for Journals by Title or ISSN
for Articles by Keywords
help
  Subjects -> LAW (Total: 1232 journals)
    - CIVIL LAW (37 journals)
    - CONSTITUTIONAL LAW (44 journals)
    - CORPORATE LAW (81 journals)
    - CRIMINAL LAW (19 journals)
    - CRIMINOLOGY AND LAW ENFORCEMENT (138 journals)
    - FAMILY AND MATRIMONIAL LAW (21 journals)
    - INTERNATIONAL LAW (163 journals)
    - JUDICIAL SYSTEMS (22 journals)
    - LAW (700 journals)
    - LAW: GENERAL (7 journals)

LAW (700 journals)                  1 2 3 4 | Last

Showing 1 - 200 of 354 Journals sorted alphabetically
ABA Journal Magazine     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
Acta Juridica     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Acta Politica     Hybrid Journal   (Followers: 13)
Acta Universitatis Danubius. Juridica     Open Access  
Actualidad Jurídica Ambiental     Open Access   (Followers: 1)
Adelaide Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
Administrative Law Review     Open Access   (Followers: 38)
Aegean Review of the Law of the Sea and Maritime Law     Hybrid Journal   (Followers: 7)
African Journal of Legal Studies     Hybrid Journal   (Followers: 6)
African Journal on Conflict Resolution     Open Access   (Followers: 15)
Afrilex     Open Access   (Followers: 4)
Air and Space Law     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
Akron Law Review     Open Access   (Followers: 3)
Alaska Law Review     Open Access   (Followers: 9)
Albany Law Review     Free   (Followers: 6)
Alberta Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Alternative Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Alternatives : Global, Local, Political     Hybrid Journal   (Followers: 14)
Amazon's Research and Environmental Law     Open Access   (Followers: 2)
American Journal of Comparative Law     Full-text available via subscription   (Followers: 53)
American Journal of Jurisprudence     Hybrid Journal   (Followers: 15)
American Journal of Law & Medicine     Full-text available via subscription   (Followers: 12)
American Journal of Legal History     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
American Journal of Trial Advocacy     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
American University Law Review     Open Access   (Followers: 15)
American University National Security Law Brief     Open Access   (Followers: 8)
Amicus Curiae     Open Access   (Followers: 5)
Amsterdam Law Forum     Open Access   (Followers: 9)
Annales Canonici     Open Access  
Annual Survey of South African Law     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Anuario de Psicología Jurídica     Open Access   (Followers: 1)
ANZSLA Commentator, The     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Appeal : Review of Current Law and Law Reform     Open Access  
Arbitration Law Monthly     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Arbitration Law Reports and Review     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Arctic Review on Law and Politics     Open Access   (Followers: 1)
Arena Hukum     Open Access  
Argumenta Journal Law     Open Access   (Followers: 1)
Arizona Law Review     Open Access   (Followers: 3)
Arizona State Law Journal     Free   (Followers: 2)
Arkansas Law Review     Free   (Followers: 5)
Ars Aequi Maandblad     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Art + Law     Full-text available via subscription   (Followers: 11)
Article 40     Open Access   (Followers: 2)
Artificial Intelligence and Law     Hybrid Journal   (Followers: 9)
Asian American Law Journal     Open Access   (Followers: 3)
Asian Journal of Legal Education     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Asian Pacific American Law Journal     Open Access   (Followers: 2)
AStA Wirtschafts- und Sozialstatistisches Archiv     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Asy-Syir'ah : Jurnal Ilmu Syari'ah dan Hukum     Open Access  
Australasian Law Management Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
Australian and New Zealand Sports Law Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Australian Feminist Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Australian Indigenous Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 16)
Australian Journal of Legal History     Full-text available via subscription   (Followers: 19)
Ave Maria Law Review     Free   (Followers: 2)
Badamai Law Journal     Open Access  
Ballot     Open Access  
Baltic Journal of Law & Politics     Open Access   (Followers: 7)
Bar News: The Journal of the NSW Bar Association     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Behavioral Sciences & the Law     Hybrid Journal   (Followers: 23)
Beijing Law Review     Open Access   (Followers: 7)
Berkeley Journal of Entertainment and Sports Law     Open Access   (Followers: 6)
Berkeley Technology Law Journal     Free   (Followers: 11)
Bioethics Research Notes     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Bond Law Review     Open Access   (Followers: 17)
Boston College Environmental Affairs Law Review     Open Access   (Followers: 7)
Boston College Journal of Law & Social Justice     Open Access   (Followers: 9)
Boston College Law Review     Open Access   (Followers: 17)
Boston University Law Review     Free   (Followers: 10)
BRICS Law Journal     Open Access  
Brigham Young University Journal of Public Law     Open Access   (Followers: 7)
Brigham Young University Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 7)
British Journal of American Legal Studies     Open Access  
Brooklyn Law Review     Open Access   (Followers: 2)
Bulletin of Medieval Canon Law     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
C@hiers du CRHIDI     Open Access  
Cadernos de Dereito Actual     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Direito - PPGDir./UFRGS     Open Access   (Followers: 1)
Cadernos Ibero-Americanos de Direito Sanitário     Open Access  
Cahiers, Droit, Sciences et Technologies     Open Access  
California Law Review     Open Access   (Followers: 19)
California Lawyer     Free  
California Western Law Review     Open Access   (Followers: 2)
Cambridge Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 139)
Campbell Law Review     Open Access   (Followers: 4)
Campus Legal Advisor     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Case Western Reserve Law Review     Open Access   (Followers: 1)
Časopis pro právní vědu a praxi     Open Access  
Časopis zdravotnického práva a bioetiky     Open Access  
Catalyst : A Social Justice Forum     Open Access   (Followers: 10)
Catholic University Law Review     Open Access   (Followers: 2)
Chicago-Kent Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 3)
Chicana/o-Latina/o Law Review     Open Access   (Followers: 2)
China : An International Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 16)
China-EU Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Chinese Journal of Comparative Law     Hybrid Journal   (Followers: 3)
Chinese Law & Government     Full-text available via subscription   (Followers: 6)
Cleveland State Law Review     Free   (Followers: 1)
College Athletics and The Law     Hybrid Journal   (Followers: 1)
Colombia Forense     Open Access  
Columbia Journal of Environmental Law     Free   (Followers: 10)
Columbia Journal of Law and Social Problems     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Columbia Law Review (Sidebar)     Open Access   (Followers: 14)
Commercial Law Quarterly: The Journal of the Commercial Law Association of Australia     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Comparative Law Review     Open Access   (Followers: 39)
Comparative Legal History     Full-text available via subscription   (Followers: 5)
Con-texto     Open Access  
Conflict Resolution Quarterly     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Conflict Trends     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
Cornell Law Review     Open Access   (Followers: 7)
Criterio Jurídico     Open Access  
Critical Analysis of Law : An International & Interdisciplinary Law Review     Open Access   (Followers: 2)
Cuadernos de Historia del Derecho     Open Access   (Followers: 5)
Cuestiones Juridicas     Open Access   (Followers: 1)
Current Legal Problems     Hybrid Journal   (Followers: 25)
Danube : The Journal of European Association Comenius - EACO     Open Access   (Followers: 2)
De Jure     Open Access   (Followers: 1)
De Rebus     Full-text available via subscription  
Deakin Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 14)
Defense Counsel Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Democrazia e diritto     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Denning Law Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 8)
DePaul Journal of Women, Gender and the Law     Open Access   (Followers: 2)
DePaul Law Review     Open Access   (Followers: 1)
Der Staat     Full-text available via subscription   (Followers: 13)
Derecho PUCP     Open Access   (Followers: 3)
Derecho y Ciencias Sociales     Open Access   (Followers: 1)
Die Verwaltung     Full-text available via subscription   (Followers: 10)
Dikaion     Open Access   (Followers: 1)
Dike     Open Access  
Direito e Desenvolvimento     Open Access   (Followers: 1)
Direito e Liberdade     Open Access  
Diritto penale contemporaneo     Free   (Followers: 2)
Diritto, immigrazione e cittadinanza     Open Access   (Followers: 3)
Dixi     Open Access  
Droit et Cultures     Open Access   (Followers: 6)
Droit et Médecine Bucco-Dentaire     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Droit, Déontologie & Soin     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Drug Science, Policy and Law     Full-text available via subscription  
Duke Environmental Law & Policy Forum     Open Access   (Followers: 6)
Duke Forum for Law & Social Change     Open Access   (Followers: 7)
Duke Journal of Gender Law & Policy     Open Access   (Followers: 15)
Duke Law & Technology Review     Open Access   (Followers: 9)
Duke Law Journal     Open Access   (Followers: 25)
DULR Online     Open Access   (Followers: 1)
East Asia Law Review     Open Access   (Followers: 1)
ECI Interdisciplinary Journal for Legal and Social Policy     Open Access   (Followers: 2)
Ecology Law Quarterly     Free   (Followers: 3)
Edinburgh Law Review     Hybrid Journal   (Followers: 20)
Education and the Law     Hybrid Journal   (Followers: 12)
El Cotidiano     Open Access   (Followers: 1)
Election Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 22)
Energy Law Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
Environmental Justice     Hybrid Journal   (Followers: 10)
Environmental Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 23)
Environmental Policy and Law     Hybrid Journal   (Followers: 16)
ERA-Forum     Hybrid Journal   (Followers: 5)
Espaço Jurídico : Journal of Law     Open Access   (Followers: 1)
ESR Review : Economic and Social Rights in South Africa     Open Access   (Followers: 4)
Ethnopolitics     Hybrid Journal   (Followers: 4)
Ethos: Official Publication of the Law Society of the Australian Capital Territory     Full-text available via subscription   (Followers: 4)
EU agrarian Law     Open Access   (Followers: 3)
Europaisches Journal fur Minderheitenfragen     Hybrid Journal   (Followers: 2)
European Energy and Environmental Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 16)
European Journal for Education Law and Policy     Hybrid Journal   (Followers: 8)
European Journal of Comparative Law and Governance     Hybrid Journal   (Followers: 3)
European Journal of Law and Technology     Open Access   (Followers: 15)
European Journal of Psychology Applied to Legal Context     Open Access   (Followers: 5)
European Law Journal     Hybrid Journal   (Followers: 125)
European Public Law     Full-text available via subscription   (Followers: 32)
European Review of Contract Law     Hybrid Journal   (Followers: 21)
European Review of Private Law     Full-text available via subscription   (Followers: 29)
European Yearbook of Minority Issues Online     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Evaluation Review     Hybrid Journal   (Followers: 12)
Evidence & Policy : A Journal of Research, Debate and Practice     Full-text available via subscription   (Followers: 9)
Faulkner Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Federal Communication Law Journal     Full-text available via subscription   (Followers: 1)
Federal Law Review     Full-text available via subscription   (Followers: 20)
Federal Probation     Full-text available via subscription   (Followers: 2)
Feminist Legal Studies     Hybrid Journal   (Followers: 16)
feminists@law     Open Access   (Followers: 4)
Fiat Justisia     Open Access  
First Amendment Studies     Hybrid Journal  
Florida Bar News     Free  
Florida Law Review     Open Access   (Followers: 3)
Florida State University Law Review     Open Access   (Followers: 3)
Fordham Environmental Law Review     Open Access   (Followers: 5)
Fordham Intellectual Property, Media and Entertainment Law Journal     Open Access   (Followers: 19)
Fordham Law Review     Open Access   (Followers: 13)
FORO. Revista de Ciencias Jurídicas y Sociales, Nueva Época     Open Access   (Followers: 2)
Fundamina : A Journal of Legal History     Open Access   (Followers: 7)
Geoforum     Hybrid Journal   (Followers: 22)
George Washington Law Review     Free   (Followers: 7)
Georgia Law Review     Open Access   (Followers: 1)
Georgia State University Law Review     Open Access   (Followers: 2)
Global Journal of Comparative Law     Hybrid Journal   (Followers: 2)
Global Labour Journal     Open Access   (Followers: 7)
Golden Gate University Environmental Law Journal     Open Access   (Followers: 3)
Golden Gate University Law Review     Open Access   (Followers: 2)

