for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
Followed Journals
Journal you Follow: 0
 
Sign Up to follow journals, search in your chosen journals and, optionally, receive Email Alerts when new issues of your Followed Journals are published.
Already have an account? Sign In to see the journals you follow.
Journal Cover
Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2317-6571
Published by Universidade do Estado da Bahia Homepage  [4 journals]
  • Tempo de resistir, de esperançar!

    • Authors: Maria de Fatima Mota Urpia, Geórgia Nellie Clark, Maria José de Faria Lins, Marinaide Lima de Queiroz Freitas, Rodrigo Matos de Souza
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Apresentação: Pesquisa (Auto)biográfica e Educação de Jovens e
           Adultos: algumas reflexões

    • Authors: Elizeu Clementino de Souza
      Pages: 3 - 7
      Abstract: Apresentação do Dossiê Temático Pesquisa (Auto)biográfica e Educação de Jovens e Adultos: algumas reflexões
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • De Menocchio a José Luiz: escavando sentidos para a
           formação de leitores

    • Authors: Jane Paiva, William Rodrigues Barbosa
      Pages: 8 - 27
      Abstract: O artigo apresenta parte de uma pesquisa que, valendo-se das narrativas orais eescritas ordináriasde um idoso, um protagonista anônimo – José Luiz da Silva, colaborador —, foi em busca de conhecer o processo de formação (humana) e como leitor de um sujeito que, mesmo privado do direito à educação escolar, alfabetizou-se em outros espaços e, por meio dessefundamento, aventurou-se à construção de conhecimentos de forma (quase) autodidata. O estudo contou com o auxílio teórico-metodológico da história oral, em diálogo com propostas de pesquisas (auto)biográficas de formação. As obras de Ginzburg (2006), Darnton (2011) e Certeau (2013)subsidiaram a interpretação das narrativas sobre leituras do colaborador. Especialmente neste artigo, enfoca-se a aproximação do processo de (auto)formação de José Luiz com o vivenciado por Menocchio, o moleiro friulano encontrado e estudado por Ginzburg em autos da Inquisição.  Compreender os processos de tessitura do conhecimento sobre a cultura escrita realizados pelo narrador permitiu materializar aspectos pouco evidentes para os que se fazem convencidos de que a escola é o lugar privilegiado de ensinar e de aprender, o que José Luiz nega e repõe em outro lugar, ao narrar suas histórias. O homem-leitor que emerge da investigação resulta de suas leituras, da religiosidade que o acompanhou por um largo tempo, e de suas vivências — mas não se reduz a um reflexo dessas influências, pela forma como as apreende e recria. As respostas às provocações feitas à memória demonstraram singularidades, engendradas pela percepção do sujeito em relação ao mundo. Suas experiências mostraram o quanto a formação de um indivíduo é complexa e se complexifica ao longo da vida, mediada pelas leituras, no contexto de sociedades tecnológicas, globalizadas e grafocêntricas. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Relatos de experiencia, formación continua y docentes jubilados.
           Reflexiones pedagógicas en torno del taller de documentación narrativa
           de Quilmes

    • Authors: Danise Grangeiro, Daniel H. Suárez
      Pages: 28 - 44
      Abstract: : El artículo explora algunas interfaces entre la formación permanente -a lo largo de toda la vida- de los docentes, la documentación narrativa de la experiencia escolar y la reconstrucción del discurso público y especializado de la pedagogía. Con ello pretende mostrar algunos de los posibles aportes de la investigación narrativa y (auto)biográfica al campo de la formación docente continua, al estudio cualitativo e interpretativo de la educación y a la recreación de la memoria de los procesos de transmisión de los saberes del oficio de enseñar. Para eso, cuenta una vez más y propone una nueva reflexión teórica y metodológica en torno del taller de documentación narrativa de experiencias pedagógicas de docentes jubilados de la Municipalidad de Quilmes (Provincia de Buenos Aires, Argentina). En ese taller - y en otros que se suceden hasta la actualidad-, diez profesores/as jubilados/as escribieron y reescribieron, leyeron y releyeron sucesivas versiones de relatos de sus experiencias docentes, indagaron (auto)biográficamente sus mundos de la vida escolar, conversaron en torno de sus escrituras, lecturas e interpretaciones y proyectaron sus propias intervenciones pedagógicas en el campo de la formación de docentes, durante más de un año y medio. Esa experiencia de investigación, formación y acción docente fue documentada por su coordinadora en su tesis doctoral, y ahora se dispone como territorio de indagación y de nuevas interpretaciones y conversaciones pedagógicas. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • História de Vida-Formação de uma professora idosa
           aposentada

