Subjects -> BIOLOGY (Total: 3397 journals)
    - BIOCHEMISTRY (264 journals)
    - BIOENGINEERING (141 journals)
    - BIOLOGY (1617 journals)
    - BIOPHYSICS (49 journals)
    - BIOTECHNOLOGY (262 journals)
    - BOTANY (249 journals)
    - CYTOLOGY AND HISTOLOGY (31 journals)
    - ENTOMOLOGY (75 journals)
    - GENETICS (171 journals)
    - MICROBIOLOGY (280 journals)
    - MICROSCOPY (12 journals)
    - ORNITHOLOGY (28 journals)
    - PHYSIOLOGY (72 journals)
    - ZOOLOGY (146 journals)

BIOLOGY (1617 journals)            First | 1 2 3 4 5 6 7 8 | Last

Showing 801 - 1000 of 1720 Journals sorted alphabetically
IRBM     Full-text available via subscription  
IRBM News     Full-text available via subscription  
iScience     Open Access  
Islets     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Israel Journal of Ecology and Evolution     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Istituto Lombardo - Accademia di Scienze e Lettere - Incontri di Studio     Open Access  
Italian Journal of Mycology     Open Access  
ITBM-RBM     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
ITBM-RBM News     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
IUBMB Life     Hybrid Journal   (Followers: 6)
IUFS Journal of Biology     Open Access  
Izvestiya Atmospheric and Oceanic Physics     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Izvestiya, Physics of the Solid Earth     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Jahangirnagar University Journal of Biological Sciences     Open Access   (Followers: 1)
Japanese Journal of Applied Physics     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
JCI Insight     Open Access   (Followers: 3)
JDREAM : Journal of interDisciplinary REsearch Applied to Medicine     Open Access  
JETP Letters     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Jornal Interdisciplinar de Biociências     Open Access  
Journal Biastatistics : Biomedics, Industry & Business And Social Statistics     Open Access  
Journal of Bacteriology & Parasitology     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Bioanalysis & Biomedicine     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Bioequivalence & Bioavailability     Open Access  
Journal of Bioremediation & Biodegradation     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Computer Science & Systems Biology     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Proteomics & Bioinformatics     Open Access   (Followers: 10)
Journal of Advanced Laboratory Research in Biology     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Advances in Biology     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Advances in Biology & Biotechnology     Open Access  
Journal of Agricultural, Biological & Environmental Statistics     Hybrid Journal   (Followers: 11)
Journal of Amino Acids     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Anatomy     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of AOAC International     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Journal of Applied Biobehavioral Research     Hybrid Journal  
Journal of Applied Bioinformatics & Computational Biology     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Applied Biological Sciences     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Applied Biosciences     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Applied Ichthyology     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Applied Life Sciences International     Open Access  
Journal of Applied Phycology     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Applied Virology     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Aquatic Sciences     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Journal of Arachnology     Full-text available via subscription  
Journal of Asia-Pacific Biodiversity     Open Access  
Journal of Astrobiology & Outreach     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Avian Biology     Hybrid Journal   (Followers: 24)
Journal of Basic Microbiology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Bio-Science     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Biobased Materials and Bioenergy     Full-text available via subscription  
Journal of Biodiversity Management & Forestry     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Bioenergetics and Biomembranes     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Biogeography     Hybrid Journal   (Followers: 45)
Journal of Bioinformatics and Computational Biology     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Journal of Bioinformatics and Intelligent Control     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Journal of Bioinformatics and Sequence Analysis     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Biological Control     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Biological Dynamics     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Biological Education     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Biological Engineering     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Biological Methods     Open Access  
Journal of Biological Physics     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Biological Research - Thessaloniki     Open Access  
Journal of Biological Sciences     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Biological Systems     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Biology and Life Science     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Biology, Agriculture and Healthcare     Open Access   (Followers: 11)
Journal of Biomechanics     Hybrid Journal   (Followers: 41)
Journal of Biomedical Education     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Biomedical Informatics     Partially Free   (Followers: 16)
Journal of Biomedical Informatics : X     Open Access  
Journal of Biomedical Materials Research Part A     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Biomedical Materials Research Part B : Applied Biomaterials     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Biomedical Nanotechnology     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Journal of Biomedical Physics and Engineering     Open Access  
Journal of Biomedical Science and Engineering     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Bionic Engineering     Hybrid Journal  
Journal of Bioresource Management     Open Access  
Journal of Biorheology     Hybrid Journal  
Journal of Biosafety and Biosecurity     Open Access  
Journal of Bioscience and Bioengineering     Full-text available via subscription   (Followers: 34)
Journal of Biosciences and Medicines     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Biosocial Science     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Bryology     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Cell Biology     Full-text available via subscription   (Followers: 48)
Journal of Cell Communication and Signaling     Hybrid Journal  
Journal of Cell Death     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Cell Science     Full-text available via subscription   (Followers: 18)
Journal of Cellular Biochemistry     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of Cellular Physiology     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Cerebral Blood Flow & Metabolism     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Chromatography B     Hybrid Journal   (Followers: 34)
Journal of Clinical Bioinformatics     Open Access   (Followers: 5)
Journal of Clinical Toxicology     Open Access   (Followers: 6)