        1 2 3 4 | Last

Journal Cover Cadernos do Programa de Pós-Graduação em Direito - PPGDir./UFRGS
  [1 followers]  Follow
    
  This is an Open Access Journal Open Access journal
   ISSN (Print) 1678-5029 - ISSN (Online) 2317-8558
   Published by Universidade Federal do Rio Grande do Sul Homepage  [8 journals]
  • Prefácio

    • Authors: José Alcebíades Oliveira Júnior, Claudia Lima Marques, Kenny Sontag, Vicente de Azevedo Bastian Cortese
      Abstract: Prefácio ao Volume XI, Número 3, Ano 2016 
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • ¿Qué Influencia Tiene el Derecho del Consumidor sobre la Reforma del
           Derecho Contractual en el Código Civil Francés?

    • Authors: Gilles Paisant
      Abstract: ¿QUÉ INFLUENCIA TIENE EL DERECHO DEL CONSUMIDOR SOBRE LA REFORMA DEL DERECHO CONTRACTUAL EN EL CÓDIGO CIVIL FRANCÉS?*   QUAL A INFLUÊNCIA DO DIREITO DO CONSUMIDOR NA REFORMA DO DIREITO CONTRATUAL DO CÓDIGO CIVIL FRANCÊS?    WHAT INFLUENCE DOES CONSUMER LAW HAVE ON THE REFORM OF CONTRACT LAW IN THE FRENCH CIVIL CODE?  
      Gilles Paisant**  RESUMO: Esta pesquisa almeja a analisar o papel do Direito do Consumidor nas recentes reformas empreendidas no Direito Contratual do Código Civil Francês. Primeiramente, foram analisadas questões relativas à formação do contrato, sobretudo no que tange ao consentimento. Posteriormente, foram examinados aspectos do conteúdo contratual, verificando-se o contrato de adesão e a generalidade contratual. PALAVRAS-CHAVE: Direito do Consumidor. Direito Contratual. Direito Civil Francês. ABSTRACT: This research aims at analyzing the role of Consumer Law in the recent reforms undertaken in the Contractual Law of the French Civil Code. Firstly, issues related to contract formation were analyzed, especially with regard to consent. Subsequently, aspects of the contractual content were examined, verifying the contract of adhesion and the contractual generality. KEYWORDS: Consumer Law. Contract Law. French Civil Law.  SUMÁRIO: Introducción. 1 En Cuanto a la Formación del Contrato. 1.1 La Exigencia de un Consentimiento Aclarado. 1.2 La Exigencia de un Consentimiento Libre. 2 En Cuanto al Contenido del Contrato. 2.1 En los Contratos de Adhesión. 2.2 En la Generalidad de los Contratos. Conclusión. Referencias.
      *Pesquisa apresentada em palestra proferida no Foro Central de Porto Alegre, no dia 09 de novembro de 2016, realizada pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em evento organizado pelos Professores Doutores Claudia Lima Marques e Diógenes de Oliveira.** Professor Doutor Emérito da Universidade Savoie Mont Blanc, França. Decano honorário da Faculdade de Direito e Economia de Chambéry, França.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Crisis del Estado y Globalización: Prognosis Marxista

    • Authors: Álvaro Sánchez Bravo
      Abstract: CRISIS DEL ESTADO Y GLOBALIZACIÓN: PROGNOSIS MARXISTA  CRISE DO ESTADO E GLOBALIZAÇÃO: PROGNOSE MARXISTA  STATE CRISIS AND GLOBALIZATION: MARXIST PROGNOSIS    Álvaro Sánchez Bravo*  RESUMO: Este artigo aspira a analisar a crise do Estado em um contexto de globalização, por meio da doutrina marxista. PALAVRAS-CHAVE: Crise do Estado. Globalização Marxismo. ABSTRACT: This article aims to analyze the Sate crisis in a context of globalization, by means of the Marxist doctrine.  KEYWORDS: State Crisis. Globalization. Marxism.  SUMARIO: Introducción. 1 El Estado y la Globalización. Conclusión. Referencias.
      * Doutor em Direito pela Universidad de Sevilla, Espanha. Professor da Faculdade de Direito da Universidad de Sevilla, Espanha. Expert da Agência de Execução do Conselho Europeu de Investigação (ERCEA), União Europeia. Presidente da Asociación Andaluza de Derecho, Medio Ambiente y Desarrollo Sostenible. Coeditor da Revista Internacional de Direito Ambiental.    
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • A Lógica da Argumentação e as Falácias da
           Sustentabilidade

