for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help

 A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  

        1 2 3 4        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

  Subjects -> PHILOSOPHY (Total: 661 journals)
Showing 1 - 135 of 135 Journals sorted alphabetically
'Ilu. Revista de Ciencias de las Religiones     Open Access   (Followers: 6)
ACME : Annali della Facoltà di Studi Umanistici dell'Università degli Studi di Milano     Open Access   (Followers: 1)
Acta Philosophica     Full-text available via subscription  
Acta Universitatis Carolinae Theologica     Open Access   (Followers: 2)
Affirmations : of the modern     Open Access   (Followers: 4)
African Journal of Business Ethics     Open Access   (Followers: 6)
Aisthema, International Journal     Open Access  
Aisthesis     Open Access   (Followers: 6)
Aisthesis. Pratiche, linguaggi e saperi dell’estetico     Open Access   (Followers: 2)
Al-Banjari : Jurnal Ilmiah Ilmu-Ilmu Keislaman     Open Access   (Followers: 1)
Al-Jami'ah : Journal of Islamic Studies     Open Access   (Followers: 5)
Al-Tijary : Jurnal Ekonomi dan Bisnis Islam     Open Access   (Followers: 1)
Al-Ulum     Open Access   (Followers: 1)
Albertus Magnus     Open Access  
Algemeen Nederlands Tijdschrift voor Wijsbegeerte     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Alpha (Osorno)     Open Access  
American Journal of Semiotics     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
American Journal of Theology & Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 35)
American Society for Aesthetics Graduate E-journal     Open Access   (Followers: 4)
Analecta Hermeneutica     Open Access  
Anales de la Cátedra Francisco Suárez     Open Access  
Anales del Seminario de Historia de la Filosofía     Open Access   (Followers: 1)
Análisis     Open Access  
Análisis : Revista de investigación filosófica     Open Access  
Analysis     Hybrid Journal   (Followers: 21)
Analytic Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 21)
Ancient Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Angewandte Philosophie / Applied Philosophy     Hybrid Journal  
Annales UMCS. Sectio I (Filozofia, Socjologia)     Open Access  
Annali del Dipartimento di Filosofia     Open Access  
Annals in Social Responsibility     Full-text available via subscription  
Annals of the University of Bucharest : Philosophy Series     Open Access  
Annuaire du Collège de France     Open Access   (Followers: 5)
Anthropological Measurements of Philosophical Research     Open Access   (Followers: 1)
Anuari de la Societat Catalana de Filosofia     Open Access  
Anuario Filosófico     Full-text available via subscription  
Appareil     Open Access   (Followers: 1)
Araucaria. Revista Iberoamericana de Filosofía, Política y Humanidades     Open Access   (Followers: 1)
Archiv fuer Rechts- und Sozialphilosphie     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Archiv für Geschichte der Philosophie     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Areté : Revista de Filosofia     Open Access  
Argos     Open Access   (Followers: 1)
Argumentos - Revista de Filosofia     Open Access  
Assuming Gender     Open Access   (Followers: 6)
Astérion     Open Access   (Followers: 1)
At-Tabsyir : Jurnal Komunikasi Penyiaran Islam     Open Access  
At-Taqaddum     Open Access  
At-Turats     Open Access  
Attarbiyah : Journal of Islamic Culture and Education     Open Access  
Aufklärung: revista de filosofia     Open Access   (Followers: 2)
Augustinian Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Augustiniana     Full-text available via subscription  
Augustinianum     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Australasian Catholic Record, The     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Australasian Journal of Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 55)
Australian Humanist, The     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Australian Journal of Parapsychology     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Axiomathes     Hybrid Journal   (Followers: 6)
Bajo Palabra     Open Access  
Balkan Journal of Philosophy     Full-text available via subscription  
Between the Species     Open Access   (Followers: 1)
Bijdragen     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Binghamton Journal of Philosophy     Full-text available via subscription  
Bioethics Research Notes     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
BioéthiqueOnline     Open Access  
Biology and Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 19)
BMC Medical Ethics     Open Access   (Followers: 21)
Bochumer Philosophisches Jahrbuch für Antike und Mittelalter     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Bollettino Filosofico     Open Access  
British Journal for the History of Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 39)
British Journal for the Philosophy of Science     Hybrid Journal   (Followers: 34)
British Journal of Aesthetics     Hybrid Journal   (Followers: 26)
British Journal of Music Therapy     Hybrid Journal   (Followers: 7)
Bulletin d'Analyse Phénoménologique     Open Access  
Bulletin de Philosophie Medievale     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Bulletin of Symbolic Logic     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Business and Professional Ethics Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Business Ethics Quarterly     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
C@hiers du CRHIDI     Open Access  
Cadernos Benjaminianos     Open Access  
Cadernos do PET Filosofia     Open Access  
Cadernos Nietzsche     Open Access  
Cadernos Zygmunt Bauman     Open Access  
Cakrawala : Jurnal Studi Islam     Open Access  
Canadian Journal of Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
Chiasmi International     Full-text available via subscription  
Childhood & Philosophy     Open Access   (Followers: 6)
Chisholm Health Ethics Bulletin     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Chôra : Revue d’Études Anciennes et Médiévales - philosophie, théologie, sciences     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Christian Journal for Global Health     Open Access  
Chromatikon     Full-text available via subscription  
Church Heritage     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Cinta de Moebio     Open Access  
Circe de clásicos y modernos     Open Access  
Clareira - Revista de Filosofia da Região Amazônica     Open Access  
Claridades : Revista de Filosofía     Open Access  
Coactivity: Philosophy, Communication / Santalka: Filosofija, Komunikacija     Open Access   (Followers: 1)
Cognitio : Revista de Filosofia     Open Access  
Cognitive Semiotics     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Collingwood and British Idealism Studies     Full-text available via subscription  