    • Authors: Adson dos Santos Bastos, Elizeu Clementino de Souza
      Pages: 45 - 64
      Abstract: O texto toma como centralidade experiências e trajetórias de vida-formação de uma professora idosa aposentada, participante da Universidade Aberta à Terceira Idade. Busca-se, assim, analisar como o Programa se constitui como um lócus em que as experiências ganham novos sentidos, a partir da compreensão que o sujeito constrói sobre si ao narrar suas histórias formativas. Adotamos princípios epistemológicos e teórico-metodológicos da pesquisa qualitativa e da pesquisa (auto)biográfica, utilizando como dispositivo de pesquisa a entrevista narrativa. A análise apresentada parte do processo de biografização, com ênfase em aspectos vinculados às trajetórias de vida-formação da professora idosa, na condição de professora aposentada. O texto revela, também, modos próprios como a professora aposentada narra suas histórias de formação e inserção profissional, bem como suas aprendizagens no âmbito da Universidade Aberta à Terceira Idade, ao revelar experiências e sentidos sobre a formação, a profissão e a atuação profissional.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Narrativas juveniles en el aula: pensar juntos la relación
           pedagógica

    • Authors: José Miguel Olave
      Pages: 65 - 76
      Abstract: Las narrativas en el aula, entendidas como procesos de indagación en los que participan de manera conjunta docentes y estudiantes, permiten implicarse en un espacio de educabilidad colectivo. Estas ponen en marcha un diálogo entre la condición de juventud de los estudiantes y el mundo adulto docente, iluminando brechas y acortando distancias pedagógicas. Son una oportunidad de narrar la experiencia educativa desde aquello que les pasa a estudiantes y docentes como tales y, desde allí, dibujar horizontes comunes por medio de relatos que recogen significados colectivos. Hasta ahora, el campo pedagógico no se ha implicado suficientemente con el mundo narrado por sus estudiantes. Este artículo reflexiona a partir de las experiencias narrativas con estudiantes de secundaria participantes de una clase de Filosofía en un liceo emblemático de Santiago de Chile y explora las posibilidades de construir pensamiento pedagógico colectivo por medio del uso de la narrativa como recurso de enseñanza y aprendizaje que pone en juego el mundo juvenil y su experiencia vital en el espacio formativo del aula. Asimismo, este artículo se plantea como una crítica a una pedagogía que sitúa a los jóvenes como objeto de finalidades educativa, eclipsando la posibilidad de pensar pedagógicamente a la juventud desde la experiencia pedagógica de lo vivido.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • La escritura autobiográfica de jóvenes y adultos en
           educación superior

    • Authors: Juan Mario Ramos Morales, José Antonio Serrano Castañeda
      Pages: 77 - 89
      Abstract: En este artículo los autores esbozan el trabajo realizado con la escritura autobiográfica y las estrategias de escritura asumidas en diversos proyectos de docencia e investigación con jóvenes y adultos, estudiantes de grado y posgrado en el campo educativo. El trabajo realizado nos ha permitido comprender los procesos de formación de los sujetos, así como dificultades, inquietudes, transformaciones en su trayecto en educación superior. El avance presentado forma parte del proyecto de investigación “Procesos de acompañamiento y prácticas de formación”. En esta tarea, al narrar su propia historia, los jóvenes y adultos se han enfrentan a su propio recorrido en el ámbito de la escolarización, a reconstruirla a partir de recuerdos propios o de aquellos que los acompañaron en el trayecto. Los dispositivos de escritura son diversos, desde diarios de reflexión, escenas de vida, hasta la elaboración de sus trayectorias. Jóvenes y adultos incorporan en sus escritos escenas, sujetos, saberes, vínculos con las cosas (sujetos-objetos), e inclusive gustos e intereses (metáforas) para abordar sus relatos. El artículo está organizado a través de tres apartados, primero mostramos los referentes teórico-metodológicos que orientan la indagación, después nos centramos en los escritos para mostrar los vínculos: familia y escuela; y metáforas y la escritura autobiográfica. Finalizamos con reflexiones en torno a la escritura autobiográfica en los procesos de formación de jóvenes y adultos. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Prática Educativa em Movimento Social: narrativas de jovens