    • Authors: Denise Schmitt Siqueira Garcia
      Abstract: A LÓGICA DA ARGUMENTAÇÃO E AS FALÁCIAS DA SUSTENTABILIDADE  THE LOGIC OF ARGUMENTATION AND THE FALACIES OF SUSTAINABILITY  
      Denise Schmitt Siqueira Garcia*  RESUMO: O presente trabalho terá como escopo trabalhar com a temática sobre alguns tipos de falácias e a relação destas com a sustentabilidade. Nesse diapasão elencou-se como objetivo geral analisar as falácias ligadas à sustentabilidade. Os objetivos específicos são: identificar o que é uma falácia, compreender o conceito de cada tipo de falácia e verificar alguns tipos de falácias que estão relacionadas com a sustentabilidade. Para tanto o artigo foi dividido em três partes: na primeira será feita uma abordagem conceitual sobre os vários tipos de falácias existentes; na segunda parte será tratado sobre a sustentabilidade e suas dimensões; e a terceira e última parte, adentra-se no tema central o artigo que é a análise das falácias ligadas à sustentabilidade. Extraindo-se, ao final, que a relevância do tema sustentabilidade e a constante divulgação tanto midiática, como mercantil e política, torna cada vez mais a sua utilização indevida como artifício de enganação, ou seja, a utilização de falácias em argumentações que o envolvem. Vários são os exemplos dessas falácias ligadas à sustentabilidade e que foram tratados na pesquisa, porém destacam-se duas delas que são utilizadas de maneira exacerbada, como a falácia do crescimento econômico ilimitado e a da inexistência do aquecimento global e do efeito estufa. Quanto à metodologia foi utilizado o método indutivo na fase de investigação; o cartesiano na fase de tratamento dos dados; e também o indutivo no Relatório da Pesquisa. Foram ainda acionadas as técnicas do referente, da categoria, dos conceitos operacionais, da pesquisa bibliográfica e do fichamento. PALAVRAS-CHAVE: Direito Ambiental. Sustentabilidade. Falácias. ABSTRACT: This work has the scope to work with the theme of some types of fallacies and their relationship to sustainability. In this vein it was listed as a general objective to analyze the fallacies related to sustainability. The specific objectives are to identify what is a fallacy, understand the concept of each type of fallacy and check some types of fallacies that are related to sustainability. Therefore the article has been divided into three parts: first will be made a conceptual approach to the various types of fallacies; at the second part will be treated about sustainability and its dimensions; and the third and final part, is entered in the central theme of the article that is the analysis of the fallacies related to sustainability. Extracting, at the end, that the relevance of the theme of sustainability and constant dissemination both media, as a market and policy becomes increasingly misuse and deception of deception, ie, the use of fallacies in arguments surrounding it. There are several examples of these fallacies related to sustainability and were treated in the study, but we highlight two of them are used exaggerated way, as the fallacy of unlimited economic growth and the absence of global warming and the greenhouse effect. The methodology used was the inductive method for the research; Cartesian in the data processing stage; and also the inductive in the search report. They were also triggered the techniques of the referent category, operational concepts, bibliographic research and book report. KEYWORDS: Environmental Law. Sustainability. Fallacies.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Falácias. 2 Aportes Teóricos sobre Sustentabilidade. 3 Falácias sobre Sustentabilidade. Considerações Finais. Referências.
      * Doutora e Mestre em Direito Ambiental e Sustentabilidade pela Universidad de Alicante, Espanha. Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Santa Catarina.  
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Resíduos Sólidos: Gerenciamento e Políticas Públicas
           Federais

    • Authors: Célia Regina Pereira Rodrigues, Magali de Moraes Menti
      Abstract: RESÍDUOS SÓLIDOS: GERENCIAMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS FEDERAIS  SOLID WASTE: MANAGEMENT AND FEDERAL PUBLIC POLICIES  Célia Regina Pereira Rodrigues* Magali de Moraes Menti**  RESUMO: Esta pesquisa nasceu da percepção sobre a situação crítica que vivemos em relação à falta de conscientização da população sobre os resíduos sólidos. Apesar de estarmos no século XXI, muito pouco é feito para amenizar, quiçá erradicar a poluição ambiental. Dada a importância do papel do Estado nesta questão, este estudo buscou verificar como o Estado percebe e trabalha a educação ambiental em relação aos resíduos sólidos, em especial, como as políticas públicas estão sendo efetivadas e quais as ações pertinentes vêm sendo desenvolvidas pelo Estado. Para tal, utilizou-se uma abordagem qualitativa, com a utilização de dados secundários, bibliográficos e documentais. A partir do artigo 225, inciso VI da Constituição Federal de 1988, da Lei nº 9.795/99, que dispõe sobre a educação ambiental, e do Decreto nº 4.281/02 que a regulamenta, analisou-se a Lei nº 12.305/10, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, especificamente no que toca à responsabilidade e suas diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos sólidos. Verificou-se que, a partir da Constituição Federal de 1988, o Brasil passou a apresentar uma boa estrutura constitucional de proteção ao meio ambiente. Contudo, constatou-se que é necessário que as normas já estabelecidas sejam aplicadas efetivamente e que os administradores públicos tomem atitudes mais enérgicas quanto à existência de que a sociedade assuma a sua responsabilidade em relação aos problemas ambientais, possibilitando assim, que as futuras gerações possam gozar de uma melhor qualidade de vida. PALAVRAS-CHAVE: Educação Ambiental. Gerenciamento. Logística Reversa. Resíduos Sólidos. Responsabilidade Compartilhada. ABSTRACT: This study arose from the perception of the critical situation we are living concerning the lack of public awareness regarding environmental pollution. Although we are in the 21st century, very little has been developed to mitigate, or eradicate environmental pollution. Given the importance of the state's role in this matter, this study sought to determine how the state perceives and works with environmental education in relation to solid waste, in particular, how public policies are taking effect and what appropriate actions have been taken by the state. To attain this goal, the study followed a qualitative approach with the use of secondary, bibliographic and documentary data. Considering the article 225, section VI of the 1988 Federal Constitution, Law nº. 9.795/99 which addresses environmental education, and the decree nº. 4.281/02, which regulates the aforementioned law, the law nº. 12.305/10 was analyzed. It establishes the National Solid Waste Policy, specifically regarding responsibility and guidelines for integrated management and solid waste management. It was found that after the Federal Constitution of 1988, Brazil has presented a good constitutional framework for environmental protection. However, it was also found that it is essential that the established rules are applied effectively and that public officials take stronger attitudes to enforce the society’s responsibility concerning the environmental problems, thus allowing future generations to enjoy a better quality of life. KEYWORDS: Environmental Education. Management. Reverse Logistic. Solid Waste. Shared Responsibility.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Fundamentação Teórica. 2 Método. 3 Análise. 3.1 A Percepção Temporal do Estado com Relação aos Resíduos Sólidos. Considerações Finais. Referências.
      * Especialista em Gestão Pública pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS). Graduada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).   ** Doutora e Mestre em Letras e Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora Adjunta da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS).
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Danos à Saúde Decorrentes de Exposição à Poluição Eletromagnética:
           Estudo da Apelação Cível Nº 1.0123.10.038116-9/002

