for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
  Subjects -> HEALTH AND SAFETY (Total: 1453 journals)
    - CIVIL DEFENSE (22 journals)
    - DRUG ABUSE AND ALCOHOLISM (86 journals)
    - HEALTH AND SAFETY (661 journals)
    - HEALTH FACILITIES AND ADMINISTRATION (382 journals)
    - OCCUPATIONAL HEALTH AND SAFETY (105 journals)
    - PHYSICAL FITNESS AND HYGIENE (115 journals)
    - WOMEN'S HEALTH (82 journals)

HEALTH AND SAFETY (661 journals)                  1 2 3 4 | Last

Showing 1 - 200 of 203 Journals sorted alphabetically
16 de Abril     Open Access   (Followers: 1)
Acta Informatica Medica     Open Access  
Acta Scientiarum. Health Sciences     Open Access   (Followers: 2)
Adultspan Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Advances in Child Development and Behavior     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Advances in Public Health     Open Access   (Followers: 27)
African Health Sciences     Open Access   (Followers: 3)
African Journal for Physical, Health Education, Recreation and Dance     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
African Journal of Health Professions Education     Open Access   (Followers: 6)
Afrimedic Journal     Open Access   (Followers: 2)
Ageing & Society     Hybrid Journal   (Followers: 44)
Air Quality, Atmosphere & Health     Hybrid Journal   (Followers: 4)
AJOB Empirical Bioethics     Hybrid Journal   (Followers: 3)
American Journal of Family Therapy     Hybrid Journal   (Followers: 10)
American Journal of Health Economics     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
American Journal of Health Education     Hybrid Journal   (Followers: 32)
American Journal of Health Promotion     Hybrid Journal   (Followers: 32)
American Journal of Health Sciences     Open Access   (Followers: 9)
American Journal of Health Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
American Journal of Preventive Medicine     Hybrid Journal   (Followers: 28)
American Journal of Public Health     Full-text available via subscription   (Followers: 254)
American Journal of Public Health Research     Open Access   (Followers: 28)
American Medical Writers Association Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Analytic Methods in Accident Research     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Annales des Sciences de la Santé     Open Access  
Annali dell'Istituto Superiore di Sanità     Open Access  
Annals of Global Health     Open Access   (Followers: 10)
Annals of Health Law     Open Access   (Followers: 5)
Annals of Tropical Medicine and Public Health     Open Access   (Followers: 13)
Applied Biosafety     Hybrid Journal  
Applied Research In Health And Social Sciences: Interface And Interaction     Open Access   (Followers: 3)
Apuntes Universitarios     Open Access   (Followers: 1)
Archive of Community Health     Open Access   (Followers: 1)
Archives of Medicine and Health Sciences     Open Access   (Followers: 4)
Archives of Suicide Research     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Arquivos de Ciências da Saúde     Open Access  
Asia Pacific Journal of Counselling and Psychotherapy     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Asia Pacific Journal of Health Management     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Asia-Pacific Journal of Public Health     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Asian Journal of Gambling Issues and Public Health     Open Access   (Followers: 4)
Asian Journal of Medicine and Health     Open Access  
Atención Primaria     Open Access   (Followers: 1)
Australasian Journal of Paramedicine     Open Access   (Followers: 4)
Australian Advanced Aesthetics     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Australian Family Physician     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Australian Indigenous HealthBulletin     Free   (Followers: 7)
Autism & Developmental Language Impairments     Open Access   (Followers: 11)
Behavioral Healthcare     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Bijzijn     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Bijzijn XL     Hybrid Journal  
Biomedical Safety & Standards     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Birat Journal of Health Sciences     Open Access  
BLDE University Journal of Health Sciences     Open Access  
BMC Oral Health     Open Access   (Followers: 7)
BMC Pregnancy and Childbirth     Open Access   (Followers: 22)
BMJ Simulation & Technology Enhanced Learning     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Boletin Médico de Postgrado     Open Access  