Colombia Forense     Open Access  
Comparative and Continental Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Comparative Philosophy     Open Access   (Followers: 13)
Con-Textos Kantianos (International Journal of Philosophy)     Open Access  
Conceptus : zeitschrift für philosophie     Hybrid Journal  
CONJECTURA : filosofia e educação     Open Access  
Constellations     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Contagion : Journal of Violence, Mimesis, and Culture     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Contemporary Chinese Thought     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Contemporary Political Theory     Hybrid Journal   (Followers: 39)
Contemporary Pragmatism     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Continental Philosophy Review     Partially Free   (Followers: 23)
Contrastes. Revista Internacional de Filosofía     Open Access  
Contributions to the History of Concepts     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Controvérsia     Open Access  
Conversations : The Journal of Cavellian Studies     Open Access  
CoSMo | Comparative Studies in Modernism     Open Access  
Cosmos and History : The Journal of Natural and Social Philosophy     Open Access   (Followers: 6)
CR : The New Centennial Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Creativity Studies     Open Access   (Followers: 3)
Critical Horizons     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Croatian Journal of Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Cuadernos de Bioetica     Open Access   (Followers: 1)
Cuestiones de Filosofía     Open Access  
Cultura : International Journal of Philosophy of Culture and Axiology     Open Access   (Followers: 2)
Cultural-Historical Psychology     Open Access   (Followers: 2)
Dalogue and Universalism     Full-text available via subscription  
Dao     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Décalages : An Althusser Studies Journal     Open Access  
Design Philosophy Papers     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Deutsche Zeitschrift für Philosophie     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Diagonal : Zeitschrift der Universität Siegen     Hybrid Journal  
Dialectic : A scholarly journal of thought leadership, education and practice in the discipline of visual communication design     Open Access  
Dialektiké     Open Access  
Dialogue Canadian Philosophical Review/Revue canadienne de philosophie     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Diánoia     Open Access   (Followers: 1)
Dimas : Jurnal Pemikiran Agama untuk Pemberdayaan     Open Access  
Diogenes     Hybrid Journal   (Followers: 8)
Dirosat : Journal of Islamic Studies     Open Access  
Doctor virtualis     Open Access  
EarthSong Journal: Perspectives in Ecology, Spirituality and Education     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Economica : Jurnal Ekonomi Islam     Open Access   (Followers: 1)
Edukasi : Jurnal Pendidikan Islam     Open Access  
Eidos     Open Access  
Ekstasis : Revista de Hermenêutica e Fenomenologia     Open Access  
Eleutheria     Open Access   (Followers: 1)
Elpis - Czasopismo Teologiczne Katedry Teologii Prawosławnej Uniwersytetu w Białymstoku     Open Access  
Empedocles : European Journal for the Philosophy of Communication     Hybrid Journal   (Followers: 1)
En Líneas Generales     Open Access  
Endeavour     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Éndoxa     Open Access  
Enrahonar : An International Journal of Theoretical and Practical Reason     Open Access   (Followers: 2)
Environmental Ethics     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Environmental Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Episteme     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Epistemology & Philosophy of Science     Open Access   (Followers: 7)
Epoché : A Journal for the History of Philosophy     Full-text available via subscription  
Erasmus Studies     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Ergo, an Open Access Journal of Philosophy     Open Access   (Followers: 7)
Erkenntnis     Hybrid Journal   (Followers: 18)
Escritos     Open Access  
Essays in Philosophy     Open Access   (Followers: 8)
Estética     Open Access   (Followers: 1)
Estudios de Filosofía     Open Access  
Estudios de Filosofía     Open Access  
Estudios de Filosofía Práctica e Historia de las Ideas     Open Access  
Estudos Nietzsche     Open Access  
Ethical Perspectives     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
Ethical Theory and Moral Practice     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Ethics     Full-text available via subscription   (Followers: 49)
Ethics & Bioethics (in Central Europe)     Open Access   (Followers: 1)
Ethics, Medicine and Public Health     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Éthique publique     Open Access  
Ethische Perspectieven     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Etikk i praksis - Nordic Journal of Applied Ethics     Open Access  
Études de lettres     Open Access   (Followers: 3)
Études phénoménologiques : Phenomenological Studies     Full-text available via subscription  
Études Platoniciennes     Open Access   (Followers: 1)
Études Ricoeuriennes / Ricoeur Studies     Open Access   (Followers: 2)
European Journal for Philosophy of Science     Partially Free   (Followers: 10)
European Journal of Islamic Finance     Open Access  
European Journal of Philosophy     Hybrid Journal   (Followers: 53)
European Journal of Pragmatism and American Philosophy     Open Access   (Followers: 1)
Facta Universitatis, Series : Philosophy, Sociology, Psychology and History     Open Access  
FairPlay, Revista de Filosofia, Ética y Derecho del Deporte     Open Access  
Faith and Philosophy     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Fichte-Studien     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Film-Philosophy Journal     Open Access   (Followers: 8)
Filosofia Theoretica : Journal of African Philosophy, Culture and Religions     Open Access   (Followers: 1)
Filosofia Unisinos     Open Access  
Filozofia Chrześcijańska     Open Access  
Filozofija i društvo / Philosophy and Society     Open Access  
FLEKS : Scandinavian Journal of Intercultural Theory and Practice     Open Access  
Forum Philosophicum     Full-text available via subscription  
Franciscan Studies     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Franciscanum. Revista de las ciencias del espíritu     Open Access  
Frontiers of Philosophy in China     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Global Bioethics     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Governare la paura. Journal of interdisciplinary studies     Open Access  
Graduate Faculty Philosophy Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 1)