    • Authors: Vivian Lacerda Moraes, Beatriz Souza Costa
      Abstract: Danos à saúde decorrentes de exposição à poluição eletromagnética: Estudo da apelação cível nº 1.0123.10.038116-9/002  HEALTH DAMAGE DUE TO THE EXPOSITION OF ELECTROMAGNETIC POLLUTION: STUDY OF CIVIL APPEAL Nº 1.0123.10.038116-9/002   Beatriz Souza Costa*Vivian Lacerda Moraes**  RESUMO: O presente artigo tem como intuito proceder a um estudo problematizante e crítico acerca dos fundamentos decisórios do acórdão extraído da Apelação Cível de número 1.0123.10.038116-9/002, e julgamento realizado pela 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais na qual se nega o pedido de retirada de rádio-base de determinado bairro da cidade de Capelinha/MG por não se entender provado serem nocivos os níveis de radiação eletromagnética emitidos. Preliminarmente será apresentada uma análise de conceitos básicos acerca do tema ondas eletromagnéticas e sua emissão no meio ambiente. No decorrer do estudo será abordado o tema dos possíveis efeitos da radiação eletromagnética para a saúde humana. Optou-se pela técnica de pesquisa bibliográfica, por meio da análise crítica de um julgado, assim como de textos referentes ao tema, bem como o método dedutivo. Apesar de as informações fornecidas pela ANATEL afirmarem não serem nocivos os níveis de radiação emitidos pelas rádio-bases, diversos estudos apontam para um sentido diverso, dessa forma, permitir que uma antena com tal potencial poluidor permaneça em bairro residencial seria arriscado à saúde humana. PALAVRAS-CHAVE: Poluição Eletromagnética. Meio Ambiente. Ondas Eletromagnéticas. Direito à Saúde. Ministério Público do Estado de Minas Gerais. ABSTRACT: The present article aims to proceed with a problematizing and critic study about the decision-making fundaments of the rulings extracted from the Civil Appeal numbered 1.0123.10.038116-9/002, and trial realized by the 5ª Civil Chamber of the Justice Court of Minas Gerais in which it refuses the request of removal of cell site from the determined district of Capelinha/MG for not perceiving proved harmful the levels of electromagnetic radiation emitted. Preliminarily it will present an analysis of the basic concepts of the theme electromagnetic waves and its emission on the environment. During the study will be approached the theme of possible effects of the electromagnetic radiation to human health. Bibliographic research was the chosen technique, by means of critical analysis of a ruling, as well as texts referring to the theme, along the deductive method. Despite the information provided by ANATEL claiming not being noxious the levels of radiation emitted by cell sites, several studies point to a diverse direction, in this way, allowing that a antennae with such polluting potential remain in an residential district would be risky to human health. KEYWORDS: Electromagnetic Pollution. Environment. Electromagnetic Waves. Health Rights. State of Minas Gerais.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Ondas Eletromagnéticas, Linhas de Alta Tensão, Campos Eletromagnéticos Domésticos e Torres de Telefonia Móvel. 1.1 Ondas Eletromagnéticas Limpas e Sujas. 1.2 As Linhas de Alta Tensão e os Campos Eletromagnéticos Domésticos. 1.2.1 Equipamentos Elétricos Domésticos. 1.3 As Antenas de Celulares e o Uso de Aparelhos de Telefonia Móvel. 2 A Apelação Cível Nº 1.0123.10.038116-9/002 do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Considerações Finais. Referências. 
      * Doutora em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora do Programa de Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Escola Superior Dom Helder Câmara, Minas Gerais. Pró-reitora de pesquisa da Escola Superior Dom Helder Câmara, Minas Gerais.** Mestranda em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da Escola Superior Dom Helder Câmara, Minas Gerais. Especialista em Direito Processual Civil pelo Instituto de Educação Continuada da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). 
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • O Direito Fundamental Social à Saúde na Constituição de 1988: A
           Garantia da Dignidade da Pessoa Humana entre o Poder Judiciário e a
           Ponderação de Princípios

    • Authors: Cássio Guilherme Alves, Caroline Müller Bitencourt
      Abstract: O DIREITO FUNDAMENTAL SOCIAL À SAÚDE NA CONSTITUIÇÃO DE 1988: A GARANTIA DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA ENTRE O PODER JUDICIÁRIO E A PONDERAÇÃO DE PRINCÍPIOS  The FUNDAMENTAL SOCIAL RIGHT to HEALTH IN THE FEDERAL CONSTITUTION of 1988: the guarantee of HUMAN DIGNITY AMONG the judiciary and the BALANCE of PRINCIPLES  Cássio Guilherme Alves* Caroline Müller Bitencourt**  RESUMO: No presente estudo se buscará a análise da realização do direito fundamental social à saúde no Estado Democrático de Direito, haja vista sua proteção constitucional na Carta de 1988. Após o reconhecimento da saúde como direito fundamental social, imprescindível a criação de mecanismos que garantam sua concretização quando o Estado for ineficiente ou se negar à prestação material necessária. Para fins deste artigo será utilizado o método hipotético-dedutivo com análise das teorias da reserva do possível x mínimo existencial vinculado aos princípios de direitos fundamentais para a garantia do direito à saúde. Dessa forma, o Poder Judiciário enquanto poder constituído possui em sua natureza jurisdicional a competência e prerrogativa para compor conflitos, devendo decidir o caso concreto na esfera da jurisdição constitucional, evitando que sejam cometidos abusos e restrições contra os direitos fundamentais. Assim, o direito fundamental social à saúde possui estreita vinculação com a dignidade da pessoa humana, não sendo possível pensar em vida com dignidade com restrições a este direito. Nessa seara, o Poder Judiciário se apresenta como importante ator na concretização e garantia do direito à saúde quando o Poder Público for ineficiente na sua promoção, devendo agir através da jurisdição constitucional para, com o uso do instituto da ponderação, preservar os direitos fundamentais na garantia do mínimo existencial vinculado à dignidade da pessoa humana no Estado Democrático de Direito. PALAVRAS-CHAVE: Dignidade da Pessoa Humana. Direito Fundamental Social à Saúde. Poder Judiciário. Ponderação de Princípios. ABSTRACT: In this study will seek to analyze the carry out of the fundamental social right to health in democratic State of law, its constitutional protection in 1988. After the recognition of health as a fundamental right, essential to the creation of mechanisms to ensure its implementation when the State is inefficient or refuse to provide necessary material. For the purposes of this article shall be used the hypothetical-deductive method with analysis of theories of possible x existential minimum linked to the fundamental rights to the guarantee of the right to health. In this way, the Judiciary while power constituted has the jurisdiction and prerogative Court nature to compose disputes, and decide the case in the sphere of constitutional jurisdiction, preventing are committed abuses and restrictions against fundamental rights. Thus, the fundamental social right health has close linkage with the dignity of the human person, it is not possible to think of life with dignity with restrictions on this right. In this field, the Judiciary presents itself as an important actor in the implementation and guarantee of the right to health when the Government is inefficient in its promotion and should act through the constitutional jurisdiction to, with the use of weighting Institute, preserving fundamental rights in existential minimum guarantee linked to the dignity of the human person in the democratic State of law. KEYWORDS: Dignity of the Human Person. Fundamental Social Right to the Health. Judiciary. Balance of Principles.  SUMÁRIO: Introdução. 1 A Saúde como um Direito Fundamental Social e sua Vinculação com a Dignidade da Pessoa Humana. 2 A Colisão de Direitos Fundamentais e a Ponderação de Princípios. Considerações Finais. Referências.
      * Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), Rio Grande do Sul.   ** Doutora em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), Rio Grande do Sul. Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), Rio Grande do Sul.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • A (In)aplicabilidade da Análise de Eficiência para a
           Justiciabilidade de Medicamentos