Brazilian Journal of Medicine and Human Health     Open Access  
British Journal of Health Psychology     Hybrid Journal   (Followers: 48)
Buletin Penelitian Kesehatan     Open Access   (Followers: 2)
Buletin Penelitian Sistem Kesehatan     Open Access  
Bulletin of the World Health Organization     Open Access   (Followers: 19)
Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos Saúde Coletiva     Open Access   (Followers: 1)
Cambridge Quarterly of Healthcare Ethics     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Canadian Family Physician     Partially Free   (Followers: 13)
Canadian Journal of Community Mental Health     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Canadian Journal of Human Sexuality     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Canadian Journal of Public Health     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Cannabis and Cannabinoid Research     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Carta Comunitaria     Open Access  
Case Reports in Women's Health     Open Access   (Followers: 4)
Case Studies in Fire Safety     Open Access   (Followers: 23)
Central Asian Journal of Global Health     Open Access   (Followers: 2)
CES Medicina     Open Access  
Child Abuse Research in South Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Child's Nervous System     Hybrid Journal  
Childhood Obesity and Nutrition     Open Access   (Followers: 11)
Children     Open Access   (Followers: 2)
CHRISMED Journal of Health and Research     Open Access   (Followers: 2)
Christian Journal for Global Health     Open Access  
Ciência & Saúde Coletiva     Open Access   (Followers: 2)
Ciencia e Innovación en Salud     Open Access  
Ciencia y Cuidado     Open Access   (Followers: 1)
Ciencia y Salud Virtual     Open Access  
Ciencia, Tecnología y Salud     Open Access   (Followers: 2)
Cities & Health     Hybrid Journal  
Clinical and Experimental Health Sciences     Open Access   (Followers: 1)
ClinicoEconomics and Outcomes Research     Open Access   (Followers: 2)
Clocks & Sleep     Open Access   (Followers: 1)
CME     Hybrid Journal   (Followers: 2)
CoDAS     Open Access  
Community Health     Open Access   (Followers: 4)
Conflict and Health     Open Access   (Followers: 7)
Contraception and Reproductive Medicine     Open Access   (Followers: 1)
Cuadernos de la Escuela de Salud Pública     Open Access  
Curare     Open Access  
Current Opinion in Behavioral Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Day Surgery Australia     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Design for Health     Hybrid Journal  
Digital Health     Open Access   (Followers: 5)
Disaster Medicine and Public Health Preparedness     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Diversity of Research in Health Journal     Open Access  
Dramatherapy     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Drogues, santé et société     Open Access   (Followers: 2)
Duazary     Open Access   (Followers: 1)
Düzce Üniversitesi Sağlık Bilimleri Enstitüsü Dergisi / Journal of Duzce University Health Sciences Institute     Open Access  
Early Childhood Research Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 21)
East African Journal of Public Health     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Eating and Weight Disorders - Studies on Anorexia, Bulimia and Obesity     Hybrid Journal   (Followers: 22)
EcoHealth     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Education for Health     Open Access   (Followers: 7)
electronic Journal of Health Informatics     Open Access   (Followers: 6)
ElectronicHealthcare     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Elsevier Ergonomics Book Series     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Emergency Services SA     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde     Open Access  
Environmental Disease     Open Access   (Followers: 4)
Environmental Sciences Europe     Open Access   (Followers: 2)
Epidemics     Open Access   (Followers: 5)
Epidemiologic Perspectives & Innovations     Open Access   (Followers: 6)
Epidemiology, Biostatistics and Public Health     Open Access   (Followers: 20)
Ethics & Human Research     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Ethics, Medicine and Public Health     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Ethiopian Journal of Health Development     Open Access   (Followers: 7)
Ethiopian Journal of Health Sciences     Open Access   (Followers: 8)
Ethnicity & Health     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Eurasian Journal of Health Technology Assessment     Open Access  