        1 2 3 4        [Sort by number of followers]   [Restore default list]

Journal Cover CONJECTURA : filosofia e educação
  Number of Followers: 0  
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 0103-1457
   Published by Universidade de Caxias do Sul Homepage  [8 journals]
  • Apresentação // Presentation

    • Authors: Everaldo Cescon, Evaldo Antônio Kuiava, Nilda Stecanela
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Theodor W. Adorno e a dialética negativa // DOI:
           10.18226/21784612.v23.n1.1

    • Authors: Pedro Savi Neto
      Pages: 2 - 18
      Abstract: O presente artigo, baseado em uma pesquisa teórica, se propõe a abordar a concepção da dialética negativa de Theodor Adorno, partindo de sua crítica aos sistemas filosóficos tradicionais de caráter idealista. A filosofia de Adorno se afigura como crítica às filosofias de caráter idealista, na medida em que entende que tais sistemas filosóficos partem de uma relação de conhecimento entre sujeito e objeto que se trata, em verdade, de uma relação de dominação, na medida em que é ditada por interesses instrumentais de desencantamento da natureza e sua submissão matemática às necessidades inerentes da sociedade burguesa que se formava animada pelo esclarecimento. Essa instrumentalidade contamina a razão, retirando-lhe o fundamental exercício racional e convertendo-se novamente em uma explicação que conserva aspectos da explicação inerentes ao mito, que pretendia superar. Esse é o elemento de dialética do esclarecimento: a razão que pretende superar o mito, mas, que pela sua forma de estruturação, o conserva em seu interior. Como forma de resposta à racionalidade instrumental, Adorno  concebe a sua dialética negativa, buscando resguardar a racionalidade da razão pelo exercício da negatividade. A negatividade parte da consciência da necessidade de conservar a materialidade da realidade no interior da razão, desiderato para o qual a formação estética de Adorno foi determinante. Assim, para atingir o objetivo deste artigo, serão abordados aspectos biográficos do filósofo relacionados à formação do seu pensamento a partir de sua experiência pessoal e vinculada com a Teoria Crítica da Sociedade. Com isso, pretende-se evidenciar a origem da sua concepção de crítica da razão pela razão, a partir da concepção de uma dialética negativa.Palavras-chave: Theodor Adorno. Dialética negativa. Teoria crítica. 
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Pesquisas sobre leitura e escrita nos Programas de Pós-Graduação em
           Educação do Sul do Brasil // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.2