    • Authors: Rebeca Borges Machado Azevedo Leitão, Davi Augusto Santana de Lelis
      Abstract: A (IN)APLICABILIDADE DA ANÁLISE DE EFICIÊNCIA PARA A JUSTICIABILIDADE DE MEDICAMENTOS  The (IN)APPLICABILITY OF EFFICIENCY ANALYSIS FOR JUDICIAL MEDICINE DISTRIBUTION  Rebeca Borges Machado Azevedo Leitão* Davi Augusto Santana de Lelis**  RESUMO: O presente trabalho critica a possível observância do parâmetro da eficiência trazido pela Análise Econômica do Direito para a reflexão sobre as prestações positivas do direito à saúde, realizadas pelo Estado brasileiro via demandas judiciais individuais. O estudo consiste em considerar as afirmações dos teóricos a respeito da constatação de que o poder judiciário estaria sendo responsável por uma distorção no sistema público de saúde estatal globalmente considerado, obstaculizando, assim, a concretização coletiva do direito à saúde, ao determinar prestações individuais não previstas no orçamento. Constatou-se que a análise da eficiência se mostra simplista para a afirmação de que o poder judiciário esteja sendo responsável por injustiças em nível macro, pois há diversos fatores sociais envolvidos na atual desordem e insuficiência de recursos do sistema de saúde brasileiro, que fogem aos conceitos econômico-matemáticos. PALAVRAS-CHAVE: Sistema Único de Saúde. Direitos Sociais. Reserva do Possível. Análise Econômica do Direito. Ativismo Judicial. ABSTRACT: This paper criticizes the use of the efficiency parameter brought by the Economic Analysis of Law in order to analyze the benefits granted on the right to health by the Brazilian government through individual lawsuits. The study considers the claim of theorists that the judiciary would be responsible for a distortion in the public system of health, therefore hindering the collective realization of the right to health, when it determines the payment of individual benefits that are not planned in the public budget. This study found the analysis of efficiency simplistic when it asserts that the judiciary is responsible for injustice at the macro level, because there are many social factors involved in the current disorder and failure of the Brazilian health system resources, factors that flee from economic and mathematical concepts. KEYWORDS: Health System. Social Rights. Reserve for Contingencies. Economic Analysis of Law. Judicial Activism.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Efetivação do Direito à Saúde pelo Poder Judiciário Brasileiro. 2 A Reserva do Possível e o Direito à Saúde. 3 A Análise Econômica do Direito (AED) e a Prestação Individual de Medicamentos. 3.1 Eficiência. 3.2 A Formalização (ou Matematização) da Economia. 3.3 A Inaplicabilidade da Análise Econômica. Considerações Finais. Referências.
      * Mestranda do Programa Human Rights Policy and Practice pelas Universidades de Göteborg, Suécia; Deusto, Espanha; e Roehampton, Inglaterra. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. Bolsista Erasmus Mundos. ** Doutorando em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Mestre em Extensão Rural no Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. Professor Adjunto do curso de Direito da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. Pesquisador bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). 
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • O Assédio Moral ao Idoso pelo Desrespeito ao Direito Personalíssimo de
           Envelhecer com Dignidade: Uma Afronta ao Princípio da Dignidade Humana

    • Authors: Lucas Yuzo Abe Tanaka, Cleide Aparecida Gomes Rodrigues Fermentão
      Abstract: O ASSÉDIO MORAL AO IDOSO PELO DESRESPEITO AO DIREITO PERSONALÍSSIMO DE ENVELHECER COM DIGNIDADE: UMA AFRONTA AO PRINCÍPIO DA DIGNIDADE HUMANA  THE MORAL HARASSMENT THE ELDERLY BY THE INFRINGEMENT PERSONALITY RIGHTS WITH DIGNITY: AN AFFRONT TO PRINCIPLE OF HUMAN DIGNITY   Lucas Yuzo Abe Tanaka*Cleide Aparecida Gomes Rodrigues Fermentão**  RESUMO: O princípio da Dignidade da Pessoa Humana é o que fundamenta a Constituição Federal de 1988, pelo que as demais normas e princípios devem retirar o seu fundamento.  Consagrou que é dever do Estado, da família e da sociedade em auxiliar os idosos para o seu pleno desenvolvimento de sua dignidade, garantindo-se assim o direito à vida e o respeito ao seu direito personalíssimo. O abandono ao idoso pela família, pelo Estado e pela sociedade, pode configura-se não apenas como um assédio moral, mas também um desrespeito ao Princípio da Dignidade Humana, e ainda ao seu direito personalíssimo de envelhecer. Assim, o presente trabalho sustenta a relevo do Estado, da sociedade e da família no papel de abrigar a dignidade da pessoa humana deste individuo. Para tanto, no trabalho cientifico, foi empregado o método teórico que versa na pesquisa de obras e artigos circulares específicos que tratam sobre o tema. Ademais analisa a situação dos idosos frente ao abandono, o assédio moral como uma violação à dignidade humana dos idosos. PALAVRAS-CHAVE: Assédio Moral. Envelhecer. Direitos da Personalidade. Dignidade Humana. ABSTRACT: The principle of Human Dignity is the foundation of the Federal Constitution of 1988, so, any other norms and principles should draw from its foundation. It established to the state, family and society the duty of helping the elderly to the full development of their dignity, thus guaranteeing the right to life and respect for their personal right. The abandonment of the elderly by his family, the state and society, is set up not only as moral harassment, but also a disregard for the principle of human dignity, and even to the personal right to grow old. Thus, this study supports the role of harboring the human dignity of the individual by the state, the society and the family. Therefore, in this scientific work, we used the theoretical method which deals in the works of research and specific circular articles that deal with the subject. Furthermore the situation of the elderly against abandonment and moral harassment is analyzed as a violation of human dignity of the elderly. KEYWORDS: Moral Harassment. Aging. Personality Rights. Human Dignity.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Os Direitos da Personalidade. 2 Da Dignidade Humana. 3 A Tutela Jurídica dos Idosos. 4 O Envelhecimento e os Direitos da Personalidade. 5 O Assédio Moral ao Idoso causando Dor e Constrangimento, pelo Desrespeito ao Direito Personalíssimo de Envelhecer com Dignidade. Considerações Finais. Referências.
      * Mestrando em Ciências Jurídicas pelo Centro Universitário de Maringá (Unicesumar), Paraná. Professor do curso de Direito do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar), Paraná.** Doutora em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar), Paraná.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Abandono Afetivo Inverso: O Abandono do Idoso e a Violação do Dever de
           Cuidado por Parte da Prole

    • Authors: Cláudia Mara de Almeida Rabelo Viegas, Marília Ferreira de Barros
      Abstract: ABANDONO AFETIVO INVERSO: O ABANDONO DO IDOSO E A VIOLAÇÃO DO DEVER DE CUIDADO POR PARTE DA PROLE  ABANDONMENT REVERSE AFFECTIVE: ABANDONMENT OF THE ELDERLY AND BREACH OF DUTY OF CARE BY THE OFFSPRING   Cláudia Mara de Almeida Rabelo Viegas *Marília Ferreira de Barros**  RESUMO: Cuida-se o presente artigo da análise acerca do Abandono Afetivo Inverso e a violação do dever de cuidado por parte dos filhos, situação cada vez mais recorrente pelo mundo, que tem gerado a vitimização dos idosos tanto no âmbito físico, quanto emocional. Não obstante o afeto seja a mola propulsora das relações familiares, certo é que o idoso ainda tem sido vítima de abandono afetivo pela própria prole. Pretende-se, por meio do procedimento indutivo, investigativo bibliográfico e uma abordagem discursiva, chamar a atenção não somente dos filhos que se utilizam desta prática nefasta, mas de toda a família sobre a importância do dever de cuidado, como fonte de melhor qualidade de vida do idoso. Tem-se por motivação minimizar o sofrimento do idoso não pelo intermédio da prestação pecuniária, mas pela conscientização dos próprios filhos, pois, embora amar não seja obrigatório, cuidar é um dever constitucional que não pode ser descurado. PALAVRAS-CHAVE: Abandono Afetivo Inverso. Dever de Cuidado. Direito dos Idosos. Afeto. ABSTRACT: Take care to this article analysis about the Reverse Affective Abandonment Affective and breach of duty of care by the children, a situation increasingly recurrent in the world, which has generated the victimization of the elderly both in the physical realm, and emotional. Despite the affection is the mainspring of family relationships, it is certain that the elderly still have been a victim of emotional abandonment by the offspring. It is intended by the inductive procedure, bibliographic investigative and a discursive approach, calling attention not only of the children who use this nefarious practice, but the whole family about the importance of the duty of care as a source of better quality life of the elderly. It has been a motivation to minimize the suffering of the elderly not by means of the cash benefit, but the awareness of their children, for although love is not required, care is a constitutional duty that cannot be overlooked. KEYWORDS: Reverse Affective Abandonment. Duty of Care. Elderly rights. Affection.  SUMÁRIO: Introdução. 1 O Envelhecimento Humano Paralelo à Evolução Histórica do Idoso. 2 O Conceito de Idoso. 3 O Aumento Populacional de Idosos no Cenário Mundial. 4 A Legislação Afeta ao Direito do Idoso. 4.1 A Constituição da República de 1988 e o Idoso. 4.2 O Código Civil Brasileiro (Lei 10.406, 10 de janeiro de 2002) e o Idoso. 4.3 O Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, 1º de outubro de 2003). 4.4 A Lei Orgânica da Assistência Social (Lei nº 8.742, 07 de dezembro de 1993). 4.5 A Política Nacional do Idoso (Lei nº 8.842, 04 de janeiro de 1994). 5 As Obrigações dos Filhos em Face dos Pais Idosos. 5.1 O Abandono. 5.2 O Afeto. 6 Responsabilidade Civil: Breves Considerações. 7 O Dano Moral no Contexto do Abandono Afetivo Inverso. Considerações Finais. Referências.
      * Doutora em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Professora dos Programas de Pós-Graduação em Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e da Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC), Minas Gerais. Coordenadora do curso de Direito da Faculdade Del Rey, Minas Gerais.** Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • A Responsabilidade Objetiva do Estado versus o ato Realizado por seu
           Agente Público e sua Consequente Responsabilização na Área Cível