European Journal of Investigation in Health, Psychology and Education     Open Access   (Followers: 4)
European Medical, Health and Pharmaceutical Journal     Open Access   (Followers: 1)
Evaluation & the Health Professions     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Evidence-based Medicine & Public Health     Open Access   (Followers: 9)
Evidência - Ciência e Biotecnologia - Interdisciplinar     Open Access  
Expressa Extensão     Open Access  
Face à face     Open Access   (Followers: 1)
Families, Systems, & Health     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Family & Community Health     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Family Medicine and Community Health     Open Access   (Followers: 9)
Family Relations     Partially Free   (Followers: 13)
Fatigue : Biomedicine, Health & Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Finnish Journal of eHealth and eWelfare : Finjehew     Open Access  
Food and Public Health     Open Access   (Followers: 17)
Food Quality and Safety     Open Access   (Followers: 1)
Frontiers in Digital Health     Open Access  
Frontiers in Public Health     Open Access   (Followers: 7)
Gaceta Sanitaria     Open Access   (Followers: 3)
Galen Medical Journal     Open Access   (Followers: 1)
Ganesha Journal     Open Access  
Gazi Sağlık Bilimleri Dergisi     Open Access  
Geospatial Health     Open Access  
Gesundheitsökonomie & Qualitätsmanagement     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Giornale Italiano di Health Technology Assessment     Full-text available via subscription  
Global Advances in Health and Medicine     Open Access  
Global Challenges     Open Access  
Global Health : Science and Practice     Open Access   (Followers: 7)
Global Health Promotion     Hybrid Journal   (Followers: 16)
Global Journal of Health Science     Open Access   (Followers: 10)
Global Journal of Public Health     Open Access   (Followers: 13)
Global Medical & Health Communication     Open Access   (Followers: 2)
Global Mental Health     Open Access   (Followers: 9)
Global Reproductive Health     Open Access  
Global Security : Health, Science and Policy     Open Access   (Followers: 1)
Globalization and Health     Open Access   (Followers: 7)
Hacia la Promoción de la Salud     Open Access  
Hastane Öncesi Dergisi     Open Access  
Hastings Center Report     Hybrid Journal   (Followers: 4)
HCU Journal     Open Access  
HEADline     Hybrid Journal  
Health & Place     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Health & Justice     Open Access   (Followers: 6)
Health : An Interdisciplinary Journal for the Social Study of Health, Illness and Medicine     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Health and Human Rights     Open Access   (Followers: 10)
Health and Social Care Chaplaincy     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Health and Social Work     Hybrid Journal   (Followers: 60)
Health Behavior and Policy Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Health Care Analysis     Hybrid Journal   (Followers: 16)
Health Equity     Open Access  
Health Inform     Full-text available via subscription  
Health Information Management Journal     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Health Issues     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Health Notions     Open Access  
Health Policy     Hybrid Journal   (Followers: 45)
Health Policy and Technology     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Health Professional Student Journal     Open Access   (Followers: 4)
Health Promotion International     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Health Promotion Journal of Australia : Official Journal of Australian Association of Health Promotion Professionals     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Health Promotion Practice     Hybrid Journal   (Followers: 16)
Health Prospect     Open Access   (Followers: 1)
Health Psychology     Full-text available via subscription   (Followers: 54)
Health Psychology Bulletin     Open Access   (Followers: 1)
Health Psychology Research     Open Access   (Followers: 20)
Health Psychology Review     Hybrid Journal   (Followers: 42)
Health Renaissance     Open Access  
Health Research Policy and Systems     Open Access   (Followers: 15)
Health SA Gesondheid     Open Access   (Followers: 2)
Health Science Reports     Open Access   (Followers: 1)
Health Sciences and Disease     Open Access   (Followers: 2)
Health Security     Hybrid Journal  
Health Services Insights     Open Access   (Followers: 1)
Health Systems     Hybrid Journal   (Followers: 5)

