações realizadas em algumas escolas municipais e estaduais no Vale do Rio Tijucas, microrregião de Santa Catarina, notamos que faltam estratégias e até mesmo disposição para pesquisar. A prática da pesquisa deve ser cotidiana nas instituições de ensino, por conta disso, algumas proposições necessitam ser feitas, como a implementação de projetos dentro da História Oral, Patrimonial e Cultural. Abordagens cotidiana de fácil acesso a todos os envolvidos são soluções que podem fazer toda a diferença durante o processo de ensino e aprendizagem.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [25] A LINGUAGEM MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    • Authors: Claudete Bonfanti, Janeslei Conceição da Rosa
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]O presente relato tem como referência o processo de estudo empregado na realização da disciplina Estágio Supervisionado: Pesquisa da Prática Pedagógica, que teve como objetivo compreender a docência na Educação Infantil. A pesquisa foi efetivada em um Centro de Educação Infantil, pertencente à rede pública municipal de ensino de Itajaí, que atende crianças de zero a cinco anos e onze meses. Participaram da pesquisa 20 crianças de maternal, professoras e gestão. Buscou-se organizar a experiência da docência pelo viés da matemática buscando identificar a noção matemática que as crianças tinham, especificamente, as noções de tempo, correspondência, classificação, seriação, inclusão, comparação, na perspectiva do desenvolvimento da matemática com outras linguagens. O estudo atende as perspectivas da pesquisa qualitativa e os procedimentos de coleta dos dados compreenderam: protocolos de observação, pesquisa bibliográfica, plano de intervenção, registros fotográficos e em diário de campo. As interações junto ao grupo de crianças, professoras e gestão da instituição permitiu alguns achados, dentre eles compreender a concepção de trabalho matemático na educação infantil e as suas interpretações por parte das crianças, em especial. Considera-se que esta pesquisa fomentou a importância da ação docente para a Educação Infantil, e o quanto são sutis as práticas pedagógicas relacionadas à matemática e a necessidade de olhar como docente para esta linguagem e sua inserção com a arte, música, movimento, brincadeiras, no cotidiano de educar e cuidar.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [26] A PRÁTICA DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: APRENDENDO A SER
           PROFESSORA A PARTIR DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

    • Authors: Fernanda Alves, Claudete Bonfanti, Rafaela Paulo Pereira
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]No presente relato descrevermos e refletimos as etapas desenvolvidas no decorrer da disciplina Estágio Supervisionado: Pesquisa da Prática Pedagógica, 5º período, da licenciatura em Pedagogia. A pesquisa da prática pedagógica aconteceu em um dos Centros de Educação Infantil público do município de Itajaí, instituição essa, concedente do campo de estágio. Buscamos com o estágio compreender o que é ser professor/a no contexto que educa e cuida de crianças de zero a cinco anos de idade. O tempo destinado ao estudo foi de cinquenta horas, abrangendo os meses de março a maio de 2017. Os procedimentos adotados foram: observação da instituição e grupo de crianças participantes da intervenção, organização do plano de ação, materiais didáticos, revitalização de espaços, registro em diário de campo, fotográficos, sistematização em forma de relatório e seminário de socialização. Consideramos que os resultados oriundos da prática pedagógica nos fez refletir sobre a importância do estágio como tempo de aprender a ser professor, bem como, situar-se nas especificidades da docência na Educação Infantil
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [27] ARTE E SOM: DESCOBRINDO OS PRINCÍPIOS DA MÚSICA E CONSTRUÇÃO DO
           PARQUE SONORO