    • Authors: Tiago Imperatori, Ana Christina Konrad, Valmir de Souza, Odorico Konrad
      Abstract: A RESPONSABILIDADE OBJETIVA DO ESTADO VERSUS O ATO REALIZADO POR SEU AGENTE PÚBLICO E SUA CONSEQUENTE RESPONSABILIZAÇÃO NA ÁREA CÍVEL  THE STRICT RESPONSIBILITY OF THE GOVERNMENT VERSUS THE ACT PERFORMED BY ITS PUBLIC AGENT AND ITS CONSEQUENT LIABILITY IN THE CIVIL AREA  
      Tiago Imperatori*Ana Christina Konrad**Valmir de Souza***Odorico Konrad****  RESUMO: Este artigo tem como objetivo fazer uma análise das possibilidades de o Estado não vir a ser condenado ou, em sendo, ter o direito de regresso pelo ato cometido por seu agente. Trata-se de pesquisa qualitativa, realizada por meio de método dedutivo, levantamento bibliográfico e documental. Dessa forma, as reflexões partem de um resgate evolutivo acerca da história da responsabilidade desde os tempos primórdios até os dias atuais. Em seguida, faz-se um estudo direcionado à responsabilidade civil do Estado para que, finalmente, seja analisada a responsabilidade civil subjetiva do agente público sobre o dano gerado, capaz de afastar a responsabilidade objetiva do Estado. Assim, somente a análise criteriosa é que poderá conduzir a conclusão de que, nos casos em, que o agente público agir com dolo ou culpa, poderá o Estado vir a não ser condenado ou, em sendo, ter a sua responsabilidade minimizada diante da atuação de seu agente. PALAVRAS-CHAVE: Responsabilidade Civil. Estado. Agente público. Art. 37, §6º da Constituição Federal. Danos Morais e Materiais. ABSTRACT: This article aims to analyze the possibilities of the state not be condemned or, in being, have the right of return for the act committed by his agent. This is a qualitative study conducted by the deductive method and survey bibliographic and documentary. Thus, the reflections are a rescue about the evolutionary history of responsibility from the earliest times to the present day. Then it is a study directed to liability of the State to finally be analyzed subjective liability about the damage generated, capable of removing the strict liability of the State. Thus, only a careful analysis is that may lead to the conclusion that, in cases in which the public official to act with malice or negligence, the State can not continue to be condemned, or in being, have minimized their responsibility before the performance of his agent. KEYWORDS: Liability. State. Public official. Article 37, § 6º of Federal Constitution. Moral and Material Damages.  SUMÁRIO: Introdução. 1. Responsabilidade Civil e suas Espécies. 1.1 Elementos da Responsabilidade Civil. 1.2 Causas que Rompem o Nexo de Causalidade. 2 Responsabilidade Civil do Estado. 2.1 Evolução Histórica. 2.2 Atos Comissivos e Atos Omissivos. 2.3 Responsabilidades Subjetiva e Objetiva do Estado. 3 Discussão acerca da Temática Proposta. 3.1 Teoria do Risco Administrativo. 3.2 Abordagem Referente ao Artigo 37, §6º, CF. 3.3 Sujeitos Passivos: Estado e Agentes Públicos. 3.4 Responsabilidade Subsidiária e a Denunciação à Lide. Considerações Finais. Referências.
      * Especialista em Direito Público pela Universidade Uniderp Anhanguera, São Paulo. Graduado em Direito pelo Centro Universitário Univates, Rio Grande do Sul.** Mestranda do Programa de Pós-Graduação do Centro Universitário Univates, Rio Grande do Sul. Pesquisadora bolsista do Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particular (PROSUP/CAPES).*** Doutor em Ambiente e Desenvolvimento pelo Centro Universitário Univates, Rio Grande do Sul. Mestre em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Paraná. Professor do Programa de Pós-Graduação em Segurança Pública e Cidadania da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE) e do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Auditoria Ambiental da Faculdade Sul Brasil (FASUL), Paraná.**** Doutor em Engenharia Ambiental e Sanitária pela Montanuniversität Leoben, Áustria. Professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho do Centro Universitário Univates, Rio Grande do Sul.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Regulamentação da Rotulagem dos Alimentos Vegetarianos sob a Perspectiva
           do Código de Defesa do Consumidor

    • Authors: Fabrício Germano Alves, Marcelo Henrique Lopes Varella
      Abstract: REGULAMENTAÇÃO DA ROTULAGEM DOS ALIMENTOS VEGETARIANOS SOB A PERSPECTIVA DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR   VEGETARIAN FOODS LABELING REGULATION UNDER THE PERSPECTIVE OF THE CONSUMER’S PROTECTION CODENSTRUMENT OF POSITIVE ALLOCATION OF RISKS IN CONTRACTS  Fabrício Germano Alves*Marcelo Henrique Lopes Varella**  RESUMO: O presente trabalho trata sobre a rotulagem de alimentos vegetarianos sob a perspectiva do direito à informação dos consumidores. A informação é um direito consagrado pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei Federal 8.078/1990), que neste caso específico está relacionado principalmente com a proteção da saúde e o direito de escolha, por isso a importância do seu estudo. Em vista da variedade de produtos e rótulos que existe atualmente, surge a dúvida sobre como os mesmos devem estar dispostos para respeitar o referido direito a informação. A metodologia deste trabalho consiste em uma pesquisa hipotético-dedutiva, realizada com uma abordagem qualitativa e um propósito descritivo, com a finalidade de propor uma avaliação formativa sobre a temática em estudo. Para garantir a efetividade do direito à informação é preciso que os fornecedores utilizem no rótulo dos alimentos vegetarianos uma marca de fácil identificação pelos consumidores. PALAVRAS-CHAVE: Consumidor. Informação. Rotulagem. Alimentos. ABSTRACT: This paper deals with the labeling of vegetarian foods from the perspective of the consumer’s right to information. Information is a right enshrined by the Consumer Protection Code (Federal Law 8.078/1990), which in this particular case is mainly related to the health protection and the right to choose, so the importance of its study. In view of the variety of products and labels that currently exists, the question about how they should be exposed to comply with that right to information arises. The methodology of this work consists of a hypothetical-deductive research, carried out with a qualitative approach and a descriptive purpose, in order to propose a formative evaluation on the subject under study. To ensure the effectiveness of the right to information is necessary that suppliers use on the label of vegetarian food a brand of easy identification by consumers. KEYWORDS: Consumer. Information. Labeling. Foods.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Vegetarianismo e Direito à Informação. 2 Rotulagem de Produtos: Informação e Regulamentação. 3 Rotulagem Vegetariana no Direito Estrangeiro. 4 Proposição de Regulamentação para a Rotulagem de Produtos Vegetarianos. Considerações Finais. Referências.
      * Doutor em Direito pela Universidad del País Vasco (Euskal Herriko Unibersitatea UPV/EHU), Espanha. Professor dos Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da Universidade Potiguar (UNP).** Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Um Caminho para a Perda de Competitividade: A Inobservância do Princípio
           da Capacidade Contributiva no Brasil

