for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
  Subjects -> AGRICULTURE (Total: 876 journals)
    - AGRICULTURAL ECONOMICS (77 journals)
    - AGRICULTURE (617 journals)
    - CROP PRODUCTION AND SOIL (101 journals)
    - DAIRYING AND DAIRY PRODUCTS (29 journals)
    - POULTRY AND LIVESTOCK (52 journals)

POULTRY AND LIVESTOCK (52 journals)

Showing 1 - 52 of 52 Journals sorted alphabetically
Acta Agriculturae Scandinavica, Section A - Animal Sciences     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Acta Scientiarum. Animal Sciences     Open Access   (Followers: 3)
Advances in Animal Biosciences     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
African Journal of Livestock Extension     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Alces : A Journal Devoted to the Biology and Management of Moose     Open Access  
Animal Biotechnology     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Animal Cells and Systems     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Animal Frontiers     Hybrid Journal  
Animal Nutrition     Open Access   (Followers: 17)
Animal Production     Open Access   (Followers: 2)
Animal Production Science     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Animal Reproduction Science     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Animal Research International     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Animal Science Journal     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Archives Animal Breeding     Open Access   (Followers: 3)
Archives of Animal Nutrition     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Asian-Australasian Journal of Animal Sciences     Open Access  
Bangladesh Journal of Animal Science     Open Access   (Followers: 2)
Boletim de Indústria Animal     Open Access  
Bulletin of Animal Health and Production in Africa     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Canadian Journal of Animal Science     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Hayvansal Üretim     Open Access  
Indian Journal of Animal Sciences     Open Access   (Followers: 6)
Indonesian Journal of Animal and Veterinary Sciences     Open Access  
International Journal of Health, Animal Science and Food Safety     Open Access   (Followers: 3)
International Journal of Livestock Production     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Animal Breeding and Genetics     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of Animal Science     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Journal of Animal Science and Biotechnology     Open Access   (Followers: 4)
Journal of Animal Science and Technology     Open Access   (Followers: 2)
Journal of Applied Animal Nutrition     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Journal of Applied Animal Welfare Science     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Journal of Applied Poultry Research     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Journal of World's Poultry Research     Open Access   (Followers: 3)
Jurnal Agripet     Open Access   (Followers: 1)
Jurnal Ilmu Produksi dan Teknologi Hasil Peternakan     Open Access  
La Chèvre     Full-text available via subscription  
Nigerian Journal of Animal Science     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Nutrición Animal Tropical     Open Access   (Followers: 2)
Online Journal of Animal and Feed Research     Open Access   (Followers: 3)
Open Journal of Animal Sciences     Open Access   (Followers: 4)
Porcine Health Management     Open Access  
Poultry Science     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Poultry Science Journal     Open Access   (Followers: 2)
Research in Agriculture, Livestock and Fisheries     Open Access  
Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal     Open Access  
Revista de Producción Animal     Open Access  
Revista Mexicana de Ciencias Pecuarias     Open Access   (Followers: 1)
The Professional Animal Scientist     Hybrid Journal  
Tropical Animal Health and Production     Hybrid Journal  
Veeplaas     Full-text available via subscription  
World Rabbit Science     Open Access  
Journal Cover
Boletim de Indústria Animal
Number of Followers: 0  

  This is an Open Access Journal Open Access journal
ISSN (Print) 0067-9615 - ISSN (Online) 1981-4100
Published by Instituto de Zootecnia Homepage  [1 journal]
  • Efeito de aplicação do hormônio hcg em machos de diferentes variedades
           de tilápia do Nilo Oreochromis Niloticus