Journal of Communications Technology and Electronics     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Contemporary Physics (Armenian Academy of Sciences)     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Crustacean Biology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Developmental Biology     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Ecology and The Natural Environment     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Education, Health and Sport     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Electrical Bioimpedance     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Electromyography and Kinesiology     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Journal of Environment and Ecology     Open Access   (Followers: 10)
Journal of Environment and Sociobiology     Hybrid Journal  
Journal of Environmental Analysis and Progress     Open Access  
Journal of Environmental Radioactivity     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Environmental Science and Natural Resources     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Ethnobiology     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine     Open Access  
Journal of Ethology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Evolutionary Biology     Hybrid Journal   (Followers: 26)
Journal of Evolutionary Biology Research     Open Access  
Journal of Experimental and Clinical Anatomy     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Experimental Life Science     Open Access  
Journal of Experimental Marine Biology and Ecology     Hybrid Journal   (Followers: 40)
Journal of Fish Biology     Hybrid Journal   (Followers: 36)
Journal of Functional Biomaterials     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Fungi     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Genomics     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Great Lakes Research     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Green Science and Technology     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Journal of Health and Biological Sciences     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Heredity     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Huazhong University of Science and Technology [Medical Sciences]     Hybrid Journal  
Journal of Human Evolution     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Journal of Hymenoptera Research     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Ichthyology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Insect Behavior     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Insect Biodiversity     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Insect Conservation     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Institute of Science and Technology     Open Access  
Journal of Integrated OMICS     Open Access  
Journal of Integrated Pest Management     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Integrative Environmental Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of Intelligent Transportation Systems: Technology, Planning, and Operations     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of Invertebrate Pathology     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Landscape Ecology     Open Access   (Followers: 18)
Journal of Law and the Biosciences     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Leukocyte Biology     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Life and Earth Science     Open Access  
Journal of Life Sciences Research     Open Access  
Journal of Lipid Research     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Journal of Lipids     Open Access  
Journal of Luminescence     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of Mammalian Evolution     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Mammalian Ova Research     Full-text available via subscription  
Journal of Mammalogy     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Journal of Mammary Gland Biology and Neoplasia     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Marine and Aquatic Sciences     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Marine Sciences     Open Access   (Followers: 16)
Journal of Mathematical Biology     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Journal of Mechanics in Medicine and Biology     Hybrid Journal  
Journal of Medical Primatology     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Medical Toxicology     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Medicinal Botany     Open Access  
Journal of Medicine and Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Journal of Melittology     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Membrane Biology     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Membrane Computing     Hybrid Journal  
Journal of Membrane Science     Hybrid Journal   (Followers: 25)
Journal of Molecular Biology     Hybrid Journal   (Followers: 45)
Journal of Molecular Biology Research     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Molecular Catalysis B: Enzymatic     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Molecular Cell Biology     Hybrid Journal   (Followers: 15)
Journal of Molecular Evolution     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Molecular Signaling     Open Access  
Journal of Molecular Structure     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Molluscan Studies     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Muscle Research and Cell Motility     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Journal of Nanoparticle Research     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Nanoparticles     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Natural History     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Natural Products     Hybrid Journal   (Followers: 19)
Journal of Natural Science, Biology and Medicine     Open Access   (Followers: 3)
Journal of Natural Sciences and Mathematics Research     Open Access  
Journal of Natural Sciences Research     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Negative Results in BioMedicine     Open Access  
Journal of Nematology     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Neuroscience and Behavioral Health     Open Access   (Followers: 1)
Journal of New Results in Science     Open Access  
Journal of New Seeds     Hybrid Journal  
Journal of Nucleic Acids     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Parasitology     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Journal of Parasitology and Vector Biology     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Pharmacological and Toxicological Methods     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Journal of Phycology     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Physics D : Applied Physics     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Journal of Physics: Condensed Matter     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Journal of Physics: Conference Series     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Phytopathology     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Plankton Research     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Plant Ecology     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Journal of Plant Pathology     Hybrid Journal  
Journal of Plasma Physics     Hybrid Journal   (Followers: 22)
Journal of Pollination Ecology     Open Access  
Journal of Porphyrins and Phthalocyanines     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Journal of Progressive Research in Biology     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Proteome Research     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Journal of Proteomics     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Journal of Purdue Undergraduate Research     Open Access   (Followers: 1)
Journal of Radiation Research and Applied Sciences     Open Access   (Followers: 2)