    • Authors: André Felipe Canuto Coelho, Ana Carolina Nunes Furtado
      Abstract: UM CAMINHO PARA A PERDA DE COMPETITIVIDADE: A INOBSERVÂNCIA DO PRINCÍPIO DA CAPACIDADE CONTRIBUTIVA NO BRASIL  A PATH TOWARDS COMPETITIVE FAILURE: THE DISREGARD OF THE TAXPAYING CAPACITY IN BRAZIL  André Felipe Canuto Coelho* Ana Carolina Nunes Furtado**  RESUMO: O princípio da capacidade contributiva deriva do princípio da capacidade econômica insculpido no art. 145, § 1º da Constituição Federal e consiste em uma concepção econômica e de justiça social: o pagamento de tributos de acordo com as possibilidades econômicas dos indivíduos. Trata-se de um dos temas mais estudados pela doutrina, mas sem um consenso em torno de todas as suas repercussões. Nesse sentido, o trabalho objetiva a conceituação mais atual do princípio da capacidade contributiva e a delimitação da sua aplicabilidade e eficácia dentro do direito brasileiro. Nesse escopo, dados coletados apontaram para uma não observância deste princípio. Embora haja uma carga tributária alta no Brasil, seus tributos são majoritariamente indiretos, fazendo com que o ônus da carga seja mais sentida pelos economicamente vulneráveis e gere ainda mais desigualdades econômicas e sociais no país. PALAVRAS-CHAVE: Tributação. Tributos Indiretos. Capacidade Contributiva. Desigualdade. ABSTRACT: The principle of tax capacity comes from the principle of economic capacity that is carved out in the art. 145, §1º of the Brazilian Constitution and it consists of an economic and social conception that links the tax contribution to the economic potential of individuals. This theme has been widely studied by the doctrine to provide a tax system increasingly based on equality. Within this context, this work aims at the most current conception of the tax capacity principle and at the limits of its applicability and effectiveness in the Brazilian law. The data collected indicate a non-observance of this principle. Although there is a high tax burden in Brazil, its taxes are mostly indirect, so the tax burden on the poorest is great, generating more economic and social inequalities in the country. KEYWORDS: Taxation. Indirect Taxes. Tax Capacity. Inequality.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Capacidade Contributiva: À Procura de uma Conceituação. 2 Capacidade Contributiva: Impondo Limites ao Estado. 3 Aplicação E Eficácia do Princípio da Capacidade Contributiva no Brasil. Considerações Finais. Referências.
      * Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da Faculdade Damas da Instrução Cristã, Pernambuco. ** Mestranda em Direito pela Faculdade Damas da Instrução Cristã, Pernambuco.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • O Mecanismo de Codemandado no Acordo de Adesão da União Europeia à
           Convenção Europeia de Direitos Humanos

    • Authors: Anair Isabel Schaefer
      Abstract: O MECANIsmo de codemandado NO ACORDO DE ADESão DA uNiao europeia à convençao europeia de direitos humanos  THE CO-RESPONDENT MECHANISM ON THE ACESSION AGREEMENT OF THE EUROPEAN UNION TO THE EUROPEAN CONVENTION ON HUMAN RIGHTS   Anair Isabel Schaefer*  RESUMO: O presente artigo analisa o mecanismo de codemandado incluído no Projeto de Adesão da União Europeia à Convenção Europeia de Direitos Humanos. Ainda, analisa os problemas apontados e os ajustes sugeridos sobre o mecanismo de codemandado no Parecer 2/13 do Tribunal de Justiça da União Europeia, quando da apreciação do Projeto de Adesão à Convenção Europeia de Direitos Humanos. PALAVRAS-CHAVE: Tribunal de Justiça da União Europeia. Convenção Europeia de Direitos Humanos. Acordo de Adesão da União Europeia. ABSTRACT: This article analyzes the co-respondent mechanism included in the Draf Agreemet to the Accession Project to the European Convention on Human Rights. Still, analyze the problems identified and the adjustments suggested about the corresponsable mechanism in Opinion 2/13 by the Court of Justice of the European Union to the Agreement on the Accession of the European Union to the Convention for the Protection of Human Rights and Fundamental Freedoms. KEYWORDS: European Union Court of Justice. European Convention on Human Rights. Accession Agreement of the European Union.  SUMÁRIO: Introdução. 1 O Mecanismo de Codemandado no Projeto de Adesão da Uniao Europeia à Convençao Europeia de Direitos Humanos. 2 Mecanismo de Codemandado no Parecer 2/13 do Tribunal de Justiça da União Europeia: Problemas Apontados e Ajustes Sugeridos. Considerações Finais. Referências.
      * Pós-doutoranda na Faculdade da Universidade de São Paulo (USP). Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora do curso de Direito da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Feminismo, Violência e Poder: Uma Análise Histórico-Jurídica da
           Trajetória e dos Documentos que Culminaram na Lei Maria da Penha e no
           Feminicídio

    • Authors: Cristian Kiefer da Silva, Débora Totini Seabra, Luiz Antônio Soares Júnior
      Abstract: FEMINISMO, VIOLÊNCIA E PODER: UMA ANÁLISE HISTÓRICO-JURÍDICA DA TRAJETÓRIA E DOS DOCUMENTOS QUE CULMINARAM NA LEI MARIA DA PENHA E NO FEMINICÍDIO  FEMINISM, VIOLENCE AND POWER: AN HISTORICAL AND LEGAL ANALYSIS OF THE TRAJECTORY AND THE DOCUMENTS WHICH CULMINATED IN THE MARIA DA PENHA LAW AND THE FEMICIDE  Cristian Kiefer da Silva* Débora Totini Seabra**Luiz Antônio Soares Júnior***  RESUMO: O presente trabalho procura demonstrar que a Lei Maria da Penha e o Feminicídio são resultado da contestação a um processo histórico sexista através de movimentos sociais denominados de ondas do feminismo os quais culminariam na elaboração de documentos (inter)nacionais dentre os quais as leis que aqui serão tratadas. Eis que, historicamente, a sociedade se organizou numa estrutura patriarcal fundamentada na natureza humana, sobretudo na perspectiva de dominação e poderio dos homens sobre as mulheres o que levaria a uma sujeição da mulher ao marido e ao próprio aparelho estatal. Para demonstrar tal perspectiva, serão estudados, inicialmente, os aspectos históricos justamente com as ondas do feminismo, analisando a produção documental de feministas como Olympe de Gouges. Igualmente, serão objeto de estudo Mary Wollstonecraft, Virgínia Woolf, dentre outras que receberam o nome de tricoteuses. Paralelamente, serão abordadas convenções como a Convenção para o Direito das Mulheres de 1848, a Convenção de Seneca Falls, disposições do Código Civil brasileiro de 1916, do Código Comercial brasileiro de 1850, as Ordenações Filipinas, o Estatuto da Mulher Casada e de convenções mais recentes, tais como a Convenção Interamericana sobre a Concessão dos Direitos Civis à Mulher, a Convenção sobre os direitos políticos da Mulher, a CEDAW, e a Convenção Interamericanas para prevenir, punir e erradicar a violência contra a Mulher. Por fim, passar-se-á à análise da fragmentação da ideia de poder e violência, bem como da Lei Maria da Penha e do Feminicídio, destacando os seus aspectos mais relevantes. PALAVRAS-CHAVE: Feminismo. Feminicídio. Lei Maria da Penha. Violência. Poder. ABSTRACT: The present paper seeks to demonstrate that the Maria da Penha Law and the Feminicide are the result of the challenge to a historical sexist process through social movements denominated waves of feminism that culminate in the elaboration of (inter) national documents among which the laws that here will be explored. Historically, society has organized itself into a patriarchal structure based on human nature, especially in the perspective of domination and power between men and women, which led to the subjection of women to their husbands and to the state apparatus. In order to demonstrate this perspective, it will be firstly studied the historical aspects precisely with the waves of feminism, analyzing the documentary production of feminists like Olympe de Gouges. It will also be mentioned Mary Wollstonecraft, Virginia Woolf, among others who were called tricoteuses. At the same time, it will be studied conventions such as the Convention on the Rights of Women of 1848, the Seneca Falls Convention, and, in depth, provisions of the Brazilian Civil Code of 1916, the Brazilian Commercial Code of 1850, the Philippine Statute of Married Women and more recent conventions such as the Inter-American Convention on the Granting of Civil Rights to Women, the Convention on the Political Rights of Women, CEDAW, and the Inter-American Convention on the Prevention, Punishment and Eradication of Violence against Women. Finally, the analysis of the fragmentation of the idea of power and violence will be analyzed as well as the Maria da Penha Law and the Feminicide Law, highlighting its most relevant aspects. KEYWORDS: Feminism. Feminicide. Maria da Penha Law. Violence. Power.  SUMÁRIO: Introdução. 1 As Ondas do Feminismo. 2 Os Principais Documentos Internacionais para a Promoção dos Direitos das Mulheres e da Igualdade de Gênero. 2.1 A Carta das Nações Unidas; Convenção Interamericana sobre a concessão dos Direitos Civis à Mulher; e a Convenção sobre os Direitos Políticos da Mulher. 2.2 A Convenção sobre os Direitos Políticos da Mulher e a Convenção para eliminação de todas as formas de discriminação contra a Mulher (CEDAW). 2.3 A Convenção Interamericana para prevenir, punir e erradicar a violência contra a Mulher – Convenção De Belém Do Pará. 3 A Fragmentação da Ideia de Poder e Violência: Lei Maria da Penha (Lei Nº 11.340 De 2006) e Feminicídio (Lei 13.104/2015). Considerações Finais. Referências.
      * Pós-Doutorando e Doutor pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Professor dos Programas de Pós-Graduação em Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), da Faculdad...
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • As Melhores Teses de Direito Premiadas pela Fundação Capes: Lições
           Epistemológicas de Como se faz uma Pesquisa Jurídica de Excelência no
           Brasil

