for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
Followed Journals
Journal you Follow: 0
 
Sign Up to follow journals, search in your chosen journals and, optionally, receive Email Alerts when new issues of your Followed Jurnals are published.
Already have an account? Sign In to see the journals you follow.
Em Pauta : Teoria Social e Realidade Contemporânea
   Journal TOC RSS feeds Export to Zotero Follow    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
     ISSN (Print) 1414-8609 - ISSN (Online) 2238-3786
     Published by Universidade do Estado do Rio de Janeiro Homepage  [11 journals]
  • Normas Editoriais

    • Authors: Em Pauta
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Frei Betto: referência de ética e espiritualidade política

    • Authors: Leonardo Boff
      Abstract: A homenagem de vida deste número da revista Em Pauta é dedi- cada ao Frei Betto, por sua trajetória em defesa dos direitos humanos, dademocracia e denúncia aos arbítrios da ditadura
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • As universidades e o Regime Militar

    • Authors: Carla do Nascimento Santos Morani
      Abstract: Resenha do livro de MOTTA, Rodrigo Patto Sá. As universidades e o regime militar: cultura política brasileira e modernização autoritária. 1. ed. Rio de Janeiro:Zahar, 2014, 429 p.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • A Ditadura Exposta

    • Authors: Maria Elizabeth S. Borges
      Abstract: Rsenha do livro de NETTO, J. P. Pequena História da Ditadura Brasileira (1964-1985). São Paulo: Cortez, 2014, p. 342.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Entrevista com Maria Helena Tenório de Almeida

    • Authors: Isabel Cristina da Costa Cardoso, Ana Inês Simões Cardoso de Melo, Elziane Olina Dourado
      Abstract: A entrevista realizada com Maria Helena Tenório de Almeida, assistente social e professora universitária de Serviço Social da UFRJ e da UERJ, já aposentada, reconstrói a memória das opções, percursos, contingências e lutas de sua trajetória de vida antes e depois de 1964. A entrevista revela a profunda experiência de formação humana e democrática de Maria Helena, anterior ao golpe militar, que se expressa no âmbito da vida cotidiana quando de sua socialização no universo familiar no interior rural de Pernambuco, na participação no Movimento de Educação de Base (MEB) e no movimento da Juventude Estudantil Católica (JEC). Os tempos da memória e da história social da entrevistada se entrelaçam aos tempos da sociedade e produzem uma  rica experiência  de resistência à ditadura, através da sua inserção na Juventude Universitária Católica (JUC) e na Ação Popular (AP), que permite resgatar a memoria desse período e  a partcipação de assistentes sociais na resistência democrática e na construção crítica ao conservadorismo da profissão.


      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Serviço Social português e brasileiro em diálogo:
           internacionalização da formação profissional

    • Authors: Alcina Maria de Castro Martins, Virgínia Carrara
      Abstract: O ensino superior, nos quatro cantos do mundo, tem na atualidade a temática e realidade do processo de internacionalização que vem intensificando a circulação de alunos, professores e pesquisadores a realizarem estudos e investigações no estrangeiro. Este artigo é uma aproximação, através de estudo bibliográfico e análise documental, do diálogo estabelecido entre o Serviço Social português e brasileiro a partir dos anos 1960, a fim de identificar as relações internacionais no âmbito da qualificação profissional e da formação de quadros docentes e investigadores em Serviço Social, no contexto das transformações da educação e da internacionalização do ensino superior.   Palavras-chave: Serviço Social português e brasileiro; internacionalização do ensino superior; formação profissional.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Os empreiteiros de obras públicas e as políticas da ditadura
           para os trabalhadores da construção civil

    • Authors: Pedro Herique Pedreira Campos
      Abstract: O presente artigo pretende analisar as políticas estatais da ditadura civil-militar brasileira (1964-1988) para os trabalhadores da construção civil, tendo em vista os interesses e o favorecimento dos empresários do setor, em particular os empreiteiros de obras públicas. Partindo de um aparato teórico-conceitual advindo do materialismo histórico, abordamos em linhas gerais as condições de trabalho proporcionadas nos canteiros de obras para os operários do setor, suas formas de organização e as limitações impostas à sindicalização e mobilização durante o período da ditadura. Abordamos também as condições de segurança e saúde do trabalhador, os acidentes ocorridos nas obras e as formas de atuação desses trabalhadores em greves, revoltas e quebra-quebras, em particular no período final do regime. Nossas conclusões indicam que as políticas para os trabalhadores em geral e da construção civil em particular ao longo do regime eram intensamente benéficas para os empresários do setor.   Palavras-chave: empreiteiros de Obras Públicas; empresários; ditadura civil-militar brasileira (1964-1988); Estado brasileiro; políticas públicas.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Ditadura Militar no Brasil: debatendo os ataques à autonomia sindical
           e aos direitos trabalhistas

