for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
  Subjects -> LANGUAGE AND LITERATURE (Total: 1602 journals)
    - LANGUAGE AND LITERATURE (563 journals)
    - LANGUAGES (232 journals)
    - LITERARY AND POLITICAL REVIEWS (182 journals)
    - LITERATURE (GENERAL) (118 journals)
    - NOVELS (12 journals)
    - PHILOLOGY AND LINGUISTICS (480 journals)
    - POETRY (15 journals)

LANGUAGE AND LITERATURE (563 journals)                  1 2 3     

Showing 1 - 127 of 127 Journals sorted alphabetically
3L : Language, Linguistics, Literature     Open Access   (Followers: 10)
@nalyses     Open Access   (Followers: 1)
a/b : Auto/Biography Studies : Journal of The Autobiography Society     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Abgadiyat     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Abril : Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF     Open Access  
Ação Midiática : Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura     Open Access  
ACME : Annali della Facoltà di Studi Umanistici dell'Università degli Studi di Milano     Open Access   (Followers: 1)
Acquisition et interaction en langue étrangère     Open Access   (Followers: 3)
Acta Baltico-Slavica     Open Access   (Followers: 1)
Acta Literaria     Open Access   (Followers: 3)
Acta Neophilologica     Open Access  
AFRREV IJAH : An International Journal of Arts and Humanities     Open Access   (Followers: 2)
Alea : Estudos Neolatinos     Open Access   (Followers: 1)
Aletria : Revista de Estudos de Literatura     Open Access  
Algazarra : Revista do Centro de Pesquisa Comunicação e Cultura : Barroco e Mestiçagem     Open Access  
Alpha (Osorno)     Open Access  
American Book Review     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
American Journal of Philology     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
American Literary Realism     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
American Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 21)
Anagramas : Rumbos y Sentidos de la Comunicación     Open Access  
Anales Galdosianos     Full-text available via subscription  
Âncora : Revista Latino-Americana de Jornalismo     Open Access  
andererseits : Yearbook of Transatlantic German Studies     Open Access   (Followers: 3)
Aniki : Revista Portuguesa da Imagem em Movimento     Open Access  
ANTARES (Letras e Humanidades)     Open Access  
Anuari de Filologia. Llengües i Literatures Modernes     Open Access  
Anuário de Literatura     Open Access  
Anuario Lope de Vega. Texto, literatura, cultura     Open Access  
Appalachian Heritage     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Arbitrium     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Arcadia - International Journal for Literary Studies     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Arethusa     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Argumentation et analyse du discours     Open Access   (Followers: 6)
Arizona Quarterly: A Journal of American Literature, Culture, and Theory     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Ars Aeterna     Open Access  
Artelogie     Open Access   (Followers: 1)
Arthuriana     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Artl@s Bulletin     Open Access   (Followers: 1)
Arts et Savoirs     Open Access  
Asia Minor Studies     Open Access   (Followers: 1)
Atalanta : Revista de las Letras Barrocas     Open Access  
Atalaya     Open Access   (Followers: 1)
Australian Journal of French Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Australian Literary Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Azalea: Journal of Korean Literature & Culture     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Babel     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Balkanologie : Revue d'Études Pluridisciplinaires     Open Access   (Followers: 4)
Baltic International Yearbook of Cognition, Logic and Communication     Open Access  
Barnboken : Journal of Children's Literature Research     Open Access   (Followers: 3)
Between     Open Access   (Followers: 1)
Biography     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
Black Camera     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Boletim de Pesquisa NELIC     Open Access  
Book History     Full-text available via subscription   (Followers: 111)
Bookbird: A Journal of International Children's Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
boundary 2     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Brasiliana - Journal for Brazilian Studies     Open Access   (Followers: 1)
Bronte Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Brookings-Wharton Papers on Financial Services     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Brumal. Revista de investigación sobre lo Fantástico     Open Access  
Bulletin for Spanish and Portuguese Historical Studies     Open Access   (Followers: 9)
Bulletin of the Center for Children's Books     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Bunron : Zeitschrift für literaturwissenschaftliche Japanforschung     Open Access   (Followers: 1)
Byron Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Byzantinische Zeitschrift     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Byzantion Nea Hellás     Open Access   (Followers: 2)
Caderno Seminal     Open Access  
Cahiers Balkaniques     Open Access   (Followers: 2)
Cahiers d'histoire. Revue d'histoire critique     Open Access   (Followers: 11)
Cahiers de civilisation espagnole contemporaine     Open Access   (Followers: 2)
Cahiers de littérature orale     Open Access  
Cahiers de recherches médiévales et humanistes     Open Access   (Followers: 8)
Cahiers du Monde Russe     Open Access   (Followers: 10)
Cahiers d’études italiennes     Open Access   (Followers: 3)
Cahiers franco-canadiens de l'Ouest     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Callaloo     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Cambridge Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Carnets : Revue électronique d'études françaises     Open Access  
Carte Italiane     Open Access   (Followers: 3)
Catedral Tomada. Revista de crítica literaria latinoamericana     Open Access  
Cervantes : Bulletin of the Cervantes Society of America     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Ceræ: An Australasian Journal of Medieval and Early Modern Studies     Open Access   (Followers: 1)
Chasqui. Revista Latinoamericana de Comunicación     Open Access  
Children's Literature Association Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
Chloe: Beihefte zum Daphnis     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Chrétiens et sociétés     Open Access   (Followers: 3)
Cipango     Open Access   (Followers: 2)
Cipango - French Journal of Japanese Studies. English Selection     Open Access   (Followers: 4)
CLCWeb : Comparative Literature and Culture     Open Access   (Followers: 11)
CLEaR     Open Access  
Cognitive Studies : Études cognitives     Open Access  
College Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Colonial Academic Alliance Undergraduate Research Journal     Open Access   (Followers: 2)
