for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
  Subjects -> LANGUAGE AND LITERATURE (Total: 1643 journals)
    - LANGUAGE AND LITERATURE (596 journals)
    - LANGUAGES (233 journals)
    - LITERARY AND POLITICAL REVIEWS (182 journals)
    - LITERATURE (GENERAL) (121 journals)
    - NOVELS (12 journals)
    - PHILOLOGY AND LINGUISTICS (486 journals)
    - POETRY (13 journals)

LANGUAGE AND LITERATURE (596 journals)                  1 2 3     

Showing 1 - 127 of 127 Journals sorted alphabetically
3L : Language, Linguistics, Literature     Open Access   (Followers: 17)
@nalyses     Open Access   (Followers: 2)
A Cor das Letras     Open Access  
a/b : Auto/Biography Studies : Journal of The Autobiography Society     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Abgadiyat     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Abril : Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF     Open Access  
Abusões     Open Access  
Ação Midiática : Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura     Open Access  
ACME : Annali della Facoltà di Studi Umanistici dell'Università degli Studi di Milano     Open Access   (Followers: 1)
Acquisition et interaction en langue étrangère     Open Access   (Followers: 3)
Acta Baltico-Slavica     Open Access   (Followers: 3)
Acta Literaria     Open Access   (Followers: 3)
Acta Neophilologica     Open Access  
AFRREV IJAH : An International Journal of Arts and Humanities     Open Access   (Followers: 2)
Aksara     Open Access  
Alea : Estudos Neolatinos     Open Access   (Followers: 2)
Aletria : Revista de Estudos de Literatura     Open Access  
Algazarra : Revista do Centro de Pesquisa Comunicação e Cultura : Barroco e Mestiçagem     Open Access  
Alpha (Osorno)     Open Access  
American Book Review     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
American Journal of Philology     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
American Literary Realism     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
American Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 23)
Anagramas : Rumbos y Sentidos de la Comunicación     Open Access  
Anales Galdosianos     Full-text available via subscription  
Âncora : Revista Latino-Americana de Jornalismo     Open Access  
andererseits : Yearbook of Transatlantic German Studies     Open Access   (Followers: 3)
Aniki : Revista Portuguesa da Imagem em Movimento     Open Access  
ANTARES (Letras e Humanidades)     Open Access  
Anuari de Filologia. Llengües i Literatures Modernes     Open Access  
Anuário de Literatura     Open Access  
Anuario Lope de Vega. Texto, literatura, cultura     Open Access  
Appalachian Heritage     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Arabia     Open Access  
Arbitrium     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Arcadia - International Journal for Literary Studies     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Arethusa     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Argumentation et analyse du discours     Open Access   (Followers: 6)
Arizona Quarterly: A Journal of American Literature, Culture, and Theory     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Ars Aeterna     Open Access  
Artelogie     Open Access   (Followers: 2)
Arthuriana     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Artl@s Bulletin     Open Access   (Followers: 1)
Arts et Savoirs     Open Access  
Asia Minor Studies     Open Access   (Followers: 3)
Atalanta : Revista de las Letras Barrocas     Open Access  
Atalaya     Open Access   (Followers: 1)
Australian Journal of French Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Australian Literary Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Azalea: Journal of Korean Literature & Culture     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Babel     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Balkanologie : Revue d'Études Pluridisciplinaires     Open Access   (Followers: 4)
Baltic International Yearbook of Cognition, Logic and Communication     Open Access  
Barnboken : Journal of Children's Literature Research     Open Access   (Followers: 3)
Between     Open Access   (Followers: 1)
Beyond Words     Open Access  
Biblioteca Escolar em Revista     Open Access  
Biography     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
Black Camera     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Boletim de Pesquisa NELIC     Open Access  
Book History     Full-text available via subscription   (Followers: 129)
Bookbird: A Journal of International Children's Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