    • Authors: Guilherme Ribeiro Miranda dos Santos, Nilma Margarida Castro Crusoé, Núbia Regina Moreira
      Pages: 90 - 107
      Abstract: O presente artigo é resultado de pesquisa que analisa práticas educativas em um movimento social, com base nas narrativas de jovens participantes. A questão investigativa é a seguinte: qual é a prática educativa desenvolvida no Movimento Levante Popular da Juventude' Levando-se em consideração a compreensão de que, nos movimentos sociais, as práticas educativas emanam das mais diversas formas, em que a intersubjetividade, as motivações e as experiências interligam-se no processo de construção do sujeito coletivo, optamos por realizar uma pesquisa qualitativa na perspectiva da fenomenologia sociológica de Alfred Schutz. Foram entrevistados três militantes, um de cada setor da organização do Movimento: Diversidade sexual e gênero; Negros e Negras; Mulheres. Os resultados apontaram uma prática educativa que promove aproximação com a realidade, com as questões sociais; forma-se politicamente e estabelecem-se contatos, aproximações, aprendizagens a partir da participação no Movimento; aprende-se experiências de se organizar não somente no Movimento, mas também seu pensamento e sentido sobre que tipo de sociedade se deseja dentro do Movimento e qual o tipo de sociedade deseja-se para si e para o mundo. Conclui-se que a participação no Movimento Social Levante Popular da Juventude possibilita que os integrantes estejam imersos em práticas educativas não formais apreendidas nas atividades organizadas pelo Movimento, como atos de reivindicação, reuniões, formações políticas, acompanhamento por parte de militantes mais velhos, vivências, entre outras coisas, a partir de relações intersubjetivas que se estabelecem entre os participante.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Alteridades(s), escritas de si e reflexão: olhares cruzados sobre a
           formação de professores em Portugal e no Brasil

    • Authors: Conceição Leal da Costa, Ilane Ferreira Cavalcante
      Pages: 108 - 126
      Abstract: A realidade constitui-se do caminho que cada um traça a partir de sua formação, de sua vivência familiar, de sua prática profissional, enfim, das especificidades de sua caminhada. Nesse sentido, refletir sobre as relações de alteridade estabelecidas pela nossa relação com o outro e com o mundo é fundamental para compreendermos e (re)construirmos a nossa própria identidade em todas as suas nuances. É sobre esse processo, aqui pensado no sentido da formação docente, que este artigo se debruça, apresentando uma reflexão que cruza olhares de duas professoras de instituições de Portugal e do Brasil. No Brasil, o artigo traça uma breve reflexão sobre a formação docente para lidar com a realidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), partindo da análise dos Projetos de Curso de quatro licenciaturas ofertadas pelo Campus Natal Central do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Em Portugal, as reflexões versam sobre o que as escritas de si e as reflexões podem contribuir para a emancipação dos grupos humanos de que os docentes são (somos) parte. Concluímos que a nossa investigação, inspirada pelo método biográfico, mostra afinidades heurísticas e formativas adequadas à formação docente. Enquanto professoras na Universidade e formadoras de professores, estes estudos impulsionam o isomorfismo pedagógico e a nossa implicação na promoção da sua agência e autonomia, porque impelem à apropriação e visibilidade de acontecimentos, de itinerários e de conhecimentos construídos. O mesmo será dizer, possibilidades de suscitar alteridade(s) através de escritas de si e da reflexão na Educação de Jovens e Adultos. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Memorial de Formação: trajetórias e reflexões de professores da
           Educação de Jovens e Adultos (EJA)