Colorado Review     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Comparative Critical Studies     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Comparative Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 36)
Comparative Literature Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 28)
Comparative Mythology     Open Access   (Followers: 3)
Configurations     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Conradiana     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Contemporary Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 20)
Contemporary Pacific     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Contemporary Women's Writing     Hybrid Journal   (Followers: 11)
COnTEXTES     Open Access   (Followers: 1)
CR : The New Centennial Review     Full-text available via subscription  
Criticism     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Criticón     Open Access   (Followers: 1)
Critique: Studies in Contemporary Fiction     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Cuadernos AISPI     Open Access  
Cuadernos de Ilustración y Romanticismo     Open Access  
Cuadernos de Rusística Española     Open Access  
Cuadernos LIRICO : Revista de la Red Interuniversitaria de Estudios sobre las Literaturas Rioplatenses Contemporáneas en Francia     Open Access   (Followers: 1)
Cuban Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Cultures et conflits     Open Access   (Followers: 1)
Current Narratives     Open Access   (Followers: 12)
Current Objectives of Postgraduate American Studies     Open Access   (Followers: 1)
Current Writing : Text and Reception in Southern Africa     Hybrid Journal   (Followers: 2)
De Signos y Sentidos     Open Access  
De Zeventiende Eeuw. Cultuur in de Nederlanden in interdisciplinair perspectief     Open Access   (Followers: 1)
Deuterocanonical and Cognate Literature Yearbook     Hybrid Journal  
Dialektika : Jurnal Bahasa, Sastra, dan Pendidikan Bahasa dan Sastra Indonesia     Open Access  
Diálogos Latinoamericanos     Open Access  
Dicenda. Cuadernos de Filología Hispánica     Open Access  
Dickens Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Diegesis : Interdisziplinäres E-Journal für Erzählforschung     Open Access  
Discours     Open Access   (Followers: 2)
Dix-Neuf     Hybrid Journal   (Followers: 3)
DQR Studies in Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Drammaturgia     Open Access  
Dublin James Joyce Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Dutch Crossing : Journal of Low Countries Studies     Hybrid Journal   (Followers: 3)
E-rea     Open Access   (Followers: 2)
e-Scripta Romanica     Open Access  
e-Spania     Open Access   (Followers: 1)
e-TEALS     Open Access   (Followers: 1)
Early American Literature     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Early Modern Culture Online     Open Access   (Followers: 36)
Ecotone     Full-text available via subscription  
Ecozon@ : European Journal of Literature, Culture and Environment     Open Access   (Followers: 4)
EDGE - A Graduate Journal for German and Scandinavian Studies     Open Access   (Followers: 4)
Eighteenth-Century Fiction     Full-text available via subscription   (Followers: 18)
Éire-Ireland     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
El Hilo de la Fabula     Open Access  
ELH     Full-text available via subscription   (Followers: 17)
ELOPE : English Language Overseas Perspectives and Enquiries     Open Access  
Emily Dickinson Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
English in Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
English in Aotearoa     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
English in Australia     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
English in Education     Hybrid Journal   (Followers: 13)
English Literature in Transition 1880-1920     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
English Studies in Africa     Hybrid Journal   (Followers: 2)
English Text Construction     Hybrid Journal   (Followers: 6)
English: Journal of the English Association     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Enthymema     Open Access  
Epiphany     Open Access   (Followers: 3)
ESC: English Studies in Canada     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Escritura e Imagen     Open Access   (Followers: 1)
Eslavística Complutense     Open Access   (Followers: 1)
ESQ: A Journal of the American Renaissance     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Essays in Criticism     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Essays in French Literature and Culture     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Estudios de Literatura Colombiana     Open Access  
Estudios Ingleses de la Universidad Complutense     Open Access  
Estudis de Literatura Oral Popular / Studies in Oral Folk Literature     Open Access  
Estudis Romànics     Open Access  
Études canadiennes / Canadian Studies     Open Access   (Followers: 1)
Études de lettres     Open Access   (Followers: 2)
Études Épistémè     Open Access  
Études françaises     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Études littéraires     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Eugene O’Neill Review     Full-text available via subscription  
European Journal of Life Writing     Open Access   (Followers: 4)
European Romantic Review     Hybrid Journal   (Followers: 10)
ExELL : Explorations in English Language and Linguistics     Open Access  
Exercices de Rhétorique     Open Access  
Figurationen     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Fólio : Revista de Letras     Open Access  
Fourth Genre: Explorations in Nonfiction     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
French Forum     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
French Studies in Southern Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária     Open Access  
Genre     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Genre & histoire     Open Access   (Followers: 4)
George Herbert Journal     Full-text available via subscription  
German Studies Review     Full-text available via subscription   (Followers: 25)
Globe : A Journal of Language, Culture and Communication     Open Access  
Goethe Yearbook     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Gothic Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Hardy Review     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
HeLix - Dossiers zur romanischen Literaturwissenschaft     Open Access  
Hemingway Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Henry James Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Hispania     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Hispanic Research Journal     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Hispanic Review     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Humanist Studies & the Digital Age     Open Access   (Followers: 4)
Huntington Library Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 28)
I Tatti Studies in the Italian Renaissance     Full-text available via subscription   (Followers: 8)