        1 2 3 4 | Last

Similar Journals
Journal Cover
Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia
Number of Followers: 1  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Online) 2358-8306
Published by Rede Unida Homepage  [2 journals]
  • EDITORIAL

    • Authors: Michele Ramos Lourenço, Michelle Guiot Mesquita
      Abstract: Dando continuidade às publicações desta revista, cujas temáticas envolvem a formação, o cuidado e os diferentes cenários possíveis de atuação do Fisioterapeuta, este volume nos presenteia com uma discussão importante acerca do olhar ampliado em saúde e da qualidade de vida das pessoas, em especial dos estudantes de fisioterapia, trabalhadores e usuários de saúde e cuidadores.            Um dos principais objetivos da revista “Cadernos de educação, saúde e fisioterapia” é colocar em foco o que está sendo produzido, discutido e problematizado nas academias que vêm se esforçando para pensar a formação em saúde atrelada ao perfil de um fisioterapeuta mais sensível às necessidades de saúde das pessoas, tanto em suas singularidades como nas coletividades, e que seja capaz de atuar com base nos princípios e diretrizes do SUS, compreendendo seu fazer sempre contextualizado com seus aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais. Consideramos este o grande diferencial desta revista, que tem como norteador principal a aproximação de seus leitores a estes debates e contribuir com a formação de sujeitos críticos preocupados com a qualidade da formação do fisioterapeuta brasileiro e com o acesso dos usuários de saúde à fisioterapia, provocando assim, mudanças substanciais no seu perfil profissional que por muitas décadas atuou sob a lógica de um modelo curativo-reabilitador-privatista.Ao lermos os artigos ofertados neste volume, teremos a oportunidade de conhecer diferentes pesquisas que enfocam a qualidade de vida, o cuidado, o trabalho e a formação em fisioterapia.  Dentre elas um texto que nos faz refletir sobre a importância do cuidado humanizado e do olhar integral para pacientes e fisioterapeutas que atuam na oncologia, na medida em que os autores aproximam uma lente para a discussão das consequências afetivas e sociais reveladas nas experiências vividas. Um artigo aborda o alinhamento postural de crianças na fase pré-escolar e escolar e nos suscita o debate sobre o impacto dos resultados na qualidade de vida desta população de maneira geral. Três textos abordam a saúde do trabalhador, sendo dois deles direcionados a temática para a sobrecarga física e mental de cuidadores de idosos e a qualidade de vida dos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e o enfoque às questões oriundas do trabalho como o respeito, reconhecimento, satisfação e outras problemáticas discutidas nos estudos atrelados a este tema. Outro artigo problematiza a atuação do fisioterapeuta na saúde do trabalhador em conformidade com sua política de atenção integral, apontando as fragilidades, avanços e caminhos necessários a percorrer. Há também uma pesquisa interessante que trata da CIF, por meio da análise do reconhecimento lexical de seus vocábulos pelos estudantes de fisioterapia e suas consequências diretas na sua atuação profissional e na promoção da saúde em diferentes áreas de atuação e ciclos de vida. Ainda em relação ao olhar para os estudantes de fisioterapia,  dois artigos nos convidam ao debate sobre suas aptidões físicas,  prática de exercícios, hábitos e qualidade de vida, em diferentes contextos mas que têm em comum a necessidade de se pensar o adoecimento de jovens estudantes e estratégias para que a formação seja lugar de produção de saúde, acima de tudo.Interessante observar que os diferentes ciclos de vida e eixos temáticos atrelados a políticas públicas brasileiras estão presentes nos trabalhos publicados neste volume: a saúde da criança, do adulto, do idoso, da mulher e do trabalhador.  Excelentes oportunidades para pensar as fragilidades e potencialidades percebidas e vividas pelos trabalhadores, estudantes, cuidadores e familiares no que tange ao cuidado em saúde.Assim, convidamos todos e todas à leitura atenciosa deste volume por considerarmos assuntos ricos de questões atualmente discutidas e relevantes na formação, gestão e cuidado em saúde, importantes para o fazer do fisioterapeuta em diversos cenários de prática. Assuntos que se fundem em temáticas maiores e que nos remetem a diversas reflexões tão necessárias nos tempos atuais, destacando o engendramento destas questões a todo o contexto que envolve o cuidado da saúde da população.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

    • Authors: Ricardo Goes de Aguiar, Rayane Rabelo Ferraz Viana, Neidimila Aparecida Silveira, Giselle de Carvalho Brito, Adriana Andrade Carvalho
      Abstract: A singularidade do trabalho do Agente Comunitário de Saúde (ACS) como mediador do acesso a direitos sociais na região em que vive pode levar a sobrecarga física e mental. O objetivo deste trabalho foi analisar a Qualidade de Vida no Trabalho dos ACS que atuavam no município de Lagarto, Sergipe. Trata-se de um estudo transversal com ACS com pelo menos um ano de atuação na função no município, abordando Qualidade de Vida no Trabalho pelo modelo de Walton e aspectos socioeconômicos. Os dados foram digitados e a análise estatística descrita foi realizada utilizando o EPi Info, versão 6.0 d. A maioria dos entrevistados era do sexo feminino (77,5%), com ensino médio completo (68,3%), residindo na área de abrangência da unidade (82,5%). Estavam insatisfeitos ou muito insatisfeitos com o salário, benefícios extras, distribuição dos Equipamentos de Proteção Individual, oportunidade de crescimento profissional, treinamentos e respeito aos direitos do trabalhador. Por outro lado, estavam satisfeitos ou muito satisfeitos com a importância do trabalho, relacionamento com colegas e chefes, comprometimento com o trabalho, respeito à individualidade e relevância social. Espera-se que o estudo subsidie ações destinadas à melhoria das condições de vida e trabalho desses trabalhadores.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • UM OLHAR DA FISIOTERAPIA PARA AS SOBREVIVENTES DO CÂNCER DO COLO DO
           ÚTERO