    • Authors: U. N. Souza, V. O. Felizardo, C. C. V. Melo, R. V. Reis Neto, M. R. F. Machado, R. T. F. Freitas
      Pages: 1 - 8
      Abstract: Este trabalho tem como objetivo avaliar o efeito do horário de aplicação da gonadotrofina coriônica humana (hCG), sobre os parâmetros reprodutivos de 40 machos das variedades de tilápias do Nilo GIFT e UFLA. O experimento foi conduzido no Laboratório de Recirculação de Água da Estação de Piscicultura, do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras - MG. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 4 (duas variedades e quatro horários de aplicação do hCG) com cinco repetições. Foram utilizados 20 machos da variedade GIFT e 20 machos da variedade UFLA, microchipados e alojados em um sistema de recirculação de água. Os horários foram 6, 12, 18 e 24 horas. A dosagem de hCG foi realizada em dose única. Foram analisadas as variáveis: taxa e duração da motilidade espermática, morfologia espermática, volume de sêmen e a concentração de espermatozoides do sêmen. Os dados obtidos foram submetidos à análise da variância e as médias foram comparadas pelo teste SNK a 5% de significância. O horário de aplicação e a variedade utilizada nao influenciaram as variáveis analisadas, porém a variedade UFLA apresentou um maior número de animais que espermiaram. A concentração apresentou uma media de 5,73 x 105 espermatozoide/mL para a variedade UFLA e 4,71 x 105 espermatozoide/ mL para a variedade GIFT. O volume de sêmen encontrado para a GIFT foi de 0,9 mL enquanto para a UFLA foi de 0,6 mL. A motilidade espermática encontrada foi de 96,5% com duração de 4,33 minutos para a variedade UFLA e 88,4% com duração de 4,8 minutos para variedade GIFT. A quantidade de células espermáticas normais apresentou uma média de 86,35% para a variedade UFLA e 86,46% para a variedade GIFT. A indução com hCG em diferentes horários de aplicação não apresentou diferença significativa sobre os parâmetros de qualidade espermática dos machos de tilápia.
      PubDate: 2018-04-18
      DOI: 10.17523/bia.v75n1p1
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
  • Concentrações de hidróxido de sódio nas soluções de destilação do
           método de Kjeldahl sobre a quantificação do nitrogênio total

    • Authors: A. N. Rodrigues, T. E. Silva, E. Detmann
      Pages: 9 - 16
      Abstract: Objetivou-se avaliar os efeitos das concentrações de hidróxido de sódio na etapa de destilação sobre os teores de nitrogênio (N) total obtidos pelo método de Kjeldahl em diferentes materiais. Foram utilizadas oito amostras de diferentes materiais, sendo quatro amostras com baixo teor de N (cana-de-açúcar in natura, fezes bovinas, milho grão e silagem de milho) e quatro amostras com alto teor de N (carcaça ovina, caseína, farelo de girassol e farelo de soja). Adicionalmente, foram avaliadas dois padrões com conteúdo conhecido de N (HCl-Lisina e sulfato de amônio). O período experimental foi de nove dias, em que cada grupo de amostras (padrões e amostras de baixo e alto teor de N) foi analisado durante três dias consecutivos (baterias de análise). Avaliaram se quatro concentrações de hidróxido de sódio na etapa de destilação: 300, 400, 500 e 600 g/L. Os padrões foram avaliados separadamente em termos de recuperação de N em modelo incluindo o efeito xo de concentração de hidróxido de sódio e o efeito aleatório de bateria de análise. As amostras de alto e baixo teor de N foram avaliadas separadamente em modelo incluindo o efeito xo de concentração de hidróxido de sódio e os efeitos aleatórios de bateria de análise, amostras e interação amostra × concentração de hidróxido de sódio. Vericou-se recuperação completa de N para os padrões (P>0,01). Não houve efeito de amostra, bem como interação amostra e concentração de hidróxido de sódio sobre a concentração de N nos diferentes materiais (P>0,01). Não foram vericados efeitos das concentrações de hidróxido de sódio sobre os teores de N dos materiais de alto e baixo nitrogênio (P>0,01). A variação na concentração de hidróxido de sódio não afetou a repetibilidade dos resultados. Conclui-se que concentrações de hidróxido de sódio de 300 a 600 g/L na solução empregada na etapa de destilação do método de Kjeldahl propiciam recuperação completa do N com padrão de precisão similar. Assim, considerando-se aspectos não técnicos, recomenda-se a utilização de solução com concentração de 300 g/L devido ao menor custo com reagentes.
      PubDate: 2018-04-18
      DOI: 10.17523/bia.v75n1p9
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
  • Complexo enzimático à base de xilanase, β-glucanase e fitase em
           rações para poedeiras comerciais leves em pico de produção