        1 2 3     

Journal Cover Fólio : Revista de Letras
  [0 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 2176-4182 - ISSN (Online) 2176-4182
   Published by Universidade Estadual do Suodeste da Bahia Homepage  [3 journals]
  • O PERFORMATIVO E A ORALIDADE: UMA ESTRATÉGIA DISCURSIVA COMO EVIDÊNCIA E
           LEGITIMAÇÃO DA LÍNGUA ORAL EM ESTAS ESTÓRIAS, DE GUIMARÃES ROSA

    • Authors: Ana Maria Rocha Soares, Márcio Roberto Soares Dias
      Abstract: O presente artigo discute como a linguagem performativa constitui, na obra de João Guimarães Rosa, uma estratégia discursiva que se presta à valorização da língua oral, bem como à adoção dessa variedade linguística como elemento de constituição (e construção) da nacionalidade. E, como tal, toma-se como objeto de estudo o conto “Meu Tio o Iauaretê”, da obra Estas Estórias, do aludido autor. Nele, a oralidade desponta num procedimento performático que consegue definir e caracterizar uma das variedades de uso efetivo de uma mesma língua – a oral –, na mesma medida em que consegue contemplar várias outras possibilidades que compõem o repertório linguístico de uma nação/sertão.  E, nesse sentido, o trabalho poético – numa obra que se quer em prosa – constitui um dos mecanismos adotados por G. Rosa para garantir evidência e notoriedade a uma das modalidades linguísticas que caracteriza a língua efetivamente potencializada em uma dada região específica (sertão) da nação brasileira.
      PubDate: 2016-07-11
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • “CURTUME” EM TRÊS ATOS: DA SOCIEDADE SOBERANA E DA
           SOCIEDADE DISCIPLINAR

    • Authors: Mônica Matos Anunciação
      Abstract: Leitura de “Curtume” a partir das noções de sociedade soberana e sociedade disciplinar, considerando o diálogo entre Michel Foucault e Gilles Deleuze. Inserido num modelo de sociedade denominado por Deleuze como sociedade de controle, Caio Fernando Abreu elegeu como problemática do poema a presença simultânea de elementos caracterizadores de uma sociedade violentada em seu corpo social até a morte mental e disciplinada para atender as demandas do poder de pulso militar. O jogo de linguagem e o tom melancólico do poema sugerem uma alegoria da ditadura e da própria poesia.                                                 
      PubDate: 2016-07-04
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • EXPEDIENTE

    • Authors: Márcio Roberto Soares Dias
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • "O ÚLTIMO VOO DO FLAMINGO", DE MIA COUTO: ENTRE PASSADO E PRESENTE – A
           VIOLÊNCIA

    • Authors: Ana Paula Teixeira Porto, Sílvia Helena Pinto Niederauer
      Abstract: O presente trabalho intenta analisar a narrativa de Mia Couto, O último voo do flamingo, no que tange às questões de violência a que estão sujeitos os moçambicanos após a independência de Portugal. O autor dá voz aos marginalizados, na tentativa de repensar o país, sua nova estrutura política e, também, refletir sobre o projeto de nação forjado em meio a lutas pelo poder e pela construção de sua identidade. Para tanto, foram usados estudos de Jane Tutikian e de Pires Laranjeira, principalmente.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • UM OUTRO ZUMBI DE PAMARES: O QUILOMBISMO COMO VALOR SIMBÓLICO EM POEMAS
           AFRO-BRASILEIROS CONTEMPORÂNEOS

    • Authors: Denise Almeida Silva, Tani Gobbi dos Reis
      Abstract: Examina-se como a figura de Zumbi e do quilombo de Palmares aparecem, em poemas afro-brasileiros contemporâneos, em suas acepções denotativas e, sobretudo, conotativas, associados à reivindicação de liberdade, igualdade e dignidade a todas as minorias. Para tanto, resenha-se a evolução do conceito de quilombo no Brasil e, em especial, sua retomada com valor simbólico, segundo a noção de quilombismo como “ideia-força” proposta por Abdias Nascimento. Avalia-se como o termo assume significados diferentes a partir do lugar ocupado por aquele que o emprega, salientando-se a diferença conceitual presente em seus usos a partir da ótica do colonizador branco e da do negro. Na esteira dessas últimas reflexões, tomando o quilombismo em seu valor ideológico mobilizador, analisam-se poemas de Henrique Cunha, Carlos Assumpção e Eduardo de Oliveira. Embasa o ensaio o pensamento de historiadores e teóricos que têm pesquisado o fenômeno quilombola, especialmente Abdias Nascimento e Beatriz Nascimento.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • MODERNIDADE E TRADIÇÃO EM CONTOS BISSAU-GUINEENSES
           CONTEMPORÂNEOS