  First | 1 2 3 4 5 6 7 8 | Last

Similar Journals
Journal Cover
Jornal Interdisciplinar de Biociências
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 2448-0002
Published by Universidade Federal do Piauí Homepage  [5 journals]
  • Eficácia in vitro de desinfetantes utilizados no pré-dipping frente a
           amostras de Staphylococcus spp

    • Authors: Isabela Carvalho Dos Santos, Danilo Ratti Da Silva, Aliny Fernanda de Oliveira, Vanessa Rosaline de Oliveira, Lisiane de Almeida Martins
      First page: 4
      Abstract: Os micro-organismos presentes durante a ordenha podem ter uma grande redução quando os utensílios são corretamente higienizados e realiza-se o pré-dipping com produtos que possuem eficácia comprovada, evitando, assim, a proliferação de micro-organismos resistentes. O presente trabalho tem como objetivo verificar a eficácia dos principais desinfetantes utilizados, com concentrações variadas: o iodo 0,57%, clorexidine 2% e hipoclorito de sódio 2%, frente a cepas de Staphylococcus spp. Para a realização deste trabalho foram testadas cepas de Staphylococcus aureus, Staphyloccocus coagulase negativa e Staphylococcus coagulase positiva, advindas de caso de mastite bovina clínica e subclínica, com exposição aos desinfetantes nos tempos de 15", 30", 60" e 120". Levando-se em consideração os resultados do método utilizado, o desinfetante que causa uma maior resposta de sensibilidade foi o clorexidine a 2%, principalmente durante os tempos de 30” e 60”.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Uso da diatermia bipolar para obliteração vascular em
           ovariohisterectomia de gatas