boundary 2     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Brasiliana - Journal for Brazilian Studies     Open Access   (Followers: 1)
Brazilian Journalism Research     Open Access  
Bronte Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Brookings-Wharton Papers on Financial Services     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Brumal. Revista de investigación sobre lo Fantástico     Open Access  
Bulletin for Spanish and Portuguese Historical Studies     Open Access   (Followers: 9)
Bulletin of the Center for Children's Books     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Bunron : Zeitschrift für literaturwissenschaftliche Japanforschung     Open Access   (Followers: 1)
Byron Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Byzantinische Zeitschrift     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Byzantion Nea Hellás     Open Access   (Followers: 2)
Caderno de Letras     Open Access  
Caderno Seminal     Open Access  
Cadernos de Letras da UFF     Open Access  
Cahiers Balkaniques     Open Access   (Followers: 2)
Cahiers d'histoire. Revue d'histoire critique     Open Access   (Followers: 14)
Cahiers de civilisation espagnole contemporaine     Open Access   (Followers: 2)
Cahiers de littérature orale     Open Access  
Cahiers de recherches médiévales et humanistes     Open Access   (Followers: 10)
Cahiers du Monde Russe     Open Access   (Followers: 11)
Cahiers d’études italiennes     Open Access   (Followers: 6)
Cahiers franco-canadiens de l'Ouest     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Callaloo     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Cambridge Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Carnets : Revue électronique d'études françaises     Open Access  
Catedral Tomada. Revista de crítica literaria latinoamericana     Open Access  
CELEHIS : Revista del Centro de Letras Hispanoamericanas     Open Access  
Cervantes : Bulletin of the Cervantes Society of America     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Ceræ: An Australasian Journal of Medieval and Early Modern Studies     Open Access   (Followers: 2)
Chasqui. Revista Latinoamericana de Comunicación     Open Access  
Children's Literature Association Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
Chloe: Beihefte zum Daphnis     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Chrétiens et sociétés     Open Access   (Followers: 3)
Cipango     Open Access   (Followers: 4)
Cipango - French Journal of Japanese Studies. English Selection     Open Access   (Followers: 4)
CLCWeb : Comparative Literature and Culture     Open Access   (Followers: 11)
CLEaR     Open Access  
Cognitive Studies : Études cognitives     Open Access  
College Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Colonial Academic Alliance Undergraduate Research Journal     Open Access   (Followers: 2)
Colorado Review     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Comparative Critical Studies     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Comparative Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 36)
Comparative Literature Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 28)
Comparative Mythology     Open Access   (Followers: 3)
Comunicação & Sociedade     Open Access  
Configurations     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Conradiana     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Contemporary Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 20)
Contemporary Pacific     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Contemporary Women's Writing     Hybrid Journal   (Followers: 11)
COnTEXTES     Open Access   (Followers: 1)
CR : The New Centennial Review     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Criticism     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Criticón     Open Access   (Followers: 1)
Critique: Studies in Contemporary Fiction     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Cuadernos AISPI     Open Access  
Cuadernos de Ilustración y Romanticismo     Open Access  
Cuadernos de Rusística Española     Open Access  
Cuadernos LIRICO : Revista de la Red Interuniversitaria de Estudios sobre las Literaturas Rioplatenses Contemporáneas en Francia     Open Access   (Followers: 1)
Cuban Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Cultures et conflits     Open Access   (Followers: 1)
Current Narratives     Open Access   (Followers: 12)
Current Objectives of Postgraduate American Studies     Open Access   (Followers: 1)
Current Writing : Text and Reception in Southern Africa     Hybrid Journal   (Followers: 2)
De Signos y Sentidos     Open Access  