    • Authors: Regielly Candido da Silva, Alessandra de Sá Earp Siqueira, Juliana Garcia Gonçalves
      Abstract: OBJETIVOS: O presente estudo teve por objetivo analisar o papel da fisioterapia no cuidado às sobreviventes do câncer do colo do útero a partir do olhar de pacientes sobreviventes e de fisioterapeutas. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa, composta por roteiros de entrevista semi-estruturada, realizadas com fisioterapeutas e pacientes do ambulatório de um hospital de referência no tratamento de câncer ginecológico. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Os relatos compartilhados revelam a experiência de viver com os efeitos tardios do tratamento, o papel do fisioterapeuta no cuidado às sobreviventes, e questões relacionadas às políticas públicas de saúde e a atenção fisioterapêutica em oncologia. CONCLUSÕES: Além das questões corporais, frutos das sequelas da doença e do tratamento, estas mulheres falam da sua dificuldade de reinserção social e afetiva e do sofrimento gerado pela sua nova condição. A fisioterapia desempenha um importante trabalho junto às sobreviventes do câncer do colo do útero, resultando em melhora da qualidade de vida e da capacidade funcional dessas mulheres.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • RECONHECIMENTO LEXICAL DE ESTUDANTES DE FISIOTERAPIA DURANTE LEITURA DA
           CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE FUNCIONALIDADE, INCAPACIDADE E SAÚDE

    • Authors: Andressa da Silva Palmeira, Paulo Henrique Ferreira de Araujo-Barbosa, Emerson Fachin-Martins
      Abstract: Objetivo: Dimensionar o reconhecimento de vocábulos por estudantes de fisioterapia durante leitura da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) e propor estratégias de enriquecimento lexical a partir dos vocábulos desconhecidos apreendidos com o intuito de treinar habilidades e competências descritivas de estados de saúde individuais e populacionais. Método: O conteúdo da CIF foi fragmentado em 9 trechos consecutivos de aproximadamente 30 páginas cada. Para cada trecho, um grupo de estudantes foi formado para a leitura e declaração de vocábulos desconhecidos. Os estudantes tinham a escolha de sugerir um significado para o vocábulo desconhecido caso desejassem. Posteriormente, os vocábulos e os seus significados sugeridos, quando anotados, foram analisados por dois julgadores cegos que verificaram o significado descrito pelo estudante com o significado real. Discordâncias foram decididas por um terceiro julgador. Resultados: A amostra foi composta por 37 estudantes com 19,8±1,5 (média ± DP) anos de idade que declararam 167 vocábulos como desconhecidos. Os vocábulos foram desconhecidos por no máximo 16 e no mínimo 1 estudantes. Dos estudantes que declararam vocábulos desconhecidos, 30% arriscaram colocar um possível significado, porém somente 18% deles aproximaram o significado anotado do significado real. Os trechos 3, 4 e 9 foram os trechos com maior número de vocábulos desconhecidos. Conclusões: Conclui-se que a CIF possui quase duas centenas de vocábulos desconhecidos por estudantes de fisioterapia e estes estão concentrados no interior e final do documento. Sugere-se um glossário contendo os 167 vocábulos para enriquecimento lexical de futuros leitores.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS A SOBRECARGA DE TRABALHO DE CUIDADORES
           DE IDOSOS RESTRITOS AO LAR