    • Authors: Josinélia dos Santos Moreira, Kátia Maria Santos Mota
      Pages: 127 - 143
      Abstract: O referido trabalho tem como objetivo registrar a trajetória profissional de professores, expressando suas histórias de vida docente vinculadas à Educação de Jovens e Adultos (EJA). O artigo apresenta reflexões de dez professores da EJA, de Jequié-BA, refletindo sobre suas práticas pedagógicas por meio da escrita de um texto autobiográfico (memorial formativo). Eles foram convidados a escrever sobre as suas trajetórias como professores, suas experiências profissionais e tudo mais que quisessem escrever sobre o período dedicado a essa modalidade de ensino. O trabalho ora apresentado é um recorte de uma tese de doutorado denominada ‘Docência na EJA: um olhar sobre a formação dos professores na perspectiva multicultural’, a qual tem como objetivo analisar a docência na EJA, a partir do perfil identitário de seus professores, associado aos percursos de formação da vida docente e da sua vinculação nas práticas curriculares nessa modalidade educacional. O estudo permitiu constatar que o perfil identitário do professor da EJA é de um profissional da educação comprometido com sua profissão e seu fazer pedagógico, entretanto carece de uma formação específica para atuação na EJA. Fica evidente a necessidade de uma formação continuada que forneça conhecimentos para lidar com a ampla diversidade cultural dos sujeitos da EJA, nas práticas curriculares.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Qual o lugar da experiência na formação de professores e professoras da
           Educação de Jovens e Adultos'

    • Authors: Jacqueline Monteiro Pereira
      Pages: 144 - 163
      Abstract: O artigo busca contribuir para o campo da formação de professores da Educação de Jovens e Adultos com base em estudos das relações entre experiência, memória e narração desses sujeitos, notoriamente já caracterizados por sua diversidade. Mais especificamente, adotam-se princípios teórico-metodológicos da pesquisa (auto)biográfica, buscando compreender como os professores da EJA compõem suas experiências e memórias que constituem e são constituídas pelas suas trajetórias de vida-formação. A partir da escrita de memoriais, o texto discute questões sobre o lugar da experiência a partir da análise de rastros das memórias de toda uma vida dedicada ao Magistério. Essas trajetórias narradas revelam identidades docentes registradas em memoriais de formação, possibilitando a constituição de uma cartografia das experiências.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Escutadoras de memória: a experiência de aprender fazendo

    • Authors: Cíntia de Sousa Carvalho, Solange Jobim e Souza
      Pages: 164 - 179
      Abstract: O objetivo deste artigo é apresentar uma pesquisa intervenção tendo como campo de atuação uma iniciativa interinstitucional de educação popular. Caracterizado como “Formação das Escutadoras de Memória”, foram realizados estudos teórico-práticos acerca dos modos de escuta das histórias de vida dos moradores das favelas. Parte do diálogo com autores que se afiliam à perspectiva sócio-histórica e crítica da cultura, tais como Walter Benjamin, Ecléa Bosi e Mikhail Bakhtin, esta pesquisa surgiu com a intenção de ampliar o acervo do Museu de Favela (MUF). Para tanto, foi necessário oferecer uma formação teórico-prática para formar um pequeno grupo de moradoras das favelas Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, situada na cidade do Rio de Janeiro, para a realização de entrevistas de memória. A proposta foi realizar uma pesquisa intervenção de caráter ético-político-afetivo, e desenvolver  com as participantes deste trabalho estratégias metodológicas que visaram sensibilizá-las para a importância das histórias de vida para o fortalecimento da identidade de uma comunidade.  A pesquisa em pauta permitiu denunciar o enfraquecimento dos laços sociais e os efeitos subjetivos do isolamento, possibilitando reafirmar o valor da experiência comunal na tarefa existencial de criar sentidos para a vida. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Análise Textual Discursiva e as trajetórias educativas de adultos na
           Educação de Jovens e Adultos (EJA): um exercício metodológico