    • Authors: João Moreira da Costa Neto, Nestor Soto Blanco, Verena Martinez Andrade, Tainah Dorado Cereja de Souza, Karla Bomfim Borges, Rafael Almeida de Miranda, Emanuel Ferreira Martins Filho, Ana Maria Quesada
      First page: 10
      Abstract: A diatermia bipolar é um método de hemostasia prévia que pode ser utilizado em ovariohisterectomia (OH) para promover hemostasia dos elementos vasculares dos ovários e útero com algumas vantagens. Com o objetivo de associar tal método hemostático à simplicidade da celiotomia mediana ventral, foi realizada uma comparação deste método com a técnica de clampeamento e ligaduras. Para isso, quatorze gatas hígidas, foram submetidas à OH e divididas aleatoriamente em dois grupos iguais, caracterizando-se grupo “hemostasia prévia com ligadura (HPCL)” e grupo “hemostasia prévia com diatermia bipolar (HPDB)”. Para análise dos métodos hemostáticos empregados, foram cronometrados o tempo cirúrgico total, o tempo de obliteração vascular do ovário direito, esquerdo e do corpo do útero. Para quantificação do grau de hemorragia das estruturas vasculares obliteradas, empregou-se o método de pesagem em balança de precisão da gaze estéril usada para compressão, após obliteração. Os resultados do presente experimento confirmaram a superioridade da técnica de diatermia bipolar, quando comparada à técnica de clampeamento e ligadura, em reduzir o tempo cirúrgico total. Quando estratificados os tempos cirúrgicos individuais para exérese do ovário direito e do ovário esquerdo, esta diferença persistiu, não havendo significância entre os dois grupos quando avaliado individualmente o tempo de exérese do coto uterino. A quantificação do sangramento, mediante pesagem das gazes, demonstrou não ter ocorrido diferença significativa do sangramento entre os dois grupos avaliados. De acordo com os resultados obtidos, concluiu-se que o uso da diatermia bipolar confere maior agilidade na realização da OH em gatas, quando comparado com o método de ligaduras, configurando eficiência hemostática semelhante em intervalo de tempo menor.  
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Antimicrobial activity and cytotoxic assessment of gallic and ellagic
           acids

    • Authors: Michel Mualem de Moraes Alves, Lucas Moreira Brito, Adriana Cunha Souza, Thaynara Parente de Carvalho, Felipe José Costa Viana, Felipe Araújo de Alcântara Oliveira, Humberto Medeiros Barreto, Jéssica Sara de Sousa Macêdo Oliveira, Mariana Helena Chaves, Daniel Dias Rufino Arcanjo, Fernando Aécio de Amorim Carvalho
      First page: 17
      Abstract: Os objetivos deste estudo foram investigar a atividade antimicrobiana do ácido gálico (AG) e ácido elágico (AE) contra estirpes de bactérias, Candida albicans e Leishmania amazonensis, bem como avaliar sua citotoxicidade em macrófagos peritoneais murinos. As concentrações mínimas de inibição (CMI) de ácidos gálico e elágico foram determinadas pelo ensaio de microdiluição. As CMIs da norfloxacina contra uma estirpe de Staphylococcus aureus com sobre-expressão de NorA foram determinadas na ausência ou presença de cada composto em concentrações sub-inibitórias, a fim de verificar a capacidade destes compostos como potenciais inibidores da bomba de efluxo. O ácido gálico foi inativo contra todas as cepas testadas, enquanto isso o ácido elágico mostrou atividade contra S. aureus e C. albicans. Por outro lado, ambos os compostos não conseguiram modular a resistência à fluoroquinolona, indicando que não são inibidores de NorA. Além disso, eles foram ativos contra L. amazonensis, com valores de IC50 de 10,94 e 3,64 μg ∙ mL-1 para AG e AE, respectivamente. Eles também mostraram citotoxicidade em macrófagos peritoneais murinos com valores de CC50 de 126,5 e 23,811 μg ∙ mL-1 para AG e AE, respectivamente. Curiosamente, ambos os compostos mostraram ser mais seletivos para parasitas que para macrófagos. Estes resultados demonstraram que os ácidos gálico e elágico representam uma alternativa potencial para a terapia de infecções por estafilococos, micoses e leishmaniose.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Hábitos alimentares e prevalência de obesidade em alunos

    • Authors: Wandressamya Rycheelda Pereira Mendes, Nadya Beatriz Nunes Castro e Silva, Halmisson Darley Santos Siqueira, Augusto Cesar Evelin Rodrigues, Francisco Laurindo da Silva, Raimundo Nonato Cardoso Miranda Junior, Andrezza Braga Soares Silva, Renan Paraguassú de Sá Rodrigues, Laecio da Silva Moura, Gerson Tavares Pessoa, Flávio Ribeiro Alves, Francisco da Chagas Araújo Sousa
      First page: 24
      Abstract: Os micro-organismos presentes durante a ordenha podem ter uma grande redução quando os utensílios são corretamente higienizados e realiza-se o pré-dipping com produtos que possuem eficácia comprovada, evitando, assim, a proliferação de micro-organismos resistentes. O presente trabalho tem como objetivo verificar a eficácia dos principais desinfetantes utilizados, com concentrações variadas: o iodo 0,57%, clorexidine 2% e hipoclorito de sódio 2%, frente a cepas de Staphylococcus spp. Para a realização deste trabalho foram testadas cepas de Staphylococcus aureus, Staphyloccocus coagulase negativa e Staphylococcus coagulase positiva, advindas de caso de mastite bovina clínica e subclínica, com exposição aos desinfetantes nos tempos de 15", 30", 60" e 120". Levando-se em consideração os resultados do método utilizado, o desinfetante que causa uma maior resposta de sensibilidade foi o clorexidine a 2%, principalmente durante os tempos de 30” e 60”.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Avaliação epidemiológica dos pacientes diabetes mellitus e
           hipertensão arterial