    • Authors: Otilia Lizete de Oliveira Martins Heinig
      Pages: 19 - 44
      Abstract:  As pesquisas sobre leitura e escrita é o foco deste artigo que visa  mapear e apresentar as teses e dissertações dos programas de pós-graduação em Educação de Santa Catarina e Paraná que investigaram leitura e escrita; analisar o contexto geral das pesquisas, destacando o foco investigativo; refletir sobre os fazeres realizados e as ausências sentidas. A ancoragem teórica aproxima os estudos dos letramentos compreendendo-os como um conjunto de práticas que se fazem com a linguagem sob a ótica enunciativa com destaque para o campo discursivo. É uma pesquisa caracterizada como “estado do conhecimento” a qual mapeou sessenta e cinco produções escritas entre 2009 e 2013. A análise quantificou as produções em cada Programa, delimitou os temas investigados e os focos abordados em leitura e escrita em cada estado. Os resultados revelam que, devido à pluralidade da área da linguagem, esta abarca pesquisas que articulam conhecimentos da educação e da linguística como método fônico, avaliação em leitura, variação linguística, mas o tema que mais dialogou com a leitura e a escrita foi o da formação docente. A leitura e análise dos resumos indica que as pesquisas se concentram nos Programas da UEL, FURB, UFPR, UEM, UNOESC, UNIVALI, sendo que, em média, 14 pesquisas foram produzidas por ano com pequena queda em 2013, no qual ocorreram nove, isso revela o interesse e a necessidade de discussão da leitura e da escrita na educação. Outro ponto detectado, por se tratar de um estado do conhecimento, foi a informatividade e qualidade dos resumos os quais, na sua maioria, apresentam as seguintes lacunas: ausência de palavra-chave ou falta de coerência entre elas e o resumo; falta de informação sobre a base teórica o que impossibilita depreender a concepção de leitura e escrita.Palavras-chave: Pesquisa. Leitura. Escrita. Pós-Graduação. Educação.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Construção do ponto de vista e a alteridade em textos produzidos por
           alunos do Ensino Médio // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.3

    • Authors: Osvaldo Barreto Oliveira Júnior, Dinéa Maria Sobral Muniz
      Pages: 45 - 62
      Abstract: Educar na diferença pressupõe respeitar as diversas vozes dos sujeitos da escola, a fim de que, sociocognitivamente, estudantes e professores construam saberes, partilhando experiências, socializando conhecimentos e refletindo sobre seus modos de ver/conceber as coisas do mundo. Por essa razão, o professor de língua portuguesa precisa estar atento aos modos de compreensão que seus alunos revelam quando produzem dizeres nas atividades realizadas em sala de aula. Para isso, é preciso assumir que os sentidos são sempre negociados, e que os sujeitos, quando focalizam um conteúdo assumindo-se como enunciadores de um dizer, manifestam, ao mesmo tempo, o dialogismo presente em toda ação de linguagem. Esse dialogismo pode ser testemunhado pelos indícios de alteridade presente nas produções textuais dos estudantes. Para comprovar isso, este trabalho desenvolve análise de textos argumentativos produzidos por alunos do Ensino Médio (redações do ENEM), comentando os objetos de discurso (ou referentes textuais) presentes nessas produções textuais. Dessa forma, busca evidenciar que, além de serem reveladores de pontos de vista, os objetos de discurso sinalizam o diálogo do enunciador com outros sujeitos, exercendo papel central na construção da orientação argumentativa do texto. Nessa perspectiva, considera-se que a construção do ponto de vista ocorre, em muitos casos, pela adesão do enunciador às ideias e opiniões de outros sujeitos; o que confirma o principal argumento orientador deste trabalho: para construir opinião, o enunciador reformula o próprio dizer, ora por adaptações de sua própria voz, ora por influência de outros dizeres com os quais dialoga durante o desempenho da atividade verbal.Palavras-chave: Referentes textuais. Intersubjetividade. Orientação argumentativa.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Reimaginação das cidades de Calvino por meio de fragmentos tradutórios
           // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.4