    • Authors: Maria Luiza Feres do Amaral, Maiara Berté, Viviane Cristina Pianezzer Bittencourt, Flávia Bossoni Dionisio, Direle Borba Farias, Márcia Beatriz Caetano Nascimento, Leomar Ferreira Rodrigues, Maria Carolina da Silva
      Abstract: [CURSO: MÚSICA]Este trabalho foi realizado no CEI Anninha Linhares, localizado em Itajaí-SC, com crianças na faixa etária de 2 anos e em número de 20. Para tanto o objetivo central foi musicalizar e formar esteticamente as crianças através da utilização dos espaços comuns da escola; e os objetivos específicos do trabalho foram: Desenvolver as primeiras noções timbrísticas; sensibilizar a memória auditiva e tátil utilizando elementos da natureza; explorar os timbres de cada instrumento; despertar a memória auditiva; desenvolver a atenção ao ouvir; descobrir os sons da escola (Parque). Em todas as atividades, o projeto como todo teve foco nos princípios básicos do som proporcionando momentos de brincadeiras, bem como a exploração e o conhecimento do mundo circundante de modo mais profundo que os demais sentidos. Como complemento e apoio para a percepção auditiva das crianças foram diversas canções infantis. O artigo a seguir é resultado de trabalhos realizados ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Prática Docente – PIBID.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [28] EDUCAÇÃO PATRIMONIAL E PROCESSOS EDUCATIVOS: REFERÊNCIAS CULTURAIS
           E MEMÓRIAS COMO ESPAÇOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO BÁSICA

    • Authors: Leandro Sávio Carvalho Damasceno, Renato Riffel
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O artigo apresenta os resultados do projeto de extensão universitária Educação Patrimonial: Cultura, Memória e Patrimônio com foco nas atividades realizadas no ano de 2016. Esse projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em História da UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí tem como finalidade promover ações de educação patrimonial no âmbito do ensino médio e fundamental, utilizando situações de aprendizagem que contemplem a valorização da memória e do patrimônio cultural existentes nos espaços de vida dos alunos. Nos trabalhos realizados com o CAU-Colégio de Aplicação UNIVALI (campus Balneário Camboriú-SC), álbuns de família dos alunos foram utilizadas como fontes de pesquisa, resultando num estudo sobre memória que possibilitou a compreensão dos itinerários migratórios dos seus familiares. Na escola Básica Elias Adaime, as atividades originaram o inventário de sete referências culturais existentes no bairro Cidade Nova (Itajaí-SC), organizadas na forma de uma exposição e um dossiê. Em ambos os casos, os resultados observados apontam para o desenvolvimento da capacidade de valorização, preservação e difusão da memória e dos bens culturais, tanto dos alunos como das comunidades existentes no entorno das escolas atendidas pelo projeto.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [29] MINICONFERÊNCIA DA ONU NAS AULAS DE GEOGRAFIA: ESTRATÉGIA
           DE ENSINO E APRENDIZAGEM

    • Authors: Ana Cristina Cardoso Bornhausen, Ilisabet Pradi Krammes, Celso Vital Martins, Daniel Filho, Matheus Tomazini, Larissa Cristina Duarte, Guilherme de Moura, Elizama Patissi
      Abstract: [CURSOS: HISTÓRIA, EDUCAÇÃO FÍSICA]A atividade aqui relatada nasceu da necessidade de abordar o tema refugiados no mundo contemporâneo e a crise migratória atual, principalmente ocorrida na Síria, região geograficamente localizada no Oriente Médio. Ela foi desenvolvida com os alunos dos nonos anos do ensino fundamental, na disciplina Geografia, na escola básica municipal Arnaldo Brandão, localizada no município de Itajaí, em Santa Catarina. Teve apoio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, da Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI. A estratégia de ensino e aprendizagem selecionada foi a simulação de uma conferência da ONU, uma vez que a intenção da atividade era priorizar a capacidade de reflexão crítica do aluno
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [30] ORGANIZAÇÃO DE OFICINAS: ESTRATÉGIAS DE SIGNIFICAÇÃO DO PROCESSO
           ENSINO E APRENDIZAGEM

    • Authors: Herik Campos, Ana Cristina Cardoso Bornhausen, Wesley Vinicius Lunca de Castro, Ilisabet Pradi Krammes, Eraldo Pereira Machado, Fernando Oliveira da Silva, Lucas Carlos da Silva
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O presente artigo relata a iniciativa de um grupo de bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, da Universidade do Vale do Itajaí, UNIVALI, na escola básica municipal Arnaldo Brandão, localizada no município de Itajaí, em Santa Catarina. As atividades nasceram no interior do subprojeto Interdisciplinar e dizem respeito a organização e oferta de oficinas interdisciplinares como estratégia de ressignificação do processo ensino aprendizagem
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [31] LITERATURA E FANTOCHES NOS ANOS INICIAIS: AMPLIANDO AS LINGUAGENS,
           PROMOVENDO A ESCRITA E A INCLUSÃO