    • Authors: Maria da Conceição Coutinho da Silva, Karinn de Araujo Soares, Cristiane Soares Leal, Dinaiara Valeria da Silva, Disraeli Reis da Rocha Filho
      First page: 30
      Abstract: O Programa Hiperdia configura-se como o cadastramento e acompanhamento dos usuários portadores de Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial, no programa de saúde da família, e tem por objetivo monitorar os pacientes e gerar informação para aquisição, dispensação e distribuição de medicamentos de forma regular. O objetivo desta pesquisa foi analisar o perfil socioeconômico, demográfico e epidemiológico dos pacientes diabéticos e hipertensos atendidos por uma equipe de Saúde da Família na Unidade de Saúde Anita Ferraz, em Teresina-PI. O trabalho foi realizado levando-se em consideração os objetivos do Sistema Único de Saúde (SUS), da Política Nacional de Atenção Básica, da Estratégia Saúde da Família e da Organização do Programa Hiperdia e a amostra contou com 110 pacientes. Constatou-se que a maioria dos pacientes hipertensos e diabéticos estava na faixa etária entre 40 a 60 anos, 78,1% são hipertensos e 58,8% afirmaram ter sido diagnosticado com hipertensão e/ou diabetes antes dos 45 anos. Em relação ao perfil dos pacientes hipertensos e diabéticos, foi observado que, dentre os fatores de risco descritos na literatura, alguns chamaram a atenção, destacando-se a não realização de atividade física, a utilização de gordura, predominando o óleo de soja, e o consumo excessivo de açúcar branco. Tais hábitos e padrões de consumo, no entanto, podem trazer prejuízos à saúde desses pacientes, tornando-os susceptíveis a complicações clínicas. A partir dos resultados obtidos no estudo, concluiu-se que é indispensável o envolvimento da Equipe Saúde da Família junto aos hipertensos e diabéticos com relação à educação em saúde.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Assessment of biosecurity levels in pig farms in the Northwestern region
           in the State of Parana, Brazil

    • Authors: Gilneia da Rosa, Jonathan Soares de Lima, Arianne Peruzo Pires Gonçalves, Paulo Henrique Sposito, Jady Slaviero Tieppo, Adalgiza Pinto Neto, Luiz Sergio Merlini
      First page: 35
      Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar os níveis de biossegurança em 50 granjas de suínos, localizadas na região Noroeste do Estado do Paraná. Para o estudo de biossegurança, foram atribuídos pontos, variando de 0 a 3, em cada critério avaliado: distância em relação a outras unidades suinícolas, densidade de rebanho em um raio de 3,5 km, granjas que fornecem as fêmeas suínas para a substituição do rebanho, distância da estrada para o transporte dos suínos, isolamento da granja (sebes e cercas, controle de visitas, existência de áreas de quarentena, origem alimentar, transporte de ração). Das 50 propriedades estudadas, obtiveram-se os seguintes resultados: 50 granjas estão situadas a mais de 3,5 km de outras unidades de produção de suínos ou estradas; algumas têm mais de um fornecedor para substituir os animais no rebanho. No que diz respeito ao controle de visitantes, 28 recebem visitas ocasionais, com intervalo sanitário de 24 horas; nenhuma tem sistema de banho com vestuário e troca de calçados e banheiro com área limpa e suja; 22 não recebem visitas e todos eles têm banhos de arranque, com todos os empregados usando botas. Sete granjas ofereceram alimentos fabricados por terceiros; todas apresentaram cercas dividindo o perímetro interno e transportaram alimentos e / ou matérias-primas com um graneleiro. Apenas 13 produziram suas próprias fêmeas suínas e reprodutores. Todos eles realizaram ruptura sanitária, controle de pragas e forneceram água clorada; também usaram compostagem para animais mortos, placenta e abortos. Nenhuma granja atingiu a pontuação máxima, uma vez que todos apresentaram alguma falha no sistema de biossegurança. 
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Aplicação de metodologias ativas de ensino na área de alimentos: relato
           de experiência na Universidade Federal do Piauí