    • Authors: M. T. Abreu, E. J. Fassani, M. M. B. M. Silveira, M. P. Viveiros
      Pages: 17 - 24
      Abstract: Objetivou-se avaliar a suplementação de um complexo enzimático à base de xilanase, β-glucanase e fitase em rações para poedeiras comerciais leves em pico de produção de ovos sobre o desempenho e classificação dos ovos. Foram utilizadas 288 poedeiras, com idade inicial de 25 semanas, da linhagem Hy-Line W36, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado em esquema de parcelas subdivididas no tempo, com quatro tratamentos e seis repetições de 12 aves cada em quatro períodos de 21 dias. As rações experimentais foram formuladas à base de milho e farelo de soja: Ração CP - controle positivo (100% energia metabolizável recomendada, sem enzimas), Ração CN - controle negativo, constituído por reduções em 75 kcal de energia metabolizável/kg de MS; 0,12 pontos percentuais (pp) de Ca e de P disponível, Ração CN + 60 g/t de complexo enzimático e Ração CN + 100 g/t de complexo enzimático. O complexo enzimático foi à base de: xilanase = 12.000 u/g; β-glucanase = 2.500 u/g e fitase = 5.000 FTU/g. As variáveis avaliadas foram: produção média de ovos (% ovos/ave/dia), peso médio dos ovos (g), consumo médio de ração (g/ave/dia), conversão alimentar por massa de ovos (g/g) e classificação dos ovos de acordo com o peso. Não houve interação entre os tratamentos e os períodos de avaliação (P>0,05). É possível observar que a produção de ovos foi influenciada pelas reduções nutricionais das rações e a inclusão de 100 g/t do complexo enzimático possibilitou a recuperação na taxa de produção de ovos, igualando às poedeiras do tratamento controle positivo (P
      PubDate: 2018-04-18
      DOI: 10.17523/bia.v75n1p17
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
  • Rendimento produtivo e viabilidade econômica de fenos de forrageiras em
           rações para frangos pescoço pelado

    • Authors: R. T. V. Fernandes, A. M. V. Arruda, A. S. Melo, D. R. Fernandes
      Pages: 25 - 32
      Abstract: Com o objetivo de avaliar a resposta produtiva e a viabilidade econômica de rações com inclusão de fenos de forrageiras alternativas para aves em sistema semi-intensivo, realizou-se o ensaio de desempenho, onde 600 aves da linhagem Label Rouge foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e seis repetições de vinte aves cada. A ração controle (RCO) foi formulada com milho grão e farelo de soja e utilizada como referência para a inclusão de fenos de forrageiras, sendo 20% pelos fenos de Flor de Seda (Calotropis procera) (RFS), Maniva de Mandioca (Manihot esculenta) (RMM), Mata Pasto (Senna obtusifolia) (RMP) ou Leucena (Leucaena leucocephala) (RLE). As médias para consumo de ração RCO, RMM, RFS, RMP e RLE foram de 0,1050; 0,1470; 0,0888; 0,1411 e 0,1441 kg/ave/dia, respectivamente; e os custos das rações foram 1,489; 1,209; 1,189; 1,179 e 1,249 (R$/kg), respectivamente; assim, o custo total com alimentação no período de 84 dias de semiconfinamento das aves para cada ração foi de 1.950,67; 1.790,70; 1.061,90; 1.676,04 e 1.813,60 (R$ reais), respectivamente. Esses resultados demonstraram uma queda relativa no custo com alimentação com a inclusão dos fenos das forrageiras alternativas nas rações, mas ao avaliar o desempenho produtivo em ganho de peso e rendimento de carcaça das aves, a receita total foi menor em cada uma das rações com os fenos de forrageiras, e assim, os índices de eficiência econômica e custo médio foram melhores com a ração RCO, entretanto, a RMM apresentou rentabilidade superior às outras rações com fenos.
      PubDate: 2018-04-18
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
  • Viabilidade técnica e econômica do uso de diferentes níveis de grãos
           secos de destilaria com solúveis (Zea Mays L.) em borregas terminadas em
           confinamento