    • Authors: Adriana de Freitas, Rosane Maria de Godoy, Darlem Moura Nascimento Schmitz
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]O artigo apresenta a experiência realizada no curso de Pedagogia da Univali, campus Biguaçu, durante o Estágio Supervisionado: Pesquisa da Prática Pedagógica, realizado na turma do 1º ano dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em uma escola pública no município de Antônio Carlos. O objetivo do artigo é compreender como se constituem os saberes da docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, por meio de uma prática inclusiva e coerente com as especificidades da faixa etária das crianças que ingressam nessa etapa da Educação Básica. Por meio de uma sequência didática as crianças foram desafiadas a promover a inclusão de uma fantoche com deficiência física a qual permaneceu na cadeira de rodas e frequentou todos os espaços que as crianças do 1º ano frequentam. O plano de ação foi desenvolvido durante o Estágio Supervisionado, tendo como etapas o período da observação, da ação pedagógica e da docência. Coerente com a abordagem da pesquisa qualitativa, os dados foram coletados por meio de protocolos de observação, diário de campo, registros escritos e fotográficos. Os resultados indicam que o brincar para as crianças de seis anos também é fundamental no processo de ensino e aprendizagem, bem como é importante abordarmos a temática da inclusão por meio da sensibilização e ludicidade.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [32] A IDADE MÉDIA PELO VIÉS DA INTERDISCIPLINARIDADE:
           DIVERSIDADE EM FOCO

    • Authors: Katrine Flor Assunção, Ana Cristina Bornhausen Cardoso, Daniel Alexandre Galm, André Alexandrei Gasperi, Gabriela Luckmann, Ilisabet Pradi Krammes, Ruan Douglas M. da luz
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O presente artigo tem como proposta relatar o trabalho interdisciplinar no processo de ensino e aprendizagem em História, por meio da matriz curricular de habilidades organizada pela secretaria municipal de educação da cidade de Itajaí (SC). Trata-se de atividade realizada pelos bolsistas do grupo PIBID Interdisciplinar- UNIVALI, que atua na Escola Melvin Jones. A partir do tema Idade Média, componente da matriz curricular, organizou-se o plano de aula com o tema “Divina Violência”, pautado nos conceitos discriminatórios e preconceituosos, construídos na Idade Média e quem de diferentes formas se perpetuaram no decorrer da História, visto que resquícios do medievo são perceptíveis na atualidade. Esse tema foi trabalhado em parceria com as disciplinas História, Arte e Língua Portuguesa. Os temas abordados no contexto medieval foram: a moral cristã sobre a sexualidade; relações de gênero acerca do matrimônio; importância da cultura árabe no período; invisibilidade e discriminação da pessoa negra. 
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [33] ESTRATÉGIAS DE PESQUISA HISTÓRICA NA DISCIPLINA DE HISTÓRIA QUE
           PODEM SER UTILIZADAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

    • Authors: João Batista de Oliveira Neto, Elen Salete da Silva
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]O exercício de pesquisa histórica na disciplina de história é fundamental para a construção do conhecimento, porém, durante todas as observações realizadas em algumas escolas municipais e estaduais no Vale do Rio Tijucas, microrregião de Santa Catarina, notamos que faltam estratégias e até mesmo disposição para pesquisar. A prática da pesquisa deve ser cotidiana nas instituições de ensino, por conta disso, algumas proposições necessitam ser feitas, como a implementação de projetos dentro da História Oral, Patrimonial e Cultural. Abordagens cotidiana de fácil acesso a todos os envolvidos são soluções que podem fazer toda a diferença durante o processo de ensino e aprendizagem.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [34] PRÁTICA DOCENTE: ATENÇÃO À DIVERSIDADE DOS
           SENTIMENTOS