De Zeventiende Eeuw. Cultuur in de Nederlanden in interdisciplinair perspectief     Open Access   (Followers: 3)
Deuterocanonical and Cognate Literature Yearbook     Hybrid Journal  
Dialektika : Jurnal Bahasa, Sastra, dan Pendidikan Bahasa dan Sastra Indonesia     Open Access  
Diálogos Latinoamericanos     Open Access  
Dicenda. Cuadernos de Filología Hispánica     Open Access  
Dickens Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Diegesis : Interdisziplinäres E-Journal für Erzählforschung     Open Access  
DIGILEC : Revista Internacional de Lenguas y Culturas     Open Access  
Discours     Open Access   (Followers: 2)
Dix-Neuf     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Drammaturgia     Open Access   (Followers: 1)
Dublin James Joyce Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Dutch Crossing : Journal of Low Countries Studies     Hybrid Journal   (Followers: 4)
e-Journal of Linguistics     Open Access   (Followers: 2)
E-rea     Open Access   (Followers: 2)
e-Scripta Romanica     Open Access  
e-Spania     Open Access   (Followers: 1)
e-TEALS     Open Access   (Followers: 1)
Early American Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Early Modern Culture Online     Open Access   (Followers: 39)
Ecotone     Full-text available via subscription  
Ecozon@ : European Journal of Literature, Culture and Environment     Open Access   (Followers: 4)
EDGE - A Graduate Journal for German and Scandinavian Studies     Open Access   (Followers: 5)
Educação & Linguagem     Open Access  
Eighteenth-Century Fiction     Full-text available via subscription   (Followers: 20)
Éire-Ireland     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
El Hilo de la Fabula     Open Access  
ELH     Full-text available via subscription   (Followers: 18)
ELOPE : English Language Overseas Perspectives and Enquiries     Open Access  
Emily Dickinson Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
English in Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
English in Aotearoa     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
English in Australia     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
English in Education     Hybrid Journal   (Followers: 13)
English Literature in Transition 1880-1920     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
English Studies in Africa     Hybrid Journal   (Followers: 1)
English Text Construction     Hybrid Journal   (Followers: 7)
English: Journal of the English Association     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Enthymema     Open Access  
Entrelaces     Open Access  
Epiphany     Open Access   (Followers: 3)
ESC: English Studies in Canada     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Escritura e Imagen     Open Access   (Followers: 1)
Eslavística Complutense     Open Access   (Followers: 1)
ESQ: A Journal of the American Renaissance     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Essays in Criticism     Hybrid Journal   (Followers: 16)
Essays in French Literature and Culture     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Estudios de Literatura Colombiana     Open Access  
Estudios de Teoría Literaria - Revista digital: artes, letras y humanidades     Open Access  
Estudios Ingleses de la Universidad Complutense     Open Access  
Estudis de Literatura Oral Popular / Studies in Oral Folk Literature     Open Access  
Études canadiennes / Canadian Studies     Open Access   (Followers: 1)
Études de lettres     Open Access   (Followers: 2)
Études Épistémè     Open Access  
Études françaises     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Études littéraires     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Eugene O’Neill Review     Full-text available via subscription  
European Journal of Life Writing     Open Access   (Followers: 5)
European Romantic Review     Hybrid Journal   (Followers: 10)
ExELL : Explorations in English Language and Linguistics     Open Access  
Exercices de Rhétorique     Open Access  
Figurationen     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Fólio : Revista de Letras     Open Access   (Followers: 2)
Fourth Genre: Explorations in Nonfiction     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
French Forum     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
French Studies in Southern Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária     Open Access  
Genre     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Genre & histoire     Open Access   (Followers: 4)
George Herbert Journal     Full-text available via subscription  
German Studies Review     Full-text available via subscription   (Followers: 27)