    • Authors: Ellen Caroline Oliveira Lima, Inara de Oliveira Rodrigues
      Abstract: Neste artigo, realiza-se uma análise sobre a resistência da tradição nos contos contemporâneos bissau-guineenses “O encontro” (2004), da antologia Contos da cor do tempo, e “Artistas”, do livro Contos do mar sem fim (2010) – ambos organizados por Teresa Montenegro, nas respectivas datas referidas) –, a partir de fundamentos da Teoria e Crítica Pós-Colonial. Como resultado mais relevante, viu-se que esses textos literários são atravessados por contradições e complementaridades entre moderno/tradicional, cultura global/culturas locais, língua portuguesa/ línguas nativas e o crioulo e escrita/oralidade.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • IMAGEM E REPRESENTAÇÃO: MATRIZES DAS BINARIEDADES DA LINGUAGEM

    • Authors: Fernando José Reis de Oliveira
      Abstract: Este artigo analisa a produção de sentido nos processos de mediação e representação, tomando por base o papel das experiências primárias na produção de imagens simbólicas e dicotomias da linguagem, que alimentam os processos de representação nas narrativas literárias e midiáticas das ordens culturais e simbólicas em geral.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • "A SMALL PLACE", DE JAMAICA KINCAID: O DESPERTAR DA VOZ DE
           ANTÍGUA

    • Authors: Laurenci Barros Esteves, Isaias Francisco de Carvalho
      Abstract: O trabalho objetiva analisar a obra A small place (1988), da escritora caribenha Jamaica Kincaid, por meio dos níveis de outrização produtiva e reativa, conforme proposição de Isaias Carvalho (2003; 2012), observáveis nessa narrativa. Também se contribui para a apresentação da narrativa dessa escritora à comunidade acadêmica e de leitores brasileiros, na perspectiva da problematização das consequências do colonialismo britânico na construção da história de Antígua, o modo como é narrada nessa obra pós-colonial, além da descrição das principais características da autora-narradora evidenciadas pela relação estabelecida entre esse texto e o público ao qual se destina. Para tanto, o embasamento teórico utilizado engloba, entre outros do campo dos Estudos Culturais Pós-Coloniais, os trabalhos de Compagnon (1999) e Fanon (1967).
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • MÍMICA VERSUS EXPERIÊNCIA EM ADICHIE E KINCAID: O IMPÉRIO NA
           PERSPECTIVA DO COLONIZADO

    • Authors: Luana Caetano Thibes, Isaias Francisco de Carvalho
      Abstract: A perspectiva do colonizado em relação aos impérios foi ignorada por séculos, sendo levado em conta apenas um dos lados da história: o dos vencedores. Pretendemos discorrer sobre esse outro lado negligenciado, ao perscrutrar as expectativas do colonizado ao percorrer o caminho inverso: migrar de seu país para o chamado centro. Para tanto, analisamos o romance Americanah (2013), de Chimamanda Ngozi Adichie, e o conto “On seeing England for the first time” (1991), de Jamaica Kincaid, contando com o aporte teórico de Ashcroft et al (1989), quanto à mímica do centro, além da teoria de Bhabha (1998), no que concerne à articulação social da diferença, e dos estudos de Fanon (2008), acerca da discriminação do branco em relação ao negro subjugado. Concluímos que a perspectiva do colonizado pode ser envolta por expectativas positivas ou negativas em relação ao império britânico e que tais expectativas podem ser derrubadas ou reforçadas pela oportunidade de conhecer o país que as produziu.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • AUTORES AFRO-BRASILEIROS: A IDENTIDADE POÉTICA DE LUIZ GAMA

    • Authors: Meila Oliveira Souza Lima, Adeítalo Manoel Pinho
      Abstract: O século XIX no Brasil foi fortemente marcado pela chegada da Família Real (1808) e pela Proclamação da Independência (1822). O movimento artístico-literário era o Romantismo nacionalista, elegendo o índio como herói nacional. O negro era negligenciado, retratado, em geral, em sua condição escrava. Contudo, alguns autores afro-brasileiros marcaram presença mostrando sua cultura e criticando os preconceitos vividos, como Cruz e Souza (1861-1898) e Maria Firmina dos Reis (1826-1917), dentre outros. Propomos analisar a identidade afro-brasileira na obra de Luiz Gama (1830-1882), um autor negro romântico pouco estudado em nossas escolas. Nascido em Salvador, passou a maior parte da vida em São Paulo. Gama é mais conhecido por sua luta abolicionista na capital paulista. Sua única obra poética é considerada a melhor sátira da literatura brasileira. O poema escolhido para este trabalho é “Uma orquestra” (1859), publicado no único livro do autor, Trovas burlescas (1859). O trabalho tem caráter bibliográfico e fundamenta-se, principalmente, nas obras de Lígia Ferreira (2011), Roger Bastide (1985), Florentina Souza (2006) e Elciene Azevedo (1999).
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • ANTROPOFAGIA COMO METÁFORA DE RESISTÊNCIA CULTURAL: COMO ERA GOSTOSO O
           MEU FRANCÊS, DE NELSON PEREIRA DOS SANTOS

    • Authors: Paula Regina Siega
      Abstract: Inspirado na história do alemão Hans Staden, capturado por indígenas no início da colonização do Brasil, Nelson Pereira dos Santos realiza Como era gostoso o meu francês. Falado em Tupi, o filme narra as aventuras de um explorador europeu que, prisioneiro dos Tupinambás, incorpora-se à vida cultural da tribo até ser devorado em um rito antropófago. Em sintonia com a releitura tropicalista da cultura antropófaga, o longa-metragem compartilha a tese modernista que identifica no confronto entre colonizado e colonizador a relação entre cultura brasileira e cultura estrangeira. Pretendendo discutir alguns aspectos da representação do indígena no filme, tentaremos indicar a idealização de um passado original como matriz da identidade nacional, cuja defesa simbólica se projeta no mito do canibal devorador de colonizadores.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • SAMBA: UM ENREDO QUE GETÚLIO ENTENDEU