    • Authors: Heraldo Elias de Moura Montarroyos
      Abstract: AS MELHORES TESES DE DIREITO PREMIADAS PELA FUNDAÇÃO CAPES: LIÇÕES EPISTEMOLÓGICAS DE COMO SE FAZ UMA PESQUISA JURÍDICA DE EXCELÊNCIA NO BRASIL  THE BEST THESES OF LAW AWARDED BY THE CAPES FOUNDATION: EPISTEMOLOGICAL LESSONS ON HOW TO MAKE A LEGAL RESEARCH OF EXCELLENCE IS IN BRAZIL  
      Heraldo Elias de Moura Montarroyos*  RESUMO: O objetivo desse estudo é diagnosticar e valorizar o modo de produção do conhecimento de seis teses de Direito que venceram o concurso nacional de melhor tese da Fundação Capes-Ministério da Educação no período 2010-2015. Esse diagnóstico e crítica construtiva acompanharam as diretrizes de um metaprograma de pesquisa jurídica construído especialmente para essa finalidade, desenvolvendo três categorias do conhecimento (ontologia, metodologia e teoria), cuja aplicação criteriosa revelou dois aspectos fundamentais. O primeiro aspecto significativo é que as teses de Direito premiadas pela Fundação Capes-Ministério da Educação utilizaram a mesma estrutura genérica de raciocínio, apresentando regras filosóficas, metodológicas e teóricas harmônicas e interdependentes que asseguraram a coerência dos argumentos originais dos pesquisadores. O segundo aspecto revelador é que a maioria absoluta das teses premiadas se concentraram na área da Ciência Política do Direito, apresentando propostas direcionadas ao Poder Legislativo e Judiciário. PALAVRAS-CHAVE: Idealismo Jurídico. Realismo Jurídico. Criticalismo Jurídico. ABSTRACT: The objective of this study is to diagnose and value the way of production of the knowledge of six theses of Law that won the national competition held by Capes Foundation - Ministry of Education in the period 2010-2015. This diagnostic and constructive criticism followed the guidelines of a legal research metaprogram built especially for this purpose, developing three categories of knowledge (ontology, methodology and theory), whose careful application revealed two fundamental aspects. The first significant aspect is that the law theses awarded by the Capes Foundation - Ministry of Education used the same general structure of reasoning, presenting philosophical, methodological and theoretical harmonic and interdependent rules that ensured the coherence of the original arguments of the researchers. The second revealing aspect is that the absolute majority of the theses awarded concentrated on the Political Science of Law, presenting proposals directed to the Legislative and Judiciary. KEYWORDS: Juridical Idealism. Juridical Realism. Juridical Criticalism.  SUMÁRIO: Introdução. 1 Ontologias Científicas. 1.1 Criticalismo de base realista, segundo Alf Ross. 2 Metodologia Geral das Ciências Jurídicas. 3 Teorias Jurídicas. 4 Conteúdo Programático das Teses. 4.1 Prêmio CAPES 2010. 4.1 Prêmio CAPES 2011. 4.3 Prêmio CAPES 2012. 4.4 Prêmio CAPES 2013. 4.5 Prêmio CAPES 2014. 4.6 Prêmio CAPES 2015. 5 Diagnóstico. 6 Considerações Finais. Conclusão. Referências.
      * Doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP). Professor dos cursos de Direito da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). 
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
  • Fundamentos dos Conceitos de Hermenêutica Jurídica e de Interpretação
           em Carlos Maximiliano

    • Authors: Pablo Castro Miozzo
      Abstract: FUNDAMENTOS DOS CONCEITOS DE HERMENÊUTICA JURÍDICA E DE INTERPRETAÇÃO EM CARLOS MAXIMILIANO  FUNDAMENTALS OF THE CONCEPTS OF LEGAL HERMENEUTICS AND INTERPRETATION IN CARLOS MAXIMILIANO  
      Pablo Castro Miozzo*  RESUMO: O presente trabalho se ocupa do pensamento de Carlos Maximiliano acerca da hermenêutica jurídica e da interpretação, procurando investigar as bases a partir das quais ele se alicerça. Num primeiro momento, será investigada a obra de Francisco de Paula Baptista, com a qual Maximiliano dialoga criticamente, procurando-se estabelecer as pressupostos teórico-filosóficos do conceito de interpretação daquele autor. Num segundo momento, serão apresentadas concepções de Maximiliano em si, bem como as teorias que parecem estar na base de seu pensamento e que sustentam a sua crítica ao conceito de interpretação de Paula Baptista, em especial a hermenêutica de Schleiermacher e a metodologia jurídica de Savigny. PALAVRAS-CHAVE: Hermenêutica Jurídica. Interpretação do Direito. “In claris non fit interpretatio”. ABSTRACT: This work paper lay emphasis on the thinking of Carlos Maximiliano about legal hermeneutics and interpretation, seeking to investigate the bases from which it is founded. At first, it will investigate the work of Francisco de Paula Baptista, with whom Maximiliano critically dialogues, seeking to establish the theoretical and philosophical assumptions of the concept of interpretation of the former author. Secondly, the very conception of Maximiliano will be presented, as well as the theories that seem to be on the basis of his thinking, and at the same time supports its criticism against the concept of interpretation of Paula Baptista, especially the hermeneutics from Schleiermacher and the legal methodology from Savigny. KEYWORDS: Legal Hermeneutics. Interpretation of Law. “In claris non fit interpretatio”.  SUMÁRIO: Introdução1 Os Conceitos de Hermenêutica Jurídica e de Interpretação em Francisco de Paula Baptista. 2 Os Conceitos de Hermenêutica Jurídica e de Interpretação em Carlos Maximiliano. 3 O Conceito de Interpretação na Hermenêutica Geral de Schleiermacher e na Metodologia Absoluta de Savigny. 3.1 Friedrich Daniel Ernst Schleiermacher. 3.2 Friedrich Carl von Savigny. 4 O Papel do Intérprete e o Conceito de Aplicação do Direito em Carlos Maximiliano. Considerações Finais. Referências.
      * Doutorando em Direito pela Universidade de Freiburg (Albert-Ludwigs-Universität Freiburg), Alemanha. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 
      PubDate: 2017-02-19
      Issue No: Vol. 11, No. 3 (2017)
       
 
 
JournalTOCs
School of Mathematical and Computer Sciences
Heriot-Watt University
Edinburgh, EH14 4AS, UK
Email: journaltocs@hw.ac.uk
Tel: +00 44 (0)131 4513762
Fax: +00 44 (0)131 4513327
 
Home (Search)
Subjects A-Z
Publishers A-Z
Customise
APIs
Your IP address: 54.159.66.70
 
About JournalTOCs
API
Help
News (blog, publications)
JournalTOCs on Twitter   JournalTOCs on Facebook

JournalTOCs © 2009-2016