    • Authors: Fabiane Olegário, Sandra Mara Corazza
      Pages: 63 - 76
      Abstract: Este ensaio tem como objetivo afirmar a leitura e a escrita enquanto processo ativo tradutório, por meio da reimaginação do Texto de Partida As cidades invisíveis, redigido em 1972 pelo autor italiano Ítalo Calvino. O ensaio é tecido mediante a noção de fragmentos, tal como entendido por Tavares (2013), em que a escrita se constitui como uma experimentação do pensamento. Toma como ponto de partida as pistas deixadas pelo viajante Marco Polo, na obra de Calvino, a qual foi lida e reinventada pelos acadêmicos do Curso de Pedagogia de uma Instituição de Ensino Superior localizada no interior do Rio Grande do Sul. Um Roteiro de Procedimentos Escrileitores – escritura e leitura – das Cidades de Calvino foi disponibilizado aos estudantes, tendo como proposição mostrar nove regras, cujo objetivo consistiu em servir à operação tradutório-inventiva. A partir delas, os estudantes arriscaram uma leitura ativa e uma escritura viva, ou seja, uma escritura tradutória, que não visa à recuperação literal do texto, mas privilegia uma escrileitura inventiva e traduções-reinvenções. Como aporte teórico, o texto aproxima-se do pensamento da diferença, de Roland Barthes, de Gilles Deleuze, além das teorizações da tradução literária propostas por Haroldo de Campos. Trata-se de experimentar a prática da leitura e o ensaio da escrita gerando novas interpretações ao Texto de Partida. Nesse sentido, ler-e-escrever configuram-se como uma prática aberta, jamais definitiva e tampouco estática. Em síntese, o texto propõe defender que os Textos de Partida são sempre fisgados pelos processos tradutórios e, por isso, novamente reinventados via leitura e escrita em Textos de Chegada. Palavras-chave: Tradução. Recriação. Pedagogia. Educação.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Profissão docente no século XXI: concepções do professor sobre o seu
           papel na sociedade contemporânea // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.5

    • Authors: Lizie Mendes Clock, Ana Lucia Pereira Baccon, Lucken Bueno Lucas, Thamiris Christine Mendes
      Pages: 77 - 96
      Abstract: O artigo traz resultados de uma investigação de mestrado que teve por objetivo pesquisar as concepções de um grupo de professores a respeito das funções que os mesmos exercem frente à sociedade contemporânea. Partiu-se da premissa de que suas concepções guardam relação com suas práticas educativas e pedagógicas. Trata-se de uma pesquisa desenvolvida na perspectiva qualitativa, com cinquenta e um professores que atuam em seis escolas estaduais da cidade de Ponta Grossa-PR. Elegeu-se como aporte teórico autores que tratam da formação de professores e da profissão docente, como Freire (1996), Imbernón (2011), Ens e Behrens (2011), Tozetto (2010), Sacristán (2015) e Tedesco (2015). Os dados foram coletados por meio de questionários, categorizados e analisados seguindo os pressupostos na Análise de Conteúdo. Três categorias foram configuradas a partir de significantes presentes nas respostas dos professores participantes: Categoria I – Professor como um sujeito transformador: educação em uma forma ampla (31,37% das falas dos sujeitos), Categoria II – Professor como profissional do conhecimento (49,01% das falas dos sujeitos), e Categoria III – Professor enquanto sujeito que desempenha vários papéis sociais (19,60% das falas dos sujeitos). Essas categorias nos possibilitaram inferir que as concepções dos professores em relação ao seu papel na sociedade contemporânea vão além da função social da escola, pois centram-se primeiramente na figura de um profissional transformador do mundo; seguida da noção de profissional do conhecimento e, por fim, da ideia de um profissional que desempenha vários papéis sociais. A pesquisa também apontou uma necessária redefinição da profissão docente para que os professores assumam novas competências profissionais na contemporaneidade.Palavras-chave: Profissão docente. Função dos professores. Sociedade contemporânea. Concepções.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Por uma crítica contemporânea da educação: Justiça Ambiental e o caso
           das comunidades quilombolas de Oriximiná - PA // DOI:
           10.18226/21784612.v23.n1.6