    • Authors: Paulo Roberto Alves dos Santos
      Abstract: O presente estudo propõe-se a analisar como o samba foi apropriado pela ditadura Vargas, durante a década de 1930. A análise situa-se no campo dos Estudos Culturais e problematiza as relações entre cultura e política, demonstrando algumas das contradições da realidade brasileira daquele período: ao mesmo tempo em que o samba saía da marginalidade e abria espaços sociais para indivíduos das classes subalternas, também se transformava, pelo projeto político executado pelo governo, em elemento de integração e expressão da cultura nacional. Além disso, a Frente Negra Brasileira, entidade criada com a finalidade de empreender ações nas mais diversas áreas, inclusive no campo político, em favor da população de origem africana, foi reprimida a ponto de se ver impedida de realizar seus propósitos, o que determinou sua extinção, embora tenha conseguido milhares de filiações em seus breves anos de existência.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • DOSSIÊ "INGLÊS COMO LÍNGUA FRANCA"

    • Authors: Diógenes Cândido de Lima, Sávio Siqueira
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • CONCEPÇÕES DA LINGUAGEM : UM OLHAR REFLEXIVO E PEDAGÓGICO
           DA ARTE

    • Authors: Alberto Carlos de Souza
      Abstract: Este estudo buscou re-visitar as duas concepções de Arte, como linguagem – pedagógica e reflexiva -, forjadas ao longo da História e sua relação com o pensamento estético brasileiro de resistência. A partir da década de 60, tal pensamento  atribuiu uma finalidade pedagógica à Arte, incumbindo-lhe a tarefa crítica social e política de engajamento emancipatório humano, analisando a relação entre arte e o público na sociedade contemporânea: assumindo que a obra de arte tinha uma aura que ao longo dos tempos foi perdida em função de uma reprodutibilidade técnica. Na modernidade reflexiva em que vivemos o homem – diferente da concepção iluminista ou sociológica -, é um sujeito descentrado e que vive em crise de identidade, visto que as velhas identidades estão continuamente sendo substituídas por novas identidades. Assim posto, entendemos ser função da escola criar junto ao alunado um espaço de valorização de seu patrimônio cultural e para tal, consideramos a teoria dos lugares de memória- que são entendidos como símbolos, festas, emblemas, monumentos, comemorações, elogios, dicionários e museus são lugares de memória  cada vez mais ameaçada de desaparecer -, ainda permanece encarnada, graças à vontade dos homens e apesar da passagem do tempo. Destacou-se neste cenário o teatro do oprimido, a poesia de Ferreira Gullar, o Cinema Novo e música de protesto de Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Milton Nascimento, dentre muitos outros.   Palavras Chave: Música Popular Brasileira; História; Arte.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • O CALIGRAMA DESFEITO: ASPECTOS DA REPRESENTAÇÃO EM OS ANÉIS
           DE SATURNO DE W. G SEBALD

    • Authors: Carla Lavorati
      Abstract: A pesquisa propõe uma reflexão sobre aspectos da representação em Os Anéis de Saturno de W. G Sebald para analisar como ocorre a dinâmica entre texto e imagem na elaboração da narrativa. Como base teórica para as discussões, retomamos os estudos de Auerbach (1971), em Mimesis, no intuito de analisar a historicidade que perpassa a obra e as escolhas estéticas do autor. Pretende-se, também, refletir a posição assumida pelo narrador ao representar situações traumáticas ligadas ao período pós-catástrofes. Desse modo, a análise pretende pensar tanto os processos representativos da narrativa como problematizar as (im) possibilidades do narrador diante da incomunicabilidade das experiências de destruição.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • LIVROS E MAIS LIVROS: COMO ALUGAR ROMANCES INGLESES, FRANCESES E
           BRASILEIROS NO BRASIL OITOCENTISTA?

    • Authors: Clara Carolina Souza Santos
      Abstract: Anatole Louis Garraux foi um negociante francês de muito sucesso em território brasileiro entre as décadas de sessenta e noventa do século XIX. Um serviço muito anunciado de sua loja nos primeiros anos da década de sessenta foi um Gabinete de Leitura de romances. Este Gabinete oferecia ao público leitor romances ingleses, franceses e portugueses. Apresentamos neste texto como o livreiro-negociante divulgava o serviço de aluguel e como ele requisitava os romances atrasados nas páginas do periódico Correio Paulistano.
      PubDate: 2016-06-30
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • ENTRE A CONQUISTA E O REPOUSO: O ELEMENTO TERRA COMO IMAGINAÇÃO POÉTICA
           EM UMA NARRATIVA SOBRE IMIGRANTES ITALIANOS