    • Authors: L. J. V. Geron, A. L. Souza, A. M. Zanine, M. A. P. Pierangeli, D. J. Ferreira, E. L. Sousa Neto, E. J. H. Paula, L. C. Diniz, I. S. Santos, S. F. Zanin
      Pages: 33 - 43
      Abstract: Avaliou-se a viabilidade da utilização de rações contendo diferentes níveis de grãos secos de destilaria com solúveis - GSDS (0, 8, 16 e 24%) em borregas confinadas. As rações continham 65% de volumoso (silagem de milho) e 35% de concentrado (grão de milho moído, farelo de soja, grãos secos de destilaria com solúveis e ureia). Foram utilizadas 16 borregas sem raça definida, com peso corporal (PC) inicial de 23,8 ± 1,5 kg, confinadas por 75 dias. Foi utilizado delineamento experimental inteiramente casualizados com quatro tratamentos. Os dados de consumo MS e ganho médio diário (GMD) das borregas alimentadas com os diferentes tratamentos foram submetidos à análise de variância e as diferenças obtidas foram analisadas por equação de regressão a 5% de significância. Os diferentes níveis de GSDS não alteraram o GMD das cordeiras em confinamento. Pela simulação técnica econômica, a diferença obtida no valor da receita total por carcaça das borregas foi de R$ 26,93 a mais para a ração a base de 16% de GSDS em relação à ração com 0% de GSDS. Além disso, a ração com 24% de GSDS apresentou um valor de R$ 5,67 a menos em relação à ração com 0% de GSDS. Foi verificado que as borregas alimentadas com os diferentes níveis de GSDS apresentaram uma receita de R$ 18,00 kg/carcaça, o que proporcionou uma diferença de R$ 2.693,00 na receita total entre as rações contendo 16 e 0% de GSDS para um módulo de 100 animais. A diferença do valor da receita total foi reflexo do maior peso da carcaça quente de 11,4% para a ração com 16% GSDS em relação à com 0% GSDS. A ração com 16% de GSDS apresentou um custo de R$ 1,48/kg menor em relação à ração com 0% de GSDS. Além disso, a ração com 16% de GSDS apresentou receita líquida total de 98,7% maior em relação à ração com 0% de GSDS. O grão seco de destilaria com solúveis pode ser inserido na dieta de borregas em terminação em até 24% da ração total sem alterar o desempenho animal, e ao considerar a simulação econômica a utilização de 16% de inclusão de GSDS apresenta maior lucratividade.
      PubDate: 2018-04-18
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
  • Avaliação de resistência e susceptibilidade a nematódeos
           gastrintestinais em ovelhas a pasto

    • Authors: F. F. S. Roberto, V. Lima Junior, A. L. C. Gurgel, W. A. Saraiva, Y. M. O. Silva, L. R. C. Silva, L. A. C. Silva, A. C. Teixeira
      Pages: 44 - 51
      Abstract: Objetivou-se identificar matrizes mestiças Dorper X Santa Inês resistentes, resilientes e susceptíveis a endoparasitoses sob regime de pastejo. O experimento foi realizado na Fazenda Lanila Agropecuária, localizada no município de Ceará Mirim-RN. O período experimental foi de onze de abril de 2016 ao dia vinte e dois de agosto de 2016. No decorrer desses quatro meses foram realizadas nove coletas. Foram utilizadas 111 matrizes ovinas, os dados coletados dos animais foram: peso vivo (Kg), avaliação do escore de condição corporal (ECC), avaliação do grau de Famacha© (FAM), contagem de ovos por gramas de fezes (OPG), identificação das larvas infectantes (coprocultura), avaliação de parâmetros hematológicos (EOS, eosinófilos; RBC, contagem de eritrócitos; HGB, hemoglobina; HCT, hematócrito). Na coprocultura a prevalência foi de 97% de Haemonchus contortus. Os animais classifi cados como resistentes apresentaram maior peso e não houve diferença significativa para a variável ECC. Já nos susceptíveis foi observado maior grau de Famacha© e contagem de OPG. O OPG apresentou correlação com as variáveis RBC, HGB e HCT e com a maior parte das variáveis, acompanhado também pelo grau de Famacha©. Não foi observado correlação entre OPG e o FAM. Foi possível avaliar a resistência e susceptibilidade a endoparasitas em ovelhas Santa Inês x Dorper em regime a pasto, sendo a maioria classificada como susceptível (64%), seguido dos animais resistentes (34%).
      PubDate: 2018-04-18
      Issue No: Vol. 75, No. 1 (2018)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.81.105.205
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-