Journal Cover Revista Contrapontos
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 1984-7114
   Published by Universidade do Vale do Itajaí: Univali Homepage  [7 journals]
  • NOTAS INICIAIS

    • Authors: Mariana Soares da Silva
      Pages: 426 - 426
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p426-426
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • JOVENS MIGRANTES DIANTE DO DESAFIO DE TRABALHAR E ESTUDAR

    • Authors: Celia Regina Vendramini
      Pages: 427 - 440
      Abstract: O artigo aborda as interconexões entre migração, trabalho e escola, considerando a realidade de jovens do ensino médio de escolas públicas situadas em Florianópolis. A problemática diz respeito às dificuldades de conciliar estudo e trabalho, especialmente no caso dos estudantes migrantes. A mobilidade dos jovens ou de sua família afeta seu percurso escolar, levando à descontinuidade e à interrupção dos estudos, o que pode gerar abandono ou insucesso escolar. Com base na aplicação de questionários, realização de grupos focais e entrevistas com estudantes, analisaram-se os problemas vividos pelos jovens da classe trabalhadora para seguir os estudos e inserir-se no trabalho, inserção esta que pode conduzir à migração.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p427-440
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • GÊNERO E DOCÊNCIA: UM OLHAR SOB A PERSPECTIVA DOS DISCENTES DO
           CURSO DE PEDAGOGIA

    • Authors: Adriana Regina de Jesus, Rogerio da Costa
      Pages: 441 - 459
      Abstract: O presente artigo tem como objetivo identificar por meio das falas dos discentes do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Londrina as percepções que se têm em relação ao gênero e à docência. Para o desenvolvimento deste estudo, utilizou-se como metodologia de pesquisa a abordagem qualitativa. Na busca de recuperar tais percepções dos discentes, a pesquisa bibliográfica, a análise documental e a pesquisa de campo formaram o conjunto de procedimentos investigativos. Ao término da pesquisa, constatou-se que os alunos relacionam à docência com aspectos de infantilização e feminização. Outro ponto importante a ressaltar é que o currículo do curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Londrina necessita de um novo olhar em relação ao gênero e à docência, podendo assim contribuir para a formação da leitura crítica de mundo e da condição humana dos estudantes do referido curso. 
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p441-459
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • NARRATIVAS DE FORMAÇÃO DOCENTE: EXPERIÊNCIAS NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO
           EM EDUCAÇÃO FÍSICA

    • Authors: Kezia Rodrigues Nunes, Silvana Ventorim
      Pages: 460 - 484
      Abstract: O objetivo deste trabalho é produzir e ampliar redes de sentidos de formação docente e de estágio supervisionado, por meio das experiências compartilhadas por estagiários do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal do Espírito Santo. Como instrumentos para produção de dados, utiliza os memoriais, que se tratam de trabalhos produzidos pelos/as acadêmicos/as como critério parcial para aprovação na disciplina Estágio Supervisionado nas séries finais do Ensino Fundamental. Dentre os anos 2011 e 2015, em nove semestres letivos, reuniram-se 180 memoriais e selecionaram-se 14 para compor essa pesquisa. Como resultados, evidencia-se a complexa relação entre os atores envolvidos no estágio supervisionado e sua contribuição na formação inicial e continuada de professores. Trata, ainda, ao modo dos estagiários, do reconhecimento ampliado das demandas docentes a partir das experiências vividas no ensino superior; e por parte das autoras, de uma escrita-formação que se constitui na atividade de pesquisar, narrar, ouvir, sentir e escrever.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p460-484
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO: MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE PLANOS
           MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO RELATIVOS AO PNE 2014-2024

    • Authors: Donaldo Bello de Souza, Alzira Batalha Alcântara
      Pages: 485 - 508
      Abstract: Em consonância às disposições do Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024 – Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014 –, os planos infranacionais deverão estabelecer os seus próprios sistemas de monitoramento e avaliação, observando coesão em relação a este plano nacional. Assim, este artigo, com base em análise documental, investiga o papel atribuído aos Conselhos Municipais de Educação (CME) no monitoramento e na avaliação dos Planos Municipais de Educação (PME), tomando por base empírica 19 planos pertencentes à Região Metropolitana do Rio de Janeiro, alinhados ao novo PNE. Como conclusão mais geral, verificou-se que a maioria das respectivas leis que regulamentam os planos analisados inclui, de forma explícita, o CME, ao lado da Secretaria Municipal de Educação, como órgão privilegiado no monitoramento contínuo e avaliações dos planos. Todavia, a proeminência dada ao CME no corpo das leis para estas ações apresenta certo descompasso em relação às decisões do plano propriamente dito (metas e estratégias), uma vez que, neste, sua presença é exígua, pois somente dois PMEs ressaltam o papel desse órgão colegiado em seções específicas, enquanto que outros dois o mencionam em duas estratégias. Ressalta-se, ainda, que caso o corpo da lei venha a se impor, é possível que um processo de monitoramento e avaliação sistemática desses planos municipais possa tornar-se efetivo, viabilizando o replanejamento das ações e adequação das estratégias, concorrendo, portanto, para a consecução local do plano. 
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p485-508
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • CONEXÕES ENTRE O PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO E O
           QUESTIONÁRIO DO ESTUDANTE DO ENADE