        1 2 3     

Journal Cover Anuário de Literatura
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 1414-5235 - ISSN (Online) 2175-7917
   Published by Universidade Federal de Santa Catarina Homepage  [26 journals]
  • V. 22, n. 1, 2017

    • Authors: Comissão Editorial
      PubDate: 2017-08-22
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Expediente

    • Authors: Comissão Editorial
      Pages: 01 - 06
      PubDate: 2017-08-22
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Apresentação

    • Authors: Annabela Rita, Andréa Figueiredo Leão Grants, Bianca Rosina Mattia, Jair Zandoná, Marina Siqueira Drey, Stélio Furlan
      Pages: 07 - 09
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • A presença de Shakespeare na escrita de Nuno Bragança

    • Authors: La Salette Loureiro
      Pages: 10 - 15
      Abstract: Nuno Bragança inclui Shakespeare no grupo de criadores que foram muito importantes para si, sendo por isso normal que a obra do dramaturgo inglês apareça na sua escrita. Neste texto, apresenta-se em primeiro lugar a  crítica do filme Macbeth, de Orson Welles, onde Bragança analisa as características que tornam a obra shakespeareana intemporal, verificando-se que estas coincidem com aquelas que são defendidas e praticadas pelo autor e suas personagens escritoras. Em segundo lugar, analisa-se a presença de algumas peças de Shakespeare  na ficção de Bragança, que se concretiza através de vários processos de intertextualidade, procedimento que exige ao leitor uma cooperação ativa permanente, no sentido de identificar a presença do texto convocado e de interpretar a sua recontextualização. No que diz respeito a Shakespeare, a presença dos seus textos deteta-se nos três romances de Nuno Bragança, podendo identificar-se as peças Romeu e Julieta, Hamlet e Macbeth. As duas primeiras aparecem fugazmente nos dois primeiros romances, mas em Square Tolstoi este diálogo com Shakespeare ganha outra dimensão e alcance, assumindo um relevo determinante na produção de sentidos do romance em duas linhas de ação. 
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • De Desdêmona a Capitu: Machado de Assis lê Shakespeare

    • Authors: Stélio Furlan
      Pages: 16 - 30
      Abstract: Investigar a produção crítica machadiana, a partir da segunda metade do século XIX, como uma tentativa de definição teórica da crítica literária no Brasil é o que se pretende com este artigo. Trata-se de uma pesquisa sobre as condições de possibilidade da prática crítica, passando pela noção de valor (estratégia significante), pela questão do cânone e pelos processos de hibridação, modus operandi por excelência do discurso crítico machadiano. Nesse sentido, pretende-se refletir sobre a recepção do teatro shakespeariano nos ensaios críticos de Machado de Assis enquanto estratégia discursiva para a análise de O Primo Basílio, de Eça de Queirós (studium). E, como desdobramento lógico, cumpre discorrer sobre o trabalho da citação de Otelo, de Shakespeare, não só como “fonte” para o enredo de Dom Casmurro (1899), considerado “o mais subtil e genial romance de língua portuguesa” (LOURENÇO, 2015, p. 143), mas também para a gestação de Capitu, a personagem de ficção mais oblíqua e enigmática da textualidade machadiana (punctum).
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Fernando Pessoa e a voz de Shakespeare

    • Authors: Dionísio Vila Maior
      Pages: 31 - 54
      Abstract: Procurarei refletir sobre o sentido de emulação percetível em alguns textos de Pessoa, no que às relações que com alguns outros escritores canónicos diz respeito; abordarei a relação de pensamento e de admiração que Pessoa manteve, ao longo de toda a sua vida, com Shakespeare, bem como a relação dialógica possível de deduzir nos procedimentos de criação heteronímica pessoana e na criação de personagens shakespeareana. Por essa perspetiva, procurarei concentrar-me em diversas questões: no “problema shakespeareano” (lembrando, pelas leituras de Pessoa, alguns exemplos capazes de esclarecerem um posicionamento específico do poeta português relativamente a Shakespeare); na problemática da “alteridade” — bem como na conceção pessoana de “poeta dramático”, dos “graus da poesia lírica” e da “dinâmica dialógica” inerente à heteronímia de Fernando Pessoa (que nos reenviará, de imediato, para a teoria do fingimento pessoano); no problema da “figuração psicológica” inerente ao poeta dos heterónimos e ao poeta nascido em Stratford-upon-Avon; na “ansiedade da influência” (através da qual refletiremos no papel do heterónimo Alberto Caeiro).
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Dom Quixote, uma aventura crítica (e apologética)

