Journal Cover Imagens da Educação
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 2179-8427
   Published by Universidade Estadual de Maringá Homepage  [4 journals]
  • "Eu não sei desenhar": Questionando dons e outras habilidades
           supostamente excepcionais presentes no ensino de Arte

    • Authors: João Paulo Baliscei, Eva Lacerda, Teresa Kazuko Teruya
      First page: 32375
      Abstract: As vivências nas disciplinas de Estágio Curricular motivaram-nos a refletir sobre o ensino da técnica de desenho na escola. Nesse artigo, temos por objetivo investigar as maneiras como o ensino de desenho é abordado nos espaços escolares. O problema que orientou essa investigação foi: como as concepções de senso comum que associam as habilidades artísticas a dons ou talentos influenciam o ensino de Artes na Educação Básica' Para discutirmos sobre essa pergunta, elaboramos uma pesquisa de delineamento bibliográfico, na qual investigamos o desenho como prática recorrente nas ações pedagógicas. Em nossas considerações finais, inferimos que a habilidade de desenhar não é advinda de um dom, mas pode ser desenvolvida. Observamos também que as associações do desenho como habilidade inata limitam a criação infantil e reverberam pensamentos simplistas sobre o ensino de Arte.
      PubDate: 2018-03-19
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.32375
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Políticas de formação docente: Análise da Constituição Federal e da
           Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

    • Authors: Lucas Gabriel Franco Gomez, Lilian Maria Paes de Carvalho Ramos
      First page: 38039
      Abstract: Este artigo apresenta parte do resultado final da dissertação de mestrado defendida em maio de 2017 sobre políticas de formação de professores. Consiste em uma análise da Constituição Federal de 1988 e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996 (LDB), apontando os limites e as possibilidades destes dois dispositivos legais que tiveram grande impacto na formação docente e servem de base para a construção de políticas educacionais até os dias atuais. A Constituição abriu caminho para novas propostas democráticas de formação e valorização dos professores que foram em parte incorporadas pela LDB. No fim, não conseguiram se efetivar por causa da edição de emendas e leis posteiores que reafirmaram as garantias constitucionais e reconheceram os direitos dos professores formalmente, entretanto, questões como planos de carreira, cumprimento do piso salarial, ingresso por concurso público, garantia de formação em nível superior, em pós-graduação, concessão de licença para qualificação e valorização profissional ainda são dilemas enfrentados pelos professores brasileiros.
      PubDate: 2018-03-24
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.38039
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Programa Mais Educação (PME): visão de professores(as) e diretores(as)
           de escolas municipais de Caxias do Sul, RS

    • Authors: Vagner Peruzzo, Diogo Onofre Gomes Souza
      First page: 39134
      Abstract: Este artigo apresenta resultados preliminares de pesquisa acerca do Programa Mais Educação (PME). Objetiva analisar os principais documentos que norteiam a implantação do PME, investigar as contribuições desse Programa nos anos iniciais do ensino fundamental, bem como analisar os resultados dos indicadores de fluxo: taxas de aprovação, reprovação, evasão e o desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de duas escolas que possuem o PME e os comparar com os de duas escolas da mesma região que não possuem o programa. Foram aplicados questionários a 38 professores dos anos iniciais do ensino fundamental e a dois diretores de duas escolas que aderiram ao PME em 2009, implantaram-no em 2010, mantendo-o de forma ininterrupta até 2015. Os resultados indicam inconsistências nos textos referências do PME e uma clara mudança nos conceitos do programa do documento de 2007 para 2010. Os professores e a direção apontam um melhor rendimento dos estudantes que frequentam o PME quando comparados com os que não frequentam. É possível observar efetiva redução da evasão escolar e tímido aumento no IDEB.
      PubDate: 2018-03-31
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.39134
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Autofotografia como possibilidade metodológica em pesquisa: o método
           autofotográfico e as produções de trabalhadoras/es estudantes de duas
           regiões brasileiras