    • Authors: Fernanda de Brito Kulmann Conzatti, Tárcia Rita Davoglio
      Pages: 180 - 194
      Abstract: O presente estudo teve como objetivo realizar um exercício piloto para estruturar a metodologia de uma pesquisa mais ampla, a qual visou investigar os sentidos que os sujeitos adultos de uma turma de Educação de Jovens e Adultos atribuem à retomada da trajetória escolar. Foram entrevistados dois sujeitos, servidores públicos, na faixa etária dos 45 anos de idade e estudantes do Ensino Médio da EJA de uma escola da rede pública, localizada na cidade de Porto Alegre/Rio Grande do Sul. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e gravadas em áudio, com prévia autorização dos sujeitos. Utilizou-se a metodologia da Análise Textual Discursiva (ATD) para a análise das informações transcritas. Os resultados apontaram para a emergência de três categorias: abandono escolar na infância/adolescência; retorno aos estudos na vida adulta madura e mudanças provocadas pelas vivências na EJA, que reforçam a literatura sobre a origem socioeconômica e cultural do público que a frequenta. Outrossim, os resultados também apresentaram fatores que demonstraram as potencialidades da Educação na vida desses sujeitos, empoderando-os para atuarem, de forma ativa, nos diferentes contextos pelos quais circulam. A Análise Textual Discursiva mostrou-se bastante assertiva para reconstruir as trajetórias escolares e seus significados para os educandos adultos maduros da EJA. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Dinâmica Aprendente pela/na Educação: contraponto às referências e
           itinerários culturais no processo de escolarização

    • Authors: Silvia Lucia Lopes Benevides, Luiz Gonzaga Gonçalves
      Pages: 195 - 207
      Abstract: O artigo objetiva evidenciar a tensão existente entre o arbitrário cultural que se tenta incutir nas formas de pensamentos e métodos de ensino e as múltiplas referências culturais, que se revelam e se expressam nos atos do currículo. Tendo em vista à dinâmica aprendente propiciada pela/na educação, que não somente reproduz, também produz, gera o novo, cria elementos e novas relações, contrapõe-se às referências e itinerários culturais definidos no processo de escolarização, de acordo com a crítica bourdieusiana, os movimentos ou trânsitos operados pelos sujeitos do ato educativo na configuração/reconfiguração dos espaços-tempos escolares. Reflete sobre o que é suscetível de ser ensinado aos jovens populares, questionando os processos de definição e os critérios de construção dos saberes adotados pela escola e problematizando o acesso a um pretenso saber universal em uma escola culturalmente plural. Apresenta a concepção intercrítica como promissora na resolução de tal impasse, enfatizando o papel ativo dos sujeitos e da educação, enquanto experiência formadora que não pode desconsiderar, nos trânsitos curriculares, os sentidos, as experiências e os conhecimentos que cada homem e cada mulher assumem na construção de suas próprias existências.
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Gestão do Trabalho e da Saúde na Contemporaneidade: uma revisão
           histórica das implicações para o trabalhador e para os processos
           laborais

    • Authors: Rosângela Veloso de Freitas Morbeck, Francisco Gilson Rebouças Porto Júnior
      Pages: 208 - 221
      Abstract: O presente artigo objetiva analisar o impacto que as transformações advindas do sistema capitalista tiveram sobre o trabalhador, na sua condição social e na sua saúde. A pesquisa se deu com referencial teórico marxista e de autores análogos a esta perspectiva crítico-histórica. Os resultados apontaram que, nos processos de trabalho dos modelos taylorista ao toyotista, mantêm-se a exploração da mão de obra em função do lucro das mercadorias, resultando em desemprego, precarização do trabalho, informalidade e desigualdade, gerando sofrimento e insegurança física e psíquica ainda que, atualmente, a saúde do trabalhador seja tida como elemento condicional à qualidade de vida humana. Portanto,  a implementação de políticas públicas para a saúde do trabalhador, tendo em vista seu desenvolvimento, bem como a intensificação das ações de pesquisa que favoreçam articulações atualizadas sobre os processos de trabalho, são caminhos de transformação para uma relação justa e criativa do homem com o seu trabalho. 
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
  • Lista de Pareceristas

    • Authors: Os Editores
      First page: 222
      PubDate: 2018-01-22
      Issue No: Vol. 5, No. 10 (2018)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.80.58.121
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-