    • Authors: Heloisa Juncklaus Preis Moraes, Luiza Liene Bressan
      Abstract: Esta investigação tem como objeto de análise a narrativa “Operários da Primeira Hora. A épica da migração italiana no sul de Santa Catarina”, de Valdemar Muraro Mazzurana. Neste artigo, o enfoque é a construção de Brentano, a cidade na qual ocorre a trama narrada. Busca-se, principalmente, compreender de que forma se construiu, na narrativa, um imaginário de conquistas heroicas do imigrante italiano no sul de Santa Catarina. Apresentamos as questões teóricas de Durand e seus precursores, como Jung e Bachelard para aprofundar a perspectiva do imaginário, relacionando-a a um fazer literário heroico, estabelecido pelo trabalho braçal incessante e a libertação que este traria ao se encontrar a sonhada cocanha3. Utilizamos o elemento Terra, a partir de Bachelard, como categoria de análise da materialização deste imaginário.
      PubDate: 2016-06-29
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • REFLEXÕES SOBRE A PERSPECTIVA DO ILF NA PRÁTICA DO ENSINO DE LI:
           CONVERSANDO COM PROFESSORES PESQUISADORES

    • Authors: Daniela Moreira Duarte, Keila Mendes dos Santos
      Abstract: Este artigo tem como objetivo refletir sobre algumas questões relacionadas à perspectiva do Inglês como Língua Franca (ILF) na prática do ensino de inglês no contexto brasileiro, através da contribuição de professores-pesquisadores da área. Trata-se de um estudo de caso no qual participaram quatro professores de língua inglesa de instituições públicas e particulares de ensino do interior da Bahia. O instrumento de geração de dados utilizado foi um questionário com perguntas objetivas e discursivas. A partir da análise das respostas dos participantes, observamos que, embora os docentes percebam a relevância de se descentralizar o modelo do falante nativo e de mostrarem aos estudantes que existem outras variantes do inglês, as modalidades de inglês britânico e americano ainda são evidenciadas e tomadas como referências principais. O estudo mostrou ainda que algumas das razões para tal prática se devem à necessidade de os docentes conduzirem suas aulas seguindo à risca o que ditam aos livros didáticos por eles usados ou por conta das demandas de exames como o ENEM que, até o presente momento, não contemplam a perspectiva do ILF.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • INGLÊS COMO LINGUA FRANCA (ILF) E CONTENT AND LANGUAGE INTEGRATED
           LEARNING (CLIL): UMA COMBINAÇÃO IMPORTANTE PARA A APRENDIZAGEM DE LE

    • Authors: Dimas Silva Luz, Diógenes Cândido de Lima
      Abstract: Este artigo objetiva apontar caminhos possíveis para a inserção das ideias basilares do chamado inglês como língua franca (ILF) em turmas que utilizam CLIL (Content and Language Integrated Learning) como metodologia de ensino. Buscamos discutir alguns conceitos que fundamentam a ideia de CLIL e, em seguida, discutimos alguns dos conceitos relacionados ao inglês como lingua franca. Para as nossas discussões, nos ancoramos em autores consagrados em ambas as áreas, tais como: Coyle, Hood e Marsh (2011), Graddol (2006), Seidlhofer (2004, 2011), Kachru (1995), Siqueira (2008), dentre outros. Para este trabalho, adotamos os princípios defendidos por Richards e Rodgers (2001) e Wolff (2009), esses autores afirmam que a aprendizagem de inglês pode ser mais eficiente quando o foco da aula está, não tanto na aprendizagem da língua per se, mas sim na aprendizagem do conteúdo abordado.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • INGLÊS COMO LÍNGUA GLOBAL: REFLEXÕES SOBRE O
           ENSINO/APRENDIZAGEM

    • Authors: Giêdra Ferreira da Cruz
      Abstract: O presente artigo traz considerações sobre a língua inglesa, iniciando com uma breve discussão acerca da sua expansão global, seus usos mundiais, seu caráter de língua franca mundial, passando pelas questões da valorização excessiva da língua e do suposto inglês “certo” em detrimento dos muito ingleses existentes. Compreendendo a necessidade do trabalho com a língua inglesa, na perspectiva de língua franca, como uma forma de se repensarem os papéis de professores e de estudantes, a sala de aula torna-se o ambiente propício à materialização e veiculação de contradiscursos. Principalmente um contradiscurso no sentido de proporcionar ao aluno o fortalecimento da sua identidade como estudante de língua inglesa no Brasil.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • UM MUNDO GLOBALIZADO, HÍBRIDO, PÓS-COLONIZADO E PÓS-MODERNO: REFLEXÕES
           SOBRE O INGLÊS NA ATUALIDADE

    • Authors: John Robert Schmitz
      Abstract: Os termos constantes do título deste artigo (globalizado, hibrido, pós-colonializado e pós-moderno junto com os respectivos cognatos serão utilizados como alavancas porque conjeturamos que eles são essenciais para uma análise cuidadosa do papel do inglês, muito complexo devido ao crescimento em número de falantes e também à expansão territorial da língua inglesa neste momento contemporâneo. O objetivo desta reflexão é o exame dos referidos termos e ainda outros como imperialismo, internacional(ização) e nacionalismo que servem como pano de fundo com o intuito de analisar os paradigmas “World English” (BRUTT-GRIFFLER, 2007), “World Englishes” (SCHNEIDER, 2003, 2014)) e “Inglês como Língua Franca” (ILF) (JENKINS, 2007); estes três modelos ou paradigmas têm implicações sérias, por um lado, para o futuro do idioma nos próximos anos e, por outro, especificamente no caso do último, para o ensino-aprendizagem do inglês e a formação de professores do idioma no Brasil e em outros países do círculo em expansão (KACHRU, 1982).
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • SOME COMMON FALLACIES ABOUT LEARNING AND TEACHING ENGLISH AS A LINGUA
           FRANCA