    • Authors: Damiana Matos Costa França, Naira Lisboa Franzoi
      First page: 39215
      Abstract: Neste artigo abordamos o método autofotográfico com o objetivo de compreender se e como jovens e adultos estudantes trabalhadoras/es em canaviais, no Nordeste, e na viticultura, no Sul do Brasil se percebem como protagonistas do desenvolvimento de seu município. O método autofotográfico, desenvolvido por Robert Ziller, foi a maneira encontrada para apresentar os olhares, as falas e as construções fotográficas de trabalhadoras e trabalhadores dos municípios de Areia, no estado da Paraíba e Bento Gonçalves, no estado do Rio Grande do Sul. O estudo confirmou o trabalho como convergência entre os participantes da pesquisa, concebido como meio para a concretização dos seus diretos. Acreditamos que a construção de um desenvolvimento socialmente justo precisa ser discutida e realizada com a participação do trabalhador. Mais do que apresentar conclusões acerca do objeto da pesquisa, enfocam-se aqui as potências e os limites da metodologia que pode ser utilizada como uma aliada no contexto das práticas pedagógicas e na pesquisa em educação. A pesquisa se filiou à abordagem qualitativa por entender que a ação humana contempla significações, o que torna essencial o entendimento dos significados subjetivos atribuídos pelos sujeitos que compõem as ações humanas em seus contextos sociais.
      PubDate: 2018-03-13
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.39215
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Trabalho docente na educação infantil: olhares reflexivos para a ação
           intencional e planejada do ensino

    • Authors: Heloisa Toshie Irie Saito, Marta Regina Furlan de Oliveira
      First page: 39310
      Abstract: Neste artigo objetivamos analisar o trabalho docente na educação infantil mediante a ação intencional e planejada do ensino para as crianças entre 0 e 5 anos. Para esse estudo, é necessária a compreensão de como tem sido constituída a rotina pedagógica e o trabalho do professor na educação infantil, tendo como respaldo de análise a Teoria Crítica da Sociedade e a Teoria Histórico-Cultural. A análise é fruto de projetos de pesquisa realizados na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e na Universidade Estadual de Londrina (UEL), justificando-se pela necessidade de articularmos pesquisas de diferentes instituições formativas como também de pensarmos o trabalho educacional docente em consonância com fatores sociais, políticos e econômicos que o influenciam. A metodologia de trabalho é de cunho teórico e reflexivo à luz de fundamentos da Teoria Crítica da Sociedade e da Teoria Histórico-Cultural que subsidiam os projetos de pesquisa, possibilitando refletir sobre os desafios para o trabalho docente intencional e planejado em espaços com crianças pequenas. Como resultado, defendemos um trabalho docente na educação infantil que promova aprendizagem e desenvolvimento às crianças com ações sistematizadas e intencionais e uma formação docente inicial e continuada ressignificada, objetivando novos olhares e ações didáticas para uma aprendizagem emancipatória e significativa das crianças.
      PubDate: 2018-03-13
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.39310
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • O BLENDED LEARNING NOS REPOSITÓRIOS BRASILEIROS

    • Authors: Saulo Furletti, José Wilson da Costa
      First page: 39886
      Abstract: Este artigo apresenta pesquisa exploratória em repositórios e bibliotecas virtuais de instituições públicas e privadas do Brasil com a finalidade de identificar nas pesquisas registradas em teses e dissertações a temática blended learning (ensino híbrido). A primeira parte da pesquisa foi realizada de forma ampla e sem distinção de área, as análises iniciais permitiram apontar uma tendência de crescimento na produção científica em blended learning com concentração de trabalhos em instituições públicas. Em seguida, realizou-se análise dos trabalhos produzidos exclusivamente nos programas de pós-graduação das áreas de Educação e de Ensino. Esse novo recorte apontou a existência de trabalhos predominantemente com abordagem metodológica qualitativa, na forma descritiva, a utilização do método de estudo de caso e uso frequente de publicações de origem estrangeira.
      PubDate: 2018-03-13
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.39886
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Um panorama das pesquisas sobre políticas públicas para a inserção de
           tecnologias digitais na educação