    • Authors: Cleier Marconsin
      Abstract: O texto trata dos direitos trabalhista e sindical durante a Ditadura Militar e no processo das lutas pelo seu fim. Entendendo a história como solo vivo onde se movem as classes sociais em seus conflitos e lutas, os direitos do trabalho são tratados como parte intrínseca dos direitos sociais e como conquistas dos trabalhadores na sociedade capitalista, em confronto com as necessidades da acumulação monopolista, no processo mesmo de reconhecimento da questão social. Durante a autocracia burguesa, a perda de direitos conquistados arduamente pelos trabalhadores brasileiros ocorreu através da repressão e da cooptação. Entretanto, setores combativos resistiram, fortalecendo-se quando a crise internacional do capital rebate em sua dinâmica e, com movimentos grevistas, apressaram o processo de transição. Fechando o ciclo das lutas pelo fim da Ditadura, a Constituição Federal de 1988 trouxe conquistas para os direitos do trabalho, mas sua materialização tem sido dificultada e até obstaculizada pela burguesia.   Palavras-chave: trabalho; direitos; ditadura.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Memórias Reveladas: justiça de transição e o sombrio
           legado da ditadura militar

    • Authors: Inez Stampa, Vicente Rodrigues
      Abstract: O presente artigo tem por objetivo discutir a criação e o desenvolvimento do Centro de Referência das Lutas Políticas no Brasil (1964-1985) – Memórias Reveladas, iniciativa voltada para a proteção e difusão do patrimônio documental brasileiro do período da ditadura militar. Visando contribuir para o debate sobre a justiça de transição no Brasil, identifica as peculiaridades que conformam a experiência brasileira, definindo a justiça de transição como um novo campo de estudo e ação que tem por objetivo o enfrentamento de legados repressivos. Traça um panorama do acervo brasileiro da repressão, discute recentes alterações na regulamentação do acesso público a esses documentos, centrando-se numa reflexão sobre o papel desempenhado pelo Memórias Reveladas e sua articulação com duas outras ferramentas de justiça de transição recentemente criadas, a Comissão Nacional da Verdade e da Lei de Acesso às Informações.Palavras-chave: Memórias Reveladas; ditadura militar; Comissão Nacional da Verdade; Lei de Acesso às Informações.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Contracapa

    • Authors: Em Pauta
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Expediente

    • Authors: Em Pauta
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Sumário

    • Authors: Em Pauta
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Editorial

    • Authors: Em Pauta
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • O processo de renovação do Serviço Social no Uruguai

    • Authors: Luís Acosta
      Abstract: Este artigo analisa o processo de renovação do Serviço Social no Uruguai, ao longo de um ciclo histórico que compreende o período da ditadura (1973-1984). A renovação profissional começou com a aprovação do novo currículo da Escola Universitária de Serviço Social no ano de 1966, no mesmo ano em que se realiza o II Seminário Regional Latino-americano de Serviço Social na cidade de Montevidéu. Na ditadura a reflexão e prática profissional renovadora desloca-se fora do âmbito universitário, enquanto o movimento estudantil encabeça a resistência no interior da universidade. Finalizada a ditadura o debate profissional retorna ao espaço universitário na experiência das “Oficinas de Teoria e Prática Profissional”. Este processo deu lugar ao surgimento de tendências ou perspectivas profissionais que são brevemente apresentadas. O encerramento da Escola Universitária de Serviço Social e a criação do Departamento de Trabalho Social, no quadro do processo de redemocratização, finalizam um ciclo do processo de renovação do Serviço Social no Uruguai.   Palavras-chave: história do Serviço Social; reconceituação; teoria e prática do Serviço Social, Serviço Social Crítico.  
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • La actividad de las agrupaciones estudiantiles maoístas entre la
           lucha antidictatorial y el retorno del peronismo

    • Authors: Adrián Celentano
      Abstract: Desde mediados de los años sesenta, en el marco de la creciente radicalización política e ideológica que se registra en Latinoamérica, los jóvenes que estudian en las universidades argentinas fundan un conjunto de agrupaciones y frentes que participan en la lucha contra la dictadura militar encabezada por el general Juan C. Onganía. Un novedoso abanico de nuevas tendencias se disputaron la organización del movimiento estudiantil. Éstas se caracterizaron por romper con la izquierda tradicional (el Partido Comunista y el Socialista), por cuestionar las instituciones académicas y científicas de la época dominadas por el paradigma desarrollista y por participar de los movimientos insurreccionales de 1969-1971. El presente artículo mapea las agrupaciones estudiantiles vinculadas a los partidos y corrientes de la llamada “nueva izquierda”, específicamente de cuatro agrupamientos maoístas de desiguales dimensiones. Palabra clave: nueva izquierda; estudiantes; intelectuales; insurrecciones; maoísmo.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Algunos rasgos socio políticos de la dictadura brasileña (1964
           – 1985) y sus efectos en América del Sur