    • Authors: Luis Guerra
      Abstract: Over the past decades, English language teachers have become familiar with several terms which attempt to describe the role of English as a language of international communication. Presently, the term English as a lingua franca (ELF) seems to be one of the most favoured and adopted to depict the global use of English in the 21st century. Basically, the concept of ELF implies cross-cultural, cross-linguistic interactions involving native and non-native speakers. Consequently, the ELF paradigm suggests some changes in the language classroom concerning teachers’ and students’ goals as far as native speaker norms and cultures are concerned. Based on Kachru’s (1992) fallacies, this article identifies thirteen misconceptions in ELT regarding learning and teaching English varieties and cultures, suggesting that an ethnocentred and linguacentred approach to English should be replaced by an ELF perspective which recognizes the diversity of communicative situations involving different native and non-native cultures and varieties of English.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • O INGLÊS COMO LÍNGUA FRANCA NA VISÃO DOS PROFESSORES EM EXERCÍCIO DA
           EDUCAÇÃO BÁSICA

    • Authors: Patrícia Argôlo Rosa
      Abstract: Considerando a necessidade de ampliação do debate sobre o escopo do Inglês como Língua Franca na educação básica, o presente artigo traz para discussão a visão dos professores egressos do curso LEMI/PARFOR/UESC sobre suas concepções acerca do referido conceito. Através das contribuições teóricas de Jenkins (2006; 2009), Jordão (2014), Kachru (1985; 1994), McArthur (1992; 1999; 2001; 2004), Rajagopalan (2009; 2010; 2011; 2012a; 2012b), Seidlhofer (2001; 2003; 2005), Siqueira (2011; 2012; 2014; 2015) entre outros, o estudo, primeiramente, faz uma breve revisão bibliográfica de alguns dos termos a partir dos quais o inglês é denominado e, em seguida, discute as respostas dos professores aludidos com base nos pressupostos da análise de conteúdos de Bardin (1977). Os resultados revelam que mais de 50% dos respondentes desconhecem o termo. Dessa forma, entende-se que, embora as reflexões sobre esse novo desígnio do inglês estejam cada vez mais ganhando espaço no contexto do ensino-aprendizagem da língua e da formação docente inicial, urge a expansão destas reflexões na formação continuada e em outras esferas onde seja possível alcançar os professores em exercício
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • INGLÊS COMO LÍNGUA FRANCA: DA CENA DO MUNDO PARA A CENA DA SALA
           DE AULA

    • Authors: Polyanna Castro Rocha Alves, Sávio Siqueira
      Abstract: Para atender à comunidade global, a Língua Inglesa (LI) passou a ter papéis e funções diferentes, dando lugar a uma variedade de ingleses que se desenvolve em cenários distintos com suas próprias normas. Por esta perspectiva, o presente artigo tem como propósito ressaltar a relevância da LI na atual configuração mundial, salientar os princípios orientadores do Inglês como Língua Franca (ILF) e acentuar as implicações pedagógicas da visão de inglês que inclui o mundo. A literatura utilizada para embasar e direcionar o trabalho está fundamentada na produção de pesquisadores afiliados aos recentes estudos sobre o ILF como Seidlhofer (2003, 2004, 2011), Jenkins (2006, 2007, 2009), Widdowson (1994), Siqueira (2011), Sifakis (2014), só para citar alguns. A partir da discussão empreendida, será possível compreender os potenciais desafios e as novas prioridades que incorrem sobre o ensino de LI na era pós-moderna.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • A PRÁTICA DA TRADUÇÃO NOS PROCESSOS DE ENSINO/APRENDIZAGEM DE ILE E
           ILF: DEFINIÇÕES, DIFERENÇAS E POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

    • Authors: Tatiany Pertel Sabaini Dalben, Sávio Siqueira
      Abstract: O objetivo deste trabalho é, primeiramente, discutir o uso de dois termos que representam perspectivas diferentes acerca do ensino/aprendizagem da língua inglesa na contemporaneidade: ‘inglês como língua estrangeira’ (ILE) e ‘inglês como língua franca’ (ILF), com o auxílio teórico de autores como House (1999), Seidlhofer (2001, 2004, 2011), Graddol (2006), Jenkins (2006, 2007, 2011), Cogo e Dewey (2012), entre outros. Aliado a isso, na sequência, almeja-se a compreensão das consequências que o uso da tradução interlingual pode trazer para o processo de ensino/aprendizagem do idioma dentro das duas perspectivas delineadas, ou seja, ILE e ILF. Isso será feito, relacionando-se, por um lado, a perspectiva filosófica desconstrutivista da tradução como prática de (re)criação e ‘originalidade’ (DERRIDA, 1967, 2011; ARROJO, 2002) à perspectiva do ILF como meio de comunicação. Por outro lado, a visão logocêntrica de tradução como transporte de signos e cópia do ‘original’ será associada à perspectiva do ILE, a qual, sabidamente, ancora-se na busca pelo desempenho idêntico àquele do falante nativo. Será visto, portanto, que a adoção de diferentes perspectivas de ensino/aprendizagem da língua em pauta pode levar a consequências divergentes, tanto nas escolhas pedagógicas do tradutor quanto no desenvolvimento da competência comunicativa do aprendiz.
      PubDate: 2016-06-27
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • JOÃO UBALDO RIBEIRO, A ESCOLA E A OFICINA PERMANENTE DE LEITURA DO
           PROJETO JUR: LITERATURA E GERAÇÃO DE LEITORES