    • Authors: Jhonny David Echalar, Daniela da Costa Britto Pereira Lima
      First page: 40283
      Abstract: Este trabalho compõe os estudos e as pesquisas iniciais para o desenvolvimento de uma tese de mesma temática, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Goiás (UFG). A seguinte questão norteou esta revisão de literatura: como estão sendo analisadas as políticas públicas para inserção de tecnologias digitais na educação' O objetivo principal é mapear quais foram e como foram analisadas as políticas públicas para inserção de tecnologias digitais na educação. A pesquisa foi desenvolvida como uma revisão de literatura, tendo sido realizada uma busca em três locais diferentes: na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), nos Anais dos Simpósios da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae) e também nos Anais das Reuniões Nacionais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), estabelecendo o recorte temporal que compreende do ano de 2007 a 2016. Os resultados apontam para um interesse das pesquisas em analisar, em âmbito municipal, os efeitos das políticas públicas após sua implementação. Outros resultados mostraram predominância de estudos realizados na região sudeste (35%), seguida da região nordeste (29%) e por instituições públicas de ensino (78%), sendo a maioria desenvolvidos junto a programas de pós-graduação em Educação em dissertações de mestrado (54%).
      PubDate: 2018-03-15
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.40283
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Práticas pedagógicas do bom professor atuante em Engenharia
           Civil

    • Authors: Evelin Cristina Chiarello, Tania Mara Zancanaro Pieczkowski
      First page: 40351
      Abstract: Este texto evidencia uma pesquisa cujo objetivo foi identificar o bom professor de engenharia civil, na perspectiva dos estudantes do curso, e analisar as práticas pedagógicas desses docentes atuantes em uma universidade localizada no oeste do Estado de Santa Catarina. Por meio de entrevistas semiestruturadas, coletamos materialidades empíricas com dez estudantes do último período do curso de engenharia civil, considerando o maior tempo de convívio desses estudantes com a maioria dos professores do curso.  O material coletado foi organizado em categorias de análise, levando em consideração a relevância e a recorrência das narrativas e foi examinado pela perspectiva da Análise de conteúdo com base em Bardin. Concluímos que o considerado bom professor pelos estudantes domina saberes conceituais, atitudinais e procedimentais.
      PubDate: 2018-03-13
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.40351
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • A formação contínua dos professores e as avaliações externas no
           contexto educacional brasileiro

    • Authors: Osmar Hélio Alves Araújo, Janine Marta Coelho Coelho Rodrigues
      First page: 40831
      Abstract: Neste texto, objetivou-se analisar os desdobramentos das avaliações externas na formação contínua dos professores no contexto educacional brasileiro. Recorreu-se à pesquisa bibliográfica e ao estudo qualitativo de natureza exploratória para identificar as principais questões em debate no âmbito dessa temática de modo a compreender e refletir sobre por que e para que os professores precisam de formação contínua, assim como evidenciar as implicações das avaliações externas nessa etapa da formação docente.Conclui-se que a formação contínua dos professores da escola pública brasileira, centrada nas políticas das avaliações externas, é, na maioria das vezes, minimamente adequada aos desafios postos aos professores, entre eles, assegurar as condições necessárias para a concretização dos processos de ensino e aprendizagem.
      PubDate: 2018-03-13
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.40831
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
  • Apropriações da pedagogia moderna no grupo escolar Balduíno Cardoso
           (Porto União - SC)

    • Authors: Névio de Campos, Valéria Aparecida Schena
      First page: 42073
      Abstract: Este artigo tem por objetivo discutir o processo de apropriação da Pedagogia Moderna no Grupo Escolar Balduíno Cardoso, no período circunscrito entre a década de 1910 e os anos de 1950. Apoia-se em Roger Chartier e Michel de Certeau e nos regulamentos oficiais, nas atas de autoridades escolares, nos relatórios de inspetores e diretores enviados ao Estado de Santa Catarina. Os relatórios dos inspetores indicam mais elementos de incorporação da Pedagogia Moderna na cultura escolar do Grupo Professor Balduíno Cardoso, pois suas narrativas funcionam como a própria memória educacional oficial do Estado catarinense. Já os relatórios da direção da escola criam um efeito de sentido de controle permanente. Ao observar os relatórios da direção escolar é possível identificar um grande esforço para fazer cumprir as determinações do Estado, seja ao descrever os processos de controle e repreensão ou a orientação destinada aos professores. Porém, ao serem cruzadas as narrativas da direção da escola com as observações da inspeção escolar, nota-se que a cultura escolar do Grupo Balduíno Cardoso estava atravessada por resistências, sejam intencionais ou por dificuldade na execução do ensino de acordo com as proposições da Pedagogia Moderna.
      PubDate: 2018-03-19
      DOI: 10.4025/imagenseduc.v8i1.42073
      Issue No: Vol. 8, No. 1 (2018)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-