    • Authors: Arturo Fernadez
      Abstract: El trabajo  estudia, desde una perspectiva comparada, algunas causas y características estructurales de la dictadura brasileña de 1964 y su impacto en América del Sur y, particularmente, en la Argentina. Más  específicamente el análisis se focaliza sobre un  punto de vista crítico acerca de la Doctrina  de la Seguridad Nacional, implementada como consecuencia del entrenamiento  proporcionado por Estados  Unidos a los militares brasileños y latinoamericanos en el marco de la Guerra Fría. Sin embargo, se subraya que dichas dictaduras eran  cívico-militares e intentaron  destruir cualquier posibilidad de progreso social, enfrentando variadas resistencias populares. El período histórico seleccionado presenta  similitudes entre la dictadura brasileña y las sudamericanas;  pero estos regímenes tuvieron diferentes trayectorias y resultado,  como lo demuestra la comparación con el caso argentino. Palabra clave: doctrina de la seguridade nacional; dictaduras cívico-militar; resistencias populares.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Augusto Boal e o Teatro do Oprimido

    • Authors: William Berger
      Abstract: Este artigo tem por objetivo apresentar, de forma breve, o caráter revolucionário da vida e da obra do teatrólogo e ativista político brasileiro Augusto Boal e sua criação coletiva no Teatro do Oprimido. Boal ficou mundialmente conhecido pela criação deste método, hoje praticado nos cinco continentes. Parte de sete tópicos que buscam relacionar o caminho da pesquisa com a trajetória de Augusto Boal: do Núcleo de Teatro Arena de São Paulo à atual expansão do método “Brasil adentro e mundo afora”, passando pela Ditadura Militar no Brasil. São os seguintes: 1. Metodologia; 2. O Oprimido e a Revolução: um diálogo entre conceitos e processos; 3. Augusto Boal: antecedentes, ditadura e criação do Teatro do Oprimido; 4. Teatro do Oprimido: as etapas iniciais do método; 5. Breve historiografia do Teatro do Oprimido; 6. O Teatro do Oprimido é um teatro revolucionário?; e 7. A Árvore do Teatro do Oprimido. Por fim, traça algumas considerações finais a respeito dos rumos do Teatro do Oprimido na atual conjuntura.   Palavras-chave: Augusto Boal; Teatro do Oprimido; Teatro Arena; revolução;ditadura militar.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • Um sujeito ocultado: trabalhadores e regime militar no Brasil

    • Authors: Marco Aurélio Santana
      Abstract: O artigo reflete sobre a trajetória dos trabalhadores brasileiros e suas entidades representativas durante o Regime Militar (1964-1985), bem como sobre as visões políticas e acadêmicas sobre a atuação dos mesmos no período. Neste sentido, indica o que seria um ocultamento sobre as efetivas atividades desenvolvidas por tais atores, seja no sentido da resistência ao regime militar, seja no que diz respeito ao apoio ao mesmo. Aponta-se o que poderiam ser vetores futuros de pesquisa acerca da temática.   Palavras-chave: trabalhadores; trabalho; movimento sindical; partidos de esquerda; ditadura militar.  
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
  • MEB e educação popular

    • Authors: Luiz Eduardo W. Wanderley
      Abstract: O Movimento de Educação de Base foi um movimento de educação popular, utilizando aulas radiofônicas, cursos de formação e eventos, para camponeses e trabalhadores rurais. Os objetivos eram: educar para transformar, concretizar uma pedagogia da participação popular. Dentre as concepções mais elaboradas estavam a consciência histórica, a conscientização, a politização, a animação popular. Foi dado um destaque para a educação sindicalista, na práticas do sindicalismo rural. No texto foram analisadas algumas tensões sobre as concepções educativas, com convergências e divergências nas ações realizadas por governos e instituições da sociedade civil. O MEB teve uma posição original e criativa no período selecionado (1961-1964 e mesmo pós 1964), apesar de algumas ambivalências, como foi demonstrado no presente artigo.   Palavras-chave: educação de base; educação popular; conscientização; politização; educação sindicalista.
      PubDate: 2014-09-30
      Issue No: Vol. 12 (2014)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2014