    • Authors: Adeítalo Manoel Pinho
      Abstract: Das várias ferramentas de reflexão sobre a literatura, propus o termo Geração de Leitores. Tal termo refere-se aos interlocutores de literatura do presente. Mais do que leitores, toda capacidade de recepção à literatura pode ser incluída nesta proposta, até aqueles que não têm acesso ao código escrito. Isto porque a interlocução, como diz Silviano Santiago, se dá de maneira anfíbia, pelos meios de comunicação, pela adaptação, entrevistas etc. Outro elemento também anfíbio é o que Nestor Garcia Canclini chamou de cultura híbrida, na qual tanto a cultura como seus tópicos dispersores de identidade devem ser vistos para além das divisões, maniqueísmos e separações organizadas até agora. Sendo assim, gostaria, nesta proposta, de articular a ideia de Geração de Leitores à interlocução literatura e leitor, realizada na Oficina Permanente de Leitura do projeto JUR, no Colégio João Ubaldo Ribeiro. São referidas ainda ideias de Regina Zilberman, Maria da Glória Bordini, Roger Chartier e Douglas Kellner.
      PubDate: 2016-06-15
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • “ESQUECIMENTO” E CONSAGRAÇÃO DE MARIO QUINTANA PARA UMA OUTRA
           HISTÓRIA DA LITERATURA BRASILEIRA

    • Authors: André Luiz Mitidieri, Patrícia Vitória Mendes dos Santos Araújo
      Abstract: O presente estudo, de natureza bibliográfica, apresenta um levantamento de diversas histórias da literatura brasileira ou materiais relacionados ao tema, bem como de obras para-historiográficas, que apresentem visadas biobibliográficas ao poeta, a fim de analisar a postura da historiografia-literária brasileira em relação à figura de Mario Quintana. Procurou-se situar a história editorial do poeta gaúcho e também verificar qual é o tratamento ele que recebe na história literária nacional, a partir da hipótese de que as suas composições poéticas não recebem o devido registro em histórias da literatura ou em materiais contíguos. Ao longo do estudo, a premissa hipotética foi confirmada e, no intuito de apresentar novos olhares ao cânone nacional, este estudo tem por função primeira propor uma revisitação às considerações acerca da obra do poeta sul-rio-grandense, principalmente, àquelas relacionadas ao parâmetro crítico modernista, visando contribuir também para que os quintanares sejam devidamente apreciados no espaço da literatura brasileira.
      PubDate: 2016-06-15
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • PERSPECTIVAS DA (DES)CONSTRUÇÃO DO FABULOSO FRUTO DE OURO NA TRILOGIA DO
           CACAU ADONIANA: BÁRBAROS OU CIVILIZADOS?

    • Authors: Bárbara Albuquerque da Paixão, Isaias Francisco de Carvalho
      Abstract: O trabalho, de cunho descritivo-bibliográfico, tem como principal objetivo analisar a perspectiva da barbárie-civilização, com base em Tzvetan Todorov (2010), nos personagens da trilogia do cacau, a saber: Os servos da morte (1986), Memórias de Lázaro (1970) e Corpo Vivo (1989), do escritor sul-baiano Adonias Filho. Para tanto, estabelecemos o contraponto entre a imagem simbólica do “fruto de ouro”, comumente propagada na sociedade grapiúna contemporânea, e as representações fundacionais, baseadas em vingança, violência e morte, desse mesmo imaginário dourado nessas narrativas adonianas. Espera-se que este trabalho promova discussões outras acerca dessa imagem promovida, diferenciando-a do modo de elevação e glória pertencentes a esse imaginário sul-baiano.
      PubDate: 2016-06-15
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • "A BICICLETA QUE TINHA BIGODES": UMA ESCRITURA EM VOZ ALTA DE
           ONDJAKI

    • Authors: Camilla Ramos dos Santos, Marlúcia Mendes da Rocha
      Abstract: A obra A bicicleta que tinha bigodes (2001), do escritor angolano Ondjaki, narra o período da guerra civil angolana, após sua independência política de Portugal. Trata-se de literatura infanto-juvenil, com uma criança como narradora-personagem que revela um grande sentimento de patriotismo e um olhar crítico quanto à política de Angola. Essa obra pós-colonial enuncia, numa perspectiva lúdica, a dimensão de uma memória e de uma subjetividade inseridas em um contexto no qual a insegurança política não consegue superar a criatividade e a capacidade de agir civicamente. A narrativa se passa na capital de Angola, Luanda, que tem claramente o seu cotidiano afetado pelas guerrilhas do interior do país. Esse texto ficcional rompe com os hipertextos já produzidos sobre a África, sobre Angola e sobre Luanda, reinscrevendo esses signos marcados por símbolos de calamidade e sofrimento, através de uma escritura em voz alta, nos termos de Barthes (1987), em O prazer do texto.
      PubDate: 2016-06-15
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
  • DOSSIÊ "OUTRAS HISTÓRIAS: LITERATURAS E ALTERIDADES DE ÁFRICAS E
           AMÉRICAS"

    • Authors: Isaias Francisco de Carvalho, Inara de Oliveira Rodrigues
      PubDate: 2016-06-14
      Issue No: Vol. 8 (2016)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.147.237.64
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016