    • Authors: Vilmar Alves Pereira, Jacqueline Rogério Carrilho Eichenberger
      Pages: 97 - 113
      Abstract: O presente artigo pretende elucidar questões relacionadas ao pensamento ecológico contemporâneo, antropológico e social relacionado à Ecologia Política e a Justiça Ambiental, assim como, o caso das comunidades de Oriximiná/PA que trazem para o bojo das discussões uma profunda crítica aos paradigmas dominantes do conhecimento ambiental contemporâneo e da própria Educação Ambiental. O estudo confere a importância da investigação sobre o tema já que a ecologia política se estabelece no espaço que é do conflito, da disputa pela reapropriação da natureza e da cultura, onde natureza e cultura resistem frente à imposição de valores e processos - simbólicos, ecológicos, epistemológicos, políticos - ao se transformarem em termos de valores de mercado. Palavras-chave: Justiça Ambiental. Ecologia Política. Educação Ambiental.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Manifesto dos Educadores Mais Uma Vez Convocados: a concepção de
           público // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.7

    • Authors: José Edimar de Souza, Darciel Pasinato
      Pages: 114 - 136
      Abstract: O presente artigo trata sobre o Manifesto dos Educadores Mais Uma Vez Convocados: a concepção de público. O problema do artigo busca responder a uma questão central: qual a concepção de público presente no Manifesto dos Educadores Mais Uma Vez Convocados em 1959' O objetivo geral é analisar os problemas educacionais no Brasil, como a falta de educação pública, gratuita, obrigatória e laica, assim como a falta de verbas para a escola pública no contexto das décadas de 1950 e 1960. A pesquisa é de natureza bibliográfica-documental. Utilizaremos como fontes de pesquisa, livros, capítulos de livros, dissertações, artigos em periódicos e dois importantes documentos: o Manifesto de 1932 e o Manifesto de 1959. O artigo além da introdução e das considerações finais, divide-se em três partes. Na primeira parte, estudaremos a origem do Manifesto de 1959. Já na segunda parte, descreveremos as inovações do Manifesto de 1959 em relação ao Manifesto de 1932. Na terceira e última parte, analisaremos a concepção de público presente no Manifesto dos Educadores de 1959.Palavras-chave: Concepção de público. Manifesto de 1932. Manifesto de 1959.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Currículo e planejamento na Educação Infantil: datas comemorativas em
           debate // DOI: 10.18226/21784612.v23.n1.8

    • Authors: Aliandra Cristina Mesomo Lira, Eliane Dominico, Lilian Martins
      Pages: 137 - 153
      Abstract: O objetivo desse texto é problematizar o trabalho com as datas comemorativas instituído e praticado nas instituições educativas, geralmente por meio de festividades que incluem apresentações, lembrancinhas e danças, além de semanas temáticas. Considerando a educação infantil como fase importante para o desenvolvimento das crianças, reflete sobre o currículo para essa etapa de ensino e questiona os encaminhamentos adotados nas práticas que privilegiam um planejamento assentado em datas comemorativas no calendário escolar, pois tratam as situações de forma superficial e muitas vezes estereotipada. Essa cultura do espetáculo segue o que já é proclamado pela mídia e publicidade, que usam das datas para vender produtos por meio de apelo afetivo. As instituições, por sua vez, furtam-se ao enfrentamento dessas questões, ao debate, na medida em que legitimam e reforçam de forma acrítica esse discurso. Trata-se de estudo teórico, assentado em autores como Ostetto (2017; 2012; 2011), Barbosa (2006), dentre outros, que nos ajudam a pensar acerca do trabalho pedagógico com as crianças pequenas. A despeito da pouca literatura que trata da temática em debate, a reflexão orienta-nos para pensar sobre o que tem sido privilegiado no trabalho com as crianças, sobre a ausência de reflexão que mormente acompanha as comemorações nas instituições educativas e a necessidade de enfrentamento dessa questão por parte de professores e escolas. A execução de atividades repetitivas, destituídas de significado e participação efetiva das crianças, vai na contramão de uma educação humanizadora, desloca a energia dos professores para esses momentos, deixando de lado questões curriculares imprescindíveis para a formação dos pequenos.Palavras-chave: Datas comemorativas. Currículo. Planejamento. Educação Infantil.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • Diversidade na Educação Escolar: limites e possibilidades // DOI:
           10.18226/21784612.v23.n1.9