    • Authors: Andrea Karla Ferreira Nunes, Everton Gonçalves Avila
      Pages: 509 - 528
      Abstract: O artigo aborda a relação entre o Projeto Pedagógico de Curso de Graduação e o Questionário do Estudante do ENADE apreendendo as conexões existentes. Tem como objeto o estudo do processo da avaliação que se apresenta por meio do ENADE, quando se utiliza do insumo Questionário do Estudante para obter respostas sobre a qualidade dos cursos superior. O objetivo foi verificar como as respostas do Questionário do Estudante validam o que é proposto no Projeto Pedagógico do Curso, cujas orientações estão no Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância. A análise buscou informações com base na documentação existente (leis, relatórios, decretos, notas técnicas e artigos). Os meios para obtenção das informações foram a pesquisa documental e bibliográfica. A análise consentiu perceber como o Ministério da Educação tem trabalhado para tornar os indicadores de qualidade da educação superior complementares entre si e que o Questionário do Estudante testifica o que deve ser percebido pelos estudantes ao longo do curso de graduação. 
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p509-528
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • AVANÇOS CURRICULARES NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES

    • Authors: Elize Keller-Franco, Marcos Tarciso Masetto
      Pages: 529 - 551
      Abstract: As questões que se colocam para educação básica brasileira têm direcionado o olhar para os cursos de formação inicial de professores, sugerindo uma ressignificação dos conhecimentos e das práticas vigentes nesses cursos.  Começa a emergir a compreensão de que as intervenções que tornam possível a inovação nos cursos de formação envolve a busca de novas abordagens curriculares que rompam com o paradigma curricular tradicional. O presente estudo traz para reflexão a análise crítica de uma organização curricular alternativa em andamento nas Licenciaturas da Universidade Federal do Paraná-Litoral, tendo como objetivo investigar em que medida a proposta que vem sendo desenvolvida nessa instituição traz elementos com potencial de contribuição para um novo paradigma curricular na formação inicial de professores. Adota-se como caminho metodológico um estudo exploratório de abordagem qualitativa. Para obtenção dos dados, privilegiou-se a análise documental. Os resultados indicam que o currículo em andamento traz novos contornos para o campo da teoria e das práticas curriculares dos programas de formação de professores. Ao colocar em ação os princípios de uma educação emancipatória e de uma proposta pedagógica fundamentada em projetos, o currículo rompe com o paradigma técnico disciplinar e identifica-se com as teorias curriculares críticas e pós-críticas e com a abordagem do currículo integrado. O caráter de construção em movimento do currículo, aberto para que a inteligência coletiva dos educadores em seus contextos institucionais encontre espaço para a diversificação e a inovação, coloca-se diante da possibilidade de um novo paradigma em processo.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p529-551
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • FORMAÇÃO DOCENTE PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA LEITURA DO CURSO DE
           PEDAGOGIA PÓS DIRETRIZES CURRICULARES

    • Authors: Leandra Fernandes do Nascimento, Maria Marina Dias Cavalcante
      Pages: 552 - 574
      Abstract: O presente estudo representa um recorte de um mais amplo realizado no Ceará, tendo como objetivo geral - analisar a organização curricular dos cursos de licenciatura em Pedagogia, enfocando no tratamento dado aos conhecimentos formativos para atender o futuro professor da Educação Infantil, em sete (7) Cursos de Pedagogia presenciais e um (1) EaD de uma Instituição de Ensino Superior multicampi. Caracteriza-se por ser uma pesquisa de abordagem qualitativa, realizada a partir da pesquisa documental - a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDBEN 9394/1996, as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Pedagogia de 2006 e a Resolução CNE/CP 2/2015 e as Matrizes Curriculares, as quais foram obtidas junto aos sites: do E-MEC e da instituição pesquisada. Os dados foram organizados no N* VIVO e analisados à luz dos conhecimentos teóricos relacionados à Formação Docente, Currículo e Educação Infantil. Os resultados apontam que a formação docente inicial dessa instituição precisa ser repensada, considerando não somente as exigências legais, mas que reveja seus conceitos, inclusive como instituição que oferece cursos presenciais. Nesse campo há que se refletir criticamente sobre os elementos oferecidos durante a formação do futuro professor para a Educação Infantil da educação básica brasileira. 
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p552-574
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • PESQUISA E EXPERIÊNCIA: LITERATURA QUE PULSA NO MOVIMENTO DA ESCRITA