    • Authors: Luís Garcia Soto
      Pages: 55 - 71
      Abstract: No presente texto, queremos interpretar o Quixote de Cervantes desde o ponto de vista da filosofia moral. Para isso, faremos uso de duas categorias próprias da conceção da filosofia de Adorno: a crítica e a apologia. Em nossa opinião, na perceção da realidade de Dom Quixote há uma ideia de justiça que se enquadra num ideário que inclui alguns elementos transgressores a respeito da moral e a política do seu contexto histórico. Relacionaremos esses elementos transgressores com dois destacados contributos do pensamento ibérico moderno: o ius gentium e o casuísmo. Em nosso ver, Dom Quixote luta pela paz e o entendimento na política e pela liberdade de consciência na moral. Em aparência, ele fracassa sempre. Mas, em seus fracassos, às vezes ganha e às vezes perde. Por uma parte, vence quando luta contra um fato: ele erra na perceção e age de conformidade com o seu erro, mas, ao fazer isso, mostra que uma mudança é possível num dado estado de fatos moral e/ou político. A derrota de Dom Quixote implica uma crítica: ele atacou a construção social da realidade sustida e mantida pelos poderes do seu tempo. Por outra parte, Dom Quixote perde quando luta com um ídolo teatral: ele erra também, não se dá conta de que está perante uma criação dos poderes vigentes. Nestes casos, as suas derrotas significam uma dupla vitória dos poderes do seu tempo: na ordem dos fatos e na ordem das crenças. Porém, mesmo nestes casos, é possível desconstruir essa apologia. Graças ao humor de Cervantes, as/os leitoras/es podem desconstruir essa apologia e ver crítica nas aventuras de Dom Quixote. 
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • A música como amálgama cultural na montagem de Romeu e Julieta,
           do Grupo Galpão

    • Authors: Delzi Alves Laranjeira
      Pages: 72 - 82
      Abstract: A montagem de 1992 da peça Romeu e Julieta pelo Grupo Galpão, companhia teatral de Minas Gerais, caracteriza um importante momento de apropriação de uma das obras mais conhecidas do dramaturgo inglês William Shakespeare. Nessa adaptação, a música utilizada em cena ocupa um espaço central na trama. Os atores não apenas representam seus papéis, mas também tocam diversos instrumentos e cantam. A presença da música na adaptação resgata seu papel e valor nas performances para a audiência do teatro elisabetano e mostra como o Galpão traz essa informação para a contemporaneidade, possibilitando uma maior compreensão da recepção da obra de Shakespeare em contextos locais. As músicas selecionadas para a trilha sonora da peça formam uma espécie de “amálgama cultural”, por enfatizarem a grandeza e a força dos sentimentos dos trágicos protagonistas no desenrolar da trama, e também por constituírem um elemento-chave para a receptividade da plateia, cuja empatia com as canções é imediata. No contexto dos Estudos Culturais, que endossam uma noção plural e híbrida do conceito de cultura, a inserção de elementos tipicamente locais e de cunho popular, como modinhas, serestas e músicas folclóricas ressalta a pertinência e a atualidade dessas abordagens do texto shakespeariano.
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • “Um Casebook sobre a Humanidade”: o uso de Shakespeare por
           Faulkner