    • Authors: Léia Adriana da Silva Santiago, Maria Licia dos Santos
      Pages: 154 - 178
      Abstract: O presente estudo tem como objetivo investigar como a diversidade afrobrasileira e indígena está contemplada na educação escolar, compreendendo que a escola é um lugar estratégico de articulação, um espaço para propostas de mudanças em relação a uma educação que respeite as diferenças e  singularidades. A problematização se pautou na reflexão do livro didático, nos desafios e nas práticas dos professores, com o objetivo de analisar e compreender as mudanças e permanências, as inclusões e exclusões, os estereótipos, os preconceitos, a visão etnocêntrica, as imagens, e os conteúdos que são veiculados na educação escolar. Quais representações e significados são veiculados nos livros didáticos e nas práticas dos professores, no sentido de perceber se estas questões levantadas contribuem para a ressignificação de uma educação escolar que estimule a formação de uma consciência histórica e cidadã. Utilizamos uma metodologia centrada em uma proposta investigativa crítica, com embasamento científico centrado em trabalhos de teóricos sobre a temática e, na compreensão de que o problema não se resolve com a criação de políticas de reparação das desigualdades, mas sim com ações incisivas para o tratamento e valorização da diversidade na escola. Das conclusões vimos que é relevante  alterar valores, promover subsídios para que os profissionais da educação se insiram em um contexto de lutas mais amplo, em sintonia com o desejo por saberes diversificados, que vão além da disciplina escolar e do currículo, sabendo que não basta apenas denunciar e levantar dados. É fundamental a mobilização, o movimento, as ações coletivas, em um campo de luta em que a bandeira de combate ao preconceito e ao racismo seja permanente em todos os espaços, na escola, na sociedade e em toda a vida cotidiana. Palavras-chave: Educação escolar. Etnorracionalidade. Diversidade. Livro didático.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • A perspectiva da alteridade na educação // DOI:
           10.18226/21784612.v23.n1.10

    • Authors: Adilson Cristiano Habowski, Elaine Conte, Natália de Borba Pugens
      Pages: 179 - 197
      Abstract:  O estudo reflete sobre o conjunto de categorias que coloca a alteridade como princípio articulador e compreensivo do saber das diferenças em Emannuel Lévinas. Uma ética da alteridade é um desafio para uma sociedade que uniformiza os processos de ensino e desvaloriza o ser em uma relação de supremacia do eu frente ao alter. A esfera educacional é propícia ao desenvolvimento de uma ética da alteridade, pois tem por princípio o diálogo e o respeito ao outro, enquanto compromisso de abertura a uma comunidade de racionalidades plurais. Na ótica educativa, o ambiente escolar é um lugar de encontro com o outro para a construção de novas aprendizagens interativas, tendo a possibilidade de promover a ética da alteridade, num espaço de diálogo e escuta sensível. A formação educativa amplia a visão de mundo e humaniza as relações, cujo enfoque é pensar as inter-relações, as experiências, as singularidades, as imperfeições e inacabamentos, esclarecendo posições dogmáticas e compartilhando o respeito e o reconhecimento humano. Contribui ainda para uma formação integral do educando para deixar o outro ser outro, para uma cultura mais respeitosa e sem preconceitos, formando cidadãos que reconhecem e tornam compreensíveis seus atos. É um processo coletivo de (re)conhecimento para aprimorar o saber reflexivo, pois a aprendizagem acontece através de inter-relações entre os educandos, cada um com suas próprias diferenças. Concluímos que por meio de uma ética da alteridade de Lévinas, somos convidados a uma atualização formativa de abertura à pluralidade humana, tornando-se um desafio para o educador resistir aos modismos e visões centralizadoras, evitando que os sujeitos sejam vistos de maneira reduzida, homogeneizada e inexpressiva. Palavras-chave: Pluralidade humana. Ética da alteridade. Educação.
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • La escuela como cultura y sus prácticas educativas: entrevista con
           Augustín Escolano Benito

    • Authors: José Edimar de Souza
      Pages: 199 - 207
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
  • NANCY, Jean-Luc. Banalidade de Heidegger

    • Authors: Luís Gabriel Provinciatto
      Pages: 209 - 214
      PubDate: 2018-04-28
      Issue No: Vol. 23, No. 1 (2018)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.224.255.17
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-