    • Authors: Carla Clauber da Silva, Silvia Sell Duarte Pillotto
      Pages: 575 - 589
      Abstract: O presente artigo problematiza a não presença da literatura na escrita acadêmica em pesquisas, especialmente em dissertações e teses. O que se verifica é o silenciamento da literatura, pois se percebe sua utilização apenas como fragmentos poéticos na forma de epígrafes. Esse silenciamento se dá especialmente pelas políticas de linguagem estabelecidas para o registro e legitimação da produção de conhecimento. Portanto, o objetivo deste artigo é evidenciar que a literatura é uma escolha de escrita e uma experiência que afeta o pesquisador e a própria pesquisa, enquanto se lê, se escreve e se vive. De abordagem qualitativa, o referido texto debruça-se na leitura bibliográfica, dialogando com vários autores/pesquisadores que pensam a literatura como experiência. Dessa forma, a escrita e a leitura apropriadas para este artigo se traduzem em uma escrita ensaiada, uma vez que não se compreende apenas como registro de um conhecimento construído, mas, sobretudo, como experiência que atravessa as problematizações da pesquisa. Com o resultado desse estudo investigativo, pretende-se fortalecer o diálogo para outras possibilidades, entre elas, que a literatura ganhe maior espaço nas políticas de linguagem do mundo acadêmico para além do seu caráter ilustrativo, configurando-se também em conteúdo. Compreende-se, então, que a pesquisa em educação na sua dimensão qualitativa pode também abrigar outros sentidos, significados e experiências, tanto do pesquisador quanto dos seus interlocutores.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p575-589
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • ESTRATÉGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM UTILIZADAS NOS CURSOS DE HISTÓRIA,
           FILOSOFIA E PEDAGOGIA: CONCEPÇÕES DE ALUNOS E PROFESSORES

    • Authors: Eliane Aparecida Toledo-Pinto, Letícia Carolina Cortinove, Dariel de Carvalho
      Pages: 590 - 616
      Abstract: A compreensão e a utilização de estratégias de ensino-aprendizagem são essenciais ao processo educacional. Para cada disciplina e turma há contextos diferentes que requerem estratégias de ensino que contribuam para que o estudante compreenda o conteúdo. Assim, esta pesquisa surgiu da necessidade de investigar e analisar as diversas estratégias de ensino-aprendizagem utilizadas nos cursos de licenciatura de História, Filosofia e Pedagogia de uma universidade privada no município de Bauru/SP, bem como a visão dos seus docentes e discentes. Através dos questionários semiestruturados aplicados aos docentes e aos discentes foi possível evidenciar a importância dessas estratégias no processo de ensino-aprendizagem, como também as relações interpessoais estabelecidas. Os docentes utilizaram diversas estratégias de ensino e aprendizagem ao ministrarem suas aulas e os alunos as aprovaram. Domínio de conteúdo, interação entre professor e aluno, explicação clara e objetiva, relação entre teoria e prática, uso de recursos didáticos e tecnológicos, são apenas algumas das estratégias citadas por alunos e professores que facilitam o processo de ensino e aprendizagem. Os resultados evidenciaram que as estratégias são importantes para a compreensão do conteúdo ensinado, bem como a didática e os recursos utilizados pelos docentes, o que contribui significativamente para uma educação de qualidade.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p590-616
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • MOVIMENTOS E GESTOS DO CORPO INFANTIL NA PEDAGOGIA DE PROJETOS:
           TRAJETÓRIA METODOLÓGICA DE UMA PESQUISA COM CRIANÇAS

    • Authors: Tatiane Lopes Monteiro, Marynelma Camargo Garanhani
      Pages: 617 - 635
      Abstract: O objetivo deste estudo foi compreender como crianças utilizam o movimento do seu corpo para comunicarem suas aprendizagens. Para isto, selecionamos uma escola da rede particular de Curitiba, que por meio da pedagogia de projetos, considerava as crianças protagonistas de suas aprendizagens. Os instrumentos para a produção de dados da pesquisa foram: a observação participante, a entrevista em grupo e um recurso chamado JPEG converter, o qual possibilitou a transformação de vídeos em imagens fotográficas. A análise dos dados nos possibilitou identificar três tipos de movimentos na comunicação das crianças: o movimento aleatório do corpo infantil; o movimento do corpo como suporte da fala infantil e o movimento com intenção: o gesto infantil. Assim, o presente artigo tem a intenção de apresentar a trajetória metodológica da pesquisa, como também discussões e reflexões sobre o movimento do corpo infantil e os seus gestos no processo de comunicação de aprendizagens.
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p617-635
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
  • TODO EMPEZÓ CON UN… ¿LO HACEMOS': RELATO DE UNA EXPERIENCIA DE
           DESARROLLO COMPETENCIAL HACIA LA FORMACIÓN DE MAESTROS REFLEXIVOS

    • Authors: Franciele Corti, Sebastià Roig-Coll, Fanny Masero-Brioso, Miguel Ángel Mestre-Medina, Laura Arnal
      Pages: 636 - 652
      PubDate: 2017-07-05
      DOI: 10.14210/contrapontos.v17n3.p636-652
      Issue No: Vol. 17, No. 3 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.198.246.116
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016