    • Authors: Gracielle Pampolim, Marise Cupertino Lessa Ferreira, Vanezia Gonçalves Silva, Luciana Carrupt Machado Sogame
      Abstract: Introdução: O ato de cuidar do pessoa idosa deve incluir um conjunto de atividades desenvolvidas pela família, comunidade e profissionais de saúde. Objetivo: verificar a presença de sobrecarga de trabalho nos cuidadores de idosos restritos ao lar e a relação entre essa sobrecarga e as características sócio demográficas dos idosos, assistidos por uma Unidade de Saúde da Família do município de Vitória-ES. Métodos: Estudo transversal com 165 cuidadores de idosos restritos ao lar assistidos por uma Unidade de Saúde da Família de Vitória-ES. A sobrecarga foi avaliada através da Zarit Burden Interview, e coletadas variáveis referentes ao perfil dos idosos. Utilizou-se os testes Chi-quadrado de Pearson e a Correlação de Spearman para as análises de dados. Resultados: A prevalência de sobrecarga entre os cuidadores foi de 32,7%. Foi identificado que idosos mais jovens e de raça negra/parda sobrecarregam mais seus cuidadores, enquanto a sobrecarga é menor entre os cuidadores de idosos que residem em bairros nobres. Conclusão: Acredita-se que os resultados apresentados neste estudo possam servir como base de avaliação diagnóstica, ressaltando a necessidade de enxergar o cuidador como sujeito que também necessita ser cuidado.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À SAÚDE DE JOVENS
           UNIVERSITÁRIAS

    • Authors: Maristella Borges Silva, Fernando Max Lima, Vítor de Melo Borges Neto, Dernival Bertoncello
      Abstract: Objetivo: Avaliar e caracterizar a aptidão física relacionada à saúde de jovens universitárias não treinadas de cursos de graduação de uma universidade pública brasileira. Métodos: As participantes responderam a um questionário sobre os seus dados pessoais e realizaram avaliação física abrangendo dados vitais; dados antropométricos; flexibilidade muscular; força de preensão palmar; testes de força e resistência muscular com uso da massa corporal e com o uso de aparelhos de musculação. Resultados: Participaram 28 voluntárias (21,67±1,96 anos) que apresentaram risco moderado para a saúde na avaliação do parâmetro de relação cintura-quadril, alterações no componente flexibilidade, com escore classificado como ruim no teste de sentar e alcançar e valores abaixo da média para flexões de braço. Conclusões: Há necessidade de políticas especificas de promoção de hábitos saudáveis e de prática de atividades físicas, uma vez que, jovens sedentárias são representativas de boa parcela da população brasileira e, a curto prazo, ingressarão na categoria de pessoas economicamente produtivas e mais suscetíveis às doenças crônico-degenerativas em decorrência do avanço da idade.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • FATORES RELATIVOS À VIDA ACADÊMICA E À PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS
           EM UNIVERSITÁRIOS: REVISÃO SISTEMÁTICA.

    • Authors: Ana Carolina Carolina Dorigoni Bini, Tatiane Budniak Mazur, Ketllin Ketllin Bragnholo, Gustavo Athayde Stockler, Débora Kauane Nascimento, Anara de Oliveira Camilo
      Abstract: Introdução: É categoricamente aceito que a prática regular de exercícios físicos pode, em qualquer idade, alterar vários aspectos de relevância na saúde do indivíduo. Durante a vida acadêmica, os fatores que podem levar à prática de exercícios são diferenciados, levando em consideração as perspectivas sociais e culturais que prevalecem. Desenvolvimento: O estudo se trata de uma revisão sistemática, utilizando artigos coletados nas bases de dados: Scielo, ScienceDirect e PubMed, utilizando os descritores: atividade física, universitários e sedentarismo, sendo estes pesquisados nos idiomas Português e Inglês. Como critérios de inclusão utilizamos: pesquisas publicadas entre os anos de 2010 e 2018, artigos originais, realizados entre universitários de todos os cursos e de ambos os sexos. Considerações finais: A transição da adolescência para a vida adulta, mudança de cidade, período de adaptação ao curso, mudança de perspectiva sobre a prática de exercícios físicos e o comodismo, são influenciadores diretos na vida do jovem adulto que acaba de entrar na universidade, diante desta realidade, é de suma importância o incentivo a prática de exercícios físicos, visto que a mesma causa tantos benefícios ao corpo, à saúde e qualidade de vida em geral.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • FISIOTERAPIA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO BRASIL