    • Authors: Claudia Kuinta Dias Hohmann
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]A atenção à diversidade dos sentimentos é um tema que não perde atualidade e tornou-se importante nas discussões das instituições educativas, pois elicia uma carga emotiva e ética que incidem de maneira significativa e direta na prática docente. O presente trabalho pretende refletir as práticas do professor, que muitas vezes tornam-se alvo de interferência no processo de construção de conhecimento e consequentemente de ensino e aprendizagem, assim como recriar algumas estratégias de ação minimizando os sentimentos de negatividade discente. O trabalho cooperativo entre pais e professores torna-se uma estratégia importante para enfrentar fatos educativos a partir das diferenças atuais frente a novas situações.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [35] A IDEIA DE PROGRESSO DO SÉCULO XIX NA OBRA DE JÚLIO VERNE

    • Authors: Miguel Ideli Marques
      Abstract: [CURSO: HISTÓRIA]Neste artigo pretende-se estudar como a ideia e a crença no progresso do século XIX influenciaram na obra do escritor Júlio Verne. No século XIX, a ideia de progresso mobilizou os europeus e eles a espalharam pelo mundo inteiro. A fulgurante imaginação de Verne vai ao encontro dessas concepções de progresso. Com uma narrativa cheia de personagens e roteiros desconcertantes, o autor conseguiu pressagiar muitos avanços científicos posteriores, recebendo com isso o título de criador da ficção científica.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [36] VIVENCIANDO O SER PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO BERÇÁRIO:
           EXPLORAÇÕES SENSORIAIS

    • Authors: Any Caroline Vieira Liberato, Eliane Pottmaier, Mara Nair Jenichen
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]Pretende-se neste artigo relatar o cotidiano da prática pedagógica em um Centro de Educação Infantil, na turma berçário I que compreendem crianças de cinco meses a um ano de idade. O estágio foi composto em três etapas e iniciou-se a primeira semana com observação não só da prática como também da rotina da turma, podendo assim conhecer os bebês e se familiarizar com os mesmos. Na segunda etapa, após estudos e pesquisas sobre o tema experiências sensoriais foi elaborado um planejamento amplo que possibilitou experiências incríveis e emoções únicas de ambas as partes envolvidas. Por último a ação pedagógica que possibilitou a produção de materiais de apoio para melhor autonomia dos bebês na sala. O estágio proporciona ao acadêmico ser um agente ativo, colocando-o em uma situação real de trabalho e dando-lhe a chance de aprofundar seu conhecimento enquanto vivencia na prática, sua futura profissão.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
  • [37] BRINCADEIRAS, INTERAÇÕES E A DOCÊNCIA NA
           EDUCAÇÃO INFANTIL

    • Authors: Adriana de Freitas, Vanessa Tavares, Denésia Cristina Tavares
      Abstract: [CURSO: PEDAGOGIA]O artigo apresenta as análises formuladas numa atividade de pesquisa realizada no Estágio Supervisionado do Curso de Pedagogia EAD da UNIVALI de Balneário Camboriú, Santa Catarina, o qual foi desenvolvido numa instituição de Educação Infantil da rede municipal de ensino. O objetivo do artigo é analisar a docência no contexto da Educação Infantil, visando a interrelação entre os pressupostos teóricos e metodológicos que constituem a docência nessa etapa da Educação Básica. A metodologia de pesquisa adotada foi a abordagem qualitativa, sendo utilizados instrumentos e técnicas para coleta de dados como protocolos de observação, observação participante, elaboração de planos de ação, análise documental, registro em diário de campo e registro fotográfico. O estágio na Educação Infantil proporcionou um contato maior com a realidade estudada, pois oportunizou vivenciar a rotina das crianças, qualificar esses momentos e compreender o que é ser professor nessa primeira etapa da Educação Básica, dando visibilidade às habilidades e competências necessárias para o exercício da docência. Entende-se que as brincadeiras e as interações são os alicerces da educação na infância e que o professor é o mediador desse processo.
      PubDate: 2017-10-06
      Issue No: Vol. 5, No. 1.2 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.198.246.116
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016