    • Authors: Robert Wayne Hamblin
      Pages: 83 - 98
      Abstract: O texto discute as referências à obra do dramaturgo inglês William Shakespeare presentes na obra do romancista norte-americano William Faulkner. Para tanto, utiliza-se de três exemplos representativos, os quais são agrupados de acordo com as seguintes categorias: 1) alusões específicas de Faulkner às personagens e peças de Shakespeare; 2) a presença de um interesse comum em analogias históricas; 3) e uma ênfase no tema da imortalidade da arte que perpassa as suas obras. A análise percorre diversas obras de cada um dos autores como forma de elucidação dos três modos de referência estabelecidos pelos eixos mencionados anteriormente. Descobre-se que as alusões explícitas são mais complexas do que uma simples menção, que o modo de apropriação das fontes históricas na obra de cada um desses autores possui objetivos bastante afinados com a crítica de seus contextos imediatos e que a temática da imortalidade da arte vai além de um motivo artístico, constituindo-se na ambição mais íntima de suas obras.
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Consciências literárias da crise: literatura em tempos de
           turbulência social

    • Authors: Leomir Cardoso Hilário
      Pages: 99 - 115
      Abstract: Este artigo sugere a noção de “consciências literárias da crise”, isto é, formas de consciências opositoras em tempos de crises do capitalismo que se expressam por meio de obras literárias, marcadas por uma profunda negatividade em relação ao presente. Estas formas de consciência são engajadas na dupla tarefa de descrever os efeitos de barbárie provocados pelas crises e também de narrar as mudanças ocorridas na sociedade e nos modos de vida dos indivíduos. Além disso, seriam carregadas de energia utópica, de tal maneira que a negação do mundo vigente abre espaço para a possibilidade de outro mundo. Com esta noção, pretendo reafirmar, no quadro histórico atual marcado pela crise estrutural, a especificidade, potencialidade e relevância da literatura para a produção de uma crítica radical do presente. Retomo as obras de Franz Kafka, Aldous Huxley e Samuel Beckett, alinhando-as com períodos históricos distintos: A Era da Catástrofe, a Era de Ouro e o Desmoronamento, respectivamente. 
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Mais do que resistência, avanço: desde o boicote de Minha Senhora de Mim
           à sua canonização

    • Authors: Ana Bárbara Pedrosa
      Pages: 116 - 127
      Abstract: Iremos neste artigo analisar de que forma Minha Senhora de Mim (1971), de Maria Teresa Horta, atentou o regime ditatorial que foi o seu zeitgeist, partindo da forma como usou a literatura canónica e a tradição literária para desafiar um status quo, trazendo para a literatura portuguesa um novo modelo de relações entre os sexos, contrastante com as políticas impostas pelo Estado Novo, constitucionalmente consagradas, reclamando para as mulheres o direito ao prazer sexual e a um lugar na sociedade que não se limitasse ao de coadjuvante. O desafio à tradição literária merecerá alguma atenção, na medida em que é feito através da subversão do conteúdo das cantigas de amigo medievais. Num segundo ponto, analisaremos não só o contexto da produção da obra literária, mas também a ação consequente da PIDE. Finalmente, iremos analisar o papel da polícia política no boicote desta obra e da carreira literária da autora, tentando entender se foi aqui bem sucedida, assim como o papel que a obra desempenha hoje no cânone literário português.
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • El Desgarro-Heine: espiritualismo y sensualismo como tensión en tres
           relatos

    • Authors: Pia Paganelli
      Pages: 128 - 150
      Abstract: Abordar la obra de Heine es aproximarse a uno de los escritores más controvertidos, pero también más conscientes de la dimensión histórica de la crisis que caracterizó al período que le tocó vivir. Tensionado entre el Romanticismo y la Era Moderna, su obra es la respuesta estética que apunta hacia lo nuevo, sin dejar por eso de observar críticamente lo que en él puede haber de problemático, y sabiéndose heredero al mismo tiempo, del período cultural anterior, al cual empero atacó de manera sumamente crítica. En este trabajo, se analizarán tres relatos - De las memorias del señor de Schnabelewopski, publicado en 1833, Noches Florentinas de 1835, y El rabino de Bacherach de 1840- que problematizan la tensión entre espiritualismo y sensualismo, para demostrar que la unidad desgarrada, en términos de antítesis de elementos, constituye la unidad estructural de la obra de Heine. Dado que, la escisión establecida por el judeo-cristianismo entre espiritualismo y sensualismo se prolonga en la literatura del Romanticismo a partir de sus representaciones etéreas, idealizadas y desapegadas del presente; y esto le permite a Heine utilizar esos mismos motivos para criticarlos, y al hacerlo, criticar todo un estado de cosas de su presente histórico.
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Sete alertas saudáveis para as humanidades: um breve vislumbre da faceta
           mais trágica das artes liberais hoje