    • Authors: Monalisa de Alencar Lucena, Andressa Barros Ibiapina, Camila dos Reis Oliveira, Lucas Vaz de Castro Oliveira, Alessandra Braga Ribeiro
      First page: 41
      Abstract: A busca por mudanças nas metodologias de ensino utilizadas em sala de aula no ensino superior torna-se cada vez mais evidente, já que os discentes devem estar mais bem habilitados para o mercado de trabalho. As metodologias ativas de ensino, além de melhorarem a relação professor-aluno, permitem elevar a autonomia dos alunos nas decisões tomadas em sala de aula, proporcionando melhores resultados no processo de aprendizagem. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo relatar a implementação de metodologias ativas de ensino em uma disciplina optativa na área de alimentos para o Curso de Farmácia na Universidade Federal do Piauí. Um total de seis atividades foram definidas por meio de um brainstorming com a participação efetiva dos discentes e coordenada pela docente, para serem utilizadas no desenvolvimento de todo o período da disciplina. Ao final do semestre, cada atividade foi avaliada de forma qualitativa e quantitativa pelos discentes em fichas desenvolvidas para tal. Usou-se a metodologia de estudo descritivo para avaliação dos dados, que foi realizado por meio da análise crítica da avaliação de cada atividade. De acordo com as notas e comentários atribuídos, verificou-se que os discentes, em sua maioria, preferiram a metodologia ativa em detrimento do método tradicional de ensino, sendo o debate o formato de aula que mais agradou os estudantes.A busca por mudanças nas metodologias de ensino utilizadas em sala de aula no ensino superior torna-se cada vez mais evidente, já que os discentes devem estar mais bem habilitados para o mercado de trabalho. As metodologias ativas de ensino, além de melhorarem a relação professor-aluno, permitem elevar a autonomia dos alunos nas decisões tomadas em sala de aula, proporcionando melhores resultados no processo de aprendizagem. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo relatar a implementação de metodologias ativas de ensino em uma disciplina optativa na área de alimentos para o Curso de Farmácia na Universidade Federal do Piauí. Um total de seis atividades foram definidas por meio de um brainstorming com a participação efetiva dos discentes e coordenada pela docente, para serem utilizadas no desenvolvimento de todo o período da disciplina. Ao final do semestre, cada atividade foi avaliada de forma qualitativa e quantitativa pelos discentes em fichas desenvolvidas para tal. Usou-se a metodologia de estudo descritivo para avaliação dos dados, que foi realizado por meio da análise crítica da avaliação de cada atividade. De acordo com as notas e comentários atribuídos, verificou-se que os discentes, em sua maioria, preferiram a metodologia ativa em detrimento do método tradicional de ensino, sendo o debate o formato de aula que mais agradou os estudantes.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Casos notificados de raiva em bovinos na região norte do brasil no
           período 2005-2017