    • Authors: Isabel Aparecida Porcatti de Walsh, Dernival Bertoncello, Jéssica Carvalho Lima
      Abstract: Várias iniciativas da sociedade brasileira vêm procurando avançar nas políticas públicas de atenção integral em Saúde do Trabalhador e o maior avanço foi o reconhecimento constitucional como área contida no âmbito da saúde pública. No entanto, os obstáculos ainda são grandes. Os recursos materiais e quadro de pessoal capacitado ainda é insuficiente e os indicadores nacionais colocam o país em situação crítica em relação às nações socialmente mais desenvolvidas. Nesse sentido, cabe a reflexão respeito da atuação da Fisioterapia nesse campo. Entre as especialidades fisioterapêuticas, a Saúde do Trabalhador e Ergonomia vêm aumentando em relevância, com um crescente número de profissionais atuando nessa área. As Resoluções do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia ocupacional forneceram clareza sobre os papéis dos fisioterapeutas dentro desta especialidade, mas ainda há muito a percorrer para que, cada vez mais, essa área de atuação seja reconhecida pelas empresas, governo, sociedade e, principalmente, pelos trabalhadores, foco dessa atuação. Os órgãos representantes da categoria e as Instituições de Ensino Superior têm papel importante para divulgar, explicitar melhor a área e trabalhar mais as disciplinas relacionadas à saúde do trabalhador, bem como conduzir esses profissionais ao que lhes cabe realizar nessa área.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
  • ALINHAMENTO POSTURAL DA COLUNA NO PLANO SAGITAL DE CRIANÇAS EUTRÓFICAS E
           ACIMA DO PESO EM FASE PRÉ-ESCOLAR E ESCOLAR: ESTUDO LONGITUDINAL

    • Authors: Mariana Zingari Camargo, Dirce Shizuko Fujisawa
      Abstract: Introdução: A identificação precoce das alterações posturais e de fatores agravantes se faz necessária para que a criança mantenha o alinhamento adequado. Objetivos: Descrever e caracterizar o alinhamento postural da coluna vertebral, em plano sagital, de crianças da fase pré-escolar à escolar. Dois estudos foram desenvolvidos: (1) caracterizar a postura da cabeça, cervical e ombros; (2) avaliar o alinhamento da coluna torácica e lombar e oscilação de tronco, no plano sagital, de crianças eutróficas e acima do peso corporal. Métodos: Em ambos estudos, a amostra foi de 99 crianças, as avaliações realizadas em dois momentos, fase pré-escolar (cinco e seis anos) e escolar (de oito a onze anos). As avaliações foram por meio de análise antropométrica e fotogrametria computadorizada. As variáveis angulares e lineares avaliadas por meio da fotogrametria foram: ângulo sagital da cabeça, ângulo cervical, ângulo dos ombros, distância da cabeça, ângulo oscilação de tronco, ângulo torácico e ângulo lombar. Resultados: No primeiro estudo, diferenças foram encontradas entre as fases pré-escolar e escolar, mas apenas as variáveis ângulo do ombro (AO) e distância da cabeça (DC) foram significantes (AO = 32,79 [30,49 – 35,09] e 35,84 [33,53 – 38,15] p = 0,026, respectivamente; DC = 8,40 [8,07 – 8,73] e 11,23 [10,94 -11,52] p <0,001, respectivamente). A correlação positiva foi obtida entre a distância da cabeça e massa corporal (rho= 0,597, p <0,001). No segundo estudo, foram identificadas diferenças entre os grupos eutrófico e acima do peso, na fase escolar, para as variáveis ângulo torácico-AT(206,07±7,31 e 211,63±5,68; p<0,001) e ângulo lombar-AL (104,32±7,93 e 97,13±9,32; p<0,001). Observou-se que os valores obtidos de AT e AL dos escolares sofreram influência na postura dos pré-escolares. Conclusão: Os estudos desenvolvidos identificaram a presença de alterações no alinhamento postural. As alterações foram no posicionamento da cabeça, da cervical e dos ombros entre as crianças nas fases pré-escolar e escolar, apresentando cabeça anteriorizada e ombros protusos. Também foram identificadas alterações significantes nas regiões torácica e lombar da coluna em escolares com excesso de peso corporal, evidenciando hipercifose torácica e hiperlordose lombar.
      PubDate: 2019-05-15
      Issue No: Vol. 5, No. 9 (2019)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 18.207.238.169
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-