    • Authors: Jair Luiz França Junior
      Pages: 151 - 174
      Abstract: Uma dizimação das artes liberais está em curso. O estudo das humanidades tem declinado acentuadamente em todo o mundo na última década, e isso vem seguido de uma combinação terrível de crises internas e externas. Por um lado, a queda no financiamento e a ascensão da tecnologia e dos negócios estão desempenhando um papel vital nessa ruína; por outro, a própria alma das artes e dos estudos culturais está cada vez mais distante dos valores centrais do pensamento liberal. Os departamentos de humanas estão sendo invadidos pela cultura da vitimização, modelos pedagógicos disfuncionais e um sério enfraquecimento do bem comum e da liberdade de expressão. Resgatar as humanidades deste atoleiro não é tarefa fácil, mas é algo que precisa ser feito logo, pois a supremacia da ciência e da tecnologia não é uma garantia de direitos naturais a nenhuma nação. Nesse sentido, o objetivo deste ensaio é traçar um breve panorama das principais razões pelas quais as humanidades caíram em desgraça. Olhando especialmente para os fatores internos de autossabotagem, sete alertas saudáveis serão discutidos como incentivos para a tomada de decisões nos departamentos. Sobretudo, não limitar a análise da natureza e dos assuntos humanos ao relativismo epistemológico pós-moderno e às teorias construtivistas radicais já significaria um pequeno avanço. Mas mudanças mais drásticas precisam ser feitas. A área de Humanidades precisa se livrar, entre outras coisas, de sua rigidez institucional e das vicissitudes de ideologias redentoras. Um currículo mais diversificado e um quadro docente mais politicamente equilibrado têm de ser perseguidos. E o método socrático de ensino-aprendizagem poderia funcionar como um antídoto para o mal-estar disciplinar na academia atual.
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Diário de Ilhéus: os textos literários da década de 30

    • Authors: Antonio Santos Barreto, Humberto Hermenegildo Araujo
      Pages: 175 - 187
      Abstract: No início do século passado os jornais eram os maiores divulgadores da Literatura no Brasil, uma vez que, os livros eram escassos, custavam muito caro e não chegavam às regiões periféricas do país. Assim, existe a necessidade de se preservar os jornais e periódicos do início do século XX, visto que esses nem sempre são preservados de forma adequada e conveniente. Uma exceção a essa realidade são os jornais dos grandes centros, como a Folha de São Paulo, que têm experiências bem sucedidas sobre a preservação das publicações literárias em suas edições antigas. Por outro lado, jornais como o Diário da Tarde de Ilhéus, que guardam em suas páginas um riquíssimo acervo histórico e literário, estão se deteriorando por falta de espaço e conservação adequada, mesmo sendo um acervo importante para a preservação da Memória Literária do Sul da Bahia. 
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/%x
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • O engajamento como discurso literário: uma leitura de Zero Zero Zero,
           de Roberto Saviano

    • Authors: Gisele Maria Nascimento Palmieri
      Pages: 188 - 191
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/2175-7917.2017v22n1p188
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
  • Os mitos nórdicos segundo Neil Gaiman

    • Authors: Leandro Vilar Oliveira
      Pages: 192 - 196
      PubDate: 2017-08-22
      DOI: 10.5007/2175-7917.2017v22n1p192
      Issue No: Vol. 22, No. 1 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.196.47.128
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016