    • Authors: Taiã Mairon Peixoto Ribeiro, Denise Gonçalves Teixeira, Thássia Silva Reis, Helcileia Dias Santos, Laiane Teixeira Sousa Moura, Anna Carolina Massara Brasileiro
      First page: 46
      Abstract: Este estudo avaliou a frequência de notificações de casos de raiva bovina na Região Norte do Brasil, entre os anos de 2005-2017, por meio de consulta ao banco de dados do Sistema Nacional de Informação Zoossanitária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SIZ-MAPA). Foram realizadas 1.994 notificações no período analisado. Um total de 89,07% das 1.994 notificações foram procedentes dos estados do Tocantins, Pará e Rondônia. Os estados do Amazonas, Acre, Roraima e Amapá foram os que menos registraram notificações no período. Constatou-se grande variação na frequência de notificações, o que necessita de estudos mais aprofundados, embora seja de conhecimento que as alterações, nos fatores ecológicos das populações de quirópteros hematófagos, relacionadas à receptividade e vulnerabilidade da Região Norte, podem estar envolvidas. Embora o estudo não possa comprovar a ciclicidade nos surtos de raiva bovina descrita em outros estudos, foi verificado elevação no número de notificações a cada dois, três ou cinco anos para a maior parte dos estados da Região. Portanto, foi constatado a endemicidade da raiva bovina na Região Norte, sendo necessárias medidas preventivas que possam assegurar o controle da doença e, consequentemente, a redução dos prejuízos econômicos da doença na Região. 
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Detection of Listeria monocytogenes in frescal cheese traded in the
           northwestern region of the state of Paraná

    • Authors: Gilneia da Rosa, Jonathan Soares de Lima, Maria Augusta Dorigan Bondezan, Filipe Corrêa Pacheco, Natalia Regina Alexandrino Broch, Wellington Henrique Bessi, Luiz Sergio Merlini, Adalgiza Pinto Neto, Sandra Geane de Souza
      First page: 51
      Abstract: ABSTRACT Listeria monocytogenes is responsible for listeriosis, a food-borne zoonosis causing food poisoning episodes throughout the world. It lives in the soil, vegetation, silage, nasal discharge and also in the intestinal flora of many animals. Its transmission takes place through material contaminated with feces, urine, aborted fetuses, uterine discharge, milk and its derivatives, mainly frescal cheese, since they are manufactured with non-pasteurized milk, are not cured, present a low percentage of salt and a high humidity, factors that are favorable for the quick microbial growth and consequent food poisoning to its consumers. Frescal cheese is widely consumed due to its low cost, palatability and in-natura state, meeting the growing demand for minimally processed food. This paper had the purpose of detecting the presence of Listeria monocytogenes in frescal cheese traded in the northwestern region of the state of Paraná. A total of 21 samples of frescal cheese traded in different establishments were purchased. The samples were stored in thermal boxes and duly identified. They were then forwarded to the Laboratory of Food and Water Quality Control and Inspection (LACOMA) at Universidade Federal do Paraná (UFPR), Palotina campus, where the analyses were performed. All of the 21 samples analyzed were absent for Listeria monocytogenes in a 25-gram sample, in compliance with the microbiological standard for high-humidity cheese (55%) as defined by the Brazilian National Health Surveillance Agency (Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA).  
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
  • Células-tronco pluripotentes induzidas e edição de genes: avanços
           tecnológicos da pesquisa em medicina regenerativa e terapia gênica

    • Authors: Cristiane Batista Bezerra Torres, Wagner Soares Pessoa
      First page: 56
      Abstract: A reprogramação gênica de células diferenciadas permitiu a obtenção de células-tronco pluripotentes induzidas (induced pluripotent stem cells  – iPSCs) que não apresentam os questionamentos éticos que envolvem as células-tronco embrionárias e nem o risco de rejeição imunológica. A tecnologia do Conjunto de Repetições Palindrômicas Regularmente Espaçadas com Nuclease Associada 9 (CRISPR-Cas9), permite a correção de defeitos genéticos. O presente estudo tem por objetivo revisar as principais questões metodológicas relacionadas às iPSCs e o CRISPR-Cas 9. Realizou-se uma busca eletrônica nas bases de dados LILACS, MEDLINE, PubMed e SciELO, por meio das expressões “induced pluripotent stem cells ” e “CRISPR Cas9”. As iPSCs podem ser expandidas em cultura e diferenciadas em qualquer célula do corpo, consistindo em um modelo útil para a edição de genes com o CRISPR-Cas9, abrindo novas perspectivas na pesquisa em medicina regenerativa e terapia gênica.
      PubDate: 2018-06-08
      Issue No: Vol. 3, No. 1 (2018)
       
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
 


Your IP address: 18.206.12.79
 
Home (Search)
API
About